Page 1

ANUÁrio 2009

GESTAO ˜

AMBIENTAL As boas práticas das maiores empresas e bancos

O perfil das ONGs ambientais

ES

Sa Á P E C ne gu I A am a e L en to

Edição bilÍngUe: inglês e português

www.analise.com


Índice 

Ta b l e o f c o n t e n t s English version P 06

51

EMPRESAS

RESULTADOS DA PESQUISA 56 Totalizações gerais 61 Totalizações por setores econômicos 66 Totalizações por ramo de atividade

PRÁTICAS AMBIENTAIS DAS EMPRESAS 72 Tabelas com as respostas por empresa

213

ABr/Gervásio Baptista

192 Notas

Cresce o investimento em saneamento. A oferta de água tratada já chega a 89% dos brasileiros

BANCOS

Investment in sanitation grows. The offer for treated water has already reached 89% of Brazilians

34

RESULTADOS DA PESQUISA 217 Totalizações

38 Água - consumo

222 Notas

REUTERS/Sergio Moraes

PRÁTICAS AMBIENTAIS DOS BANCOS 222 Tabelas com as respostas por banco

ESPECIAL ÁGUA E SANEAMENTO

42 Água - desperdício 46 Saneamento

Expediente

06

Editorial

08

Metodologia

14

Colaboradores

16

PERFIL DAS ONGs AMBIENTAIS

Apresentação

22

236 Tabelas com as respostas por ONGs

Índice Remissivo

229

ONGS

RESULTADOS DA PESQUISA 232 Totalizações

Manifestação no Brasil da ONG WWF Manifestation of the WWF NGO in Brazil

gestão ambiental

REUTERS/Stringer Brasil

Na internet

260 Notas

4

271

O anuário Análise Gestão Ambiental terá seu conteúdo publicado no site da Análise Editorial. Saiba mais no endereço: www.analise.com On the internet The Análise Environmental Management yearbook will be published at Análise Editorial website. Find out more at: www.analise.com

www.analise.com


Índice 

51

Ta b l e o f c o n t e n t s

COMPANIES

SURVEY RESULTS

229

NGOs

232 Totals

61 Totals by economic sector

PROFILE OF ENVIRONMENTAL NGOs

66 Totals by branch of activity

236 Tables with answers of NGOs

213

BANKS

217 Totals

279 Sanitation

r

i

a

l

Diretor de conteúdo Alexandre Secco

Diretor comercial Alexandre Raciskas

Rua Major Quedinho, 111, 16° andar CEP 01050-904, São Paulo - SP Tel. (55 11) 3201-2300 Fax (55 11) 3201-2310 contato@analise.com

www.analise.com

278 Water - consumption

SURVEY RESULTS

o

Silvana Quaglio

SPECIAL WATER AND SANITATION

278 Water - waste

t

Diretora-presidente

260 Notes

277

i

Eduardo Oinegue Silvana Quaglio e Alexandre Secco

72 Tables with answers of companies 203 Notes

d

Conselho editorial

SURVEY RESULTS

56 General Totals

ENVIRONMENTAL PRACTICES OF COMPANIES

e

gestão ambiental PUBLISHER Publisher Silvana Quaglio EDITORES Editors João Carlos de Oliveira e Valquíria Oliveira

ENVIRONMENTAL PRACTICES OF BANKS

Editora-assistente Paula Quintas Reportagem especial João Carlos de Oliveira e Leila Coimbra Pesquisa Carlos Larios, Juliane Almeida, Mateus Cleto, Paulo Andrade e Sumaya Oliveira Checagem Aline Fraga, Monique Abrantes e Ricardo Soares Revisão Mary Ferrarini Tradução Sogl Traduções Diagramação Cesar Habert Paciornik, Régis Schwert, Renata Marins Tecnologia da informação Cristiano Carlos da Silva e Henrique Dergado Circulação/gerência Ligia Donatelli Circulação/levantamento de dados Bruna Abjon, Diogo Leite, Henrique Gonçalves do Carmo, Larissa Martins e Thaís Teles Publicidade/gerente de negócios Marcia Pires

222 Tables with answers of banks 224 Notes

Note fo english reders This bilingual edition of ANALISE ENVIRONMENTAL MANAGEMENT offers Englishlanguage versions of all the texts, tables and articles. For the sections that do not include the translation on the same page, there is an icon that shows the page number where the English version begins. All translations are included in their entirety. In order to keep the publication coherent, we chose to use the Portuguese format for numbers shown in the graphs and tables. This format is the opposite of what is used in the English language in relation to points and commas. In this publication, the point is used to separate thousandths and commas are used to separate tenths.

6

gestão ambiental

06

ISSN 1808-9240

Editorial

275

Tiragem de 35 000 exemplares

Methodology

275

Contibuors

275

Presentation

276

Index

271

Staff

Auditada por:

Impressão: Log & Print Distribuição exclusiva em bancas: Fernando Chinaglia Distribuidora S.A. (21) 2195-3200 Planej. de circulação: Edicase soluções para editores

www.edicase.com.br - Op. de Manuseio FG Press (11) 3697-2277 Distribuição dirigida: Door to Door, www.d2d.com.br

www.analise.com


Editorial 

Editorial

Mais de 800 empresas no maior levantamento sobre o tema English version P 275

Q

uando o assunto é meio ambiente, o que não falta é gente com opiniões fortes e prognósticos (alguns deles sombrios) erguidos, muitas vezes, sobre teses e desejos, mais do que sobre dados concretos. A Análise Editorial decidiu participar deste debate ao seu jeito, oferecendo os dados concretos. Em sua terceira edição, o anuário Análise gestão ambiental traz o mais completo levantamento das práticas de gestão ambiental adotadas pelas grandes empresas brasileiras. Mais de 800 empresas responderam ao questionário minucioso preparado sob a supervisão de um grupo de especialistas renomados. São 60 perguntas que oferecem aos tomadores de decisão e formadores de opinião números e parâmetros objetiin vos sobre o tema por um ângulo muito prático: o que as grandes empresas sediadas no Brasil estão fazendo no campo ambiental? A discussão em torno das práticas de gestão ambiental e da sustentabilidade, como um todo, vem crescendo como consequência do processo natural de desenvolvimento da sociedade. As grandes companhias estão cada vez mais transparentes, dão aos acionistas e funcionários um volume cada vez maior de informações – bem como aos demais públicos com os quais se relacionam. Basta lembrar que, até bem pouco tempo atrás, pouco se falava em passivo ambiental. Hoje, seria impensável fazer isso pelo custo associado à decisão. Como sempre acontece quando há muito dinheiro envolvido, a conscientização ambiental se dá sob a orientação do mais sensível dos órgãos humanos: o bolso. Neste ano, chegamos à terceira edição do anuário, e nossa maior satisfação é registrar que as empresas têm se mostrado cada vez mais abertas e mais dis-

postas a colaborar com o levantamento, tornando o contato mais fácil e mais direto. É, para nós, a maior prova da confiança das companhias no nosso tra˜ balho e do reconhecimento da sua importância. Também nos honram as manifestações que dão conta da relevância deste inventário, que, pela abrangência e seriedade, já foi posicionado como referência no setor. Como todos os projetos da Análise Editorial, este anuário é distribuído gratuitamente a formadores de opinião e tomadores de decisão. Apenas uma pequena parte da tiragem é vendida. Não são, portanto, os leitores que o financiam, mas os anunciantes. Às empresas, entidades de classe e ao governo, que apoiaram a iniciativa com seus anúncios, o nosso muito obrigado. Um agradecimento especial merece ser dado aos três patrocinadores, padrinhos desta edição. São eles o Sistema Eletrobrás, a Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo (Sabesp) e a Foz do Brasil, empresa do grupo Odebrecht. As três companhias são concessionárias de serviços públicos e têm a questão ambiental fortemente impressa em seu DNA empresarial. São grandes entusiastas da publicação e, neste ano, tornaram-se apoiadoras destacadas da edição. À Eletrobrás, à Sabesp e à Foz do Brasil o nosso muito obrigado. Gostaríamos de registrar e agradecer também o empenho das empresas, das organizações não governamentais e das assessorias de imprensa de ambas, que investiram tempo e energia para que mais de 800 empresas e 368 ONGs ambientais estivessem representadas neste levantamento. Esperamos que este trabalho lhe seja útil. Boa leitura!

ANUÁrio 2009

GESTAO

AMBIENTAL As boas práticas das maiores empresas e bancos

O perfil das ONGs ambientais

ES

Sa Á P E C ne gu I A am a e L en to

Edição bilÍngUE: inglês E portUgUês

R$ 49,00 - ED. 19 - ISSN 1808-9240

www.analise.com

YEARBOOK 2009

Environmental management BRAZIL The good practices of the largest companies and banks

ec

www.analise.com

Sp

NOT FOR SALE

Bilingual edition: english • Portuguese

W ia Sa ate l R ni r a e p ta n o R tio d t n

Profile of environmental NGOs

Silvana Quaglio

Apoio:

8

gestão ambiental

www.analise.com


Metodologia 

Methodology

As respostas de cada empresa são apresentadas em três duplas de páginas. Este número indica em que parte das respostas você está.

COMO CONSULTAR AS TABELAS

www.grupomaggi.com.br

NI

ARAucO FOReST BRASIL BATAvO cOOPeRATIvA AGROINDuSTRIAL

www.batavo.coop.br

590 NI

BATTISTeLLA FLOReSTAL

www.battistella.com.br

NI

BuNGe ALIMeNTOS www.bunge.com.br

189

BuNGe FeRTILIzANTeS

www.bunge.com.br

c.vALe cOOPeRATIvA AGROINDuSTRIAL www.cvale.com.br

cAPAL cOOPeRATIvA AGROINDuSTRIAL www.capal.coop.br

cITROvITA

www.citrovita.com.br

cLeALcO AçúcAR e áLcOOL www.clealco.com.br

www.coamo.com.br www.coasul.com.br

www.cocamar.com.br

cOcATReL

www.cocatrel.com.br

cOMIGO - cOOP. AGROINDuSTRIAL www.comigo.com.br

cOOPeRATIvA AGRáRIA AGROINDuSTRIAL www.agraria.com.br

cOOPeRMIBRA - cOOPeRATIvA www.coopermibra.com.br

cOPAcOL

www.copacol.com.br

cOPeRcAMPOS

www.copercampos.com.br

cOROL

www.corol.com.br

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

SIG

376 Agrícola e Pecuária

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

HR

327 Cultivo Florestal

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Management

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

4255 Alimentos

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

3364 Química e Petroquímica

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Agriculture and Livestock Forest planting

Food Products Chemicals and Petrochemicals

Food Products Food Products

535 Alimentos

Food Products

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

2000 Bebidas e Fumo

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

5500 Açúcar e Álcool

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

4913 Comércio Atacadista

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

800 Cereais e Rações

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Beverages and Tobacco Sugar and Alcohol

Wholesale

Grains and Animal Feed

3000 Alimentos

Food Products

NI

370 Alimentos

755

1700 Alimentos

Food Products Food Products

1100 Malte Cervejeiro Beer Malt

NI

50 Alimentos

978

6421 Alimentos

NI

680 Alimentos

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

724

3164 Alimentos

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Food Products Food Products Food Products Food Products

1400 Açúcar e Álcool

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

cOSAN ALIMeNTOS - uNIDADe TARuMã

1000

1150 Açúcar e Álcool

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

www.novamerica.com.br

Sugar and Alcohol Sugar and Alcohol

cOTRIjAL

NI

1061 Alimentos

Food Products

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

cOTRIPAL

NI

1458 Cereais, Soja e Milho

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

www.cotrijal.com.br

www.cotripal.com.br

cOTRISAL - cOOP. TRITícOLA SARANDI

70

Grains, Soy and Corn

542

993 Alimentos

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

1970

6785 Alimentos

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

8000 Pesquisa e Desenvolvimento

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

Food Products Food Products Research and Development

gestão ambiental

CEO

Sustentabilidade Sustainability

SGI RH Gerência

Operação

Operations

Operação

Operations

Operação

Operations

Operação

Operations

Industrial

2

3

Tem programa de gestão para melhorar metas ambientais?

