Page 1

The Rose Traduçþes

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduçþes

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tradução Efetivada por The Rose Traduções Disponibilizado: Stella Marques Tradução: Chaverinho, Love Affai e Chokito Revisão inicial: Kekê Revisão final e Formatação: Niquevenen

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduçþes

Sinopse

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Prólogo

Eu sofro de ver sua carne sangrar, gritar para mim, dá-me o que eu preciso, Deixar os rios correrem, o monstro dentro de mim ganhar...

Eu pensei que seria seu pesadelo o terror e a escuridão. Eu queria ser. Eu precisava dela mais do que de comida ou luz solar. Somente quando ela entrou na minha vida que comecei a viver, intoxicado pelo seu sabor, gritos e alegria. Mas nosso fodido conto de fadas não tinha um final feliz. Tess. Minha Tess. Minha escrava, tão forte e feroz e sexualmente selvagem não era forte o suficiente para o que aconteceu. A prisão dela não era eu. Eram eles.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Um

Nua e contida, essa escuridão não pode ser contida, você, minha escrava, foi reivindicada...

Tudo o que eu conseguia pensar era: ela está morta. Ela tinha que estar. Todo aquele sangue, de modo brilhante com um acobreado penetrante, quase doce. Sua pele era de neve, olhos cinza-azuis gelados fechados para mim. Fúria e terror me estrangulando quando eu caí de joelhos na poça morna de carmesim. O chicote em minhas mãos cresceu escorregando de suor, e eu arremessei-o longe de desgosto. Eu fiz isso. Deixei-me ir e mostrei o meu verdadeiro eu. O monstro dentro de mim arruinou o único brilho em minha vida.  Tess? Puxei-a em meus braços, arrastando a sua forma fria, sem vida para perto. Manchas de sangue sobre nós. Seu corpo vermelho espancado escorria com a condenação.  Acorde, escrava. Rosnei, esperando que uma ordem forçasse aqueles olhos azuis abrirem. Nenhuma resposta. Inclinei-me,

pressionando

meu

rosto

contra

sua

boca,

esperando indefinidamente por uma pequena baforada de ar, um sinal de que eu não tinha ido longe demais.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Nada. Medo parou meu coração, e tudo que eu queria fazer era voltar no tempo. Rebobinar a um lugar mais simples onde eu morava com as necessidades e desejos, mas nunca deixei de acreditar que eu poderia ser livre. Voltei para o dia em que Tess chegou e eu prontamente a mandei de volta para seu estúpido namorado Brax. Pelo menos se eu fizesse estaria segura, e minha vida não teria terminado. Pelo menos, em seguida, Tess estaria viva. Meus demônios a mataram. Eu a matei. Joguei minha cabeça para trás e uivei.

 Q. Q! Algo afiado bateu no meu ombro, e eu vacilei. Rolando longe, tentei ignorar a chamada. Eu merecia ficar neste inferno de pesadelo. O inferno que eu criei para matar a mulher que roubou a minha vida e me mostrou uma emoção que eu nunca ousei sonhar. Um sonho que eu nunca soube que eu queria até que Tess entrou na minha vida. Meu rosto ardia no momento em que alguém me deu um tapa, brilhando através da escuridão com uma mordida de dor. Eu torci meus olhos abertos para encontrar uma deusa loira de olhos arregalados em cima de mim. O terror debilitante não ia embora, mesmo que ela estivesse viva e gritante com paixão que eu conhecia tão bem.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Que diabos, Q? Essa é a terceira vez esta semana. Você vai me dizer o que você está sonhando para justificar uivar como um lobisomem? Tess prendeu meus ombros no colchão, e eu não conseguia parar os músculos da tensão. Eu gostava dela em cima, mas eu não gostava dela me segurando como se ela estivesse no controle. Não era como eu gostava.  Não é da sua conta. Eu rolei, agarrando seus quadris para imobilizá-la debaixo de mim. Arrisquei um pequeno sorriso. Com ela debaixo de mim, o meu mundo endireitou novamente. Corri as mãos sobre sua cintura, até a garganta, para os lábios. Sua respiração se agitou mais rápido, o resto do meu pânico diminuiu. Ela ainda estava respirando. Eu não a tinha matado. Ainda. Tess passou a mão suavemente sobre a minha bochecha, fazendo cócegas.  Você deveria me dizer do que você tem medo. Brax usava... Eu congelei, rangendo os dentes.  Se você sabe o que é bom para você, você não vai terminar essa frase. Maldição, por que ela tem que trazer o fantasma de seu namorado idiota que a tratou como uma princesa frágil em nossa cama? Tess apertou os olhos.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Desculpe. Eu não queria... É só, estou preocupada. Se você está tendo pesadelos por causa de mim, me dê à oportunidade de fazêlos ir embora. Era muito cedo na manhã para sofrer uma inquisição. Quatro dias se passaram desde que Tess apareceu na minha porta e me deu uma escolha senão aceitá-la. Aceitei seu fogo, espírito, e tenacidade afiada. Eu posso ser um bastardo controlado, mas no momento em que Tess caminhou em minha vida eu perdi minhas bolas para ela. Eu esperava que ela não soubesse o quanto ela me afetava, porque eu era um merda aterrorizado com o que o futuro significava para nós. As promessas que ela fez de ser forte o suficiente para mim, o juramento de sangue que nos ligou por tanto tempo quanto o sangue bombeado em nossas veias. Quatro dias desde que a minha vida mudou para sempre e eu tinha estado em constante dor excruciante desde então.  Deixe. — eu resmunguei. Esta mulher era uma geleira na minha montanha inabalável de um voto. O meu voto solene que eu nunca iria aceitar a porra da escuridão ou ser um idiota sádico como o meu pai. O mesmo voto que me impediu de amarrar-me a mulheres indefesas como ele fez. Mas a geleira

foi

vencedora

milímetro

por

milímetro,

centímetro

por

centímetro. Seu gelo deslizou entre as fraturas da linha fina de minha vontade, tornando-os maiores, tornando as rachaduras mais difíceis de ignorar. Durante quatro dias, eu ignorei com sucesso seu avanço para o sexo. Memórias de levá-la ao longo do bar na sala de jogos ainda eram muito cruas. Tess não podia ficar sem pestanejar. Eu sabia que ela se machucou não que ela tenha reclamado. Eu assisti todos os seus movimentos como um abutre estudando a fraqueza de sua presa. Ela pensou que ela tinha me convencido de que ela estava bem, que as contusões não a afetaram. Eu. Um homem que cheirava a dor e o medo,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

como se fosse um perfume inebriante, eu sabia a verdade. Ela disse que eu não a tinha magoado com o meu cinto. Ela mentiu. Eu tirei sangue, pelo amor de Deus. E eu vivia em um campo de batalha constante, lutando contra a deliciosa satisfação em sua dor em comparação a minha moral e horror em machucá-la. Eu nunca soube aonde os impulsos negros vieram. Eles eram como uma grande parte de mim como o meu código genético. Tess não merecia ser uma mulher machucada. Mas ela estava disposta a se sacrificar por mim. Era a promessa de algo que eu não tinha certeza de que eu poderia dar. Porra eu não deveria querer bater as luzes do dia que vivem fora dela, mas eu fiz. Oh, merda como eu fiz.  Q. Você não pode manter todos os seus pensamentos trancados agora, você me deixou entrar em sua vida. Eu vejo o tormento em seus olhos. Você prometeu que ia falar e me deixar entrar. Sua voz sangra de dor enquanto seus pequenos punhos apertam os lençóis em aborrecimento. Nós dois fizemos promessas, e até agora, nenhum de nós cumpriu. Não que isso importasse, eu tinha a intenção de quebrar a minha parte no trato. Ela não era forte o suficiente. Eu não era forte o suficiente. Ce sont les premiers jours, idiota. Détends toi1. Mas eu não conseguia relaxar. Eu não era forte o suficiente para lutar contra a vontade de ser um bastardo maníaco se eu não mantivesse uma rédea apertada em todos os momentos. Olha o que eu fiz quando Tess chegou como minha escrava. Eu não tinha escolha, mas caçá-la, feri-la, devorála.

1

Primeiros dias, idiota. Apenas relaxe.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Se eu tivesse sido um homem melhor, eu teria ido até as escadas e ordenado Franco para removê-la imediatamente. Agora eu estava à beira de um sonho, uma mulher que viu o meu verdadeiro eu, me aceitou, e queria um futuro comigo e tudo o que eu podia fazer era me afogar em pesadelos matando-a.  Estou exausto. — murmurei. Ela ouviu a confissão anterior? Que não tinha nem uma semana essa relação, e eu já estava desgastado pra porra. Eu não precisava ter perguntado claramente, Tess viu a verdade. Ela viu também, caramba.  Pare de lutar então. Você não me tocou desde que cheguei para você. Podemos dividir a cama, mas dificilmente você olha para mim além de quando eu vacilo, se eu sentar em um ponto sensível na minha bunda. Você é mais melindroso do que quando eu fui vendida a você. Rosnei profundo em meu peito com a observação vendida. Eu odiava os bocetas que tinham a roubado e vendido. Toda vez que eu pensava sobre o que poderia ter acontecido com Tess se tivesse sido dada a outro, eu queria virar uma fera para retirar a falsa ideia de empresário e pintar minhas paredes com o seu sangue. Merda de ter reuniões de negócios civilizadas com criminosos. Eu estava acabando com essa merda. Imagens de Tess amarrada e espancada, estuprada e em ruínas, constantemente me agredia. O irônico é que eu era o bastardo responsável. Mas por me deixar usá-la, eu encontrei-me querendo a oferta que eu tinha em troca de seus suspiros de medo e gemidos de dor. Eu não me sentia digno e não acho que eu já tinha pagado a dívida de seu presente. Minhas mãos apertavam, e eu tremia de raiva reprimida. A raiva direcionada a mim mesmo. Eu estou louco.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Suspirei profundamente, sugando coragem para dar a Tess um pouco do que ela precisava, uma pequena visão sobre o meu interior podre.  Eu não posso ser meigo com você. E eu odeio que eu me empolguei em bater em você. — Aí? Ela estava satisfeita, porra? Eu me abri com ela sobre coisas que eu desejava que eu pudesse vomitar fora de mim. Empurrar essa escuridão de dentro, purgar o meu coração para que eu pudesse ser doce e gentil, e o homem perfeito para ela. Não a besta selvagem com fome de sexo. Sua respiração ficou presa, e um dedo macio arrastou ao longo do meu antebraço.  Obrigada. Você não sabe o alívio que é você falar comigo. Você pode me dizer sobre o seu pesadelo agora? Eu olhei para ela e me sentei. Mulher insistente. Ela com sucesso me assustava, me irritava com suas perguntas. Rolando para o lado da cama enorme, eu me sentei na beirada com a cabeça em minhas mãos. Eu não quero ser um covarde e fugir, mas era tudo muito recente. Meu quarto da torre com a sua enorme lareira e oceano de tapete branco ainda parecia o mesmo, nada havia mudado no exterior, mas Tess causou estragos em minha alma. Eu não sabia se eu iria sobreviver permitindo-a cavar mais fundo em meu mundo. O pesadelo rugiu de volta em todas as cores. Todo aquele sangue, de modo brilhante com um acobreado picante, quase doce. Não. Eu não poderia fazer isso. Eu não era forte o suficiente. De alguma forma, a maldade do meu pai me obrigava a fazer a única coisa que eu sabia: correr de toda a minha vida. Eu vivi a minha vida com regras, algemas. Eu não estava preparado para deixar um frágil passarinho delicado me afrontar, a distorcer e perseguir.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu ia ganhar. E eu ia perdê-la quando eu a matar. On dirait fille une, putain, mercer!2 Eu vacilei no momento que Tess avançou em toda a colcha e colocou-se sobre as minhas costas nuas. As pontas dos seus dedos suaves traçando minha tatuagem de esvoaçantes pardais e arame farpado. Apertei meu maxilar quando seu toque desceu mais e mais, no meu abdômen, indo para o meu pau. Eu queria detê-la. Eu realmente queria, mas ela me agarrou duro através das minhas cuecas boxer. Eu gemi. Um toque era tudo que eu precisava para me fazer dolorosamente duro e afogar no desejo escuro. Tess persuadiu a minha rigidez, o tempo todo mordiscando minha orelha.  Se você está com medo de me machucar, Q... Você não vai. Eu confio em você para não ir muito longe. Eu falei mordazmente.  Eu não confio em você ainda. Eu não quero quebrar você. Eu não confio em mim mesmo para parar. Ela parou de acariciar e puxou para trás. Seu calor me deixou com um arrepio.  Eu lhe dei a minha palavra de lutar com você. Já dormi em sua cama por quatro noites, e o máximo que você fez foi me dar um beijinho na bochecha de boa noite. Você não usou seu cinto ou correntes ou qualquer um desses brinquedos que vislumbrei em seu peito espelhado. 2

Você soa como uma porra de menina, Mercer.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seus olhos foram para o final da cama onde o cofre estava. Bloqueado. De jeito nenhum eu quero que ela vá lá dentro. Eu gemo, segurando minha cabeça com os dedos. Que monstro queria capturar o sangue da mulher por quem ele tinha dado a sua vida? Que animal queria iludir seus gritos para repetir mais e mais novamente como um coro perfeito? Eu estava certo de me manter tão distante, tão obcecado com o trabalho. Ao ficar sobrecarregado, eu não tinha tempo para outras necessidades. Eu não tinha ido trabalhar a quatro dias. Uma nova emoção me mantinha em casa, nunca longe de Tess. O medo de que ela acorde uma manhã e perceba que ela cometeu um grande erro me manteve ansioso e mal-humorado. O pensamento de chegar em casa do trabalho e saber que ela tinha partido, tanto o homem quanto a besta odiava a própria ideia. Mas foi um erro pensar que eu poderia dar o meu modo de vida e não sofrer as consequências. Eu tinha que encontrar uma maneira de me curar. Eu tinha que parar com isso antes de Tess me incitar com sucesso e fazer algo que me arrependa. Tess resmungou alguma coisa e colocou as pernas para fora da cama. Sua bunda mostrou sombras roxas do meu cinto. Quantas chicotadas eu dei a ela naquela noite? Eu contei trinta, mas isso foi depois que eu já a tinha atingindo. Meu coração se apertou com o pensamento de como era fácil me perder em torno dela, mas um milissegundo mais tarde, fui ofuscado pelo impulso irresistível de criar mais contusões irritadas em sua pele perfeita. Eu a queria por cima do meu joelho. Eu queria ter aquelas perfeitas lágrimas de cristal na minha coxa enquanto eu batia nela. Maldição, ela disse que eu marquei sua alma... Que ela me deixaria marcar sua pele?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess estava diante de mim. Suas pernas tonificadas abertas, as mãos nos quadris. Tão orgulhosa e régia em seu próprio corpo. Eu não conseguia tirar os olhos. A besta dentro rondava e arremessou-se contra a jaula, tentando tão difícil obtê-la. Para extrair dela. Devastá-la. Eu acorrentei o monstro de volta, me recompondo. Tess dobrou os joelhos entre as minhas pernas e apertou seus lábios contra meu pau por cima da boxer. Eu me sacudo, ofegando. O calor de sua respiração, a delicadeza de seus lábios, dirigiu-me à loucura.  Se você não vai me dizer as suas preocupações, eu só vou tentá-lo até que você não possa se segurar. Você me tem. Eu sua escrava, enquanto estamos no quarto, eu quero ser usada. Eu imploro. Por que você não entendeu isso ainda? Ela queria me insultar? Bem. Eu a ataquei e peguei um punhado de cachos loiros bagunçados. Inclinando-me para seu nível, eu olhava para as profundezas de seu ser, permitindo-lhe ver o meu tumulto. A necessidade, a angústia, a linha fina de ódio e amor por ela para me forçar a aceitar essa parte de mim. Tess respirou, encolhendo sob o peso do meu olhar. Sacudi-a, amando a pequena chama de dor em seus olhos. Merda, eu iria ter mais nojo machucando-a do que ficar excitado?  Eu entendo que você quer que eu te mostre quais são as minhas fantasias, mas você tem que me dar tempo, escrava. Meu coração disparou com a palavra. Durante quatro dias, eu me recusei a chamá-la de qualquer coisa, apenas Tess. Ela não era minha escrava. Ela não era minha posse. Nunca tinha sido e nunca seria. Eu odiava como até mesmo, embora eu soubesse que ela estava lá por sua própria vontade, eu ainda queria a posse definitiva. Eu queria

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

ela acorrentada e completamente dependente de mim. Eu queria alimentá-la e dar-lhe banho. Eu queria ser a razão pela qual ela permanecia viva. Foda-se, eu deveria ter um animal de estimação. Tess não é um animal de estimação, seu desgraçado. Ela é sua igual. Ela é Tess. Elle est à toi3. Suas pálpebras se fecharam de repente e ela cambaleou para perto de mim, seus lábios se abrindo.  Diga isso de novo, mestre. Lembre-me do meu lugar. Merda, essa porra de mulher. Ela não estava me curando, ela fazia pior. Como eu poderia esperar evitar meus pesadelos quando ela me forçava por este caminho?

Algo desbloqueou, algo cresceu na

escuridão, bloqueando a luz que eu estava lutando tão dificilmente manter brilhante. Tess notou. Seu corpo ficou tenso, os dedos cavando em minhas coxas. Inclinei-me para mais perto, carrancudo. Meu coração batia tão densamente de emoção negra.  Você está me desobedecendo, escrava. Eu acho que posso ter de punir. — A palavra punir deixa meus músculos no limite e eu a agarro com mais força. Ela estremece sob o meu toque, olhos queimam com um brilho sexy. O mesmo brilho que me disse que ela estava prestes a se rebelar. Merda, eu não tenho a força para parar novamente. Minha energia estava esgotada. Os portões desbloqueados, e o monstro estava em total controle. Tess acariciou minha coxa uma vez.

3

Ela é sua.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Você não tem permissão para me punir. Vou correr. Vou deixá-lo. Meus punhos cerraram, cavando em sua carne. Sua ameaça estava muito perto dos meus verdadeiros medos, e estremeci com raiva. Mesmo que eu soubesse que ela fez isso deliberadamente para irritar.  Você não faria essa porra de ousadia. Você voltou para mim. Este não é um período de férias, escrava. Você não consegue ir e vir com um por favor. Você pertence a mim e eu posso fazer o que eu quero com você. Sua boca se abriu, e ela prendeu a respiração instável, mas seus olhos brilhavam com fogo cinza.  Você não se atreva a me tocar, vou arruinar você. Ah, merda, eu era um caso perdido. Eu estava completamente alucinante e caindo por esta mulher. Eu engoli o gosto da luxúria e murmurei.  Muito fodidamente tarde, escrava. Estou arruinado além da redenção. No último momento de delicadeza, eu pressionei minha testa contra a dela e respirei fundo.  Eu estou perdido. Em seguida, a gentileza, abandona-me à necessidade de duras arestas que doem. De uma só vez, eu a puxei verticalmente. Suas mãos voaram para o meu aperto em seus cachos sedosos. Seu olhar ardia de fumaça, e seus lábios rosados perfeitos tremiam.  Você realmente não deveria me empurrar. Eu pedi tempo. Eu balancei duro, furioso por me fazer perder o controle. O controle era minha única fraqueza, tira isso de mim e as conseqüências seriam desastrosas.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Eu estou pronto para lutar. Você está feliz agora? Seu peito subiu acentuadamente quando ela chupou em outra respiração instável. Um lampejo de indecisão enchia seus olhos antes de serem engolidos por uma luxúria aquecida.  Sim. Extremamente. Não é o homem que voltou. O que eu quero é que me foda. Meu pau caiu para frente na prisão de um short de pugilista, doendo com a necessidade de mergulhar profundamente dentro dela. Puxei-a para frente, lambendo meus lábios. Eu a levei duro. Eu não queria docilidade, eu queria selvagem. Seus olhos se fecharam quando eu joguei a minha boca contra a dela. Ela suspirou quando eu lambi seu lábio inferior com uma língua com raiva. Seu corpo reagiu em meu toque, entregando sua falsa luta, me mostrando o quanto ela precisava dessa violência. Eu me afastei, liberando seu cabelo para capturar seu pulso. O mesmo pulso tatuado com barras de código de barras e esvoaçantes pardais. A zombaria de sua condição de escrava e um talismã de sua liberdade.  Você deve saber até agora, mas eu não faço coisas que você quer que eu faça, escrava. Sua permissão não é o que me interessa. Ela franziu a testa no momento em que eu a arrastei pelo tapete branco espesso e a forcei a ajoelhar em frente à arca espelhada. Respirando com dificuldade, eu espreitei para onde deixei minhas calças no chão na noite passada e retirei a chave.  Abra-o. Eu passei a chave para ela, minha mão firme, mas o coração batendo descontroladamente. Ela olhou, hesitando por um momento.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Sua linguagem corporal endureceu com o comando. Eu pensei que ela iria desobedecer novamente, mas ela balançou a cabeça e colocou a chave na fechadura obedientemente. Minhas costas rígidas, cada músculo pulsando em alerta máximo. Tess achou que eu tinha uma alma, um coração. O que eu armazenava na arca iria revelar que todas as suas doces fantasias estúpidas eram falsas. Não havia dúvida de que eu queria Tess. Não havia dúvida de que ela me fez sentir algo que eu nunca senti antes... Mas também não havia dúvida de que ele não era o suficiente. Eu estava muito danificado desde uma idade muito jovem para ser capaz de mudar. Tess respirou fundo, abriu a tampa. Eu esperava um grito, um grito... Algo para indicar consciência do que ela tentou, mas silêncio mortal encheu a sala. Eu cerrei os dentes, olhando por cima do ombro. O primeiro lote de aparelhos era manso. Qualquer loja de sexo ou casal aventureiro teria algumas compras furtivas. Três chicotes; quatro açoites de diferentes espessuras; dois remos, três conjuntos de grampos de mamilos, plugs anais e punhos de cada descrição. Na verdade, eles eram tão mansos, eles me desligaram com o pensamento de utilizá-los em Tess. Tess correu dedos delicados ao longo dos itens, uma pequena carranca no rosto. Por que diabos ela estava franzindo a testa?  Fala. Você está decepcionada? Esperava encontrar um kit de estupro lá dentro? Uma pá para se livrar de seu corpo, talvez? Ela se encolheu ao ouvir a palavra estupro e me amaldiçoei o inferno por usá-lo. Mais uma vez a minha raiva e ódio por Lefebvre Rose; Eu queria cortar o cadáver e alimentar os vermes. Bastardo do caralho por ferir o que era meu para proteger. Tess olhou para cima, esticando o pescoço.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 É só que... Eu esperava... Ela engoliu em seco e não continuou. Em vez disso, ela balançou a cabeça um pouco e voltou para a arca. Pegando um vibrador de borracha preta, ela murmurou.  Eu não quero dildos quando eu posso ter o seu pênis. Eu sabia que você tinha os chicotes e açoites, mas eu não sei... A voz dela diminuiu, e dane-se o inferno, ela me fez sentir como se faltasse algo. Que eu não era hard-core o suficiente para ela. Eu só seria completamente satisfeito quando ela estivesse vermelha de sangue e choramingando em meus braços. Esse é o tipo de merda doente que eu era. Para Tess pensar que eu era manso. Merda, isso me fez querer provar apenas quão escuro eu queria. Exatamente o tipo de pensamentos depravados que vivia em minha cabeça. Corri a mão sobre a minha cabeça, xingando-a em silêncio. Você está competindo com você mesmo. Você vê como fodido isso é? Merde.  É uma prateleira. Olhe mais fundo. Minha voz não soava bem. Muito escuro muito áspero. Seus olhos brilharam para os meus, e algo despertou entre nós. A química e necessidade que sempre fervia lentamente rugiram em um incêndio fora de controle. Meu coração disparou, e meu pau já duro latejava com a necessidade. Tudo o que eu conseguia pensar era o gosto de Tess na minha língua e a memória de chicotear na minha mente. Se levantando nos joelhos, Tess encontrou a pequena trava na prateleira e puxou-o para longe.  Oh.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ela sussurrou. Sim, oh. A doença e a escuridão estavam lá para ela ver. Eu não tinha usado nenhum dos brinquedos, não que poderiam ser chamados de brinquedos. Mais como equipamentos de tortura. Eu não sei por que eu os possuía. Eu nunca planejei usá-los. Até agora. Tess levantou a corda de seda japonesa. Dizia-se para amarrar com um nó tão forte, nem mesmo a lâmina ou dentes poderia obtê-lo desfeito. Ele queimava a pele quando o cativo mexia, e o carmesim brilhante das agulhas parecia sangue, assim minha boca encheu de água. Tess acariciou a corda uma vez, deixando o revestindo sobre suas coxas nuas e estendendo a mão para o próximo item. Eu não queria tirar os olhos da corda em sua pele, mas meu estômago revirou no próximo item. Um suporte de teto. O mesmo tipo doente que meu pai pervertido usava nas mulheres com cordas para a cabeça e entre as pernas penduradas no teto. Braços, pernas ligadas, cabeça ligada... Não haveria nenhum lugar que Tess poderia correr. Nenhum lugar que eu não seria capaz de tocar. Estremeci quando uma necessidade apertou minhas bolas. O pensamento de Tess enforcada e tão indefesa me deixou com impulsos inquietos. Eu dei um passo para frente, obrigado a atacar o suporte. Para fazê-la gritar, precisando do meu pau. Seus olhos brilharam para os meus quando eu dei outro passo, empurrando o joelho com o pé. Ela olhou sob seus cílios grossos, olhos rodando com complexidade que eu não conseguia descobrir. Seu peito subia com coragem, afiado e quebradiço, gravando seu rosto.  Você gosta da ideia de não ter para onde correr? Nenhum lugar para se esconder, escrava?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Lentamente, muito lentamente, ela colocou o cinto para o lado. Seus mamilos saltaram para um pico abaixo da minha blusa branca que ela usava para dormir.  Eu sei que não posso fugir de você, Q. E eu não iria querer. Não, realmente. Sua voz estava ofegante, mas tensa, e em vez de amplificar minha luxúria, ela umedecia. Eu congelei quando ela pegou outro item. Por que exatamente eu estava deixando-a ver isso? Minhas mãos coçavam para bater a tampa e barrar a sua vez de olhar novamente. Tess tirou uma mordaça de bola vermelha brilhante, uma roupa de vinil com apenas uma fenda na boca e uma abertura entre as pernas, e um par com algemas para punhos e tornozelos. Cada item que Tess colocava no chão encheu-me com mais e mais repulsa. Colocado aos meus pés estava a evidência da minha verdadeira doença. Minhas necessidades transcenderam de média torção e beirava a risco de vida. Eu não queria medo falso ou lágrimas. Não. Eu queria toda a maldita verdade. Eu queria possessão, obsessão e consumação. Eu queria ser o ar que Tess respirava. Eu queria ser a água que ela bebia. Mantê-la viva e ao mesmo tempo querendo matá-la. Eu nunca falei palavras mais verdadeiras para Tess antes. Eu estava exausto total e absolutamente. Tess fez um barulho me arrastando dos meus pensamentos. Eu vacilei no artigo em seu alcance: a bolsa de couro vermelha. Corri para ela, assim quando Tess puxou o zíper. Ela tirou-o muito rápido, passando-o para fora do meu alcance.  Deixe-me ver. Seu tom beirava a raiva. Cocktail doce de sons.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu balancei a cabeça, afastando-me dos itens na bolsa. Itens que eu realmente, realmente queria usar naquele momento. Tess retirou um par de tesouras de prata, uma faca pequena e três frascos de cristal. Ela não se incomodou de puxar a seringa de sucção que eu sabia que era para coletar sangue. Ela se balançou sobre os calcanhares, prendendo-me com seu olhar cinza.  Eu sempre me perguntei por que você arruinou muitas das minhas roupas. Você poderia ter exigido que eu tirasse, mas você sempre preferiu cortá-las, ou queimar, ou rasgar. Será que é porque você secretamente quer fazer isso para o meu corpo? Rasgar-me? Flagelar-me? Ver o meu sangue correr como um rio? Fechei os olhos. Eu não poderia lidar com a imagem que ela pintou. A imagem que eu queria. Muito. Pra. Caralho. Tess agarrou meu tornozelo, puxando a minha forma quase completamente nua, até que ela estava diante de mim. O calor dela se infiltrou em mim, e eu me perguntava o que aconteceria se eu a alcançasse para lhe dar algo tão simples como um abraço: um show de ternura, de emoção doce. Eu poderia sobreviver ou eu iria esmagá-la, jogá-la longe demais, como eu fiz todas às vezes? Tess respondeu por mim. Ela apertou um pouco em meu aperto.  Você está errado em pensar que sua caixa de horrores me assusta. Ela não faz. Meus olhos, pesados com pesar e auto-aversão, abriram para se afogar nos dela. Ela estava tão perto, redemoinhos de azul e cinza em suas íris pareciam mares furiosos. Tentei decifrar o medo, a teimosia, e a luxúria em sua alma. Sua voz caiu para um sussurro.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Você precisa falar comigo. Você não pode manter segredos, mestre. Não mais. Eu não vou deixar você. Dando um passo para trás, ela tirou minha camiseta sobre a cabeça, de pé diante de mim, nua. Com a coragem de uma guerreira, ela beliscou a carne branca de seu abdômen inferior.  Aqui. Eu quero que você me marque aqui. Marque-me se vai fazer você se sentir melhor. Eu quero que você aceite que eu estou lhe dando. Eu quero que você abrace isso. Eu joguei o chicote para baixo. Ela não me ofereceu seu corpo. Ela ofereceu insanidade. Eu não era homem suficiente para ela, mas eu com certeza tinha uma besta suficiente dentro. Mas o homem era um covarde. Recusei-me a soltar as paredes e ser totalmente livre, não importa o que Tess prometia. Marcá-la? Será que ela não sabe que eu não poderia? Toquei sua barriga esticada com a ponta dos dedos. Tão suave, tão sedosa, tão feminina. Tess ofegava baixinho, e seus seios subiam e desciam, provocando-me, fazendo-me perder todas as inibições. Só ela poderia girar esse tipo de rede em torno de mim. Só que ela poderia me fazer tão fodido e confuso. Tocando seu peito, eu belisquei o mamilo duro. Sem preliminares suaves, apenas um aperto possessivo. A cabeça dela caiu para frente, descansando em meu peito. Seu perfume de orquídeas e geada foi a minha ruína. Eu desisti. Eu desisti. Eu queria, e eu não iria parar. Eu estava andando em círculos, deixando meus pensamentos emaranhados. Agora, eu estava lúcido e ansioso. Ansioso para abraçar o papel doloroso, mestre insaciável.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha mão arrastou de seu peito até o pescoço e capturou sua garganta. Puxando a cabeça para trás, eu encontrei seus olhos turbulentos com os meus. Raiva brilhou através de mim.  Você não pode simplesmente me dar tempo, poderia Escrava? Agora eu estou chateado e com raiva, e eu não sei os limites do meu controle. Eu me libertei e nada mais importa apenas foder você. Eu a balancei, apertando meus dedos ao redor de seu pescoço. Ela não se moveu, seus braços permaneceram ao seu lado, e ela me deixou estrangulá-la. Eu a testei, meus dedos apertados até a render, músculos frágeis em seu pescoço fizeram minha cabeça nadar com delírio. Tess não fez nada. Forçando os meus dedos para soltar, eu fiz uma careta.  Você confia em mim para não ir longe demais? É você realmente, estúpida? Uma mão voou para cobrir a minha, mas ela não puxou ou tentou se libertar. Sua outra palma descansou na minha bochecha com barba

por

fazer,

me

sacudindo

com

uma

dose

de

aceitação

incondicional, precisa, quer, e tudo o mais que viveu entre nós. Merda, eu tenho sorte. E tão indigno.  Eu prometi a você que eu iria lutar. Eu não sou estúpida o suficiente para abandonar-me em seu controle completamente, Q. Mas eu confio que eu conheço os seus limites ainda mais do que você. Eu confio em você... aqui. Ela largou a mão para descansar acima do meu coração. Ele correu e bombeado como uma coisa do demônio, contrariando sob seu toque.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Permita-se sentir. Deixe-se aceitar. Você é mais humano do que você quer acreditar. A suavidade na voz dela me enfureceu. Eu não considero deixar acreditar na verdade, eu a beijo em vez disso. Eu capturo sua boca como se fosse à última mulher na terra. A única mulher para mim. Minha língua espetou através de seus lábios suaves, doces, e eu tomei e levei. Eu roubei o seu gosto, sua respiração. A forcei a aceitar cada centímetro da necessidade de minha língua. Ela gemeu, pressionando com força contra mim, arrastando mais de mim até que eu não podia dizer onde seus lábios começavam e os meus terminavam. Meus dedos se apertaram em seu próprio acordo, procurando a doce rendição, o controle final. Beijei-a sufocando-a até que as pernas dela vacilaram, e eu a peguei quando elas se dobraram completamente. O conhecimento que ela deixa-me levá-la ao ponto de tal fraqueza fez o meu coração inchar até que ele já não cabia no meu peito. Eu não acho que eu iria encontrar nada tão satisfatório quanto causador de dor, mas a completa submissão e confiança era o mais poderoso afrodisíaco. Soltando-a, eu pego seu corpo flácido e levo-a em toda a sala. Passando pela lareira, longe das cadeias no teto, onde eu a amarrei pela primeira vez, indo em direção à parte de trás da torre. Tess pisca nebulosamente por falta de oxigênio.  Para onde estamos indo? Engolindo uma respiração profunda, completamente à mercê do meu pau latejante e desejo, eu reposiciono Tess em meus braços para puxar a cortina de veludo grossa fora da janela. O material verde escuro escorrega, caindo em uma poça como uma floresta derretida. Tess engasga e se aconchega mais perto, escancarando a cruz de tamanho humano. Sua madeira escura bem oleada e restrições de

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

couro vermelho brilhante de forma medieval e aterrorizante. Aparelho tal como estes foram utilizados para esfolar um homem vivo ou tirá-lo membro a membro. Era bárbaro. Era horrível. Era uma delícia. Tess estaria completamente contida. Completamente à minha mercê. Completamente minha. Ela gemeu e estremeceu, enviando ondas de choque de necessidade através de meus membros. Minha voz destilava negritude.  Está na hora de você começar sua iniciação no meu mundo, escrava.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Dois

Eu saboreio a pressão, as boas-vindas a queimadura, não pare ainda é a minha vez. Aperte seu aperto, me faça sangrar, esta é uma fome da qual eu preciso me alimentar...

Duas emoções lutaram dentro de mim: a incerteza e emoção. Eu ganhei a batalha que eu estava lutando durante quatro dias: Eu fiz Q ceder, porém a que custo? Eu não conseguia mais ler seu corpo, ele estava muito ferido firmemente, eriçado de luxúria. Seus olhos jade claros ilegíveis, fechados contra qualquer coisa, apenas o fogo da dominância. Olhando fixamente para a cruz, tudo desacelerou. A vida parou, e eu estava em uma pequena bolha de reflexão. Minha iniciação em seu mundo misterioso tinha começado, e eu oscilava no limiar, perguntando se eu veria a luz novamente. Minha garganta doía onde ele tinha me segurado. Sua grande mão tinha esmagado minha traqueia e ao

impulso,

arranhada,

lutar

até

que

ele

soltasse

tinha

sido

insuportável. Mas de alguma forma, eu sabia que Q precisava ser ensinado do fator mais importante de qualquer relacionamento. Ele teve que aprender que, para qualquer tipo de amor crescer entre nós, precisava de uma base firme para durar. Um alicerce baseado na confiança inabalável e fé em si. Eu disse que confiava em Q. Eu não confiava. Ainda não. E eu tinha a maldita certeza de que ele não confiava em mim. Nós dois nos

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

atrapalhamos no escuro, tentando descobrir as regras da nossa conexão, e até que aprendemos a ler e acreditar no outro, estávamos condenados. Meus dedos tocaram meu pescoço machucado; estremeci quando eu engoli. A dor era um experimento justificado para ver o quão longe Q iria. Eu tinha ficado uma batida de coração do estado de inconsciência, mas ele não tinha me empurrado sobre a borda. Eu permiti que a minha fé nele evoluísse um pouco. Q deslocou para o meu lado, assistindo meus dedos acariciando minha garganta. Seus olhos brilharam com vergonha e remorso, antes de ser engolido por um calor abrasador e escuridão.  Eu não vou pedir desculpas por ferir você. Você me provocou. Je ne peux pas me priver si longtemps4. Meu corpo reagiu derretendo, afrouxando, preparando-se para aceitar o seu corpo no meu. Os olhos de Q agiram como um acelerador para a chama lenta na minha barriga e se espalhou como um holocausto, transformando minhas entranhas em cinzas.  Eu não espero um pedido de desculpas. — Eu sussurrei.  Bom. Ele segurou meu rosto. Teria sido um movimento suave, mas Q ainda fervilhava com raiva silenciosa. Eu me segurei no chão quando Q passou um dedo atrás da minha orelha, colocando uma mecha que escapou atrás da minha orelha. Tremendo, eu olhei. Olhei profundamente no coração do monstro que eu tinha escolhido em detrimento de um doce garoto como Brax. Onde Brax era o sol, Q era o vazio infinito do espaço. O buraco negro cheio de mistério e mundos ocultos. Meus olhos deslizaram para 4

Eu só posso me negar por muito tempo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

a cruz. Estou em um mundo de dor? Q finalmente deixou todo o controle? A iniciação em seu mundo significava que eu tinha muito a aprender. Como eu poderia ser corajosa e quão forte era meu limiar de dor?  Eu fui estúpida, mestre. Meus olhos caíram para seus lábios. Eles estavam molhados de sua língua, fazendo minha boca encher de água só de pensar em beijá-lo novamente. Sua mão caiu da minha orelha, passando do meu mamilo e a caminho para baixo. Eu vacilei, e minha buceta apertou com o toque inócuo.  Você tem sido estúpida. Corajosamente estúpida, escrava. Eu balancei a cabeça, minha respiração superficial no momento que Q baixou a cabeça e beijou meus lábios suspirando suavemente. Eu desmaio dentro dele, desesperada para passar meus braços em volta do seu pescoço e pressionar meus seios contra sua força. Uma parte fundamental de mim, que não pensa, mas todos com sensor de parte sabiam que tinham que quebrar completamente Q antes que ele pudesse abraçar o lado mais suave do que poderíamos ter. Ele estava com medo. Mas medo de quê? Talvez porque nunca tinha tido uma ligação como essa antes. Talvez ele realmente acreditasse que ele era o diabo e incapaz de um amor verdadeiro. Mas eu não iria desistir dele. Q aprofundou o beijo, e eu gemi. Jogando meus braços em volta do pescoço, eu empurrei-o mais perto. Ele resmungou, firmando-nos na cruz de madeira atrás de mim. Então suas mãos capturaram meus pulsos e removeram à força de seu pescoço.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Você sabe que você é estúpida, e ainda assim você continua a me empurrar. Você tentaria golpear uma pantera quando a está caçando? Non, parce que la mort te trouverait rapidement5. Suas palavras foram cortadas como balas. Imagens de predadores e assassinato e sangue saturaram minha mente. Q nasceu em trevas, criado em circunstâncias que não iria compartilhar comigo, mas se qualquer um de nós foi danificado, era ele. Eu queria que ele já não temesse a si mesmo. Ele já não tinha que estar sozinho. Com meus pulsos algemados em seus dedos, eu disse:  Você quer saber o que eu pensei quando eu retornei para você. A promessa que fiz a mim mesma? Q congelou, as narinas dilataram. Eu levei o seu silêncio como uma aprovação e continuei:  Eu disse que ia lutar por você. Que você era digno disso. Eu não sabia então, e eu ainda não sei o que eu preciso para finalmente chegar até você... Eu inclino-me para frente, tentando chegar perto o suficiente para beijá-lo. Ele endurece seu domínio e não dá espaço para movimento.  ...Mas eu nunca vou parar. Eu estava certa. Você vale cada luta. Todo argumento e colisão na estrada. Eu vou lutar, porque eu estou apaixonada por você, Q. Como eu poderia não me apaixonar por esse homem? Este homem complexo, emocionalmente confuso. O protetor dos escravos e magnata imobiliário. Q era todos os meus pesadelos, fantasias e necessidades em um só pacote bestial. Ele era a minha droga de escolha e eu tinha sido o desejo dele por quatro longos dias. 5

Não, porque a morte iria encontrá-la rapidamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Não se apaixone por mim. Ele agarrou meus ombros. Seu toque era quente e as pontas dos dedos me marcavam com força.  Eu não posso ser responsável por isso. Meu coração batia muito rápido quando eu respirava seu perfume de sândalo e citrus. Seu corpo estava tão perto, ele me confundia com a luxúria e necessidade.  Ser responsável pelo quê? Eu levei um risco, abaixando a cabeça para beijá-lo em seu antebraço. O fio músculo saltou sob meus lábios, e ele a soltou, como se eu o tivesse mordido.  Tenho certeza de quebrar outras partes de você, mas eu não quero quebrar seu maldito coração.  Você não pode quebrar algo que é dado livremente. Uma pequena parte de mim queria que ele dissesse que ele valorizava, guardaria e nutriria para sempre, mas a suavidade ainda não estava lá. Ele lutou a cada dia com minhas exigências e expectativas. Eu sabia que ele fazia. Eu vi nos olhos dele, o jeito que ele me olhava com um misto de espanto e irritação, até mesmo um toque de

medo.

