Issuu on Google+

Higiene e problemas sociais


Saúde   

É o bem mais precioso do homem. Manter a saúde tem sido uma preocupação de todos os povos. Todos temos influência na saúde e no bem estar colectivo, com os nossos comportamentos, os nossos hábitos e modo como nos relacionamos com o ambiente e com os outros.


Higiene 

 

Conjunto de normas e atitudes que cada pessoa deve manter para ter uma relação equilibrada e harmoniosa consigo própria e com o meio que a rodeia. Higiene e segurança são dois conceitos que se relacionam. O cumprimento de regras de higiene leva a comportamentos mais seguros, a espaços públicos de melhor qualidade e à diminuição de situações de risco.


Higiene 

A sociedade em que vivemos debate-se com problemas graves:       

Tabagismo Alcoolismo SIDA Outras drogas Doenças infecciosas Poluição …


Higiene  



Cada um de nós deve ser mais responsável. O nosso comportamento pode ajudar, tanto na prevenção como na resolução de problemas. Devemos acreditar no futuro do Homem e do seu planeta.


Higiene Pessoal 

Para conseguir uma boa higiene e saĂşde do nosso corpo, devemos cumprir vĂĄrias normas de higiene.


Higiene Pessoal 



O banho diário é indispensável para manter a pele em bom estado. Se a pele tem tendência a ficar seca deve aplicar-se um creme hidratante.



As radiações solares também podem ser prejudiciais à pele; por isso, deve evitar-se a exposição prolongada e evitar a exposição entre as 11h e as 16 horas.


Higiene Pessoal 

O cabelo deve ser bem lavado pois nele acumulam-se gorduras e poeiras.



NĂŁo se deve partilhar escovas, pentes ou bonĂŠs, pois podem transmitir parasitas.


Higiene Pessoal 



As mĂŁos devem ser lavadas com frequĂŞncia, especialmente antes de tocar nos alimentos ou depois de usar a casa de banho. As unhas devem estar curtas e limpas, para evitar que se acumule sujidade e micrĂłbios.


Higiene Pessoal 



Os dentes devem ser lavados todos os dias ao levantar, após as refeições e ao deitar. Deve-se usar uma boa escova de dentes, dentífrico com flúor e fio dental, para remover as partículas mais difíceis dos espaços entre os dentes.


Higiene Pessoal    

É muito importante ter uma postura corporal correcta, para evitar deformaçþes no esqueleto. Sentar-se com as costas direitas. Distribuir o peso que transportamos pelos dois membros superiores. Evitar caminhar de costas curvadas.


Higiene Pessoal 





Deve dormir-se o nĂşmero de horas suficiente, conforme a idade. Os jovens entre os 10 e os 15 anos devem dormir cerca de 10h/dia. O sono faz com que o cĂŠrebro descanse e o corpo recupere energia.


Higiene Pessoal 



O exercício físico é fundamental para uma vida saudável, contribuindo para o bom funcionamento do organismo e para o bem estar geral. Deve praticar-se exercício físico de forma regular.


Higiene Pessoal 

O exercício físico:      

Melhora a ventilação pulmonar; Reduz os riscos de doenças do coração, diabetes e hipertensão; Fortalece os ossos e mantém as articulações saudáveis; Melhora a boa disposição e o funcionamento mental; Melhora o trabalhos dos músculos, aumentando a resistência muscular; Ajuda a manter o peso saudável.


Higiene Pessoal 

Alimentaテァテ」o  

Deve ser equilibrada e variada. Ter em conta as necessidades alimentares de cada pessoa.

DEVE-SE COMER PARA VIVER E Nテグ VIVER PARA COMER


Higiene Pessoal 





O vestuário deve ser confortável, estar limpo e adaptado ao clima. Na puberdade, a transpiração é intensa, a roupa deve ser mudada diariamente. O vestuário apertado dificulta a respiração.


Higiene Pessoal 



Olhar durante muitas horas para o ecrã da televisão ou do computador pode prejudicar a visão. Deve manter-se uma distância correcta para o ecrã e alternar com outras actividades.


Higiene Pessoal 



A audição pode ser afectada quando se ouve música muito alta. Reduzir o volume do som favorece a audição e causa menos poluição sonora.


Higiene Ambiental  

Todos vivemos em contacto com outras pessoas e com o meio. Partilhamos espaços:  A nossa casa;  A escola;  A rua:  A praia;  …



Devemos contribuir para que estes espaços se mantenham nas melhores condições de higiene, garantido a qualidade e o bem estar colectivo.


