Page 1

INFORMATIVO MENSAL TOTVS GOIÁS EDIÇÃO 012 • MARÇO/2013

MARÇO

2013

TOTVS GOIÁS


Assim eu vejo a vida Cora Coralina

A vida tem duas faces: Positiva e negativa O passado foi duro mas deixou o seu legado Saber viver é a grande sabedoria Que eu possa dignificar Minha condição de mulher, Aceitar suas limitações E me fazer pedra de segurança dos valores que vão desmoronando. Nasci em tempos rudes Aceitei contradições lutas e pedras como lições de vida e delas me sirvo Aprendi a viver.

08 DE MARÇO | DIA DA


CLIMA ORGANIZACIONAL Entrevista exclusiva com Max Gehringer

O clima organizacional está entre os principais pilares para o crescimento de uma empresa, por uma razão óbvia: clima bom -> colaboradores engajados -> valorização do trabalho -> que propicia um clima inovador -> vantagens competitivas -> geração de valor para o negócio. É claro que um bom clima por si só não traz inovação, mas sem um bom clima na empresa você não faz inovação. Inovação é um diferencial competitivo para qualquer negócio e quem inova são pessoas e não máquinas. A preocupação com o clima é tão importante que deve ser meta de qualquer gerente de pessoas. Dono de um humor peculiar, ele já passou por várias empresas de peso e hoje, como consultor e palestrante, afirma que para manter o bom relacionamento no dia-a-dia organizacional é preciso mais do que gastar cifras. Confira a seguir a entrevista exclusiva de Max Gehringer

LEIA ATÉ O FINAL | VALE A PENA!

01


Como anda o clima? RH.COM.BR - O que as empresas podem fazer para tornar o ambiente de trabalho mais agradável? Max Gehringer - A lista é imensa. Vai desde a temperatura ambiente até a liberdade de cada funcionário escolher como quer decorar seu cantinho. Porém, o mais importante - e nem todas as empresas se dão conta disso, é que um ambiente fisicamente agradável tem que ser "além de" e não "ao invés de". No fundo, embora algumas empresas gastem fortunas para construir paraísos corporativos visualmente atrativos, o que faz um ambiente de trabalho ser agradável ainda é o fato de que cada funcionário já sabe, antes mesmo de sair de casa pela manhã, se valerá ou não a pena passar um dia inteiro convivendo com os colegas. E, se a maioria achar que ir trabalhar é um sacrifício, não há quadro na parede nem música ambiente que consiga mudar isso. RH - Sabemos que o conflito de equipes também é um fator importante para a manutenção de um bom clima organizacional. Como ele deve ser administrado? Max - Equipes são grupos heterogêneos dos quais se espera resultados homogêneos. E essa é a causa dos conflitos. Mas há bons conflitos e maus conflitos. Eu sempre acreditei que equipes só funcionam bem quando têm um objetivo claro, uma causa comum a todos e um oponente visível. Aprendi isso quando liderava uma equipe de gerentes de vendas (oito), cada um sediado em uma capital de Estado, cuja função era a de se reunir periodicamente e oferecer sugestões para melhorarmos técnicas, processos e rotinas de vendas. Só que os gerentes, quando se reuniam, passavam a maior parte do tempo tentando impor seus projetos pessoais aos demais membros da equipe, e se sentiam ofendidos quando havia perguntas ou contestações. RH - E o que aconteceu com essa equipe de gerentes? Max - Um dia a equipe foi desafiada a preparar um projeto viável (em termos de custo e de execução) para o lançamento de um novo produto. Só que havia um porém: uma outra equipe, a de Marketing, estaria fazendo exatamente a mesma coisa, e as

