Page 1

CENTRO CULTURAL

APERAM ACESITA

TIMÓTEO - MG


UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO ARQ 399 - TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO II

E

X

P A

N

S

Ã

O

CENTRO CULTURAL APERAM

ACESITA

TIMÓTEO - MG

Ana Luiza Bueno Byrro - 74196 Orientadora: Joyce Correna Carlo

DEZEMBRO 2017


// PROGRAMA DE

NECESSIDADER 07

// CONCEITO E PARTIDO 08

PROPOSTA

01

INTRODUÇÃO // APRESENTAÇÃO 04 // ENTRONO 05 // TERRENO 06

02

03 PROJETO

// DIRETRIZES DE PROJETO 13

// IMPLANTAÇÃO 13 // PLANTA BAIXA14 // CORTE AA’ 15 // CORTE BB’ 15

// PERSPECTIVAS 16


4

// APRESENTAÇÃO

A cidade mineira Timóteo, localizada na Região Metropolitana do Vale do Aço (RMVA), é carente no âmbito cultural. Além da falta de espaços e equipamentos para a realização de atividades culturais, há ainda uma má distribuição e dificuldade de acesso aos equipamentos existentes; poucas ações de democratização cultural e falta de informação sobre as agendas culturais. Esse cenário não reflete apenas a realidade de Timóteo, mas de todas as cidades da RMVA. Um dos principais equipamentos culturais da região é o Centro Cultural da Fundação Aperam Acesita. Criada em 1994, a Fundação é uma instituição privada sem fins lucrativos, e com a sede localizada no centro comercial de Timóteo. Sua finalidade é a de promover o desenvolvimento das comunidades onde a Aperam South America está instalada, com atividades que abarcam quatro áreas: Educação, Cultura, Meio Ambiente e Promoção Social. A Fundação é vinculada à iniciativa privada, e ainda possui parceria com órgãos públicos, instituições nacionais e internacionais para realizar programas próprios ou financiar projetos aprovados em leis estaduais e federais.

01

INTRODUÇÃO

Em entrevista realizada com a coordenadora de projetos culturais da Fundação Aperam Acesita, Kelly Soares, foram apontadas algumas necessidades para o Centro Cultural se manter atualizado e atrair o público. Algumas das estratégias apontadas como necessárias para o fomento da arte na região é a implementação de um museu interativo, de um espaço para realização de atividades após a visitação do museu da empresa e de uma sala para a exibição de filmes ou vídeos. Essas medidas visam principalmente aproximar o público jovem da cena cultural da cidade.

Localização Timóteo - A cidade está localizada no leste de Minas de Gerais.

Diante da demanda apresentada e do contexto da cidade, é necessário a criação de um espaço para suprir a precariedade de equipamentos culturais e de ensino de artes não apenas na cidade de Timóteo, mas em toda a RMVA. Assim, propõe-se a expansão do Centro Cultural Aperam Acesita, com foco no ensino de artes para crianças e adolescentes. Esse novo espaço cultural irá: RESGATAR as aulas de teatro que eram ofertadas antigamente MANTER as aulas de coral ofertadas pela Fundação Acesita AMPLIAR a oferta no ensino de novas artes, em especial aquelas que atraem os jovens, como dança, música, banda desenhada e fotografia ATRAIR os jovens e a comunidade para o edifício DESPERTAR o interesse pelas artes ESTIMULAR a criatividade Com o intuito de se projetar um edifício agradável, que favoreça a permanência das pessoas, que seja resiliente e adaptado às condições local, serão adotadas diretrizes sustentáveis. A sustentabilidade nesse caso não deve ser pensada apenas no sentido de preservação ambiental, mas com o intuito de: REDUZIR as desigualdades sociais AMPLIAR o acesso da comunidade à equipamentos culturais MELHORAR a qualidade de vida da comunidade PRESERVAR o meio ambiente para as novas gerações MAXIMIZAR a eficiência energética PROMOVER o desenvolvimento sustentável


5

Vista da Fundação Acesita, ligeiramente bloqueada pelas árvores que circundam a ciclovia. É a única edificação que foge do estilo modernista predominante do entorno.