-

Esta seta indica que as respostas continuam na próxima dupla de página.

No

Não

-

Yes, in an informal manner

Sim. De maneira informal

Yes, in a documented manner

Sim. De maneira documentada

-

Through systematic verifications

Com verificações sistemáticas

-

Auditing reports

Through certifications and formal requirements

Through compliance with the law

Com o atendimento à legislação

-

No

Yes, but not systematically

Is there a management program to improve environmental targets?

Relatórios de auditorias

CEO

Quality, Environment, ST&D

RH

HR

Jurídica Legal

Técnica

Technical

Presidência CEO

Segurança e Saúde Safety and Health

Presidência CEO

Operação

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Gerência

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Diretoria

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Executive Office

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Diretoria

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Vice-presidência

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Executive Office

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Diretoria

-

Diretoria

Management Executive Office

Diretoria

Executive Office Corporate VP

Chefia

Lower Management

Gerência

Executive Office

Gerência

Management

Gerência

Management

Diretoria

Executive Office

Diretoria

Executive Office

Diretoria

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Gerência

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

CEO

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Diretoria

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Diretoria

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Diretoria

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Presidência

Qualidade e Meio Ambiente Quality and Environment

Operação

Operations

Segurança e Saúde

CEO CEO

Executive Office Executive Office Executive Office

Diretoria

Executive Office

Técnica

Safety and Health

Technical

Presidência

Presidência

CEO

RH

N

a terceira edição, o trabalho de coleta de dados seguramente fica mais simples, especialmente quando se conta com o interesse dos participantes, como foi o caso deste número do anuário Análise Gestão Ambiental. O trabalho de tabulação, análise e edição dos dados, em compensação, aumenta a cada edição – uma vez que crescem as possibilidades de comparação, além do maior número de empresas participantes. Neste levantamento, contamos com a participação de 170 novas empresas, um aumento significativo alcançado em razão do comprometimento de uma equipe de profissionais e aprendizes, que não mediu esforços para fazer a publicação mais completa e bem acabada possível. E, claro, só conseguimos o conteúdo diferenciado desta publicação, graças à dedicação de um grupo de especialistas que seguramente estão entre os maiores conhecedores do assunto no Brasil. Os consultores que nos orientaram, e se dedicaram intensamente ao projeto do anuário, desde a primeira edição, e

gestão ambiental

-

-

Presidência

Industrial

-

-

Diretoria

Presidência

Industrial

-

Executive Office

Agroindústria RH

-

Executive Office

Executive Office

Qualidade e Meio Ambiente

HR

CEO

Presidência Executive Office

Presidência

Agribusiness

Diretoria

Executive Office

Management

Quality and Environment

-

Operations

CEO

Diretoria

Qualidade, Meio Amb., ST&D

-

Management

RH

-

Industrial

HR

Operação

Operations

CEO

Diretoria

-

-

-

-

-

-

HR

Executive Office

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Chefias

Chefias

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Lower Management

www.analise.com

Lower Management

www.analise.com

enViRonmental management

Colaborado res, mo tivação a to da prova

16

-

Não

Sim. Mas não de forma sistemática

Yes

-

The company did not do this training

-

Community

Comunidade

Suppliers

Fornecedores

Third parties

Terceiros

Employees

Todos os processos e atividades + terceirizados e fornecedores All processes and activities + outsourced and supplier Funcionários

All processes and activities + outsourced

Todos os processos e atividades + terceirizados

Processos produtivos e administrativos

Productive and administrative processes

-

Productive processes

Processos produtivos -

No

Não

Yes, informally

Sim, de maneira informal

Yes, in a documented manner

Sim, de maneira documentada

Não adota

Does not use

Environmental communication

Analysis of lifecycle of process

Comunicação ambiental

Análise do ciclo de vida do processo

-

Com certificações e exigências formais

-

-

1977

eMBRAPA

-

De que forma se dá essa comprovação?

(para quem respondeu sim na anterior) Are suppliers required to give proof How is this proof given? (for those who of environmental management answered yes in the preceding question) practices?

management includes…

Sim

-

-

cOSAN AçúcAR e áLcOOL

www.cosan.com.br

Diretoria

-

1026

1409

Presidência

Presidência

-

332 Alimentos

1380

cOcAMAR

Meio Ambiente

Environment

-

323

NI

cOASuL cOOP. AGROINDuSTRIAL

Wood

4710 Alimentos

4331

cOAMO AGROINDuSTRIAL

-

International Trade

1800

875

cASTROLANDA - cOOP. AGROPecuáRIA

www.castrolanda.coop.br

Food Products

Food Products

www.cargill.com.br

-

-

600 Madeira

3000 Comércio Exterior

16120 26622 Alimentos

cARGILL AGRícOLA

-

Food Products

www.brasilfoods.com

www.embrapa.br

-

respondeu sim na anterior) Such impacts refer to... (for those who answered yes in the preceding question)

O treinamento relativo à gestão Fornecedores precisam ambiental inclui... comprovar práticas de The training related to environmental gestão ambiental?

A empresa não fez esse treinamento

100 Alimentos

11393 59008 Alimentos

BRF - BRASIL FOODS

www.doux.com.br

-

Is the management aware of the impacts of the operation?

Tais impactos ambientais referem-se a...(para quem

à elaboração dos questionários, merecem o nosso agradecimento especial, sempre. São eles: Christopher Stephan Wells, superintendente do Banco Real ABN-Amro. Eduardo de Souza Martins, sócio-diretor da E.Labore Assessoria Estratégica em Meio Ambiente. Enrique Svirsky, secretário-executivo adjunto do Instituto Socioambiental (ISA). Humberto Moura Ribeiro, sócio-diretor do NBS Consulting Group. Marcelo C. Battisti, gerente de crédito e avaliação de risco socioambiental e Bianca Chilinque Zambão da Silva, do ItauBBA. Marcelo Drügg Barreto Vianna, sócio da Deloitte Touche Tohmatsu Consultores. Marlusse Pestana Daher, promotora de Justiça do estado do Espírito Santo. Sandra Verônica Curreau, vice-presidente da Associação do Ministério Público de Meio Ambiente. Werner Grau Neto, especialista em Direito Ambiental. Antonio Carlos Carros Oliveira, gerente de certificação da ABNT. Avelino Pereira, consultor do NBS Consulting Group. Reynaldo Galvão Antunes, secretário técnico do comitê de gestão ambiental da ABNT.

Continua na próxima página Continued on next page

3529

AMAGGI exPORTAçãO e IMPORTAçãO www.araucodobrasil.com.br

DOux FRANGOSuL

Análise do ciclo de vida do produto e serviço

Sugar and Alcohol

NI

www.agroceres.com.br

www.cotrisal.com.br

-

Analysis of lifecycle of product and service

-

Environmental labeling

-

MASSO, QSMA, QSMR, QSMS, SIG, SSMA = Management systems that incorporate quality, security, health, environment and social responsibility

A administração reconhece os impactos decorrentes da operação?

Which rules of the ISO 14.000 series are adopted?

Evaluation of environmental performance

To what level does the area report to?

MASSQ, QSMA, QMSR, QSMS, SGI, QMRS, SSMA = Sistemas de gestão que integram qualidade, segurança, saúde, meio ambiente e responsabilidade social.

No

Não

Sim. Declarada no organograma

-

Not considered necessary at the moment

-

No, but is in process of obtaining it

Não julga necessário no momento

Não. Mas cumpre etapas para obtenção

Não. Planeja implementar

No, it plans to implement it

Sim. Mais de 10 anos

Yes, for more than 10 years

Sim. De 5 a 10 anos

-

Yes, from 5 to 10 years

Sim. De 2 a 5 anos

-

Yes, from 2 to 5 years

-

Yes, for up to 2 years

-

No

Sim. Há até 2 anos

1170 11000 Açúcar e Álcool

AGROceReS PIc

AGRIBUSINESS

-

Quais regras da série ISO 14000 adota?

AGRIBUSINESS

AçúcAR GuARANI

www.acucarguarani.com.br

aGroindÚstria

Is the responsibility for environmental management defined?

Não

aGroindÚstria

Não. Mas adota práticas não sistematizadas

Name / Site

No, but it adopts non systematized practices

Nome / site

Sim. Específica para o meio ambiente

Net Revenue (MMR$/2008)

3 - Outras informações Other

Number of employees

Answer refers to one or more companies of the group information

Nº de funcionários

Receita líquida (R$ mi/ 2008)

2 - Resposta válida para uma ou mais empresas do grupo

Yes, integrated to the other policies

Explanation of "Other" when applicable

Yes, specific for environment

Sim. Integrada às demais políticas

1 - Explicação para a alternativa Outro(a) escolhida em alguma questão

A que nível a área se reporta?

Rotulagem ambiental

A responsabilidade Qual área responde pela pela gestão gestão ambiental? Which area is in charge of ambiental está environmental management? definida?

See notes on page xxx for

1

– = Não desenvolve a ação Does not develop actions | NA = Não se aplica Not Applicable | NI = Não informou Not Informed

procedimentos adotados Adopted procedures

Environmental management organization

Does it have ISO 14001?

Yes, in an informal manner

Ver notas na página xxx para:

Legendas / Legends:: Sim = Yes | Não = No | ✔ = Resposta escolhida Answer chosen |

environmental practices of the companies

Tem ISO 14001?

Does it have an environmental policy?

Avaliação da performance ambiental

Possui política ambiental?

Sim. De maneira informal

Branch of activity

Yes, included in organizational chart

Ramo de atividade

Auditorias ambientais

Profile

• LEGENDAS Legends:

Environmental auditing

As infomações adicionais de cada práticas ambientais das empresas perfil estão nas organização da gestão ambiental empresa notas de rodapé.

