Issuu on Google+

Megaeventos BrasĂ­lia 2014 Imagina alĂŠm da Copa ? Janeiro 2014

Oportunidades e Desafios dos Megaeventos Esportivos


Megaeventos | Visão da EY... Megaeventos de escala global como Copa do Mundo FIFA , Olimpíadas, ou ainda Expo Mundial (Expo), normalmente, são responsáveis por um impacto profundo e duradouro na economia das cidades-sede. Dentro de um período de tempo relativamente curto, a economia local presencia um fluxo significativo de investimentos e consumo, com impactos expressivos na economia e na sociedade. Alguns estudos estimam que o impacto de Megaeventos pode ser um indutor de crescimento e acelerar o desenvolvimento urbano da cidade-sede em até 10 anos.

Page 2


01

Megaeventos

02

Copa do Mundo 2014

03

Jogos OlĂ­mpicos Rio 2016

04

Principais legados e outros programas


Megaeventos


Em pouco mais de uma década o Brasil terá sediado alguns dos maiores megaeventos globais, dentre outros... Eventos Realizados

Jogos Pan-Americanos

2007

2011 Jogos Mundiais Militares

Oportunidades de negócios

Rio+20

Jornada Mundial da Juventude

Copa do Mundo da FIFA

2012

2013

2014

Copa das Confederações

Universiade

2016

2019

Olímpiadas e Paraolímpiadas

Considerando apenas a movimentação econômica relativa à realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, estimase que haverá uma movimentação econômica acima de R$ 250 bilhões Page 5


... esses eventos geram um volume significativo de investimentos contribuindo para diversos setores da economia

Comitês Organizadores

Movimentação econômica Geração de negócios e turismo Maior arrecadação

Infraestrutura (aeroportos, portos) Mobilidade urbana Equipamentos (estádios, arenas)

Governo

Empresas Geração de empregos Capacitação e treinamento Melhoria de serviços Sustentabilidade

Aumento da visibilidade da marca da cidade Exposição internacional

Outros (ex: Confederações, Comitês, etc.)

Page 6

Aumento da autoestima da população


Setores normalmente mais afetados na economia em função da realização de megaeventos...

Movimentação econômica Geração de negócios e turismo Maior arrecadação

Page 7


...E como empresas ligadas a esses setores podem aproveitar oportunidades a partir do envolvimento na realização dos megaeventos Oportunidades para empresas envolvidas em Megaeventos  Potencial para aumento de receita e lucratividade  Incremento das opções para exposição da marca  Momento favorável para lançamento de novos produtos  Possibilidade de atuação em novos mercados  Aumento do market share  Surgimento de oportunidades para parcerias estratégicas

 Oportunidade para globalização da marca  Criação de diferencial para atração e retenção de talentos  Reconhecimento por ações de responsabilidade social

 Possibilidades para estreitar relacionamento com clientes (hospitality)  Potencial para desenvolvimento de novas tecnologias

Page 8


A participação do Esporte no PIB tem um grande potencial de crescimento nos próximos anos

Representatividade do setor de Esportes no PIB Brasil

Participação do setor de Esportes ainda é baixa quando comparado com países como:

Taxa de Crescimento Anual Média da Economia Brasileira

Setor Esporte

7,1% Estados Unidos

3% Expectativa de aumento para 2% em 2016

Nova Zelândia

2,8%

Fonte: Portal Brasil Econômico, Setembro 2012 e IBGE Séries Estatísticas

Page 9

Brasil

4,2%

Últimos cinco anos 2007 a 2011


Copa do Mundo Brasil 2014

Page 10


Copa do Mundo 2014 Impacto na economia estimado em R$ 142 bilhões

Dados adicionais 3,63 milhões potencial de novos empregos por ano entre 2010-2014, gerando cerca de R$ 63 bi. de renda adicional à população R$ 64,5 bilhões potencial impacto no PIB entre 2010 e 2014, o que representa 2,17% do PIB em 2010

O efeito dominó das ações diretas é evidenciado por uma série de desdobramentos econômicos, sociais e culturais (investimentos, operações do evento e consumo dos visitantes)

