Page 1

ANUÁRIO 2010

ADVOCACIA

www.analise.com

qu Q E er ue S P em m E os são C I es e o A L t ra q ng ue ei ro s

Os escritórios e advogados mais admirados do Brasil


índice

60

66 72

56 Indice

74

Em sentido horário Alexandre Bertoldi, do Pinheiro Neto; Nei Schilling Zelmanovits, do Machado, Meyer, Sendacz e Opice; Francisco Müssnich, do Barbosa, Müssnich & Aragão; Alexandre de Mendonça Wald e Arnoldo Wald Filho, do Wald e Associados Advogados; e Joyce Roysen, do Joyce Roysen Advogados

aPRESENTAÇÃO 08 Cinco anos de

Análise Advocacia

16 OPesquisa que pesa na

decisão de contratar

18 eSCRITórios estrangeiros

A atuação das firmas globais no Brasil

32 AEDUCAÇÃO evolução do ensino jurídico nacional

4

ADVOCACIA

maiores 130 Os escritórios

brasileiros

maiores 154 Os full service

maiores 155 Os abrangentes

maiores 158 Os especializados

07

Editorial

10

Os escritórios que mais contrataram

14

Metodologia

42

Os escritórios mais citados

44

O perfil dos sócios

45

O perfil dos associados

50

Os maiores escritórios regionais


índice

Escritórios

Os mais admirados 43

perfil dos mais admirados

46

mais admirados por setor

116

mais admirados escritórios

126

mais admirados advogados

Advogados

116

Ambiental

126

Ambiental

116

Cível

126

Cível

116

Consumidor

126

Consumidor

117

Contratos comerciais

126

Contratos comerciais

117

Exportação e importação

127

Exportação e importação

117

Infraestrutura

127

Infraestrutura

118

Operações financeiras

127

Operações financeiras

118

Penal

127

Penal

118

Propriedade intelectual

127

Propriedade intelectual

119

Societário

128

Societário

119

Trabalhista

128

Trabalhista

119

Tributário

128

Tributário

64

78

96

92

54

Em sentido horário Sacha Calmon Navarro Coelho, do Sacha Calmon - Misabel Derzi; Édis Milaré, do Milaré Advogados; Décio Freire, do Décio Freire & Associados; Ricardo Camargo Veirano, do Veirano; e Fábio Ulhoa Coelho, do Fábio Ulhoa Coelho Advogados

6

ADVOCACIA


Editorial

Testado e aprovado!

O

anuário Análise AdvoOutras mudanças podem vir a ser feicacia 500 chega, neste tas, sempre com o objetivo de tornáano, à sua quinta edição. lo ainda mais relevante. Colhemos os ADVOCACIA Para nós, a marca é motinomes dos escritórios e dos advogavo de orgulho e de comedos citados nesta edição entrevistanmoração, pois representa do os diretores jurídicos das maiores grandes conquistas na história da Anáempresas do Brasil. A eles, pergunlise Editorial. A mais impressionante tamos quem são os profissionais que dessas conquistas foi a consagração mais admiram em 12 áreas do Direito. Os escritórios e advogados mais admirados do Brasil da publicação como a mais respeitada Importante deixar claro que a Análireferência no mercado jurídico brasise Editorial não julga a qualidade do leiro – o terceiro maior do mundo, em serviço prestado pelos profissionais da número absoluto de advogados, e o advocacia – até porque não teria comsegundo em número de advogados por petência técnica para fazê-lo –, mas habitante. sim a boa impressão que deixam nos Análise Advocacia 500 vem crescendo com o clientes. Muitos advogados são citados porque ofemercado da advocacia, segmento econômico dos mais recem um atendimento espetacular. Outros porque, interessantes. Nele convivem as butiques do Direito, apesar de não darem tanta atenção ao atendimento, em que uma estrutura administrativa enxuta ampapassam segurança a quem os contrata. Qualquer que ra o trabalho de um grupo de notáveis, alguns tradiseja o motivo, ser citado no anuário é uma honra. cionais, outros emergentes. Nele opera, também, um Podemos dizer, sem medo de errar, que o Análinúmero crescente de escritórios de grande porte, em se Advocacia 500 foi testado e aprovado! Ser visto que se adotam práticas de administração profissiocomo uma publicação-referência nesse mundo não é nal, com grandes quadros de funcionários e estrutura uma conquista trivial. É uma realização que poucas compatível. São firmas que faturam como empresas, editoras segmentadas alcançaram em suas áreas de tendo o “business plan” como parte de sua realidade, atuação, sobretudo considerando-se que a Análise regida por estratégias, indicadores e metas. Seja uma Editorial completou, em 2010, cinco anos de vida. butique, seja uma corporação do Direito, os escritóAproveitamos para agradecer a todos os que nos rios hoje têm marca. ajudaram desde a primeira edição, debruçando-se Essa complexidade do mercado e suas nuances poconosco sobre questões intrincadas, fazendo sugesdem ser conferidas nas páginas do Análise Advotões, críticas, indicando caminhos, trazendo solucacia 500, que se tornou referência também para ções. Um exemplo é o professor Galo Carlos López quem contrata os serviços dos escritórios. No uniNoriega, do Insper (SP), especialista em controle verso das 1.500 maiores empresas do Brasil, o anuestatístico de processo. Ele é o mentor do sistema ário é recebido como um guia precioso na busca de de medidas, baseado no esquema de cinco números profissionais e um importante balizador do mercado. (Five-number summary) que nos permite produzir os Rapidamente, a publicação conquistou o reconhecirankings dos mais admirados a cada edição. E um mento dos tomadores de decisão e dos formadores agradecimento especial à equipe da Análise Editorial, de opinião em virtude da qualidade das informações que a cada ano se supera na árdua tarefa de levar que apresenta, do cuidado com a fidelidade dos daa cabo essa publicação. Personificam os maiores esdos, e do compromisso com a preservação do sigilo forços, nesses cinco anos, os jornalistas Alexandre dos entrevistados. Além do orgulho de chegarmos à Secco – diretor de conteúdo da Análise Editorial, e quinta edição, sentimos o peso da responsabilidade, pai do projeto –, e Gabriel Attuy, profissional jovem que essa marca nos traz. e talentoso, que começou como repórter e atualmenComo todo projeto vencedor, o Análise Advocate é editor executivo da Análise Editorial. Que vecia 500 sofreu algumas mudanças ao longo de sua nham os próximos cinco anos! Obrigada a todos.  0 história, incorporando novos rankings, novos cruzamentos, sempre com o intuito de aumentar a precisilvana quaglio são e acompanhar a evolução do Direito no Brasil. www.analise.com

