Issuu on Google+

Folha Municipalista

Siga a FGM nas redes sociais

Federação Goiana de Municípios - FGM

twitter@fgm

#24 | Novembro de 2013 | www.fgm-go.org.br

Ministra Idelli Salvatti e presidente Divino Alexandre

O

7

Governo e FGM debatem relações com prefeitos e prefeitas de Goiás

Primeiro Encontro do governo federal com prefeitos e prefeitas de Goiás aconteceu no dia 23 de agosto, no Centro de Convenções de Goiânia e durou todo o dia. A abertura oficial do Encontro contou com a presença da ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, do sub-chefe da SAF Olavo Noleto, do governador Marconi Perillo, do presidente da FGM Divino Alexandre e deputados goianos e outras autoridades do Estado. O evento foi realizado por meio da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, em parceria com a Federação Goiana de Municípios (FGM) e contou com a participação de mais de cem prefeitos e prefeitas, num total de mais de mil presentes. Os gestores municipais tiraram dúvidas juntamente com técnicos dos ministérios participantes, com palestras e salas de atendimento individualizado. O objetivo do Encontro foi de intensificar as orientações aos novos gestores sobre os programas, as ações e as linhas de financiamento disponíveis para as cidades. Segundo a ministra Ideli Salvatti, o objetivo é dar continuidade às informações repassadas sobre as principais políticas públicas do governo federal. Dessa forma, o contribui para a transição tranquila dos novos gestores municipais e garantir a continuidade dos programas feitos em parceria com os municípios. Já o presidente Divino Alexandre, afirmou que “o encontro foi extremamente positivo e alcançou o objetivo, que é de tirar as dúvidas sobre projetos e programas federais”.

3

FGM INCENTIVA GESTORES A ADERIREM AO PROGRAMA PREFEITO AMIGO DA CRIANÇA

5

pREFEITO DE GOIATUBA FALA DOS DESAFIOS DA GESTÃO MUNICIPAL

12

Federação GOIANA DOS MUNICÍPIOS inaugura nova sede


2 Editorial

pREFEITO AMIGO DA CRIANÇA 3

Curtas

PRESIDENTE DIVINO ALEXANDRE DESTACA OS DESAFIOS AOS MUNICÍPIOS sse semestre com certeza será de muitas lutas e con-

E

quistas para o municipalismo, precisamos mobilizar o Congresso Nacional pela revisão urgente do Pacto Federativo tão deformado, com enormes prejuízos aos municípios. E o município é seguramente a base mais importante dos Entes Federados. Hoje há uma grande concentração de recursos na união, precisamos democratizar a repartição do bolo tributário. Nos últimos 20 anos, os municípios assumiram funções, tarefas e serviços que eram de responsabilidade da União e dos Estados, mais não veio a necessária contrapartida de recursos. Tivemos uma importante vitória ao conseguirmos da Presidente Dilma a autorização da transferência de cota extra do FPM em agosto e abril para socorrer as Prefeituras. Porém nossas despesas estão assustadoras, pois os municípios assumiram responsabilidades que não é de sua obrigação. E também não é ressarcido na integralidade por esses gastos, que é função do estado. Até pouco tempo o sistema de saúde era todo estadual, e hoje é praticamente todo municipal, e os recursos transferidos pelos Governos federal e estadual não cobre nem a metade dos gastos. Como o problema está na porta do Prefeito, pois é no município que o cidadão vive, ele tem que resolver de todo jeito. Nem que para isso tenha que tirar recursos de outras áreas também importantes para cobrir o custo da saúde Na educação os alunos de 0 a 14 anos são todos do município, inclusive o transporte escolar da rede estadual é feita pelos municípios recebendo valores bem abaixo do que é gasto efetivamente com esse transporte, e ainda recebe atrasado e o prestador de serviço lá no município só faz o transporte se receber em dias. Outro ponto que defendo é a alteração do artigo 62 da Lei de Responsabilidade Fiscal, para assegurar o ressarcimento aos municípios brasileiros, o que foi gastos com despesas realizadas no custeio de serviços e ações e programas de competência da União e dos Estados. Porque não ao final de cada ano um encontro de contas com os entes federados para os municípios receberem o que tem de direito? Defendo o combate a corrupção, mais não aceitável que outro poder usurpar as funções de outro. Até porque os Prefeitos e Prefeitas foram eleitos para essa finalidade, e esse é o nosso desafio superar essas imensas dificuldades e continuarmos unidos nas lutas municipalistas.