Vista da Alameda 31 de Outubro em direção ao centro comercial. Ao fundo, na direita, observa-se um edifício residencial tipicamente moderno e de baixo gabarito (4 pavimentos).

Vista da Praça 1º de Maio. Muito utilizada pela população, em especial nos fins de semana.

// ENTORNO

Vista do estacionamento do Escritório da Aperam. Mata densa ao fundo.

Vista da Praça 1º de Maio. Muito utilizada pela população, em especial nos fins de semana.

Vista do Escritório da Aperam. O edifício segue o mesmo estilo arquitetônico, com muito uso de concreto aparente e o gabarito baixo do entorno


6

O terreno escolhido para desenvolver o projeto localiza-se em frente à sede. O local era utilizado como estacionamento até o ano de 2015, e atualmente se encontra inutilizado. Por estar localizado no centro da cidade, o terreno é de fácil acesso. Existem pontos de ônibus, áreas para estacionamento e ciclovia próximos, além de ter fácil acesso por pedestres. Outras vantagens desse terreno são: é plano, ou seja, necessita de pouca movimentação de terra; a região é arborizada; e não possui prédios altos no entorno. As principais desvantagens são: por estar localizado em uma das principais avenidas da cidade, a Alameda 31 de Outubro, é uma região com grande fluxo de carros; o terreno possui árvores de grande porte que necessitaria de uma análise para saber se precisarão ser retiradas ou não; o formato do terreno é triangular, o que pode prejudicar o aproveitamento do espaço.

aspectos físicos e mobilidade urbana

Ao analisar as cartas solares, percebe-se que nos meses mais quentes (verão e primavera) há uma genade incidência de radiação entre 8h e 18h. Já nos meses mais frios (inverno e outono), a radiação é mais intensa entre 10h e 17h. Como a maior parte das atividades do Centro Cultural é realizada durante o dia, será necessário projetar proteções solares para evitar a radiação direta e promover um conforto térmico para os usuários.

// TERRENO Área do Terreno: 4626 m²

condicionantes


7

EE </':.+O+<:</H';9A.9@:+H'?:';+<:</'</' /':.+O+<:</H';9A.9@:+H'?:';+<:</'</' 9@:<0'=09;0' @:<0'=09;0' /',:?+Q/H.:GD0' ,:?+Q/H.:GD0'

// PROGRAMA DE NECESSIDADES

.0HI'$'#/?.@0'#9A.9@:A'<:'S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.:'Q0+'+?:9C9@:<0'=09;0' .0HI'$'#/?.@0'#9A.9@:A'<:'S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.:'Q0+'+?:9C9@:<0'=09;0' </=0+H' </=0+H'<:' <:'S9?<:GD01' S9?<:GD01'/'/'0Q/@/;/' 0Q/@/;/':;/HH0' :;/HH0'['['<+O/@H0H' <+O/@H0H'.+=0H' .+=0H'</' </',:?+Q/H.:GD0' ,:?+Q/H.:GD0' ;9A.9@:A'=:@:':'=0=9A:GD0'<0'F:A/'<0'&G0'T&V!)&2^I ;9A.9@:A'=:@:':'=0=9A:GD0'<0'F:A/'<0'&G0'T&V!)&2^I

%23456)%45)73895):3;4<):=>><)?)@ABCA)D)(>8;4E5F<>56)G<=H;).5>2< %23456)%45)73895):3;4<):=>><)?)@ABCA)D)(>8;4E5F<>56)G<=H;).5>2<