qu Q E er ue S P em m E os são C I es e o A L t ra q ng ue eir os

ANUÁRIO 2010

ADVOCACIA

7


Apresentação

AS NOVIDADES DA QUINTA EDIÇÃO Publicação traz dados e rankings inéditos, uma nova seção de fotografias com os advogados admirados e reportagens especiais que analisam a presença de escritórios estrangeiros e a evolução do ensino jurídico no país alexandre secco

ADVOCACIA A

N

U Á

R

I

ADVOCACIA

ADVOCACIA ∙ 2007

ADVOCACIA

O

OS MAIS

ADMIRADOS

ADMIRADOS

DO DIREITO

2008

2 0 0 6

Os departamentos jurídicos de 600 das mil maiores empresas brasileiras apontam em pesquisa quais são os escritórios e os advogados de sua preferência em onze especialidades.

ANUÁrIO

ANUÁRIO 2010

OS MAIS

2006 8

ANUÁRIO

ADVOGADOS & ESCRITÓRIOS

A

listA dos escritórios

2008

2009

ADVOCACIA

Os escritórios e advogados mais admirados do Brasil

mAis AdmirAdos do pAís

2009

ADVOGADOS & ESCRITÓRIOS

2007

500 advocacia

E os são C I es e o A L tran q gei ue ro s

Cinco anos de ANÁLISE ADVOCACIA

O RANKING DAS MAIORES SOCIEDADES E O PERFIL DE 474 FIRMAS

mente novas e a evolução de seções tradicionais apresentadas desde a primeira publicação. Nesta segunda categoria está a parcela da publicação que apresenta as fotografias dos advogados e escritórios mais admirados em cada edição da pesquisa. A iniciativa evoluiu de uma série de retratos dos profissionais mais graduados do mercado para uma uma verdadeira galeria de fotos das equipes das bancas. Em 2010, duas mudanças ocorreram. Em primeiro lugar, a equipe de Análise Editorial buscou, junto aos escritórios e profissionais, renovar o grupo de advogados retratados na publicação, destacando ora jovens talentos escolhidas pelas bancas, ora os pesos-pesados da advocacia brasileira.

qu Q E er uem S P em

Ranking: os 150 maiores escritórios

de Análise Editorial desde 2006. A estrutura do anuário não mudou – estão apresentados, a partir da página 116, os escritórios mais admirados em 12 áreas do Direito, e na página 126 os advogados mais lembrados nos mesmos campos de atuação. O ranking dos maiores escritórios do Brasil por número de advogados e seus perfis detalhados continuam destacados a partir da página 162. E a nova metodologia adotada a partir da edição de 2009, que limita as bancas apresentadas àquelas que figuram entre as 500 mais bem votadas da pesquisa e fornecem suas informações de perfil, também permanece. Os novos dados apresentados nesta edição estão divididos em duas categorias: informações total-

E M A p IS gra re : O fe nd ri s ad es do vo em s p ga pre elas do s sa s

A

A edição 2010 de ANÁLISE ADVOCACIA 500 marca o aniversário de cinco anos da publicação que você tem em mãos. Para os que acompanharam o anuário desde seu início, é possível identificar os novos conteúdos, rankings e dados que foram adicionados ao longo de suas cinco edições. Aos leitores que chegam agora à publicação, podemos oferecer uma gama muito mais completa de informações a respeito do mercado jurídico brasileiro e seus principais atores. Nas próximas páginas, o leitor encontrará uma série de inovações, resultado do trabalho de pesquisa, apuração e edição da equipe