Fonte: Brasil Sustentável - Impactos Socioeconômicos da Copa do Mundo 2014 – EY e FGV, 2010

Page 11


Copa do Mundo 2014 Impacto direto e indireto sobre o PIB dos setores (em R$ milhões)

Ano-base do PIB – 2010 Fonte: Brasil Sustentável - Impactos Socioeconômicos da Copa do Mundo 2014 – EY e FGV, 2010

Page 12


Copa do Mundo 2014 Incremento de 3 milhões na quantidade de turistas entre 2010 e 2018

Os Megaeventos esportivos podem tirar o Brasil de uma estagnação de cinco anos no fluxo de turistas estrangeiros, quando receberia aproximadamente 9 milhões até 2018.

Fonte: Brasil Sustentável - Impactos Socioeconômicos da Copa do Mundo 2014 – EY e FGV, 2010

Page 13


Copa do Mundo 2014 Fluxo de turistas turbina o consumo no País

Fonte: Portal da Transparência – Copa 2014 http://www.revistahoteis.com.br/materias/10-Investimentos/965-Copa-2014-comeca-a-apresentar-primeiros-impactos-na-hotelaria-nacional Ernst & Young/FGV: "Brasil Sustentável - Impactos Socioeconômicos da Copa do Mundo 2014” INFRAERO / ANTAQ

Page 14


Copa do Mundo 2014 Os ciclos de investimentos para vencer os desafios de 2014 Ciclos de planejamento para Copa 2014 3º Ciclo 2º Ciclo 1º Ciclo

2011-12

Projetos complementares Infraestrutura de suporte e serviços

2009-10

Projetos de infraestrutura

Operação e Ações específicas

Projetos definidos:

Projetos em finalização:

Projetos de operação em andamento:

► 12 estádios;

► Segurança;

► 45 em mobilidade urbana; ► 30 em 13 aeroportos; ► 6 em portos.

► ► ► ► ►

► Malha aérea e operação aeroportuária e portuária;

Fonte: Ministério dos Esportes / Outubro 2010

Page 15

2012-14

Infraestrutura turística; Telecomunicações e TI; Energia; Sustentabilidade ambiental; Promoção e comunicação do país.

► Transporte e mobilidade urbana; ► Fornecimento de energia; ► Saúde, prevenção e pronto-socorro; ► Estruturas temporárias para a Copa.


Desafios estruturais relacionados aos megaeventos

Segurança Venues & Entorno

Energia

Concentração de fãs Ex: Fan Fests

Comunicação e Mídia

Desafios dos Megaeventos

Centros de Treinamento

Telecom

Mobilidade Urbana

Portos

Estradas

Aeroportos Hotelaria

Page 16


Logística necessária para realização dos megaeventos e seus desafios

Turistas / Atletas Aeroportos / Portos

Hotel

Mobilidade Urbana

Desafios 

Disponibilidade de quartos e serviços para receber os turistas e fãs

Trânsito livre e transportes públicos de qualidade Fluidez na mobilidade para o público espectador: venues, aeroportos, hotéis, centro de atrações e turismo Menor impacto no trafego da cidade (rotina diária)

 

Entorno e Local do Evento

Atendimento a demanda de qualidade dos aeroportos e portos para realização dos Megaeventos

 

Segurança Pública Garantia de segurança para os atletas, turistas e outros envolvidos em todas etapas dos Megaeventos

Sinalização eficiente e facilidade de acesso as arenas e lugares de realização dos jogos e eventos paralelos Comunicação eficaz aos usuários Envolvimento positivo da população

Ao mesmo tempo que estão sendo realizados os Megaeventos, existem outras atividades que continuam operando e muitas vezes se cruzando e sendo impactadas pelos eventos, como: comércio, residentes das cidades-sede, locomoção ao trabalho e outros.

