Page 1

Anabelli Simões Peichó Portfolio de Arquitetura e Urbanismo


currículo

03

Pinacoteca Loteamento Parque Urbano Escola de Ensino Fundamental e Médio Projeto Adrianópolis Hospital Infantil Centro de Estudos de Águas Urbanas

04 05 06 07 08 09 10

experiências profissionais

14

pesquisa

15

anabelli_peicho@yahoo.com.br | (41) 98458 8203

sumário

projetos acadêmicos


Anabelli Simões Peichó Arquiteta Urbanista - Universidade Positivo 2016 Brasileira, 25 anos. Celular: (41) 98458 8203 E-mail: anabelli_peicho@yahoo.com.br Currículo Lattes : http://lattes.cnpq.br/3610475336508087 qualificações

experiência Ÿ

03/2015 – 12/2016 – Universidade Positivo Estagiária do curso de Arquitetura e Urbanismo.

.

Bolsista integral do ProUni e Ciência Sem Fronteiras;

Ÿ

.

Principais atividades: Participação na produção e organização de eventos do curso, auxílio e produção de material de apoio para projetos de extensão correntes e iniciação científica.

Ÿ

.

Intercâmbio para os EUA (16 meses);

Ÿ Ÿ

.

Classificada como melhor da turma na graduação;

Ÿ

.

Ÿ

Ensino Médio Técnico em Administração;

Ÿ Ÿ

Ÿ

02/2013 – 08/2013 – Ministério Público do Estado do Paraná (Departamento de Infraestrutura) Estagiária.

.

Participação em projetos de pequeno porte da construção civil e revisões de planos diretores (detalhes na seção “experiências profissionais”);

Ÿ Ÿ

Ÿ

.

Principais atividades: Levantamentos e desenhos de projetos de arquitetura, para fins de cadastro ou projetos de adaptações; análise e compatibilização de projetos; elaboração de memoriais descritivos, qualitativos e quantitativo de serviços e gestão de contratos e projetos de obras.

.

Participação na publicação de artigos e capítulos de livro (detalhes na seção “pesquisa”).

habilidades

Ÿ

04/2011 – 04/2012 – Alcotyba Esquadrias de Alumínio Estagiária.

.

Principais atividades: Levantamento e orçamento de esquadrias de alumínio, elaboração de especificações técnicas e atendimento a clientes. .

Ÿ

01/2010 – 03/2010 – Imobiliária Nobre Assistente administrativa.

.

Principais atividades: Recepção, compras de materiais e atividades pertinentes à imobiliária.

03

AutoCad

SketchUp

ArcGIS

Depthmap (Sintaxe Espacial)

Inglês

Photoshop

Redação

Lumion

Pacote Office

V-ray

CorelDRAW

Revit

currículo

.


Pinacoteca projeto acadêmico

Disciplina de Projeto III - 2012 Professores: Alexandre Ruiz, Armando Ito e Moara Zuccherelli. Térreo

Primeiro Andar

Em um dos primeiros temas de grande complexidade, a proposta apresentada visa manter o ritmo existente da quadra e explorar o vazio urbano conformado pelo fundo das edificações do entorno. A estratégia de ocupação adotada equilibra cheios, vazios, altos e baixos proporcionando espaços variados para as peças artísticas.

Elev. R. Brigadeiro Franco

Elev. R. Comendador Araújo

04

pinacoteca

Corte


Loteamento projeto acadêmico

Disciplina de Projeto Urbano II - 2012 Professores: Jussara Maria Silva e Rivail Vanin de Andrade Equipe: Anabelli Simões, Eduardo Mendes, José Gobbo, Natalie Crovadore, Roseane Marques e Paula Segalla. Neste exercício de loteamento, diversas teorias e princípios urbanos foram colocados em prática. O perfil do entorno consolidado e as restrições de ocupação da própria gleba foram os fatores que se traduziram no partido da proposta, que tem como princípio a integração entre a cidade, morador e natureza.

Definições da estratégia de ocupação em equipe: leitura do entorno e macrozoneamento na gleba, características das malhas (abertas, fechadas, integradas), partido teórico conceitual e desenvolvimento preliminar.