➥ 71

English version P 275

Marco Aurélio Pede, geólogo e consultor ambiental. Agradecemos também aos especialistas que orientaram a pesquisa e prestaram informações para a reportagem especial sobre água e saneamento, que compõe esta edição. São eles: Agnes Gattai, consultora. Anicia Pio, do departamento de meio ambiente da Fiesp. Everton Luiz de Costa Souza, presidente da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (ABAS). Fernando Santos-Reis, presidente da Foz do Brasil. João Carlos Simanke de Souza, geólogo aposentado, ex-Sabesp e ex-presidente da ABAS. José Machado, presidente da Agência Nacional de Águas.Raul Pinho, presidente do Instituto Trata Brasil. Rubem Porto, Professor da Poli na Universidade de São Paulo (USP). Yves Besse, presidente da Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (Abcon). Nosso agradecimento especial também vai para a Agência Nacional de Águas (ANA), Copasa, Sabesp e Ministério de Cidades – Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental.

www.analise.com


Presentation

Reuters/Lee Jae Won

Apresentação 

Hoje a área de gestão ambiental se reporta a níveis hierárquicos cada vez mais altos

Nowadays the environmental management area reports to higher hierarchical levels

Um panorama da evolução English version P 276

Terceira edição do levantamento consolida tendências e aponta mudanças nas práticas ambientais das maiores companhias e bancos do país Silvana Quaglio

A

o olhar para o Brasil que emerge do inventário apresentado nesta publicação, enxergamos um país que dá sinais claros de ter engatado no trilho do desenvolvimento, da busca por melhores práticas ambientais e de valorização da transparência. É uma visão auspiciosa, pois a afirmação não deriva de uma impressão, mas de dados objetivos, apurados com 835 das maiores empresas e 14 dos maiores bancos do país. Esse grupo

22

gestão ambiental

de companhias respondeu aos questionários propostos pela equipe da Análise Editorial, detalhando suas práticas ambientais, sendo que pelo menos metade dele já prestigia o levantamento desde a sua primeira edição, faz três anos. Além desse grupo, que emprega 3,2 milhões de pessoas e somou receitas líquidas de mais de um trilhão de reais, em 2008, esta edição registra também o perfil de 368 ONGs ambientais. As entidades voltaram a atender a nosso convite e apresentaram informações que nos permitem avaliar como a sociedade civil vem se organizando nessa área – com que grau de transparência, objetivo e como financia suas atividades. Para mais detalhes sobre a pesquisa, ver Metodologia (pág. 14). O quadro é complementado por um conjunto de reportagens especiais sobre água e saneamento – um retrato dos avanços e dos desafios que o país começa a enfrentar rumo à universalização do serviço de coleta e tratamento do esgoto urbano. Em sua terceira edição, este levantamento – o maior no gênero feito

pela imprensa no Brasil – aponta com satisfatório grau de certeza que as práticas ambientais das empresas estão melhorando e se sofisticando a cada ano. A evolução dos números é, às vezes, sutil, porque, afinal, a maioria das empresas participantes afirma, desde a primeira edição, adotar várias práticas ambientais em seus processos. O interessante é justamente notar a melhoria na qualidade dos procedimentos adotados. E isso só a repetição do mesmo conjunto de questões, ano após ano, permite enxergar. Claro que a prática das empresas ainda pode melhorar em vários aspectos, mas, antes de apontar os pontos fracos, vamos registrar as evoluções positivas. Nesta apresentação, vamos mostrar os percentuais arredondados, para facilitar a compreensão. Assim, em 2007, 59% das empresas participantes declararam ter política de gestão ambiental integrada às demais políticas da empresa – o que é um indicador bastante positivo, de acordo com especialistas. Em 2008, esse percentual foi de 63%, e foi mantido neste ano. A evolução, nesta www.analise.com


Presentation

Reuters/Enrique Castro - Mendivil

Apresentação 

Na região hidrográfica da Amazonia corre 73,6% das águas de superfície do Brasil; o país tem cerca de 18% da água doce do planeta

73.6% of the surface water in Brazil runs through the hydrographic region of the Amazon; the country is home to 18% of the planet’s fresh water

questão, foi a redução do percentual das empresas que afirmaram ter política específica para o meio ambiente, de 29%, em 2007, para 23% em 2009. Dizem os especialistas, inclusive nossos consultores, que ter um conjunto de regras e procedimentos seguido pelas empresas com vistas a minimizar o impacto ambiental de suas atividades é ótimo. Mais que isso, é essencial. Melhor ainda se tal política estiver integrada às demais políticas da empresa. É um sinal de que a área não está isolada na organização, e que, se ainda não se tornou parte da estratégia do negócio, está mais próxima de chegar lá. Outro dado que indica que a variável ambiental se aproxima da estratégia do negócio da companhia, em boa parte da amostra, é o fato de que subiu o nível hierárquico para quem a área responde na empresa. Em 98% das empresas participantes, a responsabilidade pela gestão ambiental está definida formal (78%) ou informalmente (20%) no organograma. Em 73% delas, a área responsável se reporta aos mais altos níveis hierárquicos, estando, assim, dividida: em 50% das empresas, a área responde a uma diretoria; em 5% a uma vice-presidência; e em 18% à presidência da corporação. A evolução pode ser constatada quando comparadas as três edições

26

gestão ambiental

da pesquisa. Na primeira edição, em 2007, em 38% das companhias a área responsável pela gestão ambiental respondia a uma gerência. Esse número caiu para 19% em 2008 e se manteve no mesmo patamar em 2009. O aumento mais expressivo no período foi, mesmo, de diretorias respondendo pela área. Entre os bancos, a variável ambiental também dá sinais de estar subindo na hierarquia, especialmente quando se analisa a relação das instituições com o mercado. Como

Em 40% das empresas os impactos ambientais são conhecidos em todos os seus processos e atividades os bancos e as demais empresas do universo pesquisado têm atividades muito distintas, os questionários que cada grupo responde são diferentes. Assim, é possível verificar que um número maior de bancos vem se preocupando em analisar com maior profundidade a gestão e o risco socioambiental dos clientes. Onze instituições afirmaram dispor de uma área específica para essa atividade neste ano, ante oito no ano passado. Em cinco bancos, essa área se repor-

ta à presidência ou vice-presidência. Em 2008, isso acontecia em apenas um banco, enquanto na maioria a área respondia a uma diretoria. Quando o assunto é a política corporativa dos bancos, o resultado é ligeiramente diferente. Os 14 maiores bancos do país, que responderam ao questionário neste ano, afirmaram ter política ambiental corporativa, formalizada (12) ou não (2). Em quatro, a área responsável pela gestão ambiental se reporta diretamente à presidência ou vice-presidência, em dois à superintendência e em quatro a uma diretoria. O levantamento indica, também, que tem aumentado o grau de formalidade com que as empresas tratam a variável ambiental. Desde 2007, a maioria das empresas que responderam ao questionário afirmava conhecer os impactos ambientais de seus processos, atividades e serviços de maneira documentada. Ocorre que o percentual, embora alto desde o início, vem aumentando. Era de 81% das empresas respondentes em 2007 e passou a 83% nesta edição. Mais expressivo ainda é o fato de que 40% das empresas dizem que os impactos ambientais conhecidos e documentados de suas atividades referem-se a todos os processos e atividades da organização, incluindo pessoal terceirizado e fornecedores. www.analise.com


ESPECIAL Água e saneamento 

ES P EC I A L Wa te r a n d sa n i ta t i o n

Com investimentos, BRASIL começa a liquidar a fatura Privilegiado com algumas das maiores reservas de água doce do mundo, país enfrenta o desafio de dobrar a rede de coleta de esgoto e triplicar o volume de esgoto tratado English version P 277

Q

uando o assunto é água, o Brasil vive, ao mesmo tempo, uma situação que o aproxima dos piores indicadores dos países em desenvolvimento e uma realidade que o coloca em posição privilegiadíssima na comparação com qualquer outro país. De um lado, ostenta baixos índices de esgotamento sanitário – me-

Com 1500 km de extensão, o rio Solimões tem importância estratégica para o escoamento de mercadorias na região amazônica

BANCO DE IMAGENS ANA/CLAUDIA DIANNI

The 1500 km-long Solimões river has strategic importance for the outflow of goods from the Amazon region

nos da metade da população tem acesso a redes de esgoto –, e somente um quarto do esgoto recolhido nas cidades é tratado. De outro, concentra uma das maiores reservas de água doce superficial e subterrânea do planeta. Isso tudo é conhecido. A novidade apresentada por esta publicação é uma grande avaliação que mostra como o Brasil está posicionado nessa discussão e quais

são suas chances de sair do atoleiro do saneamento e ainda se equipar para cuidar das reservas que a mãe natureza nos deu. E a conclusão é que há boas notícias em ambas as frentes. Embora os desafios ainda sejam muito grandes, o Brasil já lista várias iniciativas positivas nessa área e vem dando sinais de que tem disposição para tratar da questão com seriedade. É o que mos-


tra a série de reportagens que o leitor encontrará nas próximas páginas deste anuário, que tratam de alguns dos aspectos mais importantes sobre o tema: saneamento, consumo e desperdício de água e o imbróglio legal que ainda envolve a concessão para a exploração do recurso. Um primeiro indicador que permite a nossa conclusão é que desde 2007, com um novo marco regulatório e com o aumento dos investimentos com o PAC – o Programa de Aceleração do Crescimento, do governo federal –, o país começa a vislumbrar a possibilidade de, em um horizonte de tempo razoável, universalizar o acesso à coleta e ao tratamento de esgoto, o que, por sua vez, deve ajudar a melhorar a oferta de água nas regiões metropolitanas. Ou seja, se ainda nos equiparamos a países pouco desenvolvidos em relação à coleta e ao tratamento do esgoto, os investimentos públicos e privados direcionados ao setor indicam que em breve os resultados começarão a aparecer. Enfim, neste aspecto, o país, definitivamente, tem jeito. Agora, é preciso, sim, continuar melhorando as condições de gestão das empresas – como se verá nas reportagens adiante – e a regulação, de forma a consolidar um cenário favorável para os investimentos. Outro ponto positivo, que merece destaque, é o programa de despoluição do rio Tietê. O Projeto Tietê é um conjunto de medidas estruturadas, baseadas em investimentos de 3 bilhões de reais – parcialmente financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) –, que nos últimos 17 anos vêm sendo desenvolvidas para reduzir a poluição do rio mais importante do estado de São Paulo. E o resultado começa a aparecer e a ser comemorado até pelo público mais cético. Quando o programa foi iniciado, em 1992, 1.250 empresas respondiam por até 90% da poluição industrial que tirou totalmente a vida do rio em 250 quilômetros de extensão a partir da capital, São Paulo. No fim da década de 1990, 99,8% das empresas haviam implantado os controles necessários para deixar de jogar poluentes no rio. Paralelamente, foram criadas estações de tratamento de esgoto na capital e

www.analise.com

a maioria dos brasileiros têm a água tratada... Most Brazilians have treated water

População Urbana Entendida (%)

<40,0 40,1 - 60,0 60,1 - 80,0 80,1 - 90,0 >90,1 Brasil = 89%

Fonte: ANA

... e Menos da metade da populaçÃo nÃo possui acesso a coleta e tratamento de esgoto

And half of the population does not have access to sewerage collection and treatmen

População Urbana Entendida (%)

<10,0 10,1 - 20,0 20,1 - 40,0 40,1 - 70,0 >70,1 Fonte: ANA

Brasil = 47%

ENVIRONMENTAL MANAGEMENT

35


T O T A L I Z A Ç ã o d o s r e s u lta d o s E m p r e s a s Total Results - Companies

estrutura da gestão ambiental Environmental management structure Como definem a responsabilidade pela área ambiental?

2

Is the management aware of the environmental impacts of the activities? How?