A

FGM participou do Seminário Prefeito Amigo da Criança, realizado pelo Ministério Público de Goiás (MP/GO), em parceria com outras instituições do Estado. A Região Centro-Oeste é a 4ª em números absolutos de adesões. A Fundação Abrinq e o MP/GO chama a atenção ainda dos prefeitos (as) que não aderiram, para solicitar o apoio de cada parceiro para ampliar a quantidade de municípios atingidos. Para que juntos possa alterar a realidade da qualidade de vida das crianças e adolescentes também desses municípios. O Presidente da FGM, Divino Alexandre, apoiou a campanha do Prefeito Amigo da Criança desde o início. E chama a atenção dos demais prefeitos goianos que ainda não aderiram ao programa para que façam. “A Federação vem apoiando todas as ações voltadas a políticas públicas que possam levar benefícios para os municípios. Com a adesão os municípios só têm a avançar além de ganhar reconhecimento e credibilidade com a adesão” pondera o presidente da entidade municipalista.

sANCLERLÂNDIA

Campeã do IDEB em Goiás Campeã goiana do Ided, Sanclerlândia, tem na área de educação uma de suas maiores referências. O município investe 31% dos recursos na área, 6% a mais do que o previsto na Constituição. Ao invés dos 15% previstos, aplicamos 18%”, explica o prefeito Walkler, eleito para o segundo mandato consecutivo em 2012.

Morrinhos

Recapeamento Histórico Morrinhos está vivendo um recapeamento histórico de nossas ruas. Nunca se viu em no município tantas ruas sendo recapeadas em tão pouco tempo. A meta de recapeamento asfaltamento que o prefeito Rogério Troncoso tinha para este ano poderá ser superada bem antes do final do ano.

Ceres

TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICíPIOS

Ceres comemorou 60 anos em setembro, e quem comemorou a data foi a população com a inauguração de diversas obras espalhadas pelos quatro cantos da cidade, é compromisso da prefeita, de realizar dezenas de outras até o final deste ano.

Federação Goiana de Municípios (FGM) Rua 102 - nº 186 - 74.083-250 - Goiânia - Go - Telefone (62) 3218-2434

DIRETORIA ADMINISTRATIVA Secretária Executiva: Meire Andrade - Supervisão Financeira: Marlene Chaveiro Relações Institucionais: Haroldo Naves Assessor Jurídico: Célio Sanches ÁREA TÉCNICA Ação Social: Vanessa Ribeiro - Arrecadação e Finanças: Meire Andrade Educação: Lidyene Cristine - Comunicação: Amanda Sulino - Saúde: Amanda Thaísa - Previdência: Meire Andrade - Turismo: Vanessa Ribeiro - Diagramação e Projeto Gráfico: Amanda Sulino e Casa Brasil. Impressão: Kerygma Gráfica e Editora.