Proposta de loteamento

05

loteamento

Dados do diagnóstico mais relevantes - densidade demográfica, renda e hipsometria.


Parque Urbano projeto acadêmico

Disciplina de Projeto da Paisagem III - 2012 Professores: Maria da Graça dos Santos e Roberto Sabatella Adam Equipe: Anabelli Simões e Roseane Marques.

programa

Esta proposta para um parque urbano tem como objetivo explorar uma grande área de maneira equilibrada, distribuindo as áreas de lazer, ambiental e cultural de acordo as características do entorno e do terreno. O exercício realizado foi válido para o entendimento e ocupação variada de uma grande área, além da pesquisa realizada para definição das espécies vegetais.

Setor cultural Salão Multiuso Teatro Restaurante Feira ao ar livre Concha acústica Lazer passivo Jardins temáticos Bosque ilha Caminhada Setor ambiental Espaço de ed. ambiental Viveiro de pássaros Horto Arborização preservada

Caminho principal Caminhos secundários Praças e equipamentos

Setorização

Travessia Cooper/Ciclismo

Ponte Mirante

Circulações

Concha Acústica

cód

nome popular

A000

arborização existente

A001

Ipê Roxo

06

porte

foto

diagrama

cód

ARB01

Tapebuia avelanedae

médio - grande de 8 a 20m e 20 a 35m

Tapebuia alba Cassia grandis

médio - grande de 8 a 20m e 20 a 35m

ARB02

nome popular

Hibisco Amarelo Ixora Vermelha

Arbustos

nome científico

porte

Hibiscus sinensis

0,4 a 1,2m

Ixora coccinea

0,9 a 1,2m

Fórmio

Phormium tenax

1,8 a 2,5m 0,9 a 1,8m 0,4 a 3m

A002

Ipê Amarelo

A003

Cássia - Rosa

A004

Flamboyant

A005

Eritrina Verde-amarela

cód

nome popular

nome científico

porte

A006

Canafístula

Peltophorum dubium

grande - 15 a 40m

F001

Grama São Carlos

Axonopus Compressus

menos de 15cm

A007

Pau-ferro

Caesalpinia ferrea

grande - acima 12m

F002

Singônio

Syngonium angustatum

10 a 30cm

Salgueiro Chorão

Salix babylonica

grande - acima 12m

F003

Lambari

Tradescantia Zebrina

30 a 40cm

A008

Viveiro de Pássaros

Árvores

nome científico

Delonix régia Erythrina variegata

ARB03

grande - acima 12m

ARB04

Curguligo

Curculigo capitulata

médio - 6 a 9 m

ARB05

Pingo d’ ouro

Duranta erecta aurea

médio - 8 a 12m

Forrações

foto

diagrama

foto

diagrama

parque urbano

Lazer ativo Pista de bicicross Jogos de mesa Quadras esportivas Playground Academia da 3ª idade Pista de Skate Outros Churrasqueiras Lanchonete Café Pontes mirante Trav. sobre as árvores Informações


Escola de Ensino Fundamental e Médio

R. Euzébio da Motta

Pátio ensino fundamental

Neste projeto, as características do terreno (orientação solar, topografia, visuais, ruídos e tráfego de veículos), nortearam todo o fluxograma e setorização do programa da escola. Já como partido do projeto, foi trabalhado a lógica do “Lego”, onde a sobreposição dos blocos compõe cheios e vazios que dinamizam o espaço, além de inferir um caráter infanto juvenil na edificação.

Entrada principal

Pátio ensino fundamental

Pátio ensino médio

Térreo

Primeiro Andar

Elevação Euzébio da Motta

07

R. Campos Sales

escola de ensino fundamental e médio

R. Mauá

Disciplina de Ateliê de Projeto III - 2012 Professores: Alexandre Ruiz, Armando Ito e Moara Zuccherelli. Equipe: Anabelli Simões e Roseane Marques.