Em

um

momento

ele

respondia

a

minha

pergunta

aparentemente inofensiva, no próximo ele me expulsava tão facilmente como uma nuvem de tempestade engole a lua. Todos os dias eu ficava curiosa, cutucando. Sendo uma praga e um incômodo, à espera do dia em que seu autocontrole acabaria e me rasgaria em pedaços.  Chega. Q rugiu. Seu peito tenso de tal maneira que ele me empurrou com força contra a cruz. Minhas costas caíram contra a madeira

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

estranhamente quente. Eu vacilei à medida que Q pressionava seu longo corpo contra o meu, me imprensando completamente.  Agora não é o momento para falar sobre corações e paixões, escrava. Agora é o tempo para dor e sexo. Veja como os dois não se misturam? Ele empurrou, passando o rosto com a palma da mão com raiva.  Estou cansado. Muito cansado para continuar lutando. Eu quero você. Eu queria fazer você gritar durante quatro longos dias de merda. Tentei me comportar. Tentei parar a escuridão, mas você simplesmente não iria deixar. E agora é a minha vez. Você vai me dar o que eu quero. Tome esta necessidade doentia e obsessiva de mim e ajuda-me a conceder-me um alívio. Algo negro brilhou sobre o verde pálido dos olhos de Q. Algo que eu só tinha visto lampejos. Algo que aterrorizou tanto quanto me encantou.  Nem mais uma palavra, ou eu vou usar a mordaça de bola. Eu só quero gemidos e meu nome em seus lábios quando eu gozar em você. Entendeu? Ele respirou fundo, e a ponta do seu pênis cutucou no cós de sua cueca boxer, excessivamente duro e me chamando como um vício. Eu nunca me senti mais viva ou mais assustada.  Eu entendo mestre. — Eu sussurrei. Minha voz foi o tiro de partida. Q rangeu os dentes, visivelmente trêmulo. Ao longo de todo o processo, ele tinha procurado a minha permissão e ele sabia ou não. Ele derramou a tensão com raiva e descontração, transformou em um mestre composto. Eu esperei ele afivelar a miríade de cintas em torno de mim, mas ele fez uma pausa. Esperei e assisti.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Respirava e deliberava. Então ele caiu para frente, sua boca esmagando a minha. Meu pescoço protestou onde ele tinha me estrangulado e eu não conseguia respirar enquanto sua língua passou correndo a costura dos meus lábios e tomou. Meu Deus, ele tomou porra. Ele exigiu e seduziu com cada toque de sua língua. Cada lambida e varredura. O beijo realizava fúria e promessas. Seus lábios falavam o quanto ele já cuidou de mim, o tempo todo tentando me comer viva. Com as mãos desenfreadas, deixei-me fazer o que eu queria há muito tempo. Toquei nele. Meus braços voaram e meus dedos puxavam o seu cabelo grosso e curto. Ele gemeu quando eu cavei unhas profundas, lembrando de sua enxaqueca e como ele me deixou massageá-lo de volta para saúde. Como, por me deixar cuidar dele, minhas emoções floresceram e cresceram. Eu tinha sido uma posse, então. Agora, eu lhe pertencia. Eu era verdadeiramente sua, mas só porque eu escolhi. Eu tinha encontrado onde pertencia. Eu lutei pelos meus desejos. Q era tudo que eu queria e muito mais. Passando minhas mãos pelo seu couro cabeludo, eu capturei a parte de trás do seu pescoço, puxando-o para mais perto. Seu corpo tenso desembarcou em mim com uma guinada forte, apertando-me com força contra a cruz. Sua boca machucava a minha enquanto nossos lábios se fundiram e se chocaram um contra o outro. Espetando a minha língua com a dele, eu batalhei seu gosto até que nós dois estávamos arfando e arranhando o outro. Perdi o senso de quão duro eu apertei seu pescoço e ombros. Eu perdi a sensação de como é difícil os seus dedos cavando em meus quadris. Nada existia, apenas o nosso beijo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Doce dor afiada me fez ofegar. Meus olhos estavam regados quando Q me puxou para trás, lambendo os lábios a partir de um pequeno traço vermelho.  Você me mordeu. Eu ofegava. Abri a boca e passei a ponta do dedo sobre a minha língua já inchada. Sangue metálico agrupou apenas um pouco, engoli em seco. Ele olhou para mim não arrependido, olhos vidrados com luxúria.  Eu não podia parar. Eu tinha que provar você. Sua garganta ondulava quando ele engoliu, tendo uma parte de mim profunda nele. Meus pensamentos corriam. Embora Q era tão difícil de ler, eu comecei a ver a sua verdadeira profundidade de necessidade. Sua necessidade de cicatrizes e sangue e conexão primal. Ele não estava fingindo. Não era sobre a torção ou chicotadas. Foi puramente sobre me abrir, rachar minha própria existência, e me possuir. Eu estaria mentindo se eu não admitisse que me assustou. Eu gostava de dor. Eu amei a linha tabu de prazer em aceitar o beijo de um chicote ou um chicote subserviente inteiramente ao capricho do meu senhor. Mas eu não estava pronta para morrer. Será que Q nunca estaria satisfeito? Meu coração afundou, despencou direto de meus dedos. Pânico subiu na minha garganta, que formou um nó desconfortável.  Será que eu vou ser o suficiente? Será que eu vou ser capaz de lhe dar o que você quer?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q sacudiu na posição vertical, todo o seu corpo empurrou a um impasse rígido. Não foi até que ele deu um passo para trás desastrado. Eu percebi que tinha falado em voz alta. Ah Merda. Meus olhos voaram para ardentes jades de Q, e meu coração morreu um pouco mais. Tess, sua idiota. Apressando-me para frente, eu agarrei o braço dele e apertei seu músculo duro.  Não foi minha intenção. Eu sei que isso é tudo tão novo. É estranho... Para nós dois. Q olhou para mim como se eu fosse uma espécie de alienígena. Seus olhos ficaram em branco, rosto contorcido de confusão e de arrependimento. Eu coloquei minha mão na bochecha dele, desesperada para tê-lo de volta para mim. Eu quase poderia seguir seus pensamentos. Ver os respingos de sangue, o ódio por si mesmo. Quando ele não reagiu ao meu toque macio, eu tentei muito em seu lugar. Eu lhe dei um tapa. O barulho de carne contra carne bateu-o para fora de seu estado

zumbi.

Ele

piscou

os

olhos

esfregando

a

bochecha

distraidamente. Alguns segundos se passaram enquanto ele reuniu-se em conjunto. Finalmente, ele fez uma careta. Todo o fogo e desejo de antes brilhou em seu olhar.  Eu lhe disse para não falar a não ser que estivesse gritando o meu nome. Seu corpo ondulou quando ele permitiu seus demônios vir totalmente para a luz.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 E banir aqueles pensamentos de sua cabeça, escrava. Não importa o que eu diga você é o suficiente. Demais. Trop pura et parfaite pour un homme comme moi.6 Ele revirou os ombros, rosnando:  Mas isso não vai me impedir de tentar arruiná-la. Minhas pernas tremiam, e naquele momento eu não queria nada mais do que um simples abraço. Eu queria que ele fosse suave e doce, tocasse-me e me confortasse. Ele disse que eu era o suficiente, mas eu não tinha tanta certeza, e a insegurança me deixou desolada. Q não me deu tempo para chafurdar. Ele bateu contra mim, empurrando para trás com a força de uma parede de tijolos. Minhas costas conectaram com a cruz e o oxigênio fugiu de meus pulmões. Q baixou a cabeça e os lábios beijaram meu pescoço.  Q. Minha voz estava ofegante, um apelo para alguma coisa. Algo que eu duvidava que eu jamais fosse receber. Sua boca chupou duro na minha pele, deixando hematomas na carne delicada. Eu tremia em seus braços enquanto ele lambia ao longo da minha clavícula. Suas mãos percorriam de meus quadris até meu peito para encontrar os meus seios. Com um aperto irritado, ele tirou o peso, beliscou meus mamilos duros com os dentes e sussurrou em meu pescoço.  Ah! Eu sacudi quando uma fatia afiada queimou minha garganta. Minha boca estava aberta quando ele rodou e gemeu.  Você tem um gosto tão bom. Não é a sua pele, ou suor, ou perfume. O mais profundo de você. Sua força de vida. Seu sangue. 6

Tão pura e perfeita para um homem como eu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele lambeu novamente antes acalmando meus mamilos com os polegares.  Será que você desgosta? Será que horroriza? Precisamos disso para nos sentirmos conectados? Que esta é uma parte de ser amado por mim? Seu tom de voz deu a entender que ele esperava que eu dissesse que sim. Mesmo agora, apesar de eu lhe dar promessas e dormir ao lado dele enquanto ele sofria pesadelos de fazer as coisas indizíveis para mim, ele ainda me esperava sair. Eu só esperava em Deus que eu fosse forte o suficiente para manter minhas promessas.  Não. Eu entendo que você é o que você precisa. Eu não... Q me mordeu particularmente difícil, atraindo mais sangue. Sua garganta contraiu quando ele engoliu e quando ele foi para se afastar, eu abracei a sua cabeça para mim, forçando os lábios contra a mordida. Arrepios na minha pele quando seu hálito quente me carbonizou em cinzas.  Beba-me se isso é o que você precisa. Foda-me se isso vai ajudá-lo a acreditar. Je suis à toi7. Ele gemeu, empurrando seus quadris contra os meus, a dureza de seu pênis, presa em suas cuecas boxers, espetou contra o meu umbigo. Meu coração torceu quando meu núcleo derreteu. Minha mente ficou em espiral na escuridão, Q era tão bom em prestidigitação. Eu não me importava que fosse socialmente errado compartilhar sangue. Eu não me importava que a sociedade que protege mulheres ficassem horrorizados com o que eu deixei Q fazer para mim.

7

Eu sou sua.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O mundo não importava. Isso era nós. Esta foi o nosso jeito fodido de aprender a viver sem culpa e vergonha. Q mordiscou seu caminho até meu pescoço, ao longo da minha mandíbula, os meus lábios. Quando ele me beijou, ele não se conteve. Sua língua varreu profunda, trazendo com ele o gosto metálico da ferrugem e uma necessidade tão básica ameaçava roubar meus pensamentos, desaprender tudo o que eu sabia, e abraçar uma vida de pura existência para estar com Q. Suas mãos caíram para acariciar meu corpo. Espremendo meus quadris uma vez, ele capturou meu pulso direito e ventilou o meu braço para fora, ao mesmo tempo fodendo minha boca com a sua língua pecaminosa. Ele afastou-se quando o palma da minha mão tocou a madeira. Seus olhos estavam brilhantes e as pupilas dilatadas.  Tudo sobre você é meu. Você nega isso? Respirando com dificuldade, lutando contra o desejo de esfregar minha buceta contra sua perna, eu balancei minha cabeça.  Eu não nego isso. Com um aceno de cabeça, Q embrulhou um manguito de couro macio em volta do meu pulso. Com uma feroz expressão, ele apertou-o até que eu senti uma leve batida do coração em meus dedos. Uma rajada certeira de pânico aumentou do nada, agarrando o meu coração, tornando uma enxurrada. Q congelou, olhando para mim. A luxúria brilhando no seu rosto causou mais umidade. Eu não podia correr e o conhecimento virou meu corpo em incomparável.  Você está com medo. Sua voz estava tão rouca, eu mal entendia.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu abri minha boca para negá-lo, mas por que eu iria esconder a verdade? Q vivia pela verdade, ele lutou pelo medo autêntico.  Você amarrou-o tão apertado. Eu tenho medo de nunca ser livre. Ele riu.  E você acha que está livre quando você não está presa? Você não me conhece, escrava. Capturando meu braço esquerdo, ele repetiu o processo até que corações em miniatura zumbiam em meus dedos.  Você nunca vai estar livre de mim. Eu nunca vou ser livre de você. É o destino que decide, e por sorte nos uniu. Memórias do nosso juramento de sangue saltaram à mente.  Nous sommes les uns des autres8. Ele respirou fundo, seu rosto dançou com sombras causadas pelas primeiras nuvens da manhã. O sol manchado o quarto em focos de calor, mas não neste canto. Neste canto era permitida apenas sombra.  Oui. Ele se inclinou para me beijar, mas eu mantive meus olhos bem abertos. Incidindo sobre as maçãs do rosto esculpido e como dolorosamente solitário seu olhar pareceu. Nós nunca desviamos o olhar quando seus lábios trabalharam nos meus, suaves, mas perigosos ao mesmo tempo. Sua língua contornou a linha fina de disciplina e inquebrável paixão incontrolável. 8

Nós somos um e outro.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Suas mãos grandes seguraram meu rosto, segurando-me ainda quando ele inclinou a cabeça para o ângulo do beijo mais profundo. A parte de trás da minha cabeça bateu na cruz de madeira, e eu gemi quando ele pressionou todo o seu corpo muscular contra o meu. Sua pele nua aquecida e a minha febril, quente como o diabo. Afastando-se, Q respirou com dificuldade, a sua tatuagem de pardal vibra como louco. O preto rolando nuvens e arame farpado parecia ser particularmente violento, devorando mais aves, em erupção mais pena, em espiral em sua ânsia de liberdade. Q esperava que eu voasse para longe. Eu precisava encontrar uma maneira de provar que eu não iria. Um lampejo de inspiração bateu, e eu murmurei.  Você é minha asa. Você me fez voar. Ele congelou com suas mãos imóveis em minhas bochechas. Seus olhos claros gravados na minha alma. Q não era apenas meu mestre no quarto. Ele era o dono do meu coração. Por fim, ele sussurrou em sua voz profunda, acentuada.  Você roubou a minha solidão. Eu posso ter dado-lhe asas, mas você se tornou minha gravidade. Eu nunca vou ser livre de sua força. Eu derreti. Se meus braços não tivessem presos na cruz, eu teria jogado em torno de Q e escalado seu corpo. Eu libertaria sua ereção de suas cuecas boxers e me empurraria em cima dele. Eu precisava de conexão. Eu necessitava dessa ligação. Entrelaçar-nos. Imprimir e devorar-nos. Q

parecia

sentir

da

mesma

maneira.

Seus

olhos

se

transformaram de fundo e latente a brilhante e cintilante. Sua

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

compostura apertada para enrolada. Um predador, um lobo, um assassino prestes a entrar em sua presa.  Sem conversa, Tess. Estremeci com a maneira como ele disse meu nome. É realizada a cada centímetro de emoção que não podia verbalizar. Q caiu de joelhos, batendo contra o tapete branco grosso. Ele puxou minha perna esquerda para alinhar com a cruz e afivelou em um forte movimento. Eu tropecei, contando com as algemas em torno de meus pulsos para dar-me equilíbrio. Enquanto seus dedos trabalhavam em volta do meu tornozelo, enviava espasmos de consciência intensa até minha coxa, Q murmurou:  Um dia, eu vou quebrá-la completamente. Um dia, eu vou ser forte o suficiente. A emoção de sua confissão disparou como uma flecha através do meu coração. Eu queria com toda a minha alma contar a ele que eu pedia a Deus que ele fizesse, mas eu não acho que ele quis dizer isso assim. Ele não queria me quebrar até que eu estivesse arruinada, ele queria me possuir completamente. A diferença era que eu não achava que sabia que Q quis dizer realmente isso. Ou, talvez ele quisesse dizer isso, e eu era uma garotinha idiota. No entanto, eu caí de volta e disposta no papel de escrava que excitava meu mestre e me deixava louca. O papel que garantia sexo explosivo, batalha de vontades, e profunda satisfação. Reunindo uma respiração profunda, eu assobiei,  Não. Você nunca vai me quebrar. Q estalou. A barreira caiu de uma vez por todas. Com os dedos brutais, ele espalhou a minha outra perna e me garantiu firmemente contra a

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

madeira quente. Lá se foram as carícias suaves. Este foi puro controle animalesco. Ele ficou em um movimento rápido, pegando as duas peças de couro pendurado em cada lado do meu quadril. Empurrando-os em toda a minha barriga, ele apertou-os. Ele não disse uma palavra, mas olhou e ousou e pelejou com os nossos olhos. O quarto estalava com a frustração reprimida, promessas não cumpridas, e uma ligeira corrente de medo. Cujo medo eu não sei, mas é adicionado à espessa nuvem de emoção que nos rodeia. Q se inclinou para frente, chegando por trás do meu pescoço. Protegendo a última alça restante, ele olhou no fundo nos meus olhos.  Você será a responsável pela nossa morte. Medo não diluído verdadeiro correu através do meu sangue. A tensão da correia em toda a minha garganta significava completa submissão. Algo que eu nunca realmente esperava apesar de eu deixar Q me dominar. Eu posso ser uma masoquista, mas eu não era uma submissa, e é por isso que Q precisava de mim. Uma vez que a correia estava apertada em toda a minha garganta, e eu estava realmente imóvel, Q arrastou seu dedo da ponta do meu nariz, meus lábios para baixo, sobre a minha garganta e seios, mergulhando nas minhas costelas e barriga direto para minha boceta. Ele acariciou meu clitóris, uma vez, duas vezes, antes de se mudar mais baixo. Eu tremia com cada milímetro que ele tocava. A necessidade de tê-lo assumiu a cada pensamento. Seus olhos apertaram enquanto seu dedo mergulhou dentro de mim bem devagar. Meu queixo se abriu e eu gemi com a posse de lazer. Seu dedo sentiu como puro êxtase. Eu estremeci ao redor de seu toque, sugando-o mais profundo, o meu corpo implorando por mais. Q rosnou, pressionando cada vez mais até que os nós dos dedos estavam dentro de meu núcleo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Foda-se, você está molhada. Cada vez, Escrava. Toda vez, você está pronta para mim. Sua voz tinha um prazer maravilhado. Meus quadris tentaram trabalhar, para seduzi-lo ainda mais, mas as tiras se tornaram a prisão perfeita. Ele pressionou mais profundo. Eu gemi quando ele curvou o dedo para acariciar meu ponto G.  Você mentiu. Você disse que eu não poderia quebrá-la. E, no entanto, aqui eu estou quebrando-lhe, pouco a pouco. E você porra adora. Seu corpo grita a verdade. Quando você vai admitir isso? Eu mostro os dentes, meu corpo era um vulcão fundido, cada erupção de células sanguíneas.  Nunca. Ele riu. O som escuro ecoou em meus ouvidos, no meu pescoço e na minha espinha.  Nunca é muito tempo. Aliviando-me,

ele

rapidamente

inseriu

dois

dedos,

me

esticando amplamente, persuadindo o meu corpo para aceitá-lo, independentemente da intrusão súbita. Minha cabeça caiu para frente, e tudo que eu queria fazer era me render. Para deixar Q fazer o que ele queria, para aquecer o ataque de sensações. Mas para Q deixar ir, eu tinha que fingir. Fingir que ele me assustava e me machucava, e me horrorizava. Eu não queria pensar como isso me perturbava eu não entendia por que Q necessitava que fosse assim. Pela primeira vez, eu não gostei do papel. Eu queria que ele soubesse o quanto eu precisava dessa parte dele, para deixá-lo saber que estava tudo bem comigo. Mais do que bem viver por ele. Eu queria gritar para ele bater-me, me foder, rebaixar-me, mas eu não podia

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

porque a permissão não era o que procurava. Era à caça, a perseguição, o crime de causar agonia. Q deu um passo para trás. Meus pensamentos gritaram a uma parada enquanto andava a distância, indo em direção à arca espelhada. Ele levou o seu doce tempo escolhendo entre os restos espalhados sobre o tapete. Estiquei o pescoço, tentando ver, mas a correia à volta da minha cintura e da minha garganta me matinha presa no lugar. Finalmente, ele caminhou para trás, olhando cinzelado e determinado em seus shorts negros de pugilista. Suas mãos ficaram atrás das costas, obstruindo qualquer equipamento de tortura o qual ele planejava usar.  Por mais que eu queira marcar você, gravar meu nome em sua barriga para que você sempre saiba a quem pertence, eu não estou pronto. Quando eu quebrar sua pele virgem, eu não vou parar, e eu não quero viver com outro vício ainda. Seus olhos queimaram quando ele não tinha a intenção de confiar esses pensamentos. Seu rosto escureceu quando ele limpou a garganta.  Eu estou te dando uma escolha. Dor forte ou dor irradiada. Pisquei, tentando descobrir o enigma do brinquedo que Q tinha nas costas. Quando eu não respondi, ele rosnou.  Uma resposta, escrava, ou eu vou usar os dois. Acredite em mim, eu quero usar tudo em você de uma vez, mas eu não sou um assassino. Ele baixou a voz.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Bem, não um assassino de mulheres, pelo menos. A imagem de Q dando um tiro no homem a sangue frio bateu em minha cabeça na noite que ele me encontrou, sendo estuprada e maculada pelo Motorista e Bruto. Baixei a cabeça, voluntariamente me engasgando com a cinta, tentando esquecer. Você está implorando, tesouro? Você me quer? Acho que ela está lhe pedindo para foder. Melhor dar o que ela quer. Meu corpo ficou dormente com a lembrança de ser tomada por força. A dor, os sons dele como a porra de um animal no cio dentro de mim. Faça-o parar!  Foda-se. Q fechou a distância entre nós, em uma fração de segundo, e capturou meu queixo.  Eu o mataria mil vezes mais pelo o que ele fez, mas eu me recuso a deixar que você pense sobre ele. Q beijou tanto as minhas pálpebras, murmurando.  Você prometeu que só pensaria na nossa noite juntos. Purgar o filho da puta de sua mente. Ou eu vou chicoteá-lo fora de você. Estranha mistura do Q de doce e duro parou a memória e empurrou o estupro fora da minha mente, mas eu não podia me livrar do gosto metálico dos dedos do motorista em minha boca. Eu precisava de Q para me chicotear; para me forçar a obedecer e queimar as memórias.  Machuque-me, mestre. Faça-o desaparecer. Eu quero dor aguda. Eu quero que você corte o mal.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha respiração estava presa, e meu corpo tremia com o início do medo real. Eu me ofereci para Q para me deixar livre uma vez por todas, mas eu também lhe permiti verdadeiramente me machucar. Ele não iria segurar, não agora. A umidade entre minhas pernas aumentou e meus dentes batiam quando Q respirou fundo, soltando um dos itens em suas mãos. Ele deslizou contra o tapete, encontrando-se como uma cobra adormecida; qualquer momento iria levantar a cabeça e atacar com presas mortais. Q ergueu o outro braço, me mostrando o que ele pretendia usar. Minha frequência cardíaca explodiu. Em sua palma havia um chicote de nove caudas. A alça do chicote intrincado explodiu a partir de um cilindro de espessura em nove pedaços de couro letal. Cada fio foi tecido com pequenos grânulos de prata ao longo do comprimento. Adrenalina tomou conta de mim. Minha pele corou e eu mexia nas amarras. Parecia doloroso. Ele parecia cruel. Parecia que iria pulverizar os meus pensamentos e transformar o meu corpo em uma entrecruzada canvas de agonia. Tentei manter a calma, tentei manter o meu coração de galopar fora de controle, mas merda, eu não podia. O chicote era muito perigoso. Meus olhos voaram para o seu.  Não. Eu não posso. É demais. Medo invadiu grosso e rápido quando Q sorriu levemente, balançando a cabeça.  Se isso é o que é preciso para eliminar esse filho da puta do seu cérebro, que assim seja. Ele se afastou um pouco, deixando o chicote balançar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Q... por favor. Eu não estou pronta.  Você nunca vai estar pronta para isso, Escrava. Eu sei disso, e eu me odeio por que eu estou prestes a fazer, mas eu não vou parar. Ele abaixou a cabeça, me observando de olhos sombreados.  Então me ajude, eu quero chicoteá-la. Chore por mim, Tess. Ele bateu. O chicote de múltiplo frisado assobiou pelo ar e lambeu minha barriga nua. Cada cordão de prata cavou fundo em minha carne, me chamuscando com dor. Eu gritei, sacudindo nas tiras com o calor do primeiro chicote. Q gemeu com seu corpo inteiro vibrando, com os olhos fixos na cor vermelho já florescendo no meu estômago. Seus lábios se separaram quando suas narinas se dilataram, quase como se ele poderia realmente provar a minha dor e medo.  Não me odeie pelo o que eu preciso. Ele implorou, pouco antes de ele atacar novamente. O grupo de músculos quando ele balançava definia sua tatuagem que vibrava com as sombras. O chicote me beijou brutalmente enquanto as pequenas contas morderam como pequenas presas. O primeiro sabor de lágrimas quentes. Através de meus olhos vidrados, Q dançou e tremeu, minha visão ficou frouxa de adrenalina. Eu entrei em pânico e odiando que eu não podia me mover. Isso não foi divertido ou sexy ou erótico. Eu era uma prisioneira com um monstro que era meu mestre. Um homem que não confiava em seu próprio autocontrole. Uma única lágrima em cascata rolou pelo meu rosto e o peito de Q levantou-se com intensidade.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Eu quero mais do que uma Tess. Ele

veio

para

frente

e

beijou

abaixo

de

cada

olho,

sussurrando:  J'aime te marquer9. Eu balancei a cabeça, não sendo capaz de falar. Tão fodida com muitas emoções. De alguma forma ele virou isso contra mim. Eu queria isso. Eu sabia disso, mas Q tinha me bloqueado, abraçou sua maldade, me deixando para trás. Eu era uma garota estúpida por pensar que eu poderia levar Q a diante. Para tentar amar este homem que tinha tantas questões. O que me faria forte o suficiente para ser o que ele precisava? Q deu um passo para trás, e eu apertei meus olhos. Eu não queria vê-lo de cerdas com luxúria enquanto ele me batia. Eu não queria testemunhar o modo como seu corpo perfeito flexionava quando ele balançava. Eu não queria qualquer parte disto. Esperando na noite foi uma eternidade de tortura, mas Q não atacou. Eu esperei e esperei, mas não veio o beijo do chicote ou a mordida de talão me tocou. Hesitei abrir os olhos, então a minha boca se arreganhou quando um gemido de cortar a alma irrompeu dos meus lábios. Q se ajoelhou entre minhas pernas atadas. Sua boca fechada para minha buceta inchada, e ele lambeu como se ele fosse morrer se ele não bebesse tudo de mim. Oh, Deus.

9

Eu amo marcar você.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seus

dentes

encontraram

meu

clitóris,

e

ele

mordeu

suavemente. Não havia nenhuma outra parte do meu corpo, exceto que existia a pequena e sensível protuberância. Q agarrou minha bunda, puxando minha buceta com mais força contra sua boca. Sua língua espetou dentro de mim e eu gritei.  Q. Porra. Por Favor. Sim. Ele gemeu quando meu corpo chorou. Umidade escorreu da minha coxa, misturando com a saliva de Q. Segurando-me cativa com uma mão, ele empurrou três dedos dentro de mim. Eu gritava em êxtase enquanto balançava a mão. Sua boca centrada no meu clitóris enquanto seus dedos me dirigiram em um frenesi. Meus joelhos tremeram, e eu desejei que eu pudesse cair em queda em sua boca, me empalar em seu pênis. Seus dedos me levaram ao céu, mas seu pênis seria puro delírio. Uma banda afiada de um orgasmo construiu em minha parte inferior da coluna, irradiando através da minha barriga para agarrar em torno do dedos de Q. No mesmo instante, ele parou e ficou em um forte movimento. Eu fiquei de boca aberta ofegante e amaldiçoando-o. Meu corpo tremia com a necessidade de vir; a necessidade de se separar e se render. Q levantou o braço, e o chicote lambeu meu baixo ventre. As nove peças de couro vermelho persuadiram sombra e dor para florescer. Tentei curvar-me, para proteger meu estômago inocente, mas a cruz me segurou inerte. Q me bateu de novo, desta vez mais alto, logo abaixo dos meus seios. Minha caixa torácica berrou quando as pequenas contas machucaram minha carne. Novamente ele balançou. E mais uma vez.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

As nove caudas choviam em mim. Parecia que Q entregava um temporal: o trovão do seu prazer, meus sentimentos girando numa rajada de bolhas, e nove faíscas de raios todos entregues de uma só vez. Eu transcendia. Meu corpo entrou no domínio da sensibilidade insano e eu recebi o chicote. A dor se transformou em prazer insuportável até que eu reverberei com abrangente falta. Meus pensamentos rodaram como luzes brilhantes e meu corpo lamentou para a liberação. Pela décima vez, eu arqueei minhas costas, empurrando os meus seios para fora, acolhendo a gula da punição. A respiração de Q murmurou, e os nossos olhos nunca deixaram

um

ao

outro.

Ele

parecia

selvagem

e

indomável

e

completamente diabólico. Metade de mim o odiava por me arrastar sobre o ponto de dor e me transformar em um monstro como ele, mas o outro o adorava. Nada sobre sexo entre nós jamais seria fácil e completamente consentido. Quando nossos olhares se encontraram Q atingiu largura. Minha coxa uivava das tiras de couro me esfolarem.  O que você quer de mim? Por que você me deixa te quebrar? Ele agita o seu peito com esforço. Meu coração agitou e me perguntei se eu ousava dizer a verdade. Dizer a ele o que eu esperava que ele se tornasse. O futuro que eu ousei imaginar. Ele me chicoteou em minha barriga, logo acima da estrutura de vermelho da vez anterior. Eu estremeci e sofri uma onda de prazer que quase me fez vir de nenhum outro estímulo.  Fale escrava. Para cada segundo que você fracassar, eu vou bater em você. Eu fiquei boquiaberta, lutando pelas palavras certas. Gritei quando, fiel à sua palavra, ele me bateu novamente na minha coxa

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

esquerda. Marcou-me com nove listras vermelhas e manchas das esferas.  Eu quero que você me machuque, mas eu também quero que você se importe comigo. Eu explodi, vibrando com a necessidade de vir. Ele ecoou em meus dentes, ele dançou na dor das marcas. Cada centímetro de mim estava amarrado para fora da borda. Ele fez uma pausa, relaxou sua postura para executar as nove caudas de gato através de suas mãos como faria com um animal de estimação.  Eu me importo com você. Pra caramba. Você virou-me ao avesso e mudou todo o meu mundo. Tudo rolou a um impasse. Eu nunca esperava que ele fosse tão honesto. Talvez ele deixasse cair os muros quando ele rejeitou as barreiras para seus demônios. Nós não nos movemos como se aterrorizados fôssemos quebrar o momento. Nossas almas foram despidas e livres para um breve momento. Os

olhos

claros

de

Q

escurecido,

escondendo

a

sua

vulnerabilidade. Ele correu o chicote por entre os dedos fortes, uma vez novamente. Tremi nas ligações à espera da próxima chicotada, temendo, querendo-o, desejando-o.  Jusqu'où tu me laisserais aller?10 Ele murmurou tão baixo, que eu mal ouvi. Meu coração parou de bater, e eu vim em branco. Eu não poderia responder a sua pergunta. Eu não sabia qual era o meu limite. Eu

10

não

quero

colocar

limites

em

aprender

a

Até onde você iria me deixar ir?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

coexistir,

e

eu


The Rose Traduções

definitivamente não queria mostrar a profundidade do medo que eu tinha de Q acabar por ir longe demais e me matar. Os olhos de Q encontraram os meus. Ele deixou a mão segurando a queda do chicote para o seu lado. Ele revirou os ombros, e minha pele polvilhou com arrepios. O ar crepitava com energia repentina. Q abaixou a cabeça, olhando para mim debaixo de sua sobrancelha escura.  Eu entendo porque você não vai responder, escrava. Eu não tenho uma resposta. Engoli em seco quando ele tomou um passo mais perto, obliterando a pequena distância entre nós, trazendo seu calor e proximidade a escaldar a minha pele. Sua mão livre segurou meu pescoço sobre a alça enquanto seus quadris pressionaram contra mim duro e rápido.  Você não lutou quando eu cortei o seu oxigênio antes. Por quê? Eu balancei a cabeça, tentando erguer livre, mas seus dedos se esticaram, me segurando tão firmemente como o couro em meus membros. Q respirou com dificuldade, nunca olhando para longe de meus olhos. O verde pálido desbotado das suas pupilas dilatadas por prazer.  Você me deixou decidir até onde ir. Ele sussurrou com espanto em seu tom. Seus dedos apertaram em volta do meu pescoço, prejudicando os músculos da coluna já machucada. Meu coração correu e contraiu quando mais adrenalina explodiu rápido e veloz, arqueando no meu sangue. Mas eu me recusei a implorar para ser liberada ou para Q ter cuidado. Esta era uma batalha que ele tinha que ganhar dele mesmo. Cada respiração superficial era um sofrimento para Q cortar lentamente

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

do meu suprimento de ar. Quando eu cresci em vertigens, Q lambeu os lábios e se inclinou para me beijar. O domínio áspero de seus dedos não combinava com o beijo macio e sensual que ele concedeu. Ele não me beijava. Ele me adorava. Cada sussurro de sua língua prestava homenagem. Cada engate de sua respiração enviou ao meu coração acelerado até que era um borrão no meu peito. Amarrada à cruz, tudo que eu podia fazer era deixar Q dar o que ele queria. Sua ereção saltou mais difícil contra mim, quando ele enfiou a língua fundo, lambendo minha boca, me devorando. Quebrando o beijo, Q recuou, segurando o chicote de nove caudas. Ele colocou-o no meu ombro e muito, muito lentamente deixouo cair, por isso fez cócegas e escorreu pelo lado esquerdo do meu corpo. Eu tremia quando uma cauda pegou meu mamilo, enviando um pico em uma ponta dolorosa. Centímetro a centímetro, Q assistiu o rastro de seu chicote na minha barriga e no quadril, caindo como uma cascata de couro para beijar minha coxa vergada. Pensamentos correram nos olhos de Q, e eu gostaria de poder decifrá-los, decifrar e encontrar a chave para possuir seu coração, corpo e alma. Puxando para trás, ele enfiou os polegares em suas cuecas boxers e puxou para baixo. Minha boca ficou instantaneamente seca. Assistindo a este homem feito cada parte minha entrou em combustão em uma chuva de fogo. Seu pênis saltou livre, pesado e aquecido com a necessidade. O short de pugilista descartado caiu até os tornozelos, e ele chutou para fora sem cuidado. Tão orgulhoso e com certeza, quase arrogante, mas o distanciamento que eu confundi no passado era realmente um rígido controle da paixão. A vontade de ferro dobrara e se esforçou para ficar humano durante todo o tempo que incitava-o a representar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Descartando o chicote com um movimento do pulso, Q baixou a mão para embrulhar em torno de seu pênis grosso. Ele acariciou uma vez, duas vezes. Seus dedos longos encerrando-se plenamente enquanto ele bombeava forte e seguro. Eu não conseguia respirar. Eu não conseguia pensar. Tudo dentro tremia. O orgasmo apenas fora do alcance ecoou na minha buceta, apertando, chamando o pau perfeito de Q. Eu queria ter os dedos de Q. Eu queria ser a sua carne. Eu queria ser o seu pau para receber tais prazeres. Eu queria tudo sobre ele, mas ele não me deu nada. Eu parei meus olhos até seu físico, sobre o estômago rígido, deslizando sobre sua tatuagem intrincada junta em seu peito, até o restolho-suave em seu queixo e lábios entreabertos até que finalmente olhei-o nos olhos. Era como se o mundo explodisse em seu eixo, tropeçando, girando, me atirando de cabeça em pecado e deboche.  Você me quer. Não é, Tess. Q caiu para rude e sussurrante. Ainda acariciando-se com uma das mãos, ele veio para frente e segurou entre as minhas pernas abertas. Eu gemia quando seu toque agiu como gasolina em um inferno já em chamas.  Q, por favor. Eu gorjeio minha língua pesada demais para formar frases adequadas. Seus dedos eram pequenas bananas de dinamite, e eu implorei para iluminá-los para uma explosão cataclísmica. Ele oscilou em relação a mim, acariciando-se mais difícil, gotas brilhantes de présêmen. Meu coração vibrava em meus ouvidos. Eu lutei contra as restrições. Eu precisava estar livre. Eu precisava lamber e mordê-lo. Eu

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

precisava transar com ele com uma urgência que eu nunca tinha sentido antes. Q falhou em sua respiração.  Você quer ser livre? Ele acariciou meu pescoço, lambendo a pele ferida a partir de sua mordida mais cedo.  Você nunca vai ser livre de novo. Je te garde pour toujours11. O oxigênio não tinha mais como mérito, Q inseriu dois dedos dentro de mim, que pulsavam em tempo com os golpes em seu pênis. Eu rebolava desesperada para chegar mais perto. Seus dedos não eram suficientes. Leve-me! Possua-me. Q gemeu quando ele agarrou a si mesmo, trabalhando duro.  Foda-se, eu quero o meu pau dentro de você. Para estar profundo em sua escuridão, sua umidade, a sua boceta doce do caralho. Ele apertou outro dedo na profundidade, e minhas costas curvou-se. Eu gemia, olhos fechados com força contra o cerco de euforia.  Faça-o. Por favor, Deus, faça-o.  Então, ansiosa. Tão interessante. Ele rosnou, sua mão trabalhando mais duro, com os dedos estrangulando seu pênis. Eu gemia, balançando a cabeça.  Para você, sim. Sempre para você.

