Page 1

CASCAIS

7 de Junho de 2014

650 ANOS


7 de junho de 1364

A 7 de junho de 1364, D. Pedro I elevou Cascais à categoria de vila, separando-a do concelho de Sintra, com jurisdição cível e crime, em troca de um imposto adicional de 200 libras por ano, para além dos direitos que eram já devidos ao monarca.


8 de abril de 1370

Somente a 8 de abril de 1370 foi definido o território de Cascais, ao delimitar-se uma área de quase 100 km2, muito semelhante à do atual concelho, aquando da entrega da vila, como feudo, a Gomes Lourenço do Avelar, poderoso valido do rei.


8 de abril de 1370 Foi D. Fernando quem conferiu a autonomia administrativa a Cascais, entregando o seu castelo a Gomes Lourenço de Avelar, seu fiel servidor: “Damos a elle dicto Gomez Lourenço e a todos os seus sucessores per jure derdade o nosso castello e lugar de Cascaes…” A câmara passou a ser constituída pelos juízes de Cascais, por dois vereadores, um procurador do Concelho, um alcaide e alguns vintineiros (representantes decerto das freguesias que então se designavam por vintenas), um almoxarife e dois tabeliões.


8 de abril de 1370


8 de abril de 1370 Ainda no final do século XIV assistiu-se ao crescimento da vila no exterior das muralhas e à criação das paróquias de Santa Maria de Cascais, de S. Vicente de Alcabideche e de S. Domingos de Rana. Mercê do aumento do movimento do seu porto, em 1488, D. João II ordenou a edificação de uma nova torre defensiva na vila.

A 15 de novembro de 1514, Cascais recebeu de D. Manuel o seu primeiro foral uma vez que, não obstante a autonomia, continuava a reger-se pelo de Sintra.

650 anos Cascais  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you