Page 1

XII JORNADAS Boletim da Associação Nacional dos Doentes com Artrite Reumatóide Nº 25 • Ano XII • Maio 2012

Chega...Basta!!!

Abertura das XII Jornadas

Congresso da S.P.R.

Meia Maratona de Lisboa


A.N.D.A.R. ORGÃOS SOCIAIS MESA DA ASSEMBLEIA GERAL Presidente Eduardo Horta Secretários Fernanda Cabral António Valério Teixeira Suplente Hernâni Fernandes DIRECÇÃO Presidente Arsisete Saraiva Vice-Presidente Margarida Costa Vice-Presidente Jaqueline Andrade Secretária Maria da Luz Paiva Tesoureira Teresa Appleton Suplentes Marina Correia Inês Graça CONSELHO FISCAL Presidente Adriano Neto Vogais Lurdes Nogueira Vasco Gonçalves Suplente Esmeralda Costa SECRETÁRIO GERAL António Vilar MORADA ANDAR Parque de Saúde de Lisboa - Ed. 24 Av. do Brasil, 53 1700-063 LISBOA T.: 21 793 73 61 21 798 63 76 / 77 Fax: 21 798 63 78 / 21 796 82 15 Linha Verde: 800 203 285 Site: www.andar-reuma.pt E-mail: andar@andar-reuma.pt COMISSÃO EXECUTIVA Arsisete Saraiva Margarida Costa CORPO REDACTORIAL António Vilar Adriano Neto Arsisete Saraiva Margarida Costa

ÍNDICE

3 4

EDITORIAL

EXCERTOS DO DISCURSO DE ABERTURA DAS XII JORNADAS

6 8 9

CONGRESSO DA S.P.R. AS NOSSAS NOTÍCIAS

MOVING FORWARD IN RA INTERNATIONAL EXPERIENCE EXCHANGE

10 11

REUNIÃO DA PFIZER NO ALGARVE

A.N.D.A.R. PARTICIPOU NA MEIA MARATONA DE LISBOA

12

ARTRITE REUMATÓIDE PERGUNTAS & RESPOSTAS

13

SABE O QUE É A PLATAFORMA MAIS SAÚDE?

14 15 16

PROTOCOLOS DICAS INTERESSANTES A NOSSA BOUTIQUE

Não se esqueça que se pretender ir para as Termas deve pedir a credencial com um mês de antecedência.


EDITORIAL

H

oje vamos homenagear uma Mulher – Dra. Delfina Bandeira (1932-2012).

A Delfina Bandeira devemos o espaço que hoje utilizamos e a partir do qual temos vindo a desenvolver as nossas actividades na ajuda e defesa dos interesses dos nossos associados e doentes e a promover a imagem e divulgação da nossa A.N.D.A.R. Delfina Bandeira que acaba de partir desta vida terrena, deixa-nos este grande legado – a nossa SEDE. Foi uma das sócias fundadoras e a 1ª. Presidente da Direcção da A.N.D.A.R. Deixo-vos aqui um artigo feito pela Dra. Delfina Bandeira e publicado no nosso Boletim Informativo em Maio de 2003, intitulado “O Nosso Dia a Dia”, onde se chamava a atenção para a falta de tratamento para os doentes com Artrite Reumatóide. Neste ano de 2003 era Ministro da Saúde o Dr. Luís Filipe Pereira. Hoje como ontem este artigo continua ainda muito actual com o que se passa agora em 2012, no governo de Pedro Passos Coelho. E, em homenagem a essa mulher que foi Delfina Bandeira, passo a citar na integra o artigo por ela escrito e publicado no nosso Boletim Informativo, para que meditem e reflitam sobre o assunto.