Folha Municipalista | novembro de 2013

Paulo Souza e Amanda Sulino DRT - 3169/GO

PARCERIA FGM E MP

População festeja aniversário

Expediente

Produção e Edição

Prefeito Amigo da Criança do MP

A Federação vem apoiando todas as ações voltadas a políticas públicas que possam levar benefícios para os municípios. Com a adesão os municípios só têm a avançar além de ganhar reconhecimento e credibilidade com a adesão

Divino Alexandre da Silva - Prefeito de Panamá e Presidente da FGM

DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Divino Alexandre da Silva - Panamá Vice Presidente: Gladston de Paula Reis Sá - Cezarina Diretor Financeiro: Gilmar Alves da Silva CONSELHO DELIBERATIVO Presidente do Conselho: Walker Rodrigues Soares

FGM participa do Seminário

Diretoria FGM discute com tcm pauta para os municipios

M

embros da diretoria da Federação participaram de algumas audiências, com a Conselheira Presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO), Maria Teresa Garrido, para discutir assuntos de interesses municipalistas. Na ocasião vem sendo discutidas reinvindicações dos prefeitos. O principal assunto tem sido a aplicação de multas aos gestores. “Vários prefeitos vêm procurando a ajuda da Federação em relação as multas que são aplicadas às gestões”, afirmou o presidente Divino Alexandre. Vendo as grandes demandas, a entidade, como órgão auxiliador, sentiu a necessidade de trazer esse assunto para ser tratado junto ao TCM.

Em busca de melhorias e soluções para as gestões públicas aFGM discute pautas com a conselheira do TCM


4 Novas Ideias

ANTENOR pINHEIRO coordenador da ANTP Regional

Entrevista 5

Educidades

FGM faz Evento Internacional para ajudar na gestão

FERNANDO VASCONCELOS Prefeito de Goiatuba

FGM - Fale um pouco de Goiatuba para nós. Como está a situação da cidade nesse momento? FV – Enfrentamos problemas desde 2012, ocasião que participamos das eleições municipais como candidato a prefeito pelo PMDB e uma coligação formada por cinco partidos. Tivemos uma eleição conturbada que acabou por culminar na cassação do prefeito eleito. Uma ação criteriosa do MP de investigação que chegou a conclusão de vários crimes eleitorais praticados. Acabou por se passar quase um ano para termos nova eleição. Essa extemporânea no último dia 01/09 e por uma determinação do TRE assumimos com a maioria dos votos válidos. Estamos a pouco mais de dois meses trabalhando e esperamos que essa transição agora consigamos dar um passo para a frente e por a administração em ordem. FGM – Quais as prioridades de governo para devolver a Goiatuba o status de Princesinha do Sul? FV – Investir em infraestrutura e especialmente na saúde. Já tivemos uma saúde que foi referência no país como uma das melhores e hoje não podemos dizer o mesmo. Precisamos investir em equipamentos para o hospital municipal e também em qualificação para resgatar a qualidade da saúde pública. Em um segundo momento valorizar os profissionais da educação,

AINDA HÁ TEMPO

A

Prefeitos precisam começar a pensar em mobilidade urbana oração dos Planos Municipais de Mobilidade Urbana para cidades acima de 20 mil habitantes. Esta lei facilita a vida dos prefeitos. É fundamental a participação dos vereadores e sociedade organizada. Porém, ainda agora os gestores podem mudar pra melhor a vida das pessoas. Investir, na melhoria das calçadas, dos hospitais, escolas, praças, prédios públicos e qualificar os técnicos de planejamento, trânsito e transportes são o melhor caminho. Foi assim que algumas cidades melhoraram seus indicadores. Eram cidades para carros, hoje são cidades para pessoas! E-mail: centrooeste@antp.org.br

