Issuu on Google+

Dezembro 2016 | Edição N° 1

O SABOR DA TRADIÇÃO

As histórias e sabores dos principais restaurantes da cidade

GASTRONOMIA GOURMET

Pratos gourmet oferecem uma experiência saborosa e inesquecível aos apreciadores INE

PARMEGIANNO’S UM CASE DE SUCESSO

1


A melhor opção de comida vegetariana de Natal! Funcionamento: Quinta a quarta, das 8h às 14h Rua Nascimento Fernandes, s/n - 1 Lagoa Nova - Natal/RN - 59056-110 Telefone: (84) 2030 - 3021

2


editorial expediente A partir de dezembro de 2016, começa a circular na capital potiguar a primeira edição da Revista Sabores de Natal. Com veiculação mensal e tiragem de dois mil exemplates, a publicação, criada pelos alunos do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Alessandra Constantino, Amanda Lima, Huan Gomes, Lorena Machado e Rosa Avelino, tem como objetivo despertar a atenção dos leitores amantes da boa culinária e mostrar todas as novidades da gastronomia local. Além disso, também trazemos dicas de saúde, receitas e divulgação de eventos, ampliando leque de informações gastronômicas em Natal. Nossa proposta é nos tronamos referência na área de jornalismo gastronômico. Por isso, a Revista Sabores Natal apresenta um formato moderno em seu contúdo, com textos informativos e agradáveis. Nesta e nas futuras edições, levaremos para vocês as principais tendências e os assuntos mais interessantes do mundo da gastronomia, através das seções “case de sucesso”, receitas”, gourmetização”, “fitness”, restaurantes tradicionais”, “food truck” e a “novidade do mês”. A primeira edição da Revista Sabores Natal está sensacional. Aproveite e tenha uma boa leitura!

Huan Gomes, redator-chefe

REVISTA SABOR NATAL - Ano I Número 1 - dezembro de 2016

Diretor Executivo Lorena Machado Redator-chefe Huan Gomes Jornalistas Alessandra Constantino Amanda Lima Rosa Avelino Diagramação Alessandra Constantino Amanda Lima Huan Gomes Lorena Machado Rosa Avelino Contato comercial comercial@revistasabornatal.com Redação redacao@revistasabornatal.com Telefone (84) 99999 - 9999 Tiragem 2mil exemplares

3


4


Sumário 6

Restaurante tradicionais O Sabor da tradição

8

Novidade do mês Festa do Camarão 2016

9

Food Truck All Burger

11

Case de sucesso Parmegianno`s

15

Fitness Comer bem, que mal tem?

17

Gourmet Gastronomia Gourmet: cominação perfeita entre requinte e sabor

19

Receitas Especial Natalino

5


Restaurantes tradicionais

O Sabor da tradição Por Rosa Avelino O Nordeste tem belezas inigualáveis conhecidas mundialmente. Mas nem só de cores e formas são feitas a região, os sabores daqui também são marcantes. Em Natal, encontramos restaurantes prestigiados que irão proporcionar, aos moradores e turistas da cidade, um encontro maravilhoso com a culinária nordestina. Nessacoluna, você encontra as histórias e saboresdos principais restaurantes da cidade.

Restaurante Mangai Nordestino da cabeça chata, o Mangai foi criado na Paraíba por Leneide Maia Tavares, em 1989. A princípio servia apenas para vendas de produtos nordestinos, como rapadura, queijo de coalho e manteiga, empreendimento esse, conhecido no sertão como mangai. O grande ponta pé para ampliar o negócio veio com a produção de queijo de manteiga em casa, dando assim, novas proporções a “bodega”, como o a la carte, café da manhã e almoços regionais. O seu crescimento não tardou a chegar. Sua primeira filial foi na

6

cidade de Cabedelo, na famosa praia de Camboinha, em 1996. O próximo passo, e não menos importante, foi sua filial na cidade do sol, em 1998. Em 2008, foi a vez de Brasília receber mais a comida típica do Mangai. O Mangai Natal possui um ambiente acolhedor em uma das principais regiões da cidade, apresentando um cardápio bem definido e variado, dividido em cinco: pratos principais, ceia e lanches, pratos leves, sobremesas e bebidas. Os pratos principais, ceia e lanches trazem a marca dos alimentos tipicamente nordestinos,

como o baião de dois, carne na nata, cuscuz, tapioca entre outras iguarias. Já nos pratos leves, eles apostam em saladas e peixes. Os doces da casa trazem tortas e bolos (realizam encomendas), cartolas e os já conhecidos da terra, cocada e doces caseiros. Cana de açúcar, sucos e caipiroskas formam o menu de bebidas. Hoje, o Mangai coleciona prêmios, aparições em novelas e programas, e em 2009 foi escolhido como um dos melhores restaurantes do Brasil pela revista Veja.