Higiene Ambiental - Em casa       

Lava as mãos antes de tocar nos alimentos. Não tussas nem espirres sobre os alimentos. Limpa a cozinha, os utensílios e o espaço onde comes Lava sempre a fruta e os legumes em água corrente. Mantém os alimentos tapados. Mantém o lixo tapado e não esqueças de separar o lixo. Areja as divisões de tua casa.


Higiene Ambiental - Em espaços públicos   

   

Não deites lixo para o chão. Não cuspas para o chão, usa lenços de papel e deita-os no caixote do lixo. Se tens cão, não deixes que os seus dejectos fiquem na rua, apanha-os com um saco e deita-os no caixote do lixo. Utiliza com cuidado os sanitários públicos, e deixa-os limpos. Na praia, não deixes lixo, coloca-o nos contentores apropriados. Lembra aos fumadores que as beatas também são lixo. Não destruas as plantas das areias , pois estas fixam as dunas.


Higiene Ambiental Respeita as normas de Segurança 





Em casa, na utilização dos electrodomésticos e dos detergentes ou produtos químicos, lê e respeita as instruções e os rótulos. Na rua e ao andar de bicicleta, respeita as normas de segurança. Em espaços públicos segue as instruções recomendadas.


Tabagismo  





Tabagismo = hábito de fumar tabaco. A maioria dos fumadores começa a fumar durante a juventude, por curiosidade ou imitação. O tabaco vicia e prejudica gravemente a saúde, constituindo uma das principais causas de morte no homem. Os fumadores sofrem de muitas doenças, sobretudo do sistema respiratório e cardiovascular, devido aos efeitos dos produtos tóxicos do tabaco.


Tabagismo 

Fumo 



Contém monóxido de carbono, que é um gás que diminui a capacidade do sangue transportar oxigénio. Provoca tosse, catarro, bronquite, asma, insuficiência respiratória e amarelece os dentes.


Tabagismo 

Nicotina 



Substância responsável pela dependência que o tabaco origina. Causa mau funcionamento cardíaco e cardiovascular.


Tabagismo 

Alcatrão  

Substância cancerígena. Juntamente com outras substâncias nocivas existentes no fumo, causa diversos tipos de cancro ( boca, pulmão, laringe, bexiga, …), enfisema bronquite e tosse.


Tabagismo


Tabagismo  

O tabagismo não afecta só os fumadores. O fumo que se liberta dos cigarros causa poluição, à qual ficam sujeitas muitas pessoas que não fumam, ou seja, são fumadores passivos.


Tabagismo passivo 

  

Em recintos fechados com  vários fumadores, rapidamente o monóxido de carbono atinge quantidades  elevadas, o que provoca: Irritação do olhos, nariz e garganta; Dores de cabeça; Subida da tensão arterial.

A Lei n.º 37/2007 de 14 de Agosto entrou em vigor no primeiro dia do ano de 2008. Onde é proibido fumar? A regra geral determina que não se pode fumar em recintos fechados destinados a utilização colectiva. Entre eles, estão edifícios públicos, estabelecimentos de restauração, bebidas ou dança, locais de trabalho, de atendimento público, transportes e destinados a menos de 18 anos, entre outros.


Tabagismo e gravidez 



A mãe que fuma durante a gravidez prejudica o feto, pois os tóxicos do tabaco atravessam a placenta, e durante o aleitamento os mesmos tóxicos contaminam o leite materno. As crianças nascidas de grávidas que fumam apresentam peso reduzido à nascença.



As grávidas fumadoras apresentam maior probabilidade de terem partos prematuros e uma elevada taxa de mortalidade dos recém - nascidos.


Alcoolismo 



O álcool é uma droga que se encontra em diversas bebidas, como, por exemplo, a cerveja, o vinho, o whisky, a aguardente, etc. Alcoolismo – estado de intoxicação e descontrole provocado pelo álcool.


Alcoolismo 

O consumo excessivo e  prolongado de bebidas alcoólicas tem graves consequências para a saúde e está na origem de muitos problemas sociais, familiares, financeiros, sendo uma das principais causas da sinistralidade automóvel.

Segundo a OMS, o alcoolismo está entre as doenças mais incapacitantes no mundo.


Alcoolismo


Álcool no organismo 





Cérebro - afecta as capacidades perceptivas e motoras, incluindo o controlo muscular e o equilíbrio. Só cerca de 5% do álcool ingerido é eliminado pela expiração, saliva , transpiração e urina. O restante passa para a corrente sanguínea através das paredes do estômago e do intestino delgado.