“O NOSSO DIA A DIA” “Temos recebido muitas cartas dos nossos associados e de outros doentes que referem sempre o mesmo problema. Sofrem de dores múltiplas articulares e musculares, andam anos a “tratar-se” sem receberem qualquer informação sobre a sua doença, sobre o seu estado de saúde, são enviados de um serviço para outro, sem saberem porque não lhes dão qualquer informação e medicação que os aliviem. A Artrite Reumatóide é por vezes aflorada mas não confirmada, nem tratada. Continuamos com poucos médicos Reumatologistas que possam fazer um diagnóstico correcto e dar-lhes um tratamento adequado. Já não estamos na época em que não existiam terapêuticas específicas para actuar sobre a doença. Não é compreensível que continuemos a verificar que os doentes vão sendo empurrados de Hospital em Hospital, de Centro de Saúde em Centro de Saúde, de médico em médico, sem qualquer informação entre eles e sem linha de conduta coerente no sentido do diagnóstico e do tratamento correcto da doença. Quando teremos Reumatologistas em todos os Serviços Hospitalares para que os doentes não se arrastem anos e anos, sem perceberem o que se passa com eles e sem conseguirem um tratamento para alívio dos seus males? Quando poderão os doentes tomar toda a prescrição que lhes é indicada pelo seu médico – e que é para toda a vida – sem abandono da mesma por não terem dinheiro para pagá-la? Quando? Não temos a intenção de criar um mundo ideal porque no Mundo Ideal não existiriam doenças… Delfina Bandeira” É esta a mensagem que vos deixo e a nossa homenagem a Delfina Bandeira.

Arsisete Saraiva Presidente da Direcção

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

3


NOTÍCIAS

EXCERTOS DO DISCURSO DE ABERTURA DAS XII JORNADAS 11 de Abril de 2012

para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. Não nos podemos intimidar com ameaças ou chantagens por parte de quem não quer tratar. A nossa determinação vai até conseguirmos garantir o tratamento necessário da Artrite Reumatóide para todos os doentes que dele necessitarem por forma a obter uma melhor qualidade de vida.

Dr. Alexandre Diniz e Dr. Luis Maurício

“…O momento actual que atravessamos é de grande preocupação para toda a sociedade em geral e para os doentes em particular, com os cortes que já se fazem sentir na saúde e com o aumento das taxas moderadoras, que muito estão a prejudicar e agravar a vida dos nossos doentes. Este momento já é grave mas tornou-se ainda mais, quando algumas Administrações Hospitalares deste País, através das suas farmácias recusam entregar ao doente a medicação – e estou a falar e a referir as terapêuticas inovadoras a doentes do ambulatório. E denuncio aqui publicamente o Centro Hospitalar da Póvoa do Varzim-Vila do Conde, que recusou a entrega dum biotecnológico a uma doente e não contente com isso ainda lhe devolveu a receita com a indicação que não voltasse porque nunca lhe seria entregue. A última vez que a doente tomou a medicação foi em finais de Janeiro, não o voltando a fazer. Temos que questionar – que Hospital é este – que Administrações são estas – que poder têm – será assim tão grande, que conseguem estar acima da lei? – O Despacho 18419/2010, concede ao doente o acesso ao medicamento, quer seja doente do Hospital ou seja de ambulatório, tudo está bem definido no Despacho, quem prescreve e como prescreve e quem paga. Não percebemos esta recusa. Não entendemos porque se prejudica o doente.

Neste momento dizemos: CHEGA – BASTA Iremos actuar judicialmente contra este Hospital ou hospitais que teimosamente continuem a negar ao doente o acesso às terapêuticas inovadoras. E se os nossos tribunais não resolverem, estamos dispostos a avançar