Restaurantes tradicionais

Paçoca de Pilão

As belezas e agitos da praia de Pirangi não tiram o brilho do Paçoca de Pilão, restaurante localizado no litoral norte do estado. Na bagagem de seus 26 anos, estão a experiência de Adalva Rodrigues, dona do restaurante que ainda faz questão de cuidar pessoalmente da cozinha do local. Filho da terra, o restaurante é um grande destaque da nossa culinária local e quem passa por Pirangi já sabe que é uma parada obrigatória para experimentar a famosa paçoca de carne de sol desfiada no pilão de madeira, com farofa e cebola, acompanhadas pelo feijão verde e macaxeira. O Paçoca de Pilão possui um cardápio bem diversificado nas comidas nordestinas, como o feijão verde com manteiga do sertão, arroz da terra, purê de jerimum, farofa e carne de sol, tudo isso, para despertar o paladar e atenção de quem procura desfrutar da culinária sertaneja.

Dona Adalva Rodrigues é quem comanda as delicias preparadas no Paçoca de Pilão

Desde 1990, o restaurante recebe indicações do Guia 4 Rodas pela qualidade dos seus pratos e a mestre que comanda tudo isso, Dona Adalva, já recebeu convites para participar de eventos no Brasil e fora dele. O local possui um espaço bem aconchegante com três ambientes, contando com garçons realizando os atendimentos de forma digital, garantindo a agilidade dos pedidos. O Paçoca de Pilão ainda conta com serviço de entrega em domicílio por telefone.

Não dá pra ir à Pirangi do Norte sem passar pelo restaurante Paçoca de Pilão

7


Novidade do mês

Festa do Camarão 2016 será realizada em Natal e Grande Natal Por Amanda Lima A 4ª edição da Festa do Camarão começou no último dia 21 de novembro e vai até 30 de dezembro. A ideia é apresentar a natalenses e turistas os pratos de 21 restaurantes que têm o camarão como ingrediente principal, símbolo da cultura potiguar. O evento é promovido pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Cada estabelecimento associado à Abrasel criou um prato inédito, exclusivamente para a festividade que serão comercializadas a um preço promocional nesse período. De acordo com os organizadores, o ponto alto da 4ª Festa do Camarão é a “Arena Festa do Camarão”, que acontece nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, no gramado do estádio Arena das Dunas e terá entrada gratuita. A Arena contará com porte superior ao do ano passado, espaço mais amplo para os restaurantes prepararem seus pratos, pavilhão com mesas para os visitantes (praça de alimentação onde os pratos exclusivos da Festa estarão sendo vendidos a R$ 15, na versão menu de degustação). A expectativa é de 15 mil pessoas durante os três dias.

8

Confira a lista dos restaurantes que participam da Festa do Camarão 2016: Between Coffee & Deli House Blackitchen Chopp & Camarão Con Xin China Famiglia Reis Magos Massa Finna Nemo Sushi Only Pizza Paçoca de Pilão Parmegianno’s Petit Poti Piazzale Italia Pittsburg Pizza da Vila Restaurante Barramares Sabores Bistro Salus Healthy Food Taboleiro Tábua de Carne Trio Bar e Restaurante Wesley’s


