Page 1

uma legiĂŁo de mascotes ecolĂłgicos


OS TAMPINHAS Ana Velho


Copyright © Ana Velho

Fotos, Capa e Projeto Gráfico Ana Velho e Tina Velho

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ. V545t Velho, Ana, 1957Os Tampinhas : uma legião de mascotes ecológicos / Ana Velho ; [fotos e capa Tina Velho ; projeto gráfico Tina Velho e Ana Velho]. - Rio de Janeiro : A. Velho, 2006 il. ISBN 85-906802-0-7 - 978-85-906802-0-8 1. Educação ambiental - Literatura infanto-juvenil. I. Velho, Tina. II. Título. 06-4310. CDD 028.5 CDU 087.5 24.11.06

27.11.06

017109

24.11.06

27.11.06

017109


P a r a o s m e u s f i l h o s e os meus alunos que, brincando, mantêm esperta

a criança em mim.

Tina, eu te amo minha irmã-sister, sem você este Livro nunca


Os Tampinhas partiram em 2044 do Planeta Lixo que antes era conhecido como Terra. Eles retornaram ao passado com o objetivo de evitar a extinção da humanidade.


O plano destes mascotes é

plantar uma semente ecológica no coração das crianças, formando seres humanos mais criativos e preocupados com o lugar onde vivem. Só assim será possível que um outro caminho seja trilhado. É preciso que todos tomem uma atitude, para mudar o futuro negro que aguarda nosso Planeta azul.


Um pouco da histรณria dos Tampinhas... ou

O FUTURO FOI CONSTRUรDO NO PASSADO


Tudo começou com a invenção do plástico, um dos maiores poluentes da natureza. Isso foi mais ou menos em 1900...


Desde então, os habitantes do planeta Terra, têm consumido milhões de produtos dentro de milhões de embalagens feitas de plástico.


É natural utilizar os recursos do Planeta, mas sem devolver a ele toneladas e mais toneladas de materiais que irão contaminá-lo durante muito tempo. A Terra é um planeta muito rico e os recursos naturais até parecem inesgotáveis, mas isto não é verdade.


Os plásticos são feitos de petróleo, um recurso natural que já está se acabando. Pense bem no estrago: os plásticos levam mais de 100 anos para se decompor. Reciclar é uma boa alternativa para o equilíbrio do Planeta.


Se você imaginar o que pode acontecer num futuro muito próximo, entenderá a necessidade imediata de redução do consumo, da importância da preservação do Meio Ambiente e... do perigo do uso e descarte irresponsável de plásticos.


Para nos alertar e nos ajudar a prevenir uma catástrofe, a extinção da espécie humana, os Tampinhas vieram do futuro, mais exatamente na mesma época em que os humanos sumiram da face da Terra. Em 2044 partiu o último ônibus espacial.


Que eu saiba, os Tampinhas começaram a surgir por volta do ano de 1997, cansados de aguardar a sua decomposição. Os primeiros nasceram no Rio de Janeiro, alguns em São Luis do Maranhão e muitos outros em Saquarema. Poucos seres humanos os conheciam, eram quase sempre confundidos com o lixo.


Antes dos seus nascimentos aconteciam sempre grandes chuvas que lavavam o lixo bem limpinho. Quando um raio caĂ­a perto, produzia uma descarga elĂŠtrica que lhes dava vida.


A energia criadora humana também substitui a força da natureza e é capaz de dar vida à pequenas partes de lixo plástico, transformando-as em outros Tampinhas.


O processo é mais ou menos assim: primeiramente esvazia-se o resto do conteúdo e limpa-se o material. Depois recorta-se e junta-se com outras partes de plástico e aí... Tchan! Tchan!! Tchan!!! Eles recompõem-se novos, únicos e esquecidos da sua origem e até do seu antigo e triste destino de ser lixo (eca).


HĂĄ Tampinhas de tudo quanto ĂŠ jeito e tamanho. Para cada um dos tipos de tampinha existem muitas embalagens que combinam perfeitamente com ela...


...fazendo surgir, sempre, um outro, mais lindo e Ăşnico Mascote disposto a dar a vida para salvar o Planeta. Afinal, eles foram criados para o bem, ainda que fosse sĂł para tampar uma garrafinha.


Os Tampinhas envelhecem diferentemente dos humanos, quer dizer, um ano de vida para nรณs, do ainda planeta Terra, para alguns Mascotes do Planeta Lixo (ex-Terra), pode se passar como cinco anos para alguns ou como meses para outros Mascotes Ecolรณgicos...


Isto acontece porque o tempo de degradação do material plástico na natureza é variável, pois suas decomposições acontecem em lugares diferentes. Que tipo de solo? Quais as características geológicas? Lixões? Oceanos? Rios? Parece complicado? Eu também não sei explicar! Uma coisa é certa, choveu, lavou, trovejou, um Tampinha apareceu!


Os Tampinhas querem nos ensinar que não se deve consumir em excesso. Podemos muito bem produzir muitos de nossos próprios brinquedos com a imaginação e com muitas outras coisas que jogamos fora e depois vão se acumulando pela face do Planeta sujando e prejudicando a natureza.


As embalagens que já foram usadas podem conter bichos-lixo apaixonantes, loucos para se livrarem da terrível missão de poluir. É brincando que as crianças compreenderão, que é preciso cuidar do planeta Terra – este nosso espaço do universo – e passarão isto adiante. Da realidade faz-se um sonho… e o sonho tornase real, olhe... O que lhe parece?

Não é fácil fazer?


Seja você também um aliado dos Tampinhas em defesa da natureza. Crie os seus próprios mascotes ecológicos. Dê de presente, pendure-os no carro, leve para a sua Escola. Depois de conhecer o seu Tampinha ninguém vai olhar o lixo da mesma maneira.


Como disse Albert Einstein, “a mente que se abre para uma nova ideia jamais volta ao tamanho original”. e “a criatividade é mais importante do que a inteligência”


Este livro é fruto de um Projeto Lúdico de Educação Ambiental, que assim como eu, acredita que as crianças podem e irão mudar o nosso Mundo. Você, agora, só está com Os Tampinhas em suas mãos porque outras pessoas também acreditaram em nós. Isto nos dá a certeza de que não estamos sozinhos, nós precisamos uns dos outros, e tudo dá certo quando todos fazem bem a sua parte. Ecologia é, acima de tudo, solidariedade! Nós também somos parte do meio ambiente e temos que cumprir o nosso papel para manter o equilíbrio ecológico. Nós somos a única espécie dotada de criatividade! É preciso preservar este dom!!!

Ana Velho


Filhos da Criatividade com os Restos Plásticos descartados no dia a dia, nasceram os Tampinhas. Esta Legião de Mascotes Ecológicos feitos de lixo vieram de 2044 com o objetivo de prevenir a catástrofe ecológica provocada pelo consumo desmedido e seu consequente acúmulo de lixo. Os Tampinhas estão aí, em busca de aliados, para que todos juntos possam salvar o Planeta Terra. Você vai amar criar o seu Tampinha!

Ana Velho

Profile for Ana Velho

Os Tampinhas - Uma Legião de Mascotes Ecológicos  

Advertisement