Estudo com lego

Pátio ensino médio

R. Augusto Severo

projeto acadêmico


Projeto Adrianópolis

Cidade de Ribeira - SP

Recorte 1 Recorte 2

projeto acadêmico

Recorte 3

Disciplina de Planejamento Urbano e Regional - 2015 Professores: Jussara Maria Silva e Alexandre Pedrozo. Equipe: Anabelli Simões, Heloisa Bee, Monica Reichert, Maria Eduarda, Flavia Sandy e Amanda Menegoto.

Estado de São Paulo

Indústria Cimenteira (extração)

Rio Ribeira Estado do Paraná Pontos de ônibus com bicicletário integrado Via permeável (Via Parque) Ciclovias integradas às vias existentes Centro Cultural Terminal Rodoviário Municipal/Intermunicipal Bosques/Praças temáticos Mata Ciliar Pomares Conjuntos de HIS - Habitação de Interesse Social Perímetro urbano de Adrianópolis

As propostas para Adrianópolis foram concentradas em três setores: ambiental, habitação e mobilidade. No setor ambiental, busca-se que o rio Ribeira se torne um novo elo entre a natureza e comunidade. Já no setor de mobilidade, um novo terninal rodoviário e uma nova via ao longo do rio visa diminuir os conflitos com o fluxo de caminhões da cimenteira. No setor habitacional, propõe-se utilizar vazios urbanos em áreas ao longo do perímetro urbano para atender a demanda de moradia.

Indústria Cimenteira (beneficiamento)

Totens Informativos

Academia ao Ar livre Área de estar

Jogos de mesa

Pomar e horta comunitária - recorte 2

Locação de equipamentos (ecoturismo) - recorte 1

Deck mirante e pier móvel - recorte 3

Terminal rodoviário municipal e intermunicipal

Deck mirante Área para piquenique

Recorte 1

Pier móvel para atividades no rio Ribeira

Recorte 3

Recorte 2

* Neste ano, como estagiária do curso, participei da compilação, montagem e entrega para o prefeito atual de Adrianópolis de um volume com todo material desenvolvido na disciplina pelas três turmas do 4º ano, incluindo estudos de inserção do município na escala regional, municipal, urbana, diagnóstico e propostas.

08

projeto Adrianópolis

Playground


Hospital Infantil projeto acadêmico

Circulação Horiz. func./corpo clínico Circulação Vert. func./corpo clínico Circulação Horiz. públ./pacientes Circulação Vert. públ./pacientes Restrição

Disciplina de Ateliê de Projeto IV - 2015 Professores: Adriano Dorigo, Rodolfo Sastre e Ernesto Bueno. Equipe: Anabelli Simões, Monica Reichert e Amanda Menegoto.

Recepção geral Ambulatório ADT - Análise Diag. e Tratamento Atendimento Imediato Farmácia Nutrição e dietética Administração ABS - Atend. Básico de Saúde

Nesta proposta, além dos critérios primordiais para funcionalidade do hospital (acessos, setorização, assepsia e fluxos) foram levados em consideração outros dois princípios: características do terreno e do bem tombado inserido; e a escala da edificação em relação ao público infanto juvenil. Assim, o projeto matém o bosque existente no terreno, traz um novo uso para o bem, e, se mantém na altura máxima de três pavimentos. Além disso, através do conceito “tetris”, os setores se encaixam conformando uma praça interna que serve como uma referência de localização para os pacientes.

Térreo

Humanização do setor de internação do hospital (etapa individual)

Conceito tetris

Corte

09

hospital infantil

Bem tombado


Centro de Estudos de Águas Urbanas

O terreno do Parque Náutico foi o que melhor atendeu todos os critérios para escolha do terreno: inserção em meio natural, próximo a densidades urbanas e usuários do equipamento e também de maior acessibilidade em geral.

Almirante Tamandaré

Colombo

Campo Magro

projeto acadêmico

Pinhais

Campo Largo Curitiba

Disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso - 2016 Orientadora: Jussara Maria Silva.

