Page 1

EMEB BELMIRO SOARES DA CUNHA

Professora Neide PAPE Ana Claudia Caldas


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B ESTÁ CHOVENDO FRUTAS Por Alex Amaral e Luís Felipe

Eu morava numa cidade chamada Mad um dia apareceu um tornado eu estava numa padaria quando vi chamei meus pais mas eles achavam que eu estava brincando então eu corri mas o tornado me puxou uma faca caiu na minha barriga o tornado me jogou e eu cai no deserto de repente caiu um trovão em min eu desmaiei. Por sorte eu sobrevivi mas eu estava com a perna quebrada tinha uma espada enfiada na minha perna eu a tirei a espada eu me arrastei até uma cidade próxima chamada Baia Cristal. Eu vi uma pessoa pedindo socorro, então eu fui ajudar vi o assassino eu joguei minha espada mas ele era paranormal. Ele fugiu. - Obrigado, qual e seu nome? - Meu nome é Lex. - E o seu ?? - É Mara. Tchau.

TO-BE CONTINUE

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

2


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: DIA DAS CRIANÇAS Por Alice

Bom eu Alice vou contar uma estória. Era dia das crianças minha mãe e meu pai me deram um presente super legal que era o cruzeiro da Barbie. Eu estava no meu quarto quando de repente... toca a campainha. - Tlin Don!!! Minha mãe atendeu e era minha amiga Maria Eduarda!! Minha mãe diz para ela subir para o meu quarto, ela subiu e me entregou um presente e então eu falo: - Obrigada, Duda . Quando eu abri era um CD do meu programa favorito ‗‘Violetta‘‘. Eu gostei muito. Nós colocamos para tocar e quando começou a música eu e a Maria Eduarda começamos a dançar. Depois de uma hora desligamos o radio e fomos brincar lá fora, brincamos de Pega-Pega , esconde—esconde, Barbie e casinha. Ficou tarde e minha mãe nos chamou para tomarmos café. Fomos, mas enquanto não ficava pronto fomos assistir TV ligamos na Disney e estava passando Violetta. Meu pai chegou do trabalho e me deu um a braço bem apertado. A Duda jantou na minha casa meu pai disse que ela tinha que ir embora mas eu implorei para minha mãe se a Duda podia dormir em casa e ela deixou . E assim foi o meu dia das crianças com a minha melhor amiga.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

3


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: A PEDRA DE HONDA Por Anita Cinazo Dike e Karina Moreira Correa

Bendito e Louvado quem me vire do outro lado

Há muito tempo, no sul da Espanha, existia uma pequena cidade chamada Honda. Nesta cidade existia uma pedra com uma escritura mais ou menos assim ―bendito e louvado quem me vire do outro lado‖. Muitas pessoas viraram a pedra rolando ela, mas no outro lado estava escrito a mesma coisa. Um dia, um homem muito pobre ouviu falar sobre esta pedra, mas este homem morava muito longe e para ir até a pedra ele iria ter de passar por uma floresta muito perigosa, e lá foi ele. Quando ele chegou na floresta, encontrou um leão. Para que o leão não o matasse ele tentou ficar amigo do leão e conseguiu, e assim ele saiu da floresta. Quando ele chegou até a pedra ele a rolou, mas a pedra estava lisa e caiu no pé do homem e ele disse: - Pedra maldita, eu irei te destruir! O homem pegou um martelo em sua bolsa e bateu na pedra, e quando a pedra se abriu ele achou ouro e foi bendito e louvado por toda a vida.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

4


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: DUDA BOCUDA Por Beatriz Galvão

- Sabe Duda, quando era jovem, adorava escutar o que podia ouvir. Seu primeiro exame já demostrava essa vontade louca. E assim Duda nasceu com a maior boca do mundo. Era sempre a mesma coisa. - Duda vou te contar um segredo, mas fique de boca calada. Mas de nada adiantava. Duda tinha um amiguinho imaginário, um binóculo voador, que todas as noites ia ouvir as conversas dos outros, e no dia seguinte de manhã ele ia lhe contar tudo. E assim Duda dormia tranquila, sempre sonhava em virar um mosquitinho para ouvir as conversas bem de pertinho. Era incrível, tudo Duda transformava em fofoca. Um dia, seus vizinhos se cansaram e foram contar tudo a sua mãe. - Sua filha é a maior fofoqueira! Duda ficou morrendo de vergonha, ficou com tanta vergonha que ficou pequena, pequenininha. Tão pequenininha, mas tão pequenininha que acabou virando um mosquitinho. O sonho de Duda se realizou. - Agora posso ouvir as conversas bem de pertinho. Mas por uma coisa Duda não podia esperar: como alguém poderia escutar um mosquitinho? Então Duda voltou triste para casa e distraída acabou entrando na boca de sua amiga Mirela tagarela ouvindo todas as fofocas que fazia, e falou: - Como pode alguém ter a língua tão afiada! Então, arrependida das intrigas que fez, fez naquela vila a paz voltar.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