4

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

Estão a discriminar doentes – são classificados como de 1ª e de 2ª, mediante o local da prescrição. Depois das dificuldades que estes doentes tiveram no acesso aos novos tratamentos e à discriminação a que tiveram sujeitos durante 10 anos, veêm se de novo confrontados com dificuldades levantadas arbitrariamente por algumas Administrações Hospitalares que parecem não entenderem que não há utentes do SNS públicos e privados, HÁ APENAS DOENTES DO SNS. Também a preocupação com algumas Farmácias Hospitalares continuarem a não cumprir o Despacho 18419/2010, levantando dificuldades burocráticas aos doentes. Não podemos esquecer que o acesso à saúde é um direito previsto na Constituição da República Portuguesa e não pode ser negado. A ANDAR exige uma discriminação positiva e a igualdade de oportunidades para todos os doentes no acesso às terapêuticas biotecnológicas e a comparticipação pelo escalão A dos medicamentos essenciais ao tratamento da Artrite Reumatóide. Inclusão no Despacho que consagra o regime especial destes produtos e dar oportunidade de tratamento aos doentes que não respondendo a uma medicação tenham alternativa para a troca por outro. A criação de um fundo nacional para generalizar o acesso aos medicamentos biotecnológicos a todos os doentes com artrite Reumatóide refractária que o necessitem, provavelmente seria uma forma de ajudar os doentes mais graves a terem acesso, em qualquer parte do País, ao tratamento, desde que devidamente prescrito pelo reumatologista e de acordo com os critérios de inclusão já existentes. Já em 2007 falámos na criação deste fundo e voltamos a falar porque achamos que poderá ser eficaz. Já existe um registo nacional elaborado pela SPR e que merece especial destaque pela preocupação dos nossos reumatologistas (a quem saúdo).

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


NOTÍCIAS

O acesso de todos os doentes com indicação para fazer terapêutica biotecnológica tem de ser garantida pelo Ministério da Saúde, impondo às administrações hospitalares a obrigação de o cumprirem.

Acreditamos que os custos dos melhores tratamentos serão inferiores aos custos e incapacidade provocados pela doença. E, por outro lado, o estudo sobre uma doença em todas as suas vertentes pode trazer ao paciente a esperança de uma vida melhor em que o sofrimento, quer físico quer moral, seja minimizado.

a ANDAR apela aos decisores responsáveis, aos políticos, ao M. Saúde, à D.G.S.,ao INFARMED, às Administrações Hospitalares e a todas as entidades que possam estar envolvidas com a saúde que: n F açam das doenças musculoesqueléticas uma das prioridades; e da Artrite Reumatóide uma referência aproveitando e patrocinando projectos que forneçam indicadores de saúde, fazendo aqui uma referência ao epireuma; nA  doptem estratégias que permitam o diagnóstico rápido e a intervenção precoce e continuada; nG  arantam o acesso do doente com AR às terapêuticas inovadoras e modificadoras da doença, controlando de forma eficaz as Administrações Hospitalares que tanto têm e continuam a dificultar este mesmo acesso; nE  xijam o cumprimento integral de todos os Despachos, que protegem o doente, sejam cumpridos e que sejam punidos os incumpridores;

despesas orçamentadas pelas Administrações Hospitalares; nQ  ue sejam incluídos e classificados no mesmo despacho os medicamentos biotecnológicos, ainda não incluídos, que permitam aos doentes terem outras alternativas no tratamento; nÀ  D.G.S. que ajude a promover normas que protejam os doentes, e peço ao Dr. Alexandre Diniz, que está em representação do (SES) e do Director da Geral da Saúde, que transmita a nossa indignação pela forma como os doentes estão a ser tratados; nÀ  Entidade Reguladora da Saúde uma fiscalização mais apertada e controlada, junto das Administrações Hospitalares, para que cumpram as normas legais; nÀ  s Administrações Hospitalares para que cumpram integralmente os despachos, não deixando os doentes sem medicação; nA  o INFARMED para que seja mais célere na aprovação das comparticipações; nÀ  Indústria Farmacêutica, que atendendo ao momento de crise que atravessamos, possa tornar os fármacos mais acessíveis; nA  os Deputados de todos os Partidos políticos com assento parlamentar para que se unam nas questões da equidade no acesso à saúde; nÀ  s Câmaras Municipais para que eliminem as barreiras arquitectónicas existentes, precisamos de uma cidade livre de barreiras que sirva a todos os cidadãos.” Arsisete Saraiva

nA  postem na integração do doente. Entre outras vantagens, a intervenção precoce permitirá reduzir custos com baixas e reformas antecipadas, ao mesmo tempo que oferece ao doente a possibilidade de manter uma vida activa. Permitindo-me ainda realçar e sugerir: nA  o Ministério da Saúde uma maior fiscalização sobre os não cumpridores e controlo mais eficaz sobre as

