Issuu on Google+

AMBITRENA


o d eú

nt o C

1. A AMBITRENA 2. Política e Valores 3. Unidades de Tratamento 4. Transporte Logística e Serviços 5. Gestão de Resíduos

5.1 Papel, Cartão e Plástico 5.2 Veículos em Fim de Vida, baterias e pneus 5.3 Resíduos metálicos 5.4 Madeira e verdes 5.5 Perigosos 5.6 Resíduos de Construção e Demolição 5.7 Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos 5.8 Resíduos Industriais Banais

6. Valorização Energética


13 anos de know how na gestão ambiental

duos de Construção e Demolição (RC&D); Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE); Veículos em Fim de Vida (VFV); óleos usados; pneus usados; plásticos, metais; papel; vidro; etc..

Nascida no ano de 2001 no seio de um grupo com vasta experiência na gestão de resíduos metálicos, a AMBITRENA procurou desde logo alargar o âmbito da atividade à gestão integrada de resíduos. A gestão ambiental constitui hoje uma das principais áreas de atividade do AMBIGROUP levada a cabo pela AMBITRENA permitindo viabilizar o crescimento sustentável dos seus Clientes através da redução de custos e dos seus impactes ambientais com uma prestação de serviços ao nível de acondicionamento, recolha, transporte a destino final, tratamento, reciclagem e valorização energética dos mais variados fluxos de resíduos.

As unidades AMBITRENA encontram-se licenciadas pelo Ministério da Economia e Inovação e são operadores das seguintes entidades gestoras:

Esta atividade é desenvolvida tendo por base a gestão adequada de um leque diversificado de resíduos: Resíduos Industriais Banais (RIB); Resíduos Industriais Perigosos (RIP); Resí-

Cada um destes resíduos é submetido a processos individuais de triagem, compactação ou trituração, através dos quais se pode obter matéria prima secundária para reintrodução no ciclo económico ou, em último caso, servir de combustível alternativo.

- Operador/retomador da Sociedade Ponto Verde (SPV); - Ponto de recolha da Valorpneu; - Centro de recepção, descontaminação e desmantelamento da Valorcar; - Centro de recolha da AMB3E, e ERP. A AMBITRENA é uma empresa certificada pela norma ISO 9001, ISO 14001 e está a concluir a certificação pela norma OHSAS 18001. Os desempenhos económico-financeiros da empresa registados nos últimos anos permitiram à AMBITRENA alcançar o estatuto de PME Excelência.

1


Qualidade Ambiente e Segurança Na AMBITRENA, a Qualidade e o Ambiente são entendidos como parte integrante dos sistemas de gestão e de desenvolvimento do nosso projeto empresarial, quer no que concerne ao desenvolvimento dos nossos processos, quer na gestão das relações com a sociedade e o meio ambiente, com os nossos Parceiros e Fornecedores, com os nossos Colaboradores e, em particular, com os nossos Clientes, a quem dirigimos o fruto do nosso trabalho. A Política da Qualidade e Ambiente da AMBITRENA traduz o comprometimento da Direção Geral com a Qualidade e o Meio Ambiente e concretiza-se nas seguintes orientações:

Satisfação dos nossos Clientes – Assegurar, através de uma estrutura organizacional consolidada, a máxima flexibilidade e eficácia no mercado da gestão integrada de resíduos, proporcionando serviços ajustados às necessidades e expectativas de cada Cliente. Qualidade, melhoria contínua e prevenção da poluição – Sensibilizar ativamente todos os nossos colaboradores para a importância que a Qualidade e a preservação do Meio Ambiente assumem no desenvolvimento futuro e, em particular, a responsabilidade de todos na melhoria contínua dos processos, na prevenção da poluição e na eficácia dos Sistema de Gestão da Qualidade e Ambiente. Sustentabilidade – Garantir a sustentabilidade ambiental e económico-financeira da atividade da empresa, respeitando os requisitos legais e outros no âmbito da atividade de gestão de resíduos e respetivos aspetos ambientais e de higiene, segurança e saúde dos Colaboradores.