5


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: ETERNAS AMIGAS Por Brenda Gorodniuk

Bom, eu a Brenda vou contar uma estória , que eu nunca pensei que ia acontecer . Tudo começou num belo dia ,era meu aniversário ,quando eu acordei encontrei um presente ao meu lado, fiquei toda feliz ,me levantei e troquei de roupa é claro . Enfim quando eu acabei de tomar café perguntei para minha mãe : - Mãe, posso ir na casa da Gabriella Protazio e da Giovanna Camili? E minha mãe responde: - Claro. Então abri a porta e fui. Quando cheguei na casa da Gabi bati na porta . - Toc toc toc. A dona Marli mãe da Gabriella abre a porta e manda eu entrar, eu entro falo licença e vou direto para o quarto da Gabi então eu falo : - Oi Gabi Ela me responde: - Olá -

- Feliz aniversario Brenda - Obrigado Gabi A Gabriella me da um presente quando que abro...

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

6


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B - Ahhh!!!! - Eu sempre quis uma bola - Vamos brincar? Ela diz sim quando a gente sai do quarto eu falo: - Já vou!!!!!!! Ela desce, e nós três vamos brincar quando a Giovanna bateu na bola a bola caiu na floresta, eu tinha ganhado essa bola de aniversário então eu e as minhas amigas fomos buscar. A floresta era escura até dava medo, não dava para enxergar quase nada, seguimos em frente quando de repente... - Ahhh!!!! Eu cai em um buraco, como não se enxergava nada, a Giovanna e a Gabriella só ouviram o barulho e deram um passo para frente e ... - Ahhh!!! Elas também caíram, nós três fomos parar em uma sala que havia cinco portas, quatro eram grandes e uma era pequenininha. Na sala também tinha uma mesa com vários doces e cinco chaves. Eu, a Giovanna e a Gabriella comemos um docinho e após 5 segundos nos ficamos pequenininhas. Antes de comermos os docinhos pegamos as chaves. Quando nos diminuímos abrimos a porta pequenina, entramos por ela e fomos parar no país das maravilhas depois de enfrentar perigos e aventuras voltamos para a quadra onde estávamos brincando no começo da estória. Minha mãe aparece e diz: - Onde vocês estavam? E nós respondemos - Brincando.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

7


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B A DEVASTAÇÃO DA CIDADE Por Felipe dos Santos Souza

Em um dia eu e meus dois amigos Matheus Oliveira e Gabriel Sanches estávamos jogando bola na chácara da minha vó quando de repente surgiu do nada um furacão enorme, que nos pegou e nos levou para outro planeta. Quando nós acordamos, vimos que não estávamos na chácara, e resolvemos procurar ajuda, mas não encontramos ninguém. Depois de 2 horas nós encontramos uma escotilha, e resolvemos entrar. Lá dentro, encontramos uma cidade chamada Bonitopia, habitada por ameboides, seres sombrios e maléficos. Nós tivemos que lutar muito para ajudar os habitantes de Bonitopia. Depois de salvá-los, eles abriram um portal para nós irmos para casa. Quando chegamos lá, fingimos que nada disso aconteceu...

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

8


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: MELHORES AMIGAS Por Gabriella Protázio e Giovanna Camili

Certa vez, três melhores amigas, os nomes delas eram: Gabriella, Brenda e Giovanna. Elas nunca se separavam. Mesmo sendo muito diferentes, elas eram: bonitas, legais, inteligentes e charmosas, elas eram como irmãs. Certo dia, elas foram em uma floresta sozinhas e no meio do caminho elas se perderam, elas se desesperaram. Então apareceu um leão, ele estava com muita fome, e quando viu as meninas quase pulou em cima delas, ele não conseguiu porque elas saíram correndo. Depois disso, as amigas ficaram tão assustadas, que foram até um rio para que se aparecesse algum animal elas pudessem sair nadando. Quando elas chegaram lá viram um homem e ele disse: - Venham aqui eu tenho comida e água. E elas foram. Comeram e beberam, porque elas estavam morrendo de fome e sede. Passaram-se alguns dias, e chegou um barco e todos os chamaram para que levasse as melhores amigas de volta para casa. Depois, quando o barco viu, levou-as para casa.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