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

5


NOTÍCIAS

CONGRESSO DA S.P.R. A convite da Sociedade Portuguesa de Reumatologia a A.N.D.A.R. esteve presente no Congresso Português de Reumatologia, que se realizou nos dias 1 a 5 de Maio de 2012, no Marina Hotel de Vilamoura.

A

A.N.D.A.R.

A nossa participação com um Stand neste congresso, é sempre uma mais valia para a Associação, pois é uma forma de divulgar e informar duma maneira geral as nossas actividades. Agradecemos à SPR na pessoa do seu Presidente Dr. Luís Maurício este amável convite.

6

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


NOTÍCIAS

Homenagem

à Sociedade Portuguesa de Reumatologia

A

Direcção da ANDAR, homenageou a S.P.R. na pessoa do seu Presidente, Dr. Luís Maurício, representante de todos os reumatologistas, agradecendo e reconhecendo tudo o que têm feito pela reumatologia, pelas doenças reumáticas e em particular pela Artrite Reumatóide, realçou o grande valor e a mais valia do projecto EpiReuma, tendo sublinhado o trabalho feito pelos Profs. Jaime Branco, Eurico da

Fonseca e Helena Canhão e apenas para referir alguns nomes, mas evidentemente muitos mais trabalharam neste projecto, para que ele fosse possível. Deve ser considerado o orgulho da Reumatologia Portuguesa. Acharam que é de elementar justiça o reconhecimento desta especialidade como sendo a única que deve tratar a Artrite Reumatóide grave, devem ser eles os únicos prescritores na medicação Biotecnológica.

Esta foi a forma que a Direcção da ANDAR encontrou para homenagear a Reumatologia Portuguesa e fazer a entrega à SPR na pessoa do seu Presidente Dr. Luís Maurício, de uma singela lembrança da ANDAR, para mais tarde recordarem.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

7


NOTÍCIAS

AS NOSSAS NOTÍCIAS Para comemorar o dia Nacional dos Doentes com Artrite Reumatóide e das doenças reumáticas, realizou-se na Assembleia da República, no dia 5 de Abril de 2012, uma sessão onde estiveram presentes a presidente da Comissão de Saúde Drª Maria Antónia Almeida Santos, o presidente da SPR Dr. Luís Maurício, Dr. Augusto Faustino, Prof Dr. Jaime Branco, deputados, indústria farmacêutica e associados. Após várias intervenções, foi apresentado pelo Prof. Doutor Jaime Branco da SPR um projecto, denominado EpiReuma que consiste numa base de dados a nível nacional onde serão inscritos todos os doentes que sofrem destas patologias. Para informações sobre este Projecto consulte o sítio www.reuma.pt.

8

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


NOTÍCIAS

MOVING FORWARD IN RA

EMPOWERING PATIENTS’COMMUNICATION Barcelona

S

ob o patrocínio da Roche, foi organizado nos dias 25 e 26 de Fevereiro um workshop de grande interesse em que foram apresentados temas em que foi realçada a importância para os doentes com Artrite Reumatóide em estarem informados não só sobre a doença em si, mas também sobre os meios ao seu alcance para que as suas consequências sejam menos graves. Foram salientados e debatidos dois pontos fundamentais: a detecção preco-

ce da doença e a necessidade de uma boa comunicação entre médico e doente. Por outro lado, e dado que estiveram representadas Associações de vários países, foi possível para a A.N.D.A.R. um contacto muito proveitoso e uma troca de impressões no que respeita a problemas existentes em alguns desses países e a soluções encontradas para os minimizar.

