Page 1

Exploração de Espaços Culturais

porto Edição CCB


Exploração de espaços culturais no Porto

Edição Centro Comercial Bombarda


01


Edição Centro Comercial Bombarda “É um centro com-

barda percebemos

2007, já conta com a

local podemos tam-

oportunidade para os

ercial mas não é um

que estamos num sítio

presença de várias

bém contar com

muitos portuenses e

‘shopping’”, esta é a

diferente e exclusivo,

lojas, cada uma “com

inaugurações nas

visitantes da cidade

descrição que mais

cruzando a moderni-

caráter muito próprio,

imediações do centro

conhecerem as expo-

se ouve deste local.

dade do espaço com

com o intuito conjunto

comercial, em cola-

sições de arte, ao mes-

Localizado perto das

apontamentos retro

de mostrar design na-

boração simultânea

mo tempo que as ruas

galerias mais conhe-

das lojas e uma ele-

cional, moderno arte-

com as inaugurações

são invadidas por in-

cidas do Porto,“depois

gância subtil com

sanato urbano e as

decorrentes na rua

tervenções artísticas,

de entrarmos no Cen-

uma atmosfera boé-

tendências menos

de Miguel Bombar-

com performances

tro Comercial Bom-

mia.” Inaugurado em

mainstream.” Neste

da, “uma excelente

originais e criativas”.

“O centro comercial

produção industrial

tintos, conseguidos e

percorrendo-o até

bombarda é paragem

em massa, como for-

aprofundados através

à saída, de maneira

obrigatória a qualquer

ma de assegurar a

de muita dedicação,

a compreendermos

apreciador das novas

qualidade única deste

cada uma tem muito

melhor este espaço.

tendências dentro

local. Existem poucas

para contar. Nesta edi-

do meio alternati-

lojas (menos do que

ção vamos explorar o

vo.” Não é um local

aquilo que seria es-

CCB, loja por loja, de

comum, de modo

perado num centro

uma forma geográfica,

geral, as lojas tentam

comercial), mas, com

a partir da entrada

fugir do conceito de

os seus conceitos dis-

principal do Centro

02


“Caminhando pelo mundo encontrei o

Bombarda

ee descobri descobri um um monte monte de de


e delícias!” delícias!”


05


“Lojas que primam pela

diferença originalidade e

06


Índice

Centro Comercial Bombarda

pág 01

Aphia - Beleza e Cosmética

pág 13

Zareca’s Story

pág 21

Mùi Concept - Lojas de chás e complementos

pág 29

Águas Furtadas - portuguese design space

pág 37

Loja do museu do estuque

pág 45

Óptica Bombarda

pág 53

Loja Organii - Cosmética Biológica

pág 61

Cabeleireiro Hi! Hair identity

pág 69

Adorna Corações - atelier de joalharia

pág 77

Vertigo store - artigos do universo do cinema

pág 85

Pimenta Rosa

pág 93

Coisas d’Homem - moda e adereços de Homem

pág 101

Nail Art - Mariana Vieira

pág 109

Tia Lhú Açores - produtos dos Açores, sabores açoreanos

pág 117

Index Livraria

pág 125

Tash Vintage - Vestuario, adereços e objectos vintage

pág 133

My twins

pág 141

Magasin Lu - Produtos de autor

pág 149

Pensamentos Finais

pág 157

Webgrafia

pág 160


Ao entrarmos pela

que na atual localiza-

entrada principal do

ção existe um maior

CCB, deparamo-nos

fluxo de clientes,

com uma montra com

ainda que as compras

vista exterior que,

sejam em menor

instantaneamente, nos

quantidade e valor.

convida a entrar, a

Tendo chegado à

Loja Ahpia. Nesta

relativamente pouco

loja podemos encon-

tempo a Bombarda,

trar vários tipos de

a primeira impressão

sabonetes, entre eles

desta loja sobre

sabonetes terapêuti-

o CCB é bastante

cos, feitos de produtos

positiva, tencionando,

naturais, assim como

portanto, prolongar

marcas que, usual-

a sua estadia por lá.

mente, não vemos

Ao contrário do que

num mercado mais

muitos pensam, não

convencional. O pú-

consideram o am-

blico que a frequenta

biente do CCB assim

é, maioritariamente,

tão calmo, no entanto,

feminino e de uma

abraçariam uma maior

facha etária mais

afluência de público

avançada. Este estabe-

na sua loja. Podemos

lecimento mantem-se

dizer que esta recente

há um mês no CCB,

aquisição do CCB está

embora anteriormente

em progressivo cresci-

estivesse localizado

mento e incluindo-se

no palácio do freixo;

bastante bem no am-

quando questionados

biente do mesmo.

acerca da mudança os donos dizem estar bastante satisfeitos, já


15


“Cada sabonete é

único

, tem um certo

charme

16


“Uma boa forma de

reciclagem


À primeira vista, e

nos fazer querer fugir

sem um olha particu-

antes de ter vontade

larmente atento, não é

de vomitar! Realçando

imediatamente per-

outros as-petos posi-

cetível o que a loja

tivos, o que diferencia

vende; vemos toalhas

esta loja das outras

e começamos por as-

marcas de sabonetes é

-sociar a ambiêcia a

a utilização de ingre-

um spa, mas depois

dientes naturais; este

de a visitarmos cons-

aspeto aliado ao design

tatamos que há à

e à estética da criada

venda uma excecio-

em torno do produ-

nal gama de sabone-

to fazem com que

tes. Por ser recente,

este lugar se integre

o estabelecimento

na perfeição no

não tem ainda o seu

conceito do CCB.

logótipo bem localizado, dificultando assim a identificação da loja através do nome. À parte disso, existe uma fantástica gestão dos aromas, cuja combinação, ao contrário do que frequentemente acontece noutras lojas, cria uma fragrância agradável, que nos convida a permanecer lá por mais tempo, em vez de

20


A loja que se segue,

género de mercado,

Zareca’s Store, vende

onde “o lixo de uns

artigos em segunda

pode ser o tesouro

mão, maioritariamen-

de outros”. A lojista

te roupa, sapatos e

gostaria de um espaço

acessórios; encon-

maior para a loja, no

tram-se também

entanto, teme que

disponíveis algumas

isso fosse retirar o ar

peças novas.

aconchegante, típico

Apesar da sua grande

deste espaço.