O

Seminário Internacional Educidades, aconteceu através da parceria entre a FGM e a Escola de Gestão Pública (EGP), e contou com o apoio de várias outras entidades. O presidente da Federação, Divino Alexandre, em “O Programa Cidades da Educação discurso ponderou sobre o trabalho que a enti- promoveu a chance de debater dade vem realizando e que é preciso empenho sobre ações administrativas e projetos inovadores” dos entes federados para investir mais nessa área. “A educação é a única ferramenta que pode mudar o futuro do país” afirmou. O Seminário abordou várias palestras e eixos temáticos. Onde foram apresentado as diretrizes e princípios operacionais do Programa Educidades, debatendo sobre a gestão educacional nos mu- A educação é a única nicípios e seus aspectos gerenciais, administratiferramenta que pode vos, didáticos entre outros apresentando soluções para a implantação de um sistema Integrado de mudar o futuro do país Gestão da Qualidade Educacional. O Programa Cidades da Educação promoveu a chance de debater sobre ações administrativas e projetos inovadores voltados para a melhoria da qualidade da gestão educacional. O Prefeito de Porteirão, José Cunha, destacou que “essa é uma oportunidade de poder oferecer melhorias na área para a nossa localidade. O trabalho que a FGM vem desenvolvendo através da promoção desse projeto é engrandecedor” conclui.

a presença de vários palestrantes internacionais, enriqueceu o debate sobre inovação na gestão educacional e permitirá uma amostra de diferentes olhares sobre o ato de aprender e educar

Folha Municipalista | novembro de 2013

tormentando as populações das metrópoles, os problemas de mobilidade urbana já chegam às médias e pequenas cidades brasileiras, cujas gestões vêm, reproduzindo os mesmos erros das grandes cidades, assim comprometendo a qualidade de vida de todos. Os poucos recursos disponíveis e os modelos de planejamento adotados agravam o quadro, e assim as cidades ficam cada vez mais severas com as pessoas. Mas ainda há tempo para evitar o pior. A Lei Federal (Nº 12.587/12) que trata da mobilidade urbana aponta caminhos, a começar da exigência da elab-

Novo prefeito de Goiatuba falou um pouco sobre os desafios e como desenvolve seu trabalho a frente da administração

Buscaremos parceiras principalmente com o governo federal para que realmente tenhamos condições de ter as realizações e melhorias que Goiatuba precisa

ela tanto no âmbito fundamental como do ensino superior através da nossa faculdade que é uma das instituições de referência no Centro-Oeste. E na infraestrutura urbana da cidade, que merece uma revitalização resgatando a condição de uma cidade com qualidade de vida, e que já teve o título de princesinha do sul por ser bonita e moderna. FGM – Você recebeu o apoio de políticos importantes das duas esferas o que você está pensando em solicitar do governo federal? FV – Na parceria com o governo federal temos que resolver pendências burocráticas com relação há convênios para que Goiatuba fique adimplente de forma a estabelecer uma parceria com o governo federal através do Sub-chefe Olavo Noleto pessoa que nos fortaleceu e apoiou juntamente com outros políticos de vários partidos, como prefeitos e deputados e tantos outros que foram importantes para Goiatuba demonstrando preocupação e apoio a nossa gestão. Agora buscaremos parceiras principalmente com o governo federal para que tenhamos condições de ter as melhorias que Goiatuba precisa. FGM – Como será o relacionamento com a Câmara Municipal? FV – Por conhecer muito bem o processo legislativo tendo sido Estou trabalhando vereador por 4 mandatos considero importante a parceria entre poder executivo e legislativo e diante disso fizemos uma reunião com todos todos os dias para coros vereadores para demonstramos o interesse de uma parceria para traresponder às expectabalharmos juntos e sincronizados em busca de melhorias. É necessário ressaltar que contei com o apoio de vários segmentos sociais entre eles tivas. Agora são todos professores, organizações populares, sindicato rural, empresários, igrepor Goiatuba jas, entre outros. Todos podem ter certeza que estou trabalhando para corresponder às expectativas. Agora são todos por Goiatuba.


