Page 162

REFLEXÕES PARA OS TEMPOS DE GUERRA E MORTE ZEITGEMÄSSES ÜBER KRIEG UND TOD (a) EDIÇÕES ALEMÃS: 1915 Imago, 4 (1), 1-21. 1918 S.K.S.N., 4, 486-520. (1922, 2ª ed.) 1924 G.S., 10, 315-346. 1924 Leipzig, Viena e Zurique: Internationaler Psychoanalytischer Verlag, Pág. 35. 1946 G.W., 10, 324-355. (b) TRADUÇÕES INGLESAS: Reflections on War and Death 1918 Nova Iorque: Moffat, Yard. Págs. iii + 72. (Trad. A. A. Brill e A. B. Kuttner.) ‘Thoughts for the Times on War and Death’ 1925 C.P., 4, 288-317. (Trad. E. C. Mayne.) A presente tradução inglesa baseia-se na que foi publicada em 1925. Estes dois ensaios foram escritos por volta de março e abril de 1915, cerca de seis meses após o deflagrar da Primeira Guerra Mundial, e expressam algumas das abalizadas considerações de Freud sobre a mesma. A descrição de suas reações mais pessoais será encontrada no Capítulo VII do segundo volume do livro de Ernest Jones (1955). Uma carta escrita por ele a um seu conhecido holandês, o Dr. Frederik van Eeden, foi publicada pouco antes do presente trabalho: aparece, como apêndice, adiante, ver em [1]. Em fins do mesmo ano, 1915, Freud escreveu outro ensaio acerca de um tema análogo, ‘Sobre a Transitoriedade’, que também será encontrado

Freud, sigmund obras completas (imago) vol 14 (1914 1916)  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you