Parque Náutico Unidades de conservação Rio Belém Bacia do Rio Belém Área de contribuição direta do Alto do Rio Iguaçu

Araucária

O tema água se revela cada vez mais pertinente nas discussões de nível global, assim, a implantação de um equipamento de educação ambiental nessa temática torna-se necessária. A proposta é oferecer a nível local e internacional um equipamento completo para discussão do tema e aprendizagem, e, (devido ao terreno escolhido) promover a revitalização de um parque urbano. A arquitetura proposta se desenvolve de maneira coesa desde a escala do parque aos ambientes internos e pretende ser uma referência de harmonia entre paisagem e construção.

São José dos Pinhais

Aeroporto Fazenda Rio Grande

0

Interrupção

Inatividade Insegurança

Segregação Abandono

Conflito

Provisório Barreiras

Continuar Apropriar

Setorizar Atrair

Explorar

Ampliar

Convidar

Revitalizar Reordenar

Vigiar

Qualificar

2,5

5

Km

Edificações Atividades esportivas e de permanência descobertas Pavimentação permeável Projeção de alagamento - cota 871 (Tempo de Recorrência 20 anos) Corpos d’água (Cota usual 870) Área da intervenção (sem incluir área da Sanepar) Área total do Parque Náutico

Análise

Plano de Ocupação

Proposta de Intervenção

C.E.A.U.

Intervenção Proposta no Parque Náutico

Maquete física do Parque Náutico e entorno

10

0

m 100 200

03

centro de estudos de águas urbanas

Piraquara


Acesso de veículos compartilhado Área de treino dos praticantes de canoagem

Acesso Manutenção do Parque Fluxo maior de pedestres ao redor dos lagos Ponto de estrangulamento Lagos Áreas alagadiças

Análise do trecho escolhido

Relocação e ampliação do depósito canoagem Conservação da área de treino

Utilização da circulação de serviços existente para o Eventos, Infraestrutura e carga e descaga canoagem Setores mais relevantes Novo trajeto para posicionados circulação sobre a água de pedestres

Plano de Ocupação

“Galho” sinaliza ao visitante a inserção no C.E.A.U. e conecta áreas secas, sobre as águas As “ramificações” do galho indicam a entrada de cada setor

Criação de novo lago em área alagadiça Lagos existentes conectados

Adequações de terreno e conexões

Maquete física do complexo do C.E.A.U.

Praça Água

Percurso ciclovia e corrida Corpos d’água cota usual (aprox. 870) Corpos d’água TR 20 anos (aprox. 871) Vegetação existente Grama existente

Implantação / Cobertura C.E.A.U. 0

10

m 20

11

Circulação de pedestres Circulação de veículos Areia / Pedriscos Madeira Redes

centro de estudos de águas urbanas

Circulação de veículos Depósito de equipamentos de canoagem


Corte Setor Educação

Salas C

Net zero água O abastecimento de água do C.E.A.U. é dado através de duas fontes: poço artesiano e uma pequena ETA, que fornecem respectivamente 40% e 60% da demanda.

Salas B

Wetland

Wetland

Net zero esgoto O tratamento do esgoto do C.E.A.U. é feito em 3 etapas: 1. Vermifiltro - também conhecido como minhocário, consiste em uma caixa composta por camadas de lã de pet e minhocas Eisenia Foetida ou californianas. 2. Torre Verde - funciona como um segundo elemento de fltragem, com camadas de areia e brita com gramaturas variadas; 3. Wetlands - são banhados construídos com o cultivo de plantas macrófitas que fazem o tratamento final dos efluentes.

Corpos d’água cota usual (aprox. 870) Corpos d’água TR 20 anos (aprox. 871) Vegetação existente Grama existente Areia / Pedriscos Madeira Circulação de pedestres

Planta Setor Educação 0 2,5 5

m

12

centro de estudos de águas urbanas

Perpectiva Setor Educação


Cobertura vegetal Cobertura em madeira Grelha em Madeira Laminada Colada

Espaços de permanência em madeira plástica Blocos dos ambientes em Woodframe

Perspectiva Setor Pesquisa

Pilares em Madeira Laminada Colada

Isolamento térmico-acústico - Lã de pet Acabamento azulejo (I.S.) Gesso acartonado

Grelha em Madeira Laminada Colada

Chapa OSB Estrutura em madeira Chapa OSB Placa cimentícia Acabamento em pintura branco fosco Piso lajota (I.S.) Contrapiso Base de madeira compensada Estrutura de barrotes de madeira

Estrutura em contato com a água em concreto armado Cota Tempo de Recorrência 20 anos* (871) Cota usual dos corpos d’água (870)

Piso grelha de chapas expandidas com acabamento anodizado

* Dados obtidos em entrevista com o diretor técnico e de saneamento do Instituto das Águas do Paraná Carlos Alberto Galerani.