9


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: Melhores amigas para sempre Por Giovanna e Gabriella

Certa vez havia três melhores amigas e elas se chamavam: Gabriella, Maria Luiza, e eu Giovanna. Um dia a gente foi viajar de avião que era o nosso sonho e eu e as meninas vamos para Disney. Quando, nós soubemos que a gente tinha ganhado o passa porte nós fizemos as malas rapidinho e colocamos dentro da mala: muitas roupas, escova de dente, batom e muito mais. A gente ia bem no dia que nos ganhamos. Quando nós chegamos lá na querida Disney a primeira coisa que a gente fez foi conhecer os personagens como a Branca de Neve, a Cinderela, o Mickey e Minnie... Quando voltamos para casa a gente chegou mega cansadas e nós falamos muito. Aquilo foi a melhor diversão da nossa imaginação!!!

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

10


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: A viagem Por: Giovanna e Leticia

Meu nome é Giovanna. Eu estava andando na praia e ai eu vi um coelho e resolvi segui-lo. Porém ele me levou até um buraco e cai. Quando cai, esse lugar era muito diferente de onde a gente mora. Embaixo dessa ilha só tinha água e o único jeito para eu passar era pular de cipó em cipó. Tinham macacos querendo me matar e o único jeito era ir pular de cipó em cipó. Agora a minha única chance era pular em elefantes. Quando pulei num elefante, eu tinha que correr porque eles estavam correndo atrás de mim. Quando estava correndo, eu estava no final da cachoeira, não tinha mais saída, mas... Uma mulher me salvou e eu disse: - Qual é o seu nome?. - Leticia, e o seu? Ela disse: - A ilha vai afundar e nós vamos morrer. Só haverá água. Não a esperanças! Eu fiquei esperando dois dias e a ilha afundou. Mas... Dois golfinhos me salvaram, eu e minha amiga Leticia, e me levou a praia Ilha Comprida. Eu aprendi uma lição: nunca siga um coelho e isso eu chamo de (a viagem). Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

11


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: Aventura na floresta escura Por: Guilherme Rodrigues

Um dia eu estava na floresta escura, mas eu estava com meus amigos que podiam me ajudar se eu me machucasse. Correndo sempre em perigo dos animais, eu e meus amigos não parávamos de explorar a natureza e também ajudávamos os animais que estivessem em perigo ou machucados. Outro dia, eu estava andando pela floresta, quando vi um animal no chão. Eu não sabia o que ele era. Peguei ele e levei aos meus amigos , e nós tentamos descobrir o que ele era. Um dos meus amigos sabia o que ele era. O animal era um morcego vampiro, era um filhote, só por isso ele não me mordeu. Eu nunca tinha visto aquela espécie de morcego, eu havia gostado dele, devolvi ele para a mata e fui embora daquele lugar.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

12


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: SUPER ONZE 11 Por João e Thiago

Era uma vez um menino que adorava futebol, e se chamava João Pedro. Ele estudava em uma escola muito legal , e estava tendo uma olimpíada , e tinha futebol, vôlei, ginastica olímpica e corrida de carros, e ele vai jogar futebol e todos os meninos da escola queriam jogar futebol, e faltava só um mês para começar a olimpíadas , para arrumar os times, fazer os uniformes , e desenhar os símbolos de todos os times e tinha que treinar um pouco, os capitães dos times iriam desenhar os símbolos dos times. Chegou o dia do primeiro jogo. Quando cheguei o Kéven disse: - È pirralho, seu time vai perder de lavada! E eu falei: - Quero ver, só porque seu time é de adolescente não significa que eu vou perder. O jogo começou, ele começou ganhando mas logo virei e o jogo acabou em 2 a 1. Ganhei, comemorei e foi muito legal. Depois ganhei de vários outros times. Só faltava um, que tinha entrado por último e ganhado de todos, só faltava jogar com a minha equipe: ―A Hermou‖. O jogo é hoje, chegou a hora dos super onze 11 entrar em ação. Começa o jogo na casa da equipe Hermou e a equipe super onze 11. Dois minutos depois a Hermou Já estava ganhando de 3 a 0 dos super onze 11, no primeiro tempo. No segundo tempo os super onze 11 fazem um gol, é inacreditável, os super onze marcaram outros três gols. Enfim, os super onze 11 ganham o jogo de 4 a 3 e ganham o troféu dos campeões!!

