Page 1

|1


|2


UMA TRADIÇÃO DE PROXIMIDADE A poucos dias de terminar mais um mandato à frente dos destinos da AMQC, e após concluída mais uma Revista, é hora de fazer um balanço do biénio.

CARLOS GUIMARÃES

E como estamos na era das tecnologias de informação e das redes sociais, decidi começar por fazer uma revisão de todas as publicações efectuadas na página Facebook da AMQC, ao longo deste últimos dois anos. Afinal, esta tem sido a principal plataforma de comunicação com os Moradores da Quinta da Carreira, contando actualmente com quase 2.000 seguidores a quem gostamos de chamar amigos, onde está espelhada toda a actividade que temos desenvolvido. Foi uma viagem no tempo, que me encheu de satisfação e orgulho; pela concretização de objectivos, pelo trabalho realizado, mas principalmente, pela quantidade de pessoas envolvidas em todas essas iniciativas. Com efeito, este foi sempre o principal objectivo a cumprir, quando me apresentei pela primeira a umas eleições da AMQC. O objectivo de aproximar as pessoas, de estreitar relações, de as envolver em torno de um objectivo positivo comum, como é o de promover, não só a sua qualidade de vida, mas a de todos. Longe vão os tempos em que na Quinta da Carreira só se falava do que estava mal, que ainda acontece ou não fossemos portugueses, mas acontece menos. Acontece menos, porque são cada vez mais os que estão preocupados com o que se vai fazer a seguir e os que se empenham em encontrar a melhor forma de o conseguir. Seja no Estorilart Market, no Desfile de Carnaval Infantil, no Torneio de Golfe, no Arraial ou nas tradicionais reclamações sobre o espaço público; hoje ouvimos mais sugestões do que reclamações, mais contributos do que críticas. Hoje, somos mais a fazer, do que a desfazer. Mais do que qualquer outro, este é sem dúvida o maior mérito que a AMQC tem, o mérito de,à sua volta, juntar pessoas. A poucos dias de entrarmos no 25º ano de existência da Associação, orgulho-me de presidir a esta Instituição, que soube sempre estar próxima de quem representa, criando o que eu gosto de intitular de, Uma Tradição de Proximidade. Resta-me, uma nota para os 3 desafios que nos esperam no próximo mandato: O projecto para os terrenos do Pinhal, a construção do novo edifício, que substituirá o Barracão, no terreno da Sede da AMQC e a (re)Criação da Escola de Danças e a Escola de Teatro. Como sempre e cada vez mais, contamos com TODOS. Presidente da Direcção da AMQC

|3


|4


CARLOS CARREIRAS

Caros amigos da Quinta da Carreira, Mais um ano que chega ao fim. Mais um ano em que cumpro a saudável tradição de vos falar neste espaço muito importante de comunicação entre os moradores. Quero começar por onde devo: por um agradecimento. Ao Carlos Guimarães, à sua equipa da direção e a todos os membros, pelo muito que têm dado ao associativismo em Cascais. Esta associação de moradores é um magnífico exemplo de como as comunidades, por terem uma só voz, podem ter a força para resolver os problemas e a responsabilidade de apontarem soluções de futuro. Como líder de uma autarquia que tem sido (e quer continuar a ser) exemplar na implementação de processos de Democracia Participativa – isto é, de formas de trazer as pessoas para o centro das decisões que lhes dizem respeito – olho com muita atenção para a forma apaixonada e competente como os cidadãos da Quinta da Carreira defendem os seus pontos de vista sobre o que é melhor para a comunidade. Em segundo lugar, cada um de nós encontrará razões para celebrar ou maldizer o ano que agora termina. Mas 2016 deixa-nos, pelo menos, duas boas razões para comemorar. Desde logo porque a Associação de Moradores comemora 25 anos. Muita coisa mudou em Portugal e no mundo desde 1992. Por exemplo: ninguém se espantará que esteja a ler esta revista no seu telemóvel ou no seu computador, ou que se tenha cruzado com ela nas redes sociais. Mas isto não era possível há 25 anos. Muita coisa mudou, portanto, mas não mudou a necessidade de existir desta Associação, que se soube adaptar às exigências dos tempos e dos moradores que representa.   A outra boa razão é que em 2016 a Câmara de Cascais terminou o processo de aquisição dos terrenos que se encontram libertos de construção na Quinta da Carreira. E fechamos esse dossier precisamente para os manter assim: sem mais construção para habitação. Muito se especulou sobre esses terrenos, mas sempre fomos firmes na nossa intenção de neles criar as condições urbanísticas que acrescentem mais qualidade de vida aos moradores da Quinta da Carreira. Terceira a última nota: tem sido um gosto trabalhar com todos vós ao longo dos últimos anos. Julgo que, juntos, temos conseguido levar a água ao nosso moinho. Que é, no fundo, o objetivo de melhor Quinta da Carreira para todos os que aqui vivem ou trabalham.   Tenham todos um Feliz e Santo Natal, junto dos vossos familiares e amigos. Marcamos encontro para 2017. Se não for antes na vossa vizinhança, numa das ruas da Quinta da Carreira, aqui nesta revista.     Presidente da Câmara Municipal de Cascais

|5


PEDRO MORAIS SOARES 25 anos de Proximidade

As minhas primeiras palavras são de Parabéns à AMQC e a todos os moradores, pela comemoração do seu 25.º aniversário.   A AMQC, é hoje uma das referências do Associativismo na nossa Freguesia, pelo extraordinário trabalho que tem desenvolvido, sempre na primeira linha de defesa da melhoria da qualidade de vida dos seus moradores.    A proximidade, que tem demonstrado junto dos seus moradores e da nossa autarquia, tem permitido ao logo dos anos a realização de diversas iniciativas de excelência, das quais: o Estorilart Market, o Desfile de Carnaval Infantil, o Torneio de Golfe Solidário e as Festas da Quinta da Carreira, são alguns dos exemplos do dinamismo e dedicação que a Associação tem demonstrado.   A AMQC, tem sido um parceiro estratégico da Freguesia, na defesa e melhoria do espaço público, dos espaços verdes e permitiu recentemente o reforço de mobiliário urbano e a limpeza e remoção de graffiti.    A defesa do património público e privado é para nós Junta de Freguesia uma prioridade e é certamente para a AMQC. Um espaço público, limpo, agradável e seguro, são condições essenciais para uma melhor qualidade de vida.    Pretendemos manter o espirito do Natal na Quinta da Carreira e pelo terceiro ano consecutivo a Junta de Freguesia colocou iluminação de natal na Praça da Carreira e que a mesma passe a ser uma tradição.   Muitos parabéns e obrigado por tudo o que tem feito pela nossa Freguesia.

