Issuu on Google+

Nome comum: Alecrim Nome científico: Rosmaninus officinalis

Origem Mediterrâneo oriental

Época do Ano

Anual e de folha persistente

Europa Dimensões

Influência da Luz

Muita luz

Altitude

Altitude elevada

Características/efeitos terapêuticos O alecrim é frequente em solos de origem calcária. Arbusto muito ramificado, verde, hastes lenhosas, folhas pequenas e finas.

Altura: entre 50 cm a 200cm

Cicatrizante de feridas, indicado para a depressão, cansaço físico, debilidade cardíaca, dores reumáticas, gases abdominais, músculos doridos e outras dores localizadas no corpo. Excelente estimulante para combater estados febris e anemia.

Curiosidades de utilização: Na alimentação: aromatizante na comida, nomeadamente em aves, carne de porco, molhos e sopas. Perfumes: água-de-colónia, óleos e perfumes. Aplicação de chás – excelente calmante, indicado para as insónias.

1/6


Nome comum: Manjerona Nome científico: Origamum majorana

Origem

Época do Ano

Continente

Influência da

Perene

Africano Dimensões

Altitude

Luz Muita luz

Altitude elevada

Características/efeitos terapêuticos As folhas de manjerona têm forma redonda ou ovada. As flores estão agrupadas em raminhos. O caule é redondo e cresce de forma perpendicular e as raízes agarram facilmente ao solo. É muito aromática. Folhas verdes ou secas, para o uso culinário; são cortadas

30 a 60 cm

à medida que as plantas começam a florescer e a crescer. A planta necessita de sol, solos arenosos ou areno – argilosos, ricos em matéria orgânica e com boa drenagem. É uma planta que trata a asma, bronquite, resfriados, tosse, melhora contusões, dores reumáticas, espasmos, reumatismo,

torcicolos,

é

afrodisíaca,

digestiva,

expectorante e revigora o cabelo.

Curiosidades de utilização: Na alimentação: A manjerona utiliza-se para a preparação de múltiplos produtos alimentares. É apropriada para churrascos e outros grelhados com carnes e peixes, é colocado sobre as brasas para proporcionar um sabor delicioso e aromático. Perfumes: utilizado nas cosmética – cremes hidratantes e de limpeza. Aplicação de chás: a manjerona enquanto chá ajuda a combater insónia, tranquilizante, desordens nervosas ou gastrointestinais.

2/6


Nome Comum: Hortelã- pimenta Nome científico: Mentha piperita

Origem

Época do Ano

Influência da

Altitude

Luz Índia, países asiáticos, região mediterrânea da

Perene

Muita luz

Baixa altitude

Europa Dimensões

Características/efeitos terapêuticos

Altura: 30 a 80

Resulta do cruzamento entre duas plantas, a mentha

cm

aquática e a mentha spicata. Desenvolve um caule erecto e com uma cor vermelha muito intensa. As suas folhas são cor verde-escuro com um pequeno toque de púrpura. Pode ser utilizada seca, sob forma de chás, óleo essencial e em cápsulas com o revestimento gastrorresistente. Tem rizomas subterrâneos, folhas lanceoladas, opostas e dentadas, desenvolvem-se em solos fofos, húmidos, bem drenados, arenosos com muita iluminação. Útil para a digestão, enjoos, cólicas, cólon irritável. Também para as constipações, inflamações da laringe, bronquite, sinusite, gripes e enxaquecas. Serve ainda para afastar a traça. Estimula a produção de saliva, eliminando o mau hábito.

Curiosidades de utilização: Na alimentação: a hortelã pode ser usada diariamente em molhos, carnes, legumes, saladas, sopas e refrescos. Como aromática serve para a culinária, em assados, cozidos, no fabrico de bebidas e doces. Perfumes: como cosmético utiliza-se nos dentífricos pelo seu sabor refrescante e em sabões, champôs, perfumes, cremes de barbear e para a celulite. Aplicação de chás – o chá é ótimo para as pulgas dos animais; clareia a pele e tira manchas. 3/6


Nome Comum: Manjerico Nome científico: Ocinum minimum L.

