Page 66

CONCEITO O projeto tem como objetivo desenvolver um Cinema de Rua -aqui tratado como aquele localizado, em vias públicas, fora de shopping centers- e uma Escola de Experimentação e Difusão de Cinema, resgatando o cinema de rua como meio fomentador de relações socio-espaciais e como mecanismo de vivência; enquanto a Escola de Experimentação atende à demanda de profissionais para o setor cinematográfico na região de Campinas e diversifica o uso do equipamento, aumentando a possibilidade de apropriação do espaço. Busca-se portanto, com base na fundamentação teórica apresentada, o desenvolvimento de um equipamento com dois usos distintos porém, de mesma temática. O cinema de rua tem como objetivo proporcionar um espaço de cultura e de lazer, que habilite relações sociais e logo, relações espaciais no espaço público. Assim, a intenção projetual é ultrapassar o sentido usual de equipamento de lazer com objetivo único de suprir às necessidades culturais do local e atingir um contexto de reativação urbana, enquanto espaço de troca. Dessa forma, o cinema proposto possui um desmembramento extra, o cinema itinerante. A estrutura do cinema itinerante é projetada para ser facilmente transportada e montada em largos e praças. A programação de exibição dele é aberta ao público e propõe-se o contato com o circuito alternativo e com a produção dos alunos, trazendo uma nova gama de filmes, signos e espaços, em contraposição a homogeneização dos mais frequentados cinemas multiplex. A escola de experimentação em cinema tem como objetivo suprir a demanda de profissionais na área cinematográfica, trazer diversidade de usos e também, atender a densa população da região do Bairro Guanabara em Campinas. A escola de experimentação tem como proposta pedagógica um ensino teórico-prático coletivizante, com exercícios em estúdio, onde ocorre o contato e compartilhamento entre turmas de diferentes temáticas, por meio de trabalhos conjuntos. O programa conta também com uma estrutura de cinema itinerante. Suas características básicas enquanto estrutura física são o fácil transporte, fácil montagem/desmontagem e a modulação para adaptar-se aos mais diversos tipos de espaços públicos. A partir de algumas referências -que serão apresentadas mais detalhadamente no próximo capítulo- a idéia foi fortalecida e os croquis abaixo demonstram o inicio do processo, um brainstorming que visa ajudar o entendimento do conceito da estrutura em si.

[ 66 ]

Cinema: da produção às ruas  

TFG 2015

Cinema: da produção às ruas  

TFG 2015

Advertisement