Page 1


Como Aruinar uma Ilustração em Dez Lições

Texto: Cristina Sampaio Ilustrações: Ana Curado e Silva


I.

Um artigo deve ser sempre ilustrado com uma fotografia. Só quando se for de todo impossível recorrer à fotografia, é que deve ser encarada a hípotese de utilizar uma ilustração Ou quando existir um buraco na página e não saibe como o tapar.


II.

O ilustrador não deve ser escolhido por um director de arte. É fundamental deixar essa tarefa a cargo do jornalista. Quanto menos perceber de ilustração, e quanto menos ilustradores conhecer, melhor. É absolutamente necessário que o estil do trabalho do ilustrador não tenha nada a ver com o assunto do artigo.


III.

Antes de encomendar uma ilustração, é fundamental deixar marinar o pedido. Esperar até à sua inevitabilidade. Só então deve telefonar o ilustrador. Nunca deve dar ao ilustrador mais de duas horas para ter a ideia, fazer a ilustração e entregá-la na redacção.


IV.

Sempre que for possível, não se deve permitir ao ilustrador ter ideias. As ideias têm de slhe ser dadas pelo jornalista ou pelo editor. De preferência, o jornalista deve entregar ao ilustrador um pequeno esboço da ilustração que deve ilustrar.


V.

A ilustração deve ser digitalizada, para entrar na página, por alguém que lhe corrija os defeitos. Se a ilustração for a preto e branco, o contraste deve ser melhorado. Se for a cores, as cores devem ser optimizadas pelo operador do “scanner”, de modo a que fiquem diferentes do original. Trabalhar com um monitor descalibrado é uma ajuda essencial nessa tarefa, Baixar a resolução da imagem também pode criar efeitos interessantes.


VI.

Quando se pede uma ilustração para página inteira, ela deve ser reduzida ao máximo e publicada a uma coluna. Quando se pede uma ilustração para um pequeno espaço, ela deve ser ampliada à largura da págia ou da dupla página.


VII.

Os espaços brancos devem ser preenchidos, pois não estão lá a fazer a nada e são desagradáveis. Uma boa solução é utilizar curandéis. E quando mais rente à imagem ficar o texto, melhores serão os resultados.


VIII.

O paginador tem que reenquadrar a ilustração. Pode retirar um pouco em cima, um pouco em baixo, e também algo de cada um dos lados. A solução perfeita é levar a ilustração ao corte e roubar-lhe pelo menos metade.


IX.

O título do artigo deve ser judiciosamente escolhido, de modo a contrariar a ideia expressa pela ilustração. O leitor deve ficar confuso. Além disso, nunca é demais acentuar a estupidez do ilustrador.


X.

Finalmente, deve-se recomendar na tipografia que o registo das cores não seja correcto. Os desacertos de cor são fundamentais. Se os tinteiros estiveram mal regulados, então o resultado final é perfeito. E o toque de mestre será dado através da troca do fotolito do preto com o do amarelo.


X I.

O ilustrador é sempre culpado do desastre provocado na página, portanto o pagamento do seu trabalho deve ser o mais possível retardado. O melhor é nem lhe pagar. Em alguns casos, é até considerar o pedido uma indemnização.


Edição  

How to ruin an illustration in 10 lessons

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you