2010


Metodologia

os critÉrios da pesquisa Universo de pesquisa - Para a produção da quinta edição de ANÁLISE ADVOCACIA 500, a equipe da Análise Editorial convidou os responsáveis pelos departamentos jurídicos das maiores empresas brasileiras a votar nos escritórios e advogados que mais admiram em 12 áreas do direito. Ao todo, 1.598 companhias foram convidadas a participar do levantamento. Essas companhias são definidas com base no cruzamento de listas publicadas que contemplam as maiores empresas do país, de acordo com a sua receita líquida. No caso de empresas financeiras, o critério de corte é o patrimônio líquido. Companhias transnacionais que não publicam balanço no Brasil e empresas que fazem parte de grupos empresariais, com receita líquida mínima de 60 milhões de reais por ano – critério utilizado por órgãos oficiais para classificação de grandes empresas no país –, também integram o universo de pesquisa, bem como as empresas de capital aberto com ações negociadas na BM&FBovespa. Foram entrevistados profissionais de empresas com sede em 22 estados brasileiros e no Distrito Federal que atuam em 53 diferentes setores da economia. Os estados do Acre (AC), Amapá (AP), Maranhão (MA) e Paraíba (PB) não foram representados na pesquisa. O levantamento dos escritórios e advogados mais admirados - Os responsáveis pelos departamentos jurídicos das companhias foram contatados por telefone pela equipe da Análise Editorial. Cada executivo vota – para cada uma das 12 áreas do direito analisadas na pesquisa – em até três escritórios em ordem de admiração. Isso significa que ele indica o escritório que mais admira na área, depois o que admira em 2º lugar e, por fim, o que admira em 3º lugar. O mesmo procedimento é adotado para a votação dos advogados mais admirados. A votação de 2010 resultou em uma lista total de 1.222 nomes de escritórios e 2.602 nomes de advogados que receberam ao menos um voto em qualquer ordem de admiração, considerando todas as 12 áreas do direito analisadas na pesquisa. O período de apuração dos dados foi de 1º de setembro a 15 de outubro de 2010. O ranking dos mais admirados - Para cada voto em 1º lugar na pesquisa, o escritório ou advogado recebe 2 pon14

ADVOCACIA

tos, para cada voto em 2º lugar recebe 1,5 ponto e para cada voto em 3º lugar recebe 1 ponto. O resultado é uma lista geral de pontuação para cada uma das 12 áreas do direito analisadas. Esses dados foram tabulados e analisados por Galo Carlos Lopez Noriega, sócio-diretor da Duarte & Lopez Consultoria e Treinamento, docente do Insper Ibmec São Paulo, mestre em engenharia pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista em controle estatístico de processos. Para a lista de pontuação de cada uma das 12 áreas é estabelecida uma nota de corte homogênea que reduz a lista às bancas mais admiradas. No caso dos escritórios, a lista é, então, dividida em três grupos de admirados. Para realizar a divisão, Noriega utiliza o esquema de cinco números (five-number summary), que combina três medidas de tendência central e duas medidas de variação para determinar um formato de distribuição homogêneo. No caso dos advogados, o número de votos não é suficiente para que se estabeleça uma divisão estatisticamente relevante. Os 500 escritórios da edição - A lista de escritórios de advocacia perfilados na edição é baseada no ranking total de pontuação, que ordena as bancas pela soma de todos os pontos recebidos na pesquisa. Em 2010, por conta dos empates em pontuação, as 500 primeiras posições da lista incluíram um total de 572 sociedades de advogados. Desse total, 466 escritórios forneceram informações de perfil para a Análise Editorial. Para complementar a lista, foram incluídos os perfis dos escritórios que figuravam nas seis posições subsequentes do ranking geral por pontos. Ao todo, 77 bancas foram incluídas por esse critério. Por fim, foram incluídos os perfis de seis escritórios que estão entre os mais admirados, mas optaram por não fornecer informações à Análise Editorial. Nesses casos, foram apurados dados dos sites dos escritórios. Com isso, ao todo são 549 escritórios que figuram na edição 2010 de ANÁLISE ADVOCACIA 500. Os seus perfis podem ser consultados a partir da página 162. As informações dos perfis foram fornecidas pelos escritórios por um formulário eletrônico. A Análise Editorial realizou as checagens e os cruzamentos que julgou necessários a fim de verificar a integridade das informações.  0

e

d

i

t

o

r

i

a

l

Conselho editorial Eduardo Oinegue, Silvana Quaglio e Alexandre Secco

Diretora-presidente Silvana Quaglio

Diretor de conteúdo Alexandre Secco

Diretor comercial Alexandre Raciskas Rua Major Quedinho, 111, 16° andar CEP 01050-904, São Paulo-SP Tel. (55 11) 3201-2300 Fax (55 11) 3201-2310 www.analise.com ADVOCACIA

PUBLISHER Silvana Quaglio EDITOR Alexandre Secco Editor executivo: Gabriel Attuy Editora-assistente: Vivian Stychnicki Reportagem: Carlos Larios Colaboradores: Henrique Morais, Ivan Habert Paciornik e Laura Santos Pesquisa: Diogo Leite, Felipe Pereira, Guilherme Meireles, Larissa Gutierres, Mara Speri, Mariana Lima, Mariana Durante, Ricardo Simões Tecnologia da informação/Gerência: Cristiano Carlos da Silva Fotografia: Claudio Rossi (coordenação), Adri Felden (SP), Beatriz Parreiras (SP), Cláudio Gatti (SP), Ebner Gonçalves (SC), Eugênio Sávio (BH), Marcelo Spatafora (SP), Régis Filho (SP), Rogério Montenegro (RJ) Diagramação: Cesar Habert Paciornik, Dicezar Leandro, Régis Schwert e Renata Marins Revisão: Mary Ferrarini Circulação/Gerência: Ligia Donatelli Circulação: Alberto Barbosa, Giulia Listo, Juliane Almeida, Luciana Toledo, Paulo Andrade, Sumaya Oliveira, Talita Ramos e Vivian Fróes Publicidade/gerentes de negócios: Alessandra Soares e Marcia Pires Assistentes: Ana Carolina Chiovatto e Felipe Ricelle ISSN 1808-9240 Tiragem: 42.000

Auditoria:

Impressão: Gráfica Prol Operação em Bancas: Assessoria: EdiCase www.edicase.com.br - Distribuição Exclusiva em Bancas:

Fernando Chinaglia Comercial e Distribuidora S/A Manuseio: FG Press www.fgpress.com.br Distribuição Dirigida: Door to Door www.d2d.com.br.