Presidente da União das Freguesias de Cascais e Estoril

|6


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC 5 à Sec Lavandaria Praça da Carreira, 515 B 2765-472 S. João do Estoril Tel.: 214 680 085 Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os Serviços Não acumulável com Cartão Albano Coito Oficina Auto R. Brito Camacho, 166ª C/v Esq. 2765-459 S. João do Estoril Tel.: 214 686 285 Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os Serviços

Brimar Pastelaria R. Nova da Estação, nº 9B 2765 S. João do Estoril Tel.: 214 680 702 Desconto para Sócios AMQC: 10% Hambúrguer à 2ª Feira (18h-22h)

Café do Chá Cafetaria R. Gil Vicente, 127 Lj. A 2765-475 S. João do Estoril Tel.: 218 025 706 Desconto para Sócios AMQC: “Menu Pequeno-Almoço” Clone Perfumaria Praça da Carreira, Lt 33 Lj. A 2765-223 S. João do Estoril Tel.: 935 500 366 Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os artigos Não acumulável

|7


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC

Drogaria Rodrigues Drogaria Av. Marginal, 6330 2765-246 S. João do Estoril Tel.: 214 680 196 Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os produtos

Crew-Bar Bar R. Gil Vicente nº 63B 2765 S. João do Estoril Tel.: 917 388 630 Desconto para Sócios AMQC: 10% comida até às 20h, 2ª a 6ª Descanse & Relax Cabeleireiro Pctª. Gil Vicente Lt.70 A Lj. Dir. 2765-484 S. João do Estoril Tel.: 210 993 491 Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os Serviços

Flôr de S. João Restaurante Praceta Gil Vicente, 68 Lj Esq. 2765-484 S. João do Estoril Tel.: 214 687 432 Desconto para Sócios AMQC: 10% no Prato do dia

|8


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC

Fábrica do Olhar R. Egas Moniz, 190 A 2765-477 S. João do Estoril Tel.: 211 926 440 Desconto para Sócios AMQC: 3% em todos os serviços Festarola Artigos para Festas R. Samuel Gonçalves Sanches, 100 A 2765-280 Estoril Tel.: 214 680 136 www.festarola.pt Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os Produtos

|9


HISTÓRIAS

da Qtª da CARREIRA ENSINAR É MÁGICO… Vamos acabar com a cultura… Uma das discussões mais em voga na sociedade actual é a de que a cultura deve ser servida em toda a sua plenitude ou aligeirada? Devem os professores, citar os clássicos tal como foram escritos ou devem torna-los legíveis para os jovens de hoje? É o eterno tema das motivações, do despertar do entusiasmo perante um tema não o tornando pesado nem enfadonho. Até porque o poder de concentração dos jovens, e dos menos jovens, tem vindo a decair.

Já Freud, perante vastas audiências, afirmava que devia interromper-se de tempos a tempos a fim de deixar as massas tomarem consciência.

Claro que John Shepard, em 1885, retorquia que as massas são moldáveis. Deixou a psicanálise e trocou-a por uma pizzaria. Entre nós, no princípio do século, João dos Passos também afirmava que «os alunos só o são porque querem»(Sic) . Este é o princípio do aluno universal tal como o definiu Jean la Motte em 1905. O aluno só o é porque a massa da razão é inversamente proporcional à equidistância dos lobos cerebrais. É óbvio que Einstein o rebateu com o seu princípio de Peter Pan. Já Walt McKay, escocês de Nova Iorque, referia em 1970 que a Escócia devia ser dependente do seu licor nacional mas independente do champagne, que ele bebia em abundância entre duas conferências. Todos estes homens aparecem citados no (já) célebre volume do doutor Joaquim Jacinto (1903-1910), criança precoce, predestinada a grandes voos não fora ter caído dum qualquer terceiro andar da rua Ricardo Reis.

| 10


HISTÓRIAS

da Qtª da CARREIRA O almirante não se matou em 1910? O sábio não descobriu que a electricidade não é estática? A marquesa não inventou a célebre cama de consultório dentário? São tudo citações que podem levar as audiências mais jovens, incautas mas não incultas, a querer saber mais, a querer buscar informações e rebuscar nos velhos compêndios, ou na Net, as vidas e obras interessantes que os antecederam.

Aliás, os clássicos gregos, como Moustaki, por exemplo, fazem a síntese entre as várias verdades que os jovens ocidentais deveriam buscar. Já George Orwell em 1945 dizia que haveria um big show que levaria toda uma juventude a ser rasca, ou pelo menos a ficá-lo.

Assim o professor deve ser como o ilusionista, deve mostrar a magia mas não ensinar o truque. Ensinar é mágico, pois tudo pode ser posto em causa. É saudável que o seja. O professor deve procurar a causalidade momentânea e saber adaptar-se às novas situações, nem que para isso tenha que inventar citações, factos e autores. Como o ilusionista o que se busca é a ilusão momentânea, instantânea, que leve o grupo ao momento mágico. Depois, como diria Séneca, é buscar no infinito a verdade, se é que ela existe?

A verdade, a que temos direito, é que na época actual não há cultura básica, nem imposição de valores, que permita a um erudito estabelecer-se e mostrar porque andou a estudar durante vinte anos seguidos. Mas, citando o mais famoso dos Marx, será necessário saber tudo ou não será melhor saber ler mapas? Para se fazer um filho é preciso cursar medicina?

| 11


HISTÓRIAS

da Qtª da CARREIRA Jean Pierre le Bouffe, no século XVIII. Iniciou as suas investigações com pulgas, no seu cão Chien, baseando-se no apriorismo kantiano. E o que ganhou com isso (?), para além de ter que mandar abater o célebre Chien andaluz? E não houve Bunuel que o salvasse.

negada logo de entrada.

O que ganha a sociedade em infiltrar os seus filhos com doses maciças de cultura?

Descartes dizia... mostrem-me um aluno que queira aprender que eu ensino-lhe o tango segundo Piazzzola «(Sic) . O humor que é referência nas obras de Aristóteles a Saramago, sempre foi renegado como parte pobre ou menos séria, da cultura. Os cómicos foram sempre saltimbancos ostracizados.

De que serve a cultura se já nem os concursos televisivos a requerem? Há a Net, os Cd’s que trazem tudo requentado e pronto a servir. Há os dicionários e as enciclopédias que trazem tudo, incluindo as citações que eu faço figurar neste texto e que desde já afirmo serem todas, menos uma, falsas. Dá-se um prémio a quem a descobrir. Esta é a magia.

Então, como chegar ao aluno? (Se eu soubesse já tinha escrito um livro...). Mostrando enorme erudição ou dandolhe já tudo digerido?

