Issuu on Google+

Abandono de ponto 1 turístico chama atenção

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

>> Pág 08

A no II - E dição 97 - Itapema, 03 de novembro de 2012

www.correiodomunicipio.com.br

Correio entrevista: A nova prefeita de Bombinhas, Ana Paula Silva, concedeu entrevista exclusiva ao nosso jornal. Confira! >> Pág 04

ESTREIA NO ESPORTE >> Pág 17

Não perca a estreia do novo colunista do Correio, Guto Reis, trazendo o melhor do esporte regional

LEGISLATIVO >> Pág 06

Vereador denuncia depósito irregular de resíduos de concreto

BRASÍLIA >> Pág 11

Catarinenses participam da 5ª Salão Internacional de Artesanato

MELHORIAS >> Pág 15

Rua 266 recebe indicação na Câmara de Vereadores

CNPJ VEÍCULO: 11.510.970/0001-53 - R$ 150,00


2

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

EDITORIAL

O desleixo...

O

atual governo tem demonstrado que despreza as obras realizadas pelos gestores anteriores. Sempre se ouviu que o governo do PT fez isso e aquilo e que resolveu diversos problemas da cidade. Durante toda essa gestão, discursaram que todas as obras foram realizadas pelo governo de Sabino Bussanello, inclusive o calçadão da meia praia e o tratamento de esgotos. Tudo balela. Na verdade o atual governo despreza as obras dos antigos gestores e não zela pelas mesmas. Lembrem que na meia praia já existia uma pista de skate, que ficou abandonada por longo tempo, por puro desleixo da administração pública. Dai resolveram fazer outra, melhor até, mas saíram dizendo que era a primeira, como se a anterior jamais tivesse existido. Da mesma forma aconteceu com o hospital, que apesar de não ser obra pública, sempre houve a participação da prefeitura. O que fizeram? Deixaram ficar em péssima condições para posteriormente dar uma ajeitada e sair dizendo que o “hospital é nosso”. O píer do Canto da Praia é um claro

exemplo de como o desprezo é visível. Obra realizada pelo prefeito Clóvis para atender a comunidade local do Canto da Praia que tanto reivindicava. O píer foi idealizado, principalmente, para os pescadores, mas sempre contou com a ajuda da prefeitura municipal, isso antes do governo Sabino. A Colônia de Pescadores do Canto da Praia sempre teve o apoio dos governos anteriores, mas quando Sabino assumiu passou a virar as costas para aquela comunidade. Toda a ajuda médica e odontológica que era dada a Colônia de Pescadores pela Prefeitura acabou. E o píer que serviu como ponto turístico e para exploração da atividade pesqueira está totalmente abandonado e depredado. Uma verdadeira vergonha, um desleixo. O verão está chegando e o turista que for visitar o Canto da Praia vai se deparar com aquela nojeira. Certamente vai dizer que o prefeito é um desleixado e que o local não corresponde com a foto da propaganda da prefeitura. Não interessa se a responsabilidade foi repassada para este ou aquele, o que importa é a vontade de fazer acontecer. Fez o mirante com uma bela paisagem,

O FIAT 147

O

juquitacarvalho@hotmail.com esquecido. O Jorge Augusto e a Virgínia estavam separados, mas continuavam sempre, um perto do outro. Eram como uma espécie de almas gêmeas geradas em placentas diferentes. Os corpos estavam separados mas os espíritos continuavam unidos. Na época, separaram-se por incompatibilidade de gênios, por causa das rusgas intermináveis. Brigas por ciúme bobo. Falta de maturidade. Entretanto, permaneciam com a mesma conta conjunta, dividiam as despesas das duas casas; quando um adoecia, lá estava o outro, solidário, prestando amparo. Só sexo, não mais faziam juntos. Então, ela se aproximou do Jorge e ele a abraçou bem forte, e assim ficaram até acalmar os soluços da Virgínia, que batiam forte, feito pequenos murros, no seu peito.

www.correiodomunicipio.com.br

DIREÇÃO: Geral: Fabiano E. Soares Comercial: Naby Bufren Marketing: Olavo Carvalho Administração/Finanças: J. Anselmo Vieira

editor@correiodomunicipio.com.br

Coluna do Juquita

blogdojuquita.blogspot.com.br detetive Jorge Augusto recém havia chegado em seu escritório. Nem tinha retirado do corpo a capa de gabardine preta e as galochas molhadas pela chuva, que caia rigorosa lá fora, quando entrou porta adentro, com as roupas escorrendo água, a Virgínia, chorando desesperada, e disse: – Jorge Augusto, roubaram o meu Fiat 147. – Calma Virgínia. Era só um carrinho velho. – Era de estimação. Eu amava o meu 147. – Te dou outro, e para de chorar, Virgínia. – Não é a mesma coisa, Jorge Augusto. Aquele, tu me deu de presente de casamento. Agora não tem graça nenhuma. Estamos separados há dez anos. Esqueceu, Jorge Augusto. – É mesmo. Tinha até

toda infraestrutura, mas se esquece do resto. Agora mesmo, depois dessa derrota nas urnas a cidade vai ficar esquecida. Inaugurou o Centro Integrado de Saúde no centro, entretanto sem a porta dos fundos, só para fazer pontos na campanha. O que deu? Ladrões entraram e roubaram computadores. Esse é o governo do faz de conta. Eu finjo que faço e você faz de conta que acredita. O objetivo da reportagem do Píer do Canto da Praia é fazer com que as autoridades e os responsáveis tomem uma providência urgente, antes que os turistas cheguem e vejam o estado que se encontra um dos pontos turísticos mais belos da cidade. Precisamos instigar a administração para buscar os resultados. É lamentável para todos nós ver essas fotos e saber que os turistas vão chegar a Itapema e quando forem embora, vão sair dizendo que os Itapemenses são uns desleixados. Façam alguma coisa pelo Píer do Canto da Praia. Boa semana a todos. Acessem nosso site e curtam nossa página no facebook – www.correiodomunicipio.com.br.

– Vou me matar, se não encontrar o meu Fiatizinho. – Bobagem. Vão os anéis, ficam os dedos. – Tu não compreende mesmo, Jorge Augusto. Aquele carrinho possuía alma. Eu falava como ele, e ele até entendia. Quando eu ficava triste, louca de saudade de ti, era com o meu carrinho que eu desabafava. Sentava, me debruçava na direção e contava tudo pra ele. Entendeu agora, Jorge Augusto? – Entendo. Eu também desabafava a saudade que sentia de ti. Só que não era com o meu carro. Era no bar, enchendo a cara. – Viu, Jorge Augusto. Cada um desabafa do seu jeito, não é mesmo? Quero o meu amiguinho de volta. Investiga, procura, faz um B.O., reage, vai atrás, faz alguma coisa pelo amor de Deus, Jorge Augusto!

– Tá bem Virgínia. Investigou, procurou, fez um B.O., reagiu, foi atrás, fez o possível e o impossível, durante um mês, e nada de encontrar o Fiat 147 de Virgínia. Um dia, telefonou para a Virgínia a marcou um jantar no restaurante que sempre frequentaram. Aliás, ali, noivaram, comemoraram o casamento, e depois, festejaram todos os seus momentos felizes. No horário combinado apanhou a Virgínia em sua casa e rumaram para o restaurante. Ela com o rosto inchado, marcado por mais de trinta dias de choradeiras compridas, intermináveis, cumprindo um longo e doloroso luto. Após o jantar, ele convidou a Virgínia para irem até a rua , e lá mostrou pra ela um Fiat 147 estacionado. Do mesmo ano e da mesma cor. Igualzinho ao

EXPEDIENTE

REDAÇÃO:

Editor-chefe: Fabiano E. Soares editor@correiodomunicipio.com.br

Diagramação e Projeto gráfico: Marina Bertolli (DRT/SC 2509 JP)

Contato: leitor@correiodomunicipio.com.br

Fone: (47) 3268 6886 Av. Gov. Celso Ramos, número 215 sala 102 - Centro - Itapema Cep 88220-000

P.S. No blog do Juquita, toda semana, tem uma inédita por lá. Até a próxima e um abraço a todos!

jornalismo@correiodomunicipio.com.br

Vendas: José A. Vieira

Para anunciar comercial@correiodomunicipio.com.br 47 3268 6886 e 9698-9095

desaparecido. Ela, surpresa, disse: – É o meu 147? – Não. É outro. – Mas, é pra mim, de presente? Vai; diz que sim!! Diz que sim Jorge, querido!!! – Só se tu casares comigo novamente. Ela acariciou emocionada a lataria do carrinho, e dava pulos e gritinhos de felicidade. Depois se abraçou no Jorge Augusto, e após um grande beijo, com cara de apaixonada, disse: – Onde vamos morar. Na tua casa ou na minha? – Nas duas!

Circulação semanal: Itapema, Porto Belo, Bombinhas, Tijucas, Balneário Camboriú e Camboriú

O conteúdo publicitário veiculado neste jornal é de inteira responsabilidade de seus anunciantes. Os textos publicados nas colunas assinadas, são de responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião deste jornal.


CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

::

Palanque ::

3

itapema@hotmail.com

Marcão

:: Nova equipe ::

:: Catapora ::

:: BRF :: O complexo industrial da BRF Brasil Foods de Videira, no meio-oeste catarinense, vai passar por obras de ampliação que a tornarão a maior produtora de salsichas da América Latina. A empresa também deve dobrar a fabricação de linguiças congeladas. Os recursos para as obras (R$ 84 milhões) já estão garantidos e devem começar nos próximos dias com previsão de estar completamente prontas em um ano. Com a ampliação, a BRF criará 270 novos postos de trabalho naquela unidade, aumentando para 4.469 o número de funcionários. Os investimentos fazem parte de um remanejamento fabril necessário após a fusão entre a Sadia e a Perdigão, que deu origem à BRF. Todo esse processo de ampliação contou com a parceria da administração municipal, fundamental em todo o projeto. Nossa região precisa acordar para esse tipo de iniciativa. Recentemente tivemos a divulgação da construção da fábrica da BMW em Araquari, só a nossa região não vislumbra essas novas oportunidades que se apresentam, quem sabe os novos prefeitos da Costa Esmeralda não mudem essa realidade.

:: Corrida noturna :: Promovida pelo Balneário Camboriú Shopping e a Wave Academia, acontece nesse sábado a terceira edição da corrida noturna Balneário Night Run que deve reunir atletas de várias partes do Brasil. A prova terá dois trajetos, 10 e 5 Km e vai mesclar trechos de asfalto e areia. O objetivo da prova é unir esporte, vida saudável e música eletrônica em Balneário Camboriú, com direito a trilha sonora de DJs dispostos ao longo do trajeto. Mais informações sobre o evento no www. balnearionightrun.com.br.

A catapora ou varicela é muito comum nesta época do ano e deixa as mamães extremamente preocupadas, mesmo porque as vacinas nos postos de saúde estão em falta, o que convenhamos é uma vergonha para um país como o Brasil, pior é ter que ouvir do governo federal que a saúde tem melhorado. Em 2010 ocorreram mais de 16 mil casos em Santa Catarina e, no ano passado, uma menina de um ano e três meses acabou morrendo em Floripa, vítima da doença. A doença pode ser pega pelo ar, por meio de espirro, fala, tosse ou contato físico. É mais comum em crianças em idade escolar, mas o adulto que nunca teve catapora e não tomou a vacina quando criança também pode pegar, mesmo com menor possibilidade. SINTOMAS E DICAS:

> Feridinhas em todo o corpo, muitas vezes até em regiões genitais, que causam muita coceira. > Febre. > Procure um médico, pois cada caso é um caso. > Mantenha o doente em casa por 15 dias.

Vacina: Atualmente, a vacina contra a doença está em falta nos postos de saúde de todo o Brasil. Para não pegar, fique longe de quem está contaminado. Em notícia no site Portal da Saúde, do governo federal, a informação é de que haverá vacinas disponíveis no SUS contra a catapora só em 2013. Uma parceria com a Fiocruz e o laboratório GSK irá permitir a produção nacional.

:: Economizando energia :: As 45 filiais das Lojas Colombo em Santa Catarina iniciaram nesta quarta-feira, dia 31, a venda de eletrodomésticos de baixo consumo de energia com desconto de 50%. A iniciativa faz parte do programa Bônus Eficiente, da Celesc, do qual a Colombo foi a vencedora da licitação. O programa permite a compra do produto novo com desconto mediante a entrega de aparelho similar, com mais de cinco anos de uso e que não possua o selo Procel. A certificação Procel garante que o produto é eficiente em termos de menor consumo de energia.