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

13


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: ILHA DA ESCURIDÃO Por Laura Santos Amaral

Era uma terça feira gelada com tempestade e eu estava lá naquele navio, já tinha passado pelo redemoinho e pelas rochas do Barba Negra até pela terra do Peter Pan, só faltava a Ilha da Escuridão e a Ilha das Sereias. Bom e é ai que a historia começa: na Ilha da Escuridão. As luzes do meu navio se apagam, e eu e minha tripulação se assusta e, o pirata Jack diz: - Não pode ser, aqui no mapa diz que as luzes só se apagam quando o monstro esta perto. Bom a gente já sabia que o navio estava em grande perigo só não sabia como escapar. Jack desceu do convés e foi até o porão e tentou ver o monstro e o pior era que ele tinha achado pronto!! A gente estava frito, ou melhor, mastigado pela grande lula. Nessa hora puxei as velas com toda a força de nossos punhos, mas a lula ainda nos perseguia. Bem no fim escapamos sem nenhum arranhão bom só o Luk Perna de Pau que perdeu a perna quando a lula comeu.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

14


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: AS AVENTURAS DE PI Por Rodrigo e Leonardo

Era uma vez um menino chamado PI e os meninos ficaram zoando que ele chamava ―PI faz xixi‖ e o pai de PI tem um zoológico e falou: -Vamos vender o zoológico. - Mas para onde a gente vai? E o pai fala: - Vamos para o Canadá. E assim foram. No meio da viagem o barco afundou e Pi foi para um outro barco salvando a vida. E lá tinha uma zebra, e um macaco, e uma hiena e a hiena comeu a zebra e o macaco e queria comer o PI mas Richard Park comeu a hiena, e foram navegando mais. Richard Park e PI estavam com fome e foram pular para fora do barco mas PI voltou para dentro do barco e PI queria matar Richard e Deus não queria que Richard e PI brigassem. Passaram dias e dias e PI encontrou uma ilha que era de frutas. Ele arrumou a sua cama em uma árvore. Á noite o laguinho era um lago de peixes e Richard Park foi para o barco dormir porque estava cheio ,pois havia comido um esquilo. No dia estava tendo guerra de peixes voadores e ai PI ficou com o peixe maior e comeu cru. Finalmente chegar em outra ilha e Richard foi para floresta e os colegas de PI começaram a chorar porque o amigo foi embora.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

15


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: A ILHA Por Letícia Gregório E sua ajudante Giovanna Regina

Certo dia, eu estava andando na rua e decidi atravessa-la. Como não tinha farol, os carros começaram a andar sem a mínima piedade, eu fiquei presa no obstáculo da aquela avenida. Tentei atravessar para o outro lado mais toda vez que eu tentava atravessar os carros começavam a passar correndo, quase me atropelando. Fiquei ali presa por meses, um dia eu tive um sonho: Eu estava andando na praia quando vi um coelho brando e decidi segui -lo. Ele me levou a um buraco e eu cai. Cheguei a uma ilha mais diferente do nosso mundo. Em baixo só tinha água, o único jeito que de atravessar era pular de cipó em cipó. Quando estava no meio do cipó, eu vi macacos famintos querendo me matar, o único jeito era pular em elefantes em baixo da ilha. Quando eu pulei, os elefantes estavam atrás de mim, então corri para o final da cachoeira. Uma mulher me salvo e disse: -- A ilha vai afundar e se a gente afundar morre. Esperei horas, e finalmente ela afundou. E quando eu estava para morrer, acordei!! Então quando acordei achei que isso era um sinal que significava que eu iria morrer. Então comecei a rezar e pedir para que isso não acontecesse. Um farol começou a surgir do chão, e eu finalmente pude atravessar a rua. Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

16


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: SO HORA DE AVENTURA Por Alex Amaral e Luis Felipe

Há muito tempo existia uma galáxia. Um cara que gostava muito de aventura. O nome dele era Finn ele era um magico, ele tinha uma espada de ouro e um cachorro se esticava, o nome dele e Jake eles, moravam em uma casa na arvore dentro dela ele construiu umas aventuras. Um dia eles foram se aventurar com um mostro de duas cabeças. O mago pecou a espada e entrou no corpo, monstro e cortou o coração do monstro e o, cachorro mordeu ele pros lobos de fogo. E o mago usou tele transporte, e depois uma lula gigante voadora comeu todos eles e entregou para o rei da morte e ele disse: - Se vocês sobreviverem a isso vocês vão sair daqui. Eles lutaram com Poseidon. O mago disse: - Foi fácil. O mago pegou a bola de gelo e lançou e o cachorro bateu e congelou. Ele morreu, mas um cara falou para a morte: - Ou me vendo para ele viver. Eles saíram... e só.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