Mas, de repente a cultura dita séria, deixou de atingir o seu propósito. Deixou de atingir as franjas deixou de chegar às elites pensantes. Tudo se democratizou e se tentou universalizar.

Busquem-na, já agora só depois de acabarem de ler este texto.

Porque não há tempo, nem espaço para tudo armazenar, os alunos não querem saber o que não lhes diz respeito no seu dia-a-dia, nas suas vivências e interesses.

Todos sabemos que não há Pai Natal mas todos gostamos de ver o homem de vermelho. É a magia da infância, da procura e da descoberta, que nos é

E também porque lhes é vendida a (falsa) ilusão de que a felicidade é construída através da posse e do consumismo. O que interessa é o ter não é o saber.

| 12


HISTÓRIAS

da Qtª da CARREIRA É assim que esta bola gira, como diria Gagarin. É preciso manter a bola a girar. Assim, o humor é a única arma dos lúcidos, dos descrentes e de todos aqueles que pensam que todos os sistemas e épocas, devem ser postos em causa.

questionar e ironizar as marés de cultura que só servem para nos inundar, deixando-nos ávidos por chegar a uma costa firme e salvadora. Deve ser este o (único) pensamento dos nossos alunos quando encharcamos as nossas aulas com historietas culturalmente inúteis. mas correctas. Afinal estamos na época do politicamente correcto onde tudo o que saia da norma é logo aculturado e assimilado. Pois é negócio. O negócio é esse, disse Mao.

Nos tempos atuais é fundamental que o homem (re)ganhe a consciência dos seus limites. É essencial que questione e se ponha em causa para poder dar passos mais firmes e calmos de encontro ao futuro. Agora citei-me a mim próprio.

Mas é bom que apudoradamente saibamos fugir a este destino, e como destino marca a hora, no pensamento do saudoso Toni de Matos. O melhor é terminarmos atempadamente na certeza porém de que poderão rebuscar nos vossos velhos baús da sabedoria inútil todas as citações aqui proferidas, e preferidas, que de certeza certamente feita nada encontrarão de concreto a não ser algumas aproximações pois todos fomos formados na mesma escola e pelas mesmas máximas da sociedade contemporânea.

A finalidade deste pequeno artigo é exactamente essa. Pôr em causa,

S. João do Estoril, 25-11-2016 Rui Manuel Torrado Valente

Um professor que não saiba rir de si próprio está desfasado não do sistema mas de si mesmo como profissional que para além de instruir deve cultivar valores e educar.

| 13


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC GIM Ginásio R. Egas Moniz, 131 2765-478 S. João do Estoril Tel.: 214 673 999 gimginasio.wix.com/ginásio Desconto para Sócios AMQC: Preço para empresas

David Correia Clínica de Medicina Complementar Avenida Marginal Nº 6387 A 2765-605 S. João do Estoril Tel.: 218 082 560 Desconto para Sócios AMQC: 15% em todos os Serviços EMLB Escola de Música Rua das Avencas Nº 198 2765-062 Estoril Tel.: 911 910 771 www.escmusicalb.com Desconto para Sócios AMQC: 10% na Mensalidade

Bonanza Papelaria Praça da Carreira, 30 R/c Dto. 2765-472 S. João do Estoril Tel.: 214 683 328 Desconto para Sócios AMQC: 5% em artigos de Papelaria

| 14


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC Hugo Benedito Informática Praceta Bartolomeu Dias Edifício Checala, Loja B 2765-179 Estoril Tel.: 214 686 487 Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os Serviços

Mila Messias Cabeleireiro Pç. Mons. Moreira da Neves, 41 2765-497 S. João do Estoril Tel.: 214 662 346 Desconto para Sócios AMQC: 10% em Estética e Cabeleireiro

Fénix Clínica Médica Dentária R. Gen. Manuel Diogo Neto, 195A 2765-334 S. João do Estoril Tel.: 214 667 448 Desconto para Sócios AMQC: Plano Dentário AMQC

Margil Ourivesaria Praça da Carreira 31 R/c Dto. 2765-472 S. João do Estoril Tel.: 214 688 034 Desconto para Sócios AMQC: 5% em Prata e Relógios

| 15


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC JP Electrónica Rua da Galiza, 347 2765-325 S. João do Estoril Tel.: 967 633 302 Desconto para Sócios AMQC: 20% em serviços de reparação

Margarida Cabeleireiro Rua Egas Moniz, 222 A 2765-477 S. João do Estoril Tel.: 962 535 978 Desconto para Sócios AMQC: Corte e Brushing a 13,5€ à 3ªf e 4ªf

Mar de Rosas Boutique - Moda Praça da Carreira, Lt 30, Lj. E 2765-472 S. João do Estoril Tel.: 211 335 199 Desconto para Sócios AMQC: 10% em todos os Artigos Rita Felisberto Papelaria Pctª. Gil Vicente Lt. 72 B 2765-484 S. João do Estoril Tel.: 214 686 886 Desconto para Sócios AMQC: 10% Material de Papelaria

Orlandiconta Gabinete de Contabilidade R. Damião de Góis, Lt.13 Cave 2765-087 S. João do Estoril Tel.: 214 659 240

| 16


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC

Mira Gare Cervejaria Av. Florinda Leal, 13-B 2765-224 S. João do Estoril Tel.: 214 682 559 Desconto para Sócios AMQC: 10% no Prato da Refeição

Mohamed Express Telemóveis C. C. Areias, Lj 10 2765-091 S. João do Estoril Tel.: 214 664 594 Desconto para Sócios AMQC: 5% Acessórios e reparações

O Reis Churrasqueira Av. Florinda Leal, Lt. 1 Loja D 2765-224 S. João do Estoril Tel.: 214 671 492 Desconto para Sócios AMQC: 10% em Vinho engarrafado

Ricco Papelaria Praça da Carreira, Lt. 32 2765-472 S. João do Estoril Tel.: 214 683 692 Desconto para Sócios AMQC: 10% Artigos de Papelaria e Brindes

| 17


Departamento

Recreativo e Cultural Ano após ano, a AMQC tem apostado na realização de um vasto leque de iniciativas de cariz recreativo e cultural, com o objectivo de fomentar o convívio entre os moradores e potenciar a actividade económica na Quinta da Carreira.

Todos os meses, recebemos Artistas/ Artesãos provenientes das mais variadas regiões de Portugal, desde o Algarve a Trás-os-Montes, do litoral ao interior, que vêm à Quinta da Carreira apresentar o que de melhor se faz artesanalmente em Portugal.