INTERNATIONAL EXPERIENCE EXCHANGE

FOR PATIENT ORGANISATIONS Frankfurt - 6-7 Março

T

ambém patrocinado pela Roche, realizou-se em Frankfurt uma conferência em que estiveram representados países de praticamente todos os continentes e em que foram analisados problemas com que se defrontam pacientes portadores de diversos tipos de doenças nesses mesmos países. Embora as questões debatidas tivessem tido particular incidência nas doenças oncológicas, a Artrite Reumatóide foi também referida. Foi uma conferência bastante dinâmica que permitiu um conhecimento de situações que ocorrem noutros países. Por outro lado, e estando Portugal representado não pela A.N.D.A.R. como por outras Associações representativas de outras doenças, a troca de impressões havida permitiu-nos um maior conhecimento dos problemas gerais da situação da saúde no nosso País.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

9


NOTÍCIAS

REUNIÃO DA

PFIZER NO ALGARVE

21 de Janeiro de 2012 A convite dos Laboratórios PFIZER a A.N.D.A.R. esteve representada na reunião

O

PFIZER Summit 2012, que se realizou no dia 21 de Janeiro de 2012, tendo participado no “Jantar Tertúlia” onde foi abordado o tema “O custo social da restrição do acesso aos medicamentos”. Neste debate participaram, as Associações de Doentes - A.N.D.A.R. - A.N.E.A. PSO.

A Sociedade Portuguesa de Reumatologia – Reumatologistas - Profª. Ana Escoval e o Deputado Europeu Paulo Rangel.

10

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

Foi importante e bastante interessante. Esperamos poder participar em mais debates, em que o tema principal é o DOENTE. Agradecemos à PFIZER este amável convite.

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


NOTÍCIAS

A.N.D.A.R. PARTICIPOU NA MEIA MARATONA DE LISBOA

Mini Meia Maratona À semelhança dos anos anteriores, a A.N.D.A.R. participou mais uma vez nesta prova. Sob o lema “Vamos ANDAR Juntos” todos os anos caminhamos por quem não pode. Aqui ficam as fotos para mais tarde recordar.

Esta vai ser a imagem da nossa Campanha sobre a Artrite Reumatóide. A Ana Moura vai dar a cara pela A.N.D.A.R. Vamos estar no País inteiro dando conhecimento desta doença e alertando para o Diagnóstico precoce.

Ajude-nos a divulgá-la!

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

11


NOTÍCIAS

ARTRITE REUMATÓIDE PERGUNTAS & RESPOSTAS

Falar da A.R nunca é demais. Sabemos que hoje em dia já existe muita informação, disponível através da internet, mas, mesmo assim, muitas pessoas nos contactam, fazendo as mais variadas perguntas, por isso pensamos iniciar de novo o tema acima referido. Começamos com a pergunta mais frequente:

A ARTRITE REUMATÓIDE É CONTAGIOSA?

O QUE É A ARTRITE REUMATÓIDE?

A AR não é uma doença contagiosa.

A artrite reumatóide é uma doença auto imune, sistémica, crónica e progressiva, caracterizada pela inflamação das articulações. Causas e perda da forma e do alinhamento das articulações, resultando em dor e inchaço e podendo levar à destruição irreversível da articulação e consequente incapacidade. As manifestações características da AR incluem rigidez, inchaço, dor e limitação do movimento, principalmente nas articulações das mãos, pés, joelhos, ombros e pescoço.

PORQUE SE TEM ARTRITE REUMATÓIDE? A causa exacta da AR é desconhecida e até ao momento não existe cura. No entanto, sabe-se que o aparecimento da doença resulta da conjugação de determinados factores genéticos e ambientais.