EE .0HI'$'#/?.@0'#9A.9@:A'<:'S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.:'Q0+'+?:9C9@:<0'=09;0' .0HI'$'#/?.@0'#9A.9@:A'<:'S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.:'Q0+'+?:9C9@:<0'=09;0' H=:G0'</':.+O+<:</H';9A.9@:+H'?:';+<:</'</' =:G0'</':.+O+<:</H';9A.9@:+H'?:';+<:</'</' +?:9C9@:<0'=09;0' +?:9C9@:<0'=09;0' </=0+H' </=0+H'<:' <:'S9?<:GD01' S9?<:GD01'/'/'0Q/@/;/' 0Q/@/;/':;/HH0' :;/HH0'['['<+O/@H0H' <+O/@H0H'.+=0H' .+=0H'</' </',:?+Q/H.:GD0' ,:?+Q/H.:GD0' =0H' =0H'</' </',:?+Q/H.:GD0' ,:?+Q/H.:GD0' ;9A.9@:A'=:@:':'=0=9A:GD0'<0'F:A/'<0'&G0'T&V!)&2^I ;9A.9@:A'=:@:':'=0=9A:GD0'<0'F:A/'<0'&G0'T&V!)&2^I =0@':</>9:GW/H'/'O+H.0'>9/':'=@0=0H.:'8'</':,=A+:@':'0Q/@.:'</'H/@O+G0H1' =0@':</>9:GW/H'/'O+H.0'>9/':'=@0=0H.:'8'</':,=A+:@':'0Q/@.:'</'H/@O+G0H1' H/@R'?/;/HHR@+:':';0?H.@9GD0'</'9,'?0O0'=@8<+0'=:@:':N@+C:@':'!H;0A:'</' H/@R'?/;/HHR@+:':';0?H.@9GD0'</'9,'?0O0'=@8<+0'=:@:':N@+C:@':'!H;0A:'</'

%23456)%45)73895):3;4<):=>><)?)@ABCA)D)(>8;4E5F<>56)G<=H;).5>2< %23456)%45)73895):3;4<):=>><)?)@ABCA)D)(>8;4E5F<>56)G<=H;).5>2<

;+<:</'/'=@-Z+,0':0'#/?.@0'#9A.9@:AI' ;+<:</'/'=@-Z+,0':0'#/?.@0'#9A.9@:AI'

983",8" 983",8"

*/@@/?0 */@@/?0 /,'Q@/?./'['H/</I'$'A0;:A'/@:'9.+A+B:<0';0,0'/H.:;+0?:,/?.0':.8'0':?0'</' /,'Q@/?./'['H/</I'$'A0;:A'/@:'9.+A+B:<0';0,0'/H.:;+0?:,/?.0':.8'0':?0'</' =0@':</>9:GW/H'/'O+H.0'>9/':'=@0=0H.:'8'</':,=A+:@':'0Q/@.:'</'H/@O+G0H1' =0@':</>9:GW/H'/'O+H.0'>9/':'=@0=0H.:'8'</':,=A+:@':'0Q/@.:'</'H/@O+G0H1' 6_K`1'/':.9:A,/?./'H/'/?;0?.@:'+?9.+A+B:<0I'V0@'/H.:@'A0;:A+B:<0'?0';/?.@0' 6_K`1'/':.9:A,/?./'H/'/?;0?.@:'+?9.+A+B:<0I'V0@'/H.:@'A0;:A+B:<0'?0';/?.@0' V@:G:'KY'</'2:+0 V@:G:'KY'</'2:+0 H/@R'?/;/HHR@+:':';0?H.@9GD0'</'9,'?0O0'=@8<+0'=:@:':N@+C:@':'!H;0A:'</' H/@R'?/;/HHR@+:':';0?H.@9GD0'</'9,'?0O0'=@8<+0'=:@:':N@+C:@':'!H;0A:'</' <:';+<:</1'0'A0;:A'/H;0AM+<0'8'</'QR;+A':;/HH0I'!Z+H./,'=0?.0H'</'P?+N9H1' &+?<:1' +?<:1'<:';+<:</1'0'A0;:A'/H;0AM+<0'8'</'QR;+A':;/HH0I'!Z+H./,'=0?.0H'</'P?+N9H1' R@/:H'=:@:' =:@:'/H.:;+0?:,/?.0' /H.:;+0?:,/?.0'/'/';+;A0O+:' ;+;A0O+:'=@-Z+,0H1' =@-Z+,0H1':A8,' :A8,'</' </'./@' ./@'QR;+A' QR;+A':;/HH0' :;/HH0' C/,1'0' /,1'0' R@/:H' S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.: S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.: ;+<:</'/'=@-Z+,0':0'#/?.@0'#9A.9@:AI' ;+<:</'/'=@-Z+,0':0'#/?.@0'#9A.9@:AI' ;/H+.: H+.: 983",8" 983",8"