2

a e Valo res

Ă­tic

Pol


o t n e m a t a Tr l

úba

U

e d s e d a d i n

e

dad

Uni

et de S

Aveiro

Lisboa

Setúbal

Beja

Faro


Unidade de Aveiro

Unidade de Lisboa

Unidade de Beja

Proximidade do Cliente A AMBITRENA possui unidades industriais de tratamento de resíduos localizadas em diversos distritos do país (Faro, Beja, Setúbal, Lisboa e Aveiro), por forma a estar mais próxima do Cliente, tornando-se por isso mais competitiva na oferta dos seus serviços. As suas unidades estão munidas de equipamentos e tecnologia de triagem, separação, compactamento ou trituração de resíduos adequando a cada fluxo o processo mais eficiente de tratamento. Quando chegam às suas instalações, os resíduos são processados de acordo com a sua tipologia, permitindo obter taxas de reciclagem na ordem dos 90 por cento. As unidades de tratamento estão ainda munidas de tecnologia de valorização energética, permitindo transformar a fração restante, não reciclável, num combustível alternativo, designado por Combustível Derivado de Resíduos.

Unidade de Faro

3


ort e e ser viço s

A AMBITRENA é o operador do AMBIGROUP direcionado para a gestão integrada de resíduos. A empresa é detentora de meios de acondicionamento e logísticos para efetuar a recolha e transporte dos resíduos junto do produtor\detentor de resíduos a destino final.

Tra

nsp

Os técnicos da AMBITRENA aconselham sobre qual o acondicionamento a utilizar, tendo em conta o tipo de resíduo e a quantidade produzida. A área da logística é determinante na competitividade da prestação de serviços da AMBITRENA. Por esse motivo a empresa possui uma vasta frota de pesados e ligeiros, bem como os melhores meios de contentorização. Os serviços de recolha e transporte de resíduos prestados são planeados para uma otimização da gestão dos recursos da empresa e dos equipamentos colocados nas instalações dos Clientes. O serviço consiste na recolha e substituição de contentores vazios pelos cheios, transporte acompanhado pelos documentos legais e depósito nas instalações da operadora para posterior tratamento. Em alguns casos onde a produção de resíduos é maior, é frequente a operadora estabelecer parcerias com o produtor no sentido de se criar um ecocentro no interior das instalações do Cliente. Este conceito engloba a colocação, recolha e transporte de contentores em diversos pontos das instalações do produtor para o ecocentro, local onde é efetuada uma pré-triagem e separação para posterior transporte a destino final. A AMBITRENA dispõe de viaturas equipadas para recolha e transporte, viaturas ligeiras, pesadas e máquinas industriais. São exemplos os veículos equipados com taipal elevatório, polibenne com e sem reboque, polibenne com e sem grua, multibenne com e sem reboque, reboque porta carros, etc.. Todos estes transportes podem ainda dispor de atrelados.

4


s o u d Ă­ es R e d o ĂŁ t s e G


Papel Cartão e Plástico A AMBITRENA recebe e recolhe resíduos de papel, cartão e plástico. Cada uma das suas unidades está munida de uma linha de processamento destes fluxos. Os resíduos são armazenados temporariamente até se iniciar o processo de tratamento que envolve várias fases como a separação por tipo e limpeza de contaminantes, bem como a compactação dos resíduos de papel, cartão ou plástico que se transformam agora em matéria prima secundária servindo de alimentação à indústria da pasta de papel e indústria do plástico.

5.1


Depois dos VFV serem rececionados e identificados, são-lhes extraídos os vários resíduos perigosos como os óleos, combustível, baterias, etc. Numa segunda fase são selecionadas e catalogadas as peças cujo reaproveitamento é possível para posterior comercialização. Todos os componentes não passíveis de reutilização são valorizados através da compactação ou fragmentação e encaminhados para a indústria de reciclagem.