How is the responsibility for the environmental area defined? 77,7% Formalmente e declarada no organograma

2009

2008

19,9% De maneira informal

In an informal manner

Formally and stated in the organizational chart

21%

76,1%

2,9%

Total de 649 empresas  Total of 649 companies

2,4% Não definem 

Total de 664 empresas  Total of 664 companies

Os impactos ambientais das atividades são conhecidos pela administração? De que maneira? 2

Did not define

82,7% Sim, de maneira documentada 

2009

Yes, in a documented manner

Os impactos conhecidos referem-se a quais processos? 2

Outra

40,4% A todos, atividades, terceirizados e fornecedores

Which corporate area accounts for environmental management?

26,4% 16,2%

16%

Operação

17,1%

Controle de Qualidade Sistema

13,6% 35,3%

13,1% Só aos processos produtivos e administrativos Only the productive and administrative processes

Total de 640 empresas  Total of 640 companies

9,2%

Presidência

Têm programas de gestão para melhorar metas ambientais? 2

10%

Are management programs to improve environmental targets in place?

10,2%

Board of Directors

RH

8%

7,5%

HR

Communications

2,2% 3,2%

1,9% 1,7%

2009

2008

Total de 648 empresas em 2009 e 630 em 2008  Total of 648 companies in 2009 and 630 in 2008

76,8% Sim, de maneira documentada

2009

2008

19,9% Sim, de maneira informal

Yes, in a documented manner

50%

47,1%

Executive Office

Presidência

3,3% Não No Total de 649 empresas  Total of 649 companies

Relationship with suppliers

Exigem que fornecedores comprovem procedimentos de gestão ambiental para contratá-los? 2

Are suppliers required to prove environmental management procedures before they are hired?

17,9%

20,6%

CEO

Gerência

2009

18,9%

Vice-presidência

4,8%

Superintendência

Yes

3,9% 5,2%

Managing direction

Yes, but not systematically

46,7% Sim

5,2%

Corporate VP

Total de 664 empresas  Total of 664 companies

Supervisão

0,8%

Que tipo de comprovação é exigida? 1

0,2%

Liderança

0,2%

Technical

Leadership

Outra Other

1,7%

0,3%

90,2%

Compliance with the laws 2009

2008

Total de 648 empresas em 2009 e 630 em 2008  Total of 648 companies in 2009 and 630 in 2008

56,5%

Apresentação de certificações ou exigências formais

52,8%

Presentation of formal certificates or requirements

35,8%

Realizam verificações sistemáticas

34,5%

Systematic checks are performed

Apresentação de relatórios de auditorias Presentation of auditing reports

12%

12,3%

(1) Respostas estimuladas e múltiplas (2) Resposta estimulada e única (3) Resposta espontânea (1) Stimulated and multiple answers (2) Stimulated and single answer (3) Spontaneous answer

56

gestão ambiental

2008

91,5%

O atendimento da legislação

0,6%

0,3%

20%

2009

What type of proof is required?

1,1%

Técnica

46,2%

Total de 649 empresas  Total of 649 companies

0,9%

Supervision

33,7%

17,2% Não No

Chefia

1%

2008

36,1% Sim, mas não de forma sistemática

19,3%

Management

3,4%

Relacionamento com fornecedores

To what organizational level does the area in charge report to?

Diretoria

21%

75,6%

Yes, informally

Total de 664 empresas  Total of 664 companies

A qual nível organizacional a área responsável se reporta? 2

Lower Management

13,6%

37,5%

Total de 654 empresas  Total of 654 companies

10,5%

Systems

Comunicação

To all, activities and outsourced

14,6%

Quality control

Manutenção

36,4% A todos, atividades e terceirizados

11,6%

2008

10,1% Só aos processos produtivos

Only the productive processes

13,4%

Operations

Maintenance

2009

To all, outsourced and supplier activities

20,3%

Safety and Health

Total de 649 empresas  Total of 649 companies

Are not known

The known impacts refer to which processes?

Segurança e Saúde

1,4%

1,5% Não são conhecidos

Total de 664 empresas  Total of 664 companies

18,6%

80%

Yes, informally

Qual área corporativa responde pela gestão ambiental? 2

Other

2008

15,8% Sim, de maneira informal

www.analise.com

Total de 550 empresas em 2009 e 630 em 2008  Total of 650 companies in 2009 and 630 in 2008


Consumo de recursos naturais Use of natural resources

tratamento de resíduos Waste treatment

Reconhecem como prática na empresa

Reconhecem como prática na empresa

Are recognized as a company practice

Are recognized as a company practice

Água Water

Resíduos do processo 1 Waste treatment

1

Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores específicos

76,8

Monitoring with specific indexes

Reúso

73,7

Reuse

53,9

47,5

Meta de redução Reduction target

63,1

62,2

Programa estruturado Structured program

33,9 32,2

Campanha de conscientização dos funcionários

74,5

Employee awareness campaign

Não desenvolvem ações específicas

5,4 Does not develop specific actions Total de 664 empresas em 2009 e 649 em 2008  Total of 664 companies in 2009 and 649 in 2008

69,2 7,1

Energia elétrica 1 Electrical energy Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores específico Monitoring with specific indexes

77,3

76,3

Meta de redução Reduction target

64,6

60,1

Programa estruturado Structured program

38,6

37

Campanha de conscientização dos funcionários

72,4

66,1

Employee awareness campaign

Não desenvolvem ações específicas

5,3 Does not develop specific actions Total de 664 empresas em 2009 e 649 em 2008  Total of 664 companies in 2009 and 649 in 2008

6

Combustíveis fósseis 1 Fossil fuels Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores específicos

55,6

Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores Monitoring with specific indexes

76,8

73

Reúso

54,2

49

Meta de redução Reduction target

57,7

49,5

Metas de reciclagem Recycling targets

61,6

63,8

Processo para diminuir geração Process to reduce generation

64,8 62,9

Coleta seletiva de lixo

88,9 88,6

Reuse

Selective trash collection

Investimento em tecnologia para reduzir a geração Investment in technology to reduce generation

48

44,8

Processo para diminuir o impacto ambiental Process to lessen environmental impact

65,5

66,1

Garantia de conformidade no manuseio, transporte e tratamento

Compliance guarantee in handling, transport and treatment

78,6

76,3

Outras Others

5,4

3,7

Não desenvolvem ações específicas

2,7

2,6

Does not develop specific actions Total de 664 empresas em 2009 e 649 em 2008  Total of 664 companies in 2009 and 649 in 2008

Tratamento de efluentes 1 Effluent treatment Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores Monitoring with specific indexes

68,7

Reúso Reuse

42,6 39,8

Metas de reciclagem Recycling targets

27,1

Processo para diminuir geração Process to reduce generation

50,8 49,5

Investimento em tecnologia para reduzir a geração

66,1

24,8

41,9

39,9

40,8 40,1

Possui unidade de tratamento Has a treatment unit

69,3

67,5

Structured program

22,1

22,7

Garantia de conformidade no manuseio, transporte e tratamento

66,3 65,2

Outras Others

11,7

5,5

Não desenvolvem ações específicas

30,1

Monitoring with specific indexes

Meta de redução Reduction target

Programa estruturado

Does not develop specific actions

55,6

30,2

Total de 664 empresas em 2009 e 649 em 2008  Total of 664 companies in 2009 and 649 in 2008

Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores específicos Monitoring with specific indexes

72,3

Meta de redução Reduction target

50,4 42,7

Programa estruturado

34,5 32,8

Outras Others

Não desenvolvem ações específicas Does not develop specific actions

63,4

21

10,7

11,8

20,6

Total de 119 empresas em 2009 e 131 em 2008  Total of 119 companies in 2009 and 131 in 2008

Em %

2009

Monitoramento com indicadores específicos Monitoring with specific indexes

62,7

Meta de redução

46,1

Programa estruturado Structured program

Outras Others

Não desenvolvem ações específicas Does not develop specific actions

Outras

5,1

Others

2,5

Não desenvolvem ações específicas

11,4 10,3 Does not develop specific actions Total de 664 empresas em 2009 e 649 em 2008  Total of 664 companies in 2009 and 649 in 2008

Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores Monitoring with specific indexes

65,5

Processo para diminuir geração

53,9 49,2

Process to reduce generation

60

Investimento em tecnologia para reduzir a geração Investment in technology to reduce generation

53,7

Processo para diminuir o impacto

59,9 59,5

Process to lessen impact

49,4

Outras

7,6

5,4

Não desenvolvem ações específicas

12,8

15,5

Others

Does not develop specific actions Total de 603 empresas em 2009 e 632 em 2008  Total of 603 companies in 2009 and 632 in 2008

Ruídos e vibrações 1 Noises and vibrations

Recursos minerais 1 Mineral resources

Reduction target

Compliance guarantee in handling, transport and treatment

Emissões atmosféricas 1 Atmospheric emissionsv

Lenha e carvão 1 Wood and coal

Structured program

Investment in technology to reduce generation

2008

59,2 42,5

30,7

24,9

7

3,9

21,5

Total de 228 empresas em 2009 e 233 em 2008  Total of 228 companies in 2009 and 233 in 2008

23,6

Em %

2009 2008

Monitoramento com indicadores

65,4 63,3

Monitoring with specific indexes

Processo para diminuir geração Process to reduce generation

51,5

47,6

Investimento em tecnologia para reduzir a geração Investment in technology to reduce generation

45,6

41,5

Processo para diminuir o impacto Process to lessen impact

45,1

41,4

Outras

4,6

3,6

Others

Não desenvolvem ações específicas

13,3 Does not develop specific actions Total de 610 empresas em 2009 e 638 em 2008  Total of 610 companies in 2009 and 638 in 2008

17,1

(1) Respostas estimuladas e múltiplas (2) Resposta estimulada e única (3) Resposta espontânea (1) Stimulated and multiple answers (2) Stimulated and single answer (3) Spontaneous answer

www.analise.com

ENVIRONMENTAL MANAGEMENT

57


práticas ambientais das EMPRESAS

Organização da gestão ambiental  Environmental management organization Tem ISO 14001?

Does it have an environmental policy?

Sim. Declarada no organograma

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

SIG

-

-

-

-

-

HR

-

-

-

-

-

Management

600 Madeira 

-

-

-

-

-

-

376 Agrícola e Pecuária 

-

-

-

-

-

-

327 Cultivo Florestal 

-

-

-

-

-

-

Yes, for more than 10 years

Yes, from 5 to 10 years

Yes, from 2 to 5 years

Yes, for up to 2 years

-

No

-

-

-

To what level does the area report to?

MASSO, QSMA, QSMR, QSMS, SIG, SSMA = Management systems that incorporate quality, security, health, environment and social responsibility

No

-

-

No, it plans to implement it

-

Sim. Mais de 10 anos -

Sim. De 5 a 10 anos -

-

Sim. De 2 a 5 anos -

-

Sim. Há até 2 anos -

-

Não -

No, but it adopts non systematized practices

-

-

Yes, specific for environment

-

Not considered necessary at the moment

Não julga necessário no momento

-

-

-

No, but is in process of obtaining it

Não. Mas cumpre etapas para obtenção

-

Não. Planeja implementar

-

Sim. Específica para o meio ambiente

Name / Site

Yes, integrated to the other policies

Nome / site

Number of employees

Net Revenue (MMR$/2008)

3 - Outras informações Other

information

Nº de funcionários

Receita líquida (R$ mi/ 2008)

Answer refers to one or more companies of the group

A que nível a área se reporta?