Ano após ano, estas iniciativas vão ganhando consistência e maturidade, conquistando o seu próprio espaço no universo da vasta actividade de cariz recreativo e cultural, existente no concelho de Cascais. O crescente número de participantes nos vários eventos, é bem demonstrativo deste sucesso, do qual o Estorilart Market, que se realiza mensalmente na Praça da Carreira, será certamente o expoente máximo.

Aproveitando esta popularidade, e o sentimento solidário que a quadra natalícia sempre desperta, realizamos anualmente, na edição especial de Natal, uma recolha de bens alimentares destinados às famílias mais carenciadas de S. João do Estoril, tendo em 2016, ultrapassado os 200 Kg de alimentos.

Na verdade, o nível de popularidade atingido pelo Estorilart Market, vai bem para além dos limites do concelho, sendo hoje uma marca da AMQC, com projecção nacional e que a todos enche de orgulho.

| 18


Departamento

Recreativo e Cultural Sendo o Estorilart Market, a iniciativa com mais visibilidade, não é no entanto a que consideramos mais importante, nem a que envolve mais empenho e meios da AMQC. Estamos a falar naturalmente do Arraial, que devido à sua dimensão, requer um trabalho prévio de cerca de dois meses e o envolvimento pessoal de mais de 20 colaboradores, ultrapassando largamente o universo dos órgãos socias da AMQC. Beneficiando das condições que a Nova Sede oferece, foi possível proporcionar uma maior diversidade da oferta e um maior conforto, a todos os que simpaticamente nos vieram visitar, enfrentando duas noites anormalmente ventosas e com temperaturas nada convidativas. Durante dois meses, todas as energias se direcionam para a realização do Arraial Popular – este ano realizado na envolvente da Nova Sede – com o objectivo de oferecer a todos os Moradores e a quem nos visita, uma festa cheia de animação, sabores e muita música.

Importante, foi também, a realização da 4ª edição do Torneio de Golfe Solidário, iniciativa que vai muito para além da simples prática da actividade desportiva, devido ao carácter solidário lhe está subjacente.

| 19


Departamento

Recreativo e Cultural Com um significativo crescimento do número de participantes, esteve mais uma vez, o Desfile de Carnaval Infantil. Foi fantástico ver a alegria estampada na face das mais de 150 crianças, que percorreram entusiasticamente as ruas da Quinta da Carreira. Fica gravado na memória, a imagem de uma Praça da Carreira cheia crianças em saudável ambiente de folia.

E porque, o principal objetivo era angariar fundos para o Banco Alimentar de S. João do Estoril, tomámos a iniciativa de convidar 3 figuras públicas: os actores, Rita Frazão e António Machado e ex-futebilsta, Carlos Xavier, que prontamente aceitaram o desafio de serem padrinhos do Torneio, dandolhe maior visibilidade, o que veio potenciar um aumento do número de jogadores e patrocinadores, gerando um consequente aumento do valor angariado.

Não tendo a AMQC, qualquer actividade desportiva ou cultural permanente, devido à falta de infraestruturas próprias, carência que será suprimida em breve com a substituição do Barracão existente na Nova Sede, optámos por estabelecer protocolos com uma Escola de Danças, *Estrelinhas*, e um clube desportivo, Estoril Basquet.

| 20


Departamento

Recreativo e Cultural A parceria com as *Estrelinhas*, tem três objectivos principais: colmatar a lacuna da oferta cultural infantojuvenil em S. João do Estoril, preparar a recuperação da Escola de Danças da AMQC para quando o novo equipamento estiver pronto, e promover o estreitamento de relações, fomentando a multiculturalidade entre a comunidade Ucraniana de Cascais e a população local, estabelecendo pontes através da música e da dança.

No que diz respeito ao Estoril Basquet, estabeleceu-se uma parceria que visa potenciar a utilização do tanque da Quinta da Carreira e promover esta prática desportiva em S. João do Estoril.

Outro momento alto da actividade recreativa da AMQC, é também, o já tradicional Fogo-de-artifício de fim de ano que, com a eterna esperança de mais prosperidade e saúde para Todos, encerra o ano velho e abre as portas ao ano novo.

Fazendo um balanço, estamos em querer que, na generalidade cumprimos aquilo a que nos tínhamos proposto, indo por vezes um pouco além previsto, fruto do entusiasmo e das palavras de incentivo que sempre fomos recebendo. O sucesso de todas estas actividades, resultada de um trabalho rigoroso e persistente da equipa da AMQC, mas também da colaboração de muitas entidades, empresas, vizinhos e amigos, que em número crescente se vêm associando às nossas iniciativas e a quem naturalmente deixa-mos o nosso agradecimento.

| 21


-

Mapa da Qta. da Carreira Lojas Aderentes 1 - 5 à Sec - Lavandaria 2 - Albano Coito - Oficina Auto 3 – Bonanza - Papelaria 4 – Brimar - Tasquinha 5 - Café do Chá - Pastelaria 6 – Clone - Perfumaria 7 - Crew-Bar - Bar 8 - David Correia - Med. Complementar 9 - Descanse & Relax - Cabeleireiro 10 - Drogaria Rodrigues - Drogaria 11 - Fábrica do Olhar - Óptica 12 – Fénix - Clínica Médica Dentária 13 – Festarola - Artigos para Festas 14 - Flôr de S. João - Restaurante 15 – GIM - Ginásio 16 - Hugo Benedito - Informática 17 – JP – Electrónica 18 – União de Freg. Cascais e Estoril 19 – EMLB - Escola de Música 20 - Mar de Rosas - Boutique - Moda 21 – Margarida - Cabeleireiro 22 – Margil - Ourivesaria 23 - Mila Messias - Cabeleireiro 24 - Mira Gare - Cervejaria 25 - Mohamed Express - Telemóveis 26 - O Reis - Churrasqueira 27 - Olhar em Redor - Óptica 28 – Orlandiconta - Gab. Contabilidade 29 - Principes de Aviz - Externato 30 - Rendez – Vous - Pastelaria 31 – Ricco - Papelaria 32 - Rita Felisberto - Papelaria 33 - Saber Mais - Centro de Estudos 34 - Talhos da Linha - Talho 35 - Wash 4 You - Lavand. self service 36 - Weltsprachen Institut - Inst. Línguas

| 22


| 23


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC

Saber Mais Explicações e Salas de Estudo Praceta Gil Vicente Lt. 68 2765-484 S. João do Estoril Tel.: 918 480 295 / 919 718 043 Desconto para Sócios AMQC: 100% na Inscrição

Rendez – Vous Pastelaria Pç. Mons. Moreira da Neves, 32 2765-497 S. João do Estoril Tel.: 214 671 384 Desconto para Sócios AMQC: 10% em Bolos de Aniversário Wash 4 You Lavandaria self service Pç. Mons. Moreira da Neves, 36 2765-497 S. João do Estoril Tel.: 214 681 138 Desconto para Sócios AMQC: 0.50€ Em lavagem de 12 e 16 Kg

