Page 165

Para
Entender
as
Mídias
Sociais




164


Quênia
e
incentivar
a
paz
depois
das
eleições
de
2008.
O
 site,
que
era
alimentado
pela
população
via
Web
e
 celular,
chegou
a
45.000
usuários
no
país.
E
em
vários
 momentos
de
catástrofe
mundial
seja
no
Haiti,
em
Nova
 Friburgo
ou
no
Japão,
a
rede
mobiliza
pessoas
com
 agilidade.
Uma
visita
ao
site
do
TED
e
uma
pequena
 pesquisa
nos
mostra
como
o
mundo
e
o
advento
dessas
 tecnologias
tem
ajudado
pessoas
com
boas
ideias
e
 intenções
a
fazer
a
diferença.
 
 Na
área
política,
muitos
projetos
estão
surgindo
como
 que
em
resposta
às
criticas
de
que
a
geração
atual
não
se
 interessa
pelo
assunto.
Um
exemplo
do
qual
me
orgulho
 por
estar
no
leque
de
projetos
da
Webcitizen
é
o
 VotenaWeb,
que
aproxima
as
pessoas
das
matérias
 votadas
no
Congresso
Nacional,
fazendo
com
que
 acompanhem
os
votos
dos
seus
candidatos
eleitos,
 comparando
com
seus
próprios
votos
sobre
os
temas
em
 pauta.
Ou
ainda
as
incansáveis
petições
e
pressões
que
a
 comunidade
Avaaz
faz
pelo
mundo.
Em
14
línguas,
com
 milhares
de
voluntários,
eles
mobilizam
pessoas
para
 ligar
para
governos,
assinar
petições,
organizar
 manifestações
etc.,
incentivando
a
participação
da
 sociedade
civil
nas
decisões
governamentais.
 
 As
causas
políticas
talvez
sejam
a
melhor
forma
de
 exemplificar
os
sucessos
e
os
desafios
que
essas
mídias
 sociais
enfrentam
e
vão
enfrentar.
Os
recentes
levantes
 no
mundo
árabe
foram
marcados
por
mobilizações
que,
 no
mínino,
foram
facilitadas
e
antecipadas
pelo
uso
das
 mídias
sociais.
Se
num
primeiro
olhar
se
vê
o
sucesso
do
 


Para Entender as Midias Sociais  

Livro coletivo sobre assuntos transversais as redes de relacionamento, produzido e publicado por profissionais e pesquisadores da área em ab...