02


duas equipes competiriam entre si para ver qual apresentava o melhor projeto. Aí, de repente, as diferenças de opiniões dos gerentes de vendas acabaram: com um projeto claro e com um oponente visível, todos esqueceram o próprio ego por alguns dias e apresentaram um projeto extremamente bem feito. Aliás, dois projetos, porque o da equipe de Marketing também era ótimo, e o resultado final foi uma combinação das melhores idéias. Se os dois grupos não estivessem competindo saudavelmente - esse é o "bom conflito" - eu duvido que os resultados tivessem sido tão bons. RH - E qual a função do líder neste momento? Max - Ele tem sempre que ter em mente que é uma ponte, e não um muro. Muitos líderes têm tendência a achar que devem se imiscuir em todos os problemas de seus funcionários, inclusive os pessoais. O verdadeiro líder facilita a vida de todo mundo, é uma ponte entre os problemas de seus subordinados e as devidas soluções. Às vezes, a solução nem passa por uma decisão do líder, e é aí que ele mostra se é líder mesmo, delegando e apoiando o subordinado. É nesse ponto que o líder pode se tornar um muro: dali ninguém passa antes de explicar direitinho o que vai fazer do outro lado. A verdadeira liderança, aquela realmente consistente e duradoura, só existe quando há respeito mútuo entre o líder e o subordinado. RH - Mas sabemos que poucos líderes adotam esta postura. Neste caso, como o subordinado deve encarar, por exemplo, aquele chefe explosivo? Max - Muito simples: enfrentando a fera. Quem tem um chefe explosivo, ou persecutório, ou ciumento, ou tudo isso junto, tem que encará-lo de frente. Educadamente, mas decididamente. O confronto pode levar a uma de duas situações: ou o chefe recua e reavalia seus modos, ou demite o funcionário. E ambas as situações são positivas, inclusive a segunda. Porque quem se curva uma vez, porque tem medo de perder o emprego, vai passar o resto da vida curvado. RH - Você acredita que os programas de integração são uma alternativa para melhorar os relacionamentos? Max -Sem dúvida. Numa empresa onde eu trabalhei, a Elma Chips, havia um dia por ano em que cada funcionário do escritório saía em rota com um vendedor. Os dois ali, o dia inteiro, num calor danado ("o dia" era em Janeiro), numa Kombi sem ar condicionado, visitando e atendendo cerca de vinte pequenos clientes. E, claro, conversando.

03


RH - O resultado dessa experiência foi positivo? Max - Era incrível como, depois dessa experiência, o funcionário administrativo passava a apreciar o trabalho do vendedor. Já os vendedores também tinham o seu "dia na fábrica". Passavam horas na linha de produção e na expedição, acompanhando trabalhos rotineiros e repetitivos (ou, segundo os vendedores, "chatos"). E saíam dali respeitando um pouco mais os operadores e carregadores. Integração significa "Tempo e condições para entender e valorizar o que o outro faz", e não "Ser apresentado a um monte de gente" ou "Assistir a um vídeo onde funcionários sorriem o tempo todo". RH - Qual a importância do humor para as relações no trabalho? Max - Para quem acha que seriedade e mau humor são sinônimos, a importância é nenhuma. Mas, para quem acredita que é possível ser sério na execução de tarefas e bem humorado no relacionamento, a importância é total. As empresas onde eu trabalhei que apresentavam melhores resultados eram, por coincidência ou não, exatamente as mais engraçadas. As pessoas eram felizes porque os resultados eram bons, ou os resultados eram bons porque as pessoas eram felizes? Ou, quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Eu sei lá, mas continuo acreditando que galinhas bem humoradas botam mais ovos. E com muito menos esforço.

Se você leu até o final, parabéns! Utilize os conceitos apresentados e modifique o seu dia-a-dia. 04


TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO Retrospectiva FEVEREIRO de 2013

Parabéns aos participantes e instrutores dos treinamentos do mês de Fevereiro. Valeu por compartilhar conhecimento e competência! Contabilidade para não contadores Instrutor: Elaine Melo Participante: Luis Camilo, Matheus Ferreira, Renato Pinto, Jânia Braudes, José Miguel, Leonardo Fagundes, Sangelles Moraes, Pedro Paulo Aires, Ariana Silva e Ricardo Coelho. Estoque Instrutor: Participantes:

Leonardo Melo Karem Ricarte, Ewerton Borges, Danilo Brito, Claudio Vilarinho, Ederson Scwaickardt, Rafael Brito, João Paulo Santos, Pedro Paulo e Wendell Anders.