APROVEITE AS VANTAGENS DE SER SÓCIO DA AMQC FAÇA AS SUAS COMPRAS NA QUINTA DA CARREIRA

| 24


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC Talhos da Linha Talho Rua Egas Moniz, nº. 22, Loja E 2765-477 S. João do Estoril Tel.: 214 683 448 / 965 286 106 Desconto para Sócios AMQC: 5% à 2ªfeira todos os produtos Weltsprachen Institut Instituto de Línguas R. Brito Camacho, 155 R/c S. João do Estoril Tel.: 214 684 032 www.estorillinguas.com Desconto para Sócios AMQC: 100% da Inscrição Olhar em Redor Óptica C. C. Areias Loja 6A e 18 2765-091 S. João do Estoril Tel.: 214 646 050 Desconto para Sócios AMQC: 10% a 20% conforme serviços (ver plano na Loja)

| 25


LOJAS COM DESCONTOS PARA

SÓCIOS DA AMQC

Principes de Aviz Externato Rua João António Gaspar, nº 290 2765-326 S. João do Estoril Tel.: 214 683 468 www.principesaviz.com Desconto para Sócios AMQC: 20% na Matricula 10% na Mensalidade e Serviços

| 26


HISTÓRIAS

da Qtª da CARREIRA À Distância de uma Casal Boss. Na passagem da infância para a adolescência, deixei a Linha para ir viver numa aldeola nos confins do concelho de Sintra. Uma e outra realidade, embora separadas por escassas duas dezenas de quilómetros, estavam a um mundo de distância. Aos treze anos, deixava os meus amigos para trás e via desfazerem-se os meus planos para a adolescência: viver ao lado da gloriosa noite de Cascais (estávamos no início dos anos 80), frequentar o famoso Liceu de São João e conviver com as raparigas mais giras do País. (Mal sabia então que, apesar do tempo londrino e da humidade persistente da serra, as de Sintra também não eram nada de deitar fora.) A mudança de ares só não foi um drama porque recebi dos meus pais um presente que me encheu as medidas: uma Casal Boss. Com ela percorria diariamente, fizesse sol ou fizesse chuva, os 15 quilómetros de estradas esburacadas entre a nossa casa e o Liceu de Sintra, até porque transportes públicos era coisa rara na aldeia. Mas mais importante do que a mota para atenuar essa transição (embora nada me parecesse tão importante como a mota), foi ter-me mantido ligado à Linha. Passava fins-de-semana consecutivos em casa dos meus amigos Marques Pereira, que conhecera ainda na préprimária e que são – até hoje e para sempre – a minha segunda família.

tardes passadas na rua deles (a Rua Sésamo, como a baptizei) ou das idas à praia da Choupana, aonde chegávamos depois de transpor a linha férrea, a Marginal e a descida de rochas até ao mar.

Lembro-me também da minha estreia numa festa à noite. Foi na Quinta da Carreira, em casa de umas irmãs. Os pais não estavam e a sala de estar era a pista de dança. Nessa noite, tive a minha primeira paixoneta. A partir daí, e durante uns bons tempos, sempre que ouvia a canção «Wouldn’t it be Good» recordava-me dela. Tenho-a visto por aí, agora uma mãe discreta e bem conservada. Curiosamente, não me recordo do seu nome, desse nome que tantas vezes ressoou na minha cabeça de 13 anos. Com o tempo, apagou-se-me da memória. Deve ter sido – o tempo é justo – porque não tive sorte nenhuma com ela. S. João do Estoril, 24-11-2016 Francisco Camacho

Desses primeiros tempos após a mudança para Sintra, recordo-me das

| 27


Departamento de

Urbanismo e Espaço Público “A Câmara de Cascais, comprou os terrenos da Quinta da Carreira”. Esta foi a fantástica notícia que recebemos do Sr. Presidente da CMC, Dr. Carlos Carreiras, no Centro de Congressos do Estoril, a propósito das comemorações do “Dia do Município”.

Caia assim, definitivamente por terra, o espectro da construção na Quinta da Carreira, que como muitos se lembrarão, esteve na eminência de acontecer há uns anos atrás e significava a construção de prédios num total de 52.000 metros quadrados. Foram anos de muita preocupação que tiveram com momento mais simbólico, a famosa manifestação contra a demolição do tanque e uma acção judicial, que passados alguns anos, acabou por anular o alvará de construção. Não tendo sido possível resolver o problema, pelo menos tinha sido por ora, adiado. Abria-se assim, uma janela de oportunidade para a CMC poder avançar para a compra dos terrenos,

por um valor muito inferior ao então exigido pela construtora Pimenta & Rendeiro. Ultrapassadas entretanto, todas a tramitações legais, passaram finalmente para o domínio público municipal, os denominados “terrenos sobrantes da Quinta da Carreira”, estando neste momento, a CMC em conjunto com a AMQC, a elaborar o projecto de criação do Parque Verde Urbano, que prevê entre outras valências, a recuperação do Moinho, a plantação de novas árvores, a criação de hortas comunitárias e zona de estacionamento. Citando o Sr. Vereador do urbanismo, Dr, Nuno Piteira Lopes, podemos agora afirmar agora com toda a convicção, que a Quinta da Carreira será uma “Zona de Betão Zero”.

Outro momento importante para a Quinta da Carreira, em especial para a Associação de Moradores, foi a concretização do sonho da construção da Nova Sede da AMQC, que já hoje, permite oferecer mais e melhores

| 28


Departamento de

Urbanismo e Espaço Público serviços aos Moradores e desenvolver novos projectos que gradualmente serão implantados. Um desses serviços, decorrente da recente assinatura de um protocolo com a Empresa Municipal, Cascais Próxima, permite aos moradores, a aquisição e renovação do Dístico de Residente na Sede da AMQC, evitando que para tal, se tenham de deslocar a Cascais.

O Protocolo, estende-se também a toda a actividade de obtenção de títulos de mobilidade suave, nos quais se inclui o sistema de bicicletas partilhadas (bikesharing), o sistema de parqueamento de bicicletas particulares (bikeparking), o serviço de autocarros MobiCascais, bem como outros que venham a ser desenvolvidos no âmbito desta plataforma informática, sita no domínio www.mobicascais.pt.

No que diz respeito ao Espaço Público, temos desenvolvido um trabalho em parceria com a Junta de Freguesia, no sentido de preservar e melhorar, o que sendo de todos, a todos serve. Entre outras acções, importa destacar a remoção de Grafittis, o incremento e substituição de mobiliário urbano, a reparação de calçadas e a iluminação de Natal, que este ano, ainda que simbolicamente, estendemos à Praceta Gil Vicente.

