Page 28

obedientemente as instruções. (Isso deve ter exigido ainda mais talento: qualquer gênio que desabrocha pode ficar em primeiro.) Quando Kierkegaard cresceu, ficou claro que sua aparência esquisita devia-se não apenas a suas roupas antiquadas. Seu corpo era anguloso, espigado, e parecia ter sofrido uma doença da espinha que lhe dava uma ligeira corcunda. Nunca integrado na turma, o estranho Kierkegaard inevitavelmente atraía a zombaria dos colegas mais turbulentos. Logo aprendeu a defender-se com um espírito sarcástico. Começou então a usar esse sarcasmo agressivamente, provocando outros rapazes com seus comentários e atraindo suas bravatas. Esse traço de comportamento iria se manifestar de forma recorrente por toda a vida de Kierkegaard. Como muitos introvertidos zelosos, Kierkegaard gostava de se achar o centro das atenções. Estava certamente acostumado a ser o centro das atenções do pai, e a ardente intensidade de sua vida interior significava que ele era inclusive o centro de sua própria atenção. Provocar os outros, mesmo que sofresse com isso, reforçava a ilusão de que o mundo girava ao seu redor. Esse complexo de mártir tornar-se-ia um importante fator da sua constituição psicológica.

01 kierkegaard em 90 minutos paul strathern