11

Estou mantendo você para sempre.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele tremia, gemendo baixinho.  Só para mim, Escrava. Toda minha. Ele usou os dedos mais fortes. Seu polegar encontrou meu clitóris, rodando em tempo para o tempo que ele estabeleceu. Embalando, possuindo, tremendo. Seu polegar era pura magia, conjuração de roda, o que provocou a energia para se centrar em seu toque. Meu estômago ficou tenso quando meu núcleo apertou ao redor dele, exigindo ser preenchida, ser satisfeita e tomada, mas apenas Q manteve a batida erótica enlouquecedora. Impulso, redemoinho, empuxo. Sua mão trabalhou sua ereção, trazendo mais sangue para o pênis, por isso, mais excitado e chorou com líquido claro. Líquido, eu queria isso. Suas bolas apertaram sentadas no alto e cheias, esforçando-se com a necessidade de vir. Com os dedos ainda dentro de mim, Q parou de se acariciar se atrapalhando com uma das correias em torno de meus pulsos. Eu gemi quando o aperto liberou, deixando jorrar sangue em minhas mãos. Ele nunca vacilou em seu ritmo quando ele desfez as algemas ao redor do meu pescoço e do outro pulso. Quando fiquei livre, ele colocou a mão em seu pênis. Seu calor aveludado era como o gatilho em minha libertação. Meu corpo ficou preso ao redor de seus dedos no momento que ordenhava duro. Bom pra caralho. Minha mão apertou Q firmemente. Ele assobiou, mas não se importou. Tudo que eu podia focar era na emoção inebriante de finalmente ceder ao orgasmo doendo em meu corpo. Senti-me eternamente pesada como se a gravidade tivesse aumentado mil vezes e, em seguida, eu deixei ir, abraçando a próxima onda de meu orgasmo, pulsando ao redor do meu coração, apertado em volta da minha coluna vertebral e parte interna das coxas, ardência de necessidade.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q bateu minha mão do seu pênis e retirou os dedos.  Não! Engoli

em

seco

quando

o

orgasmo

vacilou,

e,

sem

estimulação, retrocedeu como uma onda lamentável.  Por quê? Deixe-me gozar. Por favor, deixe-me gozar! Eu implorei, pegando-o com os braços libertos. Ele

abaixou-se

fora

do

alcance,

desencadeando

meus

tornozelos antes de ficar em pé novamente. Arrastando os dedos sobre meu torso, ele virou as mãos para garras, unhas arranhando através de mim. Ele não rompeu a pele, mas a queimadura ativada das marcas de chicote incentivava a arder. Alcançando minha cintura, ele desfez a correia definitiva e me puxou da cruz. Com uma boca sombria, ele murmurou.  Eu não terminei com você ainda. Quando você gozar, você vai se sentir inacreditável e você não será capaz de se mover. Ele me abraçou, pressionando sua testa contra a minha e com uma respiração profunda.  Prometa obedecer a tudo o que eu digo. Se você ainda pensar em se rebelar ou falar contra mim, eu não vou ser responsável. T'as compris?12 Eu fiquei sem palavras. Para Q exigir que eu o obedecesse, para permitir-lhe total controle e aceitação nunca aconteceu. Ele gostava da luta, da negação. Eu queria fazer tantas perguntas, mas segurei minha língua e assenti.

12

Você entende?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu teria prometido fazer qualquer coisa se isso significasse que eu poderia finalmente alcançá-lo. Q se afastou um pouco, fazendo um sinal com o dedo para que eu o seguisse.  Venha aqui. Meus pés moveram por sua própria vontade. Eu queria lançar sobre ele e enfrentá-lo no chão. Ainda que Q não fez nenhum movimento para terminar o que começou. Meus olhos dispararam entre seu olhar intenso e pau pesado. Q apontou para o chão nos seus pés.  Ajoelhe-se. Com o coração correndo, eu obedeci, dobrando-me para o chão tão graciosamente quanto pude com dez toneladas nos membros. O tapete grosso acolheu, aliviando um pouco da dor da cruz. Q colocou a mão na minha cabeça antes de caminhar lentamente atrás de mim. Seus dedos ficaram trancados com os meus cabelos, puxando-o um pouco. Com as mãos poderosas, ele reuniu os fios. Eu tremi. Ele capturou cada mecha e onda incontrolável, então torceu os fios grossos até que ele fez uma loira corda. Com um empurrão, ele puxou minha cabeça para trás até que meus pés estavam atolados na minha bunda.  Eu gosto de ser capaz de controlá-la desta forma, escrava. Sua boca desceu sobre a minha. O constrangimento de cabeça para baixo adicionou um novo dimensão ao nosso beijo, e eu abri ampla para deixar sua língua me possuir. Controlando-me com o meu cabelo, Q roubou minha respiração, fazendo-me contorcer. Minhas mãos cerraram em punhos em minhas coxas, e eu queria mais do que tudo eu mesma me tocar e vir. Eu não podia

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

suportar a dor por muito mais tempo, a necessidade insuportável a ponto de explodir. Retirando-se do beijo, Q enrolou meus cabelos em volta do meu pescoço. Os fios que agradam envoltos ao meu pescoço me fizeram claustrofóbica. Pequenos estouros de pânico estouraram na minha corrente sanguínea. Eu não acho que poderia ser estrangulada novamente. Q caminhou de volta para ficar em minha frente, meus olhos caíram para seu pênis. Pré-sêmen manchava a parte inferior de sua pele aveludada. Lambi meus lábios. Sua barriga ondulava com a necessidade e ele gemeu, dando um passo mais perto. Os nossos olhos queimaram um ao outro e nós não dissemos uma palavra. Ele ficou parado, além da ligeira contração de seus quadris, o fundamento inconsciente para dar-lhe o que eu queria desesperadamente. Sentei-me mais alto em meus joelhos, chegando com as mãos trêmulas para apertar seu comprimento quente. Meus dedos fecharam em torno dele, apertado e implacável. Sua cabeça caiu para trás, e o gemido arrastado de sua garganta vibrava na minha buceta. Se ele continuasse gemendo, parecia que eu viria a partir do poder apenas de sua voz. Eu acariciei-o uma vez e as mãos pesadas pousaram na minha cabeça, exercendo um pouco de pressão, me dando um pedido. Minha boca encheu de água quando abaixei a cabeça. O cabelo apertou em torno de minha garganta. No momento em que a minha língua tocou seu pênis, eu sabia por que ele laçou o meu cabelo em volta de mim. Minhas vias aéreas estavam já comprometidas. Chupando o pênis diminuiu ainda mais. Respiração profunda não ajudava cada respiração tornou-se uma luta. Minhas narinas ficaram bem abertas e chupei o perímetro de Q profundo em minha boca. Ele enfiou os dedos nos meus fios,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

segurando minha cabeça prisioneira quando minha língua rodou por baixo e os meus lábios apertaram com força ao seu redor. Ele balançou mais profundo em mim, pressionando para baixo em minha cabeça.  Leve-o. Porra. Minha buceta apertou, e eu poderia ter gritado com o quanto eu queria seu pau dentro de mim. Raiva e frustração borbulharam e eu ousei raspar os dentes ao longo de seu comprimento, testá-lo, mostrando-lhe como na borda eu estava. Ele empurrou com mais força, fazendo com que o meu queixo bloqueasse e dentes estragasse tal carne delicada. A cabeça grossa de seu pênis atingiu a traseira da minha boca e a vontade de tossir me sufocou. Tentei respirar fundo, mas o meu cabelo não permitiu que meus pulmões enchessem. Desespero cresceu e cresceu, até que meu peito doía e meu coração galopava. E ainda assim eu continuei chupando, mantive acariciando. Q estava em uma dimensão diferente, acariciando a cabeça, pegando a minha boca com os olhos fechados com força.  Sua boca é como o céu. Ele resmungou. Seu pênis ondulava quando eu chupava mais forte, determinado a fazê-lo verdadeiramente dizer o que ele disse. Eu o queria desvendar. Eu queria que pudesse respirar novamente. A ansiedade me fez negrito. Eu deslizei uma mão entre as pernas e coloquei nas bolas. Ele sacudiu. Seus quadris pararam sua busca. Por um segundo, eu me perguntei se ele ia me parar. Talvez eu não tivesse permissão para tocá-lo lá, mas o segundo passou, e ele relaxou novamente. Eu apertei a carne tenra, rolando-os em meus dedos. Ele se contorceu, e suas coxas musculosas tremeram. Olhando para cima, eu

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

vi como ele estava naquele momento. Seus olhos bem fechados, a boca em um careta. Ele parecia um semideus mal. Uma relíquia viva do sexo pecaminoso. Abrindo mais amplo, eu o deslizei dentro e fora, lambendo e lambendo enquanto eu apertei suas bolas mais duro. Eu queria lhe fazer gozar. Eu queria roubar a borda fina de seu controle e fazê-lo perder. Vou levá-lo selvagem, Q Mercer. Ficando mais corajosa, eu corri minha mão ainda mais entre as pernas. Ele se acalmou, mas eu não lhe dei uma oportunidade de decidir se ele gostava. Com dois dedos virados para cima, eu pressionei bastante na pele entre suas bolas. Ele apontou quando eu encontrei o nó mais espesso da pele, a zona erógena pequena do tamanho de uma noz, também conhecido como o ponto G masculino. Apertei de novo chupando seu pênis profundamente em minha boca. Q engasgou e puxou de volta, mas eu fui com ele. Eu mantive meus lábios colados ao redor dele e minha mão firmemente entre as pernas. Sofri manchas pretas em minha visão quando meu cabelo lentamente me asfixiou, mas mantive um ritmo: sugar, apertar, chupar, fazer pressão, movimento entre as pernas, meu firme toque é inflexível. Q soltou um gemido alto.  Merde. Pare! Eu não parei. Eu adicionei os dentes na minha aspiração. Flexionei meus dedos, ignorando tudo o mais, mas percebendo Q perdeu o controle.  Foda, foda, foda.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Foi um jogo de canhão, um pino perdido de uma granada. Q perdeu.  Foda-me, escrava. Merde. Seus dedos agarraram minha cabeça, me segurando como refém enquanto seus quadris empurraram violentamente na minha boca. Eu nunca deixei a pressão entre as pernas, persuadindo seu ponto G, que comprime a veia que alimenta suas bolas com sangue.  Tu me vas tuer. C'est tellement bon. Mon Dieu.13 Minha boca vazou saliva, incapaz de fazer qualquer coisa, mas aceitar a moção de Q. Meu pescoço cresceu molhado quando eu driblei e meu braço explodiu em fogo de manter a pressão. Q grunhiu como um animal selvagem. Sua garganta dizendo maldições, seu corpo vibrou com a agressão, e toda a sala encheu-se com o cheiro de sexo. Eu estava à beira de desmaiar, meu corpo entorpecido e fraco. Q gemeu até as pontas de seus dedos. Sua barriga endureceu, congelou as pernas, e sua espinha subiu. Então ele veio.  Foda-se... Ele rosnou, jorrando para baixo na parte de trás da minha garganta, em cascata quente e salgada na minha língua. Onda após onda eu engoli em seco, e ainda assim ele continuou gozando. Engasguei e ele puxou, fazendo punheta em si mesmo. Com golpes furiosos, ele ordenhou o último de seu orgasmo, ofegando enquanto ele continuava jorrando, me encharcando em gotas pegajosas brancas em meus seios. A imagem de Q elevando-se sobre mim, seu rosto furioso e vermelho, enquanto os olhos brilhavam com a sua libertação, era um espetáculo para ser visto. Eu queria capturar o 13

Você vai me matar. É uma sensação muito boa. Meu Deus.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

momento, selá-lo no meu cérebro, lembrar da tinta de sua tatuagem, o sabor almiscarado dele na minha boca, e o conhecimento que o levou a quebrar. Com as mãos trêmulas, eu desembrulhei meu cabelo de meu pescoço, e cuspi como eu podia. Toda a minha boca doía, e minha buceta se sentia injustiçada, menosprezada por não ser fodida e dada a mesmo tipo de liberação que Q experimentou. Respirando e engolindo, Q manchou uma gota quente no meu mamilo. Instantaneamente o orgasmo brilhou outra vez vivo, o que provocou, implorando, fixando meus dentes na borda. Por favor, coloque-me fora da minha miséria. Sem tirar os olhos dos meus, Q chegou debaixo dos meus braços e me ajudou a ficar em pé com as pernas bambas. Seu rosto fechado, ilegível.  Você precisa de mim, Tess? Eu sacudi com o poder e apelo sexual irregular em sua voz. Meus olhos precisando fechar, eu estava bêbada sobre a necessidade de vir. Eu balancei a cabeça, impaciente. Ele abaixou-se, portanto, quase no nível dos meus olhos.  Você precisa de minha língua em sua boceta? Meus olhos se fecharam, golpeados pela imagem de Q me lambendo, me mordendo, fazendo-me desvanecer.  Sim. Eu gemi.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seus dedos acariciaram meu outro seio, dando-lhe o mesmo tratamento que o primeiro. — Você vai ficar ao redor em constante agonia se eu não te foder? Seu polegar e o indicador beliscaram meu mamilo, enviando ondas de necessidade através do meu ventre para o meu núcleo. Raiva ressuscitou. O que diabos ele estava fazendo? Não era justo. Ele não estava certo. — Você sabe que eu ficarei com vontade. Ele agarrou meu peito duro, fazendo-me gemer e estremecer. Eu balancei em direção a ele, tentando tocar seu pênis ainda duro. Se ao menos ele me deixasse usá-lo. Ele não tem que fazer nada. Eu poderia montá-lo para ter satisfação. Mas sua voz era uma chicotada. — Não me toque. Choque arrancou meus olhos arregalados, minha pele corada de vergonha e dor. Eu olhei profundamente em seu olhar, procurando a razão de sua negação. Ele balançou a cabeça. —

Você

quebrou

uma

regra

fundamental.

Você

me

desobedeceu. Suas costas ficaram retas, ombros apertados e tensos. — Você tirou meu controle, escrava, e isso é algo que você acabou fazendo. Fazendo-me perder é o pior tipo de desobediência. Você me apressou. Você levou o que não era seu para ter. Seu tom brilhou com aviso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

— Eu disse que não seria responsável se você não fizesse o que eu dissesse. Engoli em seco. Eu não poderia lidar com outra sessão na cruz, a não ser que eu gozasse. Minha mente estava mexida. Eu precisava relaxar, descontrair, e salvar a minha sanidade mental. Ele correu o polegar sobre meu lábio inferior, tremendo de controle. Não. — Seu castigo é chicotadas ou correntes ou qualquer outro tipo de tortura que você parece gostar. Eu não poderia suportar isso. Eu tinha que saber. — O que você pretende fazer? Q sorriu. Ele era dois lados de uma mesma moeda, um momento cheio de remorsos, o próximo vingativo. — Pretendo não fazer nada. Pressionando a mão entre minhas pernas, ele espetou dois dedos em profundidade. Minha testa colidiu contra seu peito enquanto eu dobrava em seus braços. Meus quadris se moveram em sua mão, a minha respiração acelerou quando meu orgasmo construiu super rápido. Retirando os dedos, ele lambeu-os limpos. Fiquei balançando, uma massa pulsando de nervos e terminações. — Se você se der prazer, eu vou saber. Se você gozar antes de eu dizer que você pode, eu vou negar-lhe prazer durante um mês. Você ficará na borda até eu lhe dar permissão. Ele se curvou para beijar minha bochecha tão ternamente. — Só então eu vou transar com você como você quer ser fodida. Só então é que eu deixarei você gritar meu nome.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A frase era uma tortura. As lágrimas saltaram aos meus olhos, e eu cheguei para pegar a mão de Q. — Por favor. Eu balancei a cabeça. — Q, por favor. Eu vou fazer o que quiser. Ele sorriu suavemente, correndo os dedos pelo meu cabelo loiro, abanando-o para fora como uma cortina nos meus ombros.  Não faça isso de novo, Tess, é o que eu quero de você.  Eu prometo. — Fiz um sinal em meu coração. — Nunca. Eu tentei capturar seu pênis, mas ele me evitou em direção ao banheiro.  Lembre-se que você trouxe isso para si mesma. Se vista. Estamos atrasados. Surpresa fez a minha voz guinchar.  Atrasados para quê? Q riu antes de desaparecer no banheiro.  Nós estamos indo para o trabalho. Eu disse que queria que você trabalhasse comigo. Hoje é o dia.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Três

Você é a minha obsessão, eu sou sua posse, você possui a parte mais profunda de mim... Eu corri. Eu fugi como uma maldita menina. Meu corpo sentiu uma estranha espessura, saciado, mas raiva e ferocidade. Eu queria dar um soco em algo. Eu queria gritar para Tess pelo que ela fez. Eu queria atacar alguém estúpido o suficiente para vir dentro agarrando a distância. Eu tinha que dar o fora de lá. Ela me obrigou. Ela me fez perder o controle. Eu nunca perdi o controle. Batendo a porta do banheiro, eu espreitei para a pia preta e coloquei minhas mãos em ambos os lados da bacia. Curvando-me mais, eu chupava uma respiração irregular, tentando acalmar o rápido ritmo do meu coração. Meu pau ainda inflado, mesmo depois de gozar soprando duas cargas de uma vez. Eu quase me afoguei quando eu explodi em sua garganta. Isto não estava bom. Eu não estava satisfeito. Eu era um monte de coisas, mas satisfeito não veio nem perto porra. No instante em que eu pensei sobre o seu toque, seus dedos pressionando tão forte entre as minhas pernas, porra, meu estômago tremia e meu paubastardo cresceu grosso e pesado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Nunca antes havia roubado uma mulher o que era meu singularmente. Nunca antes tinha alguém me feito gozar antes de estar pronto. Elas sabiam que não deveriam ser tão ousadas. Tess sabia melhor, mas ela não me deu uma escolha. Meus olhos bem fechados, e tudo que eu podia ver era um replay. Seu cabelo estava fiado ouro entre os meus dedos enquanto eu guiava a sua boca sobre o meu pau. Seus quentes e úmidos lábios selados em torno de mim, a minha volta tingida com fogos de artifício, e minhas bolas apertaram dolorosamente. A corda de cabelo estrangulou-a pouco a pouco e eu esperei que ela se afastasse, para brilhar para mim com acusatórios olhos azuis e se recusar a me dar prazer. Mas ela não o fez. Ela inclinou-se ainda mais, estrangulando mais rápido. Sua boca se encheu de deliciosa lubrificação e ela adicionou a emoção afiada de dentes. Tudo o que ela fez foi perfeito, e meu orgasmo começou lento e promissor. Então ela arruinou empurrando a mão atrás das minhas bolas e descobriu a porra de lugar que me fez em desordem. Eu vacilei quando sua mão foi onde ninguém tinha tocado antes. As pontas dos dedos pressionados, esfregando-me diretamente em tormento. Meu orgasmo mudou de marcha lenta para ultrassônica. Merda! Parecia incrível. Além de surpreendente, meu corpo tremia. Eu me afastei, cavando os dedos dos pés no tapete, tentando adiar o lançamento, mas ela se mudou comigo. Ela não me deixou ir. Sua mão maldita ficou pulsando, balanço, e sua boca se tornou o navio perfeito para descarregar. Meus pensamentos se transformaram em uma longa corrente de maldições quando eu lutava duas emoções conflitantes. Desejo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Terror. Desejo, porque ela me deixou louco. Eu esqueci quem eu era. Esqueci-me por que tinha que ficar no controle. Esqueci-me de tudo, mas agarrando a cabeça e fazendo-a engolir o meu gozo. Terror porque as paredes entre mim e a besta foram destruídas. Apagado por uma frágil menina dobrada entre as minhas pernas. Ninguém estava seguro quando isso aconteceu. Abri os olhos, encarando-me no espelho. Você é um filho da puta, Mercer. Eu devia dirigir de volta para o quarto e finalizar Tess espalhar suas pequenas pernas sexys e mergulhar profundamente dentro dela. Ela quase chorou quando eu lhe neguei. Foi uma jogada de boceta para deixá-la ficar na borda depois que ela me deu o melhor orgasmo da minha vida, mas eu estava chateado. Além de chateado. Confuso. Meus dedos arranharam a bancada de mármore, e eu lutei contra a outra emoção que não me esforcei para reconhecer. O ressentimento. Ressentimento em relação à Tess, mas principalmente por mim. Eu não podia parar. Toda a minha vida, eu me orgulhava em ter o controle sobre o meu corpo, dos meus pensamentos e necessidades. Mas em um movimento, Tess desfiou aquelas concepções, aniquilando minha contenção valorizada, e me transformou em uma porra. Homem das cavernas. Ela roubou meu controle e, em vez de combatê-la, eu me abandonei em seu toque, me enfeitiçou, me prendeu, permitiu meu corpo governar minha mente. Como eu poderia confiar em mim de novo?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu suspirei, virando-me para entrar no chuveiro de mármore preto. As superfícies eram tão altamente polidas que conseguia ver meu reflexo. Assombrado. Meus olhos estavam assombrados, e a verdade do por que eu estava brilhou com tanta raiva. Tess atraiu mais e ela tomou um elemento de posição dominante, e se eu fosse honesto, eu odiei. Mudando o chuveiro, eu vacilei nas gotículas frias que instantaneamente ficaram quentes. A alfinetada de calor ajudou levar para longe minhas emoções, e eu agarrei o sabão para ensaboar o meu peito. Memórias de tomar Tess no chuveiro pela primeira vez vieram à mente quando eu deixei cair as minhas mãos para as bolhas no meu pênis. Ela estava tão magoada e arruinou mentalmente o estupro. Mas eu gostava de achar que a minha maneira não tradicional de substituir a memória comigo mesmo ajudou a remover a dor e choque de seus olhos. A água escorria para longe do corpo de Tess, e eu gemi quando eu apertei um pouco demais. Rangendo os dentes, eu acariciava novamente. Irritado, violentos golpes de tirar o castigo para fora na parte do meu corpo que não obedeceu. Eu queria mais. Eu queria dirigir profundamente dentro dela e fazer a sua promessa para nunca mais me faz sentir tão controlado novamente. Ela me fez sentir... Fraco. Não o homem que eu conhecia. Fez-me macio, e eu nunca tinha tido um momento macio na minha vida. Minha mão trabalhava mais, agarrando muito apertado até que a cabeça do meu pau latejava. Espalhando minhas pernas, eu me preparei para uma liberação rápida, mas fiz uma pausa. Isso não era

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

justo. Por que eu deveria começar a vir de novo, quando Tess provavelmente está vivendo um pesadelo agora mesmo? Demorou

e

com

minha

mandíbula

apertada,

mas

eu

desenrolei meu punho e deixei meu pau livre. Meus músculos agruparam apertados, e não importava quanto tempo eu fiquei no chuveiro, eu não conseguia relaxar.

Vinte minutos mais tarde, eu saí do meu quarto vestido com um terno cinza escuro. A cor cinza refletia meu humor perfeitamente: tenso, tesão, e inteiramente fodido sobre uma mulher que me tinha pelas bolas. Literalmente. Perseguindo através da minha casa, encontrei Tess na sala de carrossel onde eu a coloquei após o horrível incidente com Lefebvre. A roupa que eu tinha comprado para ela permanecia aqui. Nós não tínhamos feito à mudança dela para o meu quarto. Essa etapa final, para admitir que nossas vidas tinham se unindo não tinha sido tomada ainda, e eu não sabia se eu estava agradecido ou irritado. Tess estava sentada na ponta da cama, rolando a meia-calça por sua pele suave, colocando-a no lugar com uma cinta liga que espreitava por baixo de uma saia justa. Ela se reunia ao redor de seus quadris, de modo que parecia mais como um cinto, e foda, eu queria rasgá-lo de cima dela. Tess estava certa sobre eu desfrutar de rasgar suas roupas. Era um símbolo. Uma maneira de rasgar e destruir sem matá-la. Ela olhou para cima e pulou direto para os pés, segurando o peito. O blazer perfeitamente cortado abraçou suas curvas enquanto a camisa creme frágil debaixo mostrava sombras de pele e sutiã.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha boca encheu de água, engoli em seco contra a vontade de jogá-la por cima do meu ombro e voltar para cima. Castigá-la. Ela estava tentando me punir, também, e eu tive o suficiente para uma manhã.  Q. Merda, você me assustou. Ela revirou os ombros, derramando o choque em seus olhos, substituindo-o com interesse e atração.  Eu nunca vou me acostumar a você se movendo tão silenciosamente. Você é como um fantasma estúpido. Eu dei um sorriso triste.  Meu silêncio vem a calhar quando eu quero ser inédito. Eu dei um passo em direção a ela, já ostentando uma ereção.  Eu gosto de ver você enquanto você pensa que está sozinha. Ela mordeu o lábio, formigando com a energia. Seus olhos se fixaram nos meus lábios e eu joguei a cautela e ressentimento e todas as outras emoções fodidas que eu sentia pela janela maldita. Agarrei-a pela parte de trás do pescoço, puxando-a para mim. Ela engasgou, suas mãos subiram para firmar-se no meu peito. Minha pele eletrificou debaixo da dela. Rosnei.  Acontece que eu estou me punindo por puni-la. Eu corri minha língua sobre seus lábios, mordiscando-a, provocando-a.  Eu não gosto disto. Ela suspirou, apertando-se com força contra mim. Ela tremeu quando balançou seus quadris contra minha perna.  Isso significa que você vai me deixar entrar?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Sua voz era um fio, doendo com a necessidade. Fui buscá-la para jogá-la na cama. Eu não conseguia pensar direito; tudo o que eu queria era a sua boceta em volta do meu pau.  Merde. Je suis désolé!14 Tess congelou em meus braços, olhando por cima do meu ombro em direção à porta aberta. Um sorriso envergonhado floresceu em seu rosto, as faces coradas em rosa brilhante.  Bom dia, Suzette. Eu gemi. Aquela mulher tinha a pior merda de tempo do mundo. Eu deixei Tess para baixo, arrastando para fora no momento, esgueirando-a sobre o meu corpo. Ela tentou ficar composta na frente da equipe, mas seu batimento cardíaco zumbia em seu pescoço e meus olhos se prenderam na pequena mordida que eu tinha dado a ela. Sua pele ligeiramente sombreada dos meus dedos não gentis. No momento em que Tess estava em seus pés, eu girei para enfrentar Suzette com os olhos apertados e frustrados escurecendo minha voz.  Qu'est ce qu’il y a?15 Ela abaixou a cabeça, sorrindo timidamente para Tess atrás de mim. Dane-se o vínculo de irmandade que elas tinham. Eu gostava que Tess tivesse amigos. Eu gostava que a minha equipe a amava. Mas eu não gosto de ser o terceiro volante, de quem eles falam no momento em que eu estava fora do alcance da voz.

14

Eu sinto muito.

15

O que é isso?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 O helicóptero está esperando para sair. O capitão me pediu para vir e encontrar você. Você perdeu uma decolagem há mais de uma hora atrás. Empurrando o meu punho, eu verifiquei meu Rolex, o mesmo Rolex que eu roubei do meu pai depois que eu dei um tiro na cabeça dele. Merda, eu tinha perdido uma reunião pela manhã, também.  Diga a ele que nós vamos sair em quinze minutos. Eu pedi, caindo em modo CEO. Suzette saiu correndo, e eu girei para enfrentar Tess. Eu não conseguia ficar em torno dela, a necessidade de molestá-la era muito forte. Engolindo o desejo, eu apontei para a mordida em seu pescoço.  Cubra isso. Vou encontrá-la no andar de baixo em cinco minutos. E eu corri novamente. Como um maldito bichano.

Eu encontrei o que eu procurava no recanto de leitura no patamar do segundo andar. Esquecido foyer, bem iluminado e arejado, era a ilusão perfeita de liberdade final, todo o tempo restante na casa.  Bom dia, Sephena. Ela se encolheu, abraçando a sua última edição da revista de moda para o seu peito e se encolhendo na cadeira. Seu joelho projetava duramente sob o jeans que eu tinha comprado para ela, e ela se recusou a usar qualquer coisa, somente folgados suéteres que escondiam seu quadro magro. Minhas mãos se fecharam em punhos no momento que a raiva infiltrou em mim. A noite em que Franco trouxe Sephena aqui ela

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

estava vestida com um biquíni enrolado em seu corpo, como uma múmia egípcia. Os bastardos doentes que a venderam gostavam de descontraí-la, fazê-la tonta, picá-la e deixá-la chapada até que ela estivesse nua e forçada a fazer sabe Deus o que.  Bom dia, senhor. Sua voz tímida nunca passou de um sussurro. Ela se recusou a fazer contato visual comigo, preferindo olhar para a revista. Eu odiava o cheiro de medo, abatido com a alma destruída e o corpo batido. A besta em mim dobrou o rabo entre as pernas, quando confrontado com a presa que já foi quebrada além do reparo. Meninas danificadas traziam a necessidade de protegê-las de danos, mas elas também me transformaram completamente. Eu lutava em querer salvá-las e querer matá-los apenas para colocá-los fora de sua miséria. Eu fiquei distante, indo para o corrimão para dar-lhe algum espaço.  Você quer que eu chame seu marido? Tenho certeza que ele adoraria conversar com você. Ela balançou a cabeça violentamente, enviando cabelo castanho emaranhado por todo seu rosto. Lágrimas derramaram instantaneamente nas suas bochechas.  Não! Eu não posso. Ele não pode me ver assim. Eu não posso. Não... Por favor, não me faça isso. Eu levantei minha mão, lutando contra a vontade de correr de tal desespero. Eu não podia correr a partir deste. Esta foi à razão da minha existência. Minha única qualidade redentora para compensar a maldade que vive em mim.  Você pode ficar aqui o tempo que for necessário. No entanto, ele sabe que você está aqui.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu liguei para ele no momento em que eu soube a sua identidade. A polícia local localizou seus entes queridos através de uma busca de pessoas desaparecidas. Sephena tinha sido roubada de seu marido enquanto estava em sua lua de mel na Grécia. Três malditos anos ela pertenceu a um bordel de luxo para os empresários. Um lugar onde perguntas não eram feitas, qualquer perversão bizarra era permitida, e todos os lábios foram selados. Sephena sentou-se com lágrimas escorrendo em seu colo. Em um devaneio horrível, ela se transformou em Tess. Quebrada, desnutrida, e quebrada além do meu alcance. O pensamento de Tess nunca ser desse jeito sufocou meu coração com tanto medo que eu não conseguia respirar. Tess nunca será como Sephena. Tess é minha. Vou protegê-la para sempre. Eu precisava sair.  Se você quiser alguma coisa, por favor, não hesite em perguntar. Eu não vou apressá-la para falar com seu marido, mas logo você vai ter que enfrentar seu passado e seguir em frente, se você quiser ter alguma chance de felicidade. Você precisa de quem você ama e não ficar escondida em um casarão como este. Eu dei a ela um leve sorriso e desci as escadas. Meus pensamentos se voltaram para Tess. Ela iria trabalhar para mim e seria uma espécie de alívio. Seria bom ter um relacionamento diplomático. Puramente negócio. Eu não seria capaz de tocá-la. Ela seria minha empregada completamente fora dos limites. Talvez então meu cérebro finalmente fosse vê-la como algo diferente de uma mulher de temperamento forte que eu desejava quebrar. Talvez eu pudesse me forçar a mudar, reconhecendo que ela era minha igual. Você ainda vai querer o seu sangue, seu desgraçado. Suspirei pesadamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Mesmo que desse certo harmoniosamente, significava toda outra questão de fofoca do escritório. Como eu iria explicar para a minha equipe por que a mulher com quem eu vivia não poderia sentarse sem pestanejar, ou por que ela teria de aplicar maquiagem em seu pescoço para manter certas marcas escondidas? Eu disse que ia lutar por você. Que você merecia. Você vale cada luta. Cada argumento e colisão na estrada. Eu vou lutar, porque eu estou apaixonada por você Q. A voz de Tess estalou na minha cabeça. Será que ela realmente queria dizer isso? Eu não poderia ser honesto com ela embora. Eu tinha assassinado meu pai, enterrei meu pai caipira bêbado filho de uma mãe, e fodi uma escrava quando eu a libertei, tudo porque a minha força de vontade tinha uma data de validade. Ela me odeia. Eu me odiava. Não. Tess nunca saberia. Era melhor assim. Uma única pessoa sabia tudo sobre Frederick, e um deles era mais do que suficiente. Mesmo Suzette e Franco não tinham ideia do que realmente havia acontecido. Eu preferia viver no escuro. No meu próprio. Eu não queria que Tess conhecesse o meu verdadeiro eu. Ela correria. Ela

quebraria

sua

promessa

e

sairia.

E

isso

era

completamente inaceitável. Uma risadinha cumprimentou meus ouvidos quando entrei no salão, em direção à cozinha. Eu mantive meu rosto em branco, mesmo que eu quisesse fazer uma careta quando encontrei Tess e Suzette inclinando-se, com as mãos ao redor de xícaras fumegante de café.  Então você está indo para os Escritórios Moineau? Você está com medo?  Medo? Por que eu estaria?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Perguntou Tess.  Bem, lidando com Q em casa é ruim o suficiente. Trabalhando para ele... Os olhos de Suzette voaram para cima, conectando-se com os meus. Desta vez não me contive e encarei com uma cara de aborrecimento.  Você terminou Suzette? Ela corou um tom claro de marrom e correu para a despensa. Tess riu, tomando um gole de seu cappuccino.  Não há necessidade de jogar laser sobre a pobre mulher com os seus olhos. Ela só queria ter certeza que eu estava preparada mentalmente. Eu

bufei,

indo

em

direção

ao

leite

derramado

e

perfeitamente feito. Suzette pode não saber quando manter a boca fechada, mas ela fazia um café muito bom. O sol aquecia o topo da minha cabeça e ombros através da clarabóia e a cozinha brilhava com a luz da manhã. Tess não tirava os olhos de mim enquanto eu bebia o líquido quente. Eu me mantive bem guardado. A maneira como ela se sentou com os cotovelos sobre a mesa e copo aos lábios, sua camisa mostrando vislumbres de seu sutiã que mal cobria os seios. Pedaços de vermelho feitos a partir de marcas de chicote fez meu pau engrossar em minhas calças e tudo que eu queria fazer era pegar uma faca, cortar fora sua roupa, e transar com ela. Minhas pernas bloquearam no lugar quando a necessidade de endurecer construiu atrás dos meus olhos. Cada parte de mim se sentiu errado, não completo até que eu a levasse. A levasse gritando e gemendo e chorando por mais.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Foda-se, eu queria a sua boceta agarrando ao meu redor. Eu queria apagar suas entranhas com seu orgasmo para que ela me sentisse durante todo o dia. Pense em outra coisa. Sephena. Pensem nas mulheres pobres quebradas que lidavam com bastardos como você e não sobreviveram. Isso colocou um fim a minha luxúria, mas apenas o suficiente para que eu não fodesse Tess na frente da equipe. Maldição, eu tenho que manter a minha distância o dia inteiro para resistir transar com ela em público. Suzette vagou fora da copa, com os braços carregados de farinha e outros ingredientes. Seu corpo rolava sobre si mesma, tentando ser tão pequena quanto possível. Ela chupou em uma respiração instável.  Sinto muito, senhor. Eu não queria falar fora de hora. Seus olhos avelã tinham o mesmo terror aleijado que usava para assombrá-la quando ela veio pela primeira vez para mim. Eu trabalhei tão duro para remover aquele olhar fragmentado, a parte dela que estava com defeito foi quebrada pelos bastardos que quebraram seus ossos para o seu prazer. Eu coloquei o café e belisquei meu nariz. Eu estava em um rolo hoje. Mijar em todos e ser um idiota.  Eu não estou com raiva. Está tudo bem. Eu deixei cair meu braço para acariciá-la no ombro, mas ela recuou para trás, tremendo. Maldição, ela tinha regredido.  Não se atreva a me temer, Suzette. Eu nunca vou te machucar. Tess congelou na banqueta sem tirar os olhos de Suzette. Qualquer um com metade de um cérebro podia ver que ela não era a mesma mulher despreocupada que tinha sido apenas momentos atrás.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ela era um fantasma de seu ser. A escrava abatida que estava tão mal mutilada internamente que ela nunca teria filhos. Minhas palavras pareciam afundar, e Suzette balançou a cabeça lentamente. Aos poucos, os ombros relaxaram, e ela colocou um dos ingredientes em cima do balcão.  Desculpe. Lapso momentâneo, isso é tudo.  Você está bem? Tess sussurrou. Meus olhos foram para ela. Seu corpo estava espelhado no de Suzette, tenso, curvado de proteção a partir de qualquer inimigo. Tess não me contou o que aconteceu no México, mas se ela já tivesse, eu não seria responsável pela série de cadáveres que seriam deixados para trás. Nós tínhamos feito uma promessa de caçar os estrupadores, e eu planejava começar essa viagem hoje. Nós já esperamos muito tempo. Suzette sacudiu-se, derramando o último medo restante.  Claro. Ignore-me. Finja que você nunca viu isso. Ela acenou com a mão, rindo. Parecia genuíno, se não para a borda frágil.  Eu estou indo para começar a minha lista de afazeres. Eu vou te ver quando você voltar hoje à noite. Sem

outra

palavra,

ela

saiu

correndo

da

cozinha

e

desapareceu. No segundo que ela saiu, a concupiscência inacabada entre Tess e eu estourou numa consciência de arrepiar. Tess respirou seu café esquecido.  Você é a razão pela qual ela está melhor. Você é a razão pela qual ela pode rir e aproveitar a vida novamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O temor em sua voz me tocou profundamente. Eu nunca tinha ficado orgulhoso do homem que eu era, mas a aprovação de Tess significava tudo.  Não foi só comigo. Ela curou-se por encontrar outro interesse. Sua cura não tem sido fácil. Tess sacudiu a cabeça, os olhos brilhando com reverência.  Ela não estaria viva se não fosse por você. Sua

voz

tornou-se

grossa

e

rouca,

meu

pau

reagiu

instantaneamente. Ela pulou para fora do banco, movendo-se em direção a mim como uma boneca perfeita: Aureola loira, pele de porcelana e cílios grossos que guardavam o par mais impressionante de olhos que eu já tinha visto. O olhar que ela me deu me desfez. Ela me aceitou. Ela me queria. Ela me fez sentir digno. Eu estava mudo. Perdi a sensação do calor de minha xícara de café. Eu esqueci como piscar e respirar. Tudo o que eu podia fazer era olhar para a mulher que estava com sucesso me quebrando em pedacinhos apenas por estar vivo. Que diabos está acontecendo comigo? A necessidade entre nós cresceu arqueando com a eletricidade estática. Os lábios de Tess se separaram, e eu não podia olhar para qualquer outro lugar. Demos um passo em perfeita harmonia, compelidos a estar mais perto, incapaz de viver com qualquer distância entre nós. Lambi meus lábios, quase em dor física com a necessidade de beijá-la. Para chicoteá-la. Fodê-la. Estrangulá-la. Possuí-la. Meu peito bombeava quando cheguei para capturar a parte de trás do seu pescoço. Seu cabelo estava enrolado para cima, liberando sua pele

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

nevada. A vontade de arrancá-la em meu abraço vibrou meus músculos. Imagens de devastá-la na despensa brilharam em meus pensamentos. Nós nunca fazíamos no quarto. Eu precisava dela. Disso. Caralho.