Prefeito eleito de Itapema Bolinha e seu vice Giliard começam nessa segunda a montar sua equipe de trabalho. Trata-se de um momento muito importante e sua gestão começa agora efetivamente. É muito importante que sejam colocados em cada área pessoas verdadeiramente comprometidas com o bem coletivo, infelizmente não é o que temos visto nos últimos anos. Aliás, o que tem de interessado em secretaria se oferecendo nos últimos dias é uma grandeza. Bolinha demonstrou em recente reunião com os presidentes dos partidos que fizeram parte da coligação vencedora que não irá ceder a pressões por indicações, parabéns ao prefeito eleito, já começa bem seu governo.

:: Ficha Limpa :: O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou essa semana a impugnação do registro da candidatura a prefeito de Balneário Rincão, Décio Góes (PT), enquadrado na lei da Ficha Limpa. Nas últimas eleições Góes levou 50,3% dos votos dos quase 9 mil eleitores do município que foi criado no ano passado. Com a decisão, o município deve ter uma eleição suplementar para saber quem será o seu primeiro prefeito.Além de Décio, o TSE decidiu também de forma unânime, manter a cassação do registro de candidatura de Ciro Roza (PSD), que tentava retornar à Prefeitura de Brusque. O candidato teve contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas (TCE) quando comandava o município e também foi barrado pela lei da Ficha Limpa.Como Ciro não chegou a obter mais de 50% dos votos nesta eleição, a decisão não deve influenciar no resultado do pleito em Brusque, com Paulo Eccel (PT) sendo confirmado prefeito por mais quatro anos. O candidato também pode recorrer ao STF.

:: Reforma Protestante :: A Reforma Protestante foi um movimento reformista cristão iniciado no início do século XVI por Martinho Lutero, quando através da publicação de suas 95 teses, em 31 de outubro de 1517 na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, protestou contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica Romana, propondo uma reforma no catolicismo romano. Os princípios fundamentais da Reforma Protestante são conhecidos como os Cinco solas. Lutero foi apoiado por vários religiosos e governantes europeus provocando uma revolução religiosa, iniciada na Alemanha, e estendendo-se pela Suíça, França, Países Baixos, Reino Unido, Escandinávia e algumas partes do Leste europeu, principalmente os Países Bálticos e a Hungria. A resposta da Igreja Católica Romana foi o movimento conhecido como Contra-Reforma ou Reforma Católica, iniciada no Concílio de Trento. O resultado da Reforma Protestante foi a divisão da chamada Igreja do Ocidente entre os católicos romanos e os reformados ou protestantes, originando o Protestantismo. Infelizmente muita das idéias de Martinho Lutero estão sendo esquecidas por várias denominações, de qualquer maneira, num país onde comemoramos tudo quanto é data, vale a citação sobre o aniversário dessa importante reforma.

................................................................................................................ Gotas e Pingos

O executivo-chefe da Microsoft, Steve Ballmer, anunciou que a empresa vendeu mais de quatro milhões de atualizações de seu sistema operacional, o Windows 8, nos primeiros três dias desde seu lançamento – que aconteceu no último dia 26 de outubro. A nova plataforma chega para substituir o Windows 7, que chegou ao mercado em 2009 e teve mais de 630 milhões de cópias comercializadas no mundo.

Inscrições para o concurso do Banco do Brasil se encerram nessa segunda.

Começou nessa semana mais um mundial de futebol de areia, Brasil tenta o terceiro título seguido.

Galera na expectativa por um feriadão com muito sol e calor, se prevalecer a temperatura dos últimos dias praias da região devem “bombar”.

Nessa sexta tem Festival de Frutos do Mar no Restaurante Estaleirinho, imperdível.

Quero dar as boas vindas a nova jornalista do Correio do Município, Aline Kroetz, que a partir da próxima semana passa a ser responsável pelas reportagens deste jornal.


4

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

ENTREVISTA

O Correio do Município, com exclusividade, entrevistou a Prefeita eleita de Bombinhas/SC, Ana Paula Silva (PDT). vencedora do pleito eleitoral de 2012 a majoritária, Paulinha como é mais conhecida atingiu os 3.016 votos, ou seja, 33,88% dos eleitores preferiram a candidata do partido democrático trabalhista que juntamente com Paulo Henrique Dalago Muller (PTB) conseguiram renovar em Bombinhas. A coligação vitoriosa reuniu seis dos partidos políticos de expressão no cenário brasileiro (PDT/ PTB/PSL/PR/DEM/PSB). Paulinha formou a coligação “Mudança, trabalho e amor” e demonstrou ser uma pessoa totalmente comprometida com a cidade e principalmente as pessoas. Sincera e confiante no sucesso de sua administração, Paulinha concedeu uma entrevista cheia de revelações e mencionou detalhes de seu modo de ver as coisas e de como irá conduzir o município de Bombinhas. Confira a entrevista desta mulher excepcional, eleita Prefeita de Bombinhas para o mandato de 2013/2016.

FABIANO SOARES contato@correiodomunicipio.com.br

ANA PAULA SILVA Paulinha – A primeira coisa que precisa ser feita é o que contagiou as pessoas, tão fortemente, durante a campanha eleitoral, ou seja, resgatar a dignidade do cidadão de Bombinhas. Nós precisamos fazer com que as pessoas sintam o cheiro da liberdade novamente nesta cidade. Nós viemos de um histórico político muito coronelista. Numa cidade como esta, ainda muito provinciana e pequena, o prefeito se elege e passa a ser muito importante, em todos os sentidos. Isso porque, é ele que contrata, demite que não deixa fazer e que faz. A Prefeitura é a maior empregadora da cidade, tudo gira em torno do poder político do prefeito, não estou fazendo crítica pessoal, mas em todas as gestões tivemos os beneficiados e os perseguidos, por conta deste modelo. O prefeito acaba assumindo e trabalha para o que eu chamo de carta de cliente. Algo em torno de 400 pessoas no máximo, que são os amigos do governo, aqueles que sufocam a turma do prefeito e ele próprio. São aqueles que conseguem o carro para ir ao médico, o exame, a consulta, a vaga na creche o emprego fácil. Os serviços públicos eram reduzidos a uma minoria da população. Então, o primeiro e maior desafio nosso é fazer com que esta prefeitura sirva a coletividade, a todos, com mais justiça social, mais equidade. E com isso, teremos uma melhora significativa na forma de gestão, que a prefeitura hoje tem, em decorrência deste processo. Entretanto teremos que contar com a adesão social. Tem que contar com a transformação da sociedade, no sentido de tornar muito mais coletiva a cidade em si. Vamos alcançar a solução de muitos problemas que são de infraestrutura urbana. Destaco a questão do saneamento básico – água, esgoto e lixo. Para ser ter uma ideia não temos captação de água aqui em Bombinhas. Dependemos de Porto Belo, mas a questão de esgotamento sanitário é a mais gritante, mais urgente, justamente porque a gente vive num município que depende principalmente de sua natureza e estamos chegando ao limite. Precisamos de uma intervenção urgente, mas é claro há outras prioridades que deverão ser alçadas na área da saúde.

CM – Paulinha, qual o sentimento de ser a primeira mulher a governar Bombinhas? Paulinha – É uma satisfação muito grande. É um privilégio ter sido eleita prefeita de Bombinhas. Essa questão de gênero tem uma história bastante interessante no município de Bombinhas. Ela começou há alguns anos atrás, quando Lurdes participou efetivamente da política de Bombinhas. Hoje ela é nossa vereadora, mas foi vice-prefeita em duas gestões. Depois fui candidata à vereadora e fui eleita. Fui à primeira vereadora eleita da cidade com o maior numero de votos individuais até hoje. Depois na legislatura passada, elegemos mais duas vereadoras, Maria Julia e a Fátima do PDT. E agora fui eleita Prefeita. A gente percebe que houve uma mudança na estrutura social conservadora da cidade. A cidade admitir escolher uma mulher para governá-la, e eu te digo isso, porque a gente é daqui e conhece muito essa concepção social desta região, foi um grande avanço social. Sinto muito orgulho, principalmente como ser humano, como cidadã. Sou uma mulher de causas, que acredita naquilo que faz e faço com muita entrega, com coração. Não consigo fazer as coisas mais ou menos, sou muito atirada para a vida. Então estou muito orgulhosa. É a tarefa mais honrosa que já assumi na minha vida, que é de cuidar da minha gente, meu povo. CM – Paulinha, Bombinhas foi emancipada oficialmente em 30 de março de 1992. Quais são seus planos para esta cidade tão nova para os próximos quatro anos?

CM – Um dos maiores problemas de Bombinhas está relacionado com a mobilidade urbana, principalmente na temporada de verão. Qual será a solução mais rápida e viável para minimizar esse problema e facilitar o acesso às praias? Paulinha – Não acredito em soluções paliativas para um problema tão sério quanto esse. Inclusive, esta via, que foi destinada e que o governo do estado pretende pavimentar, que sai de Porto Belo, a meu ver não é solução para Bombinhas. Mobilidade urbana é um tema interessante, porque podemos fazer algumas melhorias para o fluxo de trânsito interno. Tanto na questão da pavimentação, quanto na própria distribuição do trânsito. Em relação ao segundo acesso, concretamente, temos uma ideia que consiste no seguinte: depois de cumprida a fase inicial do saneamento básico, pretendemos retomar o projeto da antiga estrada de Zimbros, que sai lá em Tijucas. Esse sim é um acesso que nos permite uma viabilidade em termos de fluxo com tranquilidade. Como o trecho atravessa os municípios de Bombinhas e Porto Belo, penso em fazer uma discussão com a Assembleia Legislativa e solicitar a municipalização deste trecho, isso porque a estrada já existe. Nós e Porto Belo podemos propor uma concessão, tarifando por meio de pedágio e concedendo a exploração desta estrada por algum tempo. Quero uma estrada ecológica, bem feita e bonita. Vejo que a saída é o município tomar conta deste processo e concluí-lo. Acredito que com isso, vamos diminuir o impacto dos problemas ambientais e as discussões com os órgãos ambientais. Atualmente no Estado funciona assim: um quer fazer outro não, e por fim não sai do lugar. Se nós temos a possibilidade de fazer esse contato com a Assembleia, vamos


