Page 1

A empresa Classificação das empresas

1

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas 1. Quanto à Forma Jurídica: – –

Empresas Individuais – Comerciantes em nome individual e Estabelecimentos Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRL) Sociedades Comerciais – Por Quotas, Unipessoais por Quotas, Anónimas

2. Quanto à Actividade Económica Primário, Secundário e Terciário

3. Quanto à sua Dimensão: Pequenas, Médias, Grandes, PME’s e Microempresas

4. Quanto à Propriedade e Gestão dos Meios de Produção Públicas, Privadas, Mistas (comparticipadas) e Cooperativas

5. Classificação Económica Comerciais e Industriais 2

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas 1. Quanto à Forma Jurídica: A. Empresas Individuais •Comerciantes em nome individual O proprietário do capital é uma única pessoa e o capital não tem valor mínimo exigido. A responsabilidade do empresário é ilimitada. O património individual do comerciante responde pelas consequências da actividade comercial. A firma é constituída pelo nome do proprietário, completo ou abreviado seguido ou não da actividade a que se dedica. Exemplo: José Ferreira Silva - Electricista •Estabelecimentos Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRL) A partir de 1986, pelo DL 248/86, o empresário pode optar pelo EIRL. A vantagem em relação ao empresário em nome individual está no facto de a responsabilidade se limitar ao montante do património afecto à actividade comercial, permitindo proteger o património pessoal do empresário. O capital mínimo para a constituição do EIRL é de 5000 €. Da firma deve constar o nome do empresário, seguido do aditamento EIRL. 3

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas 1. Quanto à Forma Jurídica: B. Sociedades Comerciais – Por Quotas, Unipessoais por Quotas, Anónimas. Sociedades por Quotas: É constituída por mais de um sócio. A firma é constituída pelo nome de um sócio ou de todos eles ou por uma denominação particular. Exemplo: Campos & Silva, Lda. A responsabilidade dos sócios é limitada ao valor da sua quota (valor da entrada de cada sócio). Capital social mínimo é de 5.000 € Órgãos sociais das sociedades por quotas: •Gerência; •Assembleia Geral dos sócios; •Conselho Fiscal ou Revisor Oficial de Contas. 4

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas 1. Quanto à Forma Jurídica: Sociedades Unipessoal por Quotas: Funciona como uma sociedade normal, com um único sócio, que é titular de todo o capital social. A firma é constituída pelo nome do sócio acrescido de “Unipessoal, Lda.” Exemplo: José Silva, Unipessoal, Lda. A responsabilidade do sócio é limitada ao valor da sua quota. Capital social mínimo é de 5.000 € As decisões tomadas pelo sócio único em Assembleia Geral têm de ser registadas em acta.

5

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas 1. Quanto à Forma Jurídica: Sociedades Anónimas: Não pode ser constituída por um número de sócios inferior a 5. A firma é constituída por uma denominação que dê a conhecer o objecto da sociedade ou constituída pelo nome ou firma de um ou alguns dos sócios. A firma deverá sempre incluir “Sociedade Anónima” ou “S.A.” Exemplo: Restaurantes da Baixa, S.A. A responsabilidade de cada sócio é limitada ao valor das acções subscritas. Capital social mínimo é de 50.000 €, acções com valor mínimo de 0,01€. Órgãos sociais das sociedades anónimas: •Assembleia Geral dos sócios ou seus representantes; •Conselho de Administração – é o órgão de gestão e é nomeado pela Assembleia Geral; •Conselho Fiscal ou Fiscal único (Revisor Oficial de Contas); •Secretário. 6

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas

2. Quanto à Actividade Económica Sector Primário Incluem-se as empresas ou industrias extractivas. Actividades de agricultura, pecuária, pescas e silvicultura também se englobam neste sector. Exemplo: Pedreiras. Sector Secundário Incluem-se as industrias transformadoras, ou seja, aquelas que transformam matéria-prima em produto acabado. Exemplos: Industria têxtil e industria automóvel. Sector Terciário Incluem-se o comércio e a prestação de serviços, ou seja, a actividade de comprar ou vender produtos acabados ou a actividade de prestar serviços. Exemplos: Pronto a vestir e gabinete de contabilidade. 7

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas

3. Quanto à sua Dimensão: Ao considerar-se o critério da dimensão como critério classificativo de uma empresa entra-se em linha de conta com o seu número de efectivos. Efectivos são os trabalhadores ou colaboradores que permanecem na empresa há pelo menos um ano consecutivo, sem interrupções.

Microempresa:

Emprega menos de 10 efectivos. Pequena empresa:

Emprega entre 10 a 50 efectivos. Média empresa:

Emprega entre 250 a 500 efectivos.

PME: • < 250 efectivos •< 50 milhões de euros em volume de negócios •Não possua nem seja possuída em mais de 25% por outra empresa

Grande empresa:

Emprega 500 ou mais trabalhadores. 8

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas 4. Propriedade dos Meios de Produção De acordo com a propriedade e gestão dos meios de produção, as empresas classificam-se em empresas públicas, empresas privadas e empresas com capitais públicos e privados (mistas) e cooperativas.

•Empresas públicas são propriedade da Administração Pública, cuja

gestão está a cargo de pessoas nomeadas pelo Estado. Exemplos: RTP, TAP

•Empresas privadas são propriedade de pessoas particulares que gerem os meios de produção e dividem, entre si, o lucro. Exemplo: Hiper Sá

•Empresas mistas são empresas cuja propriedade pertence ao Estado e particulares, sendo a gestão repartida por estas entidades. Exemplo: Petrogal

•Cooperativas são pessoas colectivas autónomas, de livre constituição, de capital e composição variáveis, que através da cooperação e entreajuda dos seus membros visam sem fins lucrativos, a satisfação das suas necessidades. Exemplo: Coopobama - Cooperativa dos Produtores de Banana da Madeira 9

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas 5. Classificação Económica Classificação das Actividade Económicas (CAE) Classificação duma actividade segundo a sua CAE é usar um sistema de classificação e agrupamento das actividades económicas em unidades estatísticas de bens e serviços. Consoante a actividade desenvolvida pela empresa, também poderá ser adoptado o critério económico, que se baseia na divisão das empresas em comerciais ou industriais. Uma empresa industrial situa-se no sector secundário; uma empresa comercial inclui-se no sector terciário

A. Empresas Comerciais

Estas empresas vendem aquilo que compram, não fabricam. Compram aos fornecedores mercadorias, guardam no seu armazém, para, mais tarde, vender aos seus clientes.

10

Docente: Ana Paula Coelho


Classificação das empresas B. Empresas Industriais Estas empresas, ao contrário das comerciais, vendem o que fabricam.

11

Docente: Ana Paula Coelho

Classificação empresas  

Teoria de classificação de empresas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you