Food Truck

Por Lorena Machado

Há pouco mais de um ano, Natal vem ganhando mais opções gastronômicas. Pelas ruas da cidade está cada vez mais comum enxergar alguns “carrinhos de comidas”, seja nas esquinas nas frentes das lojas ou em eventos voltados para a culinária. Neste advento das variedades de comida, encontramos um food cardiferenciado, que oferece aos seus clientes o verdadeiro hambúrguer artesanal. Estamos falando do All Burguer! O carrinho de hambúrguer nasceu quando seu proprietário, Anderson Sá, realizou, através da “Carreta Senac”, um curso voltado para a gastronomia. Ele, que já tinha habilidades na cozinha, aprimorou seus conhecimentos e montou o

negócio. Segundo o proprietário, a ideia ele já tinha, porém, faltava o nome para o empreendimento. “Eu e minha esposa, chamada Larissa, pensamos em diversos nomes para o negócio, até que escolhemos as letras iniciais dos nossos nomes e a da nossa filha, Larah. Foi aí que surgiu o “All”, que em inglês significa TODOS, combinando perfeitamente com o que queríamos, o All Burguer. Depois de escolhido o nome, Anderson e Larissa, que é a cozinheira chefe, elaboraram o cardápio, com um sabor bastante distinto do que se encontra atualmente em Natal. O sanduiche “All Larah”, composto por um delicioso pão de batata, 140g de burguer bovino, alface, rúcula, tomate, cebola roxa, queijo

gorgonzola e geléia de frutas vermelhas, é o queridinho dos clientes. O cardápio conta com outros quatros sanduiches, o “All Gourmet”; o “All Burguer”; o “All Chicken”, que foi o prato campeão no III Festival Gastronômico de Santa Cruz, o Fest Frango; e o “All Supreme”, que traz queijo provolone, couve crispy e bacon crocante, fora o delicioso pão de batata e o hambúrguer bovino. Esta explosão de sabores está disponível de quarta a domingo, sempre das 18 às 22h em algum lugarzinho especial de Natal. Para conhecer mais sobre o All Burguer e saber do seu roteiro semanal, o instagram deles é o @ allburguernatal.

9


Food Truck

10


Case de sucesso

11


Case de sucesso

Parmegianno`s

Por Lorena Machado

Em tempos de crise, três sócios apostaram num negócio certeiro e quem vem dando muito certo. Com mais de um ano no mercado, o Parmegianno’s é um restaurante especializado em parmegianas e que vem conquistando seu espaço no meio gastronômico, disputando até com os restaurantes tradicionais da cidade. O estabelecimento é familiar, formado por dois irmãos Leandro Aldegheri e Erika Aldegheri, e um amigo da família, Victor Hugo Noé. A casa que fica localizada na Avenida Prudente de Morais, oferece aos seus clientes cinco pratos e três tipos de entradas. Com um cardápio bem reduzido e exclusivamente voltado para o “parmegiana”, os sócios decidiram apostar numa coisa diferente, que são os molhos oferecidos pela casa. “Nossa principal característica são os molhos, onde temos duas opções, o molho

Parmegianno`s (vermelo), com um toque especial do chef, e a grande sensação que é o molho Alfredo, que já existe há décadas e tem como base o queijo parmesão, além da mozzarella e creeme de leite. Um molho muito apreciado e que veio como nosso grande diferencial”, contou Leandro Aldegheri. Ambos os molhos podem ser apreciados nos pratos do restaurante. Seja no “Espetacular Mignon”, que é o tradicional parmegiana; no “Fabuloso Frango Alfredo”, parmegiana de frando; no “De Camarão”; no “Magnífico Cordeiro”, parmegiana da nobre carne de cordeiro com um toque de mostarda e mel no molho Parmegiannos; e o “Leve Parmegiannos”, voltado para os adeptos da linha “fit”. O restaurante conta com oito mesas, seis delas no salão e duas na área externa, tipo de “bistrô”. Por ter um espaço reduzido, Leandro nos contou que o foco da empresa é o serviço de delivery. O serviço, em dias de domingo, chega a ter dez motoqueiros para fazer entrega. “Para o delivery, nosso destaque são as caixinhas personalizadas, lindas e com mais de resistência para manter o prato sempre quentinho até a entrega aos nossos cliente”, disse o empresário. A proposta do Parmegiannos é voltada para o fast food, com saída rápida dos pratos e em grande volume. Atualmente, o restaurante conta com um delivery forte e um salão compactado onde eles priorizam o giro e a qualidade. Por sua localidade, uma avenida movmentada e bem comercial, os empresários vuscam atender também as pessoas que trabalham próximo, já que na Prudente de Morais existem bancos, concessionárias, escritórios, supermercados e centros comerciais, bem como atender os clientes de outras localidades, que já tem como percepção a entrega rápida e a qualidade dos produtos oferecidos.