Page 17


Operações e Ações específicas Logística necessária para realização dos megaeventos e seus desafios Os 12 Planos Operacionais em desenvolvimento Área 1 Telecomunicações

Área 2 Segurança

Área 3 Transporte e mobilidade

Energia

Aeroportos

Coleta e controle de ingressos

Acomodação e receptivo turístico

Área 4 Saúde

Área 5 Meio ambiente

Cultura

Comunicação

Page 18

Área 6 Voluntariado


Copa do Mundo 2014 Brasília

As ações em desenvolvimento na cidade estão sendo realizadas pelo Governo Federal e o GDF, com o objetivo de preparar a cidade e o estádio para realização da Copa das Confederações em 2013 e a Copa Mundial em 2014.

Principais Projetos: Mobilidade Urbana

Aeroporto Concessão para ampliação, manutenção e exploração do Aeroporto Internacional de Brasília

Ampliação da DF-047

Implantação do Módulo Operacional

Turismo

Estádio

Acessibilidade nos Atrativos Prioritários: Torre de TV; Catedral; Lago Paranoá (incluindo a Ponte JK); Praça dos Três Poderes (incluindo o Panteão, Espaço Lúcio Costa e Museu da Cidade); Memorial JK; Palácio da Alvorada; Palácio Catetinho; Palácio do Itamaraty

Reforma do Estádio Nacional de Brasília)

Reforma do Corpo Central do Terminal de Passageiros Fonte: http://www.copa2014.org.br/andamento-obras/  Matriz de responsabilidades, data base Janeiro de 2014

Page 19


Jogos OlĂ­mpicos Rio 2016

Page 20


Jogos Olímpicos Rio 2016 Estima-se que serão gastos USD 14,4 bilhões com os Jogos Olímpicos Rio 2016 (valores da candidatura em 2008)...

23%

Federal

Acomodações Instalações Esportivas

Governo

Estadual

Segurança Aeroportos

Municipal

Mobilidade Urbana

58%

Investimentos Infraestrutura R$ 11,6 Bilhões

8% 4%

7%

Orçamento Rio 2016 Fonte: Dossie de Candidatura Rio 2016, 2009

Page 21

Subsídios. . . . . . . . . . USD 692 M Contribuição COI . . . . USD 582 M Ingressos . . . . . . . . . . USD 361 M Patrocínio TOP . . . . . . USD 289 M Patrocínios locais . . . . USD 513 M Outras Receitas . . . . . USD 378 M

Despesas Operacionais R$ 5,6 Bilhões


Jogos Olímpicos Rio 2016 ...Associados a estes investimentos estão perspectivas interessantes, as quais apresentam uma série de oportunidades

Investimentos em Infraestrutura

Empregos: 120 mil ano até 2016 130 mil ano pós Jogos até 2027

+ Despesas Operacionais R$ 5,6 Bilhões

Fonte: FIA - Fundação Instituto de Administração, 2009

Page 22

Arrecadação Adicional até 2027: Município – ISS: US$ 270 M Estado – ICMS: US$ 261M

A cada US$ 1,00 investido, US$ 3,26 adicionais serão movimentados na economia até 2027

=

CRESCIMENTO

R$ 11,6 Bilhões


Copa Page 23do Mundo Brasil 2014

OlimpĂ­adas Rio 2016


Complexidade Copa 2014 x Rio 2016

Olimpíadas Rio 2016

Copa 2014 ►

12 cidades-sede;

Âmbito nacional;

Dispersão de turistas;

Eventos (jogos) realizados de forma isolada por cidade-sede;

Armazenagem descentralizada de equipamento para os jogos;

Maior utilização dos aeroportos.

Estádio Castelão Estádio Dunas Arena Pernambuco Arena Amazônia Arena Fonte Nova Estádio Nacional Arena Pantanal Estádio Mineirão

Arena Maracanã Arena SP Arena da Baixada Estádio Beira-Rio

Page 24

1 cidade-sede;

Âmbito estadual;

Concentração de turistas;

Eventos (jogos) realizados de forma centralizada no RJ;

Maior necessidade de armazenagem de equipamento para os jogos (centralizada);

Maior utilização dos transportes públicos e hotéis.


Principais legados e outros programas

Page 25


Os legados da Copa e das Olimpíadas já são realidade e muitos podem ser os benefícios para o país e para a sociedade Os Megaeventos esportivos deixarão para o país várias categorias de legado: esportivo, ambiental, de imagem, institucional, de conhecimento, urbano, social, envolvendo atores de todos os setores da economia...