variedade de escolha,

Com produtos difíceis

que abrange todas

de encontrar em qual-

as idades e géneros,

quer outro local, esta

este estabelecimento

loja de usados con-

gostaria de ter uma

segue, não só, oferecer

maior fluência de

uma moda atual,

pessoas, pois já teve

mas também, combi-

mais público do que

nar na perfeição a sua

aquele que tem hoje.

oferta com o incomum

Ainda assim, dizem

espaço que pretende

aprovar o ambiente

ser Bombarda.

do Bombarda. Mantêm-se já há seis anos, num mundo rodeado de roupa de todo o tipo e feitio, desde óculos retro a muitos, muitos casacos e sapatos. A loja tem um estilo muito próprio e segue a velha norma deste


23


“Adoro

os vestidos”

24


“Assusto-me

sempre

com os gatos, parecem

reais�


Nesta loja, entre os

característico do local

aspetos negativos,

onde se encontra; a

podemos realçar a fal-

decoração é adequada

ta de organização, que

e apelativa dando a

torna a loja confusa

entender o conceito da

e dificulta a escolha

loja recorrendo apenas

dos artigos. Devido à

a estímulos visuais.

quantidade excessiva de roupa para o espaço existente, torna-se difícil visualizar e, por consequência, optar entre as peças expostas; o preço algo excessivo dos artigos também seria uma situação a repensar. Apesar disso, para uma loja de usados, as peças que encontramos são bastante atuais e todas se encontram em bom estado, sem o cheiro característico a que estamos habituados numa loja deste género. O ambiente, embora apertado, é acolhedor, dando o toque perfeito para que seja

28


Dentro da sua recria-

chás originais, uma

ção estética de influên-

oferta distinta daquilo

cia asiática, esta loja

que encontramos por

de chás atrai todo

norma no supermerca-

o tipo de públicos.

do, talvez devido a

Trata-se de uma loja

esse fator o estabele-

dedicada, “convida-

cimento chegue a ser

-os a experimentar e a

procurado por perso-

deliciar os seus chás e

nalidades conhecidas.

tisanas com diferentes

Mantêm-se há cerca

gostos e perfumes,

de 3 anos no CCB e

atualmente 120 varie-

tem uma decoração

dades, dos quais 20

muito convidativa.

biológicos. Na loja

“Em vietnamita, Mùi

da Mùi podem ainda

significa perfume”,

descobrir artefactos,

todos os chás têm um

selecionados no res-

cheiro característico,

peito do ambiente

está também dis-

e do trabalho dos

ponível uma amostra

artistas e artesão do

para cada um deles,

Vietname, e de outros

para que os clientes

países vizinhos.”

possam livremente

Tendo mudado de

cheirar e ver a tex-

local recentemente, de

tura e ingredientes

uma outra loja dentro

que os compõem.

do próprio centro comercial, encontra-se satisfeita com a mudança. Assume-se como um dos melhores sítios no Porto para se encontrar


31


“Em vietnamita,

Mùi perfume significa

32


“HĂĄ uma

grande

variedade de produtos, todos eles

originais

,


sinto que estou a comprar uma coisa com

valor

.�


É uma loja bastante

conceção se encontra

acolhedora, no entan-

muito bem concebida

to, a decoração bem

e de fácil manusea-

escolhida é também

mento. Se existe al-

um pouco confusa

gum aspeto a apontar,

no que toca à clareza

terá de ser a falta de

e visualização dos

qualidade do logótipo

produtos. Ainda assim

da marca, apesar de

estes são bastante

visualmente equili-

interessantes e a um

brado há um grave

preço acessível.

problema de legibili-

As composições das

dade, a palavra Mùi é

montras são frequen-

frequentemente con-

temente muito origi-

fundida por “Mini”,

nais e apelativas. É um

levando a dificulda-

dos melhores sítios,

des de pesquisa, e

como já foi referido,

consequentemente,

para se encontrar chá;

prejudicando a sua

facilmente podemos

divulgação e publici-

constatar que os co-

dade. Por todos estes

merciantes gostam

motivos apontados,

daquilo que vendem

podemos considerar

e estão bastante bem

esta loja como uma

informados em rela-

das melhores entre a

ção aos seus produtos,

oferta deste centro.

sempre prontos para esclarecer qualquer tipo de questão. É uma das poucas lojas em Bombarda com o seu próprio site, cuja

36


Esta loja é uma das

que a maioria dos

mais confusas dentro

seus produtos são

do CCB, essa confusão

objetos típicos tradi-

está, de alguma for-

cionais portugueses.

ma, bem organizada. O amontoado de produtos é algo característico desta loja, aqui podemos encontrar produtos artesanais, caracterís-ticos da cultura tradicional portuguesa, objetos decorativos, ilustrações, peluches, entre muitas outras coisas. Os preços são um pouco elevados mas a qualidade dos mesmos acaba por justificar esse mesmo valor. Encontra-se bem localizada dentro do centro comercial, tendo em conta aquilo que vende; poderia também vir a ter sucesso comercial noutro tipo de ambiente, como por exemplo, numa zona turística, já


39


“As carteiras são muito

originais

40


“É o melhor sitio para escolher

acessórios


É uma loja algo desorganizada. As funcionarias estão, na maior parte do tempo ocupadas, mas os produtos vêm-se com facilidade, sem ajuda. Neste desalinho de produtos a desordem ganha ordem, a decoração transmite conforto, os objetos têm o dom de nos deixar a pensar, e devido à variedade excessiva acabamos por nos deixar levar...

Um ótimo sítio não só para prendas originais, bem como para inspiração para projetos próprios.

44


“Fundada em 1989,

vende esculturas

privilegia a experiên-

originais e de autor,

cia das artes & crafts

tem até pessoas a

nacionais, matérias

oferecerem peças de

naturais e recicláveis.

família para ficar na

Depositária das cole-

coleção, tudo isto a

ções do Museu do

preços acessíveis. A

Estuque, a CRERE

loja mantém-se há

oferece-lhe a oportu-

cerca de quatro anos,

nidade de ter uma

é um lugar sossegado,

peça assinada, com

não gosta da confusão

alma e história. Com

dos dias de inaugu-

este recurso, a CRERE

ração. Curiosamente,

investe na manuten-

o tipo de público

ção e divulgação da

mais frequente na sua

coleção a partir da

loja não são apenas

criação de objetos e

artistas e apreciadores

serviços únicos que

de arte, há um grande

valem por si, com

número de interessa-

função decorativa e

dos dentro do público

utilitária. Maximizan-

convencional.

do o conforto físico

Esta loja insere-se na

e sentimental dos

empresa CRERE, uma

espaços; edições e

empresa que “cria

projetos com poten-

parcerias com arquite-

cial emocional que

tos e designers para

combinam o patrimó-

satisfazer as necessi-

nio cultural com as

dades únicas de cada

tendências de interio-

cliente e cada espaço.”

res mais atuais.”