12


Case de sucesso

os equipamentos e fomos para a parte de mídia, como logomarca e nome, em seguida, abertura da empresa com o CNPJ, e a inauguração da loja, em agosto de 2015. Como é o funcionamento operacional da loja? Temos uma cozinha totalmente funcional e pequena, porém, eficiente. Existe um padrão a ser seguido de operação e funcionalidade, todos os produtos já são pré preparados para que na fase final se ganhe em tempo para a entrega ao nosso cliente em salão ou em delivery. Hoje dispomos de cinco funcionários fixos, divididos na cozinha, salão e caixa, fora nós três que ficamos responsáveis pela parte administrativa e comercial, bem como da parte de marketing. Com quase um ano de loja, quais os planos para o futuro? Leandro, como começou a ideia do Parmegiannos? Era um sonho antigo da minha irmã, Erika Aldegheri que alguns anos atrás foi compartilhado comigo e passou a ser também o meu sonho. Por muito tempo trabalhamos em outras empresas do ramo de hotelaria e do alimentício, onde conseguimos criar um grande norral operacional e amadurecer a ideia até chegar o momento certo. Eu focando a área comercial/compras, fornecedores e administrativo, minha irmã com a parte efetiva operacional e frente de loja e a entrada nesse time do nosso terceiro sócio, Victor Hugo Noé, que é um empreendedor nato, com uma incrível experiência em marketing e publicidade, que nos deu o empurrão e nos fez ter a coragem necessária em arriscar e iniciar esse sonho. Como a empresa foi tomando forma? Eu ainda trabalhava em outra empresa quando começamos a criar o plano de negócios, meu sócio, paralelo ao projeto, gerindo suas duas outras empresas e, minha irmã, já disponível para o foco total ao projeto. Eu tirei umas férias, algumas horas na empresa em que trabalhava, meu sócio também pôde dar atenção total ao primeiro momento de se planejar e assim iniciamos. Fomos atrás do local, depois iniciamos a reforma da loja, compramos

Em curto prazo temos a intenção de ter nossa segunda loja, até por uma questão de estratégia e logística na área que representa quase 50% dos nossos pedidos que é a região de Nova Parnamirim e Parnamirim. Em médio prazo uma central única de produção para distribuição e ainda uma maior padronização dos nossos produtos. E em longo prazo o estudo e a viabilização de franquias.

Avenida Prudente de Morais, 4140, Loja 5, entre a Nascimento de Castro e Amintas Barros, com funcionamento de segunda a segunda, das 11 às 23h. Telefones pra contato: (84)22267740/9 9915-7799.

13


14


Fitness

Comer bem Que mal tem?

Por Rosa Avelino

O mercado de comidas saudáveis em Natal cresce junto com a demanda, que vai de comidas fitness as mais restritivas, como a vegana.

“A moda agora é ser fitness”, você provavelmente já ouviu ou já falou algo do tipo. Palavra associada à prática de atividade física que se refere ao bom condicionamento físico ou bem estar físico e mental, agora não está mais restrito as academias. Ser fitness é procurar um estilo de vida saudável, estando além dos clichês da malhação e dietas. Com bons números e crescente tendência, o sucesso do mundo fitness criou mercado e se adaptou nas mais variadas áreas, uma delas é o ramo alimentício. Basta uma breve pesquisa no Google ou redes sociais para se deparar com uma lista de opções em Natal, que vão desde restaurantes de comidas fitness a lanchonetes de shakes.

básica para manter boa a forma física, mas a nutricionista Amanda Paiva esclarece que é importante ter equilíbrio. “Cada indivíduo tem suas particularidades, assim, a alimentação também vai variar de acordo com cada pessoa. Algumas dietas fitness têm surgido há certo tempo, e vem sendo empregada a todos sem respeitar essas particularidades, muitas incentivando o consumo excessivo de proteínas em quantidades que são recomendadas para atletas profissionais que treinam até 8h por dia. O equilíbrio ainda é a fórmula para a saúde, a beleza e o bem estar geral. Moda pode até servir com roupas e decoração, mas quando falamos em alimentação, temos que ter mais cautela”, pondera.