O programa de necessidades do edifício foi separado em 4 grandes setores: Acesso Público: áreas abertas ao público em que não será necessário nenhum tipo de controle de entrada. Acesso semi-público: áreas abertas ao público que será necessário algum tipo de controle de acesso. ADM + Serviços: áreas de acesso restrito, permitido apenas para funcionários e pessoas autorizadas.

// //programa programade denecessidades necessidades

*/@@/?0 */@@/?0 !H;0A:'</'2JH+;:'"+/?, !H;0A:'</'2JH+;:'"+/?, /,'Q@/?./'['H/</I'$'A0;:A'/@:'9.+A+B:<0';0,0'/H.:;+0?:,/?.0':.8'0':?0'</' /,'Q@/?./'['H/</I'$'A0;:A'/@:'9.+A+B:<0';0,0'/H.:;+0?:,/?.0':.8'0':?0'</' =0HH9+'=@8<+0H':A.0H'?0'/?.0@?0I'&H'=@+?;+=:+H'</HO:?.:C/?H'HD0U'=0@'/H.:@' =0HH9+'=@8<+0H':A.0H'?0'/?.0@?0I'&H'=@+?;+=:+H'</HO:?.:C/?H'HD0U'=0@'/H.:@' 6_K`1'/':.9:A,/?./'H/'/?;0?.@:'+?9.+A+B:<0I'V0@'/H.:@'A0;:A+B:<0'?0';/?.@0' 6_K`1'/':.9:A,/?./'H/'/?;0?.@:'+?9.+A+B:<0I'V0@'/H.:@'A0;:A+B:<0'?0';/?.@0' V@:G:'KY'</'2:+0 V@:G:'KY'</'2:+0 A0;:A+B:<0' A0;:A+B:<0' /,'/,'9,:' 9,:'<:H' <:H'=@+?;+=:+H' =@+?;+=:+H'@9:H' @9:H'<:' <:';+<:</1' ;+<:</1'8'8'9,:' 9,:'@/C+D0' @/C+D0';0,' ;0,' <:';+<:</1'0'A0;:A'/H;0AM+<0'8'</'QR;+A':;/HH0I'!Z+H./,'=0?.0H'</'P?+N9H1' <:';+<:</1'0'A0;:A'/H;0AM+<0'8'</'QR;+A':;/HH0I'!Z+H./,'=0?.0H'</'P?+N9H1' H.:@I' /H.:@I' &+?<:1' &+?<:1' 3+?RH+0'V0A+/H=0@.+O0' 3+?RH+0'V0A+/H=0@.+O0' 0@.+O0' @.+O0' R@/:H'=:@:' =:@:'/H.:;+0?:,/?.0' /H.:;+0?:,/?.0'/'/';+;A0O+:' ;+;A0O+:'=@-Z+,0H1' =@-Z+,0H1':A8,' :A8,'</' </'./@' ./@'QR;+A' QR;+A':;/HH0' :;/HH0' +>9/.:C/,1'0' +>9/.:C/,1'0'R@/:H' S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.: S9?<:GD0'&=/@:,'&;/H+.: =/@:,'&;/H+.: /@:,'&;/H+.: )0<0O+R@+: )0<0O+R@+: <0'/H=:G0I <0'/H=:G0I !H;0A:'</'2JH+;:'"+/?, !H;0A:'</'2JH+;:'"+/?, =0HH9+'=@8<+0H':A.0H'?0'/?.0@?0I'&H'=@+?;+=:+H'</HO:?.:C/?H'HD0U'=0@'/H.:@' =0HH9+'=@8<+0H':A.0H'?0'/?.0@?0I'&H'=@+?;+=:+H'</HO:?.:C/?H'HD0U'=0@'/H.:@' !H;@+.-@+0'&=/@:,' !H;@+.-@+0'&=/@:,' A0;:A+B:<0' A0;:A+B:<0'/,'/,'9,:' 9,:'<:H' <:H'=@+?;+=:+H' =@+?;+=:+H'@9:H' @9:H'<:' <:';+<:</1' ;+<:</1'8'8'9,:' 9,:'@/C+D0' @/C+D0';0,' ;0,' 3+?RH+0'V0A+/H=0@.+O0' 3+?RH+0'V0A+/H=0@.+O0' =09;0' =09;0' A+/H=0@.+O0' +/H=0@.+O0' F/C/.:GD0 F/C/.:GD0 Q/H.:GD0' /H.:GD0' )0<0O+R@+: )0<0O+R@+: <0'/H=:G0I <0'/H=:G0I

