Page 94

pensamento, mesmo que houvesse feito uma série de suposições injustificadas, teria sido definitivamente o maior pensador de todos os tempos. Tal como é, não passa de uma piada. (Diário) Quando examinamos a questão da verdade de maneira objetiva, nosso pensamento dirige-se objetivamente para a verdade e esta é considerada como um objeto ao qual se relaciona o pensador. No entanto, nosso pensamento não se concentra na relação mas, ao contrário, em saber se é a verdade à qual o pensador se relaciona. Se o objeto ao qual se relaciona é a verdade, supõe-se que ele conhece a verdade. Quando consideramos a verdade de maneira subjetiva, nosso pensamento se concentra subjetivamente na natureza da nossa relação (isto é, não naquilo a que se relaciona). Se essa relação mesma é verdadeira, subjetivamente conhecemos a verdade, mesmo que o objeto efetivo dessa relação não seja verdadeiro. (Pós-escrito conclusivo não científico às Migalhas filosóficas) A subjetividade, a interioridade, é a verdade — essa é a minha tese. (Pós-escrito conclusivo não científico) A filosofia está bem certa quando afirma que a vida deve ser entendida

01 kierkegaard em 90 minutos paul strathern  
Advertisement