A NÃO ESQUECER O m ora , ÇÃ S f R ais ZA A DA LI OT a AN anu ção, A U d s rec l. TU Q iados uro a Di Gera A E d E U D assoc 20 e osta bleia G

p s a m PA O do par r pro sse à A s A Ç AÇ o ta das a p E o Z U TI qu iza imo últim SQ O n As tual í a E U m an Q ac SE mo vad o O UA c o à S r N A ap

Caros Associados, uma vez mais chamamos a vossa atenção para o pagamento das quotas. A A.N.D.A.R. necessita de todo o vosso apoio, para fazer face às iniciativas que nos propomos, mas face à falta de apoio monetário tal não tem sido inteiramente possível. Podem proceder ao seu pagamento através de vale de correio, cheque, passado à ordem da A.N.D.A.R. e ainda por transferência bancária, onde devem indicar, SEMPRE o nome correcto do sócio ou o seu n.º, pois sem essa informação não nos é possível identificar o mesmo, e procedermos ao envio do respectivo recibo. O nosso NIB é o seguinte:

0010 0000 46269630001 51

12

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


NOTÍCIAS

SABE O QUE É A PLATAFORMA MAIS SAÚDE? A Plataforma mais saúde foi criada em Maio, com o fim de ajudar os doentes que sofrem de doenças inflamatórias auto-imunes, que limitam o seu dia-a-dia impedindo-os de levarem uma vida dita normal.

P

ara isso a Plataforma juntou as seguintes associações: ANDAR - Associação Nacional dos Doentes com Artrite Reumatóide, ANEA - Associação Nacional de Espondilite Anquilosante, APDI - Associação Portuguesa de Doença Inflamatória do Intestino, PSO - Associação Portuguesa da Psoríase. Segundo estudos existentes, os doentes que sofrem de A.R, têm mais possibilitados de poderem ser tratados com as terapêuticas inovadoras (biotecnológicas), para tal, é necessário que seja feito um diagnóstico precoce e acesso às mesmas sem descriminações. Transcrevemos alguns passos da reunião da Plataforma:

Sabemos que existe uma pressão muito grande, sobre o controlo das despesas com a saúde, mas estas associações no seu todo representam cerca de 400 mil doentes, e irão fazer todos os esforços para que o seu tratamento em Portugal seja feito, «em linha com a práticas europeias, contribuindo para uma melhoria significativa da qualidade de vida», defendeu Arsisete Saraiva, presidente da ANDAR e porta voz da Plataforma, e acrescentou ainda «Vamos acompanhar muito de perto as disposições legais que estão em vigor e denunciar sempre que estas venham a ser violadas. Sobre o contributo que as terapêuticas inovadoras podem dar, Arsisete Saraiva acrescentou que «estes factores influenciam, de forma significativa, a

Estimados Associados

produtividade dos doentes e o seu regresso à vida activa, diminuindo os custos ao estado associados ao absentismo, baixas prolongadas e reformas antecipadas por invalidez». Ainda que o acesso a estes novos medicamentos esteja consagrado, nas várias disposições legais em vigor, «quando comparamos os portugueses com os cidadãos da União Europeia, existem ainda barreiras ao seu acesso, no que respeita ao incumprimento do Despacho Governamental, por parte de algumas administrações hospitalares», referiu a presidente da ANDAR e porta voz da plataforma, que fará tudo para minimizar estes entraves. Margarida Costa

Falemos um pouco sobre as reuniões de doentes, que têm vindo a ser feitas desde a fundação da ANDAR, nas quais tentamos ter a presença de um técnico de saúde.

Façam-nos chegar por carta ou por correio electrónico as vossas sugestões. Sobre os temas que gostariam de ver tratados nessas sessões, etc. Lembrem-se que as vossas opiniões são sempre muito bem-vindas, é através delas, que podemos melhorar mais, sendo para isso a vossa presença imprescindível.