CorreiodoMUNICÍPIO correr atrás e garantir o direito de ir e vir do cidadão, que sobrepõe a todas as outras coisas. É claro que temos uma visão muito preservacionista, e quando falamos em retomar o projeto da estrada de Zimbros, não significa degradar e destruir, nada disso. Significa que as pessoas tenham assegurados o direito de ir e vir, apenas isso. Nós faremos os esclarecimentos necessários à comunidade e brigaremos na justiça se for preciso, para viabilizar a mobilidade urbana da melhor forma. Acredito que o Evaldo Guerreiro será um grande parceiro nesta luta. Estou muito feliz, porque tanto o Bolinha, quanto o Evaldo e nós, com nossos respectivos vices, somos muito jovens e pessoas com outra cabeça, que pensam muito no futuro e em coisas boas. CM – Recentemente foi veiculada na imprensa local, a pretensão da administração pública da instituição de taxa a ser cobrada de quem passa o dia na cidade, para controlar o excesso de turistas. Qual sua avaliação sobre essa possibilidade? Paulinha – Vou citar de onde vamos começar essa administração. Num município como o nosso, tão singular, com essa exuberância natural que precisa ser preservada e cuidada, é preciso se conhecer. A primeira coisa que nós vamos fazer é desenvolver um competente estudo da capacidade de carga do município. Nós não podemos dizer que hoje vamos estabelecer uma limitação, principalmente se não sabemos qual é esse limite. Inclusive, digo isso pela própria questão de desenvolvimento urbano, da construção civil, da verticalização que são muito emergentes no dia de hoje. É necessário sabermos qual é nosso potencial. Feito esse estudo de capacidade de carga, daí vamos efetivamente saber quantas pessoas cabem em Bombinhas numa temporada. Hoje nós temos picos de 150.000 pessoas, de repente vamos descobrir que nossa limitação de trânsito, água, luz e tudo mais, e da própria sustentação natural é de 80.000 pessoas. Se forem 80.000 pessoas, somente estas é que poderão entrar. Vamos priorizar aquelas que se hospedam na cidade e o fluxo diário será limitado por meio de pedágio. Não tem alternativa, temos que fazer isso. Mas, é uma questão que exige serenidade e responsabilidade. Não vamos simplesmente arbitrar uma limitação na cidade sem ter conhecimento de causa e um forte estudo de impacto. CM – Pela localização de Bombinhas, o atendimento médico para casos graves tem sido um grande problema, cuja solução mais eficiente é o transporte aéreo, apesar do alto custo. Há propostas já elaboradas para melhorar esse atendimento? Paulinha – Por uma questão de responsabilidade não vou poder me comprometer com uma melhora para esta temporada, porque assumiremos em janeiro. Bombinhas cansou de gestões subsequentes que prestam seus serviços sem planejamento. E quando você faz algo sem planejamento você até pode acertar no início, mas será por um curto período de tempo. Podemos até manter um posto 24 horas de início, mas daqui a pouco você terá que fechar as portas porque não consegue manter um médico. Nós vamos fazer, com certeza absoluta, mas com planejamento. Saúde pública básica é um dos maiores problemas que nós temos e que nossa comunidade enfrenta e foi uma das principais razões que motivaram os eleitores a nos escolher como opção, porque oferecemos uma proposta diferente, diversa da atual. Vou falar do caos que nos encontramos. Hoje não temos atendimento 24 horas na cidade de Bombinhas, o que é inadmissível. Temos quase 20.000 pessoas morando neste território, que não está sendo bem atendida. Um atendimento de urgência básico 24 horas você deve ter, então não estou falando nem dos casos mais graves, estou me referindo dos casos urgentes. Bombinhas não tem nenhuma especialidade. Não temos pediatra, cardiologista, ginecologista. Nenhum município que vive basicamente da construção civil no inverno, pode ficar sem um ortopedista. Então se precisarmos de um atendimento nessas especialidades, que são pertinentes à medicina básica teremos que recorrer a Balneário Camboriú ou qualquer outra cidade, menos aqui. As consultas, o que acontece, a gente acaba onerando demais o sistema público de saúde, a partir do momento que o município não oferece essa condição básica de atendimento para seus cidadãos. Então, o que pretendemos fazer de imediato, ou seja, até maio, porque temos que administrar a temporada de verão por primeiro,

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

5

as pessoas que vivem aqui sentirão orgulho novamente de viver em Bombinhas e ter uma vida muito mais feliz, isso eu posso me comprometer em fazer, que eu sei que vou dar conta.

aquele ou outro grupo político, você vai lá concede para uma empresa diretamente e se obriga a cobrar a benfeitoria de contribuinte quando você pode captar recurso a fundo perdido do governo federal, isso eu não vou fazer.

e ela carrega uma série de problemas, é oferecer um atendimento 24 horas, ainda no primeiro semestre, ofertando essas especialidades básicas, é o mínimo. Bombinhas hoje não tem um aparelho de ultrassom, um raio-x que funcione, o nosso vive quebrado. Um eletro, uma mamografia, pelo menos esses equipamentos básicos temos que ter. Agora, alternativas para a média e a alta complexidade deverão ser discutidas. Precisamos ter uma fase de discussão estabelecida com o município de Itapema e Porto Belo. Itapema tem um hospital. Porque não fortalecer o hospital mais próximo que nós temos aqui para atender nossa comunidade? Eu quero muito fazer essa conversa com o Prefeito Rodrigo e também com o Prefeito de Porto Belo, o Evaldo. Nossa região é tão pequena e delicada, que não temos o direito de fazer gestões individualizadas. Para atender bem a população temos que otimizar recursos e se cooperativar. Assim prestaremos um atendimento muito melhor, e é isso que quero fazer. CM – Como você pensa em resolver o problema de saneamento básico da cidade? Paulinha – É precipitada qualquer manifestação a este respeito. Isso porque, Bombinhas não tem uma rede de abastecimento de água. Nós recebemos água de Porto Belo e lá existe toda uma discussão a respeito. Primeiro, entendo que precisamos captar recursos federais para fazer essas obras. Sabemos que a responsabilidade é do município. Penso no futuro em municipalizar, mas também discutir a possibilidade de fazer uma concessão. Sabemos que a CASAN tem um serviço precário de atendimento hoje a população, investindo muito menos do que arrecada no nosso território. Esse tem sido o motivo de alguns municípios abrir mão do serviço prestado através de concessão via CASAN, mas, nós temos essas limitações. Bombinhas é um município impar. Temos mananciais de água potável aqui, mas eles não estão sendo canalizados, portanto, temos que fazer os estudos necessários, agiremos com cautela. O que o município irá fazer é captar recursos federais para dar conta dessas obras. Depois se vai ser a CASAN ou abriremos outro processo de concessão são situações a serem estudadas. O fato é que não será feito isso agora, porque recursos federais não podem ser aplicados quando há concessão terceirizada para empresa privada. E nós não vamos perder essa oportunidade, porque o que mais tem é recursos federais a fundo perdido para estrutura básica, dentre elas o saneamento básico. É por conta de algum interesse político ou algum benefício individual financeiro, para

CM – Quais são as alterações mais importantes que devem ser realizadas no Plano Diretor da cidade? Paulinha – Essa discussão precisa ser amadurecida também. Mas posso citar pequenas mudanças que entendo importantes. Por exemplo, hoje o município cobra o andar de garagem do construtor. Sou completamente contra. Entendo que o andar de garagem do município, que não tem nem estacionamento, deve ser estimulado e não sobretaxado. Então algumas questões precisam ser corrigidas. Há questão da verticalização, que é um fantasma no município de Bombinhas. É um tema que precisa ser enfrentado, mas após termos um efetivo estudo da capacidade de carga da cidade e entendermos a quantidade de pessoas que o município comporta. Tem muita coisa por ser feita. Acredito que a nossa responsabilidade, minha e do Paulo é de ter a habilidade de ouvir todos os vetores, toda essa gente e conseguir conduzir e coordenar esse processo de mudança para os próximos quatro anos, mas certamente vai melhorar muito. CM – O turismo náutico atualmente está em alta, você tem algum projeto para Bombinhas neste sentido? Paulinha – Ainda não temos um projeto redigido e constituído, mas está entre as prioridades da cidade. Agora, iremos investir muito nesta área, como também nos eventos náuticos. Pretendemos fortalecer nossa vocação natural, mas ainda não temos uma estratégia desenhada para isso, vai ficar a cargo da equipe da Secretária de Turismo. CM – Qual a mensagem que você quer transmitir para a população de Bombinhas e leitores do Correio do Município? Paulinha – Quero sim, primeiramente agradecer ao Correio do Município pela oportunidade de deixar nossas palavras registradas neste meio de comunicação. Quero muito dizer para a população que nosso compromisso maior é tornar Bombinhas uma cidade mais livre, mais plural, que seja mais permissiva com seu cidadão. Essa mudança cultural vai exigir um esforço de muita gente, não só meu e do Paulo, mas, dos Secretários e Vereadores. É importante que as pessoas dediquem alguma atenção a esse trabalho que a gente começa. Quero também agradecer a todas as pessoas que votaram no 12, que escolheram o 12 para votar. Quero estender os agradecimentos e abraçar todas as crianças e os jovens que se envolveram em nossa campanha. Falo isso às vezes, mas é a pura verdade, fiz outras campanhas, vou fazer muitas outras, por que sou uma mulher que nasci para isso, para servir as pessoas, a vida pública é uma questão de vocação, não é uma questão de escolha e acredito que não irei viver uma campanha tão especial quanto essa. Foi impressionante como as pessoas se envolveram e como se engajavam, tivemos uma militância muito grande sem custos. Gastamos menos que nossos adversários. Deixo registrado meus agradecimentos a juventude, as crianças, os voluntários, os candidatos a vereador. E para comunidade em geral quero assegurar uma questão: espere de mim uma prefeita que vai errar com certeza, mas que vai estar cem por cento do seu tempo dedicado a cidade e que ao final destes quatro anos Bombinhas será outra cidade. E as pessoas que vivem aqui sentirão orgulho novamente de viver em Bombinhas e ter uma vida muito mais feliz, isso eu posso me comprometer em fazer, que eu sei que vou dar conta.


6

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

RUA 450

Vereador denuncia depósito irregular de resíduos de concreto

Resíduos de concreto ficam depositados na rua, o que tem gerado reclamação por parte dos moradores

O vereador Mauro Hercílio - Marinho (PPS) denunciou um depósito irregular de lixo localizado na Rua 454, no bairro Morretes. Durante a sessão legislativa desta terça-feira, dia 30, ele apresentou fotos reforçando a irregularidade e teve seu pedido aprovado por unanimidade entre os vereadores de Itapema. Conforme Marinho apresentou em sua Indicação 122/2012, o local tem recebido resíduos de concreto que são despejados diretamente na rua por uma empresa que atua no bairro. Diante dos fatos, o parlamentar pede a fiscalização da Concretaria Kirchner. “Essa situação tem gerado reclamação dos moradores, que frequentemente encontram a rua coberta por restos de concreto, provavelmente oriundos da limpeza de caminhões e maquinário. Então peço, não para prejudicar essa empresa, mas para que ela seja notificada e continue trabalhando, mas de uma maneira correta”, justificou o vereador. O vereador Luiz Carlos Vieira (PT) colaborou com a discussão, comentado que há tempos não só a Rua 454, mas todo loteamento existente no local, virou “um lixão a céu aberto, aonde várias empresas despejam seu lixo”. “Participo da Associação de Moradores do Jardim Praiamar que também já apresentou denúncia sobre essa situação, mas elas não tem surtido efeito”, lamentou, lembrando que toda comunidade é prejudicada pelo depósito de lixo em local inadequado. A Indicação 122 segue agora para apreciação do prefeito municipal, Sabino Busanello, que é a quem compete tomar, ou não, alguma providência, a partir do encaminhamento do vereador.

CONSTRUÇÃO CIVIL Eliomar Cachoeira

NOVO PREFEITO, NOVAS IDEIAS - IV

Q

ualquer pessoa no Brasil que já tentou abrir uma empresa, aprovar um projeto, fazer um documento ou até pagar os impostos sentiu na pele o quanto é difícil vencer os entraves burocráticos existentes. Segundo relatório Doing Business, do Banco Mundial, divulgado na última semana, o Brasil foi classificado com a 130ª economia no ranking das que oferecem as melhores condições de negócios, entre 185 nações. Muito mal estamos. Paradoxalmente, somos a sexta maior economia do mundo e um dos países que mais recebe investimento estrangeiro. Ou seja, apesar das dificuldades e dos riscos, somos uma terra de oportunidades aos olhos dos investidores. Imaginem então, se criássemos um ambiente mais ameno e propício ao investimento. Segundo Rita Ramalho, economista do Banco Mundial, não há nada que um governo possa fazer para aumentar a quantidade de recursos naturais de uma nação, mas é sempre possível melhorar a infraestrutura e muito mais fácil e barato é tirar da frente os entraves tributários, fiscais e burocráticos à atividade produtiva. DESBUROCRATIZAÇÃO E RACIONALIZAÇÃO: Em Itapema não é diferente do restante do Brasil quanto ao ambiente de negócios, dificultado pela falta de infraestrutura e excessos burocráticos e legais. Nosso Código Tributário é complexo, pesado no tocante às alíquotas. Nossa legislação que rege as construções é longa, entra nos mínimos e insignificantes detalhes e muitas vezes se contradiz ou proporciona interpretações diversas, opostas, dificultando e alongando o tempo de análise. Os procedimentos adotados em praticamente todas as repartições municipais carecem de lógica e de bom senso. Existem exigências duplicadas, outras sem sentido, pouco racionais. Fazem correr, entre os diferentes órgãos, os interessados ao invés da documentação. E isso não é exclusividade da atual administração. De muito é assim. Precisamos um choque de gestão, com análise crítica dos procedimentos e da legislação, visando minimizar o número de exigências, focando-as apenas nas essenciais, racionalizar os procedimentos diminuindo a dificuldade e o tempo para que se cumpram as obrigações legais, além de investir na infraestrutura urbana. Assim poderemos aproveitar melhor esse período tão promissor de nossa economia, atraindo investimentos, diminuindo custos e potencializando o retorno econômico para transformá-lo em benefícios sociais. engenheirocachoeira@terra.com.br

Atendimento de Segunda a Sábado das 07:00 às 12:00 e das 13:30 às 19:30 horas e Aos Domingos das 7:00 às 13:00 horas


CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

7

EXTINÇÃO DO PAI

Entidades de medicina veterinária catarinenses unem-se pela manutenção do PAI > Posto Agropecuário de Indaial poderá ser fechado até 31 de dezembro Florianópolis - A Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), o Conselho Regional de Medicina Veterinária de Santa Catarina (CRMV/SC) e o Sindicato dos Médicos Veterinários de Santa Catarina (Simvet/SC) uniram forças e publicaram, nesta terçafeira, 30, manifesto pedindo a manutenção dos serviços da Central de Inseminação Artificial (CIA), mais conhecida como Posto Agropecuário de Indaial (PAI), instalada em Indaial. O PAI terá seus serviços extintos até 31 de dezembro de 2012. A decisão do fechamento é atribuída a mudança na prioridade do governo estadual que reduz o fomento à Reprodução Animal e foca suas ações para a área de Defesa Sanitária Animal (DSA). Segundo o manifesto, a extinção do PAI provoca desestímulo ao produtor catarinense com consequente queda da produção e produtividade de um rebanho, cujo potencial genético será gradual e progressivamente extinto.