Em

segundo

lugar.

Tess

estava

imóvel,

respirando

superficialmente, os pequenos botões em sua camisa esticaram contra seus seios.  Eu quis dizer cada palavra. Eu sussurrei. Abaixando a cabeça

para acariciar sua

garganta, me afogando no aroma de geada que era exclusivamente Tess.  Humm... Ela gemeu, estendendo a mão para as minhas lapelas, arrastando-me para mais perto. Perdi o equilíbrio, bati nela, obrigandoa a fazer o backup e colidir com a bancada da cozinha.  Você é a minha gravidade. Je suis à toi16. Murmurei. Como eu poderia foder esta mulher, dormir ao lado dela, e cuidar dela quando eu nem a conhecia? Meu coração a conhecia, meu corpo pertencia a ela, mas eu não era dono de sua mente. E eu queria. Precisava. Agarrando seus quadris, eu posicionei meu pau. Sua barriga esticada tremia quando pressionei com força contra ela, prendendo-a contra o balcão.  Eu preciso conhecer você, Tess. Eu preciso possuir toda a última coisa sobre você.

16

Eu sou seu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Possessividade rosnou no fundo da minha barriga e músculos trancaram com raiva. Eu queria ser dono dela, passado, seu presente e seu futuro. Eu queria ser o seu primeiro e último e fodê-la para sempre. Eu queria limpar tudo de sua vida em que eu não era o ponto central. Porra. Meu lábio caiu sobre os dela, e nós gememos alto. As mãos dela desapareceram por volta da minha cintura, freneticamente tentando puxar minha camisa do cós. Sua língua entrou na minha boca sem desculpas, roubando todo o pensamento racional. Ela exigiu raiva. Ela exigiu feroz e brutal, mas pela primeira vez, pela primeira vez na história, eu queria beijá-la docemente. Eu não conseguia parar a baixa risada que me escapou. Ela quebrou o beijo e arqueou uma sobrancelha. Eu balancei a cabeça, ainda tonto do sabor do café e Tess na minha boca.  Nada. Eu murmurei.  Você não pode rir no meio de um beijo e recusar-me a dizer Q. Uma de suas mãos deu a volta na frente das minhas calças, deixando cair a xícara. Eu vacilei, curvando-me mais perto quando ela puxou-me com força.  Eu quero saber. A fera rugiu dentro, e eu lutei contra a vontade de esbofetear a mão de Tess à distância. Ela estava ficando muito ousada em torno de mim. Ela não tinha medo suficiente para satisfazer a doença dentro, mas, ao mesmo tempo, o seu toque virou-me inacreditável.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Foi-se a compulsão de ser doce. Doce... Falo três línguas, mas não conseguia entender essas palavras. O que quer que se esconda dentro nunca iria aprender. Era um momento de insanidade para pensar o contrário. Mas eu queria manter Tess em uma parte e para fazer isso, eu tive que me domar. Não importa o quanto à coleira faria mal. Afastando-me, eu quebro o domínio de Tess em mim e pego o meu café. Engoli em seco de volta, acolhendo o escaldão na minha língua, a dor ajudou. Ele limpou os pensamentos emocionais frívolos e fez-me reagrupar. Trabalho. Eu tinha que me concentrar no trabalho. Não desta mulher que virou meus pensamentos e corpo contra mim. Evitando o olhar de Tess, coloquei o copo de café vazio na pia.  Nós temos que ir. Estamos atrasados, e Deus sabe o que aconteceu com a minha empresa nos últimos quatro dias. Eu abotoei meus botões do blazer e alisei a gravata de seda. Arriscando um olhar para Tess, minha garganta fechou levando em seu olhar. Seu rosto estava vermelho, febril, os olhos brilhantes, que disparam raios azul-cinza para o meu pau.  Eu estou em agonia, Q. Eu preciso de um pouco de alívio. Você não pode esperar que eu passe o dia ao seu lado e que isso saia da minha mente. Ela chegou mais perto, mas eu capturei as mãos, mantendoas de destruir o meu autocontrole.  Por favor, por favor, me foda. Maldição, como eu poderia recusar isso? Como eu poderia recusar o meu próprio corpo? Uma neblina vermelha manchou minha visão e a besta rosnou profundamente dentro.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Foda-se tudo. Eu daria a ela o que ela queria. O que eu queria. O que precisávamos.  Senhor, o seu vôo está pronto para decolar. Meu queixo chicoteou até encontrar Franco, chefe da minha segurança e irritante filho da puta, no meio do salão. Ele abaixou a cabeça, esfregando uma mão sobre a cabeça com um sorriso divertido. Seus

olhos

verdes

nunca

desviaram

o

olhar,

porém,

sabendo

exatamente o que estávamos fazendo. Merde. Vou ter que demitir toda a minha equipe se eu quero ter Tess nua novamente. Todos eles eram determinados a me manter longe dela.  Bem. Nós estamos indo. Rosnei. Franco cobriu sua risada quando ele se virou e foi embora. Desgraçado. Virando-se para Tess, eu perguntei.  Você está pronta para ir? Minha voz estava rouca e fria. Mas só porque eu tinha tanta frustração dentro. Tudo o que eu queria fazer era me meter profundamente dentro dela. Eu queria enforcá-la no teto chicoteá-la e lamber sua buceta até que ela gritasse. Tess estreitou os olhos, as mãos enroladas em pequenos punhos. Pequenos tremores de necessidade deslizaram sobre sua pele e todo o seu comportamento queimava com aborrecimento.  Pronta, como eu sempre estou. Meus olhos foram para os dela, tentando ler seu segundo significado. Eu não tinha dúvida de que havia um segundo significado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seu rosto não disse nada, mas seu corpo falou a todo volume. E disse: foda-me.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Quatro

Salve-me, escravize-me, você nunca conheceu o meu eu. Insulta-me, ostenta-me, mate tudo o que me assombra...

Duas palavras. Amor: A profunda indescritível e eufórica aceitação mais espetacular... Incondicional de alguém. Ódio: Um intenso desagrado; um elevado nível de raiva; uma emoção artificial de temperamento inexplicável. Ambos foram definidos nessas palavras, mas se eu existisse dessa forma por muito mais tempo, eu perderia o significado completamente. Amor e ódio. Amor e ódio. Eu amava e odiava Q com uma paixão sempre acesa. O amor era algo que eu só tinha tido lampejos de: amor fraternal por Brax, meu amor de amizade para os amigos na universidade. Eu nunca senti amor por um membro da família. Nem uma vez eu tive uma corrida de parentesco em toda a minha infância.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu existia em um vazio sem amor até Q demolir seu caminho com sua raiva e sua vida louca. O que eu sentia por Q excedia os reinos do amor em minha mente. Eu queria amá-lo. Eu queria quebrar sua fachada cruel e ajudá-lo a aprender a me amar de volta. Eu queria amar a sua escuridão, bem como trazê-lo um pouco de luz. Eu engoli o riso estranho borbulhando no meu peito. Eu sou o amor aleijado tentando ensinar um monstro sem amor. Mas nada disso importava, porque ele foi criado em me torturar. Por duas vezes ele quase cedeu à gravidade de alteração atração entre nós e duas vezes ele deixou uma interrupção detê-lo. Uma interrupção não importa! Ele deveria ter exigido mais tempo, afinal, ele era o chefe. Terminar o que começou esta manhã. Sua punição foi a pior que eu poderia ter imaginado, e meu estômago roncou com fome e indigestão de ser tão enrolada. Eu não podia comer. Eu não conseguia pensar. Eu mal conseguia ficar parada ou andar em linha reta. Minha cabeça batia com excesso de energia, corpo dolorido pulsava com a necessidade de liberar. Minhas mãos coçavam para tocar. Ele quebrou a minha força de vontade.  Tenha cuidado. Q pegou minha mão enquanto eu subia os degraus do helicóptero e entrei no primeiro helicóptero que eu estive em minha vida. A elegante máquina preta, estampada com as iniciais de Q e um bando de pardais em ouro, era impressionante, mas o interior era incomparável. Bati a uma parada, meu queixo aberto. Tudo sobre Q vibrava riqueza. Ele não era chamativo, ele não era ostensivo. Era enraizada em seus poros, tanto quanto o seu aroma cítrico inebriante. Então, por que eu deixei o interior de um helicóptero me fazer hiperventilar pelo saldo bancário de Q, eu não sabia. Q me empurrou para frente, me movendo para fora do caminho. Olhei em volta com espanto para as quatro cadeiras de couro

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

preto impecável. Eles se enfrentaram em pares com costura carmesim e braços cheios de mostradores para massagens e quem sabe o que.  Você gostou? Q sorriu, sentando-se em um das enormes cadeiras.  Eu tive sorte o suficiente para garantir um dos protótipos. É uma Bell 525 Relentless. Ele acariciou o couro, enquanto seu rosto se suavizou.  Eu posso gastar a maior parte de minha riqueza em outros Hobbies... Sua voz apertada mencionava o comércio do sexo.  Mas eu gosto de coisas agradáveis. E eu gosto da aquisição de coisas que os outros não tiveram antes. A mensagem anterior de que Q gostava de coisas imaculadas e valorizava o que era intocável e puro, não foi perdido em mim. Pena que eu não era virgem para ele, ele odeia por eu ter sido usada antes? Eu parei essa linha de pensamento. Doeu muito. Ignorando seu olhar, eu cambaleei para frente em meus sapatos, os saltos afundando nos fios grossos, escuros do tapete de luxo. Eu não conseguia pensar em um helicóptero

mais

apropriadamente

chamado:

The

Relentless17.

Exatamente como seu novo Proprietário: incansável em me quebrar, em me possuir, em me torturar. A TV de tela plana enfeitava uma parede junto com um painel cheio de botões e aparelhos que não ousava tocar.  É lindo. Eu sussurrei.

17

O Implacável.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Uma risada masculina alta tocou em torno da cabine fechada.  Simplesmente lindo? Inferno, se você não respeitar o pássaro, você pode pegar um táxi para Paris. Q riu, sacudindo seu olhar para um homem que apareceu no topo da escada. Enfeitado com traje de piloto, seu cabelo preto estava coberto com uma boina e seus olhos castanhos escuros brilharam.  É bom saber que você aprecia-o tanto quanto eu faço Sr. Murphy. A voz de Q ecoou pelos meus ossos, ativando o meu sexo com tremor tudo de novo. Mordi a língua para parar o gemido baixo e me forcei a sorrir.  É uma linda peça de aviação. Estou ansiosa para voar em grande estilo. Sr. Murphy inclinou a cabeça tocando a borda da tampa de seu quepe de piloto.  Acho que sim, senhora. Ele me deu um sorriso e voltou sua atenção para Q.  Se você está pronto para partir, sugiro que saiamos agora, senhor. Os ventos estão bons, e o tempo de vôo deve ser de cerca de 30 minutos. Q balançou a cabeça, acenando-o embora.  Você é livre para decolar. Seus olhos afiados de jade dispararam para mim, e eu sofri com uma boca instantaneamente seca. O gosto dele permanecia em minha língua. Eu não queria nada mais do que tê-lo a me usar de novo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seus lábios tremeram e a cabine pressurizou-se de quaisquer pensamentos de que Q era um espetáculo.  Por favor, não nos perturbe, capitão. Eu tenho um monte de trabalho para pôr em dia. Eu confio em você para me levar para o meu escritório no tempo, sem a necessidade de se comunicar. O capitão me lançou antes um olhar rápido acenando e fazendo descer as escadas.  Não tem problema, senhor. Como quiser.  Oh, e Sr. Murphy? Q passou o dedo sobre o lábio inferior, no fundo de todos os pensamentos que ele entretinha. O capitão fez uma pausa, seu corpo equilibrado.  Sim, senhor?  Eu estou fechando a porta de conexão. Sua cabeça inclinou, a linguagem corporal projetando uma simples advertência.  Nós não vamos ser interrompidos. Entendido? O capitão não olhou para mim neste momento, pelo qual eu estava agradecida. Meu coração disparou um zilhão de batidas num minuto, e eu não podia chupar baixas respirações sem nadar com necessidade. Q não moveu um músculo em sua cadeira. O capitão balançou a cabeça novamente.  Não há problema em tudo. Vejo você em Paris.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele bateu a porta da fuselagem fechada. O som da fechadura roubou a capacidade de levantar-me. Meus joelhos vacilaram, me alastrando em uma cadeira. Presa dentro de um pequeno espaço com Q durante meia hora. Oh, Deus. Eu vou acabar transando em sua perna, ou pior, sentar em seu rosto. Eu comecei a hiperventilar. Eu não era forte o suficiente para suportar a sua punição. Eu era uma bosta. Sem dúvida. Eu já estava com rachaduras. O presidente me envolvia em conforto cinco estrelas, mas eu poderia ter flutuado em gaze e nuvens para todos. Eu me importava, teria ainda irritado minha pele, atearam fogo em minhas extremidades. Assim como a saia justa odiava a meiacalça de seda. Cada contração, cada movimento, deflagrava as marcas de chicote em minhas coxas, direto para a queimadura entre as minhas pernas. Eu nunca iria me sentir normal de novo. Desci para o reino da loucura. Lunática. Isso é o que eu sentia por Q. Amor e ódio entrelaçados tão intrinsecamente, entrançados juntos em uma afiada vida que consome sentimentos. Q tinha criado uma emoção e uma totalmente diferente que eu nunca seria livre: loucura total. Eu gostaria de nunca estar livre da loucura de cair para uma besta. Baixei os olhos, percebendo que eu olhava para Q com a minha cara.  O que você está pensando?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele perguntou, mantendo a voz baixa e adulada. Se qualquer coisa, era pior que o seu volume normal. Ele sussurrou sob minhas roupas, lambendo ao redor dos meus mamilos. Eu apertei minhas coxas juntas, olhando para as minhas mãos no meu colo. Lágrimas machucavam meus olhos, pena de mim mesma fez-me tremer. Eu nunca quis um orgasmo tanto na minha vida. O som de máquinas pesadas arrancando abalou o helicóptero. A pá do rotor pegou velocidade dentro de um momento.  Tess... Q deslocou para frente em sua cadeira, ligando as mãos entre as coxas abertas. A posição era parecida quando ele colocou o rastreador no meu tornozelo, quando nos encontramos pela primeira vez e eu choraminguei. Mesmo que era a primeira reunião, eu estava molhada por ele. Meu corpo não tinha autocontrole em direção a esse homem. Ele me fazia fraca. Ele me fez dependente.  Nada. Eu não estou pensando nada. Meu estômago se abateu em meus pés quando saímos com um todo poderoso subir. O helicóptero agiu como se tivesse asas, e não lâminas de metal mantendo-o no ar.

Q não tirava os olhos de mim,

congelado na posição; a única coisa que mudou foram os dedos. Eles cresceram branco com o quão duro ele apertou. Sua proximidade me fez tremer e doer e gritar por dentro. Meu corpo estava inchado e me dirigindo ao ponto de insanidade com a necessidade de liberar. Eu estou doente. Eu devo estar. Nenhuma pessoa poderia fazer outra sair em chamas elevadas de luxúria. Eu tinha uma temperatura, minha mente consumida com a porra da minha obsessão por Q.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q respirou fundo antes de desbloquear as mãos trêmulas e reclinar na cadeira.  Você está se sentindo bem, Tess? Seus olhos eram guardados, cara fechada para mim, mas seu corpo fermentado com luxúria freou. Eu bufei alto, contraindo-me na cadeira, xingando os cílios nas minhas coxas, azarar Q por me deixar por aqui.  O que diabos você acha? Q não se moveu por um minuto inteiro. Um minuto torturante enquanto os nossos olhos se encontraram e nossas mentes conectadas e nosso subconsciente gritou para o outro. Nossas mentes estavam fazendo amor, nos devastando, nos arruinando, tudo ao mesmo tempo sem nos tocar. Mas não foi o suficiente. Ele acelerou meu coração. Ele fez a minha buceta infiltrar umidade ansiosa. Ele queimou minha mente para alguém que eu deixei de ser reconhecida, mas não me deu o que eu precisava.  Por que você disse para o capitão não nos perturbar? Minha voz era quase imperceptível sobre o barulho, mas Q me ouviu. Ele acalmou, surgindo com a tensão carnal. Ele me observava com uma sobrancelha levantada, me deixando descobrir por mim mesma, andar para a qualquer pensamento.  Por que você acha, Escrava. Escrava. A única palavra que era uma hiper ligação para minha boceta. Meus olhos se fecharam numa onda de um orgasmo negado, apertou meu corpo inteiro. Oh, merda. Foda-me, eu não poderia fazê-lo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Eu estou acabada. Eu me engasguei, trançada com saudade e embaçada com a confusão.  Eu estou ficando louca! Eu pego um punhado de meu cabelo e puxo, tentando encontrar algum alívio para o acúmulo incessante. Mas a dor só amplificava meu desejo, enviando outra onda pulsante através do meu corpo. As pás do helicóptero zumbiam e feriam a cabine com a tensão sexual. Q respirou fundo, lutando contra seu terno. Ele sentou-se assim ainda e parecia tão afetado. Não era justo. Ele gozou. Ele gozou na minha garganta e sobre os meus seios. É a minha vez, caramba! Eu

estava

muito

longe,

muito

consumida

por

uma

necessidade física. Lutando para fora do couro de luxo, eu caí para o tapete e me arrastei. Porra eu rastejei em uma saia de designer de 2.000 euros, concentrado na pessoa que segurava a minha cura. O rosto de Q tornou-se ilegível, olhos claros brilhando na luz do sol da manhã que entrava da janela. Seus lábios se separaram, sugando uma respiração ruidosa.  Levante-se. Ele rosnou. Eu soluçava e balancei a cabeça, mantendo meus ombros curvados quando eu atravessei a pequena distância. Cada passo, cada ferida de contusão, cada célula do meu corpo pulsava. Ele sentou-se reto, usando os braços para içar-me para cima. Seus dedos ficaram brancos ao redor do couro, agarrando duro.  Pare. Eu já te pedi para engatinhar ou ser menos do que uma mulher? Seu rosto ficou preto com fúria quando eu desacelerei e ajoelhei-me entre suas coxas abertas. Seu calor assassinou o resto do

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

meu pensamento coerente. Ele queria me possuir? Ele me possuía naquele momento. Ergui os olhos, com medo de que eu iria ver nos seus. Então eu pulei quando ele estendeu a mão e agarrou meus tríceps.  Foda-se. Ele murmurou, apertando os dedos. Mas eu não me importei. Eu não me importava, porque o meu mestre estava me tocando, e meu corpo estava muito varrido por prazer de estar com medo da ira de Q. Ele me provocou, me usou, e me negou esta manhã. Eu não podia esperar para trabalhar, ou funcionar como um ser humano sem ele me salvar dessa agonia prazerosa. Erguendo-se muito acima das fazendas e aldeias pitorescas, e cabanas de colmo, eu descobri a minha alma nele.  Eu não tive a intenção de assumir o controle de distância de você. Eu queria dar-lhe prazer. Eu queria mostrar quanto eu me importo, o quanto eu acredito em você. Q balançou, com o rosto escurecido ainda mais, seus dedos viraram garras, cortando o fornecimento de sangue ao redor de meus braços.  Você tirou meu controle. Você sabe o que acontece com as mulheres como você, se eu perdê-lo? Ele me balançou.  É a única coisa que eu tenho sido capaz de confiar em toda a minha vida, e ainda assim você quebrou-o com o minhas bolas em suas mãos. Nenhum outro homem tinha uma voz como Q, escura, perigosa, atada com um sotaque francês melódico. Sendo repreendida por ele era o puro áudio da perfeição. Ele se levantou de repente, me

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

puxando para os meus pés. Eu vacilei em seu aperto, olhando em seus olhos turbulentos.  Pourquoi tu dois me pousser comme ça?18  Porque eu preciso quebrá-lo para torná-lo meu. Minha voz engrossou com força. Era verdade. Mais do que eu sabia. Não me importando se Q pudesse me dar o meu pior castigo, eu contorci em seu aperto até que seus dedos afrouxaram. No momento em que meus braços estavam livres, cheguei para o meu botão de cima e desfiz com os dedos tremendo. Os olhos de Q caíram para o meu peito, absorvido pelos meus dedos bruscos. Meu corpo estava pesado, derretendo, o que provocou com a proximidade, a ameaça de serem presos. Gostaria de fazer Q me foder. Eu gostaria. Ele não tentou me parar, eu soltei os botões restantes e puxei o material macio do meu cós. Eu estava na frente dele, a camisa se espalhando para revelar o sutiã de renda preta com pequenos diamantes nas alças. Com minha pulsação disparada, tracei uma cruz sobre o meu peito, logo acima do meu coração.  Eu lhe dou meu juramento que vou obedecê-lo. Eu não vou forçá-lo a me dar o que você não está pronto para dar. Q parou de respirar; os olhos fixos na minha pele exposta. Sua língua molhada lambeu os lábios, provando-me da cabeça aos pés, sem sequer mover. Meus olhos caíram para as suas calças, uma 18

Por que você teve de empurrar-me assim?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

emoção inebriante me aqueceu no membro duro lutando contra o material. O helicóptero foi para a esquerda, enviando-nos para a curva. Seu olhar conectou com o meu, a concupiscência fervendo em seus olhos mudaram de pálido ao brilhante, ardente. Sua mão disparou e capturou meu queixo, segurando-me firmemente. Seu peito bombeou e os músculos de seu pescoço saltaram em relevo gritante.  Escrava... Sua voz acariciou positivamente minha buceta, ondulando sobre a minha pele. Minha mente nadou, e eu corri para terminar o que eu queria dizer.  Eu prometo obedecer, mas eu não prometo que não vou fazer a sua vida um inferno. Você jurou que ia me dar o que eu precisava. Você quebrou seu juramento porque eu preciso de você agora. Eu preciso de você tanto que eu não consigo pensar direito. Eu preciso de sua língua. Eu preciso dos seus dedos, seu pênis, sua voz, seu cheiro. Eu preciso de você em cima de mim, em mim e ao meu redor. Eu respirei quando terminei. Ele não se moveu, olhando-me como se eu fosse uma fusão de negócios confusa que se recusou a seguir o seu caminho.  Será que você parou para pensar por um momento por que eu pedi ao capitão por privacidade? Inclinando a cabeça, ele beijou a mordida escondida que ele me deu mais cedo.  É porque eu sei a dor que você está sentindo. Eu sou apenas um torturador. Se eu não te foder antes de chegar a Paris, nós dois acabaremos virando notícia nacional por indecência pública. Eu estou acabado também, Tess.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele correu o nariz pelo meu pescoço, indo em direção a minha orelha. Eu tremi quando ele beliscou meu lóbulo.  Arrêter de me supplier, je vais te baiser.19 Não foi Q que perdeu dessa vez. Era eu. Eu lancei em seus braços, subindo nele, arranhando em urgência. Meus lábios desceram sobre os dele, e para a primeira e provavelmente única vez, iniciei o sexo entre nós. E por um momento precioso, ele me deixou tirar dele. No momento em que a minha língua entrou em sua boca, ele retrucou. Meu estômago revirou, e eu encontrei-me de costas no chão acarpetado do helicóptero. Q embalou minha cabeça para que eu não batesse, e de alguma forma ele manteve o peso da alastrando para trás a um mínimo. Mas isso era tão longe quanto seu cavalheirismo foi. No momento em que ele me tinha debaixo dele, ele me beijou como um monstro possuía. Sua língua espetou os meus lábios e roubou a última gota de oxigênio no meu corpo. Meus olhos se fecharam de repente, e eu arranhava seu terno impecável. Eu preciso disso fora. Eu preciso de sua pele. Cada parte de mim fervia, desespero me fez feral. Peguei a gravata, puxando-o com tanta força contra mim, os meus seios machucados e meu pescoço, por causa do estrangulamento, espasmos de dor. Q mordeu meu lábio, não tirou sangue, mas, em um aviso para deixá-lo ir. Ele recuou em seus cotovelos, cavando seus quadris mais difíceis contra os meus.  Você está determinada a fazer-me mal. Estou tentando pra caralho difícil, mas você não parece se importar. Você é irresponsável com a sua vida, escrava, então por que eu deveria me segurar de volta?

19

Pare de gritar, e eu vou te foder.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu sangue emocionado, convocando cada recesso escuro a jorrar com falta.  Se por me machucar eu consigo possuí-lo em troca, então sim, eu sou imprudente, mas só porque eu preciso de você como eu preciso de ar.  Você precisa disso? Seus olhos brilharam quando ele revirou os quadris contra as minhas pernas presas. A saia justa me mantinha refém quando tudo que eu queria fazer era abrir minhas coxas e recebê-lo. Desejei que Q tivesse um par de tesouras de prata para me cortar livre, arrancar minha calcinha fantasiosa, e me foder como a escrava que queria ser para ele.  Quanto você precisa ser fodida, Tess? Sua cabeça abaixada para pastar ao longo da minha bochecha, me inspirando.  Que loucura isso faz em você, pensando no meu pau bem no fundo, batendo-lhe, alongando você? Minha educação completa voou para fora da minha mente. Discurso era uma impossibilidade com imagens de Q batendo me repreendeu nos meus pensamentos. Gritei quando ele mudou e pegou meu mamilo mal cobria em seus dentes. Abaixei quando sua quente boca fechou sobre o cerne altamente sensível, e minha boceta apertou.  Eu acho que você precisa de mim muito mal. Eu acho que eu preciso te mostrar o quão bom o meu pau pode sentir.  Por Favor. Deus, sim. Mostre-me. Agora.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele caiu em cima de mim, lábios esmagando os meus. Abri a mandíbula ampla me submetendo ao seu beijo. Q estava ofegante, passando as mãos por todo meu corpo. Sua sombra de cinco horas agiu para combinar na minha faísca. Nós estávamos detonados. Se o helicóptero tivesse caído na terra, não teríamos notado. Estávamos embrulhados, consumidos um pelo outro. Q quebrou o beijo, alavancando-se de mim. Com respiração ofegante, ele ordenou.  Fique de quatro. Quando eu não me movi rápido o suficiente, ele agarrou meus quadris e me virou, levantando minha bunda até eu descansar em minhas mãos e joelhos. No segundo em que eu estava firme, com os dedos urgentes empurrou minha saia justa para cima, forçando-a mais elevado até a fenda bonita no lado dar um estalo alto.  Eu quero rasgar isso em pedaços, mas eu não posso ter você mostrando ao mundo o que é meu. Q deu um empurrão final e a saia ficou em meus quadris. No momento em que a minha bunda foi exposta, ele batia-me com força, enviando choques de dor irradiando através do meu corpo, mas eu existia em um platô doloroso já, e sua impressão da palma floresceu em delícias. Meus olhos encobriram assim quando eu empurrei para trás, implorando Q para atacar novamente. Vibrando com a luxúria, ele aproximou-se mais e lambeu minha bochecha da bunda dolorida, acalmando com doce dor. Com um grunhido, ele arrancou a pequena corda com as pontas dos dedos e puxou. O material apertado em torno de minha buceta, apertou o meu clitóris, fazendo-me queimar. Então,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

com um movimento de cabeça, Q cortou o laço com os dentes e a corda não existia mais. Ele trouxe o tecido para o nariz e inalou profundamente.  Foda-me, você cheira incrível. Com um escuro brilho em seus olhos, ele fechou o pedaço de lingerie e enfiou-o no bolso. Ele me pegou assistindo sobre meu ombro e disse:  Agora eu vou sempre ter de fechar, escrava. Minhas bochechas queimaram, mas o meu coração acelerou a mesma coisa. Q queria uma parte de mim com ele em todos os momentos. Eu queria a mesma coisa. Eu queria usar o seu perfume. Para envolver-me em tudo de Q. Q inclinou a cabeça e estendeu a mão para a braguilha. Nunca deixou cair o contato visual, ele desfez a fivela do cinto e deslizou lentamente a partir da cintura. Eu comecei a tremer. Minhas unhas como garras no carpete, esperando mais uma rodada de abuso de cinto. Tinha apenas quatro dias desde que Q me acolheu em casa com a ajuda de seu cinto e um pouco de champanhe frio. Q mostrou os dentes, os olhos faiscando de irritação.  Eu posso ser um monte de coisas, mas eu não sou um bastardo a bater-lhe em cima das contusões que estão mal curadas. Deliberadamente, ele jogou o couro para o lado. Eu não relaxei, e não sabia se eu sofri arrependimento ou alívio por sua decência.  Eu estou indo para puni-la de outras maneiras. Rosto. Ele fez sinal para eu olhar para baixo e eu com contragosto abaixei minha cabeça.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Não vê-lo foi pior para o meu corpo sensível. Sem saber o que ele estava fazendo, minha imaginação correu horas extras. O som se desfazendo do zíper soou alto, mesmo sobre o zumbido das pás do rotor. De Q quente, carne dura ligado ao dorso das minhas coxas quando ele pressionou contra mim e puxou para baixo suas cuecas em um furto. Eu gemia, balançando na direção dele. Eu pensei que suas coxas estavam quentes, mas elas estavam frias em comparação com o inferno de seu pênis. Ele pendurou pesado e duro entre as minhas coxas abertas, provocando-me ao ponto de loucura. Ele gemeu, sua ereção arrastando a cabeça através das minhas pregas.  Porra. Será que eu vou ter o suficiente de você? Enquanto falava, ele capturou meu clitóris com o polegar e o indicador. Eu

empurrei

liquefeita.

Minha

buceta

regozijou-se

por

finalmente ter estimulação. Normalmente eu precisaria de mais do que um simples toque, mas desta vez apenas o pensamento de sua mão em mim convocou o orgasmo que vivia atrás dos meus olhos, no meu sangue, e no fundo do meu núcleo.  Q... sim, Q. Ele inseriu a ponta de seu dedo dentro de mim antes de se afastar e substituí-lo com a cabeça grossa de seu pênis. A bem-aventurança celestial de ser inserida, se expandiu e se espreguiçou, enviando o meu batimento cardíaco zunindo. Minha cabeça era pesada demais para segurar, e eu deixei-a balançar, cedendo à antecipação requintada e esmagadora de Q porra, em mim. Ele afundou outro centímetro, suas coxas rígidas contra a minha. Outro gemido arrancado de seu peito.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Como é que eu estou prestes a gozar porra, quando eu explodi em sua boca há uma hora? Mordi o lábio na admiração irregular em seu tom. Ele não estava me fazendo à pergunta. Era retórica. Ele realmente não entendeu a compulsão entre nós, eu sabia que eu não entendia. Não houve palavras ou racionalidade para explicar a nossa obrigação. Felicidade queimada através de mim como um nascer do sol. Eu, Tess Snow, uma mulher de nenhum valor ou reconhecimento, tinha um poder sobre uma lenda sádica como Q. E foda, me ligava. Q me espancou novamente, cortando a mão grande em toda a minha bunda. A marca de cinto anterior acordou formigamento em busca de alívio. Então ele me acariciou, sugando o calor para fora. Ele repetiu. Espancamento. Carinho. Até minha cabeça nadar e minha buceta contrair ao redor da pequena fração de pau que ele me deixou ter.  Q! Eu gemi.  Por Favor. Não mais. Eu preciso tanto de você. Seus dedos mergulharam entre as minhas pernas. Eu gritei quando ele passou a umidade em torno de meu clitóris.  Merda. A maldição abafada de Q causou a cintilação de fogos de artifício no meu sangue. Eu empurrei para trás, arqueando minha espinha. Meus lábios se separaram. Eu não reconheci a garota ofegante como se tivesse executado uma maratona. Tudo o que importava estava por vir.  Merde, escrava, pare. Pelo amor de Deus, você está me arruinando.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Mesmo com a ferocidade da ira de Q, eu fiquei emocionada com o conhecimento que eu estava ganhando de alguma forma de exescrava a formação de mestre. Se eu tivesse sido uma poeta eu teria escrito como fortuita tudo foi. Como destino entrelaçado e amaldiçoado nós dois. Q agarrou meus quadris, apoiando-me mais alto. Puxou para fora, o calor de sua ereção cutucou minha bunda, eu sacudi com urgência. Sentado maior sobre os joelhos, Q murmurou:  Este vai ser rápido e forte, e eu não quero que você diga uma palavra, você está me ouvindo? Eu balancei a cabeça, sem fôlego.  Eu vou fazer o que quiser, contanto que você me deixe entrar.  Você pode gozar, mas só quando eu disser. Suas unhas imprensaram luas crescentes em minha pele, cavando profunda.  Mas se você vir antes, eu vou puni-la pior. Eu não vou sentir arrependimento ou remorso. Eu vou encontrar uma maneira de puni-la que não me faça sofrer, também. Ele balançou, e seu pênis aliviou a minha bunda, entre as minhas coxas, cutucando meu núcleo. As palavras estavam além de mim. Eu balancei a cabeça freneticamente, arranhando o tapete. Os fios envolvidos em torno de meus dedos e eu segurei sua preciosa vida. Com as mãos urgentes, Q torceu meu rabo de cavalo enrolado e pegou um punhado. Com um empurrão, forçou minha cabeça para trás. Minha coluna arqueou quando ele mergulhou dentro de mim. Profundo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Difícil. Plenitude excruciante. Eu abri minha boca para gritar, mas ele fechou a mão sobre mim, me montando, contendo meus gritos.  Shhh, Escrava. Nem um som, lembra? A intrusão foi dor personificada, a felicidade sem fim do balanço. A maneira como ele me levou, há resquícios do homem às vezes doce sob a escuridão. Este era puramente brutal e escuro e animalesco. Eu adorei. Com seu pênis profundamente dentro, o punho em volta do meu rabo de cavalo, e sua outra mão cruzada sobre minha boca, ele me fodeu. Contrariando tão difícil, queimadura do tapete incinerou minha meia-calça em questão de segundos. Mas toda vez que ele empurrou, eu empurrei de volta para encontrá-lo. Baixei mais do que eu jamais me curvei, saboreando a queimadura do meu cabelo sendo puxado. Meus pulmões ficaram tensos quando Q grunhiu e esburacando, levando-me a verdade a sua palavra. Pequenos gemidos soaram baixos na minha garganta, mas Q capturou cada um. Minhas unhas doíam com quão duro eu cavava no tapete, e eu vacilei quando Q soltou meu cabelo e cavou suas unhas profundamente em meu quadril, me torcendo para trás, de modo que seus quadris colidiram com a minha bunda. Eu gemi quando suas unhas de repente quebraram a barreira fina de pele, imprimindo marcas de garras. Ainda outro autógrafo, outra reivindicação de propriedade.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele me desvenda. Minha buceta inchada congratulou-se, acendeu e aquecido e derretendo. O orgasmo começou no meu coração, trabalhar o seu caminho ao longo da minha mandíbula, couro cabeludo, e coluna vertebral. Cada trilha escaldante que ele viajou, eu tremia. Não goze. Não goze. O mantra era inútil quando cada impulso do pênis de Q cancelou os meus mandamentos. Seria culpa dele que eu vim.  Leve o seu castigo, Tess. Foda-se, tire tudo de mim. Minha mente gritava que eu tinha tomado todos eles. Sua escuridão, seu pior, mas ele não quis dizer espiritualmente. Ele quis dizer puramente físico. Ele puxou meu cabelo de novo, puxando-me em meus joelhos. Uma vez em pé, com o braço travado em torno do meu peito, enquanto os dedos torceram meu mamilo através do laço frágil do meu sutiã. Cheguei de volta a tecer meus dedos em seus cabelos, amando a espessura de seda, a brevidade, a sensação viril de seu couro cabeludo. No momento em que ele beliscou meu mamilo, a primeira onda de meu orgasmo muito aguardado inchou profunda e forte na minha barriga.  Oh, Deus. Q congelou. Seu pênis se contorceu dentro, pulsando com sangue e não derramando, mas ele segurou-se morto, calmo, fazendo com que meu orgasmo desaparecesse. Eu agarrei sua orelha, querendo torcer e gritar que ele terminasse o que ele começou, mas eu não me atreveria.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Você veio Escrava? Sua voz estava sem fôlego, pecaminosamente quente na minha nuca. Eu balancei minha cabeça.  Não, mas, por favor. Permita-me, Q.  Você disse essas mesmas palavras quando você estava sendo acorrentada e açoitada no meu quarto. Lembra como eu transei com você com a minha língua? Como você montou a minha boca com as pernas sobre meus ombros? Sua voz pintou imagens muito vivas na minha cabeça. Eu balancei para trás, sentando duro em seu pênis, fazendo com que o seu comprimento batesse o topo do meu ventre. Ele deu uma maldição assustada diante de seus braços unidos em torno de mim, me forçando a parada.  Lembra-se?  Eu lembro. Eu quero fazê-lo novamente. Eu quero a sua boca em mim.  Você vai ter que ganhá-la. Ele sussurrou, mordendo minha orelha, me fazendo sacudir em sua espera. Ele me soltou com um braço e se atrapalhou atrás dele. Um momento depois, um flash de turquesa chamou meu olho quando ele capturou meus pulsos, posicionando-os atrás de mim. O meu centro de gravidade deslocou quando Q obrigou meus pulsos com a gravata. Com ele lá no fundo e minhas mãos contidas nas minhas

costas,

eu

tombei

pra

frente.