Os assuntos tratados têm sido os mais variados, desde: Reumatologia, fisioterapia, Ortopedia, Nutrição, Psicologia, hidroterapia, Termalismo, ajudas técnicas, assistência social, entre outros.

As reuniões como já vem sendo hábito, mantêm-se nas últimas quartas-feiras de cada mês pelas 15hs nas instalações da ANDAR, não esqueçam que o vosso contributo é fundamental.

Nestas reuniões a participação do doente é muito importante, para haver uma interligação entre o associado e o palestrante, e os seus resultados deixam-nos satisfeitos. Mas gostaríamos de ter muitos mais associados presentes, para conseguir fazer muito mais por vós, por isso contamos com a vossa colaboração.

Não esperem pelo nosso contacto para virem há reunião, anotem na vossa agenda o dia e a hora da realização da mesma.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

É para vós que trabalhamos e contamos ANDAR sempre juntos.

PAGUE AS SUAS QUOTAS

Margarida Costa

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

13


PROTOCOLOS TERMAS Termas de Alcafache Termas de Monfortinho Termas de Sangemil Termas de São Jorge – Santa Maria da Feira Termas de São Pedro do Sul Termas do Vimeiro A não esquecer – Para utilização das Termas deve solicitar sempre um mês antes Declaração passada pela A.N.D.A.R. e ter quotas em dia.

Farmácia Pombalina – Vila Real de Santo António Farmácia Salutar – Lisboa Farmácia Santo António – Rio Meão Farmácia Santos Monteiro – Vendas Novas Pharma Scalabis – Santarém Farmácia Sousa – Lisboa Farmácia Varela – Carregado Farmácia União – Lisboa Farmácia Rumariz

Santa Maria das Lamas – Colégio Liceal

FARMÁCIAS

Hotel do Parque – São Pedro do Sul

Farmácia Aliança – Porto

Hotel Astória – Monfortinho

Farmácia Batista – Santarém

Hotel Fonte Santa – Monfortinho

Farmácia Costa Cabral – Porto Farmácia Pinto Leal – Massamá

Hotel Golf Mar – Vimeiro

AFID – Alfragide CUF – Alvalade

Loja das Ajudas – Leiria Saúde Prime (Future Healthcare) – Lisboa Universidade Lusófona Germano de Sousa – Centro de Medicina Laboratorial

Foram assinados mais dois protocolos com as seguintes termas:

OUTROS PROTOCOLOS Ana Oliveira Silva – Podologista – Lisboa / Amadora CETIES – Centro Tecnológico das Instalações e dos Equipamentos da Saúde Hospital de St. Louis (todas as valências) – Lisboa

PISCINAS

I.P.A.F. – Instituto de Psicologia Aplicada e Formação

Termas do Estoril

Hospital termal das Caldas da Rainha

Hotel das Termas – Vimeiro

Termas do Estoril

Hospital termal das Caldas da Rainha

14

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


DICAS INTERESSANTES CULINÁRIA

Omelete de Espinafres INGREDIENTES: 8 Ovos 200g de espinafres lavados e arranjados 1 Dente de alho 1 Molho pequeno de ervas aromáticas, coentros e cebolinho ou a gosto Azeite q.b. Sal q.b. PREPARAÇÃO Numa panela com água a ferver escalde os espinafres durante um minuto. Escorra muito bem e triture juntamente com o dente de alho. Misture as ervas bem picadas com os ovos batidos e os espinafres triturados. Numa frigideira anti- aderente com um fio de azeite, deite uma porção do preparado e deixe cozinhar dos dois lados. Repita a operação até terminar enrole e sirva. A quantidade de ovos depende do nº de pessoas. Caso goste pode ainda polvilhar a omeleta com queijo. Tenha bom apetite.

CAROS ASSOCIADOS Sabia que lhe é possível decidir o destino de parte dos seus impostos? O Estado permite que 0,5% do imposto liquidado reverta a favor de uma instituição de apoio social e humanitário. Com esta indicação, é entregue à nossa instituição 0,5% do imposto liquidado, sem alterar em nada o seu IRS.