Geral D

“Com a desativação do Posto Agropecuário de Indaial, o produtor rural, as prefeituras e cooperativas ficarão sem o serviço, uma vez que não serão mais realizados cursos em Inseminação Artificial e não será mais oferecido sêmen bovino de qualidade a um preço acessível. Hoje a dose de sêmen comercializado pela Cidasc chega ao agricultor ao preço de R$ 3,50, enquanto que o preço oferecido, pela iniciativa privada varia, na média, em R$ 27,00. Hoje o valor praticado por inseminador particular está em torno de R$ 100,00 por inseminação”, destaca o documento. O PAI é pioneiro no processo da técnica da inseminação artificial em bovinos, sendo a segunda unidade no Brasil a realizar esse procedimento. Atualmente a técnica de inseminação artificial é um importante serviço prestado pelo poder público em beneficio da agropecuária catarinense. A unidade funciona em uma propriedade

IREITO DO CIDADÃO

do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e encontra-se sob a responsabilidade da Cidasc que, há 28 anos, desenvolve um trabalho de melhoramento genético do rebanho bovino catarinense por meio da realização de coleta de sêmen de reprodutores geneticamente escolhidos com aptidões para leite

e misto (leite e corte), além de oferecer treinamento na técnica da inseminação artificial. Nesse período foram coletados e comercializados 1,35 milhão de doses de sêmen e treinados e reciclados mais de 6,5 mil inseminadores e médicos veterinários. Por consequência, a média de litros por vaca saltou de era de 3,47 litros/vaca para 12,74

litros/vaca, sendo que, o Oeste catarinense, onde concentra-se esta produção, é também a região na qual encontra-se a maior bacia leiteira de SC e a 5ª maior do país. Nessa área a média de produção está acima dos 29 litros/vaca. O documento completo, assinado pelas três entidades, pode ser conferido no endereço: http://www.somevesc.org.br

Advogado especialista em direito bancário e presidente do Instituto Brasileiro de Defesado Consumidor Bancário (IBDConB)

Por Luciano Peres

H

á tempos venho alertando quanto ao preocupante cenário dos bancos no Brasil. A ausência de uma fiscalização precisa do Banco Central proporciona a ocorrência de sonegações, por parte das instituições financeira, em seus balanços e balancetes. A prática comum gera um grande

Quebra dos bancos problema de sub provisionamento, quando o banco conta com ativos com riscos maiores que os valores reservados para cobri-los. No escritório, temos centenas de processos nos quais os cidadãos e empresas solicitam a revisão de suas dívidas com as instituições bancárias e,

ao consultarem, encontram um saldo devedor nos bancos diferente da dívida que consta na lista de devedores do BC. O acúmulo dessas práticas tem levado à quebra instituições financeiras consolidadas. O último banco que teve intervenção decretada pelo BC foi o BVA,

especializado em crédito para companhias de médio porte. A instituição financeira, que precisava de um alto aporte para recompor seu patrimônio, teve, segundo o BC, além do comprometimento da situação financeira, a existência de graves violações às normas legais averiguada.


8

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

FABIANO SOARES jornalismo@correiodomunicipio.com.br

O

que era para ser um ponto turístico virou uma casa velha abandonada. Esse é a lamentável realidade do Pier localizado no Canto da Praia. A paisagem de cinema já não é mais a mesma. Hoje a situação é a seguinte:

telhas quebradas, janelas arrombadas, piso solto e esburacado, mau cheiro, lixo espalhado e invasão, sem falar na pichação. Quando foi inaugurado, no governo de Clóvis José da Rocha (DEM), o Pier era uma atração turística e serviu como modelo para diversas fotografias que hoje compõe o arquivo histórico do município. Várias revistas e jornais usaram aquela atração para divulgar as belezas

de Itapema e a população tinha orgulho daquela obra. Hoje a realidade é outra, e ninguém mais dá valor e usufrui. Nossa reportagem foi ao local e registrou a situação. Conversamos com moradores da localidade, que reclamaram do abandono e desleixo. Para surpresa, no dia da reportagem, funcionários da prefeitura estavam capinando e retirando parte dos entulhos.

Segundo a equipe da prefeitura, a roçagem acontece a cada 6 meses, mas não adianta muita coisa, porque não há nenhuma manutenção no prédio e o lixo que não é próprio do local vem sendo despejado por moradores e ninguém recolhe. O objetivo da construção do Pier era atender as necessidades da Colônia de Pescadores do Canto da Praia. A princípio houve a exploração de

píer...

um barzinho e para fins de abastecimento, carga e descarga das embarcações. Mas, com o passar do tempo as pessoas começaram a usar o Pier para tomar banho e com isso veio a depredação. A Colônia não tem recurso para manter um guarda no local, então procurou a Prefeitura para dar apoio, mas a administração de Sabino Bussanello não mostrou interesse em ajudar.

Um ponto turístico ou depósito de lixo?


CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

Segundo a secretária da Colônia de Pescadores do Canto da Praia, Bernadete Barbosa, não houve condições de conversação, nem com a Secretaria de Turismo nem com o Prefeito. No local funcionava um ponto turístico designado para a Secretaria de Turismo, mas que também foi abandonado pelas autoridades. O Corpo de Bombeiros também zelaram por algum tempo, mas não houve continuidade. A Colônia sem as devidas condições de cuidar do local entregou-o para os pescadores, que hoje usam as dependências para guardar matéria de pesca, principalmente as embarcações maiores que não conseguem chegar à praia. O Secretário de Turismo da Prefeitura de Itapema, André Gobbo, informou ao Correio do Município que até 2010 prefeitura possuía uma sala de informações turísticas, mas que a partir desta data transferiu a responsabilidade do Pier para Colônia de Pescadores. Gobbo disse, ainda, que a prefeitura ajudou a construir o Pier com a finalidade de exploração pela própria Colônia, através de um bar e para embarque e desembarque de produto dos pescadores artesanais. Segundo o Secretário, após a construção do Pier a Colônia provou documentalmente que o local era de sua propriedade, ocasião em que foi assinado convênio e transferida toda a responsabilidade para o grupo. “Após verificação do uso indevido de banhistas e pessoas estranhas, foi solicitada a colocação de um portão para evitar a entrada, o que foi realizado”, declarou. Agora com o novo prefeito, o objetivo dos representantes dos pescadores é voltar a tocar o projeto em parceria com a Prefeitura. Em 15 de dezembro a Colônia vai realizar novas eleições do corpo administrativo.

9

Acima, a vista de Itapema do píer do Canto da Praia

Investimentos no turismo Mirante do Encanto

É fato que a Prefeitura Municipal investiu muito no Mercado Público Municipal e no Mirante do Encanto. Gastou mais do que estava previsto inicialmente, fazendo diversos aditivos nos contratos. Sem falar que a estrtura do mercado público já estava construída. Mesmo com o aproveitamento do espaço físico do antigo Colégio Olegário Bernardes, o município investiu somente nesta obra volumosos R$ 1,3 milhão. O que justificaria, então,

Nos detalhes, fotos tiradas essa semana pela reportagem do Correio do Município.

deixar outro ponto turístico, também relevante e com uma paisagem exuberante, neste estado lamentável? A temporada de verão está chegando, os turistas virão conhecer o Canto da Praia e certamente não vão gostar da paisagem do Píer, que poderia estar sendo explorado efetivamente. Apesar do estado de abandono, ainda há tempo para uma reforma no local, revitalizando o antigo ponto turístico, proporcionando mais uma opção aos visitantes.


10

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

JURÍDICO EM PAUTA Vinicius Torres Antonascio Advogado, OAB/SC 32.673 - Graduado em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí - Pós-Graduando em Direito Aduaneiro e Comércio Exterior.

Filha de empregada doméstica tem os mesmos direitos dos filhos biológicos dos patrões na hora da herança

I

nicialmente, a afirmação acima pode causar espanto aos desavisados. Porém, a filiação socioafetiva, também conhecida como “filiação de consideração” ou “filiação de criação”, é o assunto do momento nos Tribunais brasileiros. Tudo porque, cada vez mais, nossos juízes percebem que a paternidade e a maternidade não se estabelecem apenas com a consangüinidade, mas, através de um sincero laço de afetividade. Há alguns anos, logo após a morte de sua empregada doméstica, um casal decidiu criar a filha da sua falecida trabalhadora do lar de modo informal (sem pedido de adoção), porém de forma íntima e duradoura. Na época, a criança tinha quatro anos de idade. Sensibilizados com a situação da garota, os empregadores da mãe da menina órfã passaram a lhe conferir os mesmos afetos e oportunidades que concediam aos seus filhos biológicos. Assim, o casal se tornou o que popularmente se denomina de “mãe e pai de criação” e que, para os operadores do Direito, denomina-se “mãe e pai socioafetivos”. Os anos se passaram e a menina cresceu. Nesse caminhar do tempo, os “pais de criação” fizeram questão de se apresentar perante as pessoas da cidade na qual viviam como pais da garota. Até seus respectivos nomes foram impressos no convite do baile de debutantes da adolescente. No casamento da “filha de criação”, estiveram presentes como pais de verdade. Tristemente, há pouco tempo, a tal “mãe de criação” faleceu. Iniciou-se então uma ferrenha disputa hereditária entre os filhos biológicos do casal. Lembraram, desde logo, que aquela “criatura” que viveu com eles durante tanto tempo era, na verdade, a filha da empregada doméstica. Como já se era de esperar, decidiram excluí-la do processo sucessório.

Inconformada, a “filha de criação” do casal ajuizou perante o Poder Judiciário uma ação declaratória de paternidade e maternidade socioafetiva para todos os fins hereditários. Em outubro de 2012, a autora teve o seu direito reconhecido por decisão unânime do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina. Como ainda não existem leis específicas dispondo sobre o reconhecimento da filiação socioafetiva, cabe ao juiz decidir com base nos princípios de proteção à criança (art. 227 da Constituição Federal e na Lei nº 8.069/90) e nas provas apresentadas pelos interessados. Testemunhas, cartas, documentos, perícias, fotos e declarações são possíveis meios de prova para o reconhecimento de uma filiação socioafetiva. Recentemente, o Superior Tribunal de Justiça firmou o entendimento de que a aceitação espontânea e consciente da paternidade ou maternidade, mesmo sem ascendência genética, faz surgir a filiação socioafetiva. Ainda segundo os principais julgados da última instância da Justiça brasileira para as causas infraconstitucionais, uma vez constituída a paternidade ou a maternidade socioafetiva, não pode ela ser desconstituída posteriormente (em atenção ao princípio da primazia do interesse do menor). No processo evolutivo pelo qual caminham nossas leis, percebe-se que foi deixado de lado o irrefletido conceito presente no antigo Código Civil de 1916 que designava como legítimos apenas os filhos que apresentassem vínculo sanguíneo com seus pais. A partir de 2003, agora na vigência do Código Civil de 2002, referendou-se o paradigmático ditado popular que diz que “Pai não é quem põe no mundo, pai é quem cria”. Assim nasceu o alicerce que deu ao caso narrado anteriormente um desfecho feliz e justo!