Quem agradece as opções são os praticantes de exercícios físicos, que em sua maioria são os reais consumidores de alimentos saudáveis. Essa dupla é a fórmula

A Fitness Food sai na contramão das dietas malucas. O restaurante localizado no bairro do Tirol traz um serviço personalizado, onde o cliente pode levar sua dieta e o

restaurante adequa os pratos as necessidades indicadas por seu nutricionista. A gestora pública e dona do empreendimento, Karina Amaral comenta ainda que a casa tem como proposta oferecer comidas saudáveis, não necessariamente indicadas para emagrecimento. ` Mas se engana quem pensa que só quem procura por comidas saudáveis são os atletas ou adeptos de exercício físico, a onda fitness pegou até mesmo quem adora enfiar o “pé na jaca” na hora de matar a fome. “Tinha bastante preconceito com comidas assim, que pra mim pareciam meio sem gosto, mas deixei de lado minha frescura quando experimentei a marmita que minha mulher estava comendo. Era tudo muito gostoso”, comenta o professor Roberto Damasceno, se referindo a Marmitaria Light RN Delivery.

15


Os clientes da Food Fitness podem levar sua dieta, e os pratos serão preparados de acordo com as necessidades recomendadas pelos nutricionais.

A empresa de Rogério Nunes e sua esposa Lana Fernandes, tem sua base em Petrópolis e atua exclusivamente com o serviço de delivery, atendendo quase toda Natal. A Marmitaria Light trabalha com comida 100% integral, colocando a disposição dos clientes todos os dias duas opções de proteína, como frango, carne moída magra, strogonoff ou panqueca, por exemplo, bem como feijão branco e saladas. “Também podemos fechar pacotes quinzenais ou mensais com os clientes e montar as marmitas de acordo com a necessidade

Rogério e Lana oferecem marmitas com comidas 100% integrais.

deles”, explica Lana Fernandes. Pensar bem no que come não é coisa de quem só quer manter o corpo em forma. O crescimento expansivo dos adeptos ao vegetarianismo, e o ainda mais restritivo veganismo, necessida de um mercado completamente diferente destinado a comida saudáveis. Nossa capital também oferece esse serviço, mesmo que em escala menor. A Casa comida vegetariana e vegana é uma ótima opção quando se quer comer bem sem deixar de lado a ideologia. O estabelecimento, uma casa comum localizada em

A Casa comida vegetariana e vegana funciona em forma de buffet

16

Potilândia, tem um almoço que é servido em forma de buffet que conta com opções de arroz integral, feijão, seja, legumes, verduras cozidas, salada e massas. Além de contar com opções de doces, salgados, pizzas, pastéis e sanduíches. Aproveite as opções que nossa cidade oferece e sai para uma deliciosa aventura gastronômica. Se arrisque a novos sabores. Bom apetite!


Gourmet

Ga s t ro nom i a G o u r m et : co mbi na ção p er fe i ta e ntre req u i n te e sa b or Por Alessandra Constantino

A palavra “Gourmet” desperta curiosidade e é capaz de dar água na boca de quem sabe do que se trata. Associado principalmente à gastronomia, o termo é usado como adjetivo para qualificar e diferenciar a alta cozinha. A palavra, oriunda do vocabulário francês, surgiu como substantivo para designar a pessoa com paladar apurado, mas atualmente, é sinônimo e sofisticação.

coxinhas e brigadeiros por exemplo. Pratos gourmet são preparados com produtos de alta qualidade , ingredientes raros ou exóticos e selecionados na construção de uma culinária artística e totalmente personalizada. É um estilo de culinária mais elaborada, que atende as exigências do consumidor com gosto mais apurado em relação à qualidade e apresentação do prato ou da bebida.

A culinária gourmet é um nicho de mercado bastante explorado e que atinge desde os produtos mais caros e tradicionalmente requintados como o caviar, até alimentos mais populares, como hamúrgueres,

17


Gourmet

Gourmet também é definido como um produto de

deixando chefs insatisfeitos com a banalização do

produção limitada, com características únicas, um

termo, que muitas vezes é utilizado apenas como

produto de design exclusivo e arrojado, e geralmente

uma desculpa social para elevar os preços, mesmo

é intitulado como produto de posicionamento

não agregando nenhuma novidade nos pratos.

“Premium” nos restaurantes. Então, não se deixe enganar, é legal dar uma olhada O termo “premium” é designado a produtos e

no cardápio, saber a origem dos ingredientes ver

serviços de alto valor agregado com diferenciais de

qual o diferencial do prato e suas combinações. Se

inovação. Além de um preço maior, são consideradas

você é um verdadeiro apreciador da gastronomia

características como a raridade, a tradição de uma

sofisticada, com certeza valerá a pena pagar um

marca e a experiência que vai trazer para quem

pouco mais para ter um experiência saborosa

consumir.

inesquecível e inspiradora.

