Issuu on Google+

História O Pai Natal está impedido de entregar as prendas… É oficial, o Pai Natal está com gripe! E como se não bastasse não poderá sair da cama enquanto existirem árvores de Natal enfeitadas… Sendo assim, quem irá ginasticarse de modo a conseguir enfiar-se no mais pequeno buraquinho de uma chaminé? Pensando bem, se um velhote gordinho de barbas brancas consegue quem não irá conseguir? Está aberto o lugar de Pai Natal e quem quiser levar as prendas até às crianças terá que agradar o melhor amigo do velhote, o Rodolfo! Na casinha das renas (pertinho da casa do Pai Natal) está uma mensagem que diz “Se quiseres descer chaminés, diz-me quem és!”. Pessoa a pessoa, começa a formar-se uma pequena fila junto ao trenó do Pai Natal. Em primeiro lugar está a irmã do Rodolfo. No que será que ela estaria a pensar? O seu lugar era ao lado das meninas renas. O Rodolfo, zangado, começou a dar-lhe um raspanete tão grande, mas tão grande que ela se foi embora. Logo a seguir, em segundo lugar estava o lobo mau. O Rodolfo ficou confuso e perguntou-lhe: - Amigo lobo, está enganado na história! - Não rena, eu sou o novo Pai Natal. – respondeu o lobo. - Mas… tu és preto… e tens dentes afiados! O que pensarão as crianças? Até eu tenho medo, não pode ser. – diz o Rodolfo. O lobo, que sempre foi mau, foi saindo tristonho dando lugar à última pessoa. Um senhor que tinha conhecido o Pai Natal quando ele ainda não tinha barbas brancas, nos tempos em que andavam na escola. Era magrinho e sem barba, o que deixou o Rodolfo triste porque gostou muito do amigo do Pai Natal. Mas algo aconteceu! O nariz do Rodolfo começou a ficar ainda mais vermelho… ele teve uma grande ideia! Com a ajuda dos duendes conseguiram fazer uma camisola cheia de algodão que era para o senhor ficar maior e mais parecido com o seu amigo. Para a barba lembraramse de usar os flocos de neve especiais do Pai Natal. E assim, com a ajuda de todos e de um velho amigo do velhote barbudo, se salvou o Natal!


Guião

O Pai Natal está impedido de entregar as prendas… É oficial, o Pai Natal está com gripe!

E como se não bastasse não poderá sair da cama enquanto existirem árvores de Natal enfeitadas…

Sendo assim, quem irá ginasticar-se de modo a conseguir enfiar-se no mais pequeno buraquinho de uma chaminé? Pensando bem, se um velhote gordinho de barbas brancas consegue quem não irá conseguir?

Está aberto o lugar de Pai Natal e quem quiser levar as prendas até às crianças terá que agradar o melhor amigo do velhote, o Rodolfo!

Na casinha das renas (pertinho da casa do Pai Natal) está uma mensagem que diz “Se quiseres descer chaminés, diz-me quem és!”.


Pessoa a pessoa, começa a formar-se uma pequena fila junto ao trenó do Pai Natal.

Em primeiro lugar está a irmã do Rodolfo. No que será que ela estaria a pensar? O seu lugar era ao lado das meninas renas. O Rodolfo, zangado, começou a dar-lhe um raspanete tão grande, mas tão grande que ela se foi embora.

Logo a seguir, em segundo lugar estava o lobo mau. O Rodolfo ficou confuso e perguntoulhe: - Amigo lobo, está enganado na história! - Não rena, eu sou o novo Pai Natal. – respondeu o lobo. - Mas… tu és preto… e tens dentes afiados! O que pensarão as crianças? Até eu tenho medo, não pode ser. – diz o Rodolfo. O lobo, que sempre foi mau, foi saindo tristonho dando lugar à última pessoa. Um senhor que tinha conhecido o Pai Natal quando ele ainda não tinha barbas brancas, nos tempos em que andavam na escola. Era magrinho e sem barba, o que deixou o Rodolfo triste porque gostou muito do amigo do Pai Natal. Mas algo aconteceu! O nariz do Rodolfo começou a ficar ainda mais vermelho… ele teve uma grande ideia! Com a ajuda dos duendes conseguiram fazer uma camisola cheia de algodão que era para o senhor ficar maior e mais parecido com o seu amigo.


Para a barba lembraram-se de usar os flocos de neve especiais do Pai Natal. E assim, com a ajuda de todos e de um velho amigo do velhote barbudo, se salvou o Natal!

Construção do filme A história foi escrita no decorrer de uma das aulas com o professor Tiago Falcoeiras. Os desenhos que serviram de base à construção do filme foram elaborados por uma menina, Lara Patrão, e um menino, Rafael Xavier, ambos com 8 anos. A pintura dos desenhos foi feita por nós. Em relação ao cenário de fundo, pesquisámos e retirámos as imagens da Internet para depois fazer a montagem já com os desenhos. Essa montagem foi elaborada no PowerPoint e posteriormente guardada em formato JPG de modo a conseguirmos inserir as imagens no Photo Story. A narração da história foi feita diretamente do Photo Story tal como a música que fundo que foi retirada do Youtube. Mensagem a passar: A mensagem a retirar desta história é que tudo é possível com o esforço e ajuda de todos, até mesmo salvar o Natal. É também explícita a importância do trabalho em equipa, mas por outro lado, aborda a questão da discriminação através do Lobo que por ser preto e ter dentes afiados não pode substituir o Pai Natal porque assusta as crianças. Personagens: 

Pai Natal  Não participa diretamente na história, mas é devido à sua gripe que esta se desenrola.

Rodolfo  É o melhor amigo do Pai Natal e é quem arranja a solução para salvar o Natal.

Irmã do Rodolfo  Aparece na fila para o lugar de Pai Natal, mas o irmão zangou-se com ela e mandou-a embora.

Lobo Mau  Está também na fila, na esperança de ser escolhido. Mas como é preto e tem dentes afiados, o Rodolfo não aceita que seja ele.


Amigo do Pai Natal  Era o último da fila e foi o escolhido para substituir o Pai Natal na noite de Natal.

Espaço e tempo da ação A história decorre perto da noite de Natal. A ação passa-se na casinha das renas (perto da casa do Pai Natal) onde se encontra o trenó.


Guiao filme natal