Mas

Q

estabilizando, enquanto me abaixei até o chão.  Coloque o seu rosto no tapete.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

me pegou,

me


The Rose Traduções

Meu ângulo deixando minha cabeça abaixada, Q esperou antes de me liberar. O sangue correu para minhas têmporas, e meu pescoço gritou, mas eu não fiz um pio. Minha frequência cardíaca aumentou quando o helicóptero voou para a direita. Como estávamos perto de Paris?  Foda-se, você está maravilhosa como está. Amarrada, empalada, completamente à minha mercê. Ele arrastou uma ponta do dedo ao longo da rachadura da minha bunda, trabalhando para baixo até que ele tocou em que se juntou. Umidade quente manchou nós dois. Ele roubou um pouco para girar em torno de meu clitóris. Minhas pernas se encolheram, tentando fechar contra a intensidade súbita.  Q!  Eu vou te foder agora, Tess. Não venha até eu disser para você. Verdadeiro medo aumentou. Eu não tinha o controle do meu corpo para prometer. Eu viria no primeiro impulso. Mordi o lábio, me preparando para a obediência mais difícil ainda. Q ligou seus dedos em torno da ligação dos meus pulsos. Desconforto queimou em meus ombros quando as minhas costas arquearam, e pernas abertas ainda mais. A queimadura em meus joelhos do tapete virou minhas pernas em fogo. O ritmo que Q estava, estava em contradição com o que eu esperava.

Ele

começou

longa,

profunda

e

lenta.

Exuberante,

definhando, retirando quase até a ponta, antes de lentamente novamente. O orgasmo três vezes negado construiu novamente, enrolando mais apertado com cada curso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Hoje à noite, vou amarrá-la de cabeça para baixo e forçá-la a beber a minha porra, escrava. Então você vai comer até que esqueça o seu próprio nome. Merda, a voz de Q era um afrodisíaco. Mais uma frase e eu ia explodir.  Eu vou fazer tantas coisas para você. Tantas porras pecaminosas. Q gemeu, parando no meio da sua fala quando ele empurrou profundo e duro. Ele quebrou a rocha suave, aumentando o ritmo até que suas bolas bateram contra o meu clitóris. Eu apertei os olhos contra a necessidade de entortar o cérebro para vir. Como Q se perdeu em mim, eu me perdi para ele. O som do helicóptero desapareceu, e a coisa mais importante do mundo era a conexão entre nós. A ligação intrínseca do masculino e feminino. Q beliscou meu clitóris enquanto empurrava violentamente, enviando-nos para frente alguns centímetros. Seus ossos do quadril machucaram minha bunda quando ele se virou selvagem. Longe iam os golpes longos e medidos. Estes eram curtos e afiados e totalmente explosivos.  Porra, escrava. Foda-se, sim. Ele soltou meus pulsos amarrados e me batia uma vez bem duro e cortante quando ele ondulou para dentro, jatos quentes partiram minha própria reação, e eu queimando. O orgasmo trovejou a existir, mas depois oscilou no limite, quase como se esperava que fosse negado novamente. A dor de ser realizada no limbo me fez chorar. Eu me contorcia e contraria contra o ritmo implacável de Q.  Você tem a minha permissão. Vem. Esprema em volta do meu pau.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q empurrou com mais força, acariciando meu clitóris. Eu não tinha escolha a não ser cair. Eu despenquei sobre a borda. Eu me rendi às ondas pulsantes de bem-aventurança. Meu corpo inteiro contraiu, e cada parte de mim em partículas minúsculas. Os pequenos pedaços da minha alma colidiram, antes de reformar em algo novo. Meu passado não existia mais. O meu futuro era incerto, mas uma coisa era certa, Q me fez cair de cabeça em vulnerabilidade, despindo-me. Quando o último tremor passou através de mim, ele me rasgou, deixando minha cabeça nadando, pulmões gritando e meu corpo completamente mole. A sensação de ser colocada de volta junto depois de um orgasmo me levou às lágrimas. Eu tinha renascido. Q riu, ainda duro como pedra dentro de mim, mas sua voz soava como se fora obrigado a falar.  Eu poderia vir apenas com você ordenhando meu pau. Ele retirou-se e gentilmente desfez o laço em torno de meus pulsos. Meu corpo se recusou a passar da posição-face-plantada-bunda para cima, e eu gemia de prazer quando ele limpou entre as minhas pernas com a sua gravata de seda cara. O que aconteceu comigo? Depois que ele terminou, ele se levantou e me recolheu do chão. Não encontrando meus olhos, ele rapidamente garantiu sua calça e enfiou a gravata no mesmo bolso que segurava minha calcinha. Seu corpo era flexível, saciado, mas seus olhos estavam apertados. Cheguei a puxar minha saia para baixo, mas ele me parou com suas mãos grandes.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Deixe-me. Quando nossos olhos se conectaram, eu parei de respirar. O que aconteceu para mim, ele sentiu isso. Ele viu minha confusão, minha fragilidade. Seu rosto dançou com conflito juntamente com um traço de auto-aversão. Com doces ternuras, ele alisou minha saia, franzindo a testa para o rasgo no tecido que ele tinha causado. Nós respiramos um ao outro quando ele cuidadosamente fechou os botões delicados na minha blusa. Suas mãos eram gentis e reverentes como se ele reparasse o dano, os nós dos dedos escovaram a carne sensível dos meus seios. Seus lábios ficaram apertados em concentração, e eu caí um pouco mais. Cai ainda mais na loucura para este homem que me fez viver. Quando o último botão foi feito, ele fez uma pausa, não se afastando.  Tess... Eu balancei minha cabeça. Agora não era o momento de reconhecer o que aconteceu entre nós. Eu queria saboreá-lo. Protegê-lo. Ele balançou a cabeça, os olhos conturbados. Ele guiou-me em uma cadeira e prendeu o cinto de segurança. Debruçando-se sobre mim, ele me deu o sorriso mais doce, sussurrando:  Eu acho que nós só nos juntamos ao clube dos milionários. Eu ri baixinho quando ele se sentou em sua cadeira e olhou para fora da janela. Ele olhava pensativo, completamente embrulhado em seus pensamentos. O ar entre nós já não fervia com a tensão sexual, cantarolava com conexão emocional.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu sabia por que Q parecia tranquilo e que era porque algo mais profundo do que apenas sexo tinha acontecido. Minha mente sentiu, meus corações saudaram no momento em que Q me fez lascar, deixei que derrubasse uma parede inconsciente. A parede que tinha estado lá a minha infância inteira, a fundação para que eu pudesse ter algum sentido de felicidade, tudo para não ser amada pelos meus pais. Q quebrou essa parede, e ele sentiu isso também. Algo suave atou entre nós, e eu esperava que fosse o início do nosso futuro. Eu suspirei, ressoando com contusões e dores. Bem acima do mundo, estávamos em perfeita harmonia torcida.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Cinco

Você me arrastou para a escuridão, o meu monstro está livre, então grito, sangro, me chame, mas nunca diga para parar, nunca me abandone...

Eu tinha feito isso. Eu fiz o que eu era, o que o animal era depois. Eu a quebrei. Eu danifiquei algo profundo dentro de Tess, e porra me massacrava. Eu queria pedir desculpas, ficar de joelhos e implorar por seu perdão, mas ela balançou a cabeça quando comecei, fechando-me. Eu não sabia o que diabos aconteceu. Nada mudou para o exterior, mas algo tinha desintegrado a barreira entre nós, algumas bordas não tinham cruzado. Quando o helicóptero começou a descer das nuvens para a cidade, eu me desconcerto em castigá-la. Para exigir muito, muito em breve. Porra eu quebrei algo profundo dentro dela. E se eu arruinei tudo? Arriscando um olhar para Tess, eu vacilei para as sombras ao redor de seu pescoço e o padrão do tapete desaparecendo em sua bochecha. Seus olhos estavam fechados com um pequeno sorriso em seus lábios cor de rosa perfeitos. Ela tirou a meia-calça para se livrar da prova do nosso entretenimento a bordo e sua pele estava corada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu coração bateu forte, espalhando calor através do meu corpo. Quanto mais eu olhava, mais eu queria envolvê-la e mantê-la a salvo, mas no mesmo pensamento, eu queria matar e arruinar qualquer um que se aproximasse dela. Eu queria destacar suas contusões, marcar sua pele, por isso, todo mundo saberia que ela pertencia a mim. Eu queria marcá-la, cicatrizá-la, para usar seu sangue como um aviso flagrante a qualquer homem que já olhou em sua direção. Merda! Eu estou fodido em querer machucá-la tão mal. Eu estava certo de mandá-la de volta a Brax, e errado em aceitá-la de volta. Ela nunca seria livre agora. Não agora que eu provei sua submissão, senti a quebra na sua psique. O delicioso estalo soou como um gongo no meu coração. Senti sua quebra, eu queria rastrear profundo dentro dela e descobrir que parte dela produziu para mim. Era um vício doente, e eu queria mais. Mais. Mais. Mais. Eu não ficaria satisfeito até que eu quebrasse todas as barreiras, consumindo cada pensamento. Inclinando-me para frente, eu coloquei minha cabeça em minhas mãos, tentando massagear afastando rapidamente a da dor de cabeça se formando. Eu sempre pensei em mim como o aço. Forjado em ódio pelo meu próprio pai, esculpido por uma vontade de ferro para nunca dobrar aos meus traços de família hediondos. Eu sempre acreditei que eu era invencível. Mas eu não era. Acabou por Tess ser um forno da porra do forno de fundição que deu outra escolha senão afivelar e derreter e se transformar em líquido. Aço não se alterou. Não poderia mudar sua estrutura molecular, mas metal líquido... Poderia. Outros elementos podem ser adicionados, removidos os minerais, impurezas purgadas, até um composto inteiramente novo existir.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

É assim que eu me sentia. Derretendo, mudando, evoluindo. Eu só esperava que eu sobrevivesse à transição.

 Bonjour, Mr. Mercer. Directement au bureau?20 Fiz uma careta para o motorista. Em seu terno de pinguim e cabelo penteado para trás, ele se parecia com qualquer outro membro da minha equipe incontável de plantão para me servir, fazer recados, e certificar-se se a porra assustadora do CEO da Moineau Holdings estivesse feliz. Eu nunca fui feliz. Mas hoje eu estava pior do que o normal. Eu estava ferido apertado e confuso, mas eu mantive minhas emaranhadas emoções escondidas debaixo de uma fachada com raiva em branco.  Oui. Eu sorri com força em agradecimento, o tempo todo perguntando como diabos eu estava indo para passar o dia. Inaugurei Tess no helicóptero e na parte de trás do Rolls-Royce Phantom, eu tentei manter minhas mãos suaves em vez de agarrar ela e agitar a merda fora dela. Diga-me o que quebrou! Diga-me se eu arruinei você!

20

Direto para o escritório?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu queria que ela admitisse que a arruinei tanto quanto eu esperava que eu não tinha. Será que eu sempre terei um pouco de esquizofrenia? Tess deslizou para o banco do lado, olhando o conteúdo sereno e contra o couro bege. Ela olhou ao redor, tendo na barra de cristal, a TV de tela grande, a decadência de um veículo desse tipo.  É uma manhã cheia de surpresas. Ela sussurrou. Eu não acho que ela quis dizer para eu ouvir, mas quando me estabeleci no banco de trás, eu perguntei,  Pode me dizer quais foram às outras surpresas? Talvez a parte em que você se desfez, e estalou tão alto, que eu ouvi isso na minha porra da minha alma? Eu mantive minhas mãos escondidas entre as minhas pernas, retratando a imagem de calma e estabilidade. Quando eu realmente queria arrancá-la e exigir a verdade. Mas todo seu comportamento virou lânguido e difícil de ler. Ela mudouse como se ela tivesse um delicioso segredo. Ela não se movia como uma mulher que eu tinha destruído. Tentando domar meu batimento cardíaco rápido, esperei que ela respondesse. Mas ela balançou a cabeça e olhou pela janela enquanto o motorista ligou o carro e se afastou. Nós estávamos em uma pista de aterrissagem em cima de uma garagem de estacionamento que eu tinha. Meu escritório era ao lado. A inconveniência de dirigir os três minutos finais pagos em dividendos para o uso do espaço do telhado. Tess pegou uma taça de champanhe com um pardal voando sobre um arranha-céu gravado no vidro. Ela correu o polegar sobre a gravura, virando-se para olhar para mim.  Eu já te disse o quanto eu amo o seu logotipo?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meus lábios tremeram um pouco. Eu adorava, também. Demorou incontáveis dias, esboçando freneticamente quando eu tinha dezesseis anos, tentando descobrir um sigilo que eu iria vestir com orgulho. Toda vez que eu vi que eu estava sentando mais alto, abracei o trabalho duro que eu fazia, tudo porque me permitiu libertar tantas mulheres. Loiras, morenas, jovens e velhas. Sem essa empresa, sem o meu sucesso, eu não teria sido capaz de enviar tantas para casa depois de uma vida de tortura. Não era sempre que eu me sentia orgulhoso. Um homem como eu, com tantos

demônios

atacando

a

sua

alma

nunca

poderia

ser

verdadeiramente orgulhoso do ser humano que ele era, mas naquele momento, eu deixei-me ficar contente.  Estou feliz que você gosta. De repente, eu me arrependi dos quatro dias com Tess desperdiçados. Em vez de aproveitar tê-la para mim mesmo, eu me enterrei na porra da papelada, evitando suas perguntas, seus pedidos de conexão. Eu a tinha bloqueado emocionalmente, porque eu não estava pronto. Eu ainda não estava fodidamente pronto. Mas agora isso se sentia como um tipo de resíduo. Eu poderia ter descoberto tudo sobre ela, perguntando-lhe múltiplas coisas, até que eu possuísse cada centímetro, cada pensamento. E agora já era tarde demais. Eu a deixei livre. Ela não era mais minha prisioneira secreta na minha casa para chicotear e foder. Ela viria a ser conhecida pela minha equipe. Ela se tornaria uma parte do meu mundo de negócios.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha garganta se fechou. Dor rolou no meu estômago, e pela primeira vez desde que eu era um garoto, eu me senti perdido. Terror de que Tess iria encontrar outros superiores a mim. Que ela poderia um dia crescer para me odiar e compartilhar meus segredos mais obscuros com o mundo. Eu me odiava por esse pensamento. Eu podia confiar nela. Mas não o fiz, e uma confissão me fez pior do que toda a outra culpa combinada. Tess tinha aceitado a mim e a minha besta. Ela estava se apaixonando por mim. Ela tinha um poder sobre mim que ninguém teve antes. E eu não confiava nela. Merda, eu sou um idiota.  Eu quero te levar para jantar hoje à noite. Eu resmunguei, tentando lutar contra a escuridão. Os olhos de Tess voaram para os meus.  Jantar? Como em um encontro? Ela riu baixinho.  É um pouco tarde, você não acha? Depois de me possuir e tudo mais. Minhas costas endureceram e a escuridão cresceu me recebendo de volta em seu abraço.  Eu posso tê-la para jantar sem a sua permissão. Tudo o que eu preciso fazer é matar você de fome até que grite. No momento em que as palavras saíram da minha boca, eu esfregava

meu

rosto,

pressionando

meus

olhos

esfaqueando. Puta merda.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

com

os

dedos


The Rose Traduções

Chupando uma respiração pesada, eu altero. — Eu nunca fui seu dono. Eu sempre tive a intenção de libertá-la. Eu apenas não podia. Não antes que eu... Eu não consegui terminar, não podia admitir que queria destruí-la completamente antes de mandá-la para o seu merdinha manso de um namorado.  Eu quebrei minha própria lei mantendo-a, mas eu dei-lhe de volta para ele antes de levar tudo. Eu olhei para cima, rosnando.  Eu fiz a coisa certa! O mesmo peso esmagador que eu senti quando eu espreitava do meu quarto de manhã por enviar Tess longe me empurrou para o banco. Eu nunca me senti tão desesperado, tão indefeso, tão sozinho como eu fiz quando eu a vi no avião decolando. Tess deslizou em direção a mim, capturando a minha mão e correndo um polegar suave sobre os nós dos dedos.  Eu sei você que fez a coisa certa. Você queria me proteger de você. A voz dela ajudou a aliviar a imobilização do peso no meu peito. Arrisquei olhar para ela.  A única coisa é que eu não precisava de proteção. Ela me deu um sorriso brilhante, dissipando a angústia entre nós.  Eu gostaria de ir jantar com você, Q. A gravidade mudou. Mais uma vez. Eu arrastei Tess no meu colo, passando os braços apertados ao redor dela. No meu abraço, eu segurava a lua e as estrelas e planetas. Eu segurei o meu futuro da

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

porra da felicidade, e eu ia me matar se eu estragasse tudo. Tess mexeu no meu colo, fazendo coisas malucas para o meu pau já inchado.  Você não tem que me matar de fome se me quer, você sabe. Eu suspirei, deixando cair à cabeça para inalar o cheiro dela. Em um momento de cegueira de honestidade, eu sussurrei.  Obrigado. Eu ainda estou aprendendo a etiqueta correta para pedir uma mulher para ir a um encontro. Ela trocou, olhando para mim com os olhos arregalados.  Você nunca... Eu dei de ombros.  Como eu posso quando eu salvo escravas quebradas e pago profissionais? Merde, eu só admiti o uso de prostitutas. Foda-me. Pensamentos dispersos sobre o rosto, um traço menor de desgosto brilhou nos olhos dela. Ela engoliu em seco, visivelmente perseguindo os pensamentos para longe. Com uma mão trêmula, ela acariciava meu rosto, murmurando:  No caso, eu vou ter certeza que esse seja o melhor encontro que você já teve.

 Uau. Isso é incrível. Disse Tess com os olhos arregalados quando ela tomou no saguão do Moineau Holdings.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O chão estava coberto de pequenos mosaicos em cinzas e marrons e negros, descrevendo uma nuvem perfeita de pardais. As paredes eram de mármore branco, tão polido que saltou a luz solar em cada esquina, destacando uma mistura de pinturas, esculturas, e as características da água. Eu incentivei artistas locais para mostrar e vender os seus trabalhos. Eu não cobrei comissão, e tinha tornado uma galeria de arte sem nome e lugar para ser visto. Tess me fascinou quando ela avançou para frente, a imersão na imponência do lobby. Hoje à noite. Hoje à noite eu iria levá-la para jantar, e nós teremos a nossa primeira conversa profunda sobre coisas triviais. Eu queria ouvir todos os seus sonhos e torná-los realidade. Eu queria quebrá-la e saber cada segredo sombrio.  Isso tudo é seu? Tess invadiu meu devaneio. Seu rosto estava duro enquanto seus olhos escondiam a dor e infelicidade. Por que diabos ela está infeliz?  Pertence a minha empresa. Sim. Fiz um gesto para ela ir para a esquerda, e coloquei minha mão sobre a parte baixa de suas costas para impulsioná-la para frente. Tal toque inocente. Então, por que meu pau se contorceu e me deu água na boca para saboreá-la novamente? Nós caminhamos pelo saguão semi lotado para o meu elevador privativo. Ela perguntou.  Quanto você possui Q? Eu coloquei minha identificação e apertei o botão do elevador, antes de me virar para encará-la.  Será que isso importa?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu levantei uma sobrancelha, observando-a de perto. É, obviamente importava um negócio grande. Seus olhos corriam dos meus quando ela mordeu o lábio. Meu estômago revirou.  Tudo o que é meu é teu. Eu assinei o contrato em sangue, lembra? A memória de ela chegar da Austrália, brotando todos os tipos de deliciosas promessas, e cortar as nossas palmas com o cortador para selar o negócio, entrou na minha mente. A conexão de confusão que eu senti quando nosso sangue manchou junto havia me abalado para o meu centro bestial. O elevador silvou, e Tess entrou em transe. No momento em que as portas se fecharam, eu peguei o seu queixo com os dedos.  Não. O que quer que você esteja fazendo. Pare com isso. Ela me deu um sorriso triste.  Eu só estou deslumbrada. Você vai ter que me dar tempo para me acostumar com isso. Os olhos dela caíram, mas, em seguida, encontraram os meus novamente com uma pergunta viva em suas profundezas cinzentas.  Por que eu? Por que você me deixou entrar em sua vida? Eu fiz uma carranca, querendo bater nela para sempre por fazer uma pergunta tão idiota. Eu nunca pensei que uma mulher poderia me fazer odiar a minha riqueza. Minha capacidade de fazer o que eu fiz foi à única coisa que me fez viver. Mas certo então, eu queria ser pobre se isso fizesse Tess mais confortável.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu deixo seu queixo, correndo os dedos na garganta dela, ao longo do vale de seus seios, sobre seu estômago, virando em direção a seu quadril. Eu apertei meus dedos duros em torno de seu quadril, fazendo um guincho. Instantaneamente, a consciência entre nós saltou a um passo de febre. O elevador cheio de tensão e de espessura meu corpo ficou pesado com a luxúria.  Você já sabe a resposta, escrava. Eu balancei minha mão contra as cinco marcas perfeitas de unhas. Eu sabia que elas estavam lá, eu as assisti sangrar quando eu transei com Tess no helicóptero. Eu marquei, tudo em nome de domar a fera, lembrando-lhe que ela podia esconder nossa natureza violenta dos outros, mas sua pele trazia a verdade sob suas roupas.  Q... Tess lutou cedendo à queima dos meus dedos, ou lutando. Eu não sabia que iria ganhar, e nós olhamos fixamente, por um milênio, enquanto eu esperava a sua decisão. Tomar a decisão de suas mãos, eu rosnei.  Você precisa aceitar que é tudo seu. Eu preciso de você muito mal para deixá-la ir. Apoiei-a contra a parede espelhada.  Diga-me por que eu preciso de você, Tess. Você sabe a verdade. Tess baixou os olhos, seus cílios grossos causando sombras arremessarem sobre suas bochechas. Ela parecia tão recatada, tão inocente e frágil, porra. Meu pau semi-duro engrossado a mastro cheio em um milésimo de segundo. Eu nunca ficaria satisfeito em torno desta

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

mulher. Tudo o que eu queria fazer era empurrá-la contra a parede e enrolar suas pernas em volta de mim. Eu queria enterrar tão profundamente dentro dela, ela nunca contemplaria me perguntar por que ela de novo. Por que ela? Porque ela me faz feliz pela primeira vez em minha existência. Ela fez-me mais forte, mais fundamentado... Mais certo. Seu olhar se conectou com o meu, vidros com brilhante luxúria e necessidade. Sua respiração ficou rasa e os meus olhos caíram para seus seios, em busca de seus mamilos duros debaixo de sua camisa frágil.  Você precisa de mim como eu preciso de você. Eu entendo. Ela murmurou. Eu abaixei e acariciei sua garganta, dentes doloridos para quebrar a pele dela e lamber.  E por que isso? Minha mão alcançou o seu pescoço, apertando não apenas um cabo coaxial suave, lembrando-lhe que ela estava ao meu alcance. Sua boca se abriu e seu corpo derreteu contra o meu.  Porque... Meu corpo queimou por ela; meus ouvidos tensos por sua resposta.  Porque... Eu lambi os lábios, implorando que ela terminasse a frase. Eu tinha que saber por que ela se importava. Isso significava o mundo para mim. Meu estômago ficou tenso, reconhecendo mais uma mudança em mim. Eu nunca teria me preocupado com outra pessoa me

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

amar antes. Agora, eu precisava dela mais do que qualquer coisa. Eu nunca seria capaz de remover as tendências escuras com as quais tinha vivido toda a minha vida, mas eu cresci lentamente a capacidade de calma. Quase como se o monstro levou o que precisava então me deu uma breve pausa, onde eu poderia ser o amor, homem atencioso. Eu queria ser para ela. Tess me beijou de volta, sussurrando em minha boca.  Porque você é meu monstro no escuro, e eu sou sua.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seis

Tira-me nua, puxa meu cabelo, eu não me importo apenas me leve. Eu preciso disso forte, eu preciso da dor, que é a única coisa que me mantém sã...

As

portas do elevador se abriram, quebrando o nosso

momento. Q suspirou, deixando-me ir com uma careta. Parecia que ele não podia suportar a ideia de não me tocar. Eu sabia como ele se sentia. O que quer que exista entre nós estava crescendo rápido, e eu não queria me mover. Eu queria olhar em seus olhos e tentar decifrá-lo. Q saiu primeiro, abrindo mais uma porta apenas um ou dois metros de distância. Não era bonito. Não era de designer. Na verdade, o metal pesado rebitado parecia manchado pelo tempo, gasto.  Onde estamos? Eu perguntei quando eu desembarquei do elevador. Ele sorriu e

soltou

a

maçaneta

da

porta,

empurrando

o

metal

aberto.

Instantaneamente, sol irradiou no espaço sombrio, e eu olhava o brilho.  Venha. Eu vou te mostrar onde eu passo a maior parte do meu tempo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q me chamou a segui-lo, e eu não podia acreditar nos meus olhos. Eu tinha morrido e ido para o céu. Literalmente. Passei por cima do limiar e engasguei. Todo o horizonte parisiense foi para minha visão de prazer. Eu fui para frente, não tendo conhecimento de mover até que eu estava em pé na borda do telhado com a cosmopolita cidade diante dos meus pés. Meus olhos se arregalaram. Eu não tinha andado sobre concreto, mas a mais macia, mais brilhante grama verde que eu já tinha visto. Flores selvagens, bonsai, árvores de frutíferas e totalmente crescidas cercavam o telhado, protegendo pequenas salas de estar e as características da água. Situado no meio de tal deserto urbano era um edifício branco espumante com paredes de vidro ao redor. Q veio em minha direção, trazendo com ele o ruído das batidas de pequenas correntes ascendentes de penas. Eu abaixei quando uma enxurrada de pombos, melros e pardais levantaram vôo por cima do meu ombro, espalhando a partir do jardim para o céu sem limites. Girei a Q, tentando entender este lugar. Ele sorriu, com os olhos brilhando com tal inteligência ardente que me pavimentou. Este homem correu todo o mundo em companhia. Ele dedicou sua vida a ajudar os outros, ao mesmo tempo odiando-se por suas quedas. Eu quis dizer o que eu disse-me por quê? O que eu fiz para merecer ser tão especial para ele? Só alguém perfeito e digno e conflituoso o suficiente para entendê-lo era digno de tudo isso. Eu odiava a minha dúvida, odiava a minha necessidade de ouvi-lo dizer que ele estava caindo por mim, também. Uma parte de mim se preocupava que eu nunca ouviria aquelas palavras dele.  Bem-vinda ao meu escritório. Ele abanou os braços.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Eu acho que é um muito melhor uso do espaço do que um chato heliponto. Ele andou a passos largos em direção ao prédio, sentado tão orgulhoso, como uma coroa em cima de seu império.  Nós devemos? Eu balancei a cabeça e segui Q para o seu domínio. Alguns pássaros bravos pousaram na grama quando os deixamos em paz. Este lugar era um santuário para animais selvagens no coração da cidade. A analogia não escapou de minha mente. Q construía um oásis onde quer que fosse cuidando daqueles que precisava de espaço para curar e ser livre. Como apaixonada eu estava por Q, e tanto quanto ele cumpria, me deu tudo o que minha doente alma torcida poderia querer, ele me deixou louca. Eu queria entrar em sua cabeça. Eu queria saber todos os detalhes minuciosos sobre ele, e ainda assim ele não confiava em mim. Isso estilhaçou meu coração, e eu gostaria de poder provar a minha devoção a ele. Que eu nunca iria derramar seus segredos ou culpa de suas perversões. Eu não gostava que ele nunca pudesse se abrir totalmente, que eu nunca pudesse entender completamente o homem que possuía meu coração. Q parou do lado de fora do prédio, estendendo a mão. Parei, olhando-o com cautela, condicionada a esperar dor ou prazer do seu toque. Ele bufou, apertando sua mandíbula.  Você se recusa a fazer algo tão simples como segurar minha mão? Com um olhar machucado ele deixou seu braço cair. Corri mais perto e tomei sua mão, apertando com força.  Eu nunca tinha lhe recusado qualquer coisa. Eu só não sou acostumada a algo tão... Normal vindo de você.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu dei-lhe um sorriso tímido, ligando os meus dedos com os dele, até que estavam presos juntos. Segurar a mão de Q foi tão completamente diferente de tudo que eu tinha experimentado. Brax costumava me abraçar docemente, nossas palmas um pouco suadas, um menino e uma menina se atrapalhando a crescer. Q me segurou com posse, e a suavidade de sua pele definiu meus dentes na borda e meu pulso catapultou. Ele era um homem puro. Um macho dominante que esperava cumprimento explícito, o tempo todo à procura de um fio de retaliação. Uma contradição completa de um homem com dois desejos. Ele segurou o meu coração, mais do que a minha mão. Q me puxou mais perto até que as nossas mãos foram encravadas entre nossos torsos.  Estou feliz por você estar aqui. Ele sussurrou. Engoli em seco, me afogando em seu cheiro de cítrus e sândalo. Na maioria das vezes nós lutamos com punhal e garras, e, no entanto, naquele momento, a intensidade chiou para flores e pétalas. Pela primeira vez na história, a nossa ligação era doce.  Não seja sonhadora, Tess. Estou me sentindo sentimental. Isso é tudo. Não se acostume com momentos como este. Você vai ficar decepcionada. Ele desembaraçou os dedos dos meus e entrou no prédio, deixando-me chocada e sozinha. Se eu tivesse feito algo, ou Q percebeu como o momento me assustou? Imaginei que o segundo era mais provável. Eu tive uma boa mente para roubar a arma de Franco e manter Q refém para que eu pudesse ter uma chance de entrar em sua cabeça. Toda vez que eu estava perto de romper, ele arruinava. Suspirando, entrei no escritório aberto e arejado e congelei no local.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Gelo. Terror. Muito, pressentimento hediondo. Meus membros bloquearam no local, e os meus instintos soaram em alerta máximo. A mensagem era simples: Execute. Corra muito, muito distante, e não volte. Corra, Tess! Foi à mesma compulsão do meu corpo que me fez tanto medo no México. Meu corpo tremia trancando minhas pernas de virar e me jogar do edifício. Q não importava. O sol ou conhecimento de que nada de mal residiu aqui não importava. Tudo o que eu vi foram trevas e escuridão e o cheiro da morte. Corra! Eu gritei, apertando a mão na minha boca, desintegrando-me em uma bola.  Você tem belos seios. Você não pode se esconder para sempre. Entre no banho e lave sua imundície. A voz de Jaqueta de couro rugiu na minha cabeça. Minha costela curada berrou em memória dele me chutando.  Aceita que você não é uma mulher. Você é uma mercadoria. E mercadoria deve ter um código de barras para venda. Cicatriz murmurou assim quando a dor da tatuagem no meu pulso. Não! Pare. Estou segura. Estou segura. Não é verdade.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Merda, Tess. Que porra é essa? Q me arrancou do chão, me içou. Embalando-me, ele me levou ainda mais para dentro do prédio antes de sentar em um sofá de lona branca. Deixou-me ir. Eu não poderia estar lá. Eu não podia. Cubos de gelo viviam no meu sangue, galgos correram em minhas pernas, querendo nada mais do que correr. Eu tentei pegar minha respiração em pânico sob controle, mas minha mente estava de volta no México, de volta com inúmeras outras mulheres cujo destino poderia ter acabado agora. Eu queria que os idiotas tivessem morrido. Eu queria ser a pessoa que roubou suas vidas, assim como eles roubaram de outros.  Tess. Tess! A voz de Q estava muito longe, engolido em oxigênio, nadando duro contra o pânico. Algo feroz e quente atingiu meu rosto, ele ajudou a perseguir os meus pesadelos de volta para as profundezas. Q me abalou, esmagando-me contra seu peito poderoso.  É isso aí, Escrava. Volte para mim. Não ouse me deixar. Minha orelha pressionada contra seu terno e a corrida alta de seu coração batendo me trouxe de volta à realidade. Chupei em um último suspiro vacilante e abri os olhos. Eu fiquei tensa, esperando o quarto para me enviar cambaleando para trás em um surto psicótico, mas ficou luminoso e arejado e completamente inocente. Q

congelou,

me

deixando

ir,

me

olhando

penetrantes.  Est ce que ça va?21

21

Você está bem?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

com

olhos


The Rose Traduções

Quando eu não respondi, ele lançou em uma sequência de raiva em francês.  C'est quoi ce bordel, escrava? Est-ce que tu peux me dire pourquoi tu as eu cette absence? Est-ce que tu me caches quelque chose? Tu as besoin d'aide? Pourquoi tu ne me dis rien!22 Eu vacilei contra a raiva, segurando minha cabeça.  Sinto muito. Eu não sei o que aconteceu. Imagens de Suzette sofrendo no seu próprio ataque piscaram em minha mente.  Talvez seja um episódio? Você sabe, sobra de sentimentos do meu passado? Ele me arrastou fora de seu colo e no sofá. No momento em que ele estava livre, ele mudou-se para sentar-se na mesa de café, empurrando para longe grandes pastas e fichários. Ele manteve as mãos para si mesmo, quase como se ele não pudesse me tocar sem querer me quebrar em metade.  Você já teve antes? Suas narinas, todo o seu quadro tremia de raiva. Eu balancei a cabeça, dizendo a verdade. Eu nunca tinha sofrido tão violentamente antes. Claro, eu tinha pesadelos do sequestro e estupro, mas Q estava sempre lá para me salvar. Este foi inteiramente novo. Eu odiava a sensação de estar com tanto medo. Amaldiçoei Brax por me levar para o café e por não ser forte o suficiente para me salvar. Eu queria rasgar cada desgraçado que me machucou em pedacinhos minúsculos. Eu queria seus corações em uma vara. Eu queria viver sem as lembranças terríveis. 22

O que aconteceu, Escrava? Cuidado para me dizer por que você teve um colapso? Você está escondendo isso de mim? Você precisa de ajuda? Por que não me diz!

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Mas se você não sofresse você nunca teria sido vendida para Q. Meus olhos se arregalaram. Depois de tudo, lidar com os espancamentos, degradação, e ser marcada como uma vida de cão me recompensou com meus desejos mais profundos. Será que o destino extraiu um pedágio horrível, tudo em nome de conceder meu último desejo?  Suzette deixa meu temperamento afetá-la. Qual foi a razão para o seu? Q explodiu em pé, andando a distância, colocando as mãos nos bolsos.  Sou eu, não é? Estar sozinha comigo aqui em cima. Você tem medo. Não há nenhuma equipe. Sem Franco para me parar se eu for longe demais. Ele olhou para mim com olhos torturados e assombrados.  Diga-me a verdade! Calor

e

temperamento

viajaram

pela

minha

espinha,

erradicando o último frio restante. Levantei-me, apontando um dedo para ele.  Não faça isso com você. Quantas vezes eu preciso dizer isso? Eu não tenho medo de você! Ele jogou as mãos para cima.  Talvez você devesse ter medo de mim. Eu sou o pior que alguma vez possa acontecer com você. Ninguém mais vai chegar perto de você, eu não vou permitir isso. Ele bateu no peito,

respiração difícil, esticando seu terno

grafite imaculado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Eu mataria por você, Tess. Eu já matei por você. Não me enfraquece ter medo de outros. Tema a mim. Deixe-me mandar em você! Ele correu para frente, capturando a minha nuca.  Minha vida guarda a sua vida. Tu es à moi.23 Sua paixão, sua raiva, perseguido pelo resto do meu pânico a distância. Mas não importa o quão tocada e honrada eu estava pelo seu voto de me proteger, ele não conseguia parar o instinto residual de que algo não estava certo. Meu coração chutou em alta velocidade quando eu notei o grande corredor por trás do ombro de Q, levando para o desconhecido. Engoli em seco, tentando ignorá-lo. Um corredor inocente, nada mais, mas meus olhos se prenderam na entrada, e o deslizamento lento de aranhas começou de novo. Q seguiu meus olhos. Ele franziu a testa, então brilhou atingiu em seu rosto.  Você está com medo de algum lugar novo. Apressando-se, acrescentou.  Você esteve em qualquer outro lugar, que não seja a sua casa em Melbourne e os lugares que você tinha visitado antes? Minha testa franziu, pensando em sua pergunta. Finalmente, eu balancei a cabeça.  Não. Você está certo. Este é o primeiro lugar que é completamente novo para mim. Ele larga antes de esfregar a parte de trás do meu pescoço e me deixar ir. 23

Você é minha.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Eu sei o que desencadeou. Você está com medo de uma nova localização, pois na última vez você foi agredida e sequestrada. Sua voz afiada com raiva e seus músculos agrupados, mas ele me deu um sorriso encorajador.  Eu já vi isso acontecer com inúmeras escravas que chegaram. Todas elas desprezam novidade, está cheia de horror porque você não pode se preparar mentalmente para o que você não sabe. Eu

pisquei.

Eu

não

acho

que

eu

tinha

estado

completamente confortável em torno de Q. Ele via muito, sabia muito sobre o que acontecia na indústria de escravas do sexo. O negócio imobiliário não era onde o coração de Q estava. Era consumida por aves quebradas. Curava asas, a concessão de efeito para as mulheres de outra forma mortas. Ele era a cola para tantas famílias fraturadas encontrar a felicidade novamente. Eu não conseguia parar de olhar para ele com uma mistura de temor e incerteza. Ele franziu a testa, colocando as mãos sobre os meus ombros, me marcando, os polegares acariciando delicadamente.  Você está segura aqui, Tess. Eu não vou deixar nada te machucar. Você tem a minha palavra final sobre isso. Ele baixou a cabeça, olhos ilegíveis e ferozes.  Você precisa descansar. Eu balancei a cabeça, horrorizada em deixá-lo para baixo no primeiro dia.  Não, eu estou bem. Dê-me um momento e eu vou estar pronta para me tornar sua empregada coruja. Eu sorri, mas era aguado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Mesmo que eu me forcei a ser racional, a reconhecer que este era um lugar seguro e que Q iria afastar o diabo de mim, eu não conseguia parar a espuma de medo gelar no meu estômago. Consiga uma porra de um aperto, Tess. O corpo de que Q ficou tenso, sua mandíbula flexionada. Eu jurei que ele tinha algum sentido hiperativo que sabia quando eu mentia e estava realmente com medo. Ele tinha o nariz de um predador, e naquele momento eu estava fraca e presa.  Talvez você tenha razão. Eu sinto muito, Q. O pensamento de ir a qualquer outro lugar e conhecer um monte de novas pessoas me deu as colméias. Ele deixou cair às mãos, balançando a cabeça.  Não precisa se desculpar. Lentamente, um pouco da tensão desenrolou a partir de minhas pernas, me deixando instável. Será que eu sempre sofreria das repercussões do que aconteceu? Eu pensei que eu era mais forte do que isso. O tempo todo eu pensei que não era quebrada, mas talvez eles me fraturaram

apenas

o

suficiente

para

me

impedir

de

curar

completamente. Senti-me como uma covarde. Eu deixei meus instintos substituir o pensamento racional, me fazendo temer uma ilusão. Q respirou fundo, livrando-se da angústia visível em seus ombros. Ele sorriu suavemente quando seus olhos claros ficaram aquecidos.  Eu tenho uma reunião. Estou atrasado. Eu quero que você fique aqui e relaxe. Assista a um filme, alimente os pássaros, vá tomar um banho. Faça o que quiser. Ele capturou a minha mão, me puxando para mais perto.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 No momento em que eu terminar, eu vou voltar, e vamos para um bom jantar, ou pedir um, eu não me importo. Amanhã é cedo o suficiente para compartilhar você. Eu sorri envolvendo meus braços em torno de sua poderosa postura, deixando-me esquecer que me fiz de tola.  Você não quer me mostrar? Murmurei contra seu peito. A onda de gratidão me encheu mais uma vez, por ser vendida para um homem tão estranho, mas moral. Meu destino poderia ter sido muito, muito pior. Eu tinha sorte eternamente. Ele riu, o som ressoou no meu ouvido, fazendo meu mundo novamente certo.  Não. Eu desejei que eu nunca dissesse que iria trabalhar para mim. Eu prefiro mantê-la acorrentada e subserviente em casa. Eu ri, e a última da minha apreensão derreteu. Q me queria, Q iria me proteger, e, eventualmente, Q me amaria. Eu, a menina com nada além de uma mente quebrada.

