Page 2

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013

De olho no PODER

Recurso contra o prefeito de Maués é adiado no TRE O julgamento do recurso eleitoral contra o prefeito de Maués, Padre Carlos (PT), interposto pelo seu adversário nas eleições municipais do ano passado, o ex-vereador Júnior Leite (PDT), previsto para ontem na corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), foi adiado para a próxima

quarta-feira, dia 30. O adiamento se deu devido a um pedido do advogado de Júnior Leite, Yuri Dantas, que oficiou a relatora do processo, a desembargadora Socorro Guedes, para que transferisse o julgamento, porque iria acompanhar seu pai em uma cirurgia cardíaca.

Inspeção O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas aprovou ontem, por unanimidade, uma inspeção extraordinária nas contas da Prefeitura de Tapauá devido às recentes denúncias de irregularidades na administração municipal. A solicitação foi feita pelo auditor de contas, Alípio Firmo, em resposta ao ofício do movimento denominado

“Vem Pra Rua Tapauá”, que apontou diversas irregularidades no uso do dinheiro público. Investigação O Ministério Público Federal no Amazonas instaurou inquéritos civis públicos para apurar a matrícula e frequência escolar dos beneficiários do programa Bolsa Família em sete municípios, entre eles Itamarati, Ipixuna e Barcelos.

A ação do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb), que vai demolir uma guarita concretada no condomínio fechado Morada dos Jardins, cuja construção não havia sido autorizada. Falta percorrer outros condomínios.

A decisão da Polícia Civil de proibir, por meio de portaria, que equipes de reportagens acompanhem ações policiais. A operação não deu errado por causa dos jornalistas, mas por causa da falta de planejamento e imperícia dos agentes envolvidos.

CHARGE

gilmal@emtempo.com.br

Orçamento previsto para o Estado em 2014 é de R$ 14 bi LOA será encaminhada à Assembleia Legislativa do Estado até o dia 31 de outubro

O

Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) do Amazonas, que define o orçamento do governo do Estado para 2014, já está na Casa Civil e deverá ser encaminhado para discussão e votação na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) até o próximo dia 31 deste mês, data limite para o trâmite. Ao passar pelo parlamento no ano passado, a LOA de 2013 foi aprovada integralmente, não sofrendo alterações dos deputados. O Orçamento para o exercício de 2014, segundo fontes, deverá aumentar 14,6%, em relação à dotação inicial prevista para 2013, passando de R$ 12,9 bilhões neste ano para R$ 14,8 bilhões no ano que vem. “A economia do Estado está muito favorável e todo ano a arrecadação sempre cresce um pouco. Além desse crescimento, geralmente sempre se arrecada um pouco mais do valor que a gente prevê no Orçamento durante o ano”, ressaltou a secretária de Orçamento da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Jória Makarem de Oliveira. De acordo com o planejamento do governo, saúde e educação ficarão com a maior parte desse montante. O valor previsto para a educação é de R$ 2,4 bilhões, atendendo a Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de Ensino (Seduc), o Centro de Educação

O maior repasse aos poderes do governo de Omar Aziz será feito ao Tribunal de Justiça

Tecnológica do Amazonas (Cetam) e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) não contabiliza nesse valor e terá a disposição R$ 345,9 milhões no caixa. Totalizando R$ 2,75 bilhões de recursos para o setor. Já as verbas da saúde chegam à cifra de R$ 2,07 bilhões. O valor destinado à segurança pública soma R$ 1,3 bilhão, que será dividido entre Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP),

Polícia Civil, Polícia Militar, Fundo de Reserva para Ações de Inteligência, Departamento Estadual de Transito (Detran-AM), Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Os repasses aos poderes Judiciário e Legislativo – e órgãos autônomos da estrutura do Executivo – alcançam R$ 1,09 bilhão sendo que o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) fica com a maior parte, R$ 482,5 milhões, seguido da Aleam com R$ 222,7 milhões, Ministério Público (MP-AM) com R$ 204,1 milhões e o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) R$ 185,5 milhões.

Fale conosco: (92) 3090-1015 / 3090-1057 / 3090-1058

EXPEDIENTE Presidente: Otávio Raman Neves Diretor Executivo: João Bosco Araújo Editora-Executiva: Jeane Glay — MTB 001/02 Editores: Elvis Chaves — MTB 035/01 Walter Junio Alyne Araújo

ALFREDO FERNANDES/AGECOM

2 POLÍTICA

Diretor Administrativo: Leandro Nunes Gerente Comercial: Gibson Araújo Revisor: Dernando Monteiro Diagramação: Rildo Carneiro — MTB 004

Norte Editora Ltda. (Fundada em 6/9/87) CNPJ: 14.228.589/0001-94 End.: Rua Dr. Dalmir Câmara, 623 – São Jorge CEP: 69.033-070 - Manaus/AM

���������������������������

jornalagora@emtempo.com.br, jeaneglay@emtempo.com.br, elvischaves@emtempo.com.br,walterjunio@emtempo.com.br

������������������

����������

����������������

Agora - 24 de outubro de 2013  

Agora - Jornal do Grupo Raman Neves de Comunicação

Agora - 24 de outubro de 2013  

Agora - Jornal do Grupo Raman Neves de Comunicação

Advertisement