É das lojas que mais

Uma das lojas mais

nos chama a atenção

únicas do Bombarda,

no centro comercial,


com um ambiente teatral, aproveita os próprios produtos para a decoração da loja, um ótimo método de publicidade.


47


decorativas

“Ótimas peças

48


“A CRERE alia a

tradição ecologia design ,

a

eo


e dá-lhe a autenticidade e a exclusividade das peças do Museu do Estuque”


É uma loja bastante

exterior de bombarda.

convidativa, tem uma

O site que nos apre-

decoração teatral,

senta é também de

dramática, com o

fácil navegação, dan-

seu contraste de cor

do automaticamente

e sombras é perfeita

a entender o concei-

para a exibição das

to da loja, apesar de

esculturas que vende.

por vezes ter erros

Esculturas estas que

de abertura, é uma

se encontram per-

ótima fonte de apre-

feitamente expostas,

sentação deste espaço.

dando uma facilidade de observação superior em relação a qualquer outra loja de bombarda.

Os preços das peças são bastante convidativos tendo em conta a área em que se encontram inseridos, trata-se de produtos de qualidade, cada escultura está proporcionalmente esculpida notando-se uma habilidade e talento único. Encontra-se bem localizada mas também poderia funcionar na zona

52


Uma das óticas mais

Uma loja de ideias

alternativas do Porto,

independentes, em

esta loja apresenta-nos

nada se compara a

uma grande variedade

uma ótica vulgar.

de óculos, óculos estes

Conta-nos um

que não conseguimos

funcionário da loja

encontrar em qual-

que, certa vez, um

quer outra lado, “idea-

cliente gostou tanto

lizou-se uma loja que

dos óculos que este

teria como missão dar

estava a usar (sendo

respostas inovadoras a

os óculo da própria

um nicho de mercado

loja), que acabou por

constituído por pes-

ter de os retirar para

-soas que gostam de

venda! “Acreditamos

marcas alternativas

que ‘experimentar’

e que não se reveem

uns óculos ou vários,

nas marcas de massa”,

deve constituir uma

diz Mariana Tavares

experiência divertida.

numa entrevista para

Por exemplo, poder-

a LookVision, “ao con-

mos por na cara uns

trario do que já acon-

óculos completamente

tece no caso da roupa

inesperados para o

ou dos acessórios de

nosso tipo de rosto, só

moda, as óticas estão

pelo prazer de o fazer,

ainda ainda muito

é em si uma experiên-

‘coloniza-das’ pelas

cia maravilhosa...

grandes multina-

Mesmo que no fim

cionais que pura e

não compremos esse

simplesmente ditam

modelo, obviamente.

as suas regras einsti-

É esta liberdade

gam a um clima de

que nós queremos

receio no mercado”.

proporcionar dentro


da loja. De resto, e

ainda vamos ouvir

devido a esta filosofia,

falar muito sobre

temos muitas pessoas

esta ótica no futuro,

que entram na ótica

“inclui-se mas galerias

não na condição de

de arte circundantes

clientes mas quase de

na perfeição”.

visitantes, porque não se sentem obrigados a comprar aquilo que experimentam.” Mantêm-se já há 7 anos no CCB, com uma maioria de público jovem. Consideram que o ambiente calmo e alternativo de Bombarda é o que o torna único, no entanto, não se oporiam a mais fluência de público. Estão bastante satisfeitos com a loja atual e até tencionam abrir uma nova “fora dos circuitos normais do comércio (...) o local certo, aquele lugar que nos maravilhe e faça desejar estarmos lá”. Sendo uma loja essencial no CCB, até das mais conhecidas,


55


inovadores

“Originais e

�

56


sem igual

“Uma óptica


Uma loja com uma

duzidos em massa

decoração simples e

que encontramos em

limpa, leva-nos até

qualquer outra ótica.

ao produto com uma

“Acreditamos que o

grande facilidade, ain-

setor ainda tem muito

da que com um toque

para crescer, principa-

de originalidade;

lmente, em projectos

com montras únicas e

que respondam a

toques humorísticos,

nichos de mercado

atraem-nos para o

específicos e que satis-

interior como uma

façam a necessidades

criança é atraída por

muito concretas. Por

um doce. Têm uma

outro lado, achamos

boa exposição dos

que ainda há espaço

produtos, uma fácil

para projetos inovado-

leitura e apreciação,

res de mono marca ou

com a única desvanta-

até mesmo para proje-

gem de haver falta de

tos de atendimento ao

espelhos, ainda que,

domicílio com uni-

com a pouca afluência

dades móveis (como

de pessoas o espelho

já acontece com suces-

que apresenta acaba

-so nos EUA)”. Esta

por ser suficiente.

loja possui ainda um

O atendimento é

blog onde atualiza as

excelente, com funcio-

novidades de stock,

nários interessados,

novas tendências ou

simpáticos e informa-

exposições, dentro do

dos na área. Um ótimo

tema ótico.

sítio para ter um look original e diferente dos produtos pro-

60


Se há loja de produtos

que se enraíza num

biológicos é esta! Ape-

modo de vida mais

sar de uma maioria

saudável e de respeito

de clientes feminino

por nós próprios e

este é também um

pelo ambiente que nos

local para pessoas

rodeia”. O conceito

que passaram por

desta loja baseia-se

doenças oncológicas

no que há de natural,

ou dermatites, já que

“agricultura biológi-

aqui podem encontrar

ca, sem pesticidas ou

opções adequadas a

herbicidas porque

cada caso. É uma loja

para ter uma pele bo-

informada que possui

nita, basta estimular

uma grande variedade

as suas capacidades

de produtos. Curio-

naturais. Na OR-

samente, os produtos

GANII, oferecemos

menos procurados

produtos que a pele

são os faciais, vendem

entende”.

mais os produtos da

Acreditam que cada

marca ILA por ser

pele é única e cada um

considerada mais

merece um tratamen-

“chique”. Aqui são

to diferente, a sua

também realizadas

missão é encontrar o

palestras, convívios e

produto perfeito para

mostras de produtos.

o nosso tipo de pele,

Através do site da loja

com a ajuda de um

conseguimos obter ai-

atendimento persona-

nda mais informações.

lizado do vendedor.