MASSQ, QSMA, QMSR, QSMS, SGI, QMRS, SSMA = Sistemas de gestão que integram qualidade, segurança, saúde, meio ambiente e responsabilidade social.

-

-

Explanation of "Other" when applicable

2 - Resposta válida para uma ou mais empresas do grupo

Is the responsibility for environmental management defined?

Sim. Integrada às demais políticas

1 - Explicação para a alternativa Outro(a) escolhida em alguma questão

Não. Mas adota práticas não sistematizadas

See notes on page 203 for

Não

Ver notas na página 192 para:

A responsabilidade Qual área responde pela pela gestão gestão ambiental? Which area is in charge of ambiental está environmental management? definida?

Does it have ISO 14001?

Yes, in an informal manner

Branch of activity

Possui política ambiental?

Sim. De maneira informal

Ramo de atividade

• LEGENDAS Legends:

Yes, included in organizational chart

Perfil  Profile

environmental practices of the companies

AGROINDÚSTRIA  AGRIBUSINESS 1170 11000 Açúcar e Álcool 

Açúcar Guarani 

Sugar and Alcohol

www.acucarguarani.com.br

NI

Agroceres PIC 

www.agroceres.com.br

Amaggi Exportação e Importação 

www.grupomaggi.com.br

NI

Arauco Forest Brasil 

www.araucodobrasil.com.br

Batavo Cooperativa Agroindustrial 

www.batavo.coop.br

590 NI

Battistella Florestal  www.battistella.com.br

Food Products

3000 Comércio Exterior  International Trade Wood

Agriculture and Livestock Forest planting

11393 59008 Alimentos 

BRF - Brasil Foods 

NI

Bunge Alimentos  www.bunge.com.br

189

Bunge Fertilizantes 

www.bunge.com.br

C.Vale Cooperativa Agroindustrial 

www.cvale.com.br

Capal Cooperativa Agroindustrial 

www.capal.coop.br

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

4255 Alimentos 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

3364 Química e Petroquímica 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Food Products Chemicals and Petrochemicals

1800

4710 Alimentos 

323

332 Alimentos 

Food Products Food Products

16120 26622 Alimentos 

Cargill Agrícola 

Food Products

www.cargill.com.br

Castrolanda - Coop. Agropecuária  www.castrolanda.coop.br

Citrovita 

www.citrovita.com.br

Clealco Açúcar e Álcool  www.clealco.com.br

875

COASUL Coop. Agroindustrial 

www.coasul.com.br

Cocamar 

www.cocamar.com.br

Cocatrel 

www.cocatrel.com.br

Comigo - Coop. Agroindustrial 

www.comigo.com.br

Cooperativa Agrária Agroindustrial  www.agraria.com.br

Coopermibra - Cooperativa 

www.coopermibra.com.br

Copacol 

www.copacol.com.br

Copercampos 

www.copercampos.com.br

Corol 

www.corol.com.br

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

5500 Açúcar e Álcool 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

4913 Comércio Atacadista 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

800 Cereais e Rações 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

Beverages and Tobacco Sugar and Alcohol

Wholesale

Grains and Animal Feed

1380

3000 Alimentos 

NI

370 Alimentos 

755

1700 Alimentos 

1409

Food Products Food Products Food Products

1100 Malte Cervejeiro  Beer Malt

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

50 Alimentos 

978

6421 Alimentos 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

680 Alimentos 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

724

3164 Alimentos 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

1400 Açúcar e Álcool 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

1150 Açúcar e Álcool 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

1977

Cosan Alimentos - Unidade Tarumã 

1000

www.novamerica.com.br

Food Products

-

2000 Bebidas e Fumo 

Cosan Açúcar e Álcool 

www.cosan.com.br

535 Alimentos 

-

1026

4331

Coamo Agroindustrial 

www.coamo.com.br

Food Products

www.brasilfoods.com

AGROINDÚSTRIA  AGRIBUSINESS

3529

100 Alimentos 

Food Products Food Products Food Products Food Products Sugar and Alcohol Sugar and Alcohol

Cotrijal 

NI

1061 Alimentos 

Food Products

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Cotripal 

NI

1458 Cereais, Soja e Milho 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

www.cotrijal.com.br

www.cotripal.com.br

Cotrisal - Coop. Tritícola Sarandi 

www.cotrisal.com.br

Doux Frangosul  www.doux.com.br

Embrapa 

www.embrapa.br

72

Grains, Soy and Corn

542

993 Alimentos 

1970

6785 Alimentos 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

8000 Pesquisa e Desenvolvimento 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

Food Products Food Products Research and Development

gestão ambiental

Meio Ambiente 

Presidência 

Presidência 

Diretoria 

Environment

CEO

CEO

Executive Office

Sustentabilidade 

Presidência 

Sustainability

SGI  RH  Gerência 

Operação  Operations

Operação  Operations

Operação  Operations

Operação  Operations

Industrial  Industrial

Operação  Operations

RH 

HR

CEO

Diretoria 

Executive Office

Gerência 

Management

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Vice-presidência 

Corporate VP

Chefia 

Lower Management

Gerência 

Management

Diretoria 

Executive Office

Gerência 

Management

Qualidade, Meio Amb., ST&D  Gerência  Quality, Environment, ST&D

RH 

HR

Jurídica  Legal

Técnica 

Technical

Presidência  CEO

Segurança e Saúde  Safety and Health

Presidência  CEO

Operação 

Management

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Gerência 

Operations

Management

Presidência 

Presidência 

Qualidade e Meio Ambiente 

Presidência 

Agroindústria 

Presidência 

CEO

Quality and Environment Agribusiness

RH 

HR

Industrial  Industrial

Qualidade e Meio Ambiente  Quality and Environment

Operação  Operations

Segurança e Saúde 

CEO CEO CEO

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Diretoria 

Executive Office

Técnica 

Safety and Health

Technical

Presidência 

Presidência 

RH 

Diretoria 

CEO

CEO

HR

Executive Office

Chefias 

Chefias 

Lower Management

www.analise.com

Lower Management


Legendas / Legends:: Sim = Yes | Não = No | ✔ = Resposta escolhida Answer chosen |

1

– = Não desenvolve a ação Does not develop actions | NA = Não se aplica Not Applicable | NI = Não informou Not Informed

2

3

Procedimentos adotados Adopted procedures

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Through compliance with the law

No

Yes, but not systematically

Sim. Mas não de forma sistemática

Yes

The company did not do this training

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

No

-

-

Yes, in an informal manner

-

-

Yes, in a documented manner

-

-

Through systematic verifications

-

-

Auditing reports

-

-

-

Through certifications and formal requirements

-

-

-

Com o atendimento à legislação

-

-

Não

-

Community

Comunidade

Suppliers

Fornecedores

Third parties

Terceiros

Todos os processos e atividades + terceirizados

Employees

Processos produtivos e administrativos

All processes and activities + outsourced

Processos produtivos

No

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ ✔

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ ✔ -

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

www.analise.com

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

ENVIRONMENTAL MANAGEMENT

73

Continua na próxima página Continued on next page

-

-

Não

-

-

Sim. De maneira informal

-

-

Sim. De maneira documentada

-

-

Is there a management program to improve environmental targets?

Com verificações sistemáticas

Tem programa de gestão para melhorar metas ambientais?

Relatórios de auditorias

-

Com certificações e exigências formais

-

-

management includes…

De que forma se dá essa comprovação?

(para quem respondeu sim na anterior) Are suppliers required to give proof How is this proof given? (for those who of environmental management answered yes in the preceding question) practices?

Sim

-

-

O treinamento relativo à gestão Fornecedores precisam ambiental inclui... comprovar práticas de The training related to environmental gestão ambiental?

A empresa não fez esse treinamento

-

-

Yes, informally

Environmental communication

-

-

Productive and administrative processes

Não -

-

-

Sim, de maneira informal

-

-

Yes, in a documented manner

Sim, de maneira documentada

-

Does not use

Não adota

-

-

-

-

-

-

-

-

respondeu sim na anterior) Such impacts refer to... (for those who answered yes in the preceding question)

-

Comunicação ambiental

-

Analysis of lifecycle of process

Análise do ciclo de vida do processo

-

Analysis of lifecycle of product and service

Análise do ciclo de vida do produto e serviço

-

Environmental labeling

Rotulagem ambiental

-

Evaluation of environmental performance

Avaliação da performance ambiental

Environmental auditing

Auditorias ambientais

Is the management aware of the impacts of the operation?

Tais impactos ambientais referem-se a...(para quem

Todos os processos e atividades + terceirizados e fornecedores All processes and activities + outsourced and supplier Funcionários

A administração reconhece os impactos decorrentes da operação?

Which rules of the ISO 14.000 series are adopted?

Productive processes

Quais regras da série ISO 14000 adota?


Reuters /Brendan McDermid

Bancos  Banks

Dois dos maiores bancos privados brasileiros fazem parte do índices Dow Jones de Sustentabilidade Two of the largest private Brazilian Banks are included in the Dow Jones Sustainability index

English version P 281

Cresce peso estratégico da análise de risco ambiental Na maior parte das instituições, área passou a se reportar à presidência ou vice-presidência. E 12 dos 14 bancos entrevistados disseram ter política ambiental corporativa

214

gestão ambiental

O

s bancos podem dar uma contribuição decisiva para que o galho em que estamos sentados na árvore não seja mais cortado, para usar uma das figuras de linguagem mais utilizadas pelos ambientalistas. É que ganha cada vez mais força a ideia, civilizadora, de que o acesso ao capital vai depender dos compromissos socioambientais das empresas. E vai mesmo. É o que mostra o capítulo sobre bancos do anuário análise gestão ambiental. Neste ano, o questionário foi entregue aos 56 maiores bancos em operação no Brasil e respondido por 14

deles. Itaú e Unibanco, assim como Santander e Real, já responderam como instituições únicas. Os bancos estão lá também para zelar pela universalização dos compromissos socioambientais. Não é por acaso, por mera onda passageira ou simples apelo mercadológico. É sabido que, para o acionista, o que importa é a perspectiva de lucro futuro trazida a valor presente. Todo dia é assim que o mercado financeiro pensa, se comporta e precifica uma companhia. Ora, negócios sustentáveis no sentido de longevos, em tese, são sempre melhores para os acionistas e representam, também por isso, menos risco para quem, afinal, está emprestando os recursos para suas operações. Apostar na sustentabilidade é, assim, por definição, um bom negócio. Os bancos brasileiros crescentemente pensam assim. Crescentemenwww.analise.com