Diretores Jurídicos e Financeiros, e de RH O perfil dos profissionais que estão no comando anuáriO

ANUÁrio

dIREtORES

diretores

juRídICOS E FINANCEIROS O perfil dOs respOnsáveis pelOs departamentOs jurídicOs e financeirOs das maiOres empresas dO Brasil

2010 www.analise.com

RH

de

o p e r f i l d os r es p o N s Á v e i s p e los depArtAmeNtos de recUrsos hUmANos dAs m A i o r es e m p r esAs d o B r As i l

2010 www.analise.com

As publicações Análise Diretores Jurídicos e Financeiros e Análise Diretores de RH apresentam a mais ampla radiografia já realizada no Brasil dos responsáveis pelos principais departamentos das maiores empresas do país. A abrangência dos dados coletados permite traçar um perfil dos executivos, incluindo idade, tempo de atuação na companhia, formação e o perfil de suas equipes.

(11) 3201-2300 • www.analise.com • contato@analise.com


“Os nossos clientes querem escolher o escritório brasileiro com o qual irão trabalhar de acordo com a causa”

Adri Felden/Análise Editorial

Robert Ellison, sócio do americano Shearman & Sterling


ADVOCACIA

Especial escritórios estrangeiros

quem são e o que querem os

estrangeiros Alexandre Secco e Gabriel Attuy, com reportagem de Laura Santos

E

m outubro de 2010, contavam-se 17 escritórios de advocacia estrangeiros com filiais regularmente constituídas no Brasil, cada um deles contando, em média, com cinco profissionais. Para quem não vive o dia a dia da advocacia pode parecer uma presença tímida, só uma gota no oceano do Direito de um país que tem cerca de 10 mil firmas e mais de 700 mil advogados. Mas o fato é que esse pequeno grupo, que antes despertava curiosidade, agora já provoca certo nervosismo entre sócios de grandes escritórios brasileiros. Afinal de contas, o que querem os estrangeiros? E até onde podem chegar? ANÁLISE ADVOCACIA 500 ouviu mais de 50 profissionais, entre sócios de firmas inglesas, americanas e brasileiras, a fim de procurar respostas para estas questões. Ao mergulhar no assunto, ouve-se muita controvérsia, mas há pelo menos um ponto de consenso, que a advocacia brasileira está diante de um divisor de águas. Nas duas últimas décadas, as poderosas firmas americanas e inglesas se expandiram internacionalmente com voracidade, associando-se ou assumindo o controle de escritórios tradicionais em vários países na Europa, Ásia e Oceania. Agora estão olhando com

muita atenção para o Brasil, país com uma economia sólida e promissora, que deve dobrar de tamanho em apenas dez anos. Mais do que isso, os brasileiros têm uma advocacia bem organizada, eficiente e lucrativa, que deve se beneficiar diretamente da expansão da riqueza do país. Eventualmente, as firmas locais passarão a ser avaliadas seriamente não só pelos serviços que prestam, mas também como opções de investimento. Não se discute o fato de que já existe uma corrida pelo mercado brasileiro. Metade das firmas que atuam aqui chegou lentamente, em um período de dez anos que coincide com as privatizações realizadas no governo Fernando Henrique Cardoso. A outra metade desembarcou nos últimos cinco anos e, segundo apurou ANÁLISE ADVOCACIA 500, há pelo menos outros dez escritórios que manifestaram interesse de se estabelecer nos próximos meses e uma lista longa de pretendentes. Existem pelo menos 60 grandes firmas de advocacia no mundo que faturam cerca de um bilhão de reais por ano, já têm presença internacional e perfil expansionista. Sócios dos principais escritórios globais sediados no Brasil estão cientes da sensibilidade que sua crescente presença causou no mercado brasileiro. ADVOCACIA

19


Educação

O Espaço das Novas

Escolas Um em cada sete advogados dos grandes escritórios do Brasil é oriundo de faculdades de Direito não tradicionais. É apenas um dado isolado ou o início de uma transformação? Laura Santos

A

pesquisa realizada nos últimos anos por ANÁLISE ADVOCACIA 500 identificou um dado curioso a respeito da formação dos advogados ligados às bancas mais admiradas do Brasil. Quando se analisam os associados e sócios não quotistas dos escritórios mais admirados do Brasil, um em cada sete profissionais não estudou em escolas tradicionais. Pelo levantamento, 13% conseguiram seus diplomas em cursos como os das paulistas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e Universidade Paulista (Unip), e da carioca Universidade Candido Mendes. Imaginando que com o tempo esses profissionais se-

rão conduzidos ao topo, em algum momento conheceremos uma nova elite do Direito, com uma representação mais importante de profissionais formados nessas escolas. Tal movimentação também autoriza uma indagação: se o que faz uma escola de primeira é o sucesso dos profissionais que forma, teremos, também, novos candidatos ao grupo de elite do ensino jurídico no Brasil? Parece ser o início de uma tendência, não apenas um dado isolado. Mas só o tempo confirmará a percepção.

Uma das explicações para o ingresso de novas escolas no clube é matemática: a atual elite do ensino já não consegue suprir a demanda da sociedade por profissionais habilitados a advogar.

