Page 1

O ATAQUE AO CASTELO

Mas afinal, porque é que os castelos eram atacados?

Os reis queriam ter muitas terras, então mandavam os seus soldados e cavaleiros atacar os castelos de outros reis para tentarem conseguir ficar não só com as terras mais próximas como com o castelo dessas terras. Por exemplo, o rei do castelo de Serpa atacava o castelo de Beja para ficar com ele. Todos os dias os cavaleiro, os soldados e os guardas do castelo treinavam muito para se prepararem caso os inimigos atacasse o seu castelo. Porque não o queriam perder.


ALERTA! O CASTELO VAI SER ATACADO! OS INIMIGOS APROXIMAM-SE! Quando os soldados, os cavaleiros e os guardas do castelo se apercebiam que o seu castelo ia ser atacado, preparavam-se para se defenderem dos ataques dos inimigos e avisavam todos os agricultores que viviam à volta do castelo, para que estes se pudessem proteger e abastecer o castelo com muitos alimentos.

Os inimigos estão prestes a chegar ao castelo! O ataque em breve vai começar e os guardas do castelo estão prontos a atacar os inimigos!

A grade de ferro que protege a entrada do castelo já está fechada e a ponte está levantada!


AS PESSOAS FICAVAM CHEIAS DE MEDO! A BATALHA IA COMEÇAR…

Quando os inimigos chegavam perto do castelo, destruíam tudo o que estava à sua volta, incendiavam as terras próximas do castelo e as pessoas ficavam com muito medo porque estavam em perigo!

Os inimigos deslocavam-se a cavalo e usavam muitas armas o fogo, nos ataques também era muito utilizado!

Quando os soldados e os cavaleiros inimigos cercavam um castelo, estes esperavam sempre que os outros cavaleiros desistissem de combater. “Exigimos que se rendam…!”

Abandonem o castelo! O vosso castelo será nosso daqui a pouco tempo! Saiam ou começamos a batalha!


No entanto, isso quase nunca acontecia! “Se querem uma batalha, então nós não nos rendemos, somos valentes e corajosos e vamos combater, porque vocês com o nosso castelo não ficam!”

Nem pensem! Este castelo é nosso e só nosso! Não vamos deixar que ninguém fique com ele! Ouviram bem… ninguém!!

Como o rei e os cavaleiros não os deixavam ficar com o seu castelo, então

os

começavam

a

cavaleiros

inimigos

preparar-se

para

a

batalha. Eles utilizavam várias armas para tentar destruir o castelo, como por exemplo a catapulta que servia para lançar bolas de ferro com muita força e para muito longe.


Por outro lado, dentro do castelo, os cavaleiros também se preparavam para a batalha, preparavam as suas armas e muitas armadilhas para se poderem proteger dos inimigos.

A BATALHA COMEÇOU E TODOS ESTÃO A LUTAR PARA CONSEGUIR AQUILO QUE QUEREM…

Os ataques podiam durar vários dias e só acabavam quando alguma das partes se rendia!


VAMOS CONHECER AS ARMAS USADAS NOS ATAQUES AOS CASTELOS…

Para conseguirem atacar e proteger o castelo, os cavaleiros tinham muitas armas…


Durante a batalha os soldados lançavam flechas com fogo para incendiar e matar os soldados e cavaleiros, colocavam escadas para conseguirem entrar no castelo, deitavam ågua quente, pedras e azeite.

Quando havia uma batalha, todos ajudavam‌atÊ as mulheres.

Os soldados inimigos escavavam

grandes buracos por baixo das muralhas do castelo para que assim conseguissem fazer cair as grandes paredes do castelo, chamadas muralhas!


OS ATAQUES ERAM FEITOS DE VÁRIAS FORMAS… OS INIMIGOS ESTÃO A VENCER A BATALHA! Já passaram vários dias e já não há comida! Estão muitas pessoas feridas!

OS INIMIGOS VENCERAM A BATALHA!!! Depois de muitos dias de combate, já não havia comida nem armas para os soldados poderem combater. Já estavam muitas pessoas feridas e eram os padres que cuidavam dos feridos! O REI ERA OBRIGADO A SAIR DO SEU CASTELO E DEIXAR TODO O SEU DINHEIRO, OS SEUS CAVALOS E AS SUAS ARMAS PARA OS INIMIGOS.

O ataque ao castelo  

Como era feito o ataque a um castelo?

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you