Passarão ainda, a estar disponíveis na Sede da AMQC, algumas Bicicletas do sistema Bikesharing – Partilha de bicicletas mecânicas e elétricas.

| 29


Departamento de

Urbanismo e Espaço Público No âmbito do programa Tutor do bairro, foram várias as situações que fomos registando e reportando às várias entidades que gerem o espaço público, nomeadamente: substituições de tampas ou sumidouros, podas de árvores, reparação da iluminação pública, limpeza de papeleiras, reposição de sinalização rodoviária (horizontal e vertical), limpeza dos matos, etc…

Conforme tínhamos anunciado na edição anterior desta revista, foram instalados no Tanque, dois campos de “Street basket” que vêm aumentar a versatilidade deste equipamento e potenciar uma maior utilização do mesmo.

No meio de tantos momentos agradáveis, houve no entanto, um momento especialmente triste. Destas, importa destacar a sugestão da AMQC, para a criação de uma rampa de acesso à Caixa Geral de Depósitos, com substituição da calçada envolvente, que devido à sua inclinação representava um enorme perigo de queda, que a CGD em conjunto com a Câmara, prontamente resolveram.

Estamos naturalmente a referir-nos à morte do Dragoeiro.

Infelizmente, confirmaram-se os piores diagnósticos, que perspectivavm a morte do simbólico Dragoeiro (Dracaena Draco) da Quinta da Carreira.

| 30


Departamento de

Urbanismo e Espaço Público Desde que foram identificados os primeiros sinais de falta de renovo das folhas e da queda prematura das mesmas, a AMQC, tomou a iniciativa de alertar; o ICNF - Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, a Cascais Ambiente e a DGEV - Divisão de Espaços Verdes da Câmara Municipal de Cascais.

Optou-se consensualmente, por dividir os rebentos em dois lotes, que foram instalados em água e em solo húmido respectivamente, por forma a promover o seu enraizamento em meios diferentes, alargando assim probabilidade de sucesso.

Deste alerta, resultou a elaboração de um relatório fitossanitário, elaborado pelo Departamento de Protecção Vegetal do Instituto Superior de Agronomia, Engª Filomena Caetano e Engª Marta Rocha, com recomendações que foram criteriosamente cumpridas, mas que acabaram por não ter os resultados desejados. Ainda assim, acredintando que nem tudo está perdido, procedemos à colheita de algumas rebentos ainda com vitalidade, que propagámos através de estaca, na expectativa de um dia os podermos vir a plantar na Quinta da Carreira.

Também por proposta da AMQC, havia já sido plantado um novo Dragoeiro em S. João do Estoril (junto à nova rotunda), pelos serviços de espaços verdes da Câmara Municipal de Cascais, onde estiveram alguns Moradores, que aproveitaram para dar o seu simbólico contributo na plantação deste novo exemplar.

Este processo está a ser realizado em parceria com o Banco Genético da Cascais Ambiente, ficando dois exemplares na Sede da AMQC e 11 no Banco Genético.

| 31


Inauguração da

Nova SEDE DA AMQC

“A realização deste sonho antigo, é um momento de grande satisfação, não pelo simples facto de termos uma casa nova, mas porque permitirá projectar a AMQC para outros voos, aumentando de forma significativa a qualidade e quantidade dos serviços disponíveis aos Moradores da Quinta da Carreira”. Foi um dia extraordinário. Um dia de muita alegria e convívio, um dia em que se juntaram várias gerações, das mais variadas origens, um dia em que todos transpirávamos orgulho por tão importante conquista, um dia que perdurará na nossa memória durante muitos anos.

Esta foi a frase, com que há um ano atrás, anunciávamos o início da construção da Nova Sede da AMQC, que viria a ser inaugurada no dia 24 de Abril de 2016, com a realização de uma grande festa em que estiveram presentes, muitos amigos e vizinhos.

| 32


Inauguração da

Nova SEDE DA AMQC Mas a Inauguração da nova sede, para além da enorme satisfação, implica também novos e maiores desafios, novos e maiores projectos, e uma renovada e crescente responsabilidade, que acreditamos estar em condições de concretizar. Desde logo demos início à plantação da Horta Associativa, transformando o que era uma lixeira, numa área produtiva, que foi fazendo as delícias por quem aqui passava. O que era uma “brincadeira” de curiosos, rapidamente se transformou num assunto mais sério e com a colaboração de muitos, que ajudaram a limpar, regar e tratar, produzimos Tomate (mais de 50 Kg), Pimentos Padron, Pepinos, Malaguetas, Pimentos, etc…

Um terreno abandonado, onde eram depositados os lixos das varreduras, tinha ganho uma nova vida, estando ao serviço da população. Passou-se então, à fase das (infinitas) pequenas adaptações, da decoração e da aquisição e montagem de mobiliário e equipamento de escritório, em grande parte, gentilmente cedido por instituições parceiras da AMQC, a quem nos compete naturalmente agradecer.

Mas para tudo estar terminado, faltava ainda saber a posição da CMC acerca do destino a dar ao “barracão” que resilientemente quisemos preservar, ainda que as suas condições fossem objectivamente precárias. Para grande satisfação de todos, esta decisão foi anunciada pelo Sr. Presidente da CMC, aquando da inauguração, tendo apresentado duas propostas que ficariam ao critério da AMQC. Depois de muito avaliar, decidiu-se pela opção que prevê a construção de um novo edifício, no local onde está o barracão que será entretanto demolido, onde de futuro poderemos sedear a tão saudosa escola de danças de salão, a escola de danças infanto-juvenil *estrelinhas* e iniciar o novo projecto de uma escola de Teatro, correspondendo ao repto lançado pela actriz Rita Frazão. No decorrer da obra de asfaltamento, que tinha ficado por fazer à data da inauguração, aproveitou-se para proceder à instalação das infraestruturas, água electricidade, esgotos e telecomunicações, que vão ligar ao futuro edifício, que está previsto estar pronto, no primeiro semestre de 2017.

| 33


HISTÓRIAS

da Qtª da CARREIRA Vivi a minha vida toda na Quinta da Carreira

Foi aqui que descobrimos o Tanque, o nosso Tanque, sim nosso, pois fomos nós que o limpámos, fomos nós que descobrimos as escadas, foi com paus e pedras que fomos “escavando” as escadas. No Tanque, jogámos à bola, fizemos fogueiras nos Santos Populares ou até uma rampa, construída por nós, para andarmos de skate.