6 MOBILIZADOS

ENCONTRO

FGM e prefeitos na XVI Marcha Municipalista

O

maior encontro municipalista da América Latina ocorreu no mês de Julho e contou com a participação da FGM e de centenas de prefeitos goianos. O evento teve a participação milhares de prefeitos, os presidentes de todas as entidades estaduais e da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski além dos Ministros da Saúde e Educação Alexandre Padilha e Aloisio Mercadante. Segundo o Presidente da Federação Goiana de Municípios (FGM), a VXI Marcha tem um princípio importante que é de tratar da grande necessidade de com todos os prefeitos reunidos estarem revendo assuntos importantes como o pacto federativo, e de buscar da ajuda juntamente com a participação do Congresso e do Governo Federal. “A marcha é uma maneira de buscarmos apoio e avanços, de mostrarmos as nossas necessidades e continuarmos lutando por melhorias para os nossos municípios” frisa Divino. Com certeza no próximo ano a FGM estará participando novamente e incentivando que todos os gestores goianos venham e tragam suas demandas para que possam ser discutidas e avalidas.

AVALIAÇÃO POSITIVA A Marcha foi marcada pela participação da presidente Dilma Rousseff, onde ela fez como o principal anúncio o montante de R$ 3 bilhões. “A Marcha é um importante momento democrático dos Municípios com o governo federal” afirma a presidente. Ela esclareceu que este valor será transferido na forma de auxílio emergencial para ajudar os gestores no momento de crise. Dilma explicou que serão duas parcelas, uma em agosto e outra em abril de 2014. O cálculo do valor para cada município deverá ser feito com base no índice do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Para o presidente da Federação, Divino Alexandre, a oportunidade de ter a presença da Presidente, Dilma Rousseff durante esse evento é ímpar “ela acenou uma ajuda financeira aos municípios agora em agosto e a próxima em abril. Mas entendemos que houve avanços, melhorias dos valores repassados para a saúde, e para alguns programas do governo federal. É importante avaliarmos positivamente a participação e os esclarecimentos da presidente durante a marcha.” afirma.

A marcha é uma maneira de buscarmos apoio e avanços, de mostrarmos as nossas necessidades e continuarmos lutando por melhorias para os nossos municípios

M

ais de 100 prefeitos e prefeitas, além de vices, secretários e demais gestores municipais participaramdo 1º Econtro de Prefeitos em Goiás e da entrega de máquinas retroescavadeiras aos municípios. O evento foi realizado pelo Governo Federal por meio da Secretaria de Relações Institucionais, em parceria com a “A aquisição da nova FGM e demais orgãos e contou com a particimáquina irá facilitar o pação de mais de mil trabalho de infraestrutura pessoas. Em seu pronunciadentro do municipio” mento, a ministra Ideli Salvatti destacou que “esta é uma oportunidade importante para que os gestores possam buscar dados detalhados com os principais ministérios de interesse de suas regiões específicas. Tenho certeza de que o resultado dessa parceria entre o Governo Federal e os municípios será fundamental para qualificar a gestão pública e aumentar o repasse de verba federal às cidades Além de estarmos consolidando a entrega de novas máquinas aos municípios”, afirma Ideli. Ela ressaltou também vários dos trabalhos e programas que o governo federal vem realizando em prol dos municípios. Durante o Encontro com os Novos Prefeitos e Prefeitas, foram entregues 100 máquinas retroescavadeiras. A entrega das chaves das máquinas foi realizada pelos ministros e autoridades presentes aos prefeitos, onde também assinaram o termo de adesão dos equipamentos

Novas máquinas para municípios goianos juntamente com o MDA. O Prefeito José Cunha, do município de Porteirão na oportunidade recebeu a máquina do Governo Federal é considerou como um momento ímpar. O municipio de Panamá do presidente, Divino Alexandre também foi um dos contemplados com a nova máquina. Divino, que foi anfitrião do evento, aproveitou para ponderar sobre a realização desse 1º encontro aqui no Estado. “Hoje a frente da FGM estou orgulhoso de participar de um evento desse tamanho e que só tem a trazer beneficios para os nossos municipios goianos. Através desse encontro todos os gestores tiveram a oportunidade de trazarem todos os seus projetos/programas que estão em curso com o Governo Federal para sanar dúvidas, bem como outras demandas” pondera Alexandre. Outro prefeito que foi contemplado com a nova máquina e participou do envento foi o de Cezarina, João Gladston, que destacou o trabalho que a FGM vem realizando de sempre estar levando informações e beneficios principalmente para os pequenos municipios.