17


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: ROBSON CRUSOE Por Maria Luiza e Maria Eduarda

Era uma vez um rei que tinha tudo nas mãos, e além disso tinha muito animais, pois nunca estava satisfeito com o que tinha. Certo dia em uma das suas viagens, seu navio naufragou no meio do mar. E assim se passaram 3 dias. Ao ver uma ilha nadou até a beira dela e estranhou tudo naquele lugar, a noite logo chegou. Com medo de ser devorado pelos animais selvagens subiu em uma árvore alta, e logo dormiu. No segundo dia, pescou um peixe, comeu e passou o dia sentado. Pensou em fazer uma cabana mais, não avia palha nem madeira. O pobre e humilde rei, aprendeu a valorizar tudo que tinha pois talvez ele, nunca recuperaria de volta.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

18


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: UMA AVENTURA NA MONTANHA Por Murilo Henrique da Silva Lopes

Lá estava eu e meu amigo Murilo escalando a montanha da neblina, que tem quatro mil metros de altura e é muita escorregadia. Em seis dias completamos mil metros, mas a gente não dormiu e também não conseguiu mais andar de tanto sono. Montamos nossas barracas e dormimos. No meio da noite escutamos um barulho estranho. Olhamos para o céu e vimos uma bola de fogo saindo de uma caverna. Escalamos até lá e vimos um dragão. Ele deu uma patada em nós. Até que nós lembramos que nossos pais nos disseram. Se você estiver lutando com um dragão encontre seu ponto fraco e use isto contra ele. Encontramos o ponto fraco dele e usamos isso contra ele. No final derrotamos o dragão e escalamos até o topo da montanha da neblina.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

19


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: UMA AVENTURA NO MAR Por Pedro Henrique Silva Lima

Lá estava eu e meu irmão Murilo e nosso pai numa barco, no meio do mar. De repente um enorme tubarão branco deu uma mordida enorme no barco que fez eu e meu irmão cairmos do barco. Eu vi o tamanho do tubarão, ele tinha cinco metros e meio de comprimento. Mas outro tubarão começou a brigar pela comida, que seria eu, meu irmão e meu pai. Pulamos na água e saímos nadando até que nos vimos um bando de piranhas famintas vindo em nossa direção. Ainda bem que um navio de pescador lançou sua rede de pesca para nos salvar. Falamos dessa aventura para nossa família, mas ninguém acreditou só nosso pai que viveu essa aventura conosco.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

20


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B TÍTULO: CAÇADORES DE BESTAS Por Rodrigo Adinolfi e Leonardo Campos

Era uma vez um menino chamado Rodrigo. Ele tinha uma vida mundana e normal. Um certo dia, ele deu um pulo da cama e saiu um elfo do chão . Rodrigo disse: - Quem e você? - Eu sou Zelda, e você deve se tornar um caçador de bestas. - Zelda, venha comigo ao reino da floresta. - Claro! - Zelda esse é Esteve, o ceifador. Esteve: - Oi. - Zelda, esse e o Feromonas, o arqueiro – Rodrigo eles vão nos ajudar em alguma coisa - Zelda sim eles vão te treinar para ser um caçador de bestas siga-me. E foram para a floresta, a casa do Zelda – tome esse bastão ele vai te ajudar a lutar ele era meu, mas, eu não luto mais – Rodrigo: muito obrigado E ele foi treinar primeiro com Esteve o ceifador. Esteve ensinou a Rodrigo como ser rápido, e depois foi com Feromonas o arqueiro, ele ensinou a Rodrigo como ter boa pontaria

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

21


CONTOS DE AVENTURA DO 4º ANO B E depois de três anos caçando bestas ele virou ótimo caçador de bestas, um dia ele estava caçando e encontrou a besta mais forte que se chamava Ender King. E ele se lembrou do treinamento e ganhou uma foice e cortou a cabeça dele e voltou para o mundo normal.

Trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório de Informática da EMEB Belmiro Soares da Cunha, PAPE Ana Claudia

22

Contos de Aventura - 4º B  

Livro de contos elaborado pelo 4º B - Profº Neide, em parceria com o laboratório de Informática, PAPE Ana Claudia, em 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you