Page 29

término dos cursos, permaneceram no Hotel, passando a integrar o seu quadro de funcionários” (SENAC-SP, 1995, p.84). [...] O Grande Hotel São Pedro passou por inúmeras adaptações e reformas, tanto no que se refere à estrutura organizacional e pedagógica do Hotel-Escola como ao seu próprio espaço físico (IBIDEM).

Em 1976, o SENAC-SP firma convênios com a Escola francesa Jean Drouant e com a École Hôtelière de Lausanne, da Suíça, “o que possibilitou uma frutífera circulação de pessoas, informações e conhecimentos práticos” (IBIDEM, p.90). A partir de 1977, o SENAC-SP inicia um trabalho conjunto com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), como um dos principais resultados, “a produção dos Guias das Profissões Hoteleiras”. Esse trabalho minucioso faz “análise e diagnóstico de tendências do mercado e a elaboração do perfil ocupacional dos diferentes profissionais de hotelaria no Brasil”, servindo de base para definir novos rumos da formação hoteleira do SENAC-SP, “uma vez que ficou delineado o perfil do profissional que o mercado estaria solicitando num contexto mais sofisticado e em desenvolvimento” (IBIDEM). Em 1978, através de convênio com a Cornell University (EUA), o SENAC-SP cria um intercâmbio com suas equipes de trabalho, definindo nova ação para a instituição, “com a Criação do Curso Técnico em Hotelaria, que previa, entre atividades diferenciadas, o estágio dos participantes no Grande Hotel São Pedro” (IBIDEM).

Nesse momento, o SENAC-SP passa a centrar sua meta no “planejamento e na oferta de programas voltados ao desenvolvimento de profissionais de nível gerencial”, de modo que ao final dos programas, fossem capazes “de atuar no mercado como multiplicadores dos conhecimentos recebidos e formadores de mão de obra operacional” (SENAC-SP, 1995, p.91). Para compensar as deficiências de infraestrutura e de instalações, o grande atrativo para os hóspedes era a quantidade, a variedade e a qualidade da alimentação que se oferecia e o tratamento de saúde pelas águas. Manteve-se ali uma clientela tradicional e fiel (idosos e famílias inteiras), que passava vários dias descansando durante o período de férias (IBIDEM, p.92).

No entanto, o mercado hoteleiro começa a sofrer profundas modificações. Em função da busca de tratamentos de saúde com resultados mais imediatos, o termalismo acaba perdendo espaço e o turismo de longas temporadas, “sendo substituído pelo turismo itinerante e de curta permanência” (IBIDEM). Define-se, um novo perfil dos hospedes a partir dos anos 80: [...] houve diminuição do público interessado nas termas, e a presença maciça de famílias durante as temporadas de férias, finais de semana e feriados prolongados, e também do público das convenções e congressos. Configurou-se, ao mesmo tempo, a imagem de um hotel de lazer e trabalho, em empresa dinâmica, moderna e capaz de satisfazer a sua nova clientela (IBIDEM).

No mesmo ano, cria o Centro de Estudos de Administração em Turismo e Hotelaria, com o desafio estratégico de colocar o SENAC-SP como uma instituição de referência no setor (MIYAZAKI, 2006, p.111). No entanto, no início dos anos 80, o mercado mostrava-se incapaz de absorver os profissionais recém-saídos da instituição em funções equivalentes a sua qualificação, fato que apontou para a necessidade de direcionar a formação dos profissionais das áreas de turismo e hotelaria numa nova perspectiva. Além disso, após a abertura dos programas de nível técnico, o SENAC-SP assistiu a uma sensível elevação do nível sociocultural da clientela que frequentava seus cursos de Hotelaria (SENAC-SP, 1995, p.91).

21

Profile for Amanda Tiemi Niiyama

TFG | Amanda Tiemi Niiyama | Complexo Hotel-Escola  

Requalificação de vazio urbano (Antiga Companhia União dos Refinadores), inserido no município de Limeira (SP). Área do terreno: 47.378,78 m...

TFG | Amanda Tiemi Niiyama | Complexo Hotel-Escola  

Requalificação de vazio urbano (Antiga Companhia União dos Refinadores), inserido no município de Limeira (SP). Área do terreno: 47.378,78 m...

Advertisement