SANTA CATARINA

Grupo Whirlpool anuncia a geração de 850 empregos em Joinville até o final de 2013

Em reunião no gabinete do governador Raimundo Colombo, nesta segunda-feira, 29, o presidente do Grupo Whirlpool para a América Latina, José Carlos Brega, anunciou a criação de mais 850 empregos diretos para a fábrica de refrigeradores das marcas Consul e Brastemp e na produção da Embraco em Santa Catarina. A iniciativa busca aumentar em 10% a produção de refrigeradores de alta capacidade das marcas da empresa. Anualmente, são produzidos quatro milhões de refrigeradores na planta de Joinville, que é a maior fábrica do mundo desse tipo de eletrodomésticos. A diretoria da multinacional anunciou o investimento ao governador e vice-governador Eduardo Pinho Moreira. Lideranças políticas de Joinville também participaram da audiência. Entre elas, o senador Luiz Henrique da Silveira e o empresário recém-eleito prefeito de Joinville, Udo Döhler. De novembro de 2011 a setembro de 2012, o grupo criou mais de mil empregos na região, de acordo com o presidente. “São quase dois mil empregos, o que significa duas mil famílias empregadas. É uma grande notícia para Joinville e para o Estado”, comemorou o governador. “Hoje o que estamos fazendo aqui é dar o retorno de um projeto que começou há um ano”, disse Brega. O presidente do grupo não informou qual o valor que será aplicado, mas disse que ele está dentro dos cerca de R$ 500 milhões que a empresa investe anualmente no Brasil. Serão adquiridos mais equipamentos e os atuais devem ser reposicionados para permitir a ampliação da produção. O aumento da produção está sendo realizado pela expectativa do crescimento da demanda para o ano de 2013 e também de 2014, com foco para o mercado interno. Em 2012, de acordo com diretores do grupo, o setor de linha branca foi um dos que mais cresceu - cerca de 11%. Outro ponto destacado pela empresa foi o índice de nacionalização dos produtos da Whirlpool. Em média, 70% dos componentes de cada eletrodoméstico é fabricado no Brasil. O índice é importante porque tem relação com a quantidade de empregos indiretos que são gerados para cada emprego direto criado pela fábrica. Por parte do Governo estadual, acompanharam os secretário da Fazenda, Nelson Serpa, de Assuntos Estratégicos, Paulo Cesar da Costa, e de Articulação Internacional, Alexandre Fernandes.


CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

11

PRODUTOS CATARINENSES

Artesãos mostram como se faz a atividade durante 5º Salão Internacional em Brasília Os artesãos:

Quatro artesãos catarinenses mostrarão como fazem seus produtos na Praça dos Mestres, que será instalada no 5º Salão do Artesanato, no Pavilhão do Parque da Cidade, em Brasília. O evento teve início nesta quarta-feira, 31, e segue até 4 de novembro. Os artesãos mostrarão as técnicas dos presépios e anjos em palha de milho; tear em fios naturais; marchetaria em lâminas de madeira natural; e miniaturas navais. Quem visitar o salão poderá observar e comprar os produtos. A participação do Estado no salão é resultado do trabalho e da parceria entre a Secretaria de Estado da Assistência

Social, Trabalho e Habitação (SST) e a Secretaria Executiva de Articulação Nacional, com apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri); a Santa Catarina Turismo (Santur); a Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL); e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC). Neste ano, o salão inicia uma série de homenagens e Santa Catarina será o primeiro estado a abrir o projeto.

> Oficina de pipa também é atração

Valdir Agostinho, nascido na Barra da Lagoa,

em Florianópolis, é artista plástico e músico. No 5° Salão Internacional de Artesanato, em Brasília, representará Santa Catarina musicalmente e irá ministrar as oficinas: “Soltando a alma pelo fio”, no qual irá mostrar como se faz pandorgas ou pipas; e “O imaginário do lixo”, que traz a reciclagem de materiais de uso doméstico, como latas, tampas, para a criação de utensílios, objetos e enfeites. Durante os dias da feira, Valdir também irá representar Santa Catarina por meio de músicas de autoria própria, com o show “Paz América”. O cenário e o figurino são todos produzidos por ele.

Maria Carolina Leal Nunes: A artesã Maria Carolina Leal Nunes, de 59 anos, nascida em Tubarão, no Sul do Estado, faz tecelagem, produz tapetes e mantas com aplicações de patchwork. Ela conta que começou a trabalhar com esta técnica há 16 anos, dois anos depois de se mudar para a Capital catarinense. Maria Carolina participa de feiras de artesanato por todo Brasil. Sílvia Mônica Stutzer: de 64 anos, é natural de Brusque, morou em Joinville, no Norte de Santa Catarina, onde aprendeu as técnicas de artesanato. A especialidade dela são os arranjos de passarinhos e presépios, com o uso de materiais naturais como sementes, palha de milho, escama de peixe, conchas, cascas e troncos. Há 20 anos, mudouse para Florianópolis e vive o Sul da Ilha. Segundo a artesã, os produtos são feitos a partir de pesquisas, desde a colheita de cada semente até as misturas de cores, que são todas naturais. A artesã expõe os produtos em feiras pelo país. Alejandro D’elia e Natalia Menéndez: Os uruguaios Alejandro D’elia, de 41 anos, e Natalia Menéndez, de 34, vivem há 10 anos em Santa Catarina. Os dois são especializados em reproduzir miniaturas de barcos numa técnica conhecida como modelismo naval. Eles produzem réplicas de navios, barcos, canoas, caravelas e cargueiros num total de 40 modelos. As réplicas têm entre 30 e 40 centímetros e levam até seis meses para ficarem prontas por causa da riqueza de detalhes. Natalia conta que a pesquisa para a produção das peças é feita em livros ou na internet. Com desenhos ou plantas também é possível fazer a reprodução. O material produzido por eles é vendido em feiras. Eles também são responsáveis pela produção de troféus para regatas. Waldir Franke: produz peças em marchetaria, que é a técnica de decoração de superfície de madeira utilizando peças em cores contrastantes ou outros materiais. Waldir diz que trabalha com a técnica há mais de 10 anos. “Eu fazia curso de Direito mas desisti para me dedicar à minha arte”, revela. Depois de ver informações sobre a técnica numa revista, resolveu aprender. Agora, ele dedica-se a produzir as peças que são vendidas em feiras por todo o Brasil. Para produzi-las, ele utiliza madeiras como imbuia, cerejeira, mogno ou ipê. Waldir produz estojos para chá, portajoias, para escritório; porta controle remoto, dentre outras peças.

Literatura

“VIA RÁPIDA”: palavras e imagens Via Rápida é o novo livro de poemas de Pedro Du Bois, editado pelo Projeto Passo Fundo, na representação de Ernesto Zanette. O livro é arte e lazer. Nesta obra o poeta marca encontro com os escritores: Paulo Monteiro, no prefácio; Geraldo Fernandes, no posfácio; Gilberto Cunha, na quarta capa; Marco Damian na orelha; e Eduardo e Layla Barbosa, nas ilustrações. Du Bois não se curva, faz a sua poesia e não a dos outros. Ele não segue a moda, que é o modo mais rápido de vencer na literatura. Porém, as portas se abrem, agora, com o Via Rápida, que representa um passo a frente no rumo poético: seu estilo, ao empregar as palavras é de quem sente as vibrações entre o som e o significado na busca da poesia reflexiva. Diria até que não se entrega a primeira leitura e, também por isso, é necessário elogiar a sua obra. Não há meias palavras para descrever a grandeza da obra; sob a luz, os poemas se

Tânia Du Bois

destacam na influência da velocidade no correr dos dias. “Descongestionada hora / de retorno: acelera / o corpo // o sinal fecha / em alerta // (na rapidez do gesto / sabe do regresso:/ a antiga cidade / reapresentada no lapso / fantasmagórico / de agora).” Já como influência consolidada, o autor mostra o passar das horas na medida em que vai sentindo sua origem, embora escondida na lembrança; as palavras entregam indícios de seu talento no misturar ficção e inspiração, para descrever a liberdade em Via Rápida. “... Reorganiza ideias: sorri o lado / de fora e pensa a rapidez da aurora / onde amanhece em silêncio.” As ilustrações dos poemas aumenta o desafio à participação do leitor, dando vazão para garantir a leitura no desfrutar as ideias e sentir que não há limites estanques nas

criações. Tanto a arte literária como a plástica se norteiam pela qualidade, voltadas para tempos mais humanos, com a visão de conquistar e entender o mundo em novas dinâmicas. Pedro e Eduardo fazem arte marcante na nossa cultura, onde ocupam espaço através de seus processos de criação, trazendo para o dia a dia o poder de encantamento, reflexão e beleza. “Encosta o corpo / no corpo vago da passagem // escuta o som sussurrado // com os olhos fechados relembra / acontecimentos: corpos / selados em silêncio.” O livro é jornada que se desenrola de forma arrebatadora, porque traz arte literária em conjunto com a plástica, e isso faz a diferença, já que a tendência da mente é a de viajar e viver o presente. É, também, gratificante, desafiador e instigante: expressa que o viver passa em Via Rápida em diferentes pontos de vista, ampliando a nossa visão cultural. “O lugar vazio / a máquina desligada / o olhar absorto // a primeira vez // a contestação silenciosa / a constatação do fato.”

POEMA Pedro du Bois

REPETIÇÕES Repete o século em memórias: a voz do carrasco indica a morte traumática a voz do cantor afronta a morte diária a voz do amor repete o irmão inexistente a luz da visão alterna o escuro que nos pertence.

http://pedrodubois.blogspot.com.br


12

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

Conversa com a Presidente

Obentropp

Coluna Semanal Dilma Roussef

De mumunhas e finados.

E

u vi. Vi a Vivi entrar e sair, vi nego subir e cair, vi prefeito entrar e sair, alguns já na posse a sorrir e depois na saída a chorar mangas e pitangas (não necessariamente nessa ordem). Também empresários de ramos diversos, uns humildes e outros tantos com a soberba estampada no frontispício do poder olímpico que pensam possuir e outros mais de boa índole que os há os há, dentre eles e elas! Crescendo e se multiplicando como mandam os evangelhos da santa madre católica, apostólica, romana e demais apostólicas não romanas desse e de outros reinos, estando observado o explícito desejo em colaborar com tudo que seja pro bem dos munícipes, principalmente nos trâmites legais e “por fora” junto a padroeira “mãe Joana”, cada qual em seu metro quadrado como mandam os limítrofes a ser respeitados no que determina a legislação em vigor e sai de baixo! Com o mais puro, irrestrito e indispensável apoio das classes sociais representativas de interesses outros que não os da marmelada real. Vi mulher com mulher em decúbito dorsal, cobra parada sem engolir sapo e gaúcho louvando a natureza existente fora da querência amada. Vi a Vi vivendo a vida no sentido mais explícito possível como mulher de vida airosa. Na junção dessa mesma esquina da vida num dia de muita chuva, estando Obentropp posto a filosofar enquanto aguardava a respectiva estiagem ou condução amiga, escutando lúdicas e desbragadas gargalhadas vindas do pavimento superior, onde se encontrava abrigado do aguaceiro, quando deveriam estar a colher alpiste para alimentar políticos de honestidade comprovada e moral ilibada junto aos tribunais incompetentes tal e coisa. Foi o que vi. Até admito que vi demais, mas nunca fui de me gabar por ter comido a Patrícia Pillar. E tem mais: Se ela um dia vier a me processar pelo toque confidencial acima exposto com as letras devidas pra que o imbróglio seja ainda mais “inequívoco”, sofrerei tristeza semelhante ou maior que a necessidade de encarar Josafá da Silva Xavier, como sendo o novo Messias. Assim que, de saída para as merecidas e aguardadas férias anuais nos termos da legislação trabalhista em vigor, primeiro Salta, depois Purmamarca e por fim San Salvador de Jujuy na hermana Argentina. Na sequência, esperar pela segunda parte das férias é salutar, faz bem pro fígado, ajuda os rins e contrabalança o pâncreas. O resto tem no Supermercado Koch ou pela internet se assim o pretender. Faz bem para a saúde e em assim sendo, amanhã finalmente será assinado o tão esperado projeto de reforma agrária do Brasil; todas as terras improdutivas localizadas ao sul do rio da Prata até a cordilheira dos Andes – gostem ou não - serão repartidas entre aqueles que nada possuem, exceto o amor por sua presidenta. Sexta feira de finados não é ponto facultativo nas repartições públicas e comércio em geral e só trabalha quem tem amor ao governo e acredita no país. Foi-se o tempo do silêncio pelo dia dos mortos que deles os vivos estão esquecidos, exceto nesse modorrento dia a eles dedicado por um canetaço qualquer. Oremos, pois!

