Issuu on Google+

Curso de Licenciatura em Educação Básica

Unidade Curricular: Língua Portuguesa e Tecnologias de Informação e de Comunicação Docentes: Maria Rodrigues e Tiago Falcoeiras

REFLEXÃO INDIVIDUAL

Discente: Catarina Neves|110142011 (LEB B – 3º Ano)


Inicialmente as minhas expectativas em relação à Unidade Curricular (UC) de Língua Portuguesa e Tecnologias de Informação e Comunicação (LPTIC) não se revelaram muito elevadas, talvez por não saber bem os conteúdos que iríamos abordar em aula. Contudo, após ter conhecido o programa e os conteúdos abordados, surpreendeu-me pela positiva pelos vários conhecimentos que adquiri sobre as TIC e pelas atividades desenvolvidas em aula. Ao longo do semestre foram apresentados alguns softwares que desconhecia e que na minha opinião, são uma mais-valia a nível pessoal e profissional. Enquanto futura profissional de educação considero que são ferramentas úteis que podem ser exploradas pelas crianças de forma livre, de modo a desenvolver a sua criatividade e a tornar algumas aulas mais divertidas, captando mais facilmente a atenção dos alunos. Considerei bastante interessante a atividade do JClic e do Photo Story porque a meu ver, ao solicitarmos que as crianças explorarem estas duas ferramentas numa sala de aula, estaremos a proporcionar-lhes uma exploração do tema que querem trabalhar, desenvolvendo a sua criatividade, a sua autonomia e a esquematização das suas ideias, de modo a criarem uma bateria de jogos ou um filme. Deste modo, as crianças vão se sentir orgulhosas delas próprias ao verem o resultado final, e isto é de extrema importância porque irá possibilitar mais curiosidade nas aulas seguintes e uma motivação pessoal na realização de cada trabalho. As explorações que fizemos em contexto de sala de aula vão ser muito úteis e servirão de base para a planificação de uma aula ou como auxílio de um tema a abordar. A visualização de um vídeo por exemplo, pode servir de base para propostas pedagógicas que podem ser trabalhadas com crianças, podendo até envolver diversas áreas curriculares do programa escolar. Estas ferramentas até acabam por desenvolver a criatividade de um professor/educador e servem como apoio na preparação de atividades pedagógicas para executar com as crianças. Foi uma U.C. com várias atividades propostas ao longo do semestre pelos docentes, pois quase todas as semanas tínhamos um trabalho para realizar, contudo os temas abordados foram variados e as aulas dinâmicas, pois ambos os docentes trabalhavam primeiro com a nossa turma a teórica e depois a prática, para que explorássemos as ferramentas livremente, e assim conseguíssemos perceber quais as


nossas dificuldades e quais os benefícios de cada ferramenta explorada em aula. A meu ver, foram todas atividades bastante úteis para a nossa formação profissional. Quanto aos aspetos negativos, tive algumas dificuldades na exploração de certos programas e em trabalhar com os mesmos, porque alguns eram um pouco limitados relativamente às funções que continham. No entanto, as dificuldades foram sendo ultrapassadas e percebi que o facto de serem programas com uma utilização acessível, acaba por se tornar mais fácil para as crianças explorarem-nos. Em suma, faço um balanço positivo desta Unidade Curricular. Foi uma U.C. motivante e com toda a informação que me foi disponibilizada, poderei utilizá-la no meu dia-a-dia como estudante e como futura profissional.


Reflexão individual lptic cat