24 mil 29 mil

1990 32

1995 ADVOCACIA

Além disso, tome-se o número de processos em circulação no Brasil: considerando os tribunais superiores, federais, estaduais e a Justiça do trabalho – passou de 60 milhões em 2004 para mais de 200 milhões em 2008, segundo os últimos dados disponibilizados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ou seja: o volume de ações triplicou em apenas quatro anos. Para complicar, os contratos ficaram cada vez mais elaborados com a privatização e a internacionalização do Brasil. Há pouco mais de dez anos, não se falava muito em M&As, IPOs e outras complexas operações comerciais,


Educação

O avanço dos bacharéis no Brasil em duas décadas

85 mil

O gráfico mostra a evolução do número total de formados ao ano em cursos de graduação de direito no Brasil de 1990 a 2008

73 mil

Quem formou mais O quadro indica a participação dos cinco estados onde mais se formaram bacharéis em direito em 2008

Outros

SP 40%

23% 12,5%

MG

12% 6,2%

PR

2000

6,3%

RJ

RS

2005

Fonte: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do MEC

44 mil

2008 ADVOCACIA

33


clรกudio gatti/anรกlise editorial


Transações internacionais Demarest e Almeida  Oswaldo Leite de Moraes Filho no Porto de Santos, localizado no estado São Paulo. O advogado foi considerado um dos mais admirados na área de exportação e importação em todas as cinco edições de Análise Advocacia 500 e faz parte de um dos três escritórios brasileiros lembrados nas 12 áreas da pesquisa


Cláudio gatti/Análise Editorial

Os mais admirados

advocacia pro bono Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Roberto Quiroga em uma das unidades da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) em São Paulo. O advogado participou ativamente da regulamentação da prática voluntária junto à OAB-SP, em 2001, e a instituição foi o primeiro cliente da banca nessa atividade 58

ADVOCACIA


Os mais admirados

ADVOCACIA

59


Cláudio gatti/Análise Editorial

Os mais admirados

entre gigantes Pinheiro Neto  Alexandre Bertoldi em uma das lojas paulistanas de uma grande rede nacional de varejo. Entre as várias operações de peso em que atuou, o advogado assessorou no negócio que resultou na criação da maior companhia de varejo do Brasil

ADVOCACIA

61


Cláudio gatti/Análise Editorial

Os mais admirados

MERCADO DE CAPITAIS Machado, Meyer, Sendacz e Opice  Nei Schilling Zelmanovits na sede da BM&FBovespa, em São Paulo. O advogado foi indicado entre os mais admirados na área de operações financeiras pelo quarto ano consecutivo e já assessorou bancos como o Itaú, HSBC e Banco Votorantim. O seu escritório foi admirado em 11 das 12 áreas da pesquisa em 2010 66

ADVOCACIA


Os mais admirados

ADVOCACIA

67


Os mais admirados escritórios Ambiental

116

Cível

116

Consumidor

116

Contratos comerciais

117

Exportação e importação

117

Infraestrutura

117

Operações financeiras

118

Penal

118

Propriedade intelectual

118

Societário

119

Trabalhista

119

Tributário

119


Conheça os fatores que definiram o desempenho do seu escritório na pesquisa

RELATÓRIO DETALHADO da PESQUISA

ADvOcAcIA

e

d

i

t

o

r

i

a

O relatório Análise Advocacia 500 revela a performance do seu escritório e de seus profissionais na pesquisa. Mostra o número exato de votos recebidos em cada uma das 12 áreas do Direito analisadas. Identifica quais são os pontos fortes e os aspectos que podem ser melhorados. E também aponta o que pesa na avaliação feita pelos diretores jurídicos das maiores empresas brasileiras.

l

Rua Major Quedinho, 111, 16° andar - CEP 01050-904, São Paulo-SP Tel. (55 11) 3201-2300