Já o termo “gourmet” é a transformação de alimentos básicos,

como

cachorro-quente,

os

fast-foods

etc.)

que

(hambúrgueres, ganham

novos

componentes e apresentações. Para um alimento ser considerado gourmet precisa ter elementos diferentes do produto tradicional, um ingrediente ou preparação mais refinado, mais nobre ou mais raro. No entanto, ultimamente a “gourmetização” culinária tem se popularizado, e confundido muitas pessoas, que acabam não identificando o que é realmente gourmet. O assunto tem sido tema de polêmicas,

18


Especial Natalino Receitas 19


Especial Natalino

Receitas

Salpicão de frango tradicional com maionese Ingredientes Frango com maionese: 1 e 1/2 xícara (chá) de frango defumado desfiado 1 xícara (chá) de cenoura ralada grossa 1 xícara (chá) de ervilha fresca cozida 2 maçãs Fuji pequenas em cubinhos 1 lata de milho verde escorrido 1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas 1/2 xícara (chá) de uvas-passas escuras sem sementes 1 xícara (chá) de abacaxi em calda picado 1/2 cebola em cubinhos 1 dente de alho amassado 2 tomates maduros e firmes, sem sementes, em cubinhos Tempero:

20

1 xícara (chá) de maionese 1 caixinha (200g) de creme de leite Suco de 1 limão Sal e pimenta-do-reino a gosto Salsinha picada Folhas verdes de sua preferência para enfeitar Modo de preparo » Em uma tigela, misture todos os ingredientes do tempero. » Numa vasilha grande, misture delicadamente os demais ingredientes e junte o tempero. » Transfira para uma travessa decorada com folhas verdes e sirva.


Especial Natalino

Receitas Rabanadas especiais Ingredientes

Dicas

1 lata de Leite MOÇA®

Se você quer ousar a sua receita de rabanada

1 colher (chá) de essência de baunilha

tradicional e fazer com que suas receitas fiquem ainda

20 fatias de pão francês, amanhecidas

mais cremosas, em vez de polvilhar as rabanadas

3 ovos, bem batidos

com açúcar e canela, experimente enriquecê-las com uma calda de açúcar. Leve ao fogo brando 1

Modo de Preparo

e meia xícara (chá) de água e três xícaras iguais de açúcar, com três cravos-da-índia e raspas de limão.

Em um recipiente, misture bem o Leite MOÇA com

Quando ferver, coloque as rabanadas já fritas. Deixe

1 xícara (chá) de água e a baunilha. Mergulhe cada

no fogo por alguns minutos. Pronto, sua rabanada

fatia de pão nessa mistura, deixe embeber e escorra

está quase finalizada. Só falta colocar no prato de

o excesso com um garfo. Em seguida, passe as

servir e polvilhar com canela. Aí, é só saborear!

fatias na mistura de ovos batidos. Escorra e frite-as no óleo não muito quente, deixando-as dourar por igual. Ponha sobre papel absorvente, para escorrer o excesso de gordura. Polvilhe açúcar e canela e sirva. Agora você já tem a receita de rabanada frita prontinha!

21


Especial Natalino

Receitas Arroz Natalino com nozes picadas, uvapassa e castanha de cajú

Salada de bacalhau e grão-de-bico Ingredientes 300g de bacalhau 200g de grão-de-bico cozido e escorrido 2 colheres (sopa) de cebola picada 1 tomate sem sementes cortado em cubinhos 1 colher (sopa) de salsinha picada 4 colheres (sopa) de azeite de oliva 2 colheres (sopa) de suco de limão 10 azeitonas pretas picadas Pimenta-do-reino a gosto

Ingredientes 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina 1 cebola pequena picada 2 xícaras (chá) de arroz lavado e escorrido 4 xícaras (chá) de água quente 1/2 xícara (chá) de nozes picadas 1/2 xícara (chá) de uvas-passas sem sementes 1/2 xícara (chá) de castanhas de caju picadas + algumas inteiras para decorar Estrelas de carambola para decorar (opcional) Sal a gosto Modo de preparo » Doure a cebola na manteiga ou margarina. Junte o arroz e refogue por alguns minutos, até fritar bem. » Junte a água quente e tempere com sal. » Quando o caldo começar a secar, reduza o fogo e termine de cozinhar com a panela tampada até secar completamente e ficar soltinho. » Desligue o fogo e deixe repousar tampado por cinco minutos. » Revolva o arroz com um garfo e junte as nozes, as passas e as castanhas. » Passe para uma travessa, decore com as castanhas inteiras e, se desejar, com as estrelas de carambola.