Aulas: áreas destinadas ao ensino dos alunos. É de acesso controlado, para garantir a segurança das crianças e adolescentes.

ADM ADM++SERVIÇOS SERVIÇOS

ACESSO ACESSOPÚBLICO PÚBLICO

escritório escritóriopara para55pessoas pessoas área áreaexterna externa // // programa programa de de necessidades necessidades sala salade dereunião reunião café café recepção recepção sala salade deexposição exposição

ACESSO ACESSOPÚBLICO PÚBLICO

área áreaexterna externa café café recepção recepção sala salade deexposição exposição

sala salade deprofessores professores copa copafuncionários funcionários ADM ADM++SERVIÇOS SERVIÇOS banheiro banheiro dml dml para escritório escritório para55pessoas pessoas depósito depósito sala salade dereunião reunião sala salade deprofessores professores copa copafuncionários funcionários banheiro banheiro dml dml depósito depósito

!H;@+.-@+0'&=/@:,' !H;@+.-@+0'&=/@:,'

9@:<0'=09;0' @:<0'=09;0' </' /' ,:?+Q/H.:GD0' ,:?+Q/H.:GD0'

F/C/.:GD0 F/C/.:GD0

02

PROPOSTA

AULAS AULAS

ACESSO ACESSOSEMI-PÚBLICO SEMI-PÚBLICO estacionamento estacionamento museu museuinterativo interativo sala salade deapresentação apresentação sala salade devídeo vídeo ACESSO ACESSOsala SEMI-PÚBLICO SEMI-PÚBLICO sala de deestar/descanso estar/descanso banheiro banheiro estacionamento estacionamento

22estúdios estúdiosmultifuncionais multifuncionais (dança, (dança,teatro teatroeemúsica) música) estúdio estúdiode dearte artedigital digitalee banda bandadesenhada desenhada AULAS AULAS estúdio estúdiode defotografia fotografia câmara câmara escura escura 22estúdios estúdiosmultifuncionais multifuncionais banheiro banheiro (dança, (dança,teatro teatroeemúsica) música) secretaria secretaria estúdio estúdio de dearte artedigital digitalee

museu museuinterativo interativo sala salade deapresentação apresentação sala salade devídeo vídeo sala salade deestar/descanso estar/descanso banheiro banheiro 00

00

banda bandadesenhada desenhada estúdio estúdiode defotografia fotografia câmara câmaraescura escura banheiro banheiro secretaria secretaria ',>*-,:;%0).0?.(-%&0+%60#&%0).0 ',>*-,:;%0).0?.(-%&0+%60#&%0).


partido // ////partido partido ////partido partido 8

// CONCEITO E PARTIDO A PROPOSTA DA EXPANSÃO DO CENTRO CULTURAL APERAM ACESITA É A CRIAÇÃO DE UM ESPAÇO DE ESTÍMULO AO DESENVOLVIMENTO CRIATIVO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTE, JUNTAMENTE COM ESPAÇOS DE INTEGRAÇÃO ENTRE INTERIOR E EXTERIOR, COM A INTENÇÃO DE ATRAIR A COMUNIDADE. 1. terreno 1.1.terreno terreno 1. terreno 1. terreno

3. PASSAGENS

Foi criado eixos de passagens nos extremos do edifício 4. passagens 4.4.passagens passagens que ampliam a comunicação entrte as dua áreas externas do terreno. Além disso, quebra a rigidez das quinas no 4. passagens volume principal. 4. passagens

2. programa 2.2.programa programa

1. ADEQUAÇÃO AO PROGRAMA

Primeiro foi considerado o pré-dimensionamento para 2. programa programa chegar à area mínima do edifício. 2. Depois foi demarcado o eixo principal comunicando as duas áreas externas do terreno.