Q me deixou sozinha em seu escritório de céu alto, rumo ao seu encontro, doando sua atenção para algo maior do que eu. Beijei-o de adeus pelo elevador antes de caminhar de volta relutantemente para o edifício. Por que ele tinha que ir lá embaixo para a reunião estava além de mim. Mas olhando os pássaros voando livre, e os jardins bem

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

cuidados, eu poderia entendê-lo querendo manter esta zona como privada, onde só ele era autorizado a entrar. E agora eu. Eu apertei minhas mãos enquanto eu entrei no Espaço de Q. A lavagem dos instintos gritavam para mim, congelando meus membros, mas eu ignorei. Pela primeira vez na minha vida, de bom grado disse aos meus instintos para calar a boca. O escritório de Q era simples, elegante. Nenhuma madeira pesada como sua biblioteca em casa, ou o excesso de decoração de peles de animais no salão. Este era puramente ele. Um lugar intocado por seu pai, um espaço não herdado. Parecia que ele gostava de sua mobília fria: uma mesa de vidro com quatro arranha-céus segurando os cantos, obras de arte branca com silhuetas de todos os tipos de pássaros em vôo, e uma clarabóia maciça completava o espaço. Salpicos de cor vieram de almofadas espalhadas e estrategicamente colocadas modelos em escala de hotéis e complexos de edifícios. Era

perfeito,

mas vazio.

Um

sentimento

de

abandono

aumentou e eu esmaguei-o. Eu não tinha nenhuma razão para me sentir abandonada. Q me disse para relaxar e, para ser honesta, eu precisava. Para próxima meia hora, eu andei no escritório de Q. Olhei para o trabalho de arte, folheei algumas das pastas cheias de licenças de construção e regulamentos, e fui para um passeio fora. A ansiedade me fez nervosa e duas vezes eu pensei que eu vi uma sombra que espreitava fora do lugar, só para encontrar que uma nuvem tinha rolado em cima do sol. Eu não podia continuar assim. Meu coração doía de correr muito, e minha boca estava seca. Meu corpo inteiro estremeceu de ser molhado de suor nervoso. Eu tenho um encontro hoje à noite com um

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

homem que eu desesperadamente queria conhecer. Eu não podia ir cheirando como uma mulher sem-teto. Tomando a sugestão de Q, eu voltei para dentro e engoli o meu medo de cabeça para baixo, e pesquisei o corredor do banheiro. Deparei-me com um dormitório, que era quatro vezes o tamanho do meu antigo apartamento com uma cama impecavelmente feita e uma montanha de almofadas macias. Todo o final do quarto se abriu com duas portas para trazer o pátio de fora para dentro. Inocente perfeição e branco veio à mente. Era tão diferente de quarto da torre de Q que era ridículo. Eu encontrei o banheiro fora do quarto e sorri em antecipação. Se o helicóptero, o Rolls-Royce, e o edifício incrível de Q não tinha me impressionado com a sua riqueza, o luxo em todos os cantos deste banheiro fez. Uma das paredes estava completamente coberta de telhas espelhadas, dando a sensação de espaço interminável e possibilidades de repetição. A vaidade de duas pias estava carregada com pequenos sabonetes e garrafas de cristais minúsculos. O chuveiro poderia ter realizado um time de futebol com chuveiro de um metro de comprimento, mas foi o banho que me chamou. Toscano inspirado com degraus que levavam para cima antes de desaparecer em uma piscina de mergulho celeste profundo. Jatos de prata para bolhas crivadas dos lados e almofadas de pelúcia forravam o aro. Se alguma coisa pudesse me livrar da minha ansiedade, seria este banho. Ligando a cachoeira da torneira, eu voltei para o quarto para ver se eu poderia emprestar algo de Q para vestir depois do meu banho. O guarda-roupa me esbofeteou com notas cítricas e almíscar. Perfume de assinatura do Q envolveu seus braços em volta de mim e tirou minha solidão. Deus, ele cheirava delicioso. Meu corpo cantarolou,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

faltando-lhe, olhando para frente, quando ele voltou. Cada camisa que eu vasculhei minha mente. Decidir sobre uma camisa jade pálida, a mesma cor dos olhos de Q, segurei-a no meu nariz e inalei Q de escuridão, sua tentação, atirou no meu nariz e aprofundou dentro do meu coração. Meu pulso aumentado, precisando dele. Meu corpo pertencia a ele, posto vivo por seu cheiro, tato e voz. Maldito seja Q, por sair. Eu não queria nada mais do que tomar um banho juntos. Talvez quando ele voltasse, ele poderia se juntar a mim. Eu precisava reafirmar que tudo isso era real. Esta riqueza, esse futuro, esta vida que agora vivia. Sem lembrar-me, tudo parecia um sonho ridículo. Os espelhos estavam embaçados e chorando de condensação quando voltei. Nuvens de vapor quente me envolveram, saturando instantaneamente minha pele com gotículas aéreas. A última do meu medo irracional recuou, virando me mancar e ansioso para cair na água. Removendo as minhas roupas, eu refiz meu rabo de cavalo em um coque bagunçado e entrei no escaldante banho. Ele empalideceu minha pele quando eu submergi. Rangendo os dentes, eu trazia através da temperatura, deixando minha pele se acostumar com o ataque. Cada chicotada provocou agonia extra, irritando com calor. No instante em que eu estava totalmente coberta, a água batia e persuadiu, aliviando os últimos remanescentes de torções de meu corpo. Toda a casa de banho chorou em torno de mim; orvalho ainda pingava do teto. Era como estar em um mundo de água privada, onde nada além de felicidade poderia me alcançar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu fui de sono para me afogar em dois segundos. Um segundo minha cabeça estava acima da água, à deriva na terra dos sonhos e fantasias, no próximo fui empurrada no fundo da banheira e presa ao fundo. Reflexivamente inalando, enchendo meus pulmões com água. Eu chutei e contorci, tentando fazer com que a compra em quem me segurou, mas o punho no meu cabelo não permitiria qualquer margem de manobra. Que porra é essa? Não é Q. Por favor, não deixe que seja Q. Eu sabia que ele tinha desejos negros, mas eu não acreditava que ele iria me afogar apenas por diversão. Eu não acredito que ele seria tão cruel. Não é o homem que se enfureceu quando ele pensou que não poderia me proteger do meu ataque de pânico. Não é o homem que sorriu tão docemente quando terminamos a porra no helicóptero. Toda a raiva que eu abracei quando fui sequestrada correu em meu ser. Eu perdi a suavidade, a dependência que Q me deu e acelerou com energia da sobrevivência. Cocei no pulso me segurando, cavando fundo com unhas afiadas. Meu assaltante puxou, tentando erguer meus dedos com a outra mão, mas eu não me deixei ir até o sangue crescer escorregadio sob minhas unhas. Um momento depois, a mão na minha cabeça solou, e eu subi. Água irrompeu de minha boca quando eu me engasguei ofegante. Torcendo na água, eu rosnei. Meu coração bateu uma vez e morreu. Eu gostaria de ter ficado sob a água.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Não. Não, não, não. Não pode ser verdade. Jaqueta de couro zombou, seus olhos negros cheios do mesmo mal atroz que eles tinham realizado no México. Seu corpo nojento em minha direção enquanto ele contorcia os dedos sujos.  Olá, vagabunda. O ataque de pânico. Merda, Tess. Não foi um ataque de pânico era real! Meus instintos sabiam. Eles sabiam o tempo todo, e eu ignorei. Lágrimas furiosas quentes ameaçavam cair quando eu arreganhei os dentes.  Saia de perto de mim. Meus olhos corriam em volta do banheiro, à procura de uma arma. Nada apenas macios travesseiros e tubos de creme de hidratação. Jaqueta de couro riu, passando a mão pelo cabelo gorduroso.  Isso não é uma maneira de ser agradável. Tenho saudades de você e de seus peitos agradáveis. Ele inclinou a cabeça, sob sua respiração. Sua sobrancelha levantada tendo nos cílios vermelhos no meu estômago.  Eu ouvi que você está provando ser um mau investimento, e meu chefe odeia maus investimentos. Seu

sotaque

espanhol

engrossou

enquanto

seus

olhos

deslizavam pelo meu corpo.  Alguém decidiu que precisava de punição também, hein? Passando os braços em volta da minha nudez, eu gritei:  Eu não sou mais sua para torturar. Eu pertenço a outro. Alguém que vai ficar extremamente chateado se você colocar um dedo em mim.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meus dentes começaram a chacoalhar, apesar do ar úmido e banho quente. Eu não posso deixar que ele me leve. Eu não posso.  Se você sair agora, eu vou esquecer que você esteve aqui. Eu não vou dizer para o meu dono para caçá-lo e rasgá-lo. Tudo o que eu queria era que Q aparecesse e explodisse o cérebro de Jaqueta de couro em todo o banheiro e nas paredes. Matá-lo tinha sido a minha intenção desde que deixei Brax. Jaqueta de couro jogou a cabeça para trás e riu.  Não preocupe sua cabecinha sobre mim, vagabunda. Seu proprietário não será um problema por muito mais tempo. Ele se aproximou, olhando de soslaio para baixo.  Ele fez uma coisa muito ruim. É tempo para ele pagar. Eu empurrei para o outro lado da banheira, mas Jaqueta de couro se movia como um demônio. Ele pulou na banheira com roupas e tudo, e pegou um pedaço de meu cabelo. Seu cheiro metálico encheu meu nariz quando ele forçou minha cabeça sob a água novamente. Eu goleei, eu me contorci, eu não tentei gritar, mas o puro terror irrompeu minha golfada de ar para dentro da água quente. O baque pesado das batidas do meu coração foi à loucura quando me aproximei mais do afogamento. A agonia durou para sempre, enquanto os meus pulmões gritaram e tiveram uma morte dolorosa, mas no último segundo, ele me içou, me arrastando para a borda da banheira. Apegando-me ao lado, eu chupava em suspiros famintos, engasgando com gotículas correndo pelo meu rosto.  Agora que você está limpa. Saia. Nós temos um lugar para ir.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Jaqueta de couro ordenou.  O que? Eu não consegui terminar, arfando para respirar.  Eu não vou a lu... Com um empurrão selvagem, ele puxou-me na posição vertical. Eu gritei, tentando libertar o meu cabelo de suas garras. Ele arrastava pedaços de modo rígido arrancando do meu couro cabeludo.  Deixe-me ir! Torci, tentando fazer com que seu pulso dobrasse o suficiente para se libertar. Ele era muito forte. Meu corpo fraco vacilou e teceu depois de quase se afogar. Amaldiçoei meu corpo para que não. Eu não podia lutar. Ele me puxou da banheira e contra o seu corpo horrível. Os zíperes de sua jaqueta frios reviraram meus seios nus enquanto ele respirava com ranço em cima de mim.  Não vai acontecer. Hora para um pequeno passeio. Eu ataquei e dei uma joelhada certeira nas bolas dele. Ele me deixou cair, apertando no toalheiro em agonia. Eu não esperei mais um segundo. Com a minha cabeça batendo e fios de cabelo caindo no chão, eu aparafusei. Direto para outro homem. Seus braços me virão e seu sorriso pouco natural quebrado esmagando toda a minha esperança de liberdade. Entalhado de Couro. O homem que me segurou enquanto a cadela tatuada me inspecionava.

A

mesma

cadela

que

inseriu

um

rastreamento no meu pescoço. Porra.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

dispositivo

de


The Rose Traduções

O rastreador! Eu queria me matar por ser tão estúpida. No momento em que cheguei à Austrália, fiquei na lista de espera para uma cirurgia para remover. Mas eles ficaram me empurrando para trás das emergências, me empurrando para baixo na lista. Não havia nada que eu pudesse fazer, e então eu voltei para Q. Durante quatro dias eu namorei e provoquei o homem que eu tinha voltado. Eu nem sequer parei para pensar sobre o tal dispositivo que rastreava os meus movimentos a cada dia. Merda, Tess! Eu deveria ter lhe dito. Eu devia ter a certeza que tinha sido removido imediatamente. Eu deveria ter massacrado meu próprio corpo para removê-lo. Isso foi tudo culpa minha. Jaqueta de Couro estalou a língua.  Percebeu agora, não é? Eu tenho que admitir, as pessoas tendem a esquecer sobre essa parte. Ele suspirou, soando quase apologético.  É

realmente

uma

vergonha

fazer

isso,

mas

as

circunstâncias mudaram. Meu cérebro não conseguia se concentrar em uma coisa. Corra, lute, corra. Tremendo, eu disse:  Eles foram pagos por mim. Deixe-me ir. Por Favor. Jaqueta de couro veio mancando em direção a nós. Eu me encolhi quando Jaqueta de couro me girou para encará-lo. Eu não me importava sobre estar nua, só me preocupava com a matança desses homens e correr para Q. Lágrimas machucavam enquanto eu pensava. Eu não sabia onde Q estava. Eu não tinha ideia de que andar, ou mesmo se ele estava no prédio. Oh, Deus. Eu nunca vou vê-lo novamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Jaqueta de couro pegou a camisa de Q no banco do canto. Ele atirou em Entalhado de Couro.  Vista-a. Ele concordou e me deixou ir para abrir a camisa. O pensamento de ser vestida por estes bastardos era muito ruim. Eles não tinham o direito de tocar nas roupas de Q. Agarrei a de Cicatriz, rosnando:  Eu posso fazer isso sozinha. Levou algumas tentativas de desfazer os botões e minimizá-la por diante. Ele deslizou em mim como um vestido. O cheiro da loção pós-barba de Q me aleijando, e eu não queria nada mais do que ceder aos enormes soluços em meu peito. Mas eu não tinha esse luxo. Eu tinha que ser corajosa e feroz. Eu tive que ficar afiada e pronta para mutilar. Cicatriz não me capturou de novo, e eu fiquei presa no meio deles quando Jaqueta de couro tirou algo do bolso da calça. Seus olhos negros brilharam, apreciando o meu medo.  Faça isso. Seus olhares piscaram atrás de mim para Cicatriz. Meu coração deu uma guinada em minha garganta e eu abaixei, tentando evitar o que quer que estivesse por vir, mas não foi o suficiente. O soco no lado da minha cabeça enviou estrelas explodindo atrás dos meus olhos. Bati no piso de mármore. Meus joelhos gritaram e eu me preparei em minhas mãos, tentando sacudir para longe a agonia.  Foda-me, olha para você. Jaqueta de couro murmurou.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Nós pensamos que o homem que é o seu dono fosse uma boceta, mas veja aqui. Um dedo nojento arrastou ao longo da base da minha espinha, onde a camisa tinha subido e cutucou os hematomas na minha bunda. Ele cutucou as marcas de unha frescas que Q me deu no helicóptero.  Bastardo, não é. Cicatriz riu.  Pelo menos sabemos que ela gosta de uma vida difícil. Isso vai atrair alguns outros para comprar uma escrava de segunda mão. Meus ouvidos apressaram com horror.  Eu já estou vendida! Você não pode fazer isso! Ambos os homens riram.  Não é mais de seu alcance. Jaqueta de couro agachou na minha frente, brandindo o item de seu bolso. Ele manteve escondido em seu punho grande de carne. Todo o ódio que eu sentia por eles queimaram meu coração e alma. Eu tinha planejado caçá-los. Acompanhando-os como animais e fazê-los pagar pelo que fizeram, trazer retribuição para todas as mulheres que feriram. Agora, todos esses objetivos eram poeira. Por causa de um erro estúpido, minha vida tinha acabado. Para o bem desta vez. Eu tive a minha segunda chance e estraguei tudo.  Dê-me seu braço. Casaco de couro sorriu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Eu tenho um presente para você. Eu não queria qualquer porra de presente. Rangendo os dentes, eu rosnei.  Foda-se. Cicatriz riu atrás de mim quando Jaqueta de couro sorriu.  Eu perdi a sua luta, puta. É só esperar até que eu tenha você sozinha. Vai pagar por quebrar meu dedo. Engoli em seco quando lembranças dele vindo para me encontrar no escuro ameaçaram me puxar para baixo.  Você não deveria ter tentado me estuprar. Jaqueta de couro parou e olhou sorrindo com tanto ódio que era como estar em um caldeirão do inferno. Ele atacou e roubou meu braço.  Você vai se arrepender disso. Eu lutei. É claro que eu lutei, mas Cicatriz agarrou meus ombros e me mantinha no lugar enquanto o meu braço estava esticado e bloqueado entre o corpo e cotovelo de Cicatriz.  Eu vou aproveitar isso. Diga adeus, vagabunda. Com reflexos de cobra, ele espetou algo afiado e doloroso no meu braço. Quase instantaneamente uma nebulosa nuvem desceu, virando meu cérebro em creme, meus membros para algodão doce. Não! Agarrei-me a lucidez, mas foi inútil. Segundo a segundo, meu coração

silenciosamente

me

envenenou

por

permitir

escorrerem pela minha corrente sanguínea.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

as

drogas


The Rose Traduções

Meus olhos ficaram vacilantes e incertos. Então meus membros desapareceram do meu controle até que eu caí de cabeça em Jaqueta de couro. Ele me segurou em seus braços de estuprador como a reta final

do

meu

pesadelo.

Meus

pensamentos

encolhidos,

minha

respiração rasa, e a última coisa que ouvi enviou minhas esperanças diretamente para o inferno.  Bem vinda em casa.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Sete

Anseio por ver o blush da sua pele cremosa, espancada e marcada me faz ficar excitado...

Eu sufoquei meu gemido quando eu dobrava a esquina para o meu escritório para encontrar Frederick curvar contra o batente da porta. Braços cruzados, cabelos escuros penteados para trás com gel, e ostentando um casaco de tweed com folgas, ele parecia um garotopropaganda para Country House e fodido Garden. Como acabamos sendo amigos eu não sabia. Nós tínhamos dividido um quarto no colégio interno, e quando voltei para concluir meus exames depois de assassinar o meu pai, ele sabia que algo grande tinha acontecido em minha vida. Não porque eu estava triste e meu eu normalmente mal-humorado, mas porque, pela primeira vez, eu ostentava um sorriso e um ar de alívio. Finalmente eu fiz um favor ao mundo, matando meu velho, e eu queria partilhar a minha sorte. Eu nunca disse a ele exatamente o que aconteceu, mas de alguma forma ele me tropeçou suficiente para dar a minha história. Para desvendar a maioria dos meus segredos e dar-me alguém em quem confiar. No momento em que ele me viu, seus lábios se contraíram em um sorriso. Ele passou a mão pelo seu brilhante cabelo gay. Temperadamente, eu empurrei o meu caminho passando na sala de reuniões, de olho em seu sorriso despreocupado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Quoi?24 — Eu exigi quando ele colocou o braço até me barrar de entrar. Eu só conhecia cinco pessoas por todo o edifício. E essas cinco pessoas eu confiava apenas até o momento. Frederick era um deles, mas ele também era o único que fugiu e me conduziu louco com suas travessuras. —Bonjour. — Ele bateu os dentes. —Eu me perguntava quando seria agraciado com a sua presença famosa novamente. Eu bati o braço, e caminhei em direção à grande mesa oval. Escolhi o assento de frente, eu me sentei com minhas mãos sobre a mesa. —Chegue ao ponto, Frederick. —Bem, eu assumi com um pedaço quente de bunda em casa você iria demorar mais do que quatro dias antes de voltar a este caos. Meu temperamento explodiu. —Não. Nunca. Desrespeite. Ela. — Eu apertei meus olhos. Não é a primeira vez que eu lamentei amarrar Tess no teto para a reunião de negócios de improviso. Eu odiava que Frederick a via assim. Eu tinha sido um filho da puta de fazê-lo, mas eu tinha minhas razões. Razões que não se somam com a forma que Frederick Roux regozijou-se para mim. Ele se jogou em uma cadeira ao meu lado, segurando as mãos para cima. —Hey. Apenas afirmando um fato. — Ele estava ansiosamente embaralhado. —Então... Você está finalmente deixando uma mulher domar você, hein? —Ela não me doma, ela... — Eu parei no meio da frase, engolindo a coisa do amor perfeito que eu estava prestes a dizer. Ela não me doma, ela me liberta. Definitivamente não é adequado para a minha temível reputação.

24

O quê?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Aproveitei a enorme pilha de papéis que eu tinha pedido para pôr em dia, e fingi ignorá-lo. Eu não poderia lidar com a sua merda agora. Deixando Tess só tinha sido a coisa mais difícil que eu tinha feito desde que fiz um juramento de nunca me tornar meu pai. Eu deixei a minha capacidade de respirar lá em cima com ela. Só o conhecimento de que ela estava completamente segura e intocável me permitiu algum alívio para chegar ao trabalho. Que porra estava com ela para aquele ataque de pânico? Ela era tão forte. Não fazia sentido para ela deixar memórias levar a melhor sobre ela. Eu tinha visto bastantes mulheres perderem suas vidas inteiras por reviver o que aconteceu. O interruptor que os enviou na espiral de depressão e destruição nunca acabava. Eu nunca iria deixar que isso acontecesse com Tess. —Pare de entusiasmo. Eu posso sentir seu convencimento a partir daqui, — eu resmunguei quando Frederick se recusou a olhar. —Ei, cara, eu estou autorizado a tripudiar quando meu amigo de longa data, finalmente chega para trabalhar olhando com uma bela transa e um tom mais feliz do que qualquer outro dia de sua vida triste. Deixei cair o papel e dei um soco nele. Hesitante, mas eu perdi tudo a mesma coisa. Ele abaixou-se, rindo. —Estou satisfeito por você. — Avançando para frente, ele me deu um tapa nas costas, sorrindo. — Bem-vindo à união. Você não é mais um solteirão rabugento que tem para pagar. —Pelo amor de Deus, mantenha a voz baixa. — Meus olhos corriam para a porta. Qualquer momento em que estava na empresa, e as pessoas não precisam saber o que eu fiz com o dinheiro na referida carteira. — Frederick assentiu. —Eu vou parar agora. Apenas feliz por você, isso é tudo. Aqueci um pouco, eu me inclinei para trás na cadeira. —O que te faz tão certo que eu estou mantendo-a? Eu a mandei de volta na primeira vez. Eu poderia fazê-lo novamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele bufou, cobrindo-se uma gargalhada. — Sério, Mercer? Você era um náufrago fudido o dia que você enviou-a de volta. Ou você está esquecendo que eu encontrei você quase em coma, deitado em sua mesa de bilhar, murmurando sobre Deus sabe o quê? Foi uma pena que ele me encontrou. Eu tinha planejado beber muito. Eu precisava de algo para atenuar a dor. Ele abaixou-se para cheirar meu ombro. Consegui convés ele, não é difícil, mas o suficiente para fazer o meu ponto. —Além disso, você cheira a sexo. Você fede a ele, meu amigo, e o pouco brilho que você tem em curso me diz que você vai mantê-la, e que você está finalmente retrocedendo-se nas bolas para a necessidade de que você faz. —Cai fora, Roux. Eu sei. Você está feliz por mim. — Apertei os olhos, reunindo os documentos uma vez novamente. Ele sorriu e seu olhar azul, tão brilhante que eu sempre secretamente me perguntei se eles eram falsos, brilhou. —Você tem uma ruga. Fiz uma pausa, esfregando minha testa. Ótimo. A porra de rugas. Era apenas justo, me sinto velho. Desde que Frank forçou Tess a se curvar aos meus pés, eu tinha envelhecido um pouco a cada dia, desgastado pelo monstro dentro, xingando os meus impulsos que acabariam por me matar um dia. Ou matar o que você cuidava. O pensamento parou meu coração, e eu encarei Frederick. — Esta é mais uma das porras das suas analogias? Ele balançou a cabeça, rindo. —Queria ver se você se importava. Aposto que você vai se importar se eu te disser que há um laço duro e um par do que eu estou supondo que são calcinhas saindo do seu bolso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Merda! Eu rapidamente me mexi na cadeira e recoloquei a calcinha de Tess, juntamente com a minha gravata, de volta em meu bolso. Eu não conseguia parar o meu sorriso maroto na visão de Tess em suas mãos e joelhos, enquanto eu metia meu pênis profundamente dentro dela. Maldição, eu queria fazê-lo novamente. Eu queria transar e machucá-la direto sobre esta mesa de reuniões. Por mais que Frederick me deixasse louco, eu gostava que ele não tivesse medo de mim. Ele sabia o quão longe ele poderia empurrar. Sussurrando sob a minha respiração, eu disse bem-humorado, —Va te faire foutre.25 Frederick riu. —É justo. — Seus olhos corriam para a porta, olhando para ver se ainda tínhamos privacidade. Meus sentidos dispararam quando ele se inclinou para frente, inclinando a cabeça. — Eu ouvi sobre o russo. O homem em quem atirou por tocar a sua escrava, ele está em busca de sangue. Com minhas mãos em punhos, eu fiquei no seu espaço pessoal. —Ela não é a porra da minha escrava. O nome dela é Tess e ela é uma parte da minha vida agora. Você nunca vai discutir como ela veio a ser assim. Está entendido? Frederick assentiu, nenhuma repulsa por meu temperamento. Ele tinha a disposição de um piloto imperturbável. Sempre bom, sempre calmo. Eu gostaria de poder roubar um pouco de sua serenidade. Talvez então eu pudesse parar a confusão de sentimentos dentro de mim. —Você tem a minha palavra. Mas posso fazer uma pergunta? Você fez o trabalho de sua vida para salvar tantas mulheres de situações no qual você colocou Tess. Por que você a amarra para ser o fodido olho se você odeia?

25

Pare de ser um idiota sobre isso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Confiei em Frederick para ver através do ardil. Sim, naquela noite tinha sido cinquenta por cento egoísta. Eu queria fazer algo tão horrível como o meu pai. Eu não poderia ajudá-lo. Só uma vez eu dei para a besta e fiz algo que eu lamentaria. Eu fiquei duro assistindo Tess lutar e colocá-la em uma situação fodida com a mente dela. Mas eu também sabia que o Red Wolverine não estava feliz comigo. Muitas vezes eu aceito seu suborno, concordei com uma licença de imobiliário dissimulado, ou fornecia no meu nome como garantia contra uma empresa multidão, tudo para chegar a minhas mãos as mulheres que ele negociava. Minha reputação estava doente e manchada no submundo, exatamente do jeito que eu queria. Eles não sabiam que eu usava dinheiro sujo para combater a sujeira, cada centavo entrou para salvar escravas. Mas Tess. Merda, eu queria foder tão mal naquela noite. Eu queria cortar o vestido e levá-la de muitas maneiras de merda. E com a escuridão correndo grossa em minhas veias, eu sabia que seria uma boa oportunidade para mostrar ao servo do Red Wolverine que eu gostava de meus subornos. Sussurros tinham começado. Fofocas que eu liberei os subornos que eu aceitei. Isso eu virei-os soltos e nunca toquei. Alguma coisa tinha que ser feito. Eu não podia deixar o vazamento de informações. Isso significaria todas as meninas que eu havia guardado seria arredondado para cima, rastreadas como vermes, e vendidas mais uma vez em pesadelos. Então, eu lhes dei um show. Eu coloquei Tess no palco esquecendo que era tudo uma pantomima para acalmar as fofocas e deter uma das maiores máfias envolvidas no tráfico de suspeitar de mim. Deixei-me ficar dolorosamente duro, entretidas visões de Tess como a escrava que ela era, e permiti que outros homens babassem sobre o que era meu. Ela era perfeita demais. Então, incrivelmente sexy pendurada no teto, tentando-me como a maçã tentou a porra da Eva. Todo o jantar, eu não conseguia me concentrar com Tess pendurada como uma boneca presa a ouro, completamente indefesa, completamente à minha mercê.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Frederick bateu no meu ombro. —Pare de tentar arrancar a mesa, Q. O seu temperamento está ficando fora de controle. — Porra. Eu coloquei minhas mãos no meu colo, liberando a tensão esmagadora do meu pescoço e nas minhas costas. —Eu fiz isso para proteger outras mulheres. Eu sacrifiquei a dignidade de Tess e fodi com sua mente, a fim de colocar um show para os estupradores fazerem negócios com ele. — Eu olhei para ele. —Feliz? — Ele balançou a cabeça como se fizesse todo o sentido. —Foi o que pensei. Se você não estivesse emocionalmente investido, você não teria arruinado o show, atirando na porra perna do mesmo filho da puta que você estava tentando impressionar. Eu suspirei, lembrando como tinha sido gratificante puxar o gatilho e causar lesões corporais. Ele atreveu a colocar as mãos sobre Tess machucá-la, torturá-la. Eu iria matá-lo na próxima vez que o visse. Então meu coração morreu com repulsa preto lembrando como Tess desmaiou de dor e choque. Naquela noite, iria para baixo como um dos melhores e piores da minha vida. Balançando afastando as memórias, eu perguntei: — Você já ouviu falar alguma coisa? Você quis apressar com essa papelada, bastardo? — Eu queria confirmar as licenças de construção que ele solicitou o mais rapidamente possível. Afinal de contas, a aprovação da sua candidatura representava a liberdade de Tess. Sua vida por um pedaço de concreto e vidro no coração de Moscou. Uma frente para lavagem de dinheiro, armas e mulheres. —Sim. As autorizações foram aprovadas graças a algumas palmas cuidadosamente untadas. Mas eu não acho que esse é o fim de tudo. O cara em quem você atirou não era apenas seu assecla. Era o filho do Wolverine. Meus olhos se arregalaram, e eu engasguei com minha própria saliva. —Merde. — Justo a porra da minha sorte. Eu coloquei

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

em Tess o caminho do mal para proteger a verdade, e eu vou atirar a criança de ouro à porra da máfia. O idiota loiro em seu macacão branco ridículo veio à mente. Eu tinha me emocionado com prazer quando o seu sangue escoou através de suas calças. Ele havia sido ensinado uma lição, e Franco deu-lhe um pouco mais algo para lembrá-lo de quando ele chutou a bunda para fora da minha casa. O que diabos isso significa? Será que o Red Wolverine virá a mim por ferir o seu único filho? Eu precisava me antecipar, antes que ele

tenha

alguma

ideia

selvagem

sobre

retribuição.

Frederick

interrompeu minha plotagem. —Eu quero conhecê-la, Mercer. Meus olhos foram para os dele. —Você acha que eu quero que você fale com ela? Dizendo-lhe para correr o mais longe que puder de mim? — Ele nunca faria isso, eu sabia disso, mas minha risada segurou muita dor e a dura verdade a ser ignorada. Je

suis

un

faible

idiot.26

Frederick

riu,

dissipando

o

constrangimento. —Eu não divulgarei os seus segredos. Mas eu quero falar com ela. Eu quero ter certeza de que ela é digna de meu amigo. Revirei os olhos, ignorando seu comentário sentimental. Idiota Droga. A porta se abriu e entraram os gerentes que estávamos esperando por diante. Frederick passou de feliz tendo boa sorte, para rigoroso,

em

um

segundo

de

comando,

de

frente

para

seus

subordinados com um punho de ferro. A hierarquia na sala me incluiu como o grande filho da puta e Frederick como meu braço direito. Ele era o elo entre as minhas ordens e certificando-se de que a equipe fizesse tudo como foram informados. Sentei-me

em

silêncio

enquanto

Katya,

uma

mulher

ferozmente inteligente de pernas longas que tinha bolas maiores do que a maioria homens caminhou. Seu talento residia na gestão de projetos e fornecimento de novos contatos. Kevin, com sua cabeça calva e óculos, 26

Eu sou um idiota tão fraco.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

era o encarregado da contabilidade, Samuel, com seus dreadlocks e roupas imundas, trabalhava principalmente com o pessoal do comércio e mãos nos assuntos, e por último, mas não menos importante Sandra, a popa, mulher de cabelo cinza responsável pelos recursos humanos. Eles sorriram e murmuraram saudações, mas ninguém ousou falar comigo lá no nível empresarial. E esse é o jeito que eu gostava. Uma vez que todos estavam sentados, eu bati palmas uma vez e disse: —Agora que estamos todos aqui. Vamos começar.

Duas horas de instruções, uma dor formada incansavelmente atrás dos meus olhos. A dor de cabeça que eu lutei uma vez no helicóptero incomodava mais e mais forte. Logística e figuras invadiram na minha cabeça até que eu não conseguia ouvir nada, mas um zumbido suave. Eu lutei através dele. Acontece que eu tinha dois pontos fracos: o controle e a porra de enxaquecas. Eu derramei um pouco de água, esperando que fosse apenas desidratação. Forçando-me a concentrar quando tudo que eu queria fazer era voltar para Tess e enrolar-me para descansar. Dez minutos mais tarde, os números sobre a nova aquisição em Hong Kong saltou fora da página e deslizou sobre a mesa. Minha visão ficou preta como se eu tivesse tomado um forte alucinógeno. A certeza sinalizava que eu tinha deixado o reino da dor de cabeça e aterrado em direção a uma enxaqueca.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Sim, mas se comprou o prédio ao lado. Poderíamos consolidar os lotes e garantir um hotel de trinta andares, — disse Frederick para Katya, mastigando o fim de uma caneta. Eu balancei a cabeça, tentando dissipar a espessura esmagadora tomando conta do meu cérebro. Merda, este não poderia vir em um dia pior. O que com o estresse do ataque de pânico de Tess e ouvir que Red Wolverine não estava feliz, eu não tenho tempo para ficar farto. Katya disse algo e toda a mesa virou para olhar para mim. Eu não podia mover minha língua para fazer uma boa frase. Merda, eu nunca tive esse mal tão rápido. Ele normalmente se apoderava de mim, roubava um pouco dos meus sentidos, me dando tempo para obter o inferno fora de lá e esconder minha fraqueza de um corpo. —Mercer. Você está bem? — Frederick acariciou minha mão. Meus olhos nos dele, mas eu tinha que apertar os olhos contra a dor de trazê-lo em foco. Eu não posso fazer isso. A única maneira de quebrar era um quarto escuro, e os dedos celestiais de Tess para massagear a agonia. Tess. Tudo o que eu queria fazer era estar com ela. Eu precisava dela. Ela ajuda a curar-me como ela me curou de todo o resto. A besta dentro choramingou, concordando que nessa circunstância, não queria machucá-la. Ele queria que ela fosse gentil e cuidasse de mim. Balançando a cabeça, eu engoli as pressas as náuseas e me levantei. Forçando-me a agir de forma legal e totalmente no controle, eu disse: — Parece que você está mais do que sob controle aqui. Você vai me desculpar tenho outros assuntos a tratar. Frederick franziu a testa, mas acenou com a cabeça. —Sem problemas. Vou mantê-lo até a velocidade com o que decidir sobre a Hong Kong e Londres para o desenvolvimento.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu balancei a cabeça em aprovação, que enviou o mundo a um ataque de turbulência. Eu odiava quando ficava ruim. Eu odiava ser tão fraco. Mantendo meus lábios com força, apenas no caso de meu café da manhã decidir fazer uma reaparição, eu caminhei firmemente para fora da sala. No segundo que a porta se fechou atrás de mim, eu me encostei à parede e respirei fundo. Senti-me como se nenhum oxigênio existia no interior deste edifício maldito. Eu me atrapalhei com o meu colarinho, tentando desfazer o topo do botão. A porta se abriu, e eu girei dolorosamente para enfrentar quem quer que fosse. Frederick me observava com preocupação. —Mais uma? Essa é uma em um mês por um tempo agora, cara. Você prometeu que ia ao médico. Eu não tenho a força para dizer a ele que eu fui ao médico. E para eu admitir que tinha um problema e era um negócio grande. Mas no papel não havia nada de errado comigo. As dores de cabeça eram estresse relacionado, aparentemente. Na minha neblina dolorosa, eu murmurei algo incoerente e me dirigi na jornada para ir de volta para o meu escritório privado. Não pense. É só pegar Tess. Frederick me seguiu até o elevador, eu furtei minha identificação para ativar meu elevador privativo. Era o único elevador que ia para o telhado. Eu não queria que ninguém mais fosse lá em cima, sem a minha permissão. O zumbido da máquina chegou cortando quando as portas de metal se abriram. O braço de Frederick prendeu barrando o meu caminho. Estilhaços quentes como fogo cutucou meu cérebro, roubando minha visão de cores, fazendo-o parecer como se ele destilava Sienna e taupe.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Saia do meu caminho, Roux. Ele levantou o braço e me deixou entrar, mas saltou em um milésimo de segundo depois. Ele me olhou, me cutucando na têmpora com um dedo. Eu estremeci e virei para ele, mas a minha percepção foi de longe. Eu dei um soco na parede espelhada em seu lugar. —Sim, você está tendo um ataque total, cara. Não é bom. Agonia queimou em meus dedos e rosnei, cuidando de minha mão. —Obrigado pelo conselho. Você vai me cobrar por isso? Ele sorriu. —Não. Isso é por conta da casa. — Ele apertou o botão para cima e nós montamos em silêncio diante, ele disse: —Não se preocupe em perder o fôlego me dizendo para ir me foder. Vou ficar até que você tenha tido algum analgésico e que a sua mulher coloque você no sofá para descansar. Eu não queria discutir com isso. Soou perfeito. Mas eu odiava ser dito o que fazer. A última vez que eu obedecia a alguém eu tinha oito anos e deixei meu pai matar uma escrava por ter se esgueirado para encontrar alimento para seus esfomeados companheiros de cama. Foda-se

essa

merda.

