Issuu on Google+

Faça as malas

Com o dolar caro, destinos domésticos estão em alta

Sabor em alto mar Cruzeiro temático oferece workshops e degustações

Rumo ao exótico Tailândia é um mundo novo que se abre aos ocidentais

O paraíso te espera Cancún, no México, oferece natureza exuberante

4 1 0 2 / o r i e Jan www.AMPLESTUR.com.br www.IMAGEMDAILHA.com.br


1

Matéria reproduzida de www.imagemdailha.com.br

Hora de fazer as malas Com o dólar caro, destinos domésticos estão em alta

Fotos: Divulgação

Mar que mescla o azul-turquesa e o verde-esmeralda e os coqueirais: cartões postais da cidade

A

lta do dólar, está fazendo muitas pessoas reverem os planos de viajar para o exterior e optar pelos destinos domésticos. Mas isso não é prejuízo, até porque o Brasil é reconhecido internacionalmente pelo potencial turístico e destinos diferenciados. Um dos mais procurados - depois de Floripa, claro - é Maceió, capital de Alagoas. Piscinas naturais, lagoas e mar que mesclam o azul-turquesa e o verde-esmeralda, além de coqueirais que ornamental as praias renderam à cidade o título de “caribe brasileiro”. As praias mais tranquilas são Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, Guaxuma, Garça Torta, Mirante da Sereia, Pratagy e Ipioca. Para pegar onda, as melhores são Cruz Almas, Jatiúca, Jacarecica e Riacho Doce. Pajuçara distante 2 quilômetros do centro, é um dos cartões postais e guarda do patrimônio natural de corais. As piscinas são consideradas um spa a céu aberto, longe da cidade, em um ambiente que alivia a tensão e o estresse,. Para chegar, é preciso pegar jangadas, num serviço oferecido pelos pescadores. Aliás,, apenas apreciar as jangadas no balanço do mar, no final da tarde, saboreando um sorvete de cajá ou graviola ou tomando uma água de coco, é um dos passeios imperdíveis da cidad. Outro, é alugar uma bicicleta para conhecer o lugar pela ciclovia da Praia do Pontal da Barra até a praia Jatiúca. ARTE E ARTESANATO E a Ponta da Barra, no litoral Sul, é o local ideal para conhecer o típico artesanato alagoano - o filés, uma renda milenar, cujo o feitio é uma tradição passada de mãe pra filha. Outra parada obrigatória é o Mercado do Artesanato, no Centro, que oferece cerâmica, bordados, sandálias de couro, bolsas de palha e, principalmente, as esculturas de palitos de fósforo do artista Arlindo Monteiro. Já a galeria de arte Karandash expõe arte contemporânea e obras dos artistas da cultura popular de Alagoas.

GASTRONOMIA Mistura de diferentes tradições - dos índios, dos colonizadores portugueses e dos africanos escravizados, a gastronomia é um dos pontos fortes. Dos índios, talvez a mais forte seja a tapioca, massa de farinha de mandioca, também conhecida como aipim ou macaxeira. Ela está presente no café da manhã e nos fins de tarde na orla. Mas há ainda o beiju, as cocadas e o bolo de macaxeira. Em razão do extenso litoral, além de lagoas e rios, os frutos do mar e peixes de água doce são a presença mais constante no cardápio alagoano: camarões, cozidos, fritada de siri, sururu, peixadas com pirão e regadas ao molho de pimenta são alguns dos pratos quase obrigatórios a serem degustados.

Pajuçara é a praia mais conhecida de Maceió e não é por menos: o local é pura tranquilidade, graças aos arrecifes que a tornam seguro para o banho, princi- palmente das crianças. Outra praia que deve ser conhecida é a do Francês, que fica no município de Marechal Deodoro, a 20 km de Maceió. O local conta com uma boa infraestrutura de pousadas e restau- rantes. Na capital, na orla estão instalados quiosques e restaurantes, que oferecem excelente comida. Prato típico, a tapioca é servida com diferentes recheios, doces e salgados. E no Mercado Público é pos- sível provar todo tipo de frutas, algumas bem diferentes das quais estamos acos- tumados. Fiquei hospedada no hotel Maceió Mar, na praia de Ponta Verde, que tem entre as vantagens a localização privile- giada (próxima das melhores opções de lazer) e um café da manhã excelente. Enfim, Maceió é um ótimo local para férias e viajar com a família. Cláudia Nascimento, consultora de viagem.