4. FACHADA NORTE X FACHADA SUL

A intenção é de comunicar o externo e interno, assim, as 5. norte x sul 5.5.norte norte xxsul sul fachadas norte e sul do eixo principal devem ser de vidro. Como a fachada sul recebe a radiação do verão, essa deve norte xdesul ser menor. Ambas as fachadas5. precisam proteção 5. norte xtersul solar e a própria inclinação da parede criaria sombreamento no interior do edifício

3. externo x interno 3.3.externo externo xxinterno interno 2. EXTERNO 3. X INTERNO externo x interno 3. externo x interno Após a demarcação do eixo principal, foi criado um volume para enfatizar esse eixo com o intuito de ter uma comunicação direta entre os extremos do terreno e o interno e externo.

5. PARTIDO E SETORIZAÇÃO

Primeiro foi considerado o pré-dimensionamento para 6. partido 6.partido partido chegar à area mínima do edifício.6. Depois foi demarcado o eixo principal comunicando as duas áreas externas do terreno. 6. partido 6. partido


9

// DIRETRIZES DE PROJETO ESTRATÉGIAS BIOCLIMÁTICAS 1 Ventilação Natural ventilação cruzada ventilação por efeito chaminé captação com uso de vegetação 2 Sombreamento orientação solar proteção solar das aberturas DIRETRIZES PARA OBTENÇÃO DO NÍVEL A PARA EDIFICAÇÕES COMERCIAIS, DE SERVIÇOS E PÚBLICAS - ZONA BIOCLIMÁTICA 5 Apesar deste projeto não ter como objetivo obter a etiqueta de nível a, foram adotadas medidas para atender os requisitos mínimos de envoltória, com o objetivo de maximizar a eficiência energética e o conforto dentro do edifício 1 Transmitância Térmica Ucobertura < 1,00 w/m²k Uparede < 3,70 w/m²k

03

PROJETO

2 Cores e Absortância Revestimento externo: cor de baixa absortância (<0,5) Coberturas: cor de baixa absortância (<0,5) ou usar telhas cerâmicas não esmaltadas, teto jardim ou reservatório de água. OUTRAS ESTRATÉGIAS 1 Priorizar o uso de materiais recicláveis 2 Manter as árvores existentes no local 3 Minimizar a geração de resíduos no local


10

Telha Sanduíche com a face exterior pintada na cor branca.

Laje Impermeabilizada com Argila Expandida. espessura = 20 cm

Caminhos de pedestres em Concreto Permeável

// ESQUEMA DE

Caminhos de carros e estacionamento em Concreto Permeável

VEGETAÇÃO

Laje Impermeabilizada.

Árvores Mantidas Árvores Replantadas no Terreno Árvores Replantadas fora do Terreno

VEGETAÇÃO ORIGINAL ESC 1:1000

VEGETAÇÃO MODIFICADA ESC 1:1000

IMPLANTAÇÃO ESC 1:250


Paredes Externas em Bloco de Concreto celular Autoclavado. Acabamento com tinta fosca branca.

B’

11

Piso da Área Administrativa revestido com Piso Vinílico 100% Reciclável

A’

Paredes Internas em Drywall

Pisos das Área Molhadas e de Serviço revestids com Porcelanato Antiderrapante.

