Page 45

Segundo as Recomendações Técnicas para Arquitetura de Salas de Projeção Cinematográfica, a proporção da tela de projeção deve estar apta a receber o formato panorâmico 1:2,35 (largura 2,35 vezes a altura da imagem) e o formato eletrônico ou digital 1:1,78, para isso pode considerar-se a altura ideal para o formato digital e a largura do formato panorâmico. A recomendação é que largura da tela deve corresponder a metade da distância entre a tela e o encosto da cadeira da última fileira, porém é aceitável que a largura corresponda também a até essa distância dividida por 2,9. Ou seja:

A tela de projeção pode ser plana ou curva. No caso de telas curvas, o raio de curvatura (R) deve ser duas vezes maior que a distância entre a tela e o encosto da cadeira da última fileira. Ou seja, R > 2 D. O posicionamento das poltronas também deve considerar o tamanho e posicionamento da tela. A primeira fileira deve ter um distanciamento mínimo de 60% a largura da tela e os ângulos máximos de visão do espectador devem ser iguais ou inferiores a 30º até o centro da tela e 40º até a borda supeior da tela. Portanto:

Outra recomendação é que a área compreendida pelas poltronas seja limitada lateralmente por dois planos imaginários que passam pela lateral da tela em um ângulo de 106º, essa é uma recomendação pouco seguida quando analisamos as salas de cinema brasileiras, mas que diminui a angulação lateral do espectador, ou seja, o ângulo formado entre a reta perpendicular ao encosto da poltrona e a perpendicular do centro da tela é inferior a 15º, o recomendável segundo a Associação Brasileira Cinematográfica.

[ 45 ]

Cinema: da produção às ruas  

TFG 2015

Cinema: da produção às ruas  

TFG 2015

Advertisement