Legado Esportivo

Legado Ambiental

Legado Imagem

Legado Institucional

Legado Social

Legado dos Megaeventos no Brasil

Page 26

Legado Urbano


O Brasil pretende ganhar a Copa, ou com a Copa? Precisamos rapidamente de uma Agenda Positiva

Agenda Positiva com os Impactos da Copa

Page 27


Estádios A Copa já está garantida... Seis estádios prontos

Castelão ► ► ►

100% 6 jogos R$ 623 milhões

Mineirão

Maracanã ► ► ►

100% 7 jogos R$ 808,4 milhões

Arena Corinthians ►

94% 6 jogos

R$ 820 milhões

Arena Pantanal

Fonte Nova ► ► ►

100% 6 jogos R$ 591,7 milhões

Arena da Baixada

Arena Pernambuco ►

100% 5 jogos

R$ 529,5 milhões

92%

5 jogos R$ 330 milhões

100%

Arena da Amazônia

85%

83%

100%

Estádio das Dunas

6 jogos

90%

4 jogos

4 jogos

7 jogos

100%

R$ 695 milhões

4 jogos

R$ 519 milhões

R$ 234 milhões

R$ 1,015 bilhão

4 jogos

R$ 605 milhões

R$ 350 milhões

Fonte: http://www.copa2014.org.br/andamento-obras/  Matriz de responsabilidades, data base Janeiro de 2014

Page 28

Mané Garrincha

Beira Rio


Estádios Brasília

Mané Garrincha

Capacidade: 71.000 pessoas

Custo: R$ 1.015 Bilhão, sendo a cobertura R$ 173 Milhões

O apito inicial para a Copa das Confederações da FIFA 2013 foi dado no Estádio Nacional de Brasília, em 15 de junho, às 16h.

A capital será anfitriã da Seleção Brasileira no jogo decisivo da fase de grupos da Copa de 2014, em 23 de junho.

Fonte: http://www.copa2014.org.br/andamento-obras/  Matriz de responsabilidades, data base Janeiro de 2014

Page 29


O Brasil está se transformando: Aeroportos, Portos e Hotéis

Área

Aeroportos

Situação Anterior

Investimento

Situação Futura

Demanda

Capacidade

(R$ bilhões)

Capacidade 2014

Projetada Copa 2014

114,6 milhões/ano turistas

6,8

171,8 milhões/ano turistas ► + 600 mil

turistas estrangeiros Portos

25 mil leitos

0,6

70,8 mil leitos ► + 3 milhões

turistas nacionais

Hotelaria

343,3 mil leitos

7,4 (privado)

492,7 mil leitos

Fonte: Portal da Transparência – Copa 2014 - http://www.revistahoteis.com.br/materias/10-Investimentos/965-Copa-2014-comeca-a-apresentar-primeiros-impactos-na-hotelarianacional - Ernst & Young/FGV: "Brasil Sustentável - Impactos Socioeconômicos da Copa do Mundo 2014” INFRAERO / ANTAQ - Ministério dos Esportes / Outubro 2013

Page 30


Aeroportos

Aeroporto

Movimento 2014

Capacidade 2014

(em milhões de passageiros ao ano)

Movimento /Capacidade

Manaus

4

5

79,20%

Fortaleza

7,4

6

123,80%

Brasília

20,7

18

115,10%

Guarulhos

39,2

35

112,00%

Salvador

11

10,5

105,10%

Campinas

7,4

11

66,80%

Cuiabá

3,1

2,8

111,60%

Confins

10,6

8,5

125,10%

Porto Alegre

9,8

8

122,20%

Curitiba

8,4

8

105,60%

Galeão

17,9

26

68,90%

Natal

3,5

1,9

186,00%

Recife

8,7

8

108,60%

Fonte: Nota Técnica IPEA 2011

Page 31

A situação atual dos aeroportos corroboram a afirmação de que os graves problemas do setor aéreo brasileiro estão sendo verificados nos dias atuais, não havendo necessidade de aguardar pela realização do evento de 2014 para as dificuldades se aflorarem.