AÇÃO

R DECLA

DE

IRS

Para isso na sua declaração de IRS basta preencher no Anexo H, o campo referente a:

CONSIGNAÇÃO DE 0,5% DO IMPOSTO LIQUIDADO (LEI N.º 16/2001 DE 22 DE JUNHO) 9

CONSIGNAÇÃO DE 0,5% DO IMPOSTO LIQUIDADO (LEI N.º 16/2001 DE 22 DE JUNHO) ENTIDADES BENEFICIÁRIAS DO IRS CONSIGNADO

NIPC

Instituições Religiosas (art. 32.º, n.º 4) Instituições Particulares de Solidariedade Social ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública (art. 32.º, n.º 6)

901

503445754

A ANDAR agradece o vosso gesto de solidariedade pessoal. SEJA SOLIDÁRIO UMA VEZ MAIS. AJUDE A A.N.D.A.R. Obrigado! AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

15


PROCURA-SE Caro Associados, foram-nos pagas por transferência bancária as seguintes importâncias: Dr.ª CLEMENTINA? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20€ JOSÉ ANTÓNIO SANTOS C M . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30€ Como estes nomes, não fazem parte da nossa base de associados, solicitamos às pessoas que identifiquem, o sócio ao qual diz respeito o pagamento, comuniquem para a Andar, por telefone 217937361/76/77 ou por mail - andar@andar-reuma.pt, a fim de ser feita a actualização das quotas e emitirmos o respectivo documento de pagamento.

A NOSSA BOUTIQUE Para angariação de fundos de apoio, temos na ANDAR, ao vosso dispor, alguns artigos:

EXERCÍCIOS AQUÁTICOS PARA DOENTES COM ARTRITE - Drª Rita Gomes da Costa 10,00 €

T-Shirt A.N.D.A.R. 8,00€

10,00€ “HUMORÍSTICA”

AS MULHERES E A ARTRITE REUMATÓIDE - O VALOR DE UMA VIDA 20,00 €

“ARTRITE REUMATÓIDE - UMA EXPERIÊNCIA DE VIDA”

O Dr. Pinto Antunes, Director-Geral da SOV, encara a sua actividade empresarial também, como uma função social. E foi com esse espírito que ofereceu à A.N.D.A.R. este livro de humor do autor Roberto Santos, fazendo sentir que existem patrimónios injustamente esquecidos a que a sociedade não pode virar costas, e que são a construção da sua essência cultural... O produto da venda deste livro reverte a favor da construção do “Centro de Acolhimento para os doentes com Artrite Reumatóide”. 20,00 €

5,00 €

“ENSAIO DE LINHAS E CORES SOBRE UM PINTOR REUMATOÍDE”

GESTOS SIMPLES DE SOLIDARIEDADE “A MELODIA DAS PALAVRAS” Livro oferecido pela autora à A.N.D.A.R., para angariação de fundos.

Este livro, é composto por quadros pintados pelo Dr. Melo Gomes, médico reumatologista, que ofereceu à A.N.D.A.R., para angariação de fundos 50 exemplares, para serem vendidos pelo preço de: 20,00 €.

10,00 €

ATUALIZAÇÃO DE DADOS Nome

Nº Sócio

Morada C. Postal

Localidade

Tel./Telem.

Profissão

Data de Nascimento

(Assinale com um X) Médico Assistente E-mail: Data

Doente

Não Doente

Estado Civil

Reumatologista

Nº Fiscal Sist. de Saúde

Assinatura /

/

Envie o cupão preenchido para a seguinte morada: ANDAR - Av. do Brasil, 53 - 1700-063 LISBOA - Tel.: 21 793 73 61 - Linha Verde - 800 203 285

Boletim 25  

Boletim 25 ANDAR

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you