Eu

nunca

quis

receber

ordens

novamente. Frederick sorrateiramente olhou para mim, mas eu o ignorei, com foco em enrolar meus punhos tão difíceis que meus dedos ameaçavam quebrar. A chance de uma fratura impediu a névoa de dor de me devorar completamente. Recuei um pouco e derrapei em uma poça de água. Imaginei que meu cérebro estava brincando comigo. Eu descontei, mas então congelei. Eu podia sentir o cheiro. Neve. Orquídeas. Tess.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu corpo bloqueou enquanto o pânico cobrou através dos meus membros. Por que diabos ela tinha estado no elevador? E sem mim? Ela não seria capaz de voltar sem eu abrir. Frederick levantou uma sobrancelha, observando meus músculos trêmulos. —Que diabos, Q? — Ele veio para frente, mas escorregou também. Seus olhos foram para o chão, estendendo a mão para pegar o trilho lateral para evitar bater no chão. —Huh. Isso é estranho. Não deve haver um vazamento aqui. Meus instintos rugiram tentando me dizer alguma coisa, algo que eu deveria ter notado no segundo que eu entrei no elevador. A besta dentro cheirou e uivou. Algo estava seriamente errado, porra. A conclusão manteve-se lançando fora de alcance. Eu me dei um tapa na cabeça, tentando fazer com que meu cérebro entrasse em algum sentido de ordem. A enxaqueca enrolou ao redor dos meus neurônios, fazendo-me mudo como um pedaço de concreto. Inspirei fundo, tentando acalmar a minha pulsação louca. O cheiro de Tess nadou na minha cabeça batendo, fazendo meu coração baquear e meu pau se contorcer. E foi aí que ele me bateu. Meu corpo inteiro sentiu como se facas arrastassem ao longo de minha pele, me esfolando vivo. O mundo gritou para um impasse. —Merda. — Tess! —O que é isso? O que há de errado? — Frederick perguntou, com os olhos voando ao redor do elevador, à procura de alguma ameaça invisível. A onda de pânico empurrou a enxaqueca a distância, uma vez que correu pela minha espinha. Fúria seguiu quente enchendo-me como um canhão. Eles ousaram tocá-la! Meu corpo enrolou com a

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

necessidade de ataque, para me transformar em animalesco e rasgar qualquer um que tocou minha mulher. Cheirei novamente, arrastando o fedor horrível de cigarros e graxa em meus pulmões. Os mostos e odor corporal. Homens. Algo malicioso enrolou no meu estômago, arrastando as imagens de todos os bastardos que eu tinha lidado na indústria do tráfico. Eu não entendia como eu reconheci o cheiro, mas eu sabia. Mal tinha estado neste elevador. Com Tess. Eu precisava sair dessa caixa de metal que viajava de maneira muito lenta. Eu precisava escalar o edifício como King Kong e esmagar todos os últimos idiotas em celulose. Rosnando, eu soquei a parede espelhada com tanta força que quebrou. Rachadura irradiava do meu punho, fragmentando em pequenos pedaços e tilintando no chão. —Mercer, o que... As portas do elevador se abriram, e eu tranquei. Bati meu ombro na porta de metal e engoliu uma respiração quando eu tropecei e cai nos meus joelhos. O sol estava um punhal, uma porra de bazuca na minha cabeça com seu brilho. Minha visão ficou completamente branca quando eu lutei para ficar lúcido. Rangendo os dentes, eu forcei meu corpo para obedecer e meio pesadamente, meio correndo pelo campo minado de luz solar. Pássaros levantaram vôo, gritando com minha interrupção. Com o meu coração na minha garganta, eu explodi em meu escritório. —Mercer! Diga-me o que diabos está acontecendo! Você está fodidamente me assustando. — Frederick perseguiu-me. Não perdi minha respiração eletrônica. Eu não podia dar ao luxo de perder parte do meu, rapidamente falhando, corpo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu tinha que saber se Tess estava aqui. Segura. Protegida. É tudo na minha mente. É um sonho horrível. Meu cérebro está pregando peças. Não é real. Mas o fedor era pior aqui, o tapete molhado com grandes poças. Merda. A energia do escritório não era tranquila mais, ele foi contaminado. Frágil e tensa, que se escondia com uma tendência desagradável: algo preto, frio, mal e pútrido. A enxaqueca latejava em volta do meu crânio, apertando os meus pensamentos em um vício que nunca termina. Senti a morte e infelicidade. A força e a pureza de Tess estavam longe de ser encontradas. Alguns abismos que tinha sido completo antes agora estavam vazios e escuros. Não seja uma rainha do drama do caralho. Eu pisei no medo, esmagando-o. O fedor de cigarros permeou a sala, me guiando para baixo do corredor até o quarto de hóspedes. Eu segui o fedor, mas meus passos para desbloquear minha pistola HK P2000 do aparador. Frederick derrapou para o escritório, boquiaberto ao redor como um maníaco. Considerando que ele era suposto ser o calmo de nós dois, ele olhou com fio e pronto para matar. —Você acha que eu deveria tomar isso? — Ele olhou para a arma na minha mão trêmula. Minha visão vacilou para fora. Um momento cheio de cor, o próximo preto e branco. Ele tinha um ponto, mas minha cabeça estava em parafuso. Parafuso em minha visão de merda. Eu era responsável pela segurança de Tess. Eu usaria a porra da arma. Ignorando-o, me agachei e mudei-me silenciosamente pelo corredor. Eu nunca tinha sido tão agradecido por ser um silencioso mortal em meus pés antes. A vontade de filmar alguns fodidos que ousaram romper no meu espaço e tomar o que era meu me consumia. A besta dentro rugiu e se enfureceu pronta para explodir com fúria. Eu balancei meu braço grande, dedo apertando o gatilho quando entrei no quarto.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Nada. A cama estava intacta, o quarto perfeito como eu deixei. Frederick caiu para trás, mantendo-se perto de mim com as pernas dobradas, pronto para lutar em qualquer momento. Se eu tivesse que ter alguém atrás de mim, seria ele. Ele parecia um bichano, mas ele lutava como o melhor deles. Frederick era meu Ami, meu confidente e aliado, mas ele não tem a mesma escuridão em sua alma, ou as linhas borradas de certo e errado. —Tess, où es tu?27 — Eu sussurrei rosnando, avançando para o guarda-roupa. Um único cabide vazio estava deitado no chão. Meu coração explodiu através das minhas costelas, minha dor de cabeça roubou minha visão, deixando-me completamente cego por um segundo. Agarrei a prateleira com meus sapatos, tentando estabilizarme e trazer a minha frequência cardíaca para baixo. Frederick não disse uma palavra enquanto eu sofria e piscava, persuadindo a minha visão para retornar. Finalmente, uma corrida de imagens voltou para mim, e fiz um gesto para ele ter minhas costas enquanto eu aproximei-me do banheiro. No tapete, liderando como um caminho sinistro estavam gotículas de água. A coloração bege do carpete estava um marrom mais escuro. Começou como um fio, até salpicos crescerem mais e encharcou o tapete do lado de fora da porta do banheiro. Engolindo de volta náuseas e violência, eu empurrei a porta com meu dedo do pé e carregadas, acenando a pistola em cada esquina. Apenas uma vez eu sabia que o quarto estava claro que eu me deixei levar na cena da minha pior porra de pesadelo. 27

Onde você está?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Q, não se mova. Vou chamar a polícia. Eu estava em uma poça, olhando para uma banheira cheia de água e a ausência de Tess. O toalheiro ficou pendurado na parede, as roupas de Tess daquela manhã estavam em uma cadeira. A enxaqueca inchou a proporções épicas. Eu tropecei contra a parede, sacudindo a escuridão, o manto da inconsciência. Eu não deixaria uma fraqueza me impedir de entender. Dei-me um tapa, consegui sacudir para longe o estupor tempo suficiente para seguir em frente e mergulhar meus dedos na água. Morna. Tess tinha tomado um banho como eu lhe disse, enquanto eu me sentava em uma reunião ela sofria um terrível pesadelo. Meus olhos quebrados encontraram Frederick. —Como eles chegaram até aqui, Roux? O que aconteceu com as malditas câmeras de segurança e os guardas? — Meu coração batia grosso, enviando mais pressão para meu crânio. Eu vacilei, mas me corrigi antes que Frederick pudesse me ajudar. Eu não queria sua ajuda. Eu não era um inválido! Eu era um bastardo de um idiota por pensar que Tess estava segura. Como diabos os filhos da puta me encontraram? Como é que eles conseguiram capturar Tess debaixo do meu nariz! Eu caí contra a parede quando a enxaqueca assumiu o controle. Os azulejos espelhados refletiram um homem com demônios rosnando nos calcanhares e seu mundo implodir em torno dele. —Eu não sei. Mas eu vou descobrir. Vamos recuperá-la, homem, — disse Frederick, em voz baixa. Deixou o banheiro, deixandome com imagens horríveis: imagens de Tess espancada, violada e vendida. Arruinada, e quebrada. Indo. Eu não podia deixar isso acontecer. Desconsiderando-se o fato de que eu mal podia ver, eu cambaleei para fora do banheiro e colidi com Frederick, que tinha se abaixado para pegar um pedaço de papel

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

do chão. Peguei-o de cima dele, tentando ler o rabisco, mas a escrita se transformou em insetos na página, correndo longe do entendimento. —Q. Você realmente precisa se deitar. Você vai ter um acidente vascular cerebral na taxa que você está indo. Eu rosnei, — Não me diga para me acalmar, porra. Uma mulher que era suposta estar na minha proteção foi tomada. Uma mulher que viveu por tanta coisa foi arrancada dos meus braços, porra, e eu falhei com ela! Então, não me diga a porra para me acalmar até eu encontrá-la e fazer os bastardos pagarem. Empurrando o bilhete de volta debaixo do seu nariz, eu exigi, —Leia. Frederick pegou o papel, engolindo em seco. —Acordo desfeito, Mercer. Meu coração apreendido, e o quarto deformado, apertando-se sobre mim, me esmagando. Algo quebrou dentro, rasgando cada bar, cada bloqueio que eu já tinha criado. Os últimos dias eu tentei desesperadamente difícil me domar. A lavagem cerebral de ser um homem melhor para Tess, mas com essas três palavras, eu minimizei a falsidade de algo que eu nunca poderia ser. Rosnei e congratulei a selvageria, o temperamento psicótico da fúria. A besta saltou livre, e eu respirava com dificuldade. Este era quem eu era. Um homem que ansiava por sangue. Um homem que ria quando quebrava um osso, e não vacilou ao fotografar uma bala em um estuprador. Frederick continuou. Eu não queria ouvir mais. —Eu peguei de volta o que era meu e vendi por um melhor negócio. Foda-se. Gerald Dubolazov. Gerald? Em meu momento de fraqueza pela enxaqueca, eu não conseguia me lembrar do que era uma barata. Frederick alisou o papel enrugado, murmurando, —O selo é do Red Wolverine.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Girei e soquei a parede com tanta força que o meu punho desapareceu pelo papel de parede. Eu desejava que fosse a cabeça de alguém.

Aquele

desgraçado

russo.

Dubolazov.

O

homem

que

praticamente detinha a totalidade da Rússia. O presidente russo, pensei que ele governasse, a máfia pensei que eles estivessem controlados, mas eles estavam nos bolsos de um homem: Gerald Dubolazov, o rei de tudo que era sujo e errado. —Merde! Voltando para o banheiro, eu procurei em busca de pistas. Qualquer coisa que possa lançar luz sobre como eles encontraram Tess e onde eles a levaram. A janela de tempo para recuperá-la era terrivelmente pequena. Mechas louras espalhadas pelo chão, e eu cerrei minha mandíbula. Apenas o pensamento de alguém ferir Tess me fez ver litros de sangue e hectares de porra de carnificina. Na minha mente o som de um enorme relógio sinistro começou a soar. Carrapato, carrapato, assinalando os segundos longe, marcando os momentos da vida de Tess que estavam na balança. Eu tinha que encontrá-la antes que fosse tarde demais. Algo rangeu sob o meu sapato, e me inclinei para investigar. No momento em que pus os olhos sobre ele, minha enxaqueca deixou o reino de excruciante e amplificou em uma morte digna. Eu caí lateralmente quando Frederick apareceu por cima do meu ombro. —Foda-me, isso não é bom. — Ele poderia dizer isso de novo. A evidência do que aconteceu com Tess enfureceu a besta, arranhando minha mente. Eu me esqueci de tudo, mas a necessidade de

mergulhar

profundamente

minhas

mãos

nos

peitos

dos

sequestradores e arrancar seus malditos corações. Eu quero sangue. Quero cadáveres. Eu quero dançar em túmulos sem identificação para isso. Eu não descansaria até cada

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

pessoa envolvida morresse uma morte lenta e de ossos enrugando. Minha mão fechada apertada em torno do objeto de minha raiva, e eu fiz um juramento. Gostaria de encontrar Tess, eu o faria salvá-la, e eu gostaria de matar até o último filho de uma cadela que a levou. O tilintar suave de vidro quebrando soou sobre a minha respiração pesada. A seringa quebrada cortada na palma da minha mão, e uma gota de sangue solitária aterrou em uma poça de água. A mesma seringa que drogara Tess e roubou-a para longe de mim. Minha escrava tão forte e feroz e sexualmente feral se foi. Sua gaiola não era mais a minha. Era a deles.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Oito

Não me mostre misericórdia, não me solte, eu preciso de você para apertar aquele laço... —Eu disse a eles para levá-la, escrava. —Você honestamente acha que eu poderia te querer? —Você não é o suficiente para mim. Eu estava brincando comigo mesmo, e é hora de acabar com isso. Tempo para que um dono te queira. Lágrimas caíram pelo meu rosto quando eu me amontoei no chão, aos pés de Q. Ele ficou orgulhoso e régio, totalmente fechado e robótico. Sem preocupações, sem sentimentos, sem amor ou necessidade em seus olhos. Apenas pura indiferença, calculado. —Você não quer dizer isso. Não você. Eu conheço você, Q. Eu sei que você... Chupei em um enorme fôlego, soluçando pela sua rejeição. —Está feito. Você está morta para mim. — Ele girou sobre os calcanhares e rondava a porta. Com uma despedida de relance, ele zombou, —Não deixe que os Wolverines a comam viva. A porta bateu, e eu fiquei em um buraco com galhos e lama de frente para três esperando e morrendo de fome Wolverines. Procurando meio-lobo, meio-texugo, e desovar demônio completo, babou e perseguiu, seus olhos amarelos brilhantes com o pensamento de um jantar fácil. —

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q! — Eu gritei, lutando para trás. Os Wolverines ficaram do tamanho de dinossauros, todos eles com códigos de barras em estêncil sobre o peito peludo. Eles rosnaram e vomitaram sangue de sua boca, criando um rio vermelho, lambendo meus pés. Eu estou no inferno. Estou morta, e esta é a minha penitência. —Pare de gritar, puta. Pelo amor de Deus, estou tentando dormir aqui. — Alguma coisa afiada chutou minha coxa, e meus corajosos olhos pesados abriram. Eu tentei sentar-me, mas o meu corpo já não me pertencia. Pertenceu aos produtos químicos bloqueando as minhas ondas cerebrais. Ele sucumbiu ao doce nevoeiro, roubando a minha consciência, e evocando horror e cheio de pesadelos. Desistir da luta para encurralar os meus membros em ordem de trabalho, eu coloco de volta. Minha visão estava vidrada, e o pão amanhecido de teto rachado acima ficou boquiaberto bem amplo e falou em câmera lenta. Não há palavras. Nenhum som. Só falando silenciosamente com seus dentes de teto estranhos. Alguém me picou no rosto. Eu não podia fazer nada para detêlo. Ele riu. —Foda-se, você está chapada. A voz tornou o meu coração para levar, e eu lutei, muito difícil de me mover, para chegar longe, mas todas as partes do meu corpo estavam sob o peso de tudo o que tinha injetado em mim. Quente, frio, dormência, sensibilidade. Eu não conseguia distinguir nada. Dedos pousaram na minha coxa, apertando forte. —Não, não. Você vai se acostumar com isso em breve. É uma porra de viagem quando você deixa as drogas assumirem. Jaqueta de couro apareceu em cima de mim, lambendo os lábios sujos. —Espere até chegarmos onde estamos indo. Eu vou fazer

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

você se sentir bem realmente. — Ele se abaixou e arrastou a sua língua até meu pescoço. Eu soltei um gemido. Não era possível mover a partir do lodo, meus olhos jorraram lágrimas. Elas cascatearam pelo meu rosto, enchendo o reservatório da minha orelha com líquido salgado. Eu queria dizer a ele para sair o inferno sozinho, mas minha língua estava presa em letárgica. —Droga, Ignácio. Foi lhe dito para não tocar nela até chegarmos. Jaqueta de couro recuou, limpando a boca com um sorriso de escárnio. —Eu não a toquei. — Ele me deu uma piscadela. —Eu a lambi. E eu vou transar com ela muito antes do fim da semana. Meu coração morreu e apodreceu no meu peito. Era isso então. Minha vida tinha acabado. Eu nunca veria Q novamente. Nunca seria livre. Minha mente estava algemada com produtos químicos, meu corpo iria se tornar um brinquedo até que eu morresse de alguma doença horrível. —Merda, vire o pescoço. Esqueci-me de desativá-lo, — disse Cicatriz. Jaqueta de couro explodiu em abusivo espanhol, e delirante para ele. Eu me desliguei. Desejando que meus outros sentidos, audição e visão fossem me abandonar, também. Viver como uma cega, surda e muda seria melhor do que viver através do terror, quando, finalmente Jaqueta de couro me estuprasse. Minha mente voou de volta para o outro sequestro e estar sendo possuída por Q. Ele virou-se lentamente a minha visão, audição, e os sentidos contra mim, mas ele fez isso de uma forma que eu aceitei, queria.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tentei conjurar Q, para encontrar algum sentido de paz, mesmo enquanto as lágrimas derramavam de meus olhos. Dedos ásperos torcia meu pescoço para o lado, e a mesma engenhoca parecida com um IPhone de quando eu foi marcada anteriormente, acenou para minha garganta antes de emitir um estridente doloroso. Mais uma vez, eu tentei mudar, contorcer-me longe de seu aperto, mas nada funcionou. Cada comando caia sobre os receptores embaçados, me tornando um vegetal. —Está feito. Se eles acham que vão prossegui-la pelo número de rastreamento que nós fornecemos, eles não vão ter qualquer sorte agora. O primeiro choque de vida entrou em meu corpo com o pensamento de Q vindo para mim. Ele nunca descansará até que ele me encontre. Eu sabia na minha alma. Q tinha suas quedas, mas salvar aqueles que precisavam de resgate não era uma delas. Por favor, me encontre. Antes que seja tarde demais. —Porra, cara, eles poderiam ter nos monitorados por dois dias. — Jaqueta de couro encarou Cicatriz. —Essa era à porra do seu trabalho se certificar de que estava cuidado. O Wolverine vai estar além de chateado sobre isso. Você ouviu o que ele disse ao chefe. — Ele algemou-o em torno da orelha, e algo caiu no chão. —Você seu incompetente pequeno verme. Eu vou te mostrar como ter certeza que o bastardo não a farejará. O som de um canivete enviou pânico substituindo o nevoeiro dos entorpecentes. Eu fiquei tensa quando Jaqueta de couro sentou ao meu lado e pegou minha garganta. Ele colocou a ponta da faca contra a minha pele, seus pretos olhos enterraram nos meus. —Vou cortá-la, cadela.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu gemia, era o melhor que eu poderia fazer. Gritando músculos necessários que já não estavam no meu controle. —Que porra é essa? Não, seu idiota. — Cicatriz pegou a faca e arrancou do aperto de Jaqueta de couro antes que ele pudesse me apunhalar. —Eu já o desativei! Ele precisa ficar para que possamos reiniciar quando ela for vendida novamente. — Cicatriz bufou, revirando os olhos. —Idiota do caralho. Jaqueta de couro rugiu na vertical e agarrou Cicatriz no peito. —Do que você acabou de me chamar? — Meu coração disparou mais rápido

porque

os

dois

sequestradores

psicóticos

lutavam

e

amaldiçoavam. Se eles não podiam trabalhar juntos sem matar uns aos outros, não havia esperança para mim. Fechei os olhos, ignorando o argumento de fúria. Minha testa franziu quando eu persuadi os meus dedos para mover-se, esforçandome para substituir o que tinham bombeado em mim. Nada aconteceu. A sensação estranha que estava no meu corpo causou mais pânico. Eu precisava olhar em volta, para descobrir onde eu estava. Era necessário para manter o controle de tudo que Jaqueta de couro e Cicatriz disseram que eu pudesse espiar uma oportunidade para executar. Mas tudo o que eu podia fazer era flutuar em um mar de doença, olhando para um teto rachado. Eu estou fraca. Estou apavorada. O pensamento do que aconteceria quase me fez vomitar. Jaqueta de couro apareceu em minha visão novamente, sorrindo com seus dentes nojentos e esburacada pele. —Sem muito tempo agora. Arranjei uma festa de boas-vindas especial só para você. Imagens de estupradores e assassinos me encheram de terror. Oh Deus, eu não quero sobreviver. Eu me dei um tapa mentalmente pelo pensamento. Eu era mais forte do que isso. Eu acabaria por ser

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

coerente o suficiente para lutar. Meu corpo me traiu e minha mente estava na lama, mas eu tive que manter o foco e pronta para ser executado. Correr de volta para Q e vê-lo separar esses bastardos membro a membro. Minha mão tremeu em um punho em sua própria vontade, e um clarão de orgulho me encheu. Eu cancelei as drogas. Jaqueta de couro franziu a testa, os olhos caindo na minha mão. — Bem, isso é só uma merda irritante. — Ele virou-se para Cicatriz, estendendo a mão. —Ela está se mexendo. Dê-lhe outra dose. Cicatriz se aproximou. Forcei cada célula do meu corpo para entrar em movimento. Para ficar na posição vertical e perfurar seus rostos vis. Mas parece que o meu punho ondulado era a extensão do meu progresso. Cicatriz tirou uma seringa, mas fez uma pausa. —Eu não sei. Se nós dermos pode ser que ela fique em coma e não acorde. Com meu coração carregado, minha cabeça tornou-se mais clara. Dê-me mais tempo! Jaqueta de couro rosnou, agarrando a seringa dele. Ele destampou uma chave com raiva e mergulhou a agulha profundamente em meu braço. A ponta afiada arrastou um grito de meus pulmões, e meu último pensamento foi de Q como eu estava corado no inferno. —Eu disse que não queria você. Pare de lutar contra o inevitável, escrava, e deixe estes homens revenderem você. Eu odiava sua indiferença gelada, a confiança em seu tom. — Mas, eu não entendo. Você me quer. Eu sou sua. —Eu queria você por um tempo, e agora eu não sei. Adeus, Tess. — Sua forma sólida desapareceu e foi para longe quando eu caí e cai e cai. Eu chorei e implorei, mas Q nunca voltou para mim. E então a escuridão me engoliu inteira.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A salivação dos Wolverines de olhos amarelos esperou por mim cada vez que eu caí para o abismo. Eu perdi a conta de quantas vezes eu acordei e rapidamente sucumbi novamente. A constante batalha travada no meu interior tentando me manter acordada, tentando me nocautear. Mas cada vez que eu deixei cair no escuro, os Wolverines estavam lá. Maltratando-me, roendo meus braços e tornozelos, eles drenavam meu sangue, me transformando em couro. Vozes distantes iam e vinham, conversas quebradas. Sons de motores o temido transporte levando-me mais e mais para longe de Q. Q apareceu no meu estado catatônico. —Eu estou vindo para você, Escrava. Continue lutando. Espere por mim. — Espero que deslumbre através de mim, me acorde, me dando algo para agarrar. —Então, você se importa. Ele se inclinou sobre mim, os olhos cheios de dor e culpa. —É claro que eu me importo. Você é a minha gravidade. Eu vou encontrar você. Eu estou chegando. — A voz de Q ressoou no meu corpo, me aquecendo do frio que sofri. Imagens de sua casa, o jardim de inverno com todos os seus pássaros, encheram minha mente, me concedendo um indulto de horror durante demasiado curto tempo. Em seguida, o sono me pegou com suas garras afiadas de ponta, me arrastando de volta para os Wolverines.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A próxima vez que eu acordei, eu poderia mover meus braços. A pesada nuvem de escuridão se dissipou, deixando pequenos raios brilhar em mim. A força e a vontade de sobreviver voltaram lentamente, calmamente manso e tímido. Eu não queria que ninguém soubesse que eu não morava mais no limbo. Prendi a respiração por eras, certificando-me de que eu estava sozinha. Toda vez que eu abri meus olhos Jaqueta de couro ou um traficante desconhecido perfurava minha pele e abafava a minha tentativa de despertar das drogas. Meu olhar era vacilante, tentando concentrar-me no quarto em torno de mim. Eu não conseguia distinguir nada e pensamentos aleatórios me mantinham distraindo. Qual seria o gosto das paredes se eu lambê-las? Qual som fará se eu saltar para cima e para baixo no piso? Fechei os olhos, tentando obter o controle do meu cérebro. Eu odiava drogas. Eu nunca tinha usado substâncias na minha vida. Nunca me envolvi com maconha ou algo mais forte. Agora eu sabia o por que. Controle: drogas tiravam o controle, concedia pesadelos e alucinações. Elas me embaçavam, roubavam tempo e meu juízo. Minha mente virou desonesta, me arremessando de volta para o inferno e me fazendo esquecer como lutar, como cuidar. Ela transformou Q em um monstro. Em um momento ele cuidava de mim, no próximo ele me deixou no covil dos Wolverines. Ele veio para mim quando eu fui estuprada. Ele virá novamente. Eu não era uma idiota. Claro que Q iria tentar. Mas ele fracassaria. Com nenhuma forma de me seguir, ele perderia a pista rapidamente. Eu tinha que dar para Jaqueta de couro. Eu nunca estive em tantos aviões como nos últimos dias. Eu não tinha ideia de quanto tempo nós viajamos. Tempo deixou de ter significado. Eu lembrava vagamente sendo dos motores

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

zumbindo, pneus cantando. Dormi em cavernas, e masmorras, apenas para acordar tremendo e rachando fora da minha mente. Morrendo de fome, desidratada, era apenas uma questão de tempo antes que meu corpo desse o fora. Na verdade, foi na quinta vez que eles injetaram drogas quando eu fiquei doente. As drogas não conseguiam esconder os arrepios constantes como uma febre envolvia seu cobertor falso em torno de mim. Nem poderia competir com as visões que agora atormentavam quando eu estava acordada. Eu tremia e doía e queria que eu pudesse ver um médico. Meu cérebro se sentiu esmagado dentro de um crânio cheio de cimento e nevoeiro, minha boca ressecada como um deserto e meu coração batia pesado e quebrado. Barulho veio atrás de mim. Eu bati os olhos fechados. —Acorde, puta. Estamos finalmente em casa. — Jaqueta de couro agarrou meu braço e me arrastou para fora de onde estava deitada. Meu corpo, tão inútil depois de dias de ficar inerte, deslizou para fora da plataforma e esparramou nos seus pés. Mordi a língua no impacto, estremecendo enquanto o sangue escorria pela minha garganta. Dores de fome rasgaram meu estômago, rosnando alto. Tremedeira de fome se espalhou através de meus membros, acrescentando a minha febre. Minha língua parou de sangrar, mas uma doença subiu em mim, e eu sofria por mais um gosto metálico. Foi a primeira coisa que eu provei em dias e era além de delicioso com meu corpo perecendo. O sangue me fez lembrar de Q. Eu sentia falta dele. Precisava dele. Tanto. Jaqueta de couro me chutou apenas por esporte. —Você gosta disso? Hein? Ele me chutou novamente, rosnando. —Ande. Eu não sou um táxi. Pegue seu rabo e ande.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A tosse nas minhas costelas me deixou ofegante. Dor forte de seu chute irradiava para fora como uma bomba. Tentei me mover, eu realmente fiz, mas eu era um corpo inútil sem vida. —Ande! — Jaqueta de couro chutou minha perna. Eu gritei. Oh Deus, eu não posso me mexer. A calma peculiar caiu em cima de mim, relaxando meus músculos trêmulos. Eu caí em uma poça e me recusei a obedecer. Depois de lutar com tanta força no México, depois de sobreviver a Q e o estupro, eu não tinha mais nada para dar. Não importa o quanto eu lutasse, ou o quanto eu me recusasse a dar, nunca seria o suficiente. Então, por que me preocupar? É isso, Tess? Você só vai desistir? —Oi, vadia! — Jaqueta de couro me chutou novamente. Eu gemia, amaldiçoando-o para o inferno, mas eu ainda não me mexi para obedecer. Se ele me mataria por pura raiva, que assim fosse. Eu não queria andar na minha própria morte. Eu não iria me colocar por isso novamente. —Eu vou quebrar seu pescoço, se você não se levantar agora, vagabunda. — Ele me olhou, bota levantada, pronto para sua promessa. —Levante-se, Escrava! Dê-me tempo para encontrá-la antes de ser irresponsável com a sua vida. Sua vida pertence a mim, ninguém mais. — Q manifestou em meu cérebro febril e eu gemi. Eu

não

queria

uma

conversa

de

vitalidade

do

meu

subconsciente rachado. Eu só queria ficar ali e desistir. —Lève-toi28 — Q se inclinou e afastou o cabelo emaranhado das minhas bochechas. Seu rosto se contorceu com tristeza, escurecido com tristeza. —Por favor,

28

Levante-se.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess. — Sua súplica arrancou meu coração, e me mudei. Mudei-me em própria. Jaqueta de couro riu. —Será que não gosta da ideia de um pescoço quebrado, não é, puta? — Ele cruzou seus braços, vendo o meu progresso lento quando eu empurrei para fora do chão. A falta de comida rasgou meu estômago, a febre atingiu os meus dentes, mas eu sofri por tudo isso para ficar de pé pela primeira vez no dia. As drogas recuaram não que isso fizesse a diferença para a minha cabeça. —Eu fiz isso por você, Q. Não faça eu me arrepender. Encontreme. Cambaleando, tossindo, eu estava o mais alta que podia, mas as contusões de seus chutes me mantiveram curvada. O orgulho na pequena vitória brilhou, dando-me a coragem que eu poderia lutar. Que eu poderia batalhar contra as drogas e vitória. Jaqueta de couro sorriu. —Não é tão difícil obedecer, não é? — Ele puxou uma coleira de cachorro do bolso, e com os dedos calejados garantiu ao redor do meu pescoço. Seus dedos vis deliberadamente apertaram a fivela de um ponto muito apertado. Eu lutava para engolir. Eu não movi um músculo, ou deixei meu rosto retratar meu ódio por ele.

Eu

amamentava

minha

raiva

com

uma

pequena

chama,

persuadindo-o a incendiar mais brilhante, pronto para explodir. Eu deixei-o acreditar que ele me tinha. Tudo em nome da auto-preservação. —Bom cão. Hora de ir e conhecer o seu novo mestre. Ele anexou uma cadeia para o colar me puxou para caminhar. Eu tropecei, seguindo-o para um transporte, uma van grande e preta sem decalques e abafada. Olhei em volta avidamente, imprimindo o máximo de detalhes possível. Marulhar da água. Um porto. Luzes brilhantes à distância. O fedor de peixe e sal. O estabanado tempo sugeria um lugar tropical, e

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

meu coração se curvou em terror ao pensar que eu poderia estar de volta no México. Se você está, quem se importa Tess. Não importa onde você esteja, porque você vai deixar em breve. Você é uma sobrevivente e hoje não é o dia em que você irá desistir.

Isso foi ontem. Hoje era completamente diferente. Acordei com um oceano de água gelada. Ele veio do nada, me encharcando, causando a camisa clara de Q para agarrar-se a minhas curvas que se esgotavam rapidamente. Ofegante com o choque, senteime fugindo para o fim da palheta. Meus olhos dispararam ao redor da cela do dia úmido, frio, cheirando a peixe seco. Três capangas ficaram olhando, me estuprando com os olhos hediondos. Seja qual for à doença que eu tinha contraído tinha evoluído para um ataque na noite passada. Minha pele queimava, minha garganta sentia como se tivesse engolido um monte de manchetes, e meus pulmões a cada respiração ficavam ofegantes. Eu não conseguia parar de tossir em todos os poucos minutos, e eu estava com fome. Com tanta fome. Jaqueta de couro estava ao lado de sua tropa de traficantes, segurando um balde vazio. —Você acordou agora, vadia? Tentando não mostrar o meu medo, eu furtei minha cara livre do excesso de água e escorri o meu cabelo para fora. Eu jurei vapor enrolado da minha pele, graças a minha febre. Tossi duro, quebrando

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

minhas mãos contra a minha boca em esperança de manter os meus pulmões em meu corpo. Depois que o meu ataque de tosse diminuiu, Jaqueta de couro murmurou: —É aquela hora do dia. Adivinha o que é? — Ele jogou o balde no canto, colocando as mãos nos quadris. Quando eu não respondi, ele regozijou-se. —A resposta é hora para o seu medicamento. Ele acenou para os dois ao lado dele, e eles correram para frente. Não! De novo não. Eu gritei, correndo para trás, pressionando contra a parede fria de congelamento. Eu queria enterrar meu caminho através do concreto e executar. Ah, como eu queria correr. Quatro grandes mãos me arrastaram para baixo da cama e me prenderam à superfície dura. —Não! A tosse explodiu fora da minha boca, e cada centímetro bateu como uma dor de cabeça gigante. Bile subiu na minha garganta mesmo que eu não tivesse nada no meu estômago para rejeitar. Sem reservas e um quadro de caquexia, eu sabia que não tinha a menor chance, mas eu não poderia deixá-los me drogar novamente sem uma luta. Eu lutei porque eu não podia fazer mais nada. Eu tive que parar o inevitável, mesmo que isso me matasse. Os homens grunhiram os dedos cavando mais difícil no meu corpo, enquanto Jaqueta de couro me deu um tapa em torno da cabeça. Ele riu. —Você não mudou nenhum pouco. Devo dizer, eu não esperava vê-la novamente, mas isso prova que desejos se tornam realidade. Seus olhos negros brilharam quando ele agarrou meu braço. — Você pode muito bem dar-se, vagabunda. Estive dando ordens para quebrar você. Prejudicá-la. Foda-se. Arruiná-la. Degradá-la ao ponto

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

onde você não será nada além de um saco de merda confusa que deseja diariamente morrer, e depois vamos vendê-la. Minha garganta obstruída, eu queria cortar meus ouvidos fora. Eu não queria ouvir. Eu não queria acreditar. Eu também me odiava porque eu vi a verdade. Jaqueta de couro prometeu que tudo tornaria realidade. E não havia nada que eu pudesse fazer para detê-lo. Ele lambeu os lábios, puxando outra seringa do bolso. — Acontece que a porra do seu dono principal tem inimigos em lugares altos. O que ele fez, puta? Quem ele irritou, o seu idiota? —Je suis à toi, Tess. — A voz de Q sussurrou na minha cabeça. Eu me apeguei nela, dando-me coragem para enfrentar o que estava por vir. Q viria para mim. Q está vindo para mim. Um dos bandidos puxou meu braço, me aprisionando. —Pare! Você não tem que me drogar. Jaqueta de couro apertou seus lábios contra meu ouvido. — Ah, mas é o que fazemos. Essa é a diversão. — Ele puxou para trás e bateu uma veia, então esfaqueou a agulha na dobra do meu braço. A ponta afiada anunciava mais desgraça. Instantaneamente, o calor da minha febre foi substituído por dormência. Minha cabeça pendeu sobre os meus ombros quando horror líquido fez o seu caminho em torno de meu controle roubando meu corpo, abaixando o volume na minha alma. Minha personalidade fraca, silenciada pela distância e ecos. A droga roubou meus pensamentos sobre por que eu deveria ter cuidado, as fronteiras borraram de certo e errado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu gritei em silêncio enquanto eu afogava em fumaça venenosa até que, finalmente, eu suspirei completamente morta por dentro. Jaqueta de couro riu, falando em uma sequência de palavras que não faziam sentido. Sua cabeça parecia inchar em proporções gigantescas, e eu ri. Ele é um idiota, ele não consegue nem falar corretamente. Visões

de

alfabetos

dançavam

me

fazendo

companhia.