Este foi um “projeto

É uma loja ecológica,

familiar fundado em

“a utilização dos nos-

2009 por duas irmãs,

-sos produtos de bele-

Cátia e Rita Curica,

za significa respeito


por si e pela natureza. Na ORGANII, enquanto trata do corpo, cuida do planeta.�


“A

63

natureza Nós pensou em tudo.

tratamos do resto.”


64


“A ORGANII procura trazer até si o que de melhor se produz na

cosmética biológica

actual.”


Para uma das primei-

optam por produtos

ras lojas de produtos

mais comuns mas com

biológicos, há uma

um preço mais aces-

organização louvável,

sível. A decoração da

as funcionárias da

loja é muito bem or-

loja estão muito bem

ganizada e apelativa,

informadas, somos

a montra é atualizada

atendidos de uma

frequentemente e há

forma muito profis-

uma grande variedade

-sional e informativa,

de produtos, desde

nota-se uma grande

champô para cães até

preocupação no

aftershave para ho-

atendimento, sendo

mem. O site apresen-

este personalizado;

tado está muito bem

mesmo que não haja

organizado, dá-nos

uma possibilidade de

a possibilidade de

compra por parte do

fazer compras online

visitante a funcionária

e explica com clareza

não perde o gosto

tanto o conceito como

de ensinar para a

a produção e origem

certeza de uma visita

dos produtos. Sem

futura. A apontar

duvida, uma das lojas

temos apenas o preço

mais interessantes e

exagerado de alguns

organizadas do CCB.

produtos, obviamente que há um objetivo de valorização, mas as vendas acabam por diminuir, apesar dos ótimos produtos apresentados, muitos

68


Aqui encontramos

corte pode variar, é

um cabeleireiro fora

com certeza um local

do vulgar, dedica-

para quem gosta de

do às pessoas mais

novas aventuras.

originais, neste estabelecimento apenas podemos comparecer com marcação prévia! Temos direito a música, revistas e boa conversa. Podemos ainda comprar champôs feitos de produtos naturais que são utilizados no estabelecimento. Um ótimo sítio para uma mudança radical ou para uma ocasião especial; muitas noivas confiam nestes especialistas para melhorar o seu dia especial, para além de arranjar o cabelo também é possível ter uma aplicação profissional de maquilhagem. Um cabeleireiro unissexo que perma-nece no CCB há 4 anos, num sítio onde o gosto do


71


“O

profissionalismo

e o bom gosto da Rute ajudou imenso�

72


“Há anos venho aqui, nunca sai insatisfeito!

Recomendadíssimo!


É o sítio ideal para um corte radical, mas com certas instabilidades. Há pessoas que ficam fãs ao ponto de o tornarem o seu cabeleireiro habitual, mas há também outros casos de pessoas descontentes com o resultado. Há um sistema de macação para que os atendi-mentos sejam personalizados e uma conversa prévia para a certeza do resultado,

mas, por vezes, há falhas na comunicação, ou talvez uma falta de visão do cliente, por vezes aquilo que funciona num modelo não resulta na pes-soa em causa. De forma geral, há vários comentários positivos acerca do atendimento da loja, sendo esta uma das que contribui para a variedade e unicidade do CCB.

76


Pela primeira vez de-

que lhe agradeceu

paramo-nos com uma

pelo anel. Para além

loja que se desloca,

de peças originais

ligeiramente, do con-

podemos também

ceito, do CCB, neste

encontrar expostas

local encontramos não

obras de artistas que

uma loja mas uma

Estefânia admira.

galeria. Aqui temos

Estas peças originais,

sempre o mesmo tema

joalharias contem-

de decoração, paredes

porâneas e de arte,

limpas e brancas que

que chegam a ser

são decoradas com

peças de museu,

as obras da artista

são a especialidade

Estefânia Almeida.

desta galeria. Uma

Cada exposição tem o

galeria que, apesar da

seu conceito sendo na

calma que transmite,

maioria trabalhos de

tem muitas histórias

joalharia e fotografia

para contar, com

expostos para venda,

exposições rotativas

ou apenas para apre-

e inaugurações, é de-

ciação, sendo também

cididamente uma das

possível, se for o caso,

“lojas” que nos salta

trabalhar em algo com

mais à vista no CCB.

a artista. Estefânia conta-nos de um caso de um francês desesperado por um anel de noivado que a artista rapidamente improvisou, tendo sido posteriormente visitada pela noiva


contemporânea

“Combinado de joalharia

com galeria de fotografia”

79


80


“A Estefânia tem sempre uma

história fantástica

para contar”


Com uma decoração simples, destaca-se bem ao lado da Loja Organii, uma galeria rodeada de lojas tem um bom realce, mas talvez estivesse mais bem localizada na rua do Bombarda e não no centro comercial. As peças são únicas, cada uma com o seu significado, porém, os preços, de modo geral, são bastante elevados. Deveria haver também

uma melhor leitura do conceito da loja, à primeira vista não atingimos o conceito de galeria, nem compreendemos de forma imediata o produto que está à venda. Apesar disso, a artista sabe explicar bem o seu trabalho, as peças são interessantes e bem executadas e o trabalho de curadoria bem adaptado.

84


Continuando na nossa exploração pelo CCB, deparamo--nos com uma loja repleta de elementos cinematográficos. A Vertigo Store é uma loja onde podemos encontrar desde posters a bonecos de ação, assim como vários produtos no campo do cinema, da arte, música, design, literatura, anime, comics, vídeo jogos, temas vintage, retro, entre outros. Uma loja onde o cinema é o elemento principal, temos uma grande variedade de produtos, é o sítio perfeito para uma prenda original ou uma boa decoração de parede. Está há 6 anos no CCB, o seu local perfeito, em que qualquer outro local se integraria melhor?


87


“A melhor loja para quem é um verdadeiro fã de

Cinema

88


Interessante, original, criat

“


tivo, humoristico...

Perfeito para prendas�


Cinema, música, arte,

Esta loja tem também

é o que envolve toda

um site que nos dá a

esta loja. Assim que

possibilidade de fazer

entramos somos de

compras online, estas

imediato absorvidos

vendas chegam a ser

pelo ambiente cinema-

mundiais.

tográfico, os variadíssimos cartazes e objetos que não imaginávamos existir, transladam-nos para outra dimensão. Os preços são acessíveis, dependendo do produto. O atendimento deixa um pouco a desejar, mas com produtos tão originais como estes não se torna algo relevante. Podemos ainda encontrar produtos de decoração, tudo dentro do mesmo conceito de originalidade. A decoração da loja está muito bem pensada, ainda que a confusão dos produtos possa tornar difícil a sua leitura.