www.analise.com

(11) 3201-2300 • www.analise.com • contato@analise.com


OS MAIORES ESCRITÓRIOS, RK

NOME DA SOCIEDADE,  Sede, Fundação

ATUAÇÃO

Não Diferença sócios entre 10/09

Segundo o escritório

CAUSAS Total

Cons. %

Cont. %

93

95 Lefosse, São Paulo, 1987

53

9

44

+7

Abrangente

357

72

28

94

80 Barretto Ferreira, Kujawski e Brancher, São Paulo, 2004

51

51

-

-3

Full service

5.100

40

60

10.600

40

60

94 135 Monteiro & Neves, São Paulo, 2001

51

2

49

+18

Abrangente

94 220 Professor José Meira, Caraciolo, Manzi e Elali, Recife, 1961

51

17

34

-

Abrangente

95 Brasil, Pereira Neto, Galdino, Macedo, São Paulo, 2004

50

12

38

+4

Abrangente

50

11

39

-

Abrangente

1.018

30

70

50

-

+1

Full service

2.300

60

40 50

97 97 50

ADVOGADOS Total Sócios

2010 2009

por número de advogados

- Frignani e Andrade , São Paulo, 1989

97

93 Lilla, Huck, Otranto, Camargo, São Paulo, 1993

50

97

88 Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques, São Paulo, 1991

50

8

42

-

Abrangente

2.900

50

97

72 Motta Fernandes Rocha, Rio de Janeiro, 1956

50

50

-

-6

Abrangente

80

35

65

102 110 Albino Advogados associados, São Paulo, 1990

49

10

39

+8

Abrangente

6.215

70

30

102 135 Lima Netto, Campos, Fialho, Canabrava, Belo Horizonte, 1996

49

38

11

+16

Abrangente

4.500

80

20

102 153 Maués Advogados, Rio de Janeiro, 2008

49

7

42

+20

Especializada

16.250

20

80

102

88 Momsen, Leonardos & Cia., Rio de Janeiro, 1919

49

17

32

-1

Especializada

1.200

70

30

102

82 Sacha Calmon - Misabel Derzi, Belo Horizonte, 1994

49

17

32

-4

Especializada

3.800

30

70

48

48

-

+10

Abrangente

12.516

20

80

108 110 Pompeu, Longo, Kignel & Cipullo, São Paulo, 1982

47

32

15

+6

Abrangente

6.216

20

80

108 103 Porto Advogados, São Paulo, 1936

47

5

42

+4

Abrangente

7.300

40

60

110 126 Escritório Coelho de Souza, Belém, 1937

46

3

43

+10

Abrangente

18.814

15

85

110 116 Flávio Obino Filho, Porto Alegre, 1960

46

7

39

+7

Especializada

14.923

27

73

110 114 Pires & Gonçalves, São Paulo, 1996

46

2

44

+6

Abrangente

30.578

20

80

110 114 Rubens Naves, Santos Jr., Hesketh, São Paulo, 1977

46

42

4

+6

Abrangente

4.404

60

40

114

45

5

40

-2

Abrangente

7.000

30

70

- AC Burlamaqui Consultores, Rio de Janeiro, 1968

44

44

-

-

Especializada

20.200

10

90

115 110 Pereira de Carvalho & Monteiro Galvão, São Paulo, 1996

44

6

38

+3

Abrangente

2.700

10

90

42

38

4

-10

Full service

10.100

60

40

107 118 Robortella, São Paulo, 1975

115 117

94 Paradeda Castro Duarte, São Paulo, 1992

85 Bastos-Tigre, Rio de Janeiro, 1995

117 107 Deccache Advogados, São Paulo, 1993

42

8

34

-

Abrangente

702

117 107 Mesquita Barros, São Paulo, 1938

42

18

24

-

Especializada

10.359

10

117 103 Paulo Cezar Pinheiro Carneiro, Rio de Janeiro, 1988

42

30

12

-1

Especializada

3.262

5

95

117 140 Xavier Advogados, Porto Alegre, 1984

42

2

40

+10

Abrangente

4.900

40

60

122 103 Miranda Lima, Rio de Janeiro, 2004

41

5

36

-2

Abrangente

26.000

5

95

100 90

122 187 Vinhas e Redenschi, Rio de Janeiro, 1999

41

9

32

+18

Abrangente

4.600

60

40

122

41

13

28

-

Abrangente

8.900

10

90

125 107 Edgard Leite, São Paulo, 1966

40

6

34

-2

Abrangente

1.150

55

45

125 163 Mcfcw advogados e consultores, São Paulo, 1995

40

9

31

+13

Abrangente

2.400

50

50

12.346

40

60

- Yarshell, Mateucci e Camargo, São Paulo, 1997

- Nunes Amaral Advogados, Juiz de Fora, 1984

40

21

19

-

Abrangente

125 110 Pessoa & Pessoa, Salvador, 1980

40

11

29

-1

Especializada

125

40

4

36

-

Full service

6.500

90

10

39

29

10

+4

Especializada

4.948

60

40 80

125

- Simões, Caseiro, berbel e guimarÃES NUNES, São Paulo, 2004

130 128 Daudt, Castro e Gallotti Olinto, Rio de Janeiro, 1962 130 103 França Ribeiro, São Paulo, 1951

39

13

26

-4

Abrangente

7.000

20

82 Levy & Salomão, São Paulo, 1989

39

16

23

-14

Full service

1.827

30

70

130 116 Miguel Neto, São Paulo, 1990

39

9

30

-

Full service

8.670

38

62

134 122 Santos Neto, São Paulo, 1992

38

2

36

+1

Abrangente

300

30

70

135

- Peppe & Bonavita, São Paulo, 1983

37

2

35

-

Abrangente

4.000

10

90

136 148 Bhering Advogados, Rio de Janeiro, 1978

36

6

30

+6

Especializada

50.190

30

70

136 128 Bosisio Advogados, Rio de Janeiro, 1995

36

15

21

+1

Especializada

18.300

15

85

36

21

15

-

Full service

4.519

10

90

130

136

134

- Braga Nascimento e Zilio, São Paulo, 1990 ADVOCACIA


ADM INIS TRAT IVO ADUA NEIR O A E RO NÁUT ICO AGRÁ RIO AMB IENT AL A RB I TRAG EM AUTO RA L BANC ÁRIO E FIN BIOT ANCE ECNO IRO LÓGI CÍVE CO L COM E RC I AL COM É RC I O IN TERN COM ACIO UNIT NAL ÁRIO CONC ORRE N CIAL CONS TITU CION CONS AL UMID OR CONT RATO S CO DESP MER CIAI ORTI S VO DIRE ITO D E ÁG ECON UA S ÔMIC OEA ELEI NTIT TORA RUS T L E EMP RE SA RIAL PENA ENER L GIA FAMÍ LIA E S UC E S FUSÕ SÕES ES E AQUI IMOB SIÇÕ ES ILIÁ RIO IMPO RTAÇ ÃO E INFR EXPO A E ST RTAÇ RUTU ÃO INTE RA RNAC IONA INTE L RNET E E-C MAR OMM ÍTIM E RC E OEP ORTU MER CADO ÁRIO DE C MINE APIT AIS RA Ç Ã O OPER AÇÕE S FIN PENA ANCE L IRAS PETR ÓLEO E GÁ P RE V S IDEN CIÁR PROJ IO ECT FINA NCE PROP RIED ADE INTE RE E S LECT TRUT UA L URA Ç REGU ÃO LATÓ RIO SANI TÁRI O SEGU ROS SIND ICAL SOCI ETÁR IO TELE COM UNIC AÇÕE TRAB S ALHI STA TRIB UTÁR IO