Matéria reproduzida de www.imagemdailha.com.br

Rumo ao exótico

Tailândia é um mundo novo que se abre aos ocidentais

2 Fotos: Divulgação

Maya Bay: cenário do filme “A Praia”, estrelado por Leonardo DiCaprio

Fila de budas em templo de Ayutthay: marcas de religiosidade do país m dos destinos mais procurados do Sudeste Asiático, a Tailândia é um país onde convivem de maneira harmoniosa a religiosidade, a cultura, o exotismo e a modernidade. Em cada canto do território, os visitantes ocidentais passam por experiências que proporcionam sensações difíceis de serem superadas. Há opções para diferentes tipos de turistas. No Sul, as praias mais famosas são as do arquipélago de Koh Phi Phi, incluindo Maya Bay, que foi cenário do filme “A praia”, estrelado por Leonardo DiCaprio - e Phuket - que concentra alguns dos hotéis e resorts mais luxuosos -, com areia fina e branca e cenários de tirar o fôlego. Já ao norte estão cidades sagradas como Ayutthaya, tombada como patrimônio histórico da Unesco e que reúne mais de 400 templos - entre os mais importantes estão o Wat Phra Si Sanphet, Wat Phra Mahathat e Wihaan Mongkhon Bophit - e Chiang Mai, que já foi a capital do país, inclusive religiosa. Ayutthaya fica próxima a atual capital, Bangcoc, metrópole reluzente, com arranha-céus, shoppings, restaurantes e casas noturnas famosas internacionalmente. DELICIE-SE A gastronomia é outro destaque local, com a com- “Na Tai- lândia, prebinação de sabores básicos - salgado, doce, azedo, amargo, pare sua visão, olfato, e ardido - em um mesmo prato, com grandes habilidades. Entre iguarias mais famosas estão o phad thai, um macar- audição, tato e paladar. rão de arroz que traz brotos de feijão, camarão seco, camaSeus sentidos serão rão fresco, coentro, cebolinha, ovo, molho de tamarindo, um pouco de açucar, amendoim, gotas de limão, e o con- colocados à prova dimentado peixe ple samrod. A melhor época para viajar e tenho certeza que é entre os meses de novembro e fevereiro, na estação temperada, com uma temperatura média de 20ºC e um índice como nós, você ficará de umidade por volta dos 55%. Para quem escolher novemcom aquele gostinho de bro, por exemplo, poderá apreciar o Festival Loi Krathong, uma das maiores tradições do país, que neste ano acontece querer voltar. ” no dia 19. Como também o “festival de luzes”, que é realizado sempre na 12ª lua cheia do mês lunar do calendário Fernando Pinter (dentista) e tailandês. Não é necessário visto de entrada para bra- Daniela Zunino (administradora) sileiros, apenas o certificado de vacina de febre amarela.

U


O melhor benefício, é o RESULTADO!

Acesse nosso site e conheça nossos serviços: www.pontobrdigital.com.br


5

Matéria reproduzida de www.imagemdailha.com.br

Sabor em alto mar

Cruzeiro temático Royal Gourmet oferece workshops e degustações para amantes da boa mesa

Fotos: Divulgação

Splendour of the Seas: destaque na gastronomia e nos serviços

T

endência que cresce na indústria marítima, os cruzeiros temáticos agregam lazer mais específico às opções já tradicionais como piscinas, boates e cassinos, por exemplo. Em abril de 2014 acontece a primeira edição do Royal Gourmet, o temático de gastronomia da Royal Caribbean, que partirá de Santos (SP) com destino a Punta Del Este e Montevidéu, no Uruguai e Buenos Aires, na Argentina, com importantes chefs a bordo. Na programação estão previstos Workshops de vinho, degustação e drinks feitos com cachaça artesanal, aulas práticas e desgustação de pratos preparados pelos chefs a bordo, além de um jantar especialmente organizado para os passageiros e atividades gastronômicas para toda família. O evento foi desenvolvido em parceria com a chef Mônica Rangel, que comanda a cozinha de seu restaurante Gosto com Gosto, em Visconde de Mauá (RJ) e é fundadora do Movimento Brasil à Mesa, que tem como objetivo central valorizar a gastronimia brasileira. Segundo a assessoria de imprensa da Royal, os nomes dos chefs que irão participar do cruzeiro ainda estão sendo confirmados. Diretor da Cia Marítima, em Florianópolis, Maurício Voss já fez inúmeras viagens de navio. Segundo ele, todo cruzeirista tem uma definição para seu gosto por este tipo de viagem. “A principal razão que me leva a escolher cruzeiros é a comodidade”, afirma. “Claro que o custo-benefício também é levado em conta, já que se viaja pelos sete mares parcelando tudo em até 12 vezes sem juros”. Voss cita os benefícios do Splendour of the Seas, navio do Royal Gourmet. “Não é o maior em tamanho, mas certamente é o melhor em gastronomia e atrações a bordo. Tudo é pensado para você usufruir ao máximo seu tempo a bordo”, argumenta. SERVIÇO O que é? Cruzeiro temático Royal Gourmet, da Royal Caribbean Quando? Partida em 4 de abril, do porto de Santos (SP) Destino: Punta Del Este e Montevidéu, no Uruguai, e Buenos Aires, na Argentina Informações: www.royalcaribbean.com.br/royalgourmet