Origem

Época do Ano

Influência da

Altitude

Luz Índia

Perene

Muita luz

Baixa altitude

Dimensões

Características/efeitos terapêuticos

Altura: até 40 cm

O manjerico tem folhas grandes e extremidades floridas, ovadas e dentadas, de 3 a 5 cm, de comprimento, de cor verde brilhante, com flores pequenas brancas ou rosadas em formas de cachos. Floresce no fim do verão. Desenvolve-se em solos argilosos com húmus bem regados e drenados. Anti-espasmódico,

analgésico,

anti-febril,

anti-séptico,

aromatizante, calmante, carminativa, dispepsia nervosa, diurética, estimulante digestivo, estimulante estomacal, expectorante, excitante, hidratante, relaxante, revigorante, sedativo, sudorífero e tónica.

Curiosidade de utilização: Na alimentação: Os manjericos podem ser combinados com omeletas, ovos mexidos, carne, peixe, saladas, massa e tomates. Não se pode cozer as folhas. Deve-se cortá-las com as mãos. Perfumes: serve para óleos aromáticos. Utilizado em fragrâncias masculinas. Óleos para fabrico de sabonetes, pasta de dentes, colírio e perfumes. Aplicação de chás: o chá de manjerico combate as más digestões e é muito agradável.

4/6


Nome Comum: Alfazema Nome científico: Lavandula officinalis

Origem

Época do Ano

Influência da

Altitude

Luz Zonas quentes do

Perene

Muita luz

Baixa altitude

Mediterrâneo Dimensões

Características/efeitos terapêuticos

Altura:

Arbusto de pequeno porte, folhas pequenas e pecíolos,

inferior a 30/60 cm

finas e opostas lanceoladas estreitas verde acinzentadas. Flores em espiga que podem ir do branco, a azuis ou róseas. O caule torna-se lenhoso a partir do segundo ano. Desenvolve-se bem em solos arenosos e calcários. É boa para farmácia caseira, é diurética, expectorante, sedativa, anti-inflamatória, sudorífera, calmante, digestiva. É usada para restabelecer o fluxo menstrual. Doenças no baço, cãibras, gota, insolação, vómitos, dores reumáticas.

Curiosidades de utilização: Na alimentação: A flor é utilizada para aromatizar compotas. Perfumes: é utilizada para perfumes, sabonetes e cosmética. Aplicação de chás: serve para peles sensíveis e delicadas e atua como protetor da pele.

5/6


Nome Comum: Agrião Nome científico: Nasturbium officinale

Origem

Época do Ano

Influência da

Altitude

Luz Europa, Ásia Central; Norte de

Folha perene

Muita luz

Baixa altitude

África e América Dimensões

Características/efeitos terapêuticos

Altura: até 70 cm

É uma planta herbácea, de rápido crescimento. O caule é tenro, verde e oco. É utilizado para saladas e para sopas. As suas folhas são alternadas, com forma lanceolada. Tem raiz aprumada que surge nos nós do caule submerso. As suas flores aparecem no verão sendo pequenas e de cor branca. Deve ser cultivado em solo fértil, multiplica-se por sementes. O agrião é um vegetal de baixo teor calórico. Devido às suas características tónicas e estimulantes, o agrião tem o poder de abrir o apetite. É descongestionante, digestivo, depurativo, diurético, antiinflamatório, cicatrizante e combate o ácido úrico, sendo rico em iodo, ferro, fosfato e óleos essenciais. Ajuda na formação de ossos e dentes, evita a fadiga mental e associa-se à produção de glóbulos vermelhos do sangue. Contém vitamina A, essencial para uma boa visão e para manter a saúde da pele, vitamina B, responsável pelo crescimento e alguma vitamina C.

Curiosidades de utilização: Na alimentação: serve como condimento na sopa, cozidos, sucos e refogados. Perfumes: é utilizado para cremes e loções, serve para cicatrizar as frieiras e feridas dos pés, abcessos e elimina manchas da pele. Aplicação de chás: serve para baixar a febre, a bronquite, complicações de fígado, as cólicas, a tuberculose e o bócio, através da infusão. 6/6


Ficha de identificao - Plantas Aromáticas