Presidenta, os jovens de Maragogipe e do Recôncavo não estão preparados para este grande investimento (do Estaleiro do Paraguaçu). Precisamos de cursos de qualificação profissional e de campus da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) em nossa cidade com cursos de engenharia naval entre outros cursos, com urgência. Luciano Estevam Santos, 34 anos, servidor público de Maragogipe (BA)

Moro numa cidade de apenas 11 mil habitantes, mas que tem uso abusivo de crack entre adolescentes. O que o governo tem feito nesse sentido? Gerson Andrade Pereira, 42 anos, cirurgião dentista de Bom Repouso (MG)

Presidenta Dilma – Luciano, a expansão da indústria naval tem gerado milhares de empregos em todo o Brasil e estamos desenvolvendo várias ações para qualificar os trabalhadores para essas oportunidades. Aí em sua cidade, Maragogipe, começamos, neste mês de outubro, cursos do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp), para qualificar 360 profissionais de construção civil para a obra do estaleiro. Esses trabalhadores serão qualificados na modalidade aluno-empresa, na qual o consórcio contrata o profissional e o Prominp paga metade do custo dos

cursos. Faremos muito mais, pois o Prominp vai qualificar também 1.892 pessoas para a construção e montagem, até 2016, de seis sondas de perfuração que serão construídas no estaleiro. O edital para seleção dessas turmas será publicado no segundo semestre de 2013, e você pode acompanhar o processo pelo endereço http://www.prominp.com. br. Além disso, o Ministério da Educação está avaliando a expansão da oferta de qualificação profissional para a região, seja na Universidade do Recôncavo, seja em parceria com o Sistema S, por meio do Pronatec.

Presidenta Dilma - Gerson, lançamos em dezembro passado o Programa Crack, é Possível Vencer, que investirá, até 2014, R$ 4 bilhões em ações de saúde e assistência social aos usuários, no enfrentamento ao tráfico e às organizações criminosas e em atividades de prevenção e educação, especialmente para crianças e jovens. Doze estados já aderiram ao Programa, incluindo Minas Gerais, que receberá R$ 476 milhões. Estamos ampliando o número de unidades de acolhimento das atuais 22 para 574, em todo o Brasil, em parceria com instituições com tradição no cuidado de dependentes. Temos ainda 1.864 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), e dentre esses, há 303 especializados

na atenção à dependência de álcool e drogas (CAPSAD), dos quais 20 atendem 24 horas. Estamos ampliando esta rede de atendimento 24 horas por dia, e uma delas ficará em Pouso Alegre, próximo à sua cidade. Estamos também criando 2.462 leitos e reformando outros 1.142 leitos em enfermarias especializadas, para quando for necessário atendimento hospitalar ao dependente de droga. Intensificamos também o combate ao tráfico, com ações bem sucedidas do Plano Estratégico de Fronteiras. Vencer o crack, Gerson, exige investimento e ações articuladas, com as quais estamos totalmente comprometidos.


POLÍTICA 13

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

Moda

Manoella Deschamps Jornalista . Consultora de Moda Acesse: www.bubbleupstyle.com

Vestidos para formatura! Fim de ano chegando.., e o que vestir nas festas começa a ser a preocupação da mulherada. Seja formatura de terceiro ano ou faculdade, o vestido ideal para usar na ocasião deixa muitas mulheres em dúvida. Afinal, modelos e cores é o que não faltam para escolher o vestido da noite. Por isso, separei algumas opções de vestidos para arrasar nessa noite tão especial.

Vamos conferir? Vale lembrar que o branco, off white, são uma boa pedida, ainda mais se vier com detalhes como brilhos, franjas, e você ainda pode aproveitá-lo para o Reveillon. Os tons azuis são cores tendências para um verão inspirado no fundo do mar, além de darem um toque jovial para o vestido. Outra opção são os vestidos mullets, tendência desde o verão passado, o comprimento maior atrás e menor na frente é ideal para quem gosta de inovar e não abre mão de mostrar as pernocas. Os tons pastéis, as famosas candy colors, são as queridinhas para o verão. Dose de açúcar na medida certa! Para quem quiser ousar, a opção são esses vestidos com uma pegada sexy e moderna. Transparência, franjas, brilhos,plumas e taxas deixam qualquer vestido glamouroso e atual. Há também as opções dos longos, e para dar um diferencial no tradicional, que tal um decote ou detalhes nas costas? ou então uma fenda nas pernas. Opções é o que não faltam, agora é só escolher o que mais tem a ver o estilo e gosto de cada uma. Espero ter ajudado.

#beijos!


14

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

RESULTADO ELEIÇÕES

PMDB, PSDB e PT conquistam o maior número de prefeituras O PMDB, partido do vicepresidente da República, Michel Temer, foi a sigla que conquistou o maior número de prefeituras 1.041 entre os 5.568 municípios onde houve disputa eleitoral. O PSDB ficou em segundo lugar, com 718 municípios, seguido pelo PT, que venceu em 566, de acordo com levantamento feito pela Empresa Brasil de Comunicação ( EBC ), com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em quatro cidades o resultado das eleições poderá ser mudado devido a decisões judiciais. Criado no ano passado e disputando sua primeira eleição, o PSD saiu vitorioso da disputa pelo Executivo municipal em 502 cidades, ficando em quarto lugar, seguido pelo PP (472), PSB (428), PDT (319), PTB (297), DEM (278), PR (277) e PPS (126). Entre as 26 capitais, o PSB, do governador de Pernambuco,

Eduardo Campos, foi a legenda mais vitoriosa, com cinco conquistas - Recife, Fortaleza, Cuiabá, Porto Velho e Belo Horizonte-, seguido pelo PT, partido da presidenta Dilma Rousseff, e do PSDB, do senador Aécio Neves (MG), que venceram em quatro cada. O PT ganhou em São Paulo, Rio Branco, João Pessoa e Goiânia. Já o PSDB saiu vitorioso em Teresina, Manaus, Belém e Maceió. O PDT, do ex-ministro Carlos Lupi, ficou em quarto lugar em número de capitais conquistadas Porto Alegre, Curitiba e Natal , seguido pelo PP, PMDB e DEM, com duas cada. O PP, do deputado federal Paulo Maluf, ganhou em Palmas e Campo Grande, o PMDB, no Rio de Janeiro e em Boa Vista, e o DEM em Aracaju e Salvador. Pela primeira vez em sua história, o PSOL ganhou uma disputa pelo Executivo

municipal ao conquistar a prefeitura de Macapá. O PTC, PSD e o PPS também venceram a disputa em uma capital cada: São Luís, Florianópolis e Vitória, respectivamente. Levando em conta a votação do primeiro turno, o PT foi o partido que recebeu o maior número de votos em todo o país, com 17.188.748, à frente do PMDB, que obteve 16.665.662 votos, conforme levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), com base em dados do TSE. O PSDB ficou em terceiro lugar em número de votos, com 13.842.265, seguido pelo PSB (8.600.892), PDT (6.248.481) e PSD (5.813.451). O PT conseguiu o melhor resultado, considerando o número de votos, porque obteve votações expressivas em grandes centros, como São Paulo, maior colégio eleitoral do país, Salvador, Belo Horizonte e Fortaleza.

Prestação de contas pela internet vai até 6 de novembro O dia 6 de novembro é a data final para que os candidatos, partidos políticos e comitês financeiros possam prestar contas de campanha à Justiça Eleitoral. A entrega pode ser feita presencialmente, junto aos 130 cartórios eleitorais no Estado, ou mesmo via internet, uma ação inovadora do TSE para evitar sobrecarga nos computadores da Justiça Eleitoral no último dia de entrega. No dia 11 de outubro a Justiça Eleitoral disponibilizou, aos candidatos e partidos, a remessa das prestações de contas eleitorais. Tal modalidade, que leva o nome de Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), disponível pela primeira vez, só poderá ser utilizada pelo prestador de contas caso ele faça a atualização do sistema para a versão 1.07. O envio das prestações de contas finais pela internet não isenta candidatos, partidos e comitês financeiros da obrigatoriedade de entrega dessas prestações, com todos os seus demonstrativos e peças na forma impressa, à Justiça Eleitoral, até a data final, 6 de novembro. Após o dia 6 de novembro, a Justiça Eleitoral notificará os inadimplentes para que prestem contas em 72 horas. Caso não atendam, terão suas contas julgadas não prestadas, o que resultará em não quitação eleitoral por todo o curso do mandato ao qual concorreu, persistindo a restrição até a efetiva apresentação.

Previdência Adriano Nogueira

Auxílio-acidente

T

rata-se de um benefício previdenciário pago ao trabalhador que sofre um acidente de qualquer natureza, inclusive do trabalho, passando a ter redução na sua capacidade de trabalho. No caso, não é necessário a incapacidade total para o trabalho, bastando apenas que após consolidadas as lesões decorrentes do acidente, resultem sequelas que dimuam a capacidade laborativa. O objetivo do auxílio-acidente é recompor ou indenizar o segurado pela perda parcial de sua capacidade de trabalho, com consequente redução da remuneração. Normalmente, deveria ser concedido para segurados após o término do auxílio-doença, o que em alguns casos acaba não acontecendo, sendo necessário estes segurados ingressarem com ação judicial a fim de assegurar o direito a percepção deste benefício. A partir da Lei n.º 9.528/9 de 10 de dezembro de 1997, o benefício será pago enquanto o segurado não se aposentar, ou seja, pode ser acumulado com outros benefícios pagos pela Previdência Social exceto aposentadoria. Todavia, se o auxílio-acidente tiver iniciado antes da Lei supracitada, o segurado terá direito a acumular o auxílio-acidente mesmo com o benefício de aposentadoria. Têm direito ao auxílio-acidente o trabalhador empregado, o trabalhador avulso e o segurador especial. A Previdência Social entende que o desempregado mesmo estando no período de graça não teria direito ao auxílio-acidente, no entanto, existem decisões judiciais que entendem ser este entendimento ilegal pelo fato de que o segurado neste período mantém a qualidade de segurado e conserva todos os direitos perante a Previdência Social. Para concessão do auxílio-acidente não é exigido tempo mínimo de contribuição, mas o trabalhador deve ter qualidade de segurado e comprovar a redução de sua capacidade laboral por meio de avaliação médico-pericial perante a Previdência Social. Dessa forma, o auxílio-acidente deveria ser pago a partir do dia seguinte em que cessa o auxílio-doença no percentual de 50% do salário de benefício que deu origem ao auxílio-doença corrigido até o mês anterior ao do início do auxílio-acidente.


CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

DECISÃO TJSC

Corretor de imóveis tem direito a comissão mesmo depois do fim do contrato

M

esmo após um ano da intermediação do negócio, o corretor de imóveis tem direito ao pagamento da comissão se foi o responsável pelo contato entre comprador e vendedor. A decisão foi proferida em ação de cobrança na comarca de Blumenau, e mantida pela 5ª Câmara de Direito Civil do TJ. O réu, vendedor na transação, foi condenado a pagar R$ 9 mil. Segundo os autos, o corretor foi contratado pelo réu em junho de 2006, com exclusividade, para intermediar a venda de um imóvel rural localizado no município de Gaspar. O contrato expirou e o sítio foi vendido a um dos compradores apresentados pelo corretor em julho de 2007. Além da comissão, o autor também pleiteou indenização por danos morais. Para o vendedor, a transação foi efetuada sem participação do requerente, já que naquela época o contrato de corretagem nem estava mais em vigor. De acordo com os

desembargadores, apesar de o contrato ter duração de apenas três meses, as testemunhas que prestaram depoimento no processo deixaram claro que a venda só ocorreu porque comprador e vendedor foram apresentados pelo corretor. Ainda, um dos interessados na compra do imóvel declarou que a placa de venda do corretor permaneceu no imóvel até data próxima da venda. “O fato de o negócio ter sido ultimado aproximadamente um ano após a aproximação das partes, e depois do término do contrato de corretagem, não tem o condão de obstar a exigibilidade da respectiva comissão de corretagem, porquanto claramente a aproximação surtiu resultado útil ao réu/vendedor”, finalizou o desembargador Monteiro Rocha, relator do acórdão. A votação da câmara foi unânime. O réu já apresentou recurso especial ao STJ (Ap. Cív. n. 2010.000547-2).