Vivi a minha vida toda na Quinta da Carreira, excepto um período que por motivos familiares e profissionais tive de me mudar para Lisboa, mas voltei. Vivi numa altura em que não existiam nomes de ruas, apenas a Quinta da Carreira, onde todos nos conhecíamos, onde íamos ao mesmo café comprar pastilhas ou mesmo à mercearia do Sr. Armando. Onde brincávamos na rua, às escondidas, à apanhada, andávamos de bicicleta ou de carrinhos de rolamentos. Onde fiz amigos que até hoje mantenho, e peço desculpa pelos que não consigo narrar, mas não conseguiria colocar o nome de todos neste “pequeno” texto, o Romão, Paulo Ricardo, Nini, Nuninho, Freixedas, o Chiquinho, Ricardo, o Salta e tantos outros. Foi na Quinta da Carreira que explorámos caminhos, foi ai que descobrimos trilhos por onde andámos de bicicleta, caminhos para nós desconhecidos, mas que passaram a ser nossos.

O Tanque fazia parte do nosso mundo, tomávamos conta dele com quem toma conta de um pequeno palácio, ali desafiámos a gravidade, desafiámos os mais velhos para jogos de futebol, fazíamos torneios. Ali, já depois do jantar ficávamos sentados à conversa até tarde, noite, a reviver o dia passado, à espera de dormir e voltar a fazer todo de novo. No Tanque subimos ao Dragoeiro, fazíamos batalhas, caíamos, partimos cabeças, enfim, tudo o que faz parte do crescimento de adolescentes, pelo menos fazia, pois não ficávamos em casa fechados a ver televisão ou agarrado a telemóveis ou a consolas de jogos. Hoje olho para Tanque com nostalgia, mas com uma nostalgia alegre, pois gosto de olhar para o mesmo relembrar a minha juventude, vendo que com a Associação de Moradores da Quinta da Carreira, soube cuidar do “meu” Tanque e preservá-lo, como ele merece. S. João do Estoril, 23-11-2016 Paulo (Filipe) Sousa

| 34


Segurança

na Qta. da Carreira

Daniel Nunes Martins

Numa época marcada pelo dinamismo imposto por acontecimentos globais como a globalização, as constantes alterações nas sociedades obrigaram a uma contínua revisão das políticas públicas de segurança interna. Atento a esse fenómeno, e à necessidade de ir ao encontro das preocupações dos cidadãos, a Polícia de Segurança Pública (PSP) tem definido estratégias de aproximação às reais necessidades das comunidades. É assim que em 2006 se constitui o Programa Integrado de Policiamento de Proximidade (PIPP). O programa – agora Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade (MIPP), delimitado na Directiva Estratégica nº 10/2006 de 15 de Maio, veio operacionalizar os objectivos definidos no programa governamental e articular as diversas valências de actuação policial. Tendo em visto uma actuação em articulação e colaboração directa com a comunidade, são definidas equipas específicas como as ciclo-patrulhas, as Equipas do Programa Escola Segura (EPES), as Equipas de Proximidade e Apoio à Vítima (EPAV) e as Equipas do Programa de Comércio Seguro (EPCS). Estas equipas, coadjuvadas pela acção de Comando da Esquadra do Estoril, são mandatadas para serviços de proximidade com a população, garantindo uma visibilidade permanente na sua área de responsabilidade e um contacto mais próximo e célere com grupos e locais de risco. Pela sua importância importa escrutinar sumariamente as suas áreas de actuação: • EPES. Estas equipas focam-se na prevenção e vigilância no meio escolar. Pela sua intervenção nas escolas da freguesia do Estoril – através de acções de sensibilização e formalização de contactos mais directos com os responsáveis de cada departamento escolar – os elementos policiam asseguram a detecção precoce de indícios de possíveis delinquências juvenis, prevenindo e educando-os para as consequências dos seus actos na sua vida futura, bem como na sociedade. • EPAV e EPCS. Dividem-se em três grandes vectores: prevenção e vigilância em áreas comerciais do Estoril; vigilância em áreas residenciais maioritariamente habitadas por cidadãos idosos, como é o caso de São João do Estoril; e a prevenção da violência doméstica, onde prestam apoio às vítimas de crime e acompanhamento pós-vitimação. E é aqui que o trabalho dos elementos da Esquadra do Estoril se cruza, invariavelmente, com as missões e os objectivos da Associação de Moradores da Quinta da Carreira (AMQC). Constituída por cidadãos conhecedores da zona de São João do Estoril e, em particular, da Quinta da Carreira, a AMQC é um meio de inestimável importância para os elementos que têm a seu cargo a prevenção de crimes e incivilidades, causadores de desconforto e do sentimento de insegurança por parte dos moradores locais. Com a “voz” e a acção de instituições como a AMQC, ganham-se mais oportunidade para a resolução efectiva de problemas que, muitas vezes, transcendem a normal percepção das instituições públicas como a PSP.

Subcomissário da Polícia de Segurança Pública Comandante da Esquadra do Estoril

| 35


HISTÓRIAS

da Qtª da CARREIRA O DRAGOEIRO… De menino me habituei a ver-te Imponente… Árvore diferente No teu canto sossegado Estavas feliz e contente, Onde gostavas de ser olhado. Gerações viste passar Com orgulho para ti olhar, Teus troncos entrelaçados De folhas verdes enfeitados, Tua beleza pairava no ar.

Como disse uma Atriz consagrada Palmira Bastos se chamava, Que as árvores morrem de pé Na realidade assim é, Tu não fugiste á regra De pé continuas a estar, Quem sabe para um ultimo olhar, Ou reter na nossa memória Que fazes parte da nossa história, Que sem ti vai continuar. Um dia irá acontecer E isso não quero eu ver; Quando as forças te faltarem E tuas raízes o chão deixarem, Muitos de nós vão sofrer. A tristeza que sinto na alma Pois sei que querias viver; Mas o homem acabou por fazer O que não devia ter feito, Por incúria ou defeito E o teu fim foi morrer.

Quantos anos tinhas não sei Nem adivinhar poderei, Será que alguém os pode contar? Nossa arvore de eleição Não te podemos salvar, Símbolo da nossa associação. Outras arvores foste vendo Jacarandá, Salgueiro, Pinheiro, Palmeiras lindas que foram morrendo Do nosso olhar desaparecendo, Mas tu sempre foste o primeiro. Nosso lindo Dragoeiro.