Aeroportos Brasília

Aeroporto Juscelino Kubitscheck

Ampliação, manutenção e exploração do Aeroporto Internacional de Brasília

Implantação do Módulo Operacional que vai atender a demanda de passageiros com salas de embarque e desembarque temporárias enquanto são realizadas obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros do aeroporto

Reforma do Corpo Central do Terminal de Passageiros

Valor total: 651 Milhões de investimento

Fonte: http://www.copa2014.org.br/andamento-obras/  Matriz de responsabilidades, data base Janeiro 2014

Page 32


Mobilidade Urbana Nosso maior desafio de transformação das cidades

Investimento Mobilidade Urbana ► R$ 7,9 bilhões

Mobilidade Urbana: Distribuição dos projetos por modal de transporte

► 41 Projetos

Distribuição por valor dos projetos (%). total = R$ 7,9 bilhões

Principais Diretrizes dos projetos de Mobilidade Urbana ► Ligação entre aeroporto, porto, zona hoteleira, terminal rodoviário e o estádio definido para a Copa; ► Legado para a sociedade;

► Sistema de transporte coletivo urbano; ► Conclusão até o período da Copa 2014. Rio de Janeiro: BRT Transcarioca

Recife: Corredor da Via Mangue

BH: BRT: Antônio Carlos / Pedro I

Cuiabá: Corredor e VLT

Fonte: Ministério dos Esportes / Outubro 2013

Page 33


Mobilidade Urbana Brasília

Ampliação da DF-047 e outras ações

A DF-047, chamada Estrada Parque Aeroporto (EPAR), ganhará mais duas vias marginais em cada sentido e um túnel ou viaduto rebaixado que passará embaixo do Balão Sarah Kubitschek, o Balão do Aeroporto. Para tanto, serão investidos R$ 103,4 milhões.

���

600km de ciclovias estão em construção por todo o DF, e as ciclofaixas já circundam a área central da cidade.

O Sistema de Transporte Público Coletivo está sendo licitado para a renovação e modernização da frota.

Fonte: http://www.copa2014.org.br/andamento-obras/  Data Base Jan/2014

Page 34


Segurança

Investimento em Segurança ► 1,9 bilhões Projetos e aplicação dos investimentos

Integração

12 centros integrados em cada cidade-sede, e dois centros nacionais, um no Rio de Janeiro e outro em Brasília.

Pontos de entrada

O fortalecimento das infraestrutura dos pontos de entrada no país e a contratação de sistema e equipamentos para aprimorar a segurança nas estradas dos eventos.

Qualificação

Forças Armadas

Capacitação, treinamentos, simulações e fiscalizações do efetivo, junto com a aquisição dos equipamentos necessários para garantir a segurança do evento.

Segurança e defesa cibernética, defesa química, biológica, radiológica e nuclear, além de ações contra terrorismo, emprego de helicópteros e fiscalização de explosivos, vigilância de áreas marítimas e fluviais, defesa aeroespacial e o controle do Espaço Aéreo Nacional.

Fonte: Ministério dos Esportes / Outubro 2013

Page 35


Rede Hoteleira Capacidade aumentará em quase 15% nas 12 cidades-sede Brasil • R$ 2 bilhões destinados à reforma e construção de novos hotéis serão financiados pelo BNDES, dos quais R$ 1,5 bilhão já estão comprometidos com projetos aprovados ou em análise. • Estão em andamento também 400 intervenções que envolvem a construção, reforma e ampliação dos centros de Atenção ao Turista, sinalização turística e obras de acessibilidade nos atrativos turísticos. Brasília • Ações de desenvolvimento turístico em Brasília irão consumir R$ 3 milhões, e incluem Centros de Atendimento Móveis para atendimento aos Turistas em eventos de grande porte e Implantação da nova sinalização turística nos principais atrativos turísticos. • A capacidade hoteleira da cidade é suficiente para atender a demanda que será gerada pela Copa do Mundo conforme estudo do BNDES. Cidade Sede Fortaleza