te a sustentabilidade passou a fazer parte do DNA das instituições e da maneira como encaram seu próprio negócio (como bancos) e os de seus clientes. Os caminhos que foram trilhados pelas instituições para chegar a estas conclusões e posicionamentos, no entanto, foram bastante diversos. Em 2003, o Unibanco foi a primeira instituição brasileira a aderir ao chamado “Princípios do Equador” – um documento internacional que tem por base as políticas do Banco Mundial e do seu braço financeiro privado, o IFC, de adesão voluntária pelo qual as instituições financeiras se comprometem a condicionar a concessão de financiamentos a projetos (hoje, de valor mínimo de 10 milhões de dólares) a uma série de exigências socioambientais. A decisão do Unibanco estimulou, posteriormente, a adesão do Itaú, do Bradesco e do Banco do Brasil. O ABN Amro Real e o HSBC eram signatários desde o lançamento, porque suas matrizes no exterior estavam entre as dez instituições promotoras do documento. Além deste caminho, o do financiamento de projetos, os bancos foram ao longo do tempo desenvolvendo estruturas voltadas para a sustentabilidade baseada em áreas distintas das suas organizações. Cada uma com sua história e circunstâncias. No banco Real, por exemplo, a incorporação se deu pela análise de risco socioambiental na área de crédito; no Bradesco, pela área de responsabilidade socioambiental. Em ambos os casos, e é também o que mostra este anuário, essas estruturas foram, aos poucos, “tomando” o conjunto das instituições. Foram impregnando os bancos e, sim, subindo nas hierarquias. Assim, aos poucos, os bancos foram institucionalizando esses compromissos e transformando preocupações ou atenções pontuais em posicionamentos estratégicos. Tanto isso é verdade que, em 2007, 62,5% das instituições declararam ao anuário que suas áreas de análise de gestão e risco ambiental dos clientes respondiam a uma diretoria e, agora, em 2009, a maior parte se

www.analise.com

reporta diretamente a presidência e vice-presidências (45,5%) ou a superintendências (18,2%). A mudança na relação hierárquica mostra a importância que a questão assumiu e revela o quanto ela se tornou estratégica. É, enfim, um avanço indiscutível. Em 2008, duas instituições afirmaram não ter uma política de risco socioambiental para a concessão de crédito. Neste ano, todas disseram ter ou uma política (nove) ou uma série de procedimentos (quatro) que consideram o risco socioambiental na hora de analisar a concessão de crédito. Metade dos bancos (7 das 14 instituições) diz, ainda, que suas políticas ou procedimentos são extensivos na avaliação de empresas que atuem em todas as atividades econômicas. Se a lupa das boas práticas socioambientais é cada vez mais usada para decidir o risco e a qualidade da empresa candidata a tomar um empréstimo, no plano interno dos bancos, a institucionalização da sustentabilidade também passa por um nítido processo de consolidação. Hoje, 12 das 14 instituições que responderam ao questionário disseram ter uma política ambiental corporativa formalizada em documentos, enquanto apenas duas não a formalizaram (eram três em 2008). Em dez dos 14 bancos, a responsabilidade pela gestão da política socioambiental está declarada no organograma. E também neste caso a área responsável subiu na hierarquia. Em 2007, a distribuição era assim: em seis bancos as áreas se reportavam a diretores; 1, superintendente; e 3, presidentes ou vice-presidentes. Agora, em 2009, 4, diretores; 2, superintendentes; e 4, presidentes ou vice-presidentes. Agora, as informações estão mais disponíveis. Oito instituições declararam, em 2009, que colocam essas informações em seus sites, ante apenas três em 2007. Aumentou de cinco para sete o número de bancos que publicam o balanço social no modelo GRI (o mais usado internacionalmente).  0

POLÍTICAS PARA A CONCESSÃO DE CRÉDITO credit policy

Têm política de risco socioambiental? 2 Does it have a social environmental risk policy? 2009

64,3% Sim  Yes

7,1% Não informou

Did not inform

0% Não  No

28,6% Não, mas considera o risco na análise3

No, but is considers the risk in the analysis Total de 14 bancos  Total of 14 banks 2008 73,3%

13,3%

0%

13,3%

Total de 15 bancos  Total of 15banks

A política ou os procedimentos são restritos às atividades de maior risco ambiental? 2

Are the policies or procedures restricted to activities with greater environmental risk?

Sim Yes

Não. Contempla todas as Não. Contempla a maioria atividades econômicas das atividades econômicas

No, it includes all economic activities

Bancos pesquisados Banks surveyed

2

7

3

2

Banks

Banks

Banks

Banks

Bancos

Bancos Bancos

2008

15

1

8

4

2

Banks

Banks

Banks

Banks

Bancos

Did not inform

14

2009

Bancos

Não informou

No, it includes the majority of economic activitiesNo, it includes the majority of economic activities

Bancos

Bancos

Bancos

Bancos pesquisados Banks surveyed

Aplicam a política de risco sócio-ambiental para: 1 Are there specific policies for sectors with higher risk? Em %

2009 2008

Financiamento de projeto

78,6

80

Administração de recursos de terceiros

28,6

20

Mercado de capitais

14,3

26,7

Financiamento de agronegócio

64,3

73,3

7,1

20

Project Finance

Asset Management Capitals market

Agribusiness financing

Seguros

Insurance

Fusões e aquisições

7,1

26,7

Outras

28,6

40

Não informou

14,3

6,7

Mergers and Acquisitions Others Did not inform

Total de 14 bancos em 2009 e 15 em 2008  Total of 14 banks in 2009 and 14 in 2008

possuem políticas específicas para setores com maior risco? 2

Are there specific policies for sectors with higher risk? Em %

2009

2008

Sim

69,2

53,8

Não

0

7,7

23,1

23,1

Yes

No

Não, mas está elaborando but it is preparing them

Não desejou informar

7,7 15,4 Did not inform Total de 13 bancos em 2009 e em 2008  Total of 13 banks in 2009 and 2008

ENVIRONMENTAL MANAGEMENT

215


bancos

BANKS

Aspectos externos de gestão socioambiental  External aspects of social−environmental impact

Does it have a socialenvironmental risk evaluation policy?

Ver notas para: See notes for:

Essa área se reporta ao...

This area reports to...

Sim

Departamento de Crédito - Análise de Risco Socioambiental.

-

-

-

Banco de Lage Landen Brasil 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Crédito e Risco

-

-

-

-

Banco do Brasil  www.bb.com.br

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Crédito, Agronegócios, Desenvolvimento Sustentável

-

-

-

Banco do Nordeste do Brasil 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Não

-

-

-

-

-

www.bancopine.com.br

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Crédito

-

-

-

Banco Safra 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Banrisul 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Controladoria, Desenvolvimento, Rural, Jurídico, Política de Crédito e Análise de Risco

-

-

-

www.bndes.gov.br

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Meio Ambiente

-

-

-

Caixa Econômica Federal 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Gerência Nacional de Meio Ambiente

-

-

-

Citi 

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Risk Management

-

-

-

Grupo Santander Brasil  www.santander.com.br

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Riscos Socioambientais

-

-

-

HSBC Bank Brasil - Banco Múltiplo 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Corporate Credit & Risk and Business

-

-

-

Itaú Unibanco 

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

Dir. de Risco Socioambiental do Itaú Unibanco e Risco Socioambiental do Itaú BBA

-

-

-

www.bnb.gov.br

Banco Nossa Caixa  www.nossacaixa.com.br

Banco Pine 

www.safra.com.br

www.banrisul.com.br

BNDES 

www.caixa.gov.br

www.citi.com.br

www.hsbc.com.br

www.itauunibanco.com.br

No

Yes

www.bancodll.com.br

Notas − Bancos  •Banco Bradesco 

Notes – Banks

1-Características adicionais da gestão ambiental: O banco informou reutilizar a água pluvial em prédios administrativos e priorizar o uso de etanol. Declarou, ainda, que os fornecedores que atendem as áreas da organização certificadas pela SA 8000 ratificam, em documento, a concordância aos princípios da norma.  2-O banco indica seu diferencial: Desde 1989, mantém parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica em programas de recuperação e reflorestamento, viabilizando o plantio de mais de 26 milhões de mudas de árvores nativas. É cofundador da Fundação Amazonas Sustentável, com o compromisso de direcionar R$ 40 milhões nos próximos cinco anos. Tornou-se o primeiro banco a obter a certificação ISO 14064 e a compensar suas emissões de carbono, dentro de um programa de ecoeficiência. 

•Banco do Brasil 

2-O banco indica seu diferencial: Possui Agenda 21 de responsabilidade social corporativa, composta de um conjunto de ações adotadas por todas as áreas do

222

gestão ambiental

None of the previous alternatives

Nenhuma das alternativas anteriores

-

Director

Diretor

-

Managing Director

Superintendente

-

CEO/Vice

Presidente/Vice-presidente

Others

Outras

-

Mergers and Acquisitions

Fusões e Aquisições

-

Insurance

Seguros

Agribusiness Financing

Financiamento de Agronegócio

-

Capitals Market

Mercado de Capitais

-

Asset Management

Asset Management

-

Project Financing

Financiamento de Projetos

Not applicable

Não se aplica

-

No. But they are underway.

Não. Mas está elaborando

No

Não

-

Yes

Sim

-

Bank /Site

No. It covers most economic activities.

Não. Cobre a maioria das atividades econômicas

-

Banco / Site

No. It covers all economic activities.

Não. Cobre todas as atividades econômicas

Other informations

Yes

Sim

www.bradesco.com.br

2 - Outras informações

No, but considers the social−environmental risk

Não, mas considera o risco socioambiental

Which area is in charge of the management and the socialenvironmental risk of the clients?

Não

Does it use documented procedures for activities that involve greater environmental risk?

Qual área responde pela gestão e risco socioambiental dos clientes?

Banco Bradesco 

Explanation of "Other" when applicable

BANCOS  BANKS

Is this policy restricted to activities that involve greater environmental risk?

Aplica a política de risco socioambiental às operações de...1

Are social-environmental risk policies applied to operations of...

Sim

1 - Explicação para a alternativa Outro(a) escolhida em alguma questão

A política é restrita Adota procedimentos às atividades com documentados para maior risco de impacto atividades com maior risco de ambiental? impacto ambiental?

Does it have professionals just for the evaluation of social-environmental risks?

Legends:

Tem profissionais só para avaliação de riscos socioambientais?

Tem política de avaliação de risco socioambiental?

• LEGENDAS

banco. Desenvolve o programa BB Florestal, em que apoia projetos para o reflorestamento comercial, sistemas agroflorestais e adequação ambiental das propriedades rurais com a recuperação de áreas de reserva legal (RL) e preservação permanente (APP). Desenvolve o programa BB Produção Orgânica, que apoia o custeio, o investimento e a comercialização da produção oriunda de sistemas orgânicos, além de apoiar a conversão da agropecuária convencional para a orgânica. 

•Banco do Nordeste do Brasil 

1-Características adicionais de programas: O banco informou que o plantio de árvores tem como finalidade o reflorestamento de reserva ambiental em seu centro administrativo.  1-Características adicionais da gestão ambiental: O banco informou reutilizar a água de uso de torneiras temporizadas e modernizar as instalações com práticas que visam à economia de energia.  2-O banco indica seu diferencial: Desde 1990, desenvolve ações de observância à componente ambiental em sua ação

creditícia, incluindo-a em instrumentos normativos e ações de capacitação e disseminação entre os colaboradores, além da criação de linhas de financiamento para a área ambiental. No âmbito interno, desenvolve ações relativas a seu Sistema de Gestão Ambiental (SGA), objetivando considerar em seus procedimentos e ações a gestão ecoeficiente dos recursos ambientais. 