Pisos das Áreas de Uso Público revestidos com Porcelanato. Rampas e Escadas revestidas com o mesmo padrão na versão antiderrapante

366,87m² 41,61 m² 50,65 m² 5,73 m² 2,08 m² 11,25 m² 31,75 m² 10,7 m² 48,65 m² 18,00 m² 4,95 m² 22,66 m² 3,48 m² 22,25 m² 15,92 m² 2,77 m² 2,77 m² 13,95 m² 11,75 m² 51,58 m² 71,00 m² 12,18 m²

A

1. Galeria 2. Café 3.Área Externa Café 4. Hall 5. Banheiro Funcionários 6. Cozinha 7. Copa Funcionários 8. Recepção ADM 9. Escritórios 10. Sala de Reunião 11. Banheiro ADM 12. Caixa de Escada 13. DML 13.1. Depósito 14. Hall 15. Banheiro PCD Masculino 16. Banheiro PCD Feminino 17. Banheiro Masculino 18. Banheiro Feminino 19. Sala de Vídeos 20. Galeria Tecnológica Interativa 21. Sala de Comando

B

PLANTA BAIXA 1º PAVIMENTO ESC 1:100

MODELOS DE ESQUADRIAS:

Janela Guilhotina com Maxim-ar superior

Janelas Maxim-Ar

Janela de Correr com Maxim-ar superior

Percentual de Iluminação: 80%

Percentual de Iluminação: 80%

Percentual de Iluminação: 77%

Percentual de Ventilação: 45%

Percentual de Ventilação: 80%

Percentual de Ventilação: 42%


12

B’

Piso da Sala de Professores revestido com Piso Vinílico 100% Reciclável

A’

Pisos dos Estúdios de Aula revestidos com Piso Vinílico 100% Reciclável

Pisos das Área Molhadas e de Serviço revestids com Porcelanato Antiderrapante.

Pisos das Áreas de Uso Público revestidos com Porcelanato. Rampas e Escadas revestidas com o mesmo padrão na versão antiderrapante

15,92 m² 2,77 m² 2,77 m² 13,95 m² 11,75 m² 22,25 m² 14,76m² 25,00 m² 63,67 m² 39,48 m² 3,48 m² 28,24 m² 40,83 m² 41,81 m² 32,34 m² 32,34 m² 6,80 m² 14,36 m²

A

22. Hall 23. Banheiro PCD Masculino 24. Banheiro PCD Feminino 25. Banheiro Masculino 26. Banheiro Feminino 27. Depósito 28. Secretaria 29. Sala Professores 30. Área de Estar 31. Área Externa 32. DML 33. Caixa de Escada 34. Estúdio I 35. Estúdio II 36. Estúdio Informática 37. Estúdio Fotografia 38. Câmara Escura 39. Sala de Manutenção

B

PLANTA BAIXA 2º PAVIMENTO ESC 1:100

Pilar Fechamento em Placa Metálica Detalhe drenagem água pluvial pelas calhas parciais. esc 1:20

Tubo de queda de água pluvial


13 Telha Sanduíche Calha Forro Metálico Perfurado Marco da Porta revestido em Aço Inox

Forro Metálico perfurado

Estrutura Metálica Aparente pintada com tinta metálica na cor cinza.

Estrutura

Gaurada-Corpo metálico pintado com tinta metálica.

Parede de Vidro com a face interna revistada com Película de Projeção Invertida Holográfica.

Detalhe Calha Intermediária Esc 1:20

Dados Película Kamaly/Playtix.

CORTE AA’ ESC 1:100


14 Argila Expandida. e = 20 cm.

Detalhe Cobertura de Laje Impermeabilizada Com Argila Expandida esc 1:20

Proteção Mecânica. e = 1,5 cm.

Proteção Horizontal

Impermeabilização. e = 4 mm.

Paineis Metálicos Vazados

Laje Steel Deck. e = 15 cm.

Estrutura de Fixação

Unidade Condensadora Ar Condicionado Multi Split.

Parede Forro de Tecido

Detalhe de Ligação dos Paineis esc 1:50

Laje Steel Deck

CORTE BB’ ESC 1:100

Modulação dos Paineis Vazados esc 1:25


15


16


17

TCC II - Trabalho de Conclusão de Curso II  
TCC II - Trabalho de Conclusão de Curso II  
Advertisement