ídu Res de stão

A AMBITRENA recebe nas suas instalações os VFV, mas também pode efetuar a recolha e o transporte junto do proprietário do veículo tratando ainda de todo o processo burocrático de abate, garantindo que o veículo será tratado de forma ambientalmente correta e que os respetivos registos de propriedade e matrícula sejam cancelados.

Ge

No fluxo dos Veículos em Fim de Vida, a AMBITRENA é centro de abate da Rede Valorcar, encontrando-se licenciada para a recolha, armazenamento, descontaminação e desmantelamento de VFV.

os

Veículos em Fim de Vida, Baterias e Pneus

5.2


e d o ã t s e G

sí e R

d

s o u


Metais ferrosos e não ferrosos A AMBITRENA recebe e efetua a recolha de resíduos metálicos nas instalações do produtor, transportandoos para as suas unidades para processamento. Existem dois grupos de metais facilmente distinguíveis entre si: Ferrosos e não ferrosos. Nos metais ferrosos encontram-se ligas de ferro com as mais variadas composições sendo o tipo de metal que surge com maior frequência. Nos metais não ferrosos encontramse todas as restantes ligas metálicas como o zinco, cobre, alumínio, latão, bronze, etc. Os resíduos metálicos são submetidos a processos de triagem e separação de contaminantes. Conforme a sua tipologia a fase seguinte de tratamento poderá ser a compactação ou a trituração.

5.3


Madeira e resíduos verdes Este grupo de resíduos engloba materiais distintos mas cujo processo de operação e reciclagem é semelhante. Os resíduos de madeira provêm de uma origem mais industrial e eventualmente urbana como por exemplo pavimentos em madeira, mobiliários, etc., enquanto que os resíduos verdes são maioritariamente provenientes de atividades de limpeza e manutenção de espaços verdes, etc.


os ídu Res de stão Ge Uma fração destes resíduos é reintroduzida na indústria para reaproveitamento em mobiliário e afins, sendo a outra fração triturada e crivada para posterior produção de biomassa.

5.4


e d o ã t s e G

sí e R

d

s o u

Resíduos Perigosos Os resíduos perigosos podem ser recolhidos separadamente ou não pela AMBITRENA e ser por ela transportados para as suas unidades de armazenagem. A empresa está munida de condições de acondicionamento para posterior valorização ou encaminhamento para destino final adequado. A Ambitrena está licenciada para valorizar energeticamente uma fração de resíduos perigosos, como é o caso dos têxteis contaminados com óleos, tintas, diluentes, etc., podendo estes ser transformados em Combustível Derivado de Resíduos. A outra parte destes resíduos é encaminha para valorização em unidades dedicadas ou, caso não seja possível essa valorização, os mesmos serão encaminhados para aterro.


5.5


Durante o processamento uma parte dos resíduos é separada por tipologia e encaminhada para reutilização ou valorização energética. No entanto, o maior volume de resíduos gerado numa demolição ou construção é inerte, sendo composto essencialmente por betões e alvenarias. A empresa encontra-se equipada para triar, triturar e para preparar estes resíduos, para que possam ser utilizados como tout-venan ou para a execução de caminhos de obra, para o enchimento de cavidades e vazios e como bases e sub-bases.