Esquema estrutural (Setor Pesquisa)

Detalhe

Det.

Corte Setor Eventos

13

centro de estudos de águas urbanas

Paisagismo com plantas aquáticas - Wetlands


auxílio em planos diretores Ÿ

2016 – Plano de Mobilidade de Araucária Auxílio na produção de mapas axiais (Sintaxe Espacial) do município de Araucária.

.

Ÿ

2015 – Revisão Plano Diretor de Concórdia Auxílio na produção de mapas de densidade do município de Concórdia.

Ÿ

2012 – Projeto de Subdivisão de lote e construção de duas habitações unifamiliares em alvenaria no bairro Atuba.

.

Ÿ

2012 – Projeto de construção de duas habitações unifamiliares em alvenaria na Vila Prósdocimo - Alm. Tamandaré.

Ÿ

2013 – Projeto de reforma de uma habitação em alvenaria e construção de mais duas unidades no bairro Tarumã.

Ÿ

2017 – Projeto de construção de três habitações unifamiliares em alvenaria no bairro Capão da Imbuia.

outros Ÿ

14

2014 – Ilustrações para cartilha da Contribuição de Melhoria (cartilha explicativa para aplicação do instrumento do Estatuto da Cidade nos municípios).

experiências profissionais

auxílio em projetos da construção civil


projetos do estágio no curso de arquitetura da UP Ÿ

2016 – Requalificação Urbana, Ambiental e Territorial (Cândido de Abreu) Produção e organização de um volume contendo uma base de dados histórica e atual de um recorte envolvendo a Cândido de Abreu em Curitiba e entorno. Professor envolvido: Rodolfo Sastre.

.

Ÿ

2015 – Adrianópolis Organização de material de apoio durante o desenvolvimento do projeto pelos alunos do 4º ano da UP e, posteriormente, montagem de um volume com a sínteste dos levantamentos e as mehores propostas para entrega ao prefeito do município. Professores envolvidos: Jussara Silva e Alexandre Pedrozo.

artigos Ÿ

2016 – A (trans)formação da malha urbana de Curitiba: uma análise sintática. Autores: A. S. Peichó, M. E. C. Pellizzaro, J. M. Silva e R. M. Sastre Disponível em: h t t p : / / w w w. f a u . u f a l . b r / e v e n t o / p l u r i s 2 0 1 6 / fi l e s / Te m a % 2 0 4 % 2 0 %20Planejamento%20Regional%20e%20Urbano/Paper1072.pdf

.

Ÿ

2013 – As obras para a Copa 2014 e a legislação urbana: encontros e desencontros. Autores: A. S. Peichó e J. M. Silva Disponível em: http://www.observatoriodasmetropoles.net/new/images/abook_file/megaevento s_curitiba2015.pdf (pág. 189) .

http://www.up.edu.br/CmsPositivo/uploads/imagens/files/1902_Anabelli_Simoes _Peicho-_Jussara_Maria_Silva.pdf .

Ÿ

2013 – Centralidade e dinâmica imobiliária em Curitiba: análise exploratória dos impactos das obras da copa do mundo FIFA. Autores: G. Pereira, J. M. Silva, A. S. Peichó, M. Leitoles e T. Faszank Disponível em: http://www.observatoriodasmetropoles.net/new/images/abook_file/megaevento s_curitiba2015.pdf (pág. 85)

15

pesquisa

https://pactoglobalcreapr.files.wordpress.com/2011/09/copa-em-discussc3a3o-n16.pdf (pág. 4)

Anabelli Simões Peichó - Portfolio  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you