Page 84

começava a faltar. Precisava arranjar trabalho, mas havia possivelmente apenas um ofício ao seu alcance: o de pastor. Embora sob certos aspectos parecesse aceitar esse estado de coisas, algo nele definitivamente repelia tal perspectiva. Por princípio se recusava a ganhar a vida com religião e sua idéia do cristianismo não era partilhada pela Igreja da Dinamarca. (Era implausível uma Igreja que aceitasse pastores casados pregarem o celibato universal.) Kierkegaard decidiu que era hora de expor a charada do cristianismo tal como era pregada pela Igreja da Dinamarca. Apesar da escassez de recursos, lançou uma revista intitulada O Momento (editor e único colaborador: S. Kierkegaard). Nela atacava a Igreja como “uma máquina”, castigando um dos seus amados bispos como um hipócrita mundano. (Para piorar as coisas, era

01 kierkegaard em 90 minutos paul strathern  
Advertisement