Page 1

14 CIDADES

A GAZETA QUARTA-FEIRA, 12 DE DEZEMBRO DE 2012

PELO ESTADO CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Motoristas reclamam de trânsito GUSTAVO RIBEIRO

Cidade passou por alterações viárias que não agradaram a todos os moradores ANA PAULA SANTOS

cachoeiro@redegazeta.com.br

Redução de rotatória, criação de faixa exclusiva para ônibus e alteração na sinalização. Essas medidas foram adotadas em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, na tentativa de minimizar os problemas do trânsito, que recebe quase 90 mil veículos – entre carros e motos – diariamente. A iniciativa é aplaudida por uns, mas criticada por grande parte dos motoristas. Uma das mudanças mais polêmicas realizadas neste ano foi a implantação de uma faixa exclusiva para coletivos, na extensão da Rua Bernardo Horta, no bairro Guandu. No local que deveria garantir fluidez do tráfe-

HORÁRIO DE PICO “Na pracinha é impossível passar em horário de pico. Às 18h, a gente acaba parado ali por mais de 10 minutos. Pessoas estacionam na última faixa” MARCOS SILVEIRA 35 ANOS, autônomo

go de ônibus, frequentemente são vistos veículos estacionados. Segundo comerciantes, além do desrespeito, ainda sobra prejuízo, que na farmácia onde trabalha Marcos Cotta chegou a 30%. “A gente perdeu muito cliente. Teve lojista que se mudou daqui por conta da faixa. Tem muita gente que para o carro porque somos uma farmácia. As pessoas pen-

sam que podem. Não é por maldade”, diz. Outros dois locais criticados pelos motoristas são a rotatória da Praça Gilberto Machado, reduzida para ganhar mais uma faixa em maio deste ano, e o semáforo da Rua Dalton Perim. Segundo o autônomo Marcos Silveira, 35 anos, as mudanças deixaram os trechos ainda piores. “Na pracinha, é impossível passar em horário de pico. Às 18h, a gente acaba parado por mais de 10 minutos, mas em geral nada é respeitado. Pessoas estacionam na última faixa, e fica tudo a mesma coisa”, reclama. Para a nutricionista Eliane Ribeiro, de 27 anos, falta a realização de um trabalho de conscientização e fiscalização. “Eu acredito que as alterações foram boas, o que falta é fazê-las funcionar”, disse.

O estacionamento irregular na cidade é uma das queixas da população

Prefeitura diz que há fiscalização Em relação à faixa de ônibus, o secretário de Defesa Social de Cachoeiro de Itapemirim, Guilherme Thompson, afirma que é feita fiscalização diária no local, para evitar que a sinalização seja desrespeitada. Também está prevista a intensificação do serviço na região da praça do

bairro Gilberto Machado, para coibir o estacionamento irregular. Em relação ao semáforo, a secretaria informou que a parada na faixa da esquerda da Rua Delvo Perim é novamente obrigatória há cerca de dez meses, desde que foram retirados o segun-

do semáforo no local e a placa indicativa. Assim, os motoristas automaticamente são obrigados a respeitar o semáforo pré-existente, que indica a parada obrigatória. Caso contrário podem pagar uma multa de R$ 191 e perder pontos na Carteira de Habilitação.

CASTELO Ministério da Educação

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

CONCURSO PÚBLICO Edital nº. 78, de 10 de Dezembro de 2012 O Magnífico Reitor da Universidade Federal do Espírito Santo torna público que estarão abertas as inscrições para provimento de cargos de professor de 3º Grau do Quadro Permanente desta Universidade, conforme Portaria Normativa Interministerial nº 22/2007-MP/MEC, de 30/04/2007, alterada pela de nº 224/2007-MP/MEC, de 23/07/2007, publicadas no Diário Oficial da União de 02/05/2007 e 24/07/2007, respectivamente, e a Lei 8112 de 11/12/1990, e, ainda, visando a atender ao Programa REUNI-exercício de 2011, conforme Portaria Normativa Interministerial nº 405/2012 MP/MEC, de 30/08/2012, publicada no D.O.U. de 31/08/2012, e Portaria MEC nº 1.181, de 19/09/2012, publicada no D.O.U. de 20/09/2012. 1. DAS INSCRIÇÕES: Para o Departamento de Clínica Médica/CCS, o período de inscrição será de 26/12/2012 a 24/01/2013 e, para os demais departamentos, será de 19/12/2012 a 17/01/2013. 2. QUANTIDADE DE VAGAS: 06 vagas. 3. DA REMUNERAÇÃO: 3.1. Professor Assistente 20 horas (com titulação de Mestre): R$ 2.072,77 (VB= R$ 1.694,32 + RT= R$ 378,45) 3.2. Professor Adjunto 20 horas (com titulação de Doutor): R$ 2.619,03 (VB= R$ 1.805,23 + RT= R$ 813,80) 3.3. ProfessorAssistente DE (com titulação de Mestre): R$ 4.837,66 (VB= R$ 3.181,04 + RT= R$ 1.656,62) 3.4. Professor Adjunto DE (com titulação de Doutor): R$ 7.627,02 (VB= R$ 3.553,46 + RT= R$ 4.073,56) 4. O inteiro teor deste edital está disponibilizado nos sítios www.progepaes.ufes.br, www.in.gov.br e no local de inscrição. EMILIO MAMERI NETO, Decano no exercício da Reitoria

Restaurante popular tem refeição por R$ 2 O município de Castelo, no Sul do Estado, agora passar a contar um com restaurante popular. Ele foi inaugurado na última semana, no centro da cidade, ao lado da Praça TrêsIrmãos.Cadarefeição sai por apenas R$ 2. O local vai servir, diariamente, 300 refeições, em pratosbalanceados.Aequipe terá cozinheiras e uma nutricionista, que vão trabalhar para levar ao público alimentos de qualidade. A gestão do restaurante popular é feita diretamente pela administração pública, por meio da Secretaria de Assistência Social, em parceria com outras secretariasmunicipais.Orestaurante funciona de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 13h. (Gustavo Ribeiro)

2012 12 12  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you