•Banco Nossa Caixa 

2-O banco indica seu diferencial: Implementação do Sistema de Gestão Ambiental (SGA) no edifício-sede para a certificação ISO 14001. Realiza concurso anual sobre meio ambiente e campanha de plantio de árvores para o público interno (Campanha Plante uma Árvore). Possui o programa de educação ambiental Consumo Consciente, voltado ao público interno e alunos de escolas públicas municipais. Realiza, também, o plantio de mudas de árvores nativas para compensação da emissão de gases de efeito estufa. 

•Banrisul 

1-Características adicionais de programas: O banco

www.analise.com


Legendas / Legends:: Sim = Yes | Não = No | ✔ = Resposta escolhida Answer chosen |

1

– = Não tem ou não desenvolve Doesn’t have or doesn’t develop | Campos em branco = Não informou Blank cells=Did not inform

2

3

Lista de exclusão

Lista de restrições

Categorização de riscos socioambientais

Avaliação de potencial de risco socioambiental por meio de questionário autodeclaratório

Verificação das licenças, autorizações e documentos que atestem a viabilidade ambiental do projeto

Visitas de campo

Consulta pública−comunidades afetadas

Outros

Sim

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

NI

Sim

NI

Sim

Sim

NI

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

NI

Sim

NI

Sim

Sim

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

190

Não

Sim

Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Não

-

NI

Não

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

4

-

Sim

61

Sim

Sim

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Não

-

NI

NI

NI

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

NI

Não

-

Sim

Não

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

NI

Sim

NI

Sim

Sim

Sim

-

-

-

-

-

-

3

-

Não

-

Sim

Sim

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

5

-

Sim

20

Sim

Sim

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

5

2

Sim

3000

Sim

Sim

Sim

-

-

-

-

8

1

Sim

1512

Sim

Sim

Não

-

-

-

-

-

-

-

-

NI

NI

Sim

NI

Sim

Sim

Sim

-

2-O banco indica seu diferencial: Implementou o conceito Edifício Verde no edifício-sede e disponibiliza as seguintes linhas e programas de financiamento: Linha de Meio Ambiente do BNDES; Linha de Apoio aos Investimentos Sociais das Empresas; Linha de Financiamento para Projetos de Eficiência Energética, o Proesco; Linha para o Apoio ao

www.analise.com

Others

Public survey – affected communities

Visits to the site

Social-environmental analysis of the project by specialized consultants

Análise socioambiental do empreendimento por consultores especializados

Verification of licenses, permits and documents which confirm the environmental feasibility of the project

Evaluation of potential social-environmental risk by means of a selfdeclaratory questionnaire

Social-environmental risk classification

Restriction list

Exclusion list

Do not offer specific products

Não oferece produtos específicos

Products or services which support Clean Development Mechanism projects

Produtos ou serviços que fomentem projetos de MDL

Environmental insurance for productive process waste

Seguro ambiental para resíduos do processo produtivo

With differentiated conditions according to the environmental risk of the client

Com condições diferenciadas conforme o risco ambiental do cliente

With formally established environmental focus

Com foco ambiental formalmente estabelecido

Guided productive microcredit

Microcrédito produtivo orientado

Funds with formally established environmental criteria

What is evaluated in the social-environmental risk analysis for credit?

Atendimento ao Código Florestal, a compensação florestal; Iniciativa BNDES Mata Atlântica para financiamento não reembolsável de reflorestamento; BNDES Florestal para plantio de florestas exóticas e nativas; Fundo Amazônia para financiamento não reembolsável; e Funtec para inovação. 

mento ambiental; Agenda Caixa para Sustentabilidade; Projeto Sala Verde; Projeto Caixa ODM; Programa Caixa Melhores Práticas em Gestão Local; Programa de Racionalização de Gastos e Eliminação de Desperdícios (Proged); e Etiquetagem de Eficiência Energética de Prédios Públicos Procel. 

•Caixa Econômica Federal 

•Citi 

1-Características adicionais da gestão ambiental: O banco informou utilizar critérios de gestão de energia e de manejo de água em alguns novos prédios próprios, reaproveitando a água da chuva, e logística reversa de cartuchos de impressora em relação aos resíduos.  1-Características adicionais de programas: O banco informou recomendar o plantio de árvores nos empreendimentos operacionais que financia.  2-O banco indica seu diferencial: Implementou as seguintes ações: Ação Madeira Legal; Programa de Habitações Sustentáveis, de avaliações de terrenos com potencial de contaminação; Projeto Pró-Solar; Selo Casa Azul; Programa Cidades Sustentáveis, de energias renováveis e sanea-

2-O banco indica seu diferencial: Entre os principais projetos e produtos, destacam-se: o CDB Verde, desenvolvido em parceria com a ONG Conservação Internacional e a Associação Mico-Leão-Dourado, que irá reconectar uma área de 26 mil hectares de remanescentes florestais de Mata Atlântica, no município de Casimiro de Abreu (RJ); o projeto Piaçava Sustentável, em parceria com o Instituto BioAtlântica (IBio) e a ONG Conservação Internacional (CI-Brasil), com o objetivo de fortalecer a produção da comunidade e investir na elaboração de um plano de negócios; e o projeto do Alto Tietê, em parceria com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente do município de São Paulo e a The

ENVIRONMENTAL MANAGEMENT

223

Continua na próxima página Continued on next page

•BNDES 

Which products are offered to clients who value environmental preservation?

Fundo com critérios ambientais formalmente estabelecidos

How many employees apply the policy principles to their day-to-day work?

informou que o plantio de árvores tem como finalidade a redução dos gases de efeito estufa, a fim de mitigar seu impacto no aquecimento global; a produção de alimentos e abrigo para fauna nativa; e a proteção do solo e dos recursos hídricos.  2-O banco indica seu diferencial:Implementou o Progeb, programa de redução e eficientização de energia elétrica, que gerou economia de 47% na média de consumo mensal de energia elétrica na instituição. Desenvolveu, também, o Projeto Sementes, que distribuiu 160 mil sementes de árvores nativas aos clientes de crédito rural; e o Programa Reciclar, que em sete anos gerou economia de R$ 3,8 milhões e poupou 48 mil árvores. 

Does the financial rating of clients take into consideration the social-environment risks of their activity?

Sim

Are the social-environmental risks of clients monitored through documentation?

NI

Quantos funcionários aplicam os princípios da política no exercício da função?

Sim

Are credit and commercial professionals being trained to apply the social-environment risk policy?

NI

How many professionals in fund management analyze social-environmental risk?

5

How many professionals from the credit area analyze social-environmental risk?

O rating financeiro dos clientes considera riscos socioambientais da atividade?

Are there procedures in place to improve the social-environmental practices of the clients?

Na análise de risco socioambiental para concessão de crédito, avalia:

Tem procedimentos para a melhoria das práticas socioambientais dos clientes?

Quais produtos oferece para clientes que valorizam o cuidado ambiental?

Monitora os riscos socioambientais dos clientes de maneira documentada?

Treina profissionais de crédito e comercial para aplicarem a política de risco socioambiental?

Quantos profissionais analisam risco socioambiental na gestão de fundos?

Quantos profissionais analisam risco socioambiental na área de crédito?

Política para concessão de crédito  Credit policy


ONGs NGOs

AS ONGs COM FOCO Há crescimento significativo no percentual de organizações com atuação nacional. Dessas, mais da metade executa políticas públicas

Reuters/Ho New

P

500 ativistas do movimento TCKTCKTCK deixam no chão a mensagem de que a humanidade pode salvar o planeta 500 activists of the TCKTCKTCK movement leave the message that mankind can save the planet on the floor

230

gestão ambiental

English version P 281

elo terceiro ano consecutivo, a Análise Editorial faz uma radiografia das organizações não-governamentais dedicadas às questões ambientais. Nas próximas páginas deste capítulo, o leitor conhecerá 368 entidades, listadas em ordem alfabética, que responderam a um questionário com 32 perguntas enviado pela editora. O convite para a participação na pesquisa foi enviado a 800 organizações. Apenas ONGs com programas efetivos em andamento tiveram suas respostas consideradas. O cruzamento de dados das estatísticas deste ano com as colhidas nos dois anos anteriores ajuda a desenhar melhor o perfil do chamado Terceiro Setor no Brasil. Um dado interessante, que mostra a continuidade de uma tendência, é o dos serviços voluntários. A maioria das entidades (89,9%) respondeu que conta com eles e, pelo terceiro ano consecutivo, está se reduzindo o número de entidades que possuem funcionários remunerados. Eram 55,6%, em 2007; 45,6%, em 2008; e apenas 43,9%, neste ano. A tendência sugere que essas entidades continuam próximas do perfil idealizado das ONGs que emergiu durante a ECO-92. Ou seja, entidades que reúnem cidadãos comprometidos com causas e dispostos a trabalhar, sem os vícios burocráticos do Estado ou a necessidade de lucros das empresas privadas. Mas, obviamente, este é um perfil algo ingênuo e que não leva em conta outras tendências, tão importantes quanto a anterior, de as ONGs se especializarem. www.analise.com


www.analise.com

Reuters/Sergio Moraes

E, a partir daí e dado seu foco, buscarem parcerias e alianças com governos e empresas, até para que possam obter os recursos necessários para tocarem suas causas e defenderem suas posições. É dentro deste processo de especialização e de busca de parcerias – trocando o mero barulho pela influência efetiva – que há uma mudança importante no perfil de atuação das entidades neste ano. Embora o maior peso continue a ser de atuação em âmbito regional, houve um crescimento significativo no percentual de organizações com atuação nacional – 21,7% das entidades em 2009, ante modestos 8,5% em 2008. Em números absolutos, são 80 entidades neste ano, ante 41 no ano passado. Destas 80, 44 disseram ser executoras de políticas públicas. É também significativo, em termos percentuais, o crescimento do peso das políticas públicas entre as atividades desenvolvidas pelas ONGs brasileiras. Em 2008, 39,6% delas declararam ter como uma de suas atividades a execução de políticas públicas. Agora, são 49,5%. Outro cruzamento de dados revelador são as mudanças nas fontes de financiamento dessas organizações do ano passado para cá. Entre as ONGs que atuam em âmbito nacional, cresceu a importância da venda de serviços (45%, neste ano, ante 21%, em 2008), dos convênios com empresas ou instituições privadas (35%, em 2009, na comparação com 12%, em 2008) e de convênios com o setor público por meio de edital (26%, ante 13%). Desde 1999, com a lei das Oscips (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), aumentaram as possibilidades de parcerias entre Estado e sociedade civil. A Oscip é uma ONG certificada pelo poder público, a partir do cumprimento das exigências previstas na lei. Com isso pode celebrar convênios com governos e empresas que exigem a certificação. Dessa forma, começa a se institucionalizar um modelo no qual o governo coloca o dinheiro e as ONGs entram com seu conhecimento especializado. Este anuário mostra que a maioria das ONGs que responderam ao questionário (86%) desenvolve parcerias com o setor público, enquanto afirmam que