“Tenho certeza de que o resultado dessa parceria entre o Governo Federal e os municípios será fundamental para qualificar a gestão pública e aumentar o repasse de verba federal às cidades”

7


8 Fórum de Arrecadação

MUNICÍPIO SUSTENTÁVEL 9

V FGM realiza 1º Fórum de recuperação de receitas

o fórum fez com que o prefeito entendesse mais como arrecadar, sem prejudicar muito o contribuinte e como fazer com que a arrecadação aumente

PREFEITOS SE ORGANIZAM PARA TRABALHAR EM COOPERAÇÃO

Trabalhar nas gestões municipais prioridades que levem em consideração variáveis econômicas, sociais, ambientais e culturais, atendendo a realidade local

Cidadessustentáveis O

Programa Cidades Sustentáveis nasceu com o objetivo de contribuir para a sustentabilidade das cidades brasileiras, buscando melhorar qualidade de vida e o bem-estar da população. O foco é de contribuir com equipes responsáveis nas prefeituras para o desenvolvimento e planejamento de metas estratégicas. É trabalhar nas gestões municipais prioridades administrativas que levem em consideração variáveis econômicas, sociais, ambientais e culturais, de acordo com cada realidade local. Baseado nesse programa, a Federação Goiana de Municípios vem incentivando a participação de prefeitos para que façam adesão ao programa.

FGM ASSINA TERMO DO PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS

O

Presidente da FGM e Prefeito de Panamá, Divino Alexandre, faz parte do Consórcio Intermunicipal Três Rios, que trata dos planos de saneamento básico e resíduos sólidos. Dezenove municípios da região sudoeste goiana participam. Para, Divino Alexandre (Vice-Presidente do Consórcio Três Rios) “o trabalho da FGM é de sempre estar apoiando e incentivando todos os tipos de consórcio. O objetivo da Federação é de ser forte e parceira dos prefeitos. Ajudando e discutindo com todos os gestores sobre a relação e à criação dos consór“O trabalho de FGM é de cios municipais para incentivar e mostrar caminsolucionar as questões hos para que os prefeitos de saneamento básico e participem de consórcios” resíduos sólidos” afirma.

Folha Municipalista | novembro de 2013

CONSÓRCIO TRêS RIOS

ários prefeitos e secretários de finanças e gestores da área de arrecadação participaram do 1º Fórum sobre Arrecadação Municipal e Recuperação de Receitas. Evento este que foi realizado através da parceria entre a FGM e o Grupo Lógika. Na oportunidade, a entidade cumpriu o seu papel estatutário no sentido de viabilizar as administrações municipais. O evento contou com a presença de mais de 200 participantes, todos ligados à área de finanças municipais. O encontro foi pautado sobre a capacitação dos gestores sobre arrecadação e recuperação das receitas municipais. Nas palestras foram abordados os mais diversos temas que podem auxiliar os secretários e prefeitos, como: - Aplicação de técnicas de cobrança privada no âmbito público; Importância da atualização da base cadastral na Arrecadação Municipal; Técnicas de controle, acompanhamento e ; e ganho político; Técnicas de Negociação; Recuperação de Receitas de Verbas Indenizatórias e Previdenciárias. O presidente da FGM, Divino Alexandre, que também participou de todo o evento, ponderou que “fico feliz de ver tantos participantes, sejam eles prefeitos, secretários e diretores. A Federação viu a necessidade e importância de realizar um curso que abrangesse essa temática, visto da grande renovação que houve dentro das gestões municipais. É importante a conscientização e capacitação dos gestores que atuam nessa área. Principalmente por se tratar de como aumentar as receitas, lembrando que muitas prefeituras vêm passando por algumas dificuldades”.

