Issuu on Google+

“As nossas profissões”


Parte integrante da área curricular de Estudo do Meio, o tema das profissões foi abordado na turma durante alguns dias letivos. É um tema do agrado dos alunos, pois podem partilhar com os colegas as suas aspirações para o futuro, experiências de familiares ou amigos nas suas profissões… Desenvolveram-se várias atividades, como diálogos e debates, jogos de mímica, visualização de imagens alusivas a diversas profissões, composições escritas ou ilustrações. Assim, foram reforçados conhecimentos que as crianças já possuíam, ao mesmo tempo que adquiriam outros de uma forma lúdica e motivadora.


Iniciou-se por uma reflexão sobre a diversidade de profissões existentes e a sua importância na sociedade. “Todas as profissões são importantes.” “Deve haver pessoas que façam coisas diferentes para podermos ter tudo o que precisamos.”

“Os médicos e enfermeiros tratam da nossa saúde quando estamos doentes e vamos ao Hospital.”

“Os meus pais têm a mesma profissão, mas os dois são importantes na fábrica.” “Na Escola temos de respeitar as professoras e as auxiliares pois todas têm funções muito importantes. Ajudamnos a aprender e a crescer.”

“Devemos respeitar os polícias. São eles que nos protegem dos ladrões e dos maus. ”


Foram realizados jogos de mímica, em que os alunos representavam uma dada profissão através de gestos. Foram abordadas várias profissões, tais como varredor, médico, futebolista, carteiro, professor ou pintor.


Outra atividade realizada foi a entoação de canções alusivas ao tema, como a canção tradicional “Senhora Dona Anica”, o vídeo disponível na internet “Sónia e as Profissões – a professora” ou “Ponho-me de pé”, do DVD “Panda e os Caricas”. Foram realizadas filmagens da aprendizagem destas canções, as quais podem ser visualizadas nos seguintes links: “Senhora Dona Anica” “Sónia e as Profissões – a professora” “Ponho-me de pé”


Foi elaborado um livro para dar a conhecer as profissões que os alunos desejam ter quando forem adultos, através de um desenho individual e de uma frase alusiva ao mesmo.

Esta tarefa foi parte integrante de uma atividade dinamizada na sala de aula, a qual contou com a colaboração de um voluntário da JAP – “Junior Achievement Portugal”, o qual dinamizou uma sessão sobre o tema da família e onde as profissões também foram abordadas.


“Eu gostava de ser bailarina.” (Margarida, 1º ano)


“Eu adorava ser veterinário.” (Pedro, 2º ano)


“Eu gostava de ser jogador de futebol para marcar muitos golos” (Gonçalo, 1º ano)


“Eu queria ser cantor de música rock.” (André, 2º ano)


“Eu queria ser engenheiro.” (Dinis, 2º ano)


“Eu gostava de ajudar a minha mãe.” (Jéssica, 1º ano)


“Eu queria ser cabeleireira.” (Beatriz, 1º ano)


“Eu vou ser modelo.” (Cátia, 1º ano)


“Eu gostava de ser cabeleireira.” (Lara, 1º ano)


“Eu quero ser futebolista.” (Gonçalo, 2º ano)


“Eu quero ser domador de animais.” (Rodrigo, 2º ano)


“Eu gostava de ser futebolista e ser o melhor jogador do mundo.” (Bruno, 2º ano)


“Eu queria jogar basquetebol.” (Sérgio, 2º ano)


A avaliação da atividade foi realizada através de um diálogo e votação, em que cada aluno atribuiu um símbolo colorido, de acordo com a sua opinião:

Os alunos foram unânimes na avaliação ao atribuírem o símbolo verde. Ou seja, todos gostaram das tarefas realizadas e sentiram que foram importantes para a aprendizagem. Foram também realizados trabalhos escritos (folhas de trabalho e tarefas nos manuais) que permitiram verificar que os conceitos abordados tinham sido adquiridos.


Atividade desenvolvida com alunos de 1º e 2º anos de escolaridade da turma 1A da Escola E.B.1/J.I. de Arnelas – Agrupamento de Escolas Diogo de Macedo, Olival (V.N.Gaia), sob a orientação da professora Ana Paula Lima.

fevereiro/2013


As nossas profissões