Page 16

situação: a condição humana. E assim é desde tempos imemoriais. Pegando a deixa de Platão, os filósofos seguintes continuaram a ignorar a condição humana. A existência subjetiva — possivelmente a única coisa que todos indiscutivelmente temos em comum — foi deixada à contemplação dos filosoficamente tolos. Por quase dois milênios a filosofia de Platão e seu discípulo Aristóteles reinou soberana. Só no século XVII a filosofia voltou à base, este alicerce fundamental do qual surgira originalmente: quem sou eu e o que quero dizer quando afirmo que “existo”? O filósofo francês René Descartes declarou: Cogito ergo sum (“Penso, logo existo”). Tudo que há na mente e no mundo pode ser posto em dúvida, tudo pode ser uma ilusão ou uma fantasia enganosa de algum tipo — tudo, exceto o fato de que estou pensando. A noção fundamental, a pedra absolutamente inquestionável sobre a qual toda a filosofia

01 kierkegaard em 90 minutos paul strathern