ídu Res de stão Ge

A AMBITRENA efetua a gestão de Resíduos de Construção e Demolição através da colocação de contentorização adequada às necessidades do produtor de resíduos. Enquanto operadora deste fluxo, a empresa procede à recolha e transporte dos resíduos para as suas unidades de reciclagem onde é armazenado temporariamente para posterior tratamento. No entanto, em muitas situações os RCD são transportados para a unidade de reciclagem localizada no Ecoparque do Ambigroup no Seixal onde se procede a respetiva reciclagem.

os

Resíduos de Construção e Demolição

5.6


e d o ã t s e G

sí e R

d

s o u

Resíduos de Equipamentos Elétricos e eletrónicos À semelhança de outros fluxos de resíduos, também os equipamentos elétricos e eletrónicos em fim de vida podem ser entregues nas várias unidades da AMBITRENA, assim como, quando se justifica, a empresa pode recolhê-los junto do Cliente. Uma vez nas unidades de tratamento da AMBITRENA, os REEE são submetidos a processos de triagem e separação, armazenamento temporário e enviados para reciclagem na unidade dedicada de REEE do Grupo, a Recielectric.


5.7


e d o ã t s e G

sí e R

d

s o u


Resíduos Industriais Banais Os Resíduos Industriais Banais são resíduos não perigosos, equiparados a urbanos, produzidos por unidades industriais e empresas dos setores de comércio e serviços. A sociedade industrial atual produz cada vez maior número de RIB havendo necessidade de tratar adequadamente esse tipo de resíduos. A AMBITRENA recebe nas suas instalações e efetua a gestão junto do produtor de RIB. Nas suas unidades de tratamento estes resíduos são submetidos a um processo de triagem e separarão por frações, como o papel/cartão, plástico, vidro, metais etc. A outra fração resultante composta por uma mistura de resíduos, a qual já não é passível de reciclagem, é encaminhada para produção de Combustível Derivado de Resíduos.

5.8


Para produção de CDR são canalizados, entre outros, os resíduos não valorizáveis materialmente resultantes da triagem de RIB (Resíduos Industriais Banais) e RCD (Resíduos de Construção e Demolição), angariados pelas diversas unidades do Ambigroup, resíduos estes que anteriormente tinham como destino a deposição em aterro.

Ene rgé ção riza

Considerando um turno de oito horas diárias, as UVR de Aveiro, Setúbal e Faro têm uma produção de 90 mil ton/ ano podendo, no entanto, duplicar estes valores se considerarmos dois turnos diários.

V alo

A AMBITRENA detém várias unidades a nível nacional ligadas ao processamento de resíduos, potenciais fornecedores de material para produção de CDR. Entre as quais destacam-se as Unidades de Valorização de Resíduos (UVR) de Aveiro, Setúbal e Faro, dotadas de equipamentos e tecnologia atuais adequados ao processamento de CDR.

tica

Combustível Derivado de Resíduos

O produto final, apto à alimentação de diversas indústrias cimenteiras, incineradoras ou até mesmo para produção de energia elétrica em centrais termoelétricas possui características apropriadas para esses efeitos.

6


AMBITRENA, SA SEDE E UNIDADE DE LISBOA: Ed. Ambigroup, Rua Quinta das Lamas, 1679-013 Pontinha, Odivelas  +351 217 107 030 | +351 217 121 918 @: ambitrena@ambigroup.com @: ambitrena.odivelas@ambigroup.com UNIDADE DE AVEIRO: Parque Industrial de Albergaria a Velha, Arruamento E 3850 - 184 Albergaria a Velha  +351 234 520 150 | +351 234 520 159 @: ambitrena.albergaria@ambigroup.com UNIDADE DE SETÚBAL: Parque Industrial da Mitrena, lote 76, 2910-738 Setúbal  +351 265 709 630 |  +351 265 709 639 @: ambitrena.setubal@ambigroup.com UNIDADE DE BEJA: Parque Ambiental da AMALGA, Apartado 6040, 7801-908 Beja / +351 284 329 880 @: ambitrena.beja@ambigroup.com

Comunicação e Imagem Ambigroup 2013 | CIAT-001

UNIDADE DE FARO: Estrada Nac. 125 km 96.7 Caixa Postal 641-Arneiro, 8005-412 Faro +351 289 896 720 |  +351 289 896 729 @: ambitrena.faro@ambigroup.com


Book ambitrena