22

Modo de preparo » Deixe o bacalhau de molho na geladeira, por 12 horas, para dessalgar, trocando a água pelo menos duas vezes. » No dia seguinte, cozinhe o bacalhau em água fervente, escorra, elimine pele e espinhas e desfaça-o em lascas. » Misture o grão-de-bico com o bacalhau e junte a cebola, o tomate , a salsinha e a azeitona. » Tempere com pimenta-do-reino, azeite e limão. » Ajuste o sal e leve à geladeira até o momento de servir.


Especial Natalino

Receitas Peru de Natal no forno recheado Ingredientes Peru de Natal 1 peru limpo 3 xícaras (chá) de vinho branco 1/2 xícara (chá) de vinagre 5 dentes de alho Sal e pimenta-do-reino (a gosto) 2 cebolas graúdas picadas 1 cenoura picada 4 folhas de louro 10 talos de salsa lisa 6 cebolinhas-verdes 1 ramo de manjerona 1 ramo de manjericão Recheio Moela e fígado do peru 4 colheres (sopa) de manteiga ou margarina 1 cebola graúda picada 4 tomates sem pele picados 200g de presunto picado 24 azeitonas grandes em rodelas (sem caroço0 1kg, aproximadamente, de farinha de mandioca 4 colheres (sopa) de salsa picada 2 ovos cozidos e picados Modo de preparo Peru de Natal » Remova a embalagem com os miúdos. Lave a ave em água corrente e, então, faça um corte junto da mitra, enfie aí as pernas do peru, dobre as asas para trás e leve-o para uma vasilha bem grande. » Numa tigela grande, misture o vinho branco, o vinagre, o sal socado com os dentes de alho, as cebolas picadas, a cenoura picada, as folhas de louro, os talos de salsa, a cebolinha-verde, a manjerona, o manjericão e a pimenta-do-reino. Reserve. » Fure o peru por dentro e por fora, no peito, nas

pernas e nas costas, com a ajuda de um garfo de cozinha. Despeje a marinada reservada sobre o peru esfregando-o muito bem. Ponha um pouco do molho no interior do peru e deixe marinando por 12 horas. De vez em quando, vire-o no molho, deixando o peito para baixo durante a noite toda. » Cozinhe a moela, o fígado e o coração do peru até que fiquem bem macios. Parta-os em pedacinhos e refogue-os em uma panela com a manteiga, a cebola picada bem fina e os tomates. » Depois de tudo bem refogado, acrescente o presunto picado, as azeitonas e a farinha de mandioca, obtendo uma farofa meio úmida. Retire-a do fogo, prove o sal e acrescente a salsa picadinha e pedaços dos ovos cozidos. Misture bem e reserve. Utilize para rechear o peru. Recheio » Retire o peru do molho e leve-o para um mármore ou uma travessa grande. Enxugue-o, com um guardanapo, por dentro e por fora. Em seguida, encha a cavidade com o recheio, apertando bem e costurando a pele com linha grossa ou amarrando-a bem forte. » A seguir, limpe o peru todo com um guardanapo seco, besunte-o de manteiga ou margarina e leve-o para uma assadeira grande e funda com um pouco de óleo. » Cubra, enfim, todo o peru com uma folha de papel-alumínio. Coloque um pouco de óleo em cima desse papel e despeje na assadeira todo o molho que ficou na vasilha ou bacia em que pousou o peru. Leve para o forno preaquecido. Enquanto o peru assa, regue-o de vez em quando, levantando o papel, com o molho que deve estar fervendo na assadeira. Antes de regar a carne, fure o peito e as pernas do peru com um garfo. » Quando o peru estiver macio, retire o papel, e continue assando para que ele doure bem.

23


Dezembro 2016 | Edição N° 1

24


RevistaSaboresNatal