Natal

Recife

Rio de Janeiro

Salvador

Curitiba

Principais Projetos em andamento Pousada Dunas da Taíba, localizada em São Gonçalo do Amarante Holiday Inn Parajuru Resort com 122 UH Beach Premium Hotel , categoria 4 estrelas Modernizaçao e readequação do Hotel Oceani Resort Implantação do Hotel Ibis Natal Implantação do Hotel Villa Park Ampliação e modernização do Mar Hotel Recife Ampliação da empresa Aymara Hotel Fazenda Ltda Ampliação da estrutura física do ENOTEL Ampliação e modernização da Pousada Recanto do Lobo Implantação do Hotel Canariu's de Gravatá com 216 UH's Implantação do Hotel Ibis Botafogo Implantação do Hotel Ibis Copacabana Revitalização do Hotel Glória Construção de Hotel da Rede Hyatt na Barra da Tijuca Construção Hotel Hilton Barra Implantação do Hotel Sotero "Mais Hotel" comporto por 155 UH's Hotel Matiz, localizado em Salvador-BA, com 304 UH's Modernização das instalações do Barra Turismo Hotel Acessibilidade na região de Batel, com ênfase na Praça Espanha Sinalização Turística nos Atrativos Prioritários Acessibilidade no entorno das estações tubo próximas aos pontos turísticos

Fonte: http://www.copa2014.org.br/andamento-obras/, http://www.portaltransparencia.gov.br/, e Estudo Perspectivas da hotelaria no Brasil - BNDES

Page 36


Legado importante dos megaventos esportivos serå observado pelo desenvolvimento de programas de capacitação profissional

Page 37


Copa das Confederações 2013 Sucesso de público e de operação

Copa das Confederações movimentou mais de R$ 740 milhões

24.500 empregos diretos criados apenas nos seis estádios da Copa das Confederações

92 mil trabalhadores estão se qualificando em cursos oferecidos pelo Pronatec Copa

84,95 km de fribra ótica instalados em Brasília

Estrangeiros aprovaram serviços nas cidades-sede: • Serviços de transporte privado (83,1%) • Limpeza das ruas (78,3%) • Segurança pública (71,7%) Novos estádios elogiados pelos turistas: • Qualidade dos estádios (95,3%) • Conforto das instalações (95,3%) • Disponibilidade dos funcionários para dar informações (89,5%) Audiência global recorde para o evento: • Média de telespectadores 50% maior que na África do Sul em 2009. • 69,3 milhões de pessoas assistiram à final do torneio. • A decisão no Maracanã também foi vista por 42 milhões de telespectadores brasileiros.

Page 38


Um olhar de orgulho e positivo. O Brasil só tem a ganhar !! Imagina além da Copa ?!

Mudança da Mentalidade: Setor público e privado mais integrados para alcançar os objetivos de um país mais desenvolvido Profissionalismo, planejamento e organização: um caminho árduo mas necessário para cumprir os planos e o orçamento

Cidades em transformação: um caminho sem volta e cada vez mais notado pelos projetos e ações em andamento

Marca Brasil: mostrar nossa capacidade de realização e atrair mais investimentos e outros Megaeventos

Page 39


Marca Brasil Comunicação Integrada: Planejamento para a Copa de 2014 Projetar a imagem do Brasil como país competitivo e inovador, com grande potencial de negócios e capacidade de realização.

Reforçar a imagem do Brasil como país hospitaleiro, que valoriza a diversidade e rico em belezas naturais.

Divulgar o legado da Copa com a valorização da Marca Brasil.

Comunicação integrada Articulaçao órgãos do Gov. Federal, Cidades-Sede e FIFA/COL Imprensa nacional

Imprensa internacional

Comunicação digital e Redes sociais

Publicidade

Promoção

Patrocínio

As ações incluem veiculação em nível internacional e nacional de campanhas de publicidade, ambientação dos estádios e Press trips..

Page 40


Obrigado!

Contato Marcos Nicolas Diretor Executivo – Mercados EstratÊgicos Page 41

+ 55 21 3263 7253 Marcos.nicolas@br.ey.com


Marcos Nicolas_ Oportunidades e Desafios da Copa do Mundo_29 01 14