92


O café mais famoso de

das pelos corredores

Bombarda e arredores,

do centro comercial.

Pimenta Rosa. Com

É definitivamente a

um recente aumento

loja mais conhecida

a nível de espaço e

do CCB, em dias de

dentro do ambiente

inauguração é das

alternativo do Bom-

mais frequentadas,

barda, esta cozinha

e em dias normais

atrai todo o tipo de

tem sempre uma

públicos. O bolo de

grande afluência de

chocolate é falado por

pessoas. Não seria de

todos e é o que parece

admirar a expansão

atrair mais clientes.

desta loja para outros

Para além de bolos

locais e mercados.

também são servidos almoços, pizzas, quiches, e, durante o tempo quente, podemos ainda experimentar gelados, chás gelados, entre outras coisas. É um café aco-lhedor que se mantém no CCB há seis anos; bem decorado e com os melhores cozinheiros da zona. Temos ainda acesso a uma zona de esplanada, sendo também possível ir para as mesas coloca-


“É o

95

melhor

bolo de chocolate do Porto!”


96


“O ambiente é

relaxante

, óptimo para um bom lanche”


É uma loja muito movimentada, apesar disso conseguem manter o ambiente calmo típico do CCB, mas de forma bastante frequente há falta de lugares para todos os clientes e há uma necessidade de ir para o exterior da loja. No verão, na zona da esplanada há uma excessiva presença de pombas e gaivotas, que constantemente

tentam atacar os pratos, comprometendo a higienização do espaço. Ainda assim, apesar da instabilidade da qualidade, a comida é deliciosa, o atendimento eficiente e o resultado duma visita a este estabelecimento é maioritariamente positiva.

100


Localizada na

executar as ideias

primeira esquina

dos próprios clientes.

do CCB, a Coisas

Mantêm-se há 4 anos

D’Homem é das lojas

no CCB, curiosamente

mais dinâmicas.

possui um “espaço

Com vidro a rodear

de leitura”, onde os

todo o seu perímetro

acompanhantes femi-

não há nada que ela

ninos, ironicamente,

nos esconda. Aqui

descansam enquanto

podemos encontrar

os homens exploram a

“um leque de opções e

loja. Com uma “vasta

novos acessórios que”

gama de acessórios

transmitem “exclu-

e vestuário que pas-

sividade e qualidade”,

-sa pela confeção

camisolas, sapatos,

de artigos de marca

todo o tipo de roupa

própria, bem como

possível e imaginária

pela representação

para homem. “São

de marcas exclusivas

os pormenores que

nacionais e internacio-

constituem as grandes

nais. Todas as peças

personalidades,

de marca própria são

refletindo-se nos aces-

únicas”, uma loja que

-sórios escolhidos pela

não se vê usualmente

pessoa para acompa-

no mundo comercial,

nhar o seu visual.”

é uma ideia que po-

Uma loja com um

de revolucionar a

público maioritaria-

ideia de ir às compras

mente masculino, “as

para os homens.

avós ou namoradas às vezes também aparecem”, tem também a possibilidade de


103


“Para que o homem moderno se sinta

exclusivo

104


“A pensar no Homem que é um verdadeiro camaleão do quotidiano e só se contenta com

quali


idade e originalidade

�


Com uma excelente

tração do companhei-

decoração, esta loja

ro é algo que todas as

atrai facilmente os

lojas deveriam ter, o

clientes. As montras

comprador sente-se

estão em constante

menos pressinado e

mudança sendo sem-

pode acabar a com-

pre apelativas, pois

prar mais do que

despertam facilmen-

compraria se o acom-

te a curiosidade do

panhante estivesse a

espetador. É uma loja

aborrecer-se na loja.

destinada a homens,

O site que apresenta

mas limitada a um

contem bastantes

certo estilo; numa

erros de hiperligação,

tentativa de originali-

mas a variedade de

dade, as peças apre-

páginas, Facebook,

sentadas são diferen-

Twitter e um blog

tes do que podemos

acabam por compen-

encontrar em lojas de

sar a falha. É defini-

produção industrial

tivamente o melhor

e a possibilidade de

local para esta loja,

ser o cliente a criar o

integra-se na perfei-

produto revoluciona

ção com o ambiente

bastante o termo de

do Bombarda.

“pronto a vestir”. Os funcionários são muito simpáticos e ajudam à orientação para quem é novo neste conceito. A ideia de haver um espaço para descanso e dis-

108


Para nossa surpresa,

não é possível consul-

após uma jornada de

tar ou perceber exata-

lojas revolucionárias

mente o tipo, ou estilo

e completamente à

de trabalho realizado.

parte do que estamos

É algo demasiado

habituados, depara-

comum para o CCB?

mo-nos com algo

Talvez, mas também

familiar, uma loja de

há que admitir que

tratamento de unhas.

manicure pode ser um

Há um choque inicial

tipo de arte, dentro da

com esta loja, mas esta

sua banalidade pode

comerciante não tem

ser algo alternativo.

qualquer problema com clientes; mantém-se no estabelecimento desde que este centro comercial abriu, há cerca de seis anos, tem apenas como desejo uma remodelação da loja, mais cor, melhores condições sanitárias, etc. Afirma estar bem localizada, mas gostaria de ter mais fluência de pes-soas, ainda assim gosta do ambiente calmo característico do Bombarda. Não existe um catálogo de apresentação, logo,


111


Adoro

arranjar aqui as minhas unhas”

112


“Costumo vir aqui com frequência e sou sempre

bem atendida


É realmente estranho

vir a esta loja em vez

uma loja tão comum

de qualquer outra, ao

como uma manicure

contrário das outras

se encontrar no CCB,

lojas do CCB é algo

a decoração é muito

que é possível encon-

vazia, mas certamente

trar noutros locais.

não passa despercebida. Esta diferença é o que, de certa forma, a torna popular, analisando bem, este destaque pode servir como publicidade, ainda que isso implique a deslocação do cliente ao local, para que esta tenha efeito. O logótipo deixa muito a desejar, numa primeira leitura há uma confusão do “v” com um “k” devido aos adornos utilizados como pétalas. Deveria haver um catálogo de apresentação do trabalho realizado pela esteticista, não há nenhum site ou publicidade exterior que nos faça querer