ÁREAS DE ATUAÇÃO

97

97

97

102

102

102

110 110

114 115

115

117

117

117 ●

117

122

122

122

125

125

125

125

125

130

130

130

130

134

135 136

117

110

110

108

108

107

102

102

97

97

94

94

94

93

ADVOCACIA

136

135

136

50

RK 10


Perfil dos Escrit贸rios e advogados a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z

162 176 188 194 202 205 212 217 219 220 223 224 233 246 249 250 258 259 266 274 279 279 285 287 288 288


Ivan Xavier Vianna Filho

Ivan Xavier Vianna Filho CATEGORIA: altamente especializada ESPECIALIDADES: administrativo, cí-

vel, empresarial penal, família e sucessões, penal ADVOGADOS: 5 FUNDAÇÃO: 2002

J

SEDE: Curitiba  PRINCIPAIS SÓCIOS: Ivan Xavier Vianna Graduação Direito, Universi-

I

dade Federal do Paraná (UFPR), 1953 Idiomas espanhol Atuação tributário, cível, penal Ivan Xavier Vianna Filho Graduação Direito, Pontifícia Universidade Católica (PUC-PR), 1983 Mestrado Direito do Estado, Pontifícia Universidade Católica (PUCSP), 1996 Doutorado Direito do Estado, Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), 2007 Idiomas italiano, espanhol Atuação penal, cível, tributário  ASSOCIADOS: Fernanda Ferreira da Rocha Loures Graduação Direito, Pontifícia Universidade Católica (PUC-PR), 2007 Idiomas inglês Atuação cível, penal, família e sucessões Ivan de Paula Souza Graduação Direito, Universidade Positivo (UP), 2007 Atuação penal, tributário, aduaneiro Natalia Bitencourt Gasparin Graduação Direito, Faculdades Integradas Curitiba, 2004 Atuação cível, família e sucessões, administrativo CONSULTORES: Egon Bockmann Moreira Graduação Direito, Universidade Federal do Paraná (UFPR), 1986 Expertise direito econômico, direito antitruste, concessões de serviços públicos

Ivo Barboza & Advogados Associados CATEGORIA: altamente especializada ESPECIALIDADES: societário, tribu-

tário

ADVOGADOS: 13 FUNDAÇÃO: 1983 SEDE: Recife www.ivobarboza.com.br

Filiais no Brasil: Recife (PE)

220

ADVOCACIA

J. Bueno e Mandaliti CATEGORIA: altamente especializada ESPECIALIDADES: cível, consumidor,

energia, trabalhista ADVOGADOS: 515 FUNDAÇÃO: 2008 SEDE: Bauru www.jbmlaw.com.br

Filiais no Brasil: Araçatuba (SP), Porto Velho (RO) Itápolis (SP), Presidente Prudente (SP), Rio Claro (SP), Santos (SP), SJRP (SP), Sorocaba (SP), Itapetinga (BA), Eunápolis (BA), Palmas (TO), Campo Grande (MS), São José dos Campos, Bauru (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP)  PRINCIPAIS SÓCIOS: Alessandra Cristina Mouro Graduação Direito, Complexo Educacional FMU, 1997; Pós-Graduação em Direito Civil, Complexo Educacional FMU, 1998 Idiomas inglês Atuação consumidor, cível Amanda Magno Graduação Direito, Universidade Paulista (Unip), 2004; Pós-Graduação Direito Empresarial, Fundação Getulio Vargas (FGV-SP), 2009 Idiomas inglês Atuação cível, energia Caio Medici Madureira Graduação Direito, Unesp, 2004; PósGraduação em Processo Civil, Pontifícia Universidade Católica (PUC), 2008; Pós-Graduação em Direito Empresarial, Fundação Getulio Vargas (FGV-SP), 2010 Idiomas inglês Atuação cível, consumidor Francis Ted Fernandes Graduação Direito, Direito de Franca (FDF), 2002; MBA em Administração de Organizações, Universidade de São Paulo (USP), 2005 Idiomas inglês Atuação energia, cível, consumidor José Edgard Cunha Bueno Filho Graduação Direito, Universidade de São Paulo (USP), 1993; LL.M., New York University, Estados Unidos, 2000 Idiomas inglês, espanhol Atuação cível, energia, arbitragem Jozé Luis Ragazzi Graduação Direito, Faculdades Integradas de São Carlos (Fadisc), 1993 Mestrado Direito Constitucional, Instituição Toledo de Ensino (ITE), 2001 Doutorado Direito Processual Civil, Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), 2005 Idiomas inglês, italiano Atuação consumidor, cível Nestor dos Santos Saragiotto Graduação Direito, Pontifícia Universidade Católica (PUC-Campinas), 1979; Pós-Graduação em Processo