Através de pequenas ações sustentáveis adotadas, podemos colocar uma série de práticas eficientes voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população

O presidente Divino Alexandre assinou o termo do Programa Cidades Sustentáveis. Programa esse que tem como principal foco auxiliar os gestores públicos a colocarem em prática as ações de sustentabilidade nos seus municípios, baseada nos 12 eixos do Programa Cidades Sustentáveis. De acordo com o presidente, Divino Alexandre, “é importante divulgarmos e implantarmos políticas públicas voltadas para a área de sustentabilidade nos nossos municípios. Através de pequenas ações sustentáveis adotadas podemos colocar uma série de práticas eficientes voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população, desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente”. Uma das soluções que o Programa propõe é estimular a participação dos cidadãos como forma de contribuir para a melhoria da qualidade de vida de cada região.


10 Parceria mda e FGM

MDA em parceria com a FGM entrega máquinas a municípios

Futuro 11

M

ais de noventa máquinas retroescavadeiras foram entregues aos municípios do interior goiano com menos de 50 mil habitantes. A realização do evento foi da Delegacia do Ministério do Desenvolvimento Agrário de Goiás, em parceria com a Federação Goiana de Municípios (FGM). Todo esse maquinário faz parte do programa PAC/2 do Governo Federal, que tem como intuito auxiliar as gestões municipais na manutenção e construção de estradas vicinais esse apoio ao produtor rural impulsionará o escoamento da produção agrícola da região. A iniciativa deve atender mais de 200 mil pessoas que vivem na área rural do estado. Entre elas, muitas famílias de agricultores familiares. Durante a entrega, o presidente da FGM, Divino Alexandre, afirmou que“a entrega desse maquinário irá ajudar, apoiar e movimentar a economia local” avalia.

Prefeitos agradecem por novo maquinário O prefeito de Campinaçu Weliton Fernandes “Nenzão” foi um dos comtemplados nessa entrega. Segundo ele, a aquisição desse novo equipamento é de grande importância para os municípios pequenos. “Estamos orgulhosos e felizes de receber mais essa ajuda do governo federal. Vimos a sensibilidade da presidente Dilma em levar benefícios para as pequenas cidades. E de todo o trabalho da FGM e MDA para consolidar esse novo máquinario aos municipios goianos” afirma.

O fruto deste trabalho apontará soluções inteligentes para o desenvolvimento das atividades internas e de assessoramento

FGM faz planejamento estratégico A

Federação, sintonizada com os instrumentos da gestão moderna, iniciou o processo de Planejamento Estratégico de suas atividades, visando identificar os objetivos estratégicos que nortearão a sua administração até janeiro de 2015. O trabalho contou com a orientação dos estudiosos em planejamento e gestão Jeovalter Correia e Paulo Souza. Segundo o presidente Divino Alexandre, que participou ativamente e animou a equipe de colaboradores “planejar ajuda estabelecer uma mediação entre o presente e o futuro, além de nos ensinar a lidar com as incertezas da conjuntura política internacional, nacional, regional e local”. Para o presidente, o plano que norteará as ações da FGM exigirá uma nova visão empreendedora, com inovação administrativa, participação dos prefeitos e prefeitas, e inteligência organizacional. Foi pensando no desenvolvimento local com qualidade que identificamos a necessidade de aprofundar as dimensões importantes para um melhor atendimento aos municípios filiados.