116


De seguida, a dividir

e alguma investigação,

a loja, encontramos

Luísa chegou à fórmu-

Tia Lhú, uma loja de

la certa. Passou algum

produtos açorianos

tempo a pesquisar nas

fundada por dois

ilhas açorianas sobre

arquitetos que se far-

os doces típicos, tradi-

taram do desemprego

cionais e conventuais,

e decidiram pegar em

suas origens, história,

receitas e recriá-las,

raízes e modos de

tudo com o espírito

confeção, sobretudo

de representar a gas-

a partir de entrevistas

tronomia e doçaria

e relatos orais das bo-

do arquipélago dos

leiras locais. “Foi

Açores. “A minha

difícil fazer as reco-

infância sempre foi

lhas de algumas re-

muito ligada à terra.

ceitas, porque havia

O meu pai era pro-

quem não quisesse

dutor de leite e agri-

desvendar segredos.

cultor. A realidade

Mas com perseveran-

insular está-me na

ça consegui. Treinei

massa do sangue. A

muito em casa, pes-

cozinha e a doçaria foi

quisei, experimentei e

uma espécie de neces-

hoje tenho as minhas

-sidade de compensar

próprias medidas.”

as saudades de casa,

Durante um mês,

das receitas da mi-

todos os dias ia aper-

nha mãe e da minha

feiçoando as receitas.

avó”, explica Luísa,

E assim nasceu a

in Diário de Noticias.

marca Tia Lhú, uma

“Depois de muita

onomatopeia da for-

prática autodidata na

ma carinhosa como os

cozinha, perseverança

sobrinhos açorianos


tratam Luísa, com a

sendo as encomendas

pronúncia caracter-

possíveis, apenas,

ística que fecha o «u»

para um máximo de

num som próximo

vinte e cinco pessoas.

de «ü». “O nome que

Sem dúvida o conceito

acaba por evocar as

da loja se enquadra

minhas raízes, pelo

no ambiente do CCB,

sotaque.” Passados

porém, talvez fosse

quatro anos do iní-

benéfico uma mudan-

cio da aventura, o

ça de localização, uma

desafio foi conside-

maior fluência de pes-

rado ganho. Antes,

-soas só teria um re-

pouco ou quase nada

sultado positivo para

havia no Norte que

este café/restaurante.

divulgasse as raízes e cultura dos Açores, e o negócio acabou por ser um passaporte para a cultura das ilhas.” Esta evolução levou à procura por parte de outras empresas, “Vamos trabalhar com o Peter Café, que é originalmente dos Açores, e tem agora um espaço no Porto”, mantendo no entanto a sua produção artesanal, recusam-se a produzir de forma industrial,


119


“Trouxe as

memórias açucaradas

, os sabores da terra e do mar”

120


“Temos entusiasmo na divulgação daquilo que é o

‘cantinho perd


dido no meio do atlântico’


É pena que esta loja

supermercado e que

esteja dividida, par-

enriquecem qualquer

tilhar o espaço de

cozinhado. Através

restauração com um

do site da loja temos

espaço de leitura

também a possibili-

provoca uma certa

dade de encomendar

confusão para o espe-

a comida para o con-

tador. No entanto a

forto do nosso lar,

loja continua em cres-

tendo no entanto,

cimento, certamente,

como já foi referido,

no futuro, possuirão

um limite máximo

um espaço próprio. É

de 25 pessoas. Há

uma ótima ideia, não

uma grande varie-

só a nível turístico

dade de produtos,

como a nível cultural,

alguns vieram dire-

e é um excelente sítio

tamente dos Açores,

para os açorianos mo-

outros são confeciona-

radores no continente

dos pelos donos desta

que sentem falta da

empresa. Sem dúvida

comida de casa. Aliás,

uma loja que faz falta

não só os açorianos

no Porto, acabando

como qualquer pessoa

por aumentar o nível

ganha em conhecer

de cultura e variedade

este tesouro portu-

do CCB.

guês. A venda destes produtos tradicionais possibilita-nos também levar para casa aquele pedacinho da ilha, ou produtos que não são vendidos no

124


Ao lado do café/

leitura, tanto visuais

restaurante açoriano,

como auditivos, tendo

dentro da mesma loja,

ainda uma página de

podemos encontrar

Facebook que nos

a livraria Index. Um

atualiza dos produtos

lugar ideal para trazer

que podemos encon-

as crianças onde os

trar na loja. É uma

graúdos têm também

boa loja para o CCB,

direito a entretimento.

mas não nos apresen-

Com uma recente mu-

ta algo original para o

dança de local, ainda

mercado, isto é, li-

que dentro do CCB,

vraria Index poderia

esta loja atrai-nos com

integrar-se bem tam-

mais facilidade, já que

bém fora deste centro.

tem uma maior visibilidade pelo corredor do centro. Com pufes confortáveis que nos melhoram a leitura, brinquedos, jogos, essencialmente dedicados aos mais novos, esta loja tem muito para oferecer. Tem preços acessíveis e um ambiente que melhora a experiência da leitura. A livraria Index ainda nos proporciona um Tumblr onde publica vários artigos, dentro do tema da


“Estas

127

ilustrações

são sempre um encanto”


128


“Eu acredito que um

bom livro infantil

deve agradar a todas as pessoas


que nĂŁo perderam completamente a sua

alegria curiosidade e

na vida.�


É uma excelente

É também um ótimo

livraria. Os livros que

sítio para uma pes-

apresenta são bastante

quisa ilustrativa. São

variados, os brinque-

livros destinados a

dos não se encontram

adultos e crianças,

em qualquer outro

apesar de as crianças

sítio, e o ambiente

terem um maior foco.

provocado pela de-

Através da página de

coração é bastante

Facebook é possível

relaxante. O espaço

encomendar os seus

funcionaria bem me-

produtos, para todo

lhor sem a divisão da

o país. Realizam tam-

loja, a diferença de

bém encontros quinze-

conceitos de ambas

nais de apresentação

prejudica o ambiente,

de novos livros.

o visitante acaba sem-

Esta livraria dedicada

pre por visitar as duas

tem com certeza um

lojas distraindo-se de

bom futuro, ainda

algum objetivo em

que não seja impre-

concreto, não conse-

terível que isso acon-

guimos absorver por

teça dentro do CCB.

completo cada uma porque estamos ocupados a olhar para duas coisas distintas. O local de leitura poderia ser mais confortável, não tem muito espaço, quase que serve apenas para visitas rápidas.