Civil, Pontifícia Universidade Católica (PUC-Campinas), 1989; Especialista em Direito Civil, Universidade Federal da Bahia (UFBA), 2008 Idiomas inglês Atuação consumidor, energia, trabalhista Paulo Eduardo Prado Graduação Direito, Instituição Toledo de Ensino (ITE), 2000; PósGraduação em Processo Civil, Instituição Toledo de Ensino (ITE), 2007 Idiomas inglês Atuação cível Reinaldo Luis Tadeu Rondina Mandaliti Graduação Direito, Universidade Paulista (Unip), 2003; Pós-Graduação em Processo Civil e Civil, Instituição Toledo de Ensino (ITE), 2007 Mestrado Direito Constitucional, Instituição Toledo de Ensino (ITE), 2010 Idiomas inglês Atuação cível, comercial, consumidor

J. Nassif Mendes Jr. CATEGORIA: abrangente ESPECIALIDADES: cível, petróleo e

gás, seguros, trabalhista, aduaneiro ADVOGADOS: 20 FUNDAÇÃO: 1991 SEDE: São Paulo www.jnassifmendesjr.adv.br  PRINCIPAIS SÓCIOS: José Nassif Neto Graduação Direito, Faculdade

Brasileira, 1973; Jornalismo, Faculdade Brasileira, 1979 Idiomas italiano, espanhol, árabe e mandarim Atuação aduaneiro, aeronáutico, mineração  ASSOCIADOS: Aline Del Tedesco Nassif Graduação Direito, Faculdade Brasileira, 2007; Propaganda e Marketing, Faculdade Brasileira, 2004 Idiomas inglês Atuação cível, empresarial penal, trabalhista

J.G. Assis de Almeida CATEGORIA: altamente especializada ESPECIALIDADES: arbitragem, comer-

cial, mercado de capitais, societário, aeronáutico ADVOGADOS: 9 FUNDAÇÃO: 2005 SEDE: Rio de Janeiro www.aaalaw.com.br

Filiais no Brasil: São Paulo (SP)  PRINCIPAIS SÓCIOS: Carla Alves Petersen Corrêa Graduação Direito, Universidade Candido Mendes (Ucam), 1984 Mestrado Direito do Trabalho, Universidade Candido Mendes (Ucam), 2001 Idiomas inglês, francês Atuação direito do trabalho, direito aeronáutico José Gabriel Lopes Pires Assis de Almeida Graduação Universidade Candido Mendes (Ucam), 1984 Mestrado Direito de Empresa, Université Paris I, França, 1988 Doutorado Direito de Empresa e Direito da Concorrência, Université Paris II, França, 1994 Idiomas inglês, francês, espanhol Atuação direito de empresa, direito aeronáutico, direito da concorrência Roberta Sampaio Antunes Maciel Graduação Direito, Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ), 2002 Idiomas inglês, francês, espanhol

Atuação empresarial penal, direito so-

cietário, direito contratual

 ASSOCIADOS: Alessandra

Moraes de Barros Graduação Direito, Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ), 2007 Idiomas inglês Claudio Carvalho Victer Graduação Direito, Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ), 2009 Idiomas inglês, espanhol Eduardo Bufarah Graduação Direito, Complexo Educacional FMU, 2003 Idiomas inglês Atuação cível, trabalhista, ambiental Eugênia França de Oliveira Nemezio Schöntag Graduação Direito, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), 2006 Mestrado Direito, Université de Toulouse, França, 2009 Idiomas inglês, francês, espanhol Márcio Lobianco Cruz Couto Graduação Direito, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), 2002 Idiomas inglês, francês, espanhol Atuação comercial, cível, contratos comerciais Mickael Viglino Graduação Direito, Université Jean Moulin Lyon III, França, 2006 Mestrado Direito, Université Paris II, França, 2007 Idiomas inglês, francês Atuação comércio internacional, comercial, contratos comerciais CONSULTORES: Pedro Romano Fragoso Pires Graduação Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) Expertise direito de empresa, direito do petróleo e da energia, direito aeronáutico Ruy Santacruz Graduação Universidade Federal Fluminense (UFF) Expertise defesa da concorrência, defesa comercial, regulação econômica

Jason Albergaria CATEGORIA: abrangente ESPECIALIDADES: cível, consumidor,

família e sucessões, societário, trabalhista ADVOGADOS: 20 FUNDAÇÃO: 1988 SEDE: Belo Horizonte www.jasonalbergaria.com.br

Filiais no Brasil: Campinas (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP)  PRINCIPAIS SÓCIOS: Alécio Martins Sena Graduação Direito, UFMG, 2002 Idiomas inglês Atuação cível, família e sucessões Ben Hur Silva de Albergaria Filho Graduação Direito, Faculdades Milton Campos, 1996 Idiomas inglês Atuação trabalhista Jason Soares de Albergaria Filho Graduação Direito, UFMG, 1963 Idiomas inglês, espanhol Atuação família e sucessões, aeronáutico Jason Soares de Albergaria Neto Graduação Direito, UFMG, 1982 Doutorado Direito, UFMG Idiomas inglês, italiano, espanhol Atuação administrativo, comercial, trabalhista Maria Christina de Oliveira Neves Cordeiro Graduação Direito, UFMG, 1990; Comunicação Social/ Jornalismo, Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) Idiomas inglês Atuação imobiliário, trabalhista Maria Helena de Faria Nolasco Pereira Graduação Direito, Faculdades Milton Campos, 1990; Comunicação Social/


Análise Advocacia 500  

Saiba quem são os escritórios e advogados mais admirados do Brasil na mais relevante publicação do setor jurídico nacional

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you