Gilberto Gil canta em evento em defesa da água  Gilberto Gil sings in an event in defense of water

os objetivos da organização são, pela ordem, estimular a consciência crítica (91%) e transformar suas ações em políticas públicas (81,3%). No geral, as respostas dadas pelo conjunto das ONGs sobre as fontes de financiamento revelam que se consolida uma tendência de diversificação. Perderam importância, no entanto, os editais com organismos internacionais – eram 11,3%, em 2008, e ficaram em 7,9%, neste ano. Um aspecto negativo, infelizmente, permanece. É a necessidade de as ONGs investirem em governança. Afinal, as entidades continuam não tendo

auditoria externa (69,3% das entidades disseram “não” a esta indagação), preferem não informar (56%) o que gastaram em seus projetos e também preferem não informar (54,3%) seus orçamentos ou estimativas de gastos. Apesar desse ponto fraco, um bom sinal é que as ONGs estão cada vez mais preocupadas em informar a sociedade sobre o que fazem. Tanto que 76,6% declararam dar informações em seus sites na internet, ante 73,1%, no ano anterior. Neste ano, 40,5% disseram ter feito anúncio na mídia, um significativo incremento sobre os 34,8% de 2008.  0

As ONGs mais citadas pelas empresas

As empresas mais citadas pelas ONGs

Associação Barco Escola da Natureza

Alcoa Alumínio

AMDA - Associação Mineira de Defesa do Ambiente

Aracruz Celulose (atual Fibria)

Conservação Internacional do Brasil

Arcelor Mittal Brasil

COPATI - Consorcio para a proteção ambiental do rio Tibagi

Banco do Brasil

FUNBIO - Fundo Brasileiro para a Biodiversidade

Banco Itaú

Fundação O Boticário de Proteção a Natureza

Cola-Cola Brasil

Iniciativa Verde

Ecovias

The NGOs most mentioned by the companies

The companiess most mentioned by the NGOs

Ford Motors Brasil

IBG - Instituto Baía de Guanabara

Grupo Votorantim

Instituto Ecologico Aqualung

HSBC

IPÉ - Instituto de Pesquisas Eológicas

Klabin

Instituto Recicle

Natura Cosméticos

ISA - Instituto Socioambiental

O Boticário

Instituto Triângulo

Petrobras

SOS Mata Atlântica SPVS - Soc. de Pesq. em Vida Selvagem e Educação Ambiental TNC Brasil - The Nature Conservancy WWF - Brsil Foram citadas 312 ONGs  312 NGOs were mentioned

Sabesp Samarco Mineiração Unimed do Brasil Vale Foram citadas 274 empresas  274 companies were mentioned

ENVIRONMENTAL MANAGEMENT

231


Environmental ngos

São Paulo

Mônica Pilz Borba e Patricia Otero

12

100

A Iniciativa Verde 

2006

São Paulo

Osvaldo Stella Martins

12

Abios - Associação Biosfera - Reserva da Serra 

2004

São José dos Campos

Dejaci Paschoal Pereira

Ação Nascente Maquiné (Anama) 

1997

Maquiné

Ricardo Silva Pereira Mello

Ação Popular Campos Gerais (Apong) 

2002

Ponta Grossa

Julia S. F. Cunha

Ação Verde 

2000

Palmas

Hélio Márcio

Aciflora - Associação de Recuperação Florestal e Ecológica da Região de Bauru  1989

Bauru

Flávio Faidiga

Ademavi - Associação Brasileira de Defesa e Recuperação do Meio Ambiente  1993

Ivatuba

Vanderlei Parma

Agência Brasileira de Gerenciamento Costeiro 

2001

São Vicente

Martinus Filet

Agência de Desenvolvimento de Monte Carmelo (Ademcar) 

2001

Monte Carmelo

Marcio Luiz Resende

Aliança Internacional do Animal (Aila) 

1999

São Paulo

Ila Franco

Aliança Nativa 

2002

Florianópolis

Rodrigo Brisighelli Salles

AMA Gravatá - Associação dos Amigos do Meio Ambiente de Gravatá 

1997

Gravatá

Silvia Suelí Gonçalves da Silva

Ambiente Já - Associação de Informação Ambiental 

2005

Florianópolis

Mariano S. Costa

Amigos da Paisagem Preservada de Quintão (Apaipq) 

2005

Palmares do Sul

Carlos Alberto Zanardi

Anature - Associação Amigos da Natureza do Extremo Oeste Catarinense  2000

São Miguel do Oeste

Obirajara Calasans

Anauá - Grupo de Educação Sócio-Ambiental 

2005

Santa Cruz das Palmeiras

José Alfredo

Andes - Agência Nacional de Desenvolvimento Eco-Social 

2005

Santos

Valéria Valadão

Angico 

2001

Cajobi

Rubens Marcelo

Apoena - Associação em Defesa do rio Paraná, Afluentes e Mata Ciliar 

1988

Presidente Epitácio

Djalma Weffort

Apromai 

2001

Santa Teresa

Gilmar Santos Agostinho

Associação Abrigo Animal 

2001

Joinville

Sandra C. K. Nachtigall

Associação ABTEHMA 

1997

São Paulo

Rosalina da Conceição Gomes Alves

Associação Acácia Pingo D'Ouro 

2000

João Pessoa

Eliane Maria de Menezes Maciel

Associação Ambiental Paiquerê (AAP) 

1988

Pirassununga

Ailton José Tuckmantel Marangom

Associação Ambientalista Copaíba 

1999

Socorro

Gerson A. R. Silveira

Associação Ambientalista Defensora da Bacia do Paranapanema (AADEP)  1997

Bernardino de Campos

Maria Luiza O. Matielo

Associação Amigos da Natureza da Alta Paulista 

2004

Tupã

Marcello Azevedo Junior

1

40

Associação Amigos de Iracambi 

1999

Rosário da Limeira

Rosemary Le Breton

3

60

www.iniciativaverde.org.br

www.onganama.org.br

www.aciflora.com.br

www.agenciacosteira.org.br

www.aila.org.br

www.aliancanativa.org.br www.viagravata.com.br/body_ama.html

ONGS  NGOs

www.ambienteja.info

www.andesbrasil.org.br www.angico.org.br www.apoena.org.br

www.abrigoanimal.org.br

www.acaciaouro.org.br

www.copaiba.org.br

www.amigosdanatureza.org.br www.iracambi.org.br

236

gestão ambiental

17

1

12

4

3

6

-

Participa de projetos com outras organizações?

1993

www.5elementos.org.br

-

-

-

-

-

✔ Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ Sim

-

-

-

-

-

-

-

16

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

15

✔ Não

5 10 2

4 11 40 20 15 3 192 10 10 25 27 15 8 18 120 10 20 16 10

Coastal region

-

Urban center

Cerrado region

-

Pampas

-

Atlantic Forest

Zona Costeira

5 Elementos - Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental 

Centro Urbano

20

Person in charge

Cerrado

10

Responsável

Pantanal swamp

Carolina de Moura Campos

www.4cantosdomundo.org.br

Head office

Pantanal

Belo Horizonte

Sede

Pampas

2002

Caatinga

4 Cantos do Mundo 

Amazônia

Ano de fundação

Year of incorporation

Name/Website

Nome / Site

Mata Atlântica

2 - Relação de organizações parceiras List of partner

organizations

Caatinga region

1 - Integrantes dos conselhos Council members

Amount of volunteers

See notes on page 260 for

Biomas e/ou ambientes em que a ONG declara atuar

Biomes and/or environments where the NGO claims to work

Número de voluntários (2008)

Ver notas na página 260 para:

Amount of paid employees

• LEGENDAS Legends:

Do you participate in projects with other organizations?

Descrição do trabalho Description of the work Número de funcionários remunerados (2008)

Estrutura da organização  Structure of the organization

Amazon

ONGs Ambientais

Sim

Não Não

Não Sim Sim

✔ Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ Sim

-

-

-

-

-

✔ Sim

-

-

-

-

-

-

✔ Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ Não

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ Sim

-

-

-

-

-

✔ Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

www.analise.com

Não Não

Sim

Não Não

Sim Sim Sim Não

Não Sim Não Não Sim


– = Não tem ou não desenvolve Doesn't have or doesn’t develop | NI = Não informou Did not inform

-

-

-

Não

Sim

-

✔ Sim Sim

-

-

-

-

-

✔ Sim Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Public policies

Publicações diversas

Trips and expeditions

Recycling

Research and development

Sustainable tourism

Technical consulting assistance

Awareness campaigns

Educação ambiental

-

Sim

Sim

NI

Sim

Sim

Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ Sim Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

www.analise.com

Sim

Sim

-

-

Sim

✔ NI

-

Sim

Não

-

-

Não

NI

-

-

Sim

✔ Sim Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

✔ Sim Sim ✔ Sim Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

80

200

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

80

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Sim

-

-

-

Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

✔ Não Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Não

-

-

-

NI

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

2

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Não

✔ Sim

-

-

-

NI

✔ Não Sim

-

-

-

Others

-

-

Outros

-

-

Prefers not to mention

-

-

-

Prefere não informar

-

Sim

-

-

Sale of services

-

Sim

550

Vendas de serviços

-

-

Agreements with companies

-

Convênios com empresas

-

-

Convênios internacionais

-

-

Agreements with governments

International agreements

Convênio com governos

✔ Sim Sim

-

International donations

Doações internacionais

-

-

National donations

739 ✔

Doações nacionais

-

Origin of the funds received in 2007 (in %)

Contribution of partners

60

Origem dos recursos recebidos em 2007 (em %)

Contribuição de sócios

-

How much was spent on projects in 2008? (in thousand R$)

-

Has no organized system

Não tem sistema organizado

Meetings with the community

-

-

Encontros com a comunidade

MKT and press releases

MKT e assessoria de imprensa

-

-

Advertising

-

Website

Site

-

Own publications

Are the project reports made public?

✔ Sim Sim

Políticas públicas

Publicações próprias

Is your financial balance sheet made public?

Torna público o balanço financeiro?

-

Miscellaneous publications

-

Scientific publications

Publicações científicas

Granting of awards

-

Viagens e expedições

Reciclagem

Pesquisa e desenvolvimento

Turismo sustentável

Assessoria e consultoria técnica

Campanhas de mobilização

Environmental conservation projects

Projects with local communities

Oferecimento de prêmios

Projetos de conservação ambiental

Projetos com comunidades locais

-

Environmental education

Solve immediate problems

Solucionar problemas imediatos

Strengthen environmental NGOs

Fortalecer ONGs ambientais

Encourage public policies

Estimular políticas públicas

Encourage critical awareness

Estimular a consciência crítica

Prevent unsustainable development

Barrar desenvolv. não sustentável

What are the objectives of the organization with the activities that it develops

Anúncios publicitários

How do you disclose your activities?

Torna público o relatório dos projetos?

Activities that it develops

-

Finanças Finances

Como divulga as atividades

budget for 2009? (in thousand R$)

Atividades que desenvolve

Qual orçamento para 2009? (em R$ mil) What is your

Divulgação Disclosure Qual é ou quais são os objetivos da organização com as atividades que desenvolve?

Quanto gastou em projetos em 2008? (em R$ mil)

Legendas / Legends:: Sim = Yes | Não = No | ✔ = Resposta escolhida Answer chosen |

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

100

150 ✔

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

300

300 ✔

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

30

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

164

200

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

150

240

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

130

150 ✔

NI

Sim

-

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

✔ Sim Sim

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

ENVIRONMENTAL MANAGEMENT

237


Análise Gestão Ambiental 2009  

O maior inventário sobre gestão ambiental já produzido no Brasil com um panorama das práticas das maiores companhias, bancos e ONGs