132


Quase a chegar ao

chapéus a casacos,

final do centro comer-

tudo com boa quali-

cial, deparamo-nos

dade e a preços aces-

com uma das lojas

-síveis. “Artur admite

mais apelativas do

que há peças de valor

CCB, Trash Vintage.

mais elevado, mas

“É procurada tanto

o conceito não deve

por mulheres como

ser esse. As lojas em

por homens mas, cu-

segunda mão devem

riosamente, são estes

vender ‘pechinchas’,

últimos os clientes

principalmente em

mais frequentes. Com-

Portugal: ‘Vivemos

pram camisas ou bla-

num país pobre, onde

zers de corte “retro”

os ordenados são bai-

e, de preferência, com

xos. Se eu vou a Paris

padrões axadrezados

e compro vestidos a

ou floridos, refere

dez euros, por que é

Cidália Fernandes,

que hei de comprar

colaboradora na loja.

vestidos cá a 40 euros

Para além disso, os

em segunda mão?’”.

kilts têm-se vendido

É um estabelecimen-

muito, coisa que tem

to que gostaria de

surpreendido Artur

ter mais afluência

Mendanha, o dono.”

de público, porém,

Uma loja de roupa

está satisfeito com

em segunda mão que,

as condições atuais

apesar de confusa, nos

sentindo-se bem

atrai bastante pelos

integrado no Centro

seu preços baixos e

Comercial Bombarda.

pela sua decoração

“Dedicada à venda

vintage. Aqui vende-

de roupa e acessórios

-se de tudo, desde

em segunda mão de


estilo vintage, está desde 2009 ao dispor das amantes deste estilo. Este é um espaço repleto de artigos com histórias esquecidas no tempo e que anseiam viver novas aventuras.”


mistĂŠrio

“Nunca se sabe o que se pode encontrar, esse

135


é o que o torna apelativo”

136


solarengo

“Sugestões para ‘um

dia de Outono’!”


Apesar de se tratar de

rápida do espaço

uma loja de produtos

interior e da sua

em segunda mão, o

decoração atraente de

ambiente não é de

peças simples. Dentro

todo o típico ambiente

da loja, as peças

pesado e melancólico

estão sedutoramente

a que estamos habi-

expostas e existe um

tuados, aqui é pos-

espaço considerável

-sível explorar bem

de manuseamento.

as peças, em cada

Os preços acessíveis

canto há uma nova

são sem dúvida um

que não vimos numa

aspeto positivo, es-

primeira procura, é

pecialmente pelo

feito um constante

sítio em que se en-

apelo à curiosidade

contra localizado.

do cliente, já que cada

É sem dúvida um

peça exposta é única,

“achado” na cidade

não há repetições. É

do porto, uma das

uma loja onde nos

lojas mais interes-

sentimos imediata-

santes do CCB,

mente bem-vindos,

onde podemos não

também devido à

só renovar, como

simpatia da lojista.

complementar o nos-

A montra é, possivel-

-so guarda-roupa.

mente, o que mais nos chama a atenção no espaço, com uma cortina transparente de fios de retalhos que possibilita uma primeira impressão

140


Já no final do nosso

car... e acreditem, não

centro comercial,

é apenas mais um

encontramos uma loja

filho. Um filho a mais

de produtos infantis.

e ao mesmo tempo faz

Pelo nome dá-nos logo

toda a diferença. Não

a entender a quem

consigo imaginar o

mais se destina — gé-

que será ter trigémeos

meos. É uma loja de

e mais, mas sinto uma

produtos para bebés

admiração sem limites

e crianças, criada por

por essas súper mães

uma mãe de gémeos,

e súper pais.”

“My Twins foi um

Nesta loja consegui-

sonho que se tornou

mos encontrar o que

realidade. Os respon-

qualquer pai precisa,

sáveis para que esta

não é apenas uma loja

ideia nascesse e ga-

pensada para gémeos,

nhasse forma foram

é orientada para todo

o Hugo e o Dinis, os

o universo infantil,

meus gémeos, que

aqui encontramos

foram o melhor pre-

desde arrumação a

sente da minha vida.

brinquedos e, ou até

Eles foram a minha

candeeiros. No site

principal inspiração, e

da loja conseguimos

como esta ideia já me

também aceder a sites

tinha saltado à mente,

aconselhados pela

achei que não podia

proprietária do estabe-

perder mais tempo e

lecimento, que ajudam

meti mãos à obra. As

a orientar os pais; na

mães de gémeos têm

página de Facebook

necessidades específi-

são também partil-

cas. É tudo a dobrar,

hados vários links

triplicar, quadrupli-

sobre o tema. Esta


loja conta com a visita tanto de pais como de amigos ou avós que procuram algo para oferecer, “por vezes alguns pais compram produtos por acharem que vão ter gémeos, antes mesmo de terem certezas”. Mantêm-se nesta loja individual há 1 ano, tento estado anteriormente numa das lojas partilhadas do CCB. Um lugar adorado pelo publico infantil e pelos pais satisfeitos, algo diferente do resto, apesar de ser algo que também funcionaria fora do CCB, é uma loja que, sem dúvida, contribui para a variedade de público neste centro.


“A oferta prima pela

143

funcionalidade

, nĂŁo


o esquecendo a

componente estĂŠtica.

�

144


“Este é um espaço

pequenino

,

que pretende ser


um

mundo

,

para pais de gÊmeos ou mais.�


Um lugar acolhedor,

para pais principian-

sente-se logo o ambie-

tes. É uma loja bem

nte acriançado, ainda

organizada, o facto de

que sem aquele toque

ajudarem não só com

incoerente e infantil,

bens materiais mas

com falta de profissio-

com conhecimentos é

nalismo que muitos

algo que a torna bem

estabelecimentos di-

diferente de qualquer

recionados a crianças

outra loja de produtos

têm falta. Quando

infantis, integrando-

o publico destinado

-a bem no ambiente

são crianças costuma

alternativo do CCB.

haver uma falta de preocupação neste aspeto, mas sendo esta loja o caso. Há uma grande variedade de produtos, bem organizados e expostos na loja, sendo fácil identificar a zona, caso estejamos à procura de algo em especifico. Disponibilizam-nos também um site onde temos a possibilidade de fazer compras online, ou simplesmente saber o que vendem, podendo também ter acesso a sites de ajuda

148


Na ponta deste centro

que apresenta torna

comercial temos a últi-

esta loja integrável em

ma loja, Magasin Lu.

qualquer outro local.