Tecnicas de Negociação - Ganha Ganha Participante: Hildebrando Batista EFD Social Participante:

Wellington Vasque e Fernanda Machado.

"Como transformar gerentes em líderes" com o Prof Miguel Vizioli Participantes: Rildo, Leonardo Lacerda, Leonardo Lemos, Angélica, Alessandra, Eliana, Richard, Thaís, Iris PAEX - Monitoria em finanças Participante: Eliana Olah e Richard Telles 05


ADMISSÕES & MOVIMENTAÇÕES Fevereiro 2013

Programa de Estágio

Conheçam os selecionados no nosso programa de estágio!

ANDRÉ LUIZ CAVALCANTE

EDUARDO DE SOUSA BATISTA

GUILHERME SAMPAIO SOARES

PATRICK ALVES DO CARMO

RAMON QUEIROZ FONSECA

ROBERT BORGES DE MIRANDA

WEINER SILVA

Thiago Pereira - Novos Thiago Augusto - Novos

Conheça também os novos Executivos do time de AR!

06


ACONTECE NA TOTVS AGENDA MARÇO 2013 08

SEXTA FEIRA

- Dia da Mulher - 1ª Gincana do Batom - 8h - Workshop IOS Tema: Violência contra mulher

13

QUARTA FEIRA

- Workshop IOS

18 à 21

SEGUNDA FEIRA

- Provas HTC (serviços)

18 à 21

SEGUNDA FEIRA

- Pesquisa de Clima Organizacional

29

SEXTA FEIRA

FERIADO (Não haverá expediente) - Paixão de Cristo

Tema: Tecnologia da Informação

TREINAMENTOS TOTVS MARÇO 2013 Programa de Desenvolvimento de Dirigentes PDD com Fundação Dom Cabral - Treinamento Quarteto (Compras) Instrutor: Roger Patrocínio - Treinamento Obras e Projetos (Solum) Instrutor: Leonardo Fagundes - Treinamento SQL Instrutor: Sangelles Moraes

07


março

2013

ANIVERSARIANTES TOTVS GOIÁS GANHANDO EXPERIÊNCIA...

Joáo Paulo 10 MARÇO

Iris Rodrigues 13 MARÇO

Wellington Vasque Ricardo Pereira 18 MARÇO

18 MARÇO

Francielly 14 MARÇO

Alaeny Alves 21 MARÇO

Wellington G.

Dyego de Jesus 27 MARÇO

30 MARÇO

08


DICA DE FILME No cinema...

OS MISERÁVEIS

Gênero: Musical Classificação: 14 anos

Duração: 157min minutos

O prisioneiro Jean Valjean busca por redenção, após ter sido preso por ter roubado pão para alimentar sua família, em meio à crise na França revolucionária. Adaptação do musical da Broadway, baseado no clássico de Victor Hugo.

09


DICA DE SAÚDE SUCO DETOX

Este suco detox de couve com limão é ótimo para ajudar a eliminar as impurezas do organismo e ajudar a emagrecer. Ingredientes 1 folha de couve suco de ½ limão 1 pedaço pequeno de pepino sem casca e sem semente 1 maçã vermelha sem casca 150 ml de água de coco Modo de preparo Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e beba ligeiramente adoçado com açúcar. Todos os ingredientes deste suco possuem propriedades antioxidantes e a couve é rica em fibras que auxiliam no bom funcionamento intestinal, sendo muito útil para revigorar e limpar o organismo de todas as suas impurezas. Além de ser rico em vitaminas e sais minerais este suco detox é um ótimo remédio caseiro contra ressaca.

10


Unidade Goiรกs

(62)

3097 9900

totvs.com


INFORMATIVO SEMANAL TOTVS GOIÁS

EDIÇAO 011 • FEVEREIRO/2012

TOTVS GOIÁS

GENTEPONTOCOM MARÇO 2013  

Informativo Mensal TOTVS Goiás - Março 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you