Planejar ajuda a estabelecer uma mediação entre o presente e o futuro

Máquinas em formosa

A

2º entrega do Estado foi em Formosa, onde na oportunidade foram entregues 29 máquinas motoniveladoras para os municípios da região que integram os Territórios da Cidadania do Vale do Paranã, O total de recursos desta Chapada dos Veadeiros e Águas Emendadas. Essa entrega faz parte do Promodalidade de investimento somam no Estado R$ grama de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2), que já contemplou 226 ci190 milhões, beneficiando dades do Estado com menos de 50 mil habitantes com retroescavadeiras no várias famílias de agricultura início do mês de setembro. Com mais esse entrega de maquinário para os familiar municípios goianos, cerca de cem mil famílias da agricultura familiar, serão beneficiadas.

Portas abertas

Mais máquinas são entregues a prefeitos

A

FGM vem sendo muito bem assistida por parte do Governo Federal. Mantendo uma estreita relação com o sub-chefe da Secretaria de Assuntos Federativos (SAF), Olavo Noleto. Este que vem prestigiando, e prestando serviços em prol dos municípios goianos. Mostrando a sua grande proximidade com os prefeitos e prefeitas, Noleto participou de vários eventos no Estado, entre eles a inauguração da na nova sede da FGM e o Encontro Estadual em agosto, onde ponderou que é importante esse relacionamento de proximidade do governo federal com todos os prefeitos e as entidades estaduais, “o nosso trabalho de consolidação de parcerias e união’’.

Interlocutores no governo federal


12 Nova Sede

Prefeito de Cezarina João Gladston e Edilson de Almeida do MDA

Presidente Divino Alexandre entrega placa de mérito a Olavo Noleto

Divino Alexandre em discurso com demais autoridades presentes

FGM INAUGURA nova sede PARA PREFEITOS E PREFEITAS

Olavo Noleto em discurso a prefeitos goianos

A

FGM inaugurou sua nova sede própria. O presidente da Federação, Divino Alexandre, e toda a diretoria receberam vários prefeitos e autoridades. O presidente da Federação, anfitrião do evento, ponderou sobre a importância da novo local para a causa municipalista. “A nova casa dos prefeitos e prefeitas traz uma estrutura renovada capaz de oferecer um melhor atendimento. Queremos a cada dia dar mais suporte um melhor atendimento aos municípios” disse. Outro ponto importante destacado pelo presidente foi o agradecimento aos ex-presidentes que trabalharam sempre em prol do municipalismo forte e a presença do Olavo Noleto, que engrandeceu o evento. E a todos os outros prefeitos e prefeitas pela confiança, ele destacou que a FGM, hoje, é uma entidade respeitada não só em Goiás, mas em todo Brasil.

Olavo Noleto Prestígia a FGM

Gilmar Alves e a Superintendente da Funasa Márcia Freire

Divino Alexandre e a 1º Dama de Cezarinha

Eles gostaram Maguito Vilela, prefeito de Aparecida de Goiânia: “Hoje a FGM vem trabalhando para se aperfeiçoar, sempre com uma equipe técnica de qualidade para auxiliar todos os prefeitos da melhor maneira possível”

Olavo Noleto, do Ministério das Relações Institucionais: “Queremos construir junto com todos os gestores um município forte”

A inauguração da nova sede, além de contar com a participação de mais de 50 prefeitos, teve a ilustre presença do sub-chefe da SAF, Olavo Noleto. Em seu discurso, ele falou da honra de poder prestigiar e participar de mais essa grande conquista da FGM. “É importante termos esse relacionamento e proximidade do governo federal com todos os prefeitos e com as entidades estaduais, o nosso trabalho é a consolidação de parcerias e união. Queremos construir junto com todos os gestores municipais um município forte” destaca. A nova sede da FGM fica na rua 102, nº 186, acima da rua 83, no Setor Sul, Goiânia.

Márcia Freire, superintendete da Funasa: “É uma bela casa, para novos projetos, que vamos construir junto com vocês prefeitos e prefeitas

Joaquim de Castro, deputado estadual: “O governador sabe que sem o apoio dos prefeitos não é possível construir políticas estaduais”


Cb 0037 13 jornalfgm novembro pronto