Page 1

18

CULTURA C u l t u r a Até Breves divulga trabalhos na FNAC por cá A CABRA

3ª feira, 20 de Maio de 2008

21 Sarau Solidário Música Jardins da AAC | 19h

SENSES 2 - Hauschka Música Electrónica TAGV| 21h30 4€ a 8€

26 a

30

IV Mostra de Teatro Escolar Teatro Museu dos Transportes

28 29

Concerto de lançamento de novo cd do Coro Misto da UC Música TAGV| 21H30

Clarice Lispector e a Condição Feminina Literatura Almedina Estádio | 21h

30 Deolinda

Música Salão Brazil | 23h

30 Matilde Rosa Araújo

Literatura Casa Municipal da Cultura| 10h30

Até Exposição de Carlos Lança 30 Pintura Fundação Bissaya Barreto

31

Eco Design Moda Ponte de Santa Clara

Até Junho Childhood’s Spaces 9 Pintura Galeria SETE

Até

28

Memórias de uma campanha Humberto Delgado em Coimbra Biblioteca Municipal O reverso do olhar Artes Plásticas Edifício Chiado

Por Ana Coelho

D.R..

“Até ao Último Fotograma”, “Infra” e “A Fábrica” são as curtas-metragens vencedoras do Até Breves’08 que vão ser apresentadas na Fnac de Coimbra Ana Coelho A Fnac de Coimbra recebe sábado, 24, os filmes vencedores do Concurso de CurtasMetragens da Associação Académica de Coimbra (AAC), organizado pela secção de televisão da AAC, tvAAC, em conjunto com a Direcção-Geral da AAC. “O melhor prémio que podemos dar é a visibilidade a nível nacional dos trabalhos vencedores”, refere a coordenadora do projecto, Ana Mesquita. O concurso é destinado a estudantes de qualquer grau e estabelecimento de ensino. Um dos seus objectivos é “dar a oportunidade a criadores não consagrados ou realizadores não profissionais”, afirma a estudante. Outra das finalidades é estimular a criatividade e gosto pela criação do audiovisual, descobrir novos valores na área e estimular a exibição pública de filmes não comerciais. O presidente da tvAAC, Ricardo Matos, explica que o concurso teve como objectivo “marcar a diferença” e fomentar a participação dos estudantes. “Pretendemos incentivar os alunos a que, com poucos recursos, façam trabalhos criativos”, conclui. Ana Mesquita acrescenta que quando surgiu o projecto não havia nenhum concurso exclusivamente para estudantes e por essa razão “foi importante abrir uma janela de oportunidades a todos os que gostam do audiovisual”. A edição de 2008 do Até Breves contou com a maior participação da história do concurso. No total foram recebidos 35 trabalhos, todos da autoria de alunos do ensino superior. Também houve um aumento na quali-

“A Fábrica” foi a vencedora do festival de curtas

dade dos trabalhos, segundo a coordenadora: “há trabalhos bastante bons, não só a nível técnico mas também com alguma criatividade em termos da história e do argumento, fugindo um pouco àquelas curtas-metragens numa perspectiva um pouco mais negativa, mais escura”. As categorias do concurso foram: Brevemente Livre, Graf & Breves, Breve Intervenção, e a categoria de Argumentos, onde os participantes não precisam de recorrer a outros meios senão à criatividade. O tema central deste ano foi a “Imaginação”. A apresentação dos vencedores decorreu no dia quatro de Março na Casa Municipal da Cultura. Para a categoria de “Imaginação” os premiados foram José Trigueiros, do curso

de Estudos Artísticos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (UC), com “Até ao Último Fotograma”, e Mário Mateus e Victor de Souza, da Restart, Escola Superior de Criatividade e Novas Tecnologias em Lisboa, com “Infra”. Miguel Won e Alberto Pereira, alunos do Departamento de Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC são os vencedores da categoria de Argumentos, com “Sem Controlo” e “Trauseuntes”, respectivamente. Já Cláudia Clemente, da Restart, venceu na categoria de Brevemente Livre com “A Fábrica”. A quinta edição do Até Breves tem a data de entrega dos trabalhos marcada para o dia 16 de Fevereiro de 2009.

CocoRosie actuam pela primeira vez em Coimbra O mundo onírico das CocoRosie sobe ao palco do Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) pelas nove e meia da noite do dia 26 de Maio. Inês Rodrigues A dupla norte-americana, composta pelas irmãs Sierra e Bianca Casady, vem a Portugal com o mais recente álbum “The Adventures of Gosthorse and Stillburn”. Em 2007, as CocoRosie apresentaram-no na Aula Magna, em Lisboa, mas agora são as cidades de Coimbra e Braga as eleitas para os concertos da digressão de 2008. O sócio da produtora Lado B, Pedro Santos, responsável por trazer o grupo à cidade dos estudantes, considera que esta “é uma

oportunidade única”, visto que as CocoRosie “gozam de uma popularidade crescente” e, portanto, “faz sentido trazê-las a Coimbra”. A história da formação da banda é bastante singular. Na adolescência, Sierra sai de casa dos pais e salta de colégio em colégio até optar por estudar canto lírico em Paris. As irmãs passam a maior parte da juventude separadas e só voltam a reencontrar-se em 2003, quando Bianca deixa os Estados Unidos para viajar pela Europa e decide bater à porta da casa de Sierra. A empatia é imediata, a dupla fecha-se num quarto parisiense e no espaço de semanas sai o primeiro disco, “La Maison de Mon Rêve”. O mundo mágico de fantasmas e vozes de crianças, a atmosfera melancólica, os brinquedos infantis, as palavras proibidas e os meninos Peter Pan do álbum de estreia fizeram das

CocoRosie uma banda de culto. Pedro Santos acredita que “haverá sempre uma cultura das margens”, mas que actualmente, com a Internet e o Myspace, “espaço altamente democrático”, tudo está ao alcance de todos, desde que haja vontade de procurar. Depois de um segundo álbum, mal recebido pela crítica, chega-nos em 2007 “The Adventures of Gosthorse and Stillburn”, onde Bianca experimenta os terrenos do hip-hop e Sierra, deixa entrever a sua formação musical de conservatório, cantando universos fantásticos em ritmos de jazz ou até de ópera. É um ambiente feérico o que se pode esperar do concerto que as CocoRosie vão dar no TAGV, na próxima segunda-feira. A abrir o evento vai estar o companheiro de digressão do duo, o americano Quinn Walker.

183_  

Eco Design Moda Ponte de Santa Clara “Até ao Último Fotograma”, “Infra” e “A Fábrica” são as curtas-metragens vencedoras do Até Breves’08 qu...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you