Page 1

As principais capacidades cognitivas são: atenção/foco, percepção, memória e linguagem, além de capacidades responsáveis pelo planejamento e execução de tarefas (raciocínio, lógica, estratégias, tomada de decisões e resolução de problemas). Baseados na integração dessas capacidades passamos a compreender os comportamentos (simples e complexos).

Atenção/Foco Pré-requisito fundamental para o processo de memorização, a atenção corresponde à seleção e manutenção de um foco em um estímulo ou em uma informação captada pelo nossos sentidos. Orientamos o nosso foco para o estímulo que acreditamos ser o mais importante num dado momento. Dois aspectos da atenção devem ser considerados:  

atenção seletiva: capacidade de o indivíduo selecionar um estímulo, dentre vários. atenção dividida: capacidade de o indivíduo prestar atenção em mais de um estímulo ao mesmo tempo.

Percepção Constituída de processos pelos quais o sujeito pode reconhecer, organizar e dar significado a um estímulo captado pelos órgãos sensoriais, a capacidade de percepção envolve não apenas a visão, mas também, olfato, paladar, audição e tato.

Memória Uma das capacidades cognitivas mais utilizadas pelo homem, a memória possibilita o armazenamento de informações, seu acionamento e utilização posterior. Tal estocagem de informações acontece de forma integrada com outras atividades cognitivas tais como percepção. Considerando-se a duração e os tipos de informação envolvidos no processo de armazenamento, a memória pode ser classificada como:  

a) memória de curto prazo: armazena informações por alguns instantes. b) memória de longo prazo: tem uma capacidade maior para a estocagem de informações, que permanecem com o indivíduo durante um tempo indefinido. A memória de longo prazo apresenta os seguintes subtipos:  o

o

o

- memória episódica: diz respeito aos eventos vivenciados pelo indivíduo que os recorda, em um dado momento e lugar e que têm ligação com experiências dotadas de algum tipo de emoção. - memória semântica: diz respeito ao conhecimento de fatos gerais da vida acumulados culturalmente, como a língua do falante, o significado de palavras, nomes de objetos. - memória procedural: diz respeito ao tipo de memória ligado ao conhecimento de procedimentos corriqueiros e automáticos.


Linguagem Enquanto capacidade cognitiva humana, a linguagem deve ser compreendida como um conjunto de processos criativos que nos permitem organizar e dar forma a nossas experiências. De acordo com Bergen (2010), a linguagem é significativa por evocar lembranças de experiências passadas, muitas vezes combinadas em novas formas. Tratase, pois, de um sistema adaptativo complexo com o qual concebemos e categorizamos a realidade.

Capacidades superiores São atividades cognitivas responsáveis por planejar e executar tarefas. Incluem raciocínio, lógica, estratégias, tomada de decisões e resolução de problemas. Essas capacidades são produzidas o tempo todo, uma vez que problemas acontecem a cada minuto (dos mais simples aos mais complexos). O indíviduo é equipado com recursos cognitivos para analisar uma determinada situação-problema, lançar mão de estratégias, e prever as consequências de sua decisão. As situações imprevistas também exigem tais capacidades. Para resolver problemas, o indivíduo se vale de três tipos de resolução: 

 

inferência: para resolver problemas desconhecidos. Avaliam-se os elementos que compõem o problema e infere-se uma estratégia mais adequada para resolver aquele problema, em especial. analogia: para resolver problemas semelhantes aos vividos anteriormente. Para isso, lança-se mão de recursos já utilizados. automatismo: fruto da recorrência com que se usa determinado recurso para resolver os mesmos problemas.

BERGEN, Benjamin K. A brief introduction to mental simulation and language comprehension. Aula ministrada em 31/03/2010, na Universidade de Berkeley. http://pt-br.cpdpedia.wikia.com/wiki/Capacidades_cognitivas?action=edit


Capacidades superiores São atividades cognitivas responsáveis por planejar e executar tarefas. Incluem raciocínio, lógica, estratégias, tomada de decisões e resolução de problemas. Essas capacidades são produzidas o tempo todo, uma vez que problemas acontecem a cada minuto (dos mais simples aos mais complexos). O indíviduo é equipado com recursos cognitivos para analisar uma determinada situação-problema, lançar mão de estratégias, e prever as consequências de sua decisão. As situações imprevistas também exigem tais capacidades. Para resolver problemas, o indivíduo se vale de três tipos de resolução: 

 

inferência: para resolver problemas desconhecidos. Avaliam-se os elementos que compõem o problema e infere-se uma estratégia mais adequada para resolver aquele problema, em especial. analogia: para resolver problemas semelhantes aos vividos anteriormente. Para isso, lança-se mão de recursos já utilizados. automatismo: fruto da recorrência com que se usa determinado recurso para resolver os mesmos problemas.

BERGEN, Benjamin K. A brief introduction to mental simulation and language comprehension. Aula ministrada em 31/03/2010, na Universidade de Berkeley.

http://pt-br.cpdpedia.wikia.com/wiki/Capacidades_cognitivas?action=edit&section=5


Memória Uma das capacidades cognitivas mais utilizadas pelo homem, a memória possibilita o armazenamento de informações, seu acionamento e utilização posterior. Tal estocagem de informações acontece de forma integrada com outras atividades cognitivas tais como percepção. Considerando-se a duração e os tipos de informação envolvidos no processo de armazenamento, a memória pode ser classificada como:  

a) memória de curto prazo: armazena informações por alguns instantes. b) memória de longo prazo: tem uma capacidade maior para a estocagem de informações, que permanecem com o indivíduo durante um tempo indefinido. A memória de longo prazo apresenta os seguintes subtipos:  o

o

o

- memória episódica: diz respeito aos eventos vivenciados pelo indivíduo que os recorda, em um dado momento e lugar e que têm ligação com experiências dotadas de algum tipo de emoção. - memória semântica: diz respeito ao conhecimento de fatos gerais da vida acumulados culturalmente, como a língua do falante, o significado de palavras, nomes de objetos. - memória procedural: diz respeito ao tipo de memória ligado ao conhecimento de procedimentos corriqueiros e automáticos.

http://pt-br.cpdpedia.wikia.com/wiki/Capacidades_cognitivas?action=edit&section=3


Um exemplo Geeraerts (2006) nos apresenta um exemplo de uma mesma situação objetiva sendo construída linguisticamente de diferentes maneiras: trata-se da perspectiva espacial mostrada em expressões linguísticas. O autor nos convida a imaginar uma situação em que estivéssemos em pé no quintal dos fundos de casa e quiséssemos expressar onde teríamos deixado a bicicleta. Segundo o autor, poderíamos dizer: *A bicicleta está lá atrás (referindo-nos ao lado oposto ao local onde estaríamos) *A bicicleta está lá na frente (tomando como base a noção de fachada de uma construção)

Na primeira expressão, a perspectiva é determinada pelo jeito como olhamos: o objeto que está situado na direção do olhar está na frente, mas, se há um obstáculo ao longo dessa direção, a coisa passa a estar atrás do obstáculo. No exemplo, estaríamos olhando para a bicicleta do quintal dos fundos, com a casa bloqueando nossa visão, e então a bicicleta passaria a estar "atrás" da casa (obstáculo). Na segunda expressão, no entanto, o ponto de vista é o da casa: um edifício tem uma direção canônica, com uma frente que é similar à face de uma pessoa. A forma como uma casa está posicionada é determinada por sua frente. http://pt-br.cpdpedia.wikia.com/wiki/Sentido?action=edit&section=1

capacidades  

As principais capacidades cognitivas