Dragoeiro meu amigo Sabes que sofro contigo, Pois um dia vais cair E teus braços fortes partir, E adeus então eu te digo. Vou continuar aí a passar E para o teu cantinho olhar, E saudades vou sentir, Mas meu coração sentirá Que se eu olhar bem para lá, Teu sussurrar vou ouvir. S. João do Estoril, 20-10-2016 Luis Almeida

| 36


| 37


Entrevista com... Nuno Piteira Lopes AMQC - A mobilidade é uma aposta da Câmara de Cascais. Quais são as novidades nesse capítulo? NPL - Identificamos a mobilidade como um dos maiores desafios dos cascalenses e uma das áreas onde tínhamos de depositar grande energia e recursos para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Fizemos esse investimento em duas fases. A primeira, de renovação da nossa rede viária. Investimos mais de 70 milhões de euros nos últimos anos em obras nas nossas estradas, fazendo obras emblemáticas como a nova entrada em São Domingos de Rana no final do nó da A5, o final da A5 em Birre/Aldeia de juzo, a circular interna de Manique, a nova Estrada das Neves, Caparide… enfim, muitas obras e muito relevantes. A segunda fase, foi a de lançamento do Mobi Cascais, que é a maior revolução na mobilidade que os cidadãos de Cascais alguma vez experimentaram. AMQC – E o que é o MOBI Cascais? NPL - É um programa de mobilidade radicalmente novo. Com uma aplicação no telemóvel e um passe único a preços muito competitivos, os cidadãos poderão aceder a um pacote de mobilidade que integra mais de 1200 bicicletas públicas, um novo mapa de 70 km de ciclovias, redes e autocarro, linha de comboio e estacionamento público. Quisemos tornar a vida das pessoas mais fácil e mais confortável. É isso que estamos a fazer e os moradores da Quinta da Carreira serão muito importantes para nós nesse capítulo. AMQC – E porquê? NPL - Porque ao terem uma representação permanente do MOBI Cascais no bairro nos podem dar a todo o momento feedback sobre o funcionamento do sistema. A Câmara, numa parceria com a Associação, vai instalar aqui pontos de partilha de bicicletas públicas e de requisição de dísticos, entre outras valências.  AMQC – Para terminar esta nossa conversa, gostaria de deixar alguma mensagem? NPL - Fiel ao espírito da época, quero deixar votos de um Feliz Natal aos moradores e de um próspero Ano Novo. Que em 2017 possamos continuar a construir projetos juntos para o reforço das nossas comunidades.  Vereador da Câmara Municipal de Cascais com o pelouro da Gestão Territorial

| 38


| 39


Proposta de Novo Associado Nome:__________________________________________________________________________ Nome para o Cartão: Morada:_________________________________________________________________________ Codigo Postal:_______-______,___________ E-Mail:____________________________________ Data de Nascimento:____/____/_____ Profissão:________________________________________ Telefone:_________________ Telemóvel:___________________NIF:_______________________ Nota: Anexar fotografia tipo passe para o cartão de sócio TIPO DE SÓCIO Joia 5€ - Morador (2€/Mês)

- Empresa (3€/Mês)

- Familiar/Jovem (1€/Mês)

Forma de Pagamento (Morador/Empresa/Familiar) Mensal

(2€/3€/1€)

Trimestral

(6€/9€/3€)

Semestral

(12€/18€/6€)

Anual (24€/36€/12€) _______________________________________________________________________________ Assinatura do Proposto:

Assinatura do Proponente:

_________________________________

_________________________________

S. João do Estoril,____de_________________ de 20____ _______________________________________________________________________________ N.º de Sócio:_____________________ Assinatura da Direcção:_____________________________ Rua Homem Cristo N.º3 - S. João do Estoril 2765- 458 Estoril www.facebook.com/amqcarreira – geralamqc@gmail.com Tel: 214 688 075

| 40


Palavras Cruzadas 1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 HORIZONTAIS: 1. Nome da quinta de S. João do Estoril; Fósforo (sq); 2. Senhor; Mil romanos; Faz a ligação; 3. Os gelados da nossa zona; Sorri; 4. Cem romanos; Face; conjunção designativa de oposição; 5. Ilha de coral do Pacífico; Modo de sentir inglês; 6. Satélite de Júpiter; O que soa aos ouvidos; Alternativa; 7. Enxofre (sq); Frutos das Silvas; Consoante em UM; 8. Osso da face; Símbolo de Sueste; 9. Santo patrono da Quinta da Carreira; Quinhentos romanos; Padecimento; 10. Planta da família das apiáceas donde faz um licor; Donativo, esmola. VERTICAIS: 1. O nosso concelho; Agora; 2. Adora; Porco; Ligado inglês; 3. Respiração cava e difícil; Adorai; 4. Quase ré; Igual, semelhante; Extremidades dos braços humanos…; 5. Chefe muçulmano; Quem nos ilumina; 6. Iodo (sq); Amante; 7. Televisão Italiana; Nome próprio do ator Sharif; A segunda letra; 8. Abreviatura de Alameda; Pedra do moinho; Letra que se coloca quando se quer o plural; A primeira nota; 9. Zangado; Luís XIV era o rei desse astro; 10.Parentes; Osso que vai do cotovelo ao ombro…

Soluções

| 41


Contactos Úteis Águas de Cascais Telf: 214 838 300 geral@aguasdecascais.pt AMQC - Associação de Moradores da Quinta da Carreira Telf: 214 688 075 direcaoamqc@gmail.com amqcarreira APAV - Ass. Por. de Apoio à Vítima Telf: 214 664 771

Finanças Cascais Telf: 214 849 900 HPP - Hospital de Cascais Telf: 214 653 000 hppcascais@hpphospitaldecascais.pt União de Freguesias Cascais e Estoril Telf: Estoril - 214 646 140 Telf: Cascais - 214 849 550 atendimento@jf-cascaisestoril.pt

Bombeiros Voluntários do Estoril Telf: 214 659 195

Polícia Municipal Telf: 214 815 611 policia.municipal@cm-cascais.pt

Câmara Municipal de Cascais Tel. Geral: 214 825 000 - 214 815 000 atendimento.municipal@cm-cascais.pt

PSP do Estoril Telf: 214 646 700/6 divcascais.lisboa@psp.pt

Cascais Ambiente Telf: 214 604 230 geral@cascaisambiente.pt

Scotturb Telf: 214 699 100

Centro de Emprego Cascais Telf: 214 812 012 Centro de Saúde de S. J. Estoril Telf: 214 643 712

Segurança Social Telf: 214 825 600 Táxis-Rádio Táxis Costa do Sol Telf: 214 660 101 – 214 659 500 TM: 914 659 500 TM: 963 594 976

Centro Paroquial de S. J. Estoril Telf: 214 661 819 CP - Comboios de Portugal Telf: 808 208 208 Edp Telf: 800 506 506 edp.online@edp.pt

| 42


| 43


| 44

QC-Shopping 2017  

Revista da Associação de Moradores da Quinta da Carreira

QC-Shopping 2017  

Revista da Associação de Moradores da Quinta da Carreira

Advertisement