Programação inclui a degustação de receitas e drinks especialmente preparados


Matéria reproduzida de www.imagemdailha.com.br

Hora de fazer as malas

6

Cancún, no México, oferece natureza exuberante e qualidade em serviços. Foto:RodrigoSena1/DivulgaçÃO

C

cancún reúne 22 quilômetros de praias com areia fina e clara, águas cristalinas e quentes. Ao contrário de outras partes do Caribe e México, a cidade foi implantada para o turismo e, por isso, oferece, além das belezas naturais, infraestrutura, comodidades e qualidade de serviços. Não é a toda que recebe cerca de 3,5 milhões de visitantes todos os anos. A zona hoteleira, com cerca de 150 empreendimentos, boa parte deles resorts de alto luxo, domina as praias. Isso garante um conforto extra, com cadeiras, guardasóis e serviço de praia, além de cuidado constante com o espaço. Mas também é possível desfrutar das praias públicas, mais utilizadas pelos moradores e por quem está hospedado no centro. A maioria tem banheiros, mas não há, por exemplo, vendedores ambulantes – assim, é necessário levar a própria comida e bebida. A parte hoteleira lembra o número sete e esse formato ajuda a identificar o perfil do mar de cada lugar: no traço superior é a área mais calma, quase sem ondas. Ao passo que a Boulevard Kukulcán vai crescendo, o mar vai ficando mais agitado. Nos pontos mais críticos, bandeiras vermelhas sinalizam a necessidade de ter cuidado com o mar. Entre as praias mais populares estão a Playa Delfines, com visual de tirar o fôlego, e a Tortugas, de águas calmas, que foge da regra das praias públicas e tem uma boa estrutura junto à areia. Além de se deliciar com os mergulhos nas águas límpidas ou nos recifes de corais, em relação aos esportess, há ainda a prática da pesca desportiva e grandes campos de golfe.

Resorts: luxo e conforto em boa parte da península HISTÓRIA Cancún é reconhecida como porta de entrada do Mundo Maia –, uma região geográfica extensa que compreende cinco estados mexicanos e cinco países e os restos da antiga civilização se concentram ao longo e no largo da península de Yucatan, em locais como Chichén Itzá e El Rey. O primeiro é o sítio arqueológico mais preservado da Península de Yucatán e, o segundo, é considerado o sítio mais notável. O auge do lugar foi durante o período pós-clássico (1250-1630 d.C.) e o inclui praças que estão rodeadas por edifícios e plataformas conectados por um caminho de, aproximadamente, 200 metros. O nome corresponde ao descobrimento de um esqueleto no sítio, que, segundo foi pensado, pertenceu a um rei. GASTRONOMIA Culinária mexicana ou cozinha internacional? Tanto faz. Em Cancún é possível apreciar sabores diferentes, com qualidade. Ao longo das avenidas Tulum e Yaxchilan há uma série de bons restaurantes, que normalmente oferecem preços mais acessíveis do que os hotéis. Re ceitas com mariscos e frutos do mar lideram a oferta, mas sempre é bom provar os pratos típicos como o guacamole (creme de abacate), as enchiladas (panquecas recheadas de carne), os tacos (tortilhas recheadas com carnes e salada) e os burritos (tortilhas recheadas com carne, salada e feijão).


Esta revista é uma reprodução de algumas matérias, da revista Imagem da Ilha. O link está presente em todas as páginas deste exemplar. Este exemplar foi diagramado exclusivamente para a Amplestur (www.amplestur.com.br), baseado na versão original da revista. Você pode conferir em www.imagemdailha.com.br Diragramação: Dérick Caitano

www.pontobrdigital.com.br


Revista Amplestur - Jan/14 - Edição 1