Aqui podemos encon-

Ainda assim, é das lo-

trar vários produtos

jas mais interessantes

de autor, desde roupa

dentro do CCB.

a peças de decoração, todas elas originais e criativas. “Perguntam muitas vezes se sou a artista. Esta loja não é uma galeria; Tem produtos de designers e tudo o que é bom tem possibilidade de cá estar. Só sou artista a receber bem as pes-soas”. A proprietária está muito satisfeita com a sua loja, embora gostasse de ter a possibilidade de a expandir para o exterior, de modo a aumentar o conhecimento e ter acesso a mais produtos novos e originais. Permanece no CCB há 4 anos, este espaço parece encontrar-se no sítio perfeito, mas a variedade de produtos


“O sitio é que é um

151

mistério

, vocês têm que o descobrir”


152


receber

“Só sou uma artista a

as pessoas”


É o final perfeito para

web, sendo que os da-

o centro comercial,

dos que encontramos

toda a sua decoração

são os do blog do CCB,

está bem organizada,

direcionado às lojas

ainda que com um

no geral, o que acaba

estilo descontraído.

por não dar nenhum

Os produtos apresen-

destaque ao espaço.

tados são todos úni-

Independentemente

cos, nunca sabemos ao

disso, dentro do con-

certo o que podemos

ceito artístico e único,

encontrar. Esse factor

e com produtos que

tanto pode ser posi-

prometem a inveja de

tivo como negativo,

muitos, é uma das me-

mas, mesmo sem essa

lhores lojas do CCB.

clara distinção, conseguimos apreender um estilo e os produtos mais gerais, tais como roupa, acessórios ou elementos decorativos, tudo com a variante do artista ou autor do objecto. Podemos, então, certamente contar com uma compra única. Um aspecto negativo a apontar é a falta de um site próprio, não há uma facilidade de pesquisa da loja na

156


Pensamentos finais Após uma pesquisa

zona, apesar do bolo

ao público que fre-

sentido, mais público,

ginação de uns pode

geral conseguimos

de chocolate do café

quenta este espaço, as

desde que civilizado,

trazer à vida de

concluir que esta zona

Pimenta Rosa atrair

opiniões dos lojistas

é sempre bem-vindo.

outros. O Centro

é mais direcionada

todo o tipo de pes-

divergem no que toca

Um bom sítio para

Comercial Bombarda

a artistas, essencial-

-soas! É um ótimo lo-

à questão da banaliza-

evoluir como artista,

é sem dúvida um es-

mente pessoas com

cal para quem procura

ção do CCB devido à

aumentar referências e

paço cultural que vale

conhecimentos ou

algo diferente, neste

afluência de outro gé-

aprender com as obras

a pena visitar.

amigos nesta área. É

sentido o público tem

nero de público, mas,

de outros artistas, ou

este tipo de público

vindo a crescer e a

de modo geral, as

simplesmente para

que melhor conhece a

evoluir. Em relação

lojas concordam num

apreciar o que a ima-


159


Webgrafia Centro Comercial Bombarda:

Coisasdhomem.com/

Ccbombarda.blogspot.pt/

Mariana Nails — Manicure, pedicure e

Facebook.com/pages/Centro-Comercial-Bombarda/145627952142165

depilações:

Portoturismo.pt/Visitar/Paginas/Descobrir/DetalhesPOI.aspx?POI=654

Nada a apontar.

Oportocool.wordpress.com/2013/09/19/centro-comercial-bombarda/

Tia Lhú Açores — Produtos dos Açores, sab-

Igogo.pt/centro-comercial-miguel-bombarda/

ores açorianos:

Hioporto.com/2013/03/shopping-that-refuses-to-be-shopping.html

Revistayvi.com/entrevistas/a-tia-lhu.html

Bestguide.pt/centro-comercial-bombarda/

Tialhusaboresacorianos.wordpress.com/sobre/

Feelporto.com/eventos/inauguracoes-simultaneas-centro-comercial-bombarda/

Tialhusaboresacorianos.wordpress.com/

Loja Store Ahpia — Beleza e Cosmética:

Dn.pt/revistas/nm/interior.aspx?content_id=2812627

Facebook.com/aglaeahygeia.cosmetica

Facebook.com/tialhu

Zareca’s Store — Vestuário, adereços e produtos vintage / Tash Vintage

Index Livraria:

— Vestuario, adereços e objectos vintage:

Indexlivraria.tumblr.com/

P3.publico.pt/vicios/espelho/2055/roupas-orgulhosamente-quotvintagequot

Facebook.com/pages/Index-Livraria/123829916854

Mùi Concept — Lojas de chás e complementos para chá:

Tash Vintage — Vestuario, adereços e objectos

Facebook.com/pages/MÙI-Concept/167578306625001

vintage:

Mui-concept.com

Facebook.com/trashvintagestore

Àguas Furtadas — Portuguese design space:

Beyondfabric.tumblr.com/search/trash+vintage

Aguasfurtadasdesign.blogspot.pt/

Portogoesvintage.blogspot.pt/2013/10/trash-vintage.html

Loja do Museu do Estuque:

My Twins:

Locais.porto24.pt/compras/loja-do-museu-do-estuque/

Mytwins.com.pt/index.php?route=common/home

Http://crereportugal.com/pt/shop

Queridosgemeos.blogspot.pt/

Optica Bombarda:

Facebook.com/pages/Gémeos-Mytwins/234623063277870

Opticabombarda.blogspot.pt/

Magasin Lu - Produtos de autor:

Ccbombarda.blogspot.pt/2012/09/optica-bombarda-na-lookvision.html

Nada a apontar.

Loja Organii — Cosmética Biológica: Organii.pt/ Cabeleireiro Hi! Hair identity: Facebook.com/pages/Hi-Hair-Identity/155636197791260

Adorna Corações — Atelier de joalharia: Lemodalogue.fr/2012/06/modes/accessoires-beaute/estefania-almeida-adorna-coracoes/ Oportocool.wordpress.com/2011/09/14/adorna-coracoes/ Facebook.com/pages/Adorna-Corações/522689887775850?fref=tsCorações/522689887775850?fref=ts Vertigo store — Artigos do universo do cinema: Facebook.com/pages/Vertigo-Store/259109113256 Vertigo-store.com/ Pimenta Rosa — Restaurante: Facebook.com/lais.pimentarosa?fref=ts Coisas D’Homem — Moda e adereços de Homem: Facebook.com/pages/Coisas-dHomem/185998495740?id=185998495740&sk=info

160


Edição e Realização: Ana Rocha Reis

Fotografia e Texto: Ana Rocha Reis

Agradecimentos:

Docente Antero Ferreira Esta edição foi escrita segundo o novo acordo ortográfico. 2013

Exploração de Espaços Culturais — Porto | Edição CCB  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you