15

Itapema entra no roteiro da Família Müller

A

Família Müller conheceu as principais atrações turísticas de Itapema na segundafeira (29). O pai Ronny, a mãe Luciana e o filho Matheus fazem um percurso turístico pelos municípios da Costa Verde e Mar entre os dias 28 de outubro e 1º de novembro, organizado pelo Consórcio Intermunicipal de Turismo da Costa Verde & Mar(Citmar) e o Instituto Alouatta. A intenção da visita é apresentar as novidades que a região possui, tanto nas paisagens litorâneas como rurais. Um dos aspectos que mais chamou a atenção da Família Müller, que é uma das referências nacionais no segmento do turismo de família e de aventura, em Itapema foi a natureza preservada, que oferece praias a poucos minutos de passeios em trilhas pela mata. O trio de visitantes conheceu durante sua estadia o Mirante do Encanto, a Praia Grossa, o Recanto do Guarapuvu, o Hotel Beira Mar e o Parque Calçadão.

A Família Müller realiza viagens pelo mundo há mais de 12 anos em busca de cultura e aventura

Pontos turísticos

O passeio da Família Müller em Itapema foi acompanhado por uma equipe da prefeitura e começou pelo Mirante do Encanto, localizado no alto do Morro do Cabeço. A estrutura foi inaugurada em 13 de dezembro de 2012, com 338 metros quadrados de área construídos e 130 metros acima do nível do mar. Lá eles apreciaram e fotografaram a vista panorâmica do município e da Costa Esmeralda, além de conhecerem um pouco mais da história do município com o guia Paulo Nascimento.

Em seguida, o grupo conheceu a Praia Grossa, na região do Canto da Praia, passando por uma trilha na mata nativa até a beira do mar. O local oferece o contato com a natureza intocada, onde é possível relaxar em uma praia agreste, com acesso exclusivo a pé, ou praticar surf e trakking. O terceiro destino fo io Recando do Guarapuvu, no bairro Sertão do Trombudo. Lá os Müllers conheceram as opções do turismo rural e desceram de uma tirolesa. Já o almoço aconteceu no Hotel Beira Mar no Centro do município.

VEREADORES

Rua 266 reebe indicação na Câmara Itapema Na sessão da Câmara de Vereadores de Itapema desta terça-feira, 30, o vicepresidente da Casa, o parlamentar Vanio Cesar (PT), apresentou a Indicação nº 123/2012. Através dela, o vereador solicitou ao Poder Executivo Municipal a pavimentação e a limpeza na parte final da Rua 266, após a 3ª Avenida, no bairro Meia Praia. A indicação do vereador Vanio relata que “há muita sujeira no local e sucatas abandonadas, causando um aspecto ruim e poluição visual, além de risco, principalmente para crianças que por ventura venham a brincar nas imediações”. Segundo Vanio, o trecho que precisa ser pavimentado é curto, de apenas 150 metros, na parte final da rua e às margens do Rio Perequê, que se encontra sem pavimento e em situação de abandono. “É urgente a necessidade de intervenção do poder público naquele local”, reforçou o parlamentar. Todos os vereadores aprovaram a indicação, que segue agora para apreciação do prefeito municipal, Sabino Busanello.

O final da Rua 266 está tomada por lixo. No pedido, o vereador Vanio (PT) cobra também a pavimentação de pouco mais de 150 metros de rua, revitalizando o local


16

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

por Marcia Maria

ColunaSocial

CorreiodoMUNICÍPIO

marciamelias@hotmail.com

Festa em família! Nossos vizinhos, Paulo e Sonia Araujo e o filho Renan, resolveram reunir a família para um grande encontro e assim matar as saudades. Nenhum dos familiares reside aqui e mesmo assim conseguiram reunir mais ou menos 35. Sonia, Paulo e Renan são naturais de Santos (SP), e seus parentes vieram de várias regiões do Brasil. Para acomodar todo mundo alugaram um prédio! Aproveitaram também para comemorar suas Bodas de Prata que aconteceu dia 26/09. Enfim, foi uma grande festa que durou por vários dias. Ficaram tão felizes que já planejaram novo encontro para dia 08/12, dia da formatura do Renan. Valeu a pena gente, parabéns pelo sucesso!

Sonia e a prima Nana

O casal com Paulo pai e esposa Lourdes

Antonio e Vilma, pais de Sonia

Flashes das Bodas de Prata de Lisete e Francisco

> Renato e Jane

Cachoeira e Nilvana

Paulo e Sonia

Renan e Maria Ataliba e Kaaren


CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

Coluna do Guto Reis DE PRIMEIRA: Pois meus amigos do esporte, estamos de volta com a nossa coluna de esportes,após um período longo de afastamento, voltamos com força total levando ao nosso leitor tudo o que acontece em termos de esporte, na região da Costa Esmeralda, e principalmente na nossa Itapema.Durante este período tivemos um crescimento em algumas modalidades, o surgimento de outras importantes para o desenvolvimento da nossa juventude, e a perda de espaço de outras que mal gerenciadas não acompanharam esta evolução deixando uma legião de praticantes sem atividades. Este espaço será usado para comentar o que de bom acontece, e mostrar a realidade dos fatos esportivos que marcam a nossa cidade dentro do esporte.

APEFI: A Associação dos Profissionais de Educação Física de Itapema, começa a sair do papel alguns abnegados professores começam a traçar os primeiros passos desta entidade que deve trazer muitos benefícios à nossa população, sendo que a principal delas será a prestação do serviço de alta qualidade profissional coibindo assim situações em que coloquem os praticantes de atividade física em risco, bem como fortalecer a classe que vem sendo desprestigiada ao longo dos anos pelos comandantes do nosso município.

TORNEIOS Esta tem sido uma das atrações nas quadras de futebol sintético, este ano tivemos quatro edições até agora, e deveremos ter pelo menos mais uma antes do fim do ano, a última edição foi realizada no domingo do dia 28 e vencida pelo Tabuleiro.

FUTEBOL SINTÉTICO: Sem campo para a pratica do futebol, esta modalidade ganhou espaço, principalmente entre aqueles que, não tem como jogar em outras cidades, as escolinhas de futebol absorvem nossos garotos, e as quadras atraem os atletas que montam suas equipes e jogam durante a noite.

17


18

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

Coluna do Guto Reis ESPORTE DE BASE Aqui em Itapema também tivemos um crescimento nas modalidades individuais ligadas diretamente ao envolvimento de atletas nascidos e criados aqui, porém em outros como futebol,vôlei,basquete, houve um decréscimo, o que mais chama a atenção é que a linha de investimentos deveria ser igual para todos, mas não é...fica a dica não precisamos apoiar nenhuma equipe de fora de nossas divisas...pois temos muito com o que nos preocupar por aqui.

ESTRUTURA Recentemente realizei estágios nas escolas municipais de Itapema com nossos professores de Educação Física, algumas cenas deixaram-me perplexos, em uma determinada Escola Municipal a quadra não possuía uma das traves, e também não tinha as tabelas de Basquete, aí fica difícil de atrairmos os alunos para as aulas de Educação Física.

FUTEBOL MUNICIPAL Por onde anda você? Você que foi responsável por preencher o domingo levando a tradicional rivalidade dos bairros, das equipes de Itapema para os nossos campos, sim nossos campos pois tínhamos quatro campos em nossa cidade e hoje apenas o campo da SEI, que sabemos é particular e como tal não deve ser exclusividade do município. Não tivemos campeonato Municipal este ano e pela 2ª vez em seis anos ele não acontece, já procuramos no site do Milton Neves (que fim levou?), mas nada, e desta vez parece que ele não volta tão cedo, criando uma série de expectativas quanto ao seu futuro.

WHITE SHARKS Este é o nome do time de futebol americano de Itapema, uma das novas modalidades que surgiu em nosso município, e muito bem organizado e comandado pelo Professor Andrézinho Cesar, vem encontrando seu espaço e com isto atraindo além do público em seus jogos, novos alunos praticantes.

enquanto isso... Nossos atletas e técnicos mostram seu valor fora daqui, Ricardo Cavalo, atacante é ídolo em Major Gersino, Guto Reis (técnico Campeão da série B em Bombinhas), João Alfredo nosso craque desfila seu futebol pela Costa Esmeralda, e a nossa cidade como é que fica? E os demais atletas vão jogar onde? Realmente responder está pergunta hoje parece impossível, não me atreveria a mostrar o caminho novamente para quem não dá a mínima...mas como o nosso futebol anda capenga se faz necessário uma consulta aos nossos caciques da bola, reuni-los e dar o verdadeiro valor que eles merecem só assim teremos força para sair da situação em que nos encontramos atualmente.

ATÉ A PRÓXIMA! Estaremos de volta na próxima semana, e lembre-se estaremos de olho para trazer o que de bom acontece para a Coluna do Guto Reis, por isto faça a coisa certa, seja destaque na sua modalidade, mostre garra, força, e alegria traço este encontrado em todos nós amantes e praticantes do esporte, deixo meu abraço da semana para o incansável Raimundo Nonato...professor de basquete que a exemplo do futebol supera barreiras todos os dias.

Gaspar recebe a final estadual do Moleque Bom de Bola O município de Gaspar recebeu nesta terça-feira (30), com o cerimonial de abertura às 20h, no ginásio João dos Santos, a etapa estadual do Campeonato Catarinense Escolar de Futebol – Moleque Bom de Bola. Até domingo (4), 450 estudantes de 12 a 14 anos oriundos de 20 escolas de 19 municípios disputarão o cobiçado troféu de campeão da competição no masculino e feminino. Os jogos serão realizados nos campos do Tupi e do Cruzeiro a partir das 8h30min pelas melhores escolas das regionais Sul, Leste-Norte, Oeste e Centro-Oeste, eventos classificatórios à etapa estadual do Moleque em Gaspar. A edição deste ano do Moleque Bom de Bola teve inicio em abril com a fase microrregional. E em todas as suas fases envolveu 10.708 estudantes, 361 escolas, 289 municípios, 725 professores e 505 árbitros. Segundo Ademar Silva, da gerência de esporte de base e inclusão da Fesporte e coordenador do evento, a edição deste ano tem sido melhor principalmente no aspecto disciplinar e técnico. “Estamos na 21ª edição e o Moleque é um evento já consolidado, que se auto-promove, que revela atletas do quilate do Marquinhos, ex-Avaí e atualmente no Grêmio. O Moleque Bom de Bola é uma promoção do Governo de Santa Catarina com realização da Fesporte e apoio dos Biscoitos Parati, secretarias de Desenvolvimento Regional e prefeituras.

BRASILEIRO 2012 SÉRIE A


CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

LOMBO DE PORCO À ALENTEJANA

DA COZINHA! Ingredientes: 1 kg de lombo de porco, cortado em cubos de 4 cm 3 dentes de alho inteiros 1 colher de sopa rasa de sal 1 colher de sopa rasa de páprica doce 1 kg de mexilhões com suas conchas 4 colheres de sopa de banha de porco 1 cebola média picada 1 dente de alho picado 1 xícara de chá de água Pimenta do reino preta, moída, a gosto 1 colher de chá de salsinha picada

Tempere o lombo com no mínimo 4 horas de antecedência. Amasse o alho com o sal e esfregue vigorosamente nos cubos de lombo. Em seguida, passe a páprica. Deixe descansar. Limpe muito bem os mexilhões, sob água corrente. Use uma escova de cerdas de metal para esfregar as conchas. Reserve. Esquente a banha numa panela grande, de barro, de preferência, em fogo médio. Coloque o lombo e doure de todos os lados. Quando estiver quase frito, junte a cebola e o alho. Doure ligeiramente a cebola e o alho e junte a água, para facilitar o cozimento e engrossar o molho. Acrescente os mariscos e tampe bem a panela. Movimente a panela de tempo em tempo. Quando os mariscos se abrirem, o prato está pronto. Descarte os mariscos que não se abrirem. Apimente e sirva, salpicando com salsinha e com batatas fritas de guarnição. Providencie fatias de limão, para tempero à mesa.

19

Roteiro cultural: Vocalista do Natiruts em acústico no Mariscal Neste sábado, dia 03, o vocalista da banda de reggae “Natiruts”, Alexandre Carlo, apresenta seu novo projeto, Dub Tropical, na Praia de Mariscal, em Bombinhas. O show traz músicas do NATIRUTS e clássicos do MPB, Pop e Rock, tudo na levada do reggae. A apresentação acústica vem somente com bateria, baixo, guitarra e voz, compondo o Dub Tropical: Alexandre Carlo vocalista do NATIRUTS, Luiz Mauricio (baixista NATIRUTS) e o DJ convidado, Mad Professor. O encontro musical vai acontecer no Mentawai Bar.