  

O álcool é transportado para os diversos órgãos. O fígado decompõe o álcool, mas lentamente. Em excesso o álcool chega a todos os órgãos sobretudo aos mais irrigados, cérebro, pulmões e rins.


Consequências do Alcoolismo           

Irritabilidade Dependência Falta de concentração e de vontade Tremura das mãos Endurecimento das artérias Destruição dos glóbulos brancos Hipertensão Cirrose alcoólica Gastrite Úlceras no estômago Menor rendimento muscular


Consequências do Alcoolismo 

O álcool atravessa a placenta causando lesões no feto, sobretudo no cérebro.



O consumo de álcool numa mulher grávida pode produzir alterações físicas, cognitivas e comportamentais permanentes e irreversíveis na criança que está para nascer .


Consequências do Alcoolismo 



O consumo de álcool por crianças e jovens é também muito grave. Diminui o crescimento e o desenvolvimento intelectual.


Efeitos do álcool 

Um indivíduo é considerado alcoolizado se estiver com uma quantidade de álcool no sangue que afecte as suas capacidades normais.


Efeitos do álcool 



Quantidade de álcool por litro de sangue (g/l) - 0,2 -0,5 Efeitos  

O campo visual começa a diminuir O controle cerebral relaxa, provocando sensação de calma e satisfação



Equivalente a


Efeitos do álcool 



Quantidade de álcool por litro de sangue (g/l) - 0,5 -0,8 Efeitos 



Reflexos retardados, dificuldade em perceber situações de risco. Tendência para agressividade



Equivalente a 3 ou 4


Efeitos do álcool 



Quantidade de álcool por litro de sangue (g/l) - 0,8 1,5 Efeitos 



Dificuldade em controlar o automóvel ou as máquinas de trabalho. Embriaguez com dificuldades de equilíbrio.



Equivalente a mais


Efeitos do álcool 



Quantidade de álcool por litro de sangue (g/l) - 1,5 – 2 Efeitos  

Embriaguez com torpor alcoólico Dupla visão


Efeitos do álcool 



Quantidade de álcool por litro de sangue (g/l) – 2-5 Efeitos 

Embriaguez profunda





Quantidade de álcool por litro de sangue (g/l) 5 Efeitos 

Coma alcoólico



Morte


Consequências sociais do alcoolismo  

Além dos problemas de saúde, o álcool pode também originar problemas sociais graves. O alcoolismo é considerado uma doença social, pois o alcoólico:       

Normalmente tem problemas familiares, causando mau ambiente em casa e dificuldades económicas; Trata mal os familiares, os filhos crescem sem segurança e bem-estar, o que afecta a saúde física e mental; Sofre acidentes de trabalho, pois tem os reflexos diminuídos; Tem dificuldade em cumprir as obrigações profissionais, perdendo muitas vezes o emprego; Tem tendência a apresentar muitas vezes comportamentos agressivos ou mesmo criminosos; Pode provocar acidentes de viação, quando conduz; Causa grandes gastos em tratamentos e reformas antecipadas


Consequências sociais do alcoolismo  

Muitos dos acidentes de viação são devidos ao alcoolismo O alcoolismo está associado a:     

50% dos homicídios 70% dos suicídios Quase 10 000 mortes por ano 20% dos maus tratos em crianças 1/3 dos acidentes em casa


Drogas  

O que é droga? Substância natural ou sintética que, introduzida no organismo ( fumada, inalada, engolida ou injectada), pode modificar uma ou várias funções, causando dependência física ou psíquica.


Drogas 



As drogas são obtidas de certas plantas ou produzidas em laboratório. Tipos de drogas:        

Cocaína Crack Haxixe Marijuana Ecstasy LSD Heroína …


Toxicodependência 

 

O consumo de substâncias consideradas drogas causa dependência. O uso de drogas aumentou muito nos últimos 50 anos. O tráfico de drogas e a toxicodependência são dos mais graves problemas que o mundo actual enfrenta.

O consumo de heroína em Portugal é superior ao da maioria dos países europeus. Os consumos iniciam-se entre os 15 e os 19 anos por influência dos amigos. Jornal de Notícias 26/05/04


Toxicodependência  

Os efeitos das drogas são variados. As reacções imediatas podem causar prazer, mas em pouco tempo acabam por destruir a vida.


Escola Básica 2/3 de Penafiel nº 2

CRIE – Projecto NAVEGAR Ciências da Natureza 6º ano de escolaridade Professora: Ana Maria Pereira da Silva Ano lectivo 2008/2009


Higiene e problemas sociais