CINEMA - sábado e domingo

GNC BALN. CAMBORIÚ SHOPPING

Agende-se!!!! 03/11 - Bali Hai - Porto Belo

**SPRING BREAK** Atrações: El Baile / Climbers / Fernando Olsen / Bruno Juliano / Daniel Grah / DJ Dodeh / Nadinho Santoro / Diego Petry - DJ Kbeça Hip Hop Informações e reservas: 48 9928075 47 8849 9598 www.balihai.com.br Porto Belo - SC

Horóscopo da semana

03/11 - Show Nacional Planet Hemp **Show Nacional Planet Hemp** Atrações: Planet Hemp Informações: 48 3282 1669 Local: Stage Music Park Rod. Jorn. Mauricio Sirotsky Sobrinho, 2500 - Jurerê Internacional - Florianópolis/SC

08/11 - Palestra Arnaldo Jabor

007: Operação Skyfall

“Brasil 2012 – Presente e Futuro” Atrações: Arnaldo Jabor Informações e reservas: 47 3056 7273 / 47 9903 4302 / 47 9976 4562 www.marias.com.br Camboriú/SC

13:10 16:00 18:50 21:40 / 15:00 18:20 21:10

Atividade Paranormal 4 17:30 19:30 21:30 Hotel Transilvânia (3D) 13:30 15:30 Busca Implacável 2 17:50 20:00 22:00 O Diário de Tati 13:40 Ted 15:40 Até Que a Sorte Nos Separe 14:15 16:30 19:10 21:20


20

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

3268 6886 C

CLASSICorreio VAGAS DE EMPREGO: VAGAS PARA BALNEARIO CAMBORIU: COLABORADORES (hotel) – Atendente, recepcionista, camareira, copeira, cozinheira, aux cozinha e serviços gerais. COLABORADORES (restaurante) – Atendente, barman, garçom, chapeiro, copeiro, cozinheiro, aux. Cozinha e serviços gerais. SECRETARIO (escola idiomas) – C.675. Experiência função, recepção e atendimento ao público. ATENDENTE CONFEITARIA (shopping) – C.674. Conhecimento função, venda confeitos e doces. ZELADOR (condomínio) – C.648. Experiência função, serviços gerais, não oferece moradia. ELETRICISTA (eletrodomésticos) – C.668. Experiência função, assistência técnica e manutenção eletrodomésticos. COZINHEIRO (hotel) – Experiência na função e turno a combinar. AUXILIAR ADMINISTRATIVO (imobiliária) conhecimento função, auxiliar locação imóveis, atendimento, captação e administração locação, trabalho em equipe. AUXILIAR COZINHA (restaurante) – Experiência na função e turno a combinar. MASSAGISTA (estética) – Conhecimento na função. AUXILIAR DE LIMPEZA (restaurante) – Experiência na função e turno a combinar.

BARMAN (restaurante) – Experiência na função e turno a combinar. CHAPEIRO (restaurante) – Experiência na função e turno a combinar. COPEIRA (hospital) – Conhecimento função. AUXILIAR FARMACIA (hospital) – Conhecimento função. ESTAGIO EM ADMINISTRAÇÃO (hospital) – Cursando superior em administração (mín. quarto período), ambos sexos, das 8h as 14h ESTAGIO EM CONTABILIDADE (hospital) – Cursando superior em contabilidade (mín. quarto período), ambos sexos, das 8h as 14h ESTAGIO EM LOGISTICA (hospital) – Cursando superior em logística (mín. quarto período), ambos sexos, das 8h as 14h ENGENHEIRO FLORESTAL (empreiteira) – Experiência função, trabalhos regiões do Brasil. RECEPCIONISTA (hotel) – C.624. Experiência função, recepção, atendimento, reserva e venda via e-mail e telefone, bilíngüe intermediário, preferência masculino, segunda a domingo (folga semanal/1 domingo mensal). CAMAREIRA (hotel) – C.641. Experiência função, escala 6x1, das 7h30 as 15h30 (1 folga semanal). ANALISTA CONTABIL (contabilidade) – C.630. Experiência comprovada na função, análise balanço e plano de contas, elaboração e entrega DIPJ, DCTF e outras, isenção, apuração e compensação impostos.

VENDEDOR (loja) – C.623. Conhecimento na função. TÉC ELETRONICA (telefonia) – C.614. Experiência função, assistência técnica de produtos e micro componentes Apple. TELEMARKING (telefonia) – Conhecimento na função. LIMPADOR DE VIDRO (condomínio) – Conhecimento na função. DOMESTICA – C.595. Experiência na função, que goste de criança, que saiba lavar, passar, cozinhar, que tenha disponibilidade para morar no local de trabalho, de segunda a sexta. MONITOR ESTACIONAMENTO – C.391. Experiência na função, ensino médio completo, horário das 13h30 as 21h30. VAGAS PARA ITAJAI: DOMESTICA (casa) – C.675. Experiência função, serviços gerais. GARÇOM (restaurante) – C.583. Experiência na área, de segunda a domingo, 1 folga semanal. CHAPEIRO (restaurante) – C.582. Experiência na área, de segunda a domingo, 1 folga semanal. COPEIRO (restaurante) - Experiência na área, de segunda a domingo, 1 folga semanal. C.581. VAGAS PARA NAVEGANTES:

AGENTE DE VENDAS (seguros) – Conhecimento na função, informática e financeiro, venda interna e dirigida. VAGAS DIVERSAS OPERADOR ESCAVADEIRA Experiência na função, trabalho p/ estado do Pará, oferece alimentação e moradia. OPERADOR TRATOR ESTEIRA Experiência na função, trabalho p/ estado do Pará, oferece alimentação e moradia. OPERADOR SKIDER Experiência na função, trabalho p/ estado do Pará, oferece alimentação e moradia. MOTORISTA (caçamba) – C.592. Experiência na função, trabalho p/ estado do Pará, oferece alimentação e moradia. SEÇÃO OFERTA VAGAS AGENCIA DE EMPREGOS Sempre com uma boa oportunidade de trabalho para você. Cadastre-se! SEÇÃO OFERTA CANDIDATOS Recrutamento e Seleção de bons Profissionais. Consulte-nos! CONTATO: (47) 3366.8604 ou www.servempregos.com.br

VENDO TERRENO

ÁREA 5.200M2 LOCAL: SERTÃO DO TROMBUDO Rua: Antônio Oliveira Área de terra arborizada e com vista para o mar TRATAR: FONE (47) 9947.3206

LIDIANE

Cuido de crianças apartir de 3 anos de idade . Meio período ou período intregal CONTATO: (47) 9962.5429

CLASSICorreio

ANUNCIE AQUI!

Bem aventurado o homem cuja força está no Senhor - Sl. 84:5

COMUNIDADE EVANGÉLICA

IGREJA LUZ E VIDA Um lugar de paz e esperança!

Ministério Pastor Carlos e Pastora Neuza Cultos a partir das 19h30 Terças, Quintas, Sábados e Domingos e nas Quartas, após às 18h. Rua 418, esq. rua 412 A, Morretes . Fone: (47) 9161 8649

Livros Papelaria Revistas Jornais Fotocópia

Fone: (47) 3368 0185 Av. Nereu Ramos, 4062 - sala: 02 - Meia Praia email: cafeleituramatriz@terra.com.br


CorreiodoMUNICÍPIO

CLASSICorreio

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

21

3268 6886

CLASSICorreio

ANUNCIE AQUI!

CLASSICorreio

ANUNCIE AQUI! Ligue: 3268 6886

CLASSICorreio

ANUNCIE AQUI!

Rolamentos e Retentores

Av. Nereu Ramos, nº 505 – Centro - Itapema


22

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

CLASSICorreio

CorreiodoMUNICÍPIO

EDITAL DE USUCAPIÃO ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca de Itapema / 2ª Vara Cível Rua 700, nº 270, Várzea - CEP 88.220-000, Itapema-SC - E-mail: itapema.civel2@tjsc.jus.br Juíza de Direito: Andréia Regis Vaz Chefe de Cartório: Jussara Salete May Baratto EDITAL DE CITAÇÃO - USUCAPIÃO - RÉUS INSCRITOS EM LUGAR INCERTO E EVENTUAIS INTERESSADOS - COM PRAZO DE 30 DIAS Usucapião nº 125.11.007655-2 Autor: Rogério Antonio Pereira e outros Citando(a)(s):RÉUS AUSENTES, INCERTOS E DESCONHECIDOS Descrição do(s) Bem(ns):Imóveis: Um terreno urbano com a seguinte medida 1.494,50m², fazendo frente ao Sul com a Rua 700, ao Norte com Rua sem denominação oficial, ao Leste com terras de Valdemar João Manarick e a Oeste com terras de Ademir João Manarick., bairro Várzea, CEP 88220000, Itapema *. Prazo Fixado para a Resposta: 15 dias. Por intermédio do presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, bem como seu(s) cônjuge(s), se casada(o)(s) for(em), confrontante(s) e aos eventuais interessados que, fica(m) ciente(s) de que, neste Juízo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA(S) para responder(em) à ação, querendo, no lapso de tempo supra mencionado, contado do transcurso do prazo deste edital. ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285, c/c art. 319 do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es), com intervalo de 0 dias na forma da lei. Itapema (SC), 09 de outubro de 2012.

479

CERTIDÃO DE AFIXAÇÃO DE EDITAL Autos nº: 125.11.002823-0 CERTIFICO, para os devidos fins que, em data de 04/10/2012, nesta cidade e Comarca de Itapema, Estado de Santa Catarina, foi afixado no átrio deste Fórum, o edital a seguir transcrito: ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca de Itapema / 2ª Vara Cível Rua 700, nº 270, Várzea - CEP 88.220-000, Itapema-SC - E-mail: itapema.civel2@tjsc.jus.br Juíza de Direito: Andréia Regis Vaz Chefe de Cartório: Jussara Salete May Baratto EDITAL DE CITAÇÃO - USUCAPIÃO - RÉUS INSCRITOS EM LUGAR INCERTO E EVENTUAIS INTERESSADOS - COM PRAZO DE 30 DIAS Usucapião nº 125.11.002823-0 Autor: Antonio Martins de Melo e outro: Citando(a)(s):José Ribamar Pinheiro Frota, Itapema-SC e Adelina Ribeiro Frota, Itapema-SC Descrição do(s) Bem(ns):Lote 18 com 268,75m², Jardim Dois Irmãos, zona 3, Oeste da BR101, Alto São Bento,Itapema; frente de 12,50m, oa Norte, com a rua 900-B2; fundos mesma medida, ao Sul, com terras de Naor Elieser Vieira; Lateral Leste, com o Lote 19 e terras de Naor Elieser Vieira; Lateral Leste, com o Lote 19 e Oeste, com o Lote 17, medindo 211,50m em cada estrema. Prazo Fixado para a Resposta: 15 dias. Por intermédio do presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, bem como seu(s) cônjuge(s), se casada(o)(s) for(em), confrontante(s) e aos eventuais interessados que, fica(m) ciente(s) de que, neste Juízo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA(S) para responder(em) à ação, querendo, no lapso de tempo supra mencionado, contado do transcurso do prazo deste edital. ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285, c/c art. 319 do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es), com intervalo de 0 dias na forma da lei. Itapema (SC), 04 de outubro de 2012. O referido é verdade, do que dou fé. Jussara Salete May Baratto

CLASSICorreio (47) 3368 9768 . equipcar_itapema@hotmail.com Rua 408, n 535 . Morretes . Itapema . SC

ANUNCIE AQUI


CLASSICorreio

CorreiodoMUNICÍPIO

ALESSANDRA TERESA GOMES

(47) 9652 - 6889

OAB SC 29.577 . alessandrateresagomes@yahoo.com.br

Avenida Nereu Ramos, 2861 Sala: 03 e 04

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

CLASSICorreio

ANUNCIE AQUI

(47) 9695.6448 . 7814.6689 . 3368 9421

23


24

CorreiodoMUNICÍPIO

E dição 97 - 03 de novembro de 2012

Leia o artigo da Coluna Previdenciária, que comenta detalhes sobre o auxílio-acidente ADRIANO NOGUEIRA

>> Pág 14

Fim de ano chegando e com ele, as festas de formatura. Veja as dicas da fashionista Manoella Deschamps MODA

>> Pág 13

O cronista Juquita escreve sobre “A tal vida saudável”


ED97