Vogais

arrastadas; consoantes do passado no desgaste dominatrix. Um S mesclado com um X, enquanto o Q... Foda-se Q. Por que eu mantinha essa predileção por essa letra? Tal caráter sem vida e ainda arrastou quente, determinada emoção a partir dos restos de meu coração. Essa carta pertencia à outra pessoa, alguém digno, e não a cativa drogada. Uma parede pesada de náuseas bateu em mim, perseguindo sangue letárgico, tentando lembrar. Eu vacilei quando Jaqueta de couro apertou meu peito e respirou quente no meu rosto. — Esqueça tudo que você sabia, cadela. Você pensou que o México foi ruim? Isso era a Disney World em comparação com este passeio de carnaval. Você não é mais humana. Suas mãos viscosas torceram o mamilo, cortando através da névoa como uma chicotada. —Eu vou desfrutar de cada momento que teremos juntos. Você nunca vai saber o que está vindo, você nunca vai se curar. As drogas vão transformá-la contra tudo o que você já conheceu. Elas irão rasgar o seu cérebro distante com alucinações. Eu vou te foder, menina bonita, e não há nada que você possa fazer sobre isso. Seu toque caiu do meu peito para entre as minhas pernas e apertou. —Então, vamos vê-la lutar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Frango assado. O cheiro de comida deliciosa me despertou do meu coma de drogas, vibrando meus olhos de volta ao mundo dos vivos. No momento em que eu acordei, eu queria descer de volta para o abismo cheio de nevoeiro que eu tinha vivido desde que Jaqueta de couro fez promessas que me fizeram querer cortar os pulsos e pintar meu celular de vermelho. —Olá, menina. Como é agradável vê-la novamente. O homem que dirigia a operação, a mesma pessoa que me mandou ser drogada e colocada em um avião com destino a Paris, se sentou na beirada da minha cama. Seus olhos azuis céu assim como de Brax, lembrou-me como drasticamente a minha vida tinha mudado. Suas roupas perfeitas e cabelo desgrenhado loiro pareciam como se tivesse saído de uma praia de Aussie e precisava de uma prancha de surf debaixo do braço. —Aqui, deixe-me ajudá-la. Suas mãos pegaram debaixo do meu braço, me alavancaram em um desleixo. Limpei longe a baba a partir do canto da minha boca como se a vida voltasse ao meu corpo. Meus olhos se prenderam na travessa de frango, legumes e pão. Foi-se a capacidade de pensar. Meu estômago rugiu e esfaqueou com mil facas desesperadamente famintas. O homem branco riu, balançando a cabeça. —Isso é para você. Se você fizer o que eu digo. Merda. O que diabos ele queria? O que mais eu poderia dar? —Escrava, não desista. Fique viva. Para mim. Lágrimas pressionaram e cada arrependimento que sentia por empurrar Q muito longe me sufocou. Eu nunca deveria tê-lo feito vir

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

naquela manhã. Eu deveria ter lhe agradecido por cada pedaço de atenção e justo tratamento que ele deu-me. Por que ele iria vir para alguém que prometeu fazer sua vida um inferno para que ela pudesse possuí-lo? Por que você o afastou? Minha mente não conseguia se concentrar mais, tudo estava de cabeça para baixo, de trás para frente. De repente, não importava o quanto eu estava com fome, eu não podia suportar a ideia de comer. Meu coração estava vazio, meu estômago deve estar também. O homem branco passou o dedo ao longo das costas da minha mão. —Pare de pensar. Fica mais fácil se você deixar as drogas a levarem. A tosse alta roubou meu oxigênio, quebrando o corpo com latidos. Uma vez que o feitiço acabou, eu olhei para cima com os olhos lacrimejantes, implorando-lhe para me deixar ir. —Por Favor. Eu vou fazer o que quiser. Ele endureceu, e sombras forraram seu rosto. —Você não fez o que eu queria da primeira vez. Devo dizer, eu nunca tive um cliente exigindo-nos a recolher sua compra antes. Eu quase não concordei, afinal, não é o meu negócio, uma vez que dinheiros foram trocados, mas o Red Wolverine tinha um ponto muito válido. Engoli em seco, pendurando minha cabeça. O que eu fiz de errado como uma escrava? Eu me apaixonei por meu mestre. Ensineilhe que duas pessoas poderiam ser perfeitas para a outra. O que era tão errado quanto a isso? O homem branco continuou. —Eu cresci bastante próximo aos clientes que compram mercadoria de mim. Então você pode imaginar que eu quero manter um relacionamento feliz com eles. Este

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

comprador particular enviou-nos para recolher você por um motivo bastante imperdoável. Ele parou, lustrando as unhas em suas calças. —Você quer saber o que você fez de errado? — Sem esperar pela minha resposta, ele continuou: —Ele trocou por uma transação comercial. Nessa mesma transação comercial se reuniu com... dificuldades. — Ele riu. —É claro que não ajuda que ele tenha pagado o dobro que custou, com ordens estritas para arruiná-lo. Meus olhos nos dele, tentando decifrar a confusão de sentenças. As drogas me nublavam, deixando-me em uma dura realidade em que eu só podia esperar que a morte fosse curta e rápida. Como último recurso, eu perguntei: —Quanto é que eu valho? Eu vou comprar. Você é um homem de negócios, deixe-me fazer valer a pena. Q me daria o dinheiro. Eu não tinha nenhuma dúvida sobre isso. O homem branco se levantou, jogando a cabeça para trás em alegria. —Você vale mais para mim do que o dinheiro agora, menina. Você vê, as minhas ordens são simples. — Seus olhos se estreitaram e toda a humanidade dissolveu e olhei para alma de um assassino. —É irreparável. E depois de sua pequena estadia conosco antes, eu sei que a sua força reside na sua mente. Você não vai ser quebrada por abuso físico, a chave para quebrar é algo mais difícil. Algo que eu não encontrei, mas estou ansioso para pôr em ação. Ele se inclinou para baixo, os olhos olhando fundo nos meus. Sua colônia me amordaçou com o seu enjoativo xaroposo fedor. Seu olhar azul me rasgou em pedaços de sangramento. —Você vai trabalhar para mim. Você vai fazer o que eu disser, quando eu disser. Você vai bater outras mulheres. Você vai machucá-las tão ruim que sua mente vai quebrar e você vai usar suas vidas na sua alma. Se você não fizer o que eu digo, eu vou matá-las para torná-la a obedecer. — Ele agarrou

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

meu queixo, seu sotaque do Mediterrâneo estalou cada palavra em cacos violentos. —Você entende? Eu

entendi.

Eu

entendi

que

eu

me

tornaria

bem

e

verdadeiramente deformadora de um ser humano. Eu iria abusar de outras mulheres, a fim de mantê-las vivas. Não. Eu torci meu rosto fora de seu punho de ferro, olhando. —Eu vou dar-lhe um milhão de dólares para me libertar. Dême o acesso a um telefone e o dinheiro pode estar em sua conta hoje à noite. E então Q vai rasgar seus intestinos de seu estômago e queimálo vivo, seu desgraçado. Ele se levantou, alisando sua camisa preta e jeans. —Você é lutadora até o fim. Eu respeito isso. Mas a próxima vez que eu ver você, se você falar, você vai se arrepender. Eu tinha toda a intenção de lutar. Gostaria de fazê-lo me machucar. Eu nunca seria responsável pela loucura de outra mulher. —Você vale mais do que sinais de dólar agora, menina. Melhor se acostumar a receber ordens. Ele empurrou o prato de comida para mim antes de caminhar em direção à porta. —Aproveite a sua última refeição como uma mulher livre. Amanhã você pertence a mim, e você terá o trabalho de um dia inteiro pela frente. A porta bateu atrás dele, ressoou na minha cela estéril. A febre vibrava em meu sangue, fazendo-me fraca e aterrorizada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu não seria uma mercadoria por muito tempo. Eu seria uma empregada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Nove

Eu não posso contê-lo, você me libertou. Este não é um papel que eu atue, o monstro sou eu...

Alguma coisa? — Eu quis saber quando Frederick desligou

— o telefone.

—Nada. Ele diz que foi banido de sua operação há meses, desde que tirou uma faca lutou e matou um dos guardas do Wolverine. Olhei para o teto, lutando com a minha raiva. A raiva borbulhava em meu sangue, nunca tendo uma concessão de paz. Tudo o que eu queria fazer era derramar lágrima através do globo e matar qualquer um que estivesse no meu caminho. Eu queria malditas respostas. Eu queria uma vítima que eu poderia amarrar-me e nomes de tortura. Mas nada. Nada em dois longos fodidos dias. Dois longos dias de porra em que eu virei todo o meu livro de contatos de cabeça para baixo, e nada. Eu assediei, amaldiçoei, implorei, ameacei. Cada traficante, cada homem de quem eu já havia aceitado um suborno e nenhum deles sabia porra nenhuma. Tess havia desaparecido. Ninguém sabia de nada. Ninguém iria falar. —Tente mais difícil, Roux. Estamos correndo contra o tempo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Frederick fez uma careta, batendo o telefone na mão. —Eu sei que você não vai descansar até você encontrá-la homem, mas você está acordado por 48 horas. Você mal sobreviveu a uma enxaqueca que chutou a sua bunda, e sua pressão arterial já passou do telhado. Parei vasculhando alguns arquivos de transação de idade. Eu queria arrancar a porra de sua cabeça por sugerir que eu dormisse. Como se isso fosse uma opção quando Tess poderia estar sabe Deus onde, lidando com sabe o que. —Eu não estou desperdiçando energia dizendo-lhe para parar de chatear, Roux. — Eu acenei com raiva. —Vá e ajude Frank. Seja útil ou saia. Tenho o que fazer. Eu não tenho tempo para nada, mas pra procurar. Corri puramente em vingança e a necessidade de matar. Eu nunca tive pessoas neste espaço antes, mas agora eu não dou a mínima pra ter uma zona privada. Tudo o que importava era encontrar Tess. Se isso significava que eu tinha que demolir todos os prédios que eu tinha

para fazer isso, então que assim

seja. De pé

abruptamente, peguei a pilha de arquivos a partir de minha mesa e me dirigi para o quarto. Durante dois dias, eu não tinha deixado o meu escritório. Os quartos estavam uma bagunça com papel espalhado e rabiscos e notas. Eu tinha um pequeno exército de pessoas no salão, supervisionados por Franco. No momento em que olhei para a filmagem de segurança e vi como dois homens de cabelos negros contornaram a codificação no elevador, sabíamos que tinha que ser um traficante com dinheiro. Eles tinham a senha, somente alguém com uma conta bancária substancial e conhecimento de como eu trabalhava poderia descobrir, ou comprá-lo. Caminharam corajosos como dia do caralho, e levaram uma Tess inconsciente para um local onde outro cúmplice estava esperando. As únicas pessoas que tinham habilitação de segurança do meu elevador privado eram o chefe da limpeza e o chefe da segurança do edifício. Ambos estavam sendo interrogados agora. Eu não teria

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

todos os problemas para manter meu escritório fora dos limites para os cofres deixarem de protegê-lo. E a cadela estava, eu sabia que teria subornado ou torturado para obter a chave de acesso, mas não ouso me movimentar até que eu tivesse a prova de que Tess estivesse lá. Se eu estivesse errado toda a empresa iria desabar. O jogo real era que eu não me importava com a empresa, mas eu tive cuidado sobre as mulheres que se escondiam para sua proteção. —Porra. Bati meu rosto, tentando ficar alerta. Era difícil lutar através do lodo. A residual dor da minha enxaqueca esmagadora havia roubado mais de mim do que o pensamento coerente e visão. Roubava tempo. Durante doze horas, eu fui inútil. O cabelo encontrado de Tess arrancado no chão do banheiro com a seringa tinha sido a última bala, e eu apaguei. Meu corpo tinha chegado ao seu limite, é que eu não era invencível depois de tudo e se não tivesse sido por Frederick, eu teria perdido o lote completo. Eu vibrava com repugnância. Eu sofria com a força de mil animais para cobrir as minhas mãos de sangue. Eu precisava fazer os estupradores pagarem, eu nunca descansarei até que eu fizesse. Mas a dor de cabeça me amaldiçoou a ser um inválido inútil, me curvando a uma sentença de longanimidade. Eu bati fisicamente em uma parede e isso me eviscerou. Frederick organizou a equipe para ajudar na busca. Ele ordenou Franco para organizar seus principais homens e sair às observações de um momento. Ele fez mil chamadas, enviou uma centena de e-mails, o tempo todo eu estava morto no escuro. Minha visão completamente me abandonou, e eu estava sensível o suficiente para saber que eu era um obstáculo, e não um socorro. Mas ainda fodendo mágoa para ficar fora de seu caminho, concentrando-me em Tess. Estava errado, e eu amaldiçoei a fraqueza no meu sangue.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu deixei Tess para baixo. Eu deixei a minha mulher sofrer nas mãos de canalhas tudo enquanto eu me amontoava em um canto e analgésicos surgiram como Tic-Tacs. Não foi até Frederick sorrateiramente me dar um comprimido para dormir, um punhado de codeína que adormeci, e a enxaqueca perdeu seu poder sobre mim. Mas o sono não foi reparador, ele roubou o resto da minha sanidade. Imagens de sangue e ossos quebrados e Tess gritando incessantemente a minha ajuda. Sua voz esfaqueou meu coração mais e mais, cheia de acusação por deixar isso acontecer com ela. No momento em que eu acordei, eu tinha me jogado de cabeça em rastrear os merdas que a levaram. Mas eu não tinha parado de usar o meu cérebro inútil. Respirando com dificuldade, eu empoleirei no final da cama e espalhei os arquivos. Agora que eu não tinha ninguém curioso no meu pescoço, eu abri a papelada que podia realizar algumas pistas para encontrá-la. Os registros sobre todas as meninas que eu salvei. Detalhes sobre Tess estavam na parte de trás e eu quebrei a pasta aberta.

Assunto: Menina loura em uma moto Referência do código de barras: 302493528752445 Idade: Vinte a trinta Temperamento: Irritada e violenta Estatuto sexual: Não virgem Saúde Sexual: Ausência de doenças Orientações de propriedade: Recomendar punição rigorosa para quebrar temperamento. Corpo em forma, apto o suficiente para atividades extremas. Histórico: Sem parentes vivos.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meus olhos caíram para o número. Eu tentei acompanhar Tess para usar o dispositivo quando eu a mandei de volta para Austrália, mas não funcionou. Eu sempre achei que ela tivesse removido quando ela voltou para casa com Brax. Eu tinha estado irritado e orgulhoso com ela por cortá-lo fora, porque isso significava que ela estava segura, embora eu não pudesse espionar seu paradeiro. Experimente-o de qualquer maneira. Você nunca sabe. Minha mente rebobinou de volta quando deixei Tess ir. Meu sacrifício não tinha sido voluntário. Eu queria continuar para sempre, mas eu não queria esmagá-la. Tess era o meu fenômeno. A vez em um sonho de vida que eu nunca pensei que eu ia conseguir. E eu já estraguei tudo. Filhos da puta que se danem. Eu não me sento aqui segurando meu pau, enquanto o Red Wolverine tinha Tess. Ele havia deixado sua nota-deliberadamente para que eu o caçasse. Se fosse uma armadilha, eu não me importava mais. Ninguém era mais importante do que Tess. Agarrando o laptop que eu mantinha em minha mesa de cabeceira, eu entrei no programa associado com o número de rastreamento e entrei no código. Foi um desperdício de tempo, mas eu tinha que verificar. A conexão demorou um pouco, e eu coloquei minha mão sobre a tampa para fechá-la. Veja, ela não o removeu. Em seguida, um pequeno mapa apareceu ampliando, cada vez mais rápido até que ele se concentrou em um país que eu suspeitava e esperava evitar. Raiva intensa estrangulou meus membros. Eu queria uivar. Um mês que ela estava de volta na Austrália. Um mês completo e ela não o removeu? Por que sua idiota. Idiota. Será que ela gosta de jogar roleta russa com sua vida? Eu queria matá-la por ser tão estúpida. Ela deu-lhes a maneira perfeita para encontrá-la! Quando eu botar as minhas mãos sobre ela, por Deus eu vou fazê-la pagar. Se ela tivesse parada na minha

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

frente agora, eu mesmo o cortaria e torceria seu pescoço por ser tão estúpida. Pelo menos agora eu tinha prova. Red Wolverine teve seu, era inegável. Eu queria arruiná-lo. Eu queria tirar seu negócio, seu dinheiro, sua própria carne e sangue. E somente quando ele não tivesse absolutamente nada eu iria torturá-lo até que ele me implorasse para matá-lo. Isso é o quanto eu odiava a coragem de Gerald. Tess estava na Rússia. —Frederick, traga seu traseiro aqui dentro! Passos macios no tapete do corredor. — O que é isso? O que você achou? Eu joguei o laptop para o lado. —Eu já confirmei que ele a levou pra Rússia. Nós estamos saindo. — Eu escovei por ele, mas ele me parou. —Mas nós pedimos aos contatos que temos em sua equipe. Eles disseram que não viram uma menina com a descrição de Tess. Se nós embarcarmos e começar a caçar, você estará arruinado Q. O resto de seus contatos virá atrás de você. Pense claramente por um momento. Tem certeza de que ele a tem? Eu mostrei os dentes e corri de volta para a cama. Agarrando o laptop com o ponto vermelho piscando em Moscou, eu empurrei a máquina em seus braços. —Prova de merda o suficiente para você? Deixando-o se preocupar que a minha empresa estava prestes a desmontar e cair em ruína, eu resvalei no salão para encontrar Franco. Mudei-me como um maldito turbilhão de fúria do sexo masculino. Seu cabelo castanho escuro pairava sobre a testa e a falta de sono fez seus olhos crus e brutais. Ele olhou para cima quando eu entortei um dedo para ele vir para mim. Quando ele estava longe da

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

outra equipe, eu murmurei, — Chame nove dos seus melhores mercenários. Encontre-me no aeroporto em uma hora. Nós estamos indo. Eu não me importo se teremos que matar todos os últimos bastardos se isso significar encontrá-la. Nenhum elemento de surpresa ou de pausa. Franco sabia quando apenas obedecer ordens. Seus olhos brilharam com prazer. — Sim, senhor. Vejo você no aeroporto. Frederick, com o seu antigo estilo e personalidade amigável era o oposto, ele viveu uma vida mansa, se casou com a menina doce, morava em uma casa apresentável enquanto Franco, o homem que contratei porque eu vi o quão eficiente ele matava, o espetáculo dos mesmos hobbies que eu, apenas em uma mais aceitável escala. Franco e eu nunca falamos sobre nossas semelhanças, mas sabíamos. Era fácil de detectar o monstro em outros. Ele pode ser parecido com um cavalheiro: movendo sabiamente, falando de forma eloquente, mas sob a elegante fachada escondia um assassino com um temperamento. Franco não tinha remorso para lidar com vingança para aqueles que mereciam. Isso o fazia perfeito. Eu podia estar indo para Moscou, para o esconderijo do Red Wolverine, mas eu fui com homens armados a quem eu confiava com a minha vida. Meu celular tocou no meu bolso. Eu agarrei-o com uma mão, acenando para Franco para ir e cumprir suas ordens. —Mercer, — Eu bati. Frederick voltou para a sala e me deu o sinal de polegar para cima. O aperto no peito desenrolou um pouco. Sua aprovação para quebrar a reputação de Moineau Holdings significava mais do que eu queria admitir. Quem sabia o que seria capaz de resgatar dos escombros uma vez que este era tudo. Depois que descobrissem que eu

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

aceito mulheres como subornos, meus verdadeiros contatos secariam. E quando o conhecimento de que eu deixava essas mulheres irem, me colocaria no caminho da guerra para os bastardos que as venderam a mim, eu estava pintando um enorme alvo nas minhas costas. —Frederick acabou de me dizer que você está indo para a Rússia. Devo informá-lo que o nosso quartel não vai apoiá-lo se alguma coisa der errado. Pense bem, Quincy. Nós não podemos ajudá-lo se você deixar a nossa proteção. O chefe de polícia, também um confidente próximo, me ensinou. O mesmo homem que me incentivou a ver o quão profundo minhas emoções eram por Tess. O mesmo homem que me disse que ele não iria me prender se eu decidisse manter Tess indefinidamente. Eu não gostava que ele me desse em padrões em normas que não merecia isso. Eu engoli as maldições que eu queria jogar. Seu coração estava em um bom lugar. —Eu não vou fazer nada de estúpido, Dubois. Ele riu. —Eu não acredito nem por um segundo. Mas eu tinha que ligar e dizer a minha peça. Apenas... Prometa-me que não vai colocar sua vida em risco por uma mulher. Meu dedo se contraiu no botão desligar. —Ela é mais do que apenas uma mulher, Dubois. — Ela é minha vida. O silêncio reinou antes do chefe de polícia suspirar. —Nesse caso, você tem o nosso apoio. Se e quando os jornais ficarem sabendo do que você fez, eu vou tentar emitir uma ordem de mordaça para o melhor de minha capacidade. —Merci. — Eu desliguei antes que ele pudesse brotar alguma outra sabedoria de besteira. Eu não precisava de sabedoria em um momento como este. Eu precisava de uma semi-automática e um lançador de foguetes. Pressionando a tecla on de discagem rápida, liguei

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

para Hans, que vivia em estado de espera para fazer decolar meu jato G650 privado. Ele respondeu ao primeiro toque. —Organize um plano de voo para Moscou. Deixando em 60 minutos. Vejo você em breve. — Eu desliguei, assistindo a comoção no quarto. Logo isso tudo estaria terminado, e Tess estaria em segurança de volta comigo. Aquele momento parecia muito distante de contemplar. Eu não poderia imaginar nunca me sentir humano novamente até que eu esteja de costas na minha cama. Meu telefone tocou. Eu respondi no piloto automático. — Quoi?29 —Mestre, por favor, me dê alguma notícia. Qualquer notícia! Você já a encontrou? — A voz doce de Suzette no telefone estava alta de pânico. Lamentei ter dito a ela ontem. Ela me pegou desprevenido, reclamando que eu não tinha lhe dado instruções para o jantar, perguntando se Tess e eu estávamos voltando para casa de noite. Eu bati e disse-lhe claramente que não estaria chegando em casa à noite ou qualquer noite, não enquanto Tess estivesse roubada e em perigo. Isso só abriu um enorme barril de problemas da porra. —Você tem que me deixar trabalhar, Suzette. Vou ligar para você no momento em que a encontrar. A fungada desceu na linha seguida por uma promessa de arestas duras. —Você vai encontrá-la, e que você faça os bastardos pagarem. Ela pertence a nós. Encontre-a rapidamente. Eu não podia falar, minha garganta fechou.

29

O quê?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess tocou todas as nossas vidas, e todos nós estaríamos arruinados se ela nunca mais voltasse. Não havia nada que eu pudesse dizer. Nada do que eu queria dizer. Eu apenas resmunguei e desliguei.

Meia hora depois, parei na ala privada do aeroporto. Eu fui abrir a porta do carro, mas pausei. Virando-me para Frederick, eu disse: —Você já fez mais do que suficiente, Roux. Vá para casa para Angelique. Eu lhe dei um tapa no ombro em sinal de gratidão. Com toda a honestidade, eu não sei o que eu teria feito se ele não estivesse lá naquela primeira tarde. Minha enxaqueca me rendeu incapacitado enquanto ele orquestrou uma caça ao homem em todo o mundo. —Estou indo. Sem perguntas ou argumentos. — Ele sorriu. — Eu te disse. Eu quero encontrar a mulher que tem você em torno de seu dedo mindinho. Eu balancei minha cabeça. —Eu não sei o que vai acontecer. Eu não espero que você dê mais do que você já tem dado. Ele balançou a cabeça, olhando para fora da janela. —Eu sei. Mas você faria o mesmo por mim. Eu continuo me colocando no seu lugar, e é um lugar doloroso para estar Q. Eu amo Angelique, estamos juntos há dez anos, e o pensamento de ficar sem ela... É insuportável. Eu me mexi desconfortavelmente. —É por isso que você deve ir para casa para ela. Eu não quero ser a razão pela qual você não volte. Sua testa franziu quando seu temperamento encheu o carro. —Estou indo. Cale-se. — Não havia mais nada que eu pudesse fazer. Eu

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

tentei protegê-lo, esta não era a sua batalha, mas eu não estava indo perder tempo ou recursos, argumentando. Dei de ombros e sai do carro. Franco ficou pelas etapas planas, dando-me um sorriso duro. —Não se preocupe. Ela era forte o suficiente para levantar-se para você. Ela é forte o suficiente para resistir a quem a levou. Um sorriso orgulhoso infectou minha boca puxando a tristeza. —Ela é a mulher mais forte que eu conheço. — Memórias de chicotadas, transar com ela, aqueceram meu sangue. Ao longo de tudo que eu fiz para ela, ela nunca quebrou. Eu tive que segurar na fé de que ela permaneça forte. Eu balancei a cabeça para Franco e entrei no interior de pelúcia do jato. Na parte de trás, nove homens tinham já o cinto de segurança pronto para ir, um exército de clonados de poder, crueldade e gravidade. Ternos pretos, gravatas pretas e camisas brancas, eu tinha um elenco inteiro de James Bond a minha disposição. Quando me sentei, um único pensamento me veio à cabeça. Não tenho medo que ela não vá lutar, eu estou preocupado que ela vai lutar muito difícil. Se o Red Wolverine souber que ela não iria ficar em uma peça singular por muito tempo, especialmente se esta é uma vingança contra mim. Minhas mãos envolveram os braços quando o monstro dentro de mim foi à loucura com a necessidade de matar. —Nós vamos encontrá-la a tempo, chefe. — Franco bateu no meu ombro enquanto se dirigia para o corredor à seus colegas. A parte pessimista minha não tão certa. Eu sabia o que Gerald era capaz de fazer. Eu tinha resgatado escravas suficientes de seus estábulos de ouvir inúmeras histórias de tortura e estupro. Minha pele se arrepiou com o pensamento de Tess em suas garras. Obrigueime a parar de pensar nisso. Eu deslocava no banco, odiando estar aqui ainda, odiando a sensação de não me mover, não caçar. Hans apareceu na porta. Ele usava um terno discreto e boné com asas de ouro bordado

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

na frente. No momento em que eu o vi, eu exigi, —Leve-nos no ar. Eu quero estar na Rússia ontem. Ele balançou a cabeça, seu cabelo vermelho brilhante saindo dos lados do seu chapéu. —Eu não tenho autorização para decolar em 15 minutos, senhor. Nosso plano de vôo foi aprovado. Nós estaremos lá em cerca de três horas e meia. Em três horas e meia era muito tempo, mas ele teria que fazer. Tess permaneceria viva. Você permaneça viva porra, ou eu vou caçar o seu fantasma e chicoteá-lo por me deixar. O animal dentro não tinha se acalmado. Ele queria galopar por toda a Terra, farejando, rastreamento, caçando os malditos bastardos que tinham tomado Tess. Eu queria retirar suas entranhas com minhas garras e uivar para a lua maldita quando eu tinha o seu sangue em minhas mãos. Suspirando, eu fechei os olhos e tentei manter o meu nível de estresse sob controle. Mas, quando os motores zumbiam e taxiamos para a pista, eu fiquei enrolado, tenso como a porra de um carregado estilingue. E eu gostaria de ficar assim até eu encontrar Tess.

Nós aterrissamos, e duas vans pretas nos encontraram no lance de escadas. Metade do exército de guardas desapareceu em um, enquanto Franco e a tripulação restante vieram comigo. Moscou estava fria, mas não invernal. Sem neve enfeitou a arquitetura da cidade, sem gelo em camadas nas estradas. Mas caramba, o pouco vento que entrava através do meu terno parecia como punhais. A noite escura estava quebrada por holofotes sobre o aeroporto e uma enorme lua de prata. Eu tinha ido à Rússia mais vezes do que eu poderia contar, mas eu nunca demorei. Alguma coisa sobre esse país não parecia bem

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

comigo. E não era a beleza ou a peculiaridade de que os turistas tinham permissão para ver. Não. Eu não gostava da Rússia porque o lado sombrio espetáculo de demasiados pecados, pecados que eu tinha comprometido e queria cometer mais e mais. Eu poderia me controlar somente se a tentação estivesse muito a distância. E a Rússia saudava a corrupção de braços abertos. Eu nunca tinha analisado antes, mas eu sabia que era um viciado por sadismo, e o da Rússia era doce. Eu não era forte o suficiente para suportar tal lugar. Ninguém falou quando a van zumbia pelas ruas semi-vagas. Deslizando sob a lua, costeando através de postes, e passando por fachadas bonitinhas. Quanto mais perto chegávamos ao reino de Gerald Dubolazov, mais a atmosfera na van engrossava, cada respiração tinha o sabor de antecipação e fome de sangue. Nós nos transformamos de empresários aos caçadores selvagens, e eu nunca quis domar novamente. Nós não estávamos no nosso caminho para assinar papelada e entrar em conversa sem sentido. Nós estávamos indo para guerra em nome de uma mulher por quem eu estava caindo. Uma mulher que seria o catalisador para o meu negócio desmoronar e minha fortuna esvair. Mas eu daria tudo em um segundo se eu pudesse tê-la de volta intacta. A besta dentro rosnou e rasgou buracos na minha alma. A escuridão levantava, e eu não tinha mais a força para lutar contra isso. Eu nunca a reprimi totalmente. Mas eu não me importei. Eu gostei de reconhecer essa parte de mim. Eu adorava ser livre pela primeira vez na minha vida. Mesmo correndo sem dormir, quase nenhuma comida ou água, eu acelerei em um plano superior. Eu era forte o suficiente para encontrar Tess, mas só se eu abraçasse o monstro dentro de mim. Consequências viriam mais tarde. A van virou a última curva, pneus cantaram. —Aqui chefe?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Um dos homens de Franco perguntou, abrandando para puxar para um beco. Ao nosso lado, levantou-se um enorme e majestoso hotel. Projetado na típica beleza russa, que se destacou como um rubi brilhando na noite. Acentos vermelhos em janelas e gesso pareciam tão bom como o dia em que foi pintado. As torres rosa pálida pareciam um cupcake, gelado por uma porra de fadas. Fiquei orgulhoso deste projeto, mas queria rasgá-lo com minhas próprias mãos até que nada mantivesse. E eu gostaria de saber se Gerald tinha machucado Tess. Eu explodiria com ele dentro. —Sim, — eu disse, olhando para fora da janela, olhando para os espectadores. Ninguém passou pelo beco, ninguém nos perturbando. —Vamos, — eu murmurei, torcendo no meu lugar para enfrentar Franco. Ele já estava preparado, inclinado para frente, tensão palpável em seus músculos tensos. No momento em que seus olhos encontraram os meus, ele colocou uma semi-automática na minha palma da mão aguardando e tirou um rádio relógio no meu pulso. —Frequência está definida, tudo que você tem a fazer é falar para ele, e a equipe irá ouvi-lo. — Todos os negócios, ele empurrou alguns clipes extras no bolso do blazer no peito, e se atrapalhou no saco de lona preta ao lado dele por uma faca de caça afiada. —Você tem rodadas o suficiente para matar a maioria dos funcionários dentro, então você deve estar coberto, mas mantenha a faca em você, apenas no caso. — Peguei o punho, correndo o polegar sobre a lâmina afiada. Uma estranha

neblina

tomou

conta

de

mim,

removendo

da

van,

arremessando na escuridão. Franco sabia da minha aversão a carregar uma faca em uma briga tensa. As armas mantinham minha humanidade impessoal, distante de tirar uma vida. Mas uma faca? Uma faca falava com a besta. Ela fez água na minha boca com o pensamento de deslizar a lâmina entre as costelas de um inimigo e perfurar o coração. Para estar tão perto e pessoal, para sentir seu último suspiro, sabendo que eu roubei a partir deles. Fez-me foder duro e torci o cérebro em algo monstruoso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A tentação era requintada, preenchendo minha mente com o poder implacável. Minhas mãos tremiam com a necessidade de estripar Gerald, o Wolverine. Se eu tomasse esta não haveria como voltar atrás. Eu estaria admitindo que Tess foi embora, e eu estava sacrificando não apenas o meu sustento e as incontáveis escravas libertas, mas a minha sanidade, também. Eu tinha lutado minha batalha por vinte e oito longos anos. Exausto acreditava que eu pudesse ser apenas um homem, um ser humano sem a selvageria de um monstro. Se eu me deixasse escorregar agora, tudo estaria acabado. Você não tem escolha. Abrace a escuridão, reconheça a verdade. Rangendo os dentes, eu enfiei a faca na parte de trás da minha cintura. No momento em que estava fora do meu aperto, eu respirava normalmente. —Você sabe o que eu quero. — Minha voz não lembrava mais um homem. Eu poderia muito bem fingir que nunca fui um deles. Eu não era nada mais do que uma criatura com o desejo de se banhar no sangue de seu inimigo. Eu nunca senti tais necessidades mais básicas ou a compulsão de esfaquear e mutilar tão intensamente. Franco concordou. —Eu sei o que fazer. Não se preocupe, nós temos a sua volta, e nós vamos garantir que a sua saída seja clara... — Seus olhos corriam para longe antes de voltar aos meus. —Olha, se alguma coisa der errado, há um homem chamado... Eu levantei minha mão, interrompendo-o. —Eu não quero saber. Nada vai dar errado. T'as compris?30

30

Entendeu?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Franco me deu um sorriso apertado. —Claro, mas... — Ele estalou os lábios fechados. Evitando os meus olhos, ele passou uma Glock para Frederick, juntamente com uma faca de correspondência. — Eu sei que você provavelmente não vai usá-los, mas é melhor estar armado. Frederick fez uma careta. —Eu consegui trabalhar com Q durante anos e mantive minhas mãos limpas. Mas eu não terei escrúpulos se tiver que fazer. Franco sorriu, mas sua linguagem corporal frustrou a merda fora de mim. Ele tinha algo em mente, e se ele não cuspir o que sabia isso estaria comprometido. Meus olhos se estreitaram. —Fale Franco. Que porra é essa que você quer dizer? — Ele me olhou, antes de olhar para longe por alguns instantes. —Eu só estou preocupado que nós estamos entrando em um prédio cheio de assassinos e traficantes de drogas e Tess pode não estar lá. Qual será o próximo passo? — Ele baixou a voz. —Senhor, e ela correr... E se outros a tiver? A memória de Lefebvre no cio entre as pernas de Tess colidiu pela minha mente. Será que eu nunca serei livre dessa imagem do caralho? O ódio de mim mesmo por ferir Tess tanto que ela correu para as garras de um estuprador me martelou ao chão. Eu apertei meus dedos tão duros, eu apertei o gatilho da arma. Felizmente para todos na van, a trava de segurança estava acionada. —Eles não vão dar-lhe uma oportunidade para executar. Ela vai estar lá. — Ela tem que estar. Caso contrário, eu não ficarei onde diabos para olhar, e que aterrorizava a merda fora de mim. Franco concordou. —Justo. Você conhece este filho da puta melhor do que eu. — Ele se endireitou. —Vamos obter esta bola de diversão na estrada, não é? Eu balancei a cabeça e abri a porta. Franco falou a seus homens. —Esquadrão Alpha comigo. Equipe beta vocês estão com

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Dean, e equipe Charlie você estão com Vincent. Todo mundo, vocês têm as suas ordens. Seguir meticulosamente se quiser permanecer vivo. Frederick saiu para ficar ao meu lado quando os clones de Franco desembarcaram da van. Eles se mudaram como uma legião de sombras, armados até os dentes e porra louca com suas armas sangrentas. Ninguém falou enquanto Franco assumiu a liderança. Com alguns códigos do dedo dele, que caiu em formação. Metade da equipe sumiu na escuridão e evaporou na noite. A outra metade estava contra a rica arquitetura do hotel do Wolverine. O mesmo hotel que eu possuía ações, autorizações e consentimentos organizados. O mesmo hotel que me deu duas escravas como suborno. Eu me orgulhava de lembrar o nome de cada menina, ligado em minha mente para a construção ou aquisição que me permitiu salvá-las. Sophie e Carmen foram garantias por este edifício em particular. Polonesa e Inglesa, espancada até uma polegada de sua vida, para sempre incapaz de andar corretamente com o que foi feito para elas. A raiva familiarizada agravada em cima do sangue já preto em minhas veias. Eu tinha pena de quem era meu inimigo, eu teria um registro de morte após esta noite. Eu queria dirigir uma bola de demolição através de todos os andares e esmagar o hotel a escombros. Maldito bastardo russo. Em questão de milésimos de segundo, a equipe de Franco se espalhou e se camuflou na noite, deixando Frederick e eu passear casualmente o resto do caminho. Pesava a pequena semi-automática pelo meu bolso interior do blazer, e a faca picava em cima da minha bunda toda vez que eu andava. Cada movimento parecia diferente: mais suave e mais elegante. Eu já não possuía o meu corpo, a besta possuía.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Experimente fingir que ainda é humano, homem. Você está me assustando, e eu sei que você não vai me machucar. Eu tiro uma olhada em Frederick, que havia escondido a Glock em seu terno e alisou o cabelo com gel, então ele parecia apresentável. —Eu não sei o que você está falando, — eu rosnei. —Claro que não. Mas eu estou dizendo a você, ilumine-se, e tente pensar em coisas agradáveis. Seus olhos estão positivamente selvagens. Palavras atrasadas, eu não queria nada disso, com um olhar furioso avancei e fui em direção a entrada principal. Na rua um casal subia em um táxi, sua bagagem cheia em torno do meio-fio. O porteiro nos deu um breve aceno de cabeça quando entramos. Minhas costas ficaram retas graças à faca em minha calça e minhas mãos doíam de cerrar os punhos e começar a rasgar o lugar para encontrar Tess. Ela tem que estar aqui. Ela tem que estar. O lobby parecia que haviam jogado o período renascentista em cima dele. Arabescos de folha de ouro, pretensiosos e de ostentação. Tentando agir normal, eu dei uma olhada no concierge. Eu não prestei atenção às alcovas privadas ou nos cuidadosamente dispostos assentos de recantos, nem ouvi as notas suaves de um piano. Concentrei-me inteiramente no homem que seria minha primeira vítima se ele não me levasse para Gerald. Eu exigi, —Eu estou aqui para ver o seu chefe. E antes que você pergunte se eu tenho uma porra de um compromisso, eu não, e não preciso de um. Mencione o meu nome. Ele vai me ver. O concierge idoso olhou para baixo de seu nariz, olhando sobre os óculos de meia-lua. —Eu sei quem vocês são. E ele disse para deixá-lo entrar quando você chegasse. — Eu não registrei choque. Isso

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

seria uma fraqueza. Eu não era nada fraco naquele momento. Eu estava pronto. —Mostre o caminho, — eu recortei. O homem entregou-me um cartão chave e apontou para o elevador reservado para o andar da cobertura. —Seja meu convidado. Eu tenho dito para não perturbar a reunião. — Ele me deu um sorriso de escárnio e meus dedos se contraíram a socá-lo. Frederick veio em socorro do homem puxando meu braço. — Ótimo. Vamos de cabeça erguida. — Ele arrancou o cartão chave da minha mão, me puxando para o elevador. —Espere até estarmos atrás de portas fechadas antes de ir furioso, Q. Eu empurrei minha cabeça em algum tipo de reconhecimento e segui-o até o elevador. As portas começaram a fechar, e Franco apareceu do nada, pulando ao nosso lado. —Tudo claro, tanto quanto nós podemos dizer. Eu estou supondo que ele tem a sua cobertura fortificada. Eu recomendo que espere até o esquadrão Alpha poder alcançá-lo. Tiveram sorte que eu não estava escalando a porra do prédio com as minhas próprias mãos. Aguardar mais tempo? Porra nenhuma. Não me incomodei em responder quando o elevador subia. Enfiei a mão no bolso do peito e tirei a arma. Frederick me olhou com cautela, mas, em seguida, seguiu o exemplo. Franco puxou duas armas do coldre debaixo de sua jaqueta. Nós acenamos um para o outro, em seguida, olhamos para as portas, à espera do momento em que elas iriam abrir. Os três cliques da trava de segurança sendo tomadas ajudaram acalmar-me por um momento. Não muito tempo. Segure-se, Tess.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O ping suave de chegada enviou cada músculo do meu corpo vibrando com a tensão. Eu estava enrolado, armado, e fodendo pronto para criar alguma carnificina. As portas deslizaram abertas. Nós agachamos e mudamos para frente. —Eu esperava por você 24 horas atrás, Mercer. Você está perdendo seu toque. — Gerald riu no momento em que entramos no lounge. Eu congelei, lutando contra a vontade de soltar todo o cartucho de balas nele. A cobertura era de quinhentos metros quadrados de pura decadência. Não só eu tinha projetado o hotel na planta baixa da suíte, mas contratei um designer de interiores que sabia o valor de uma ótima iluminação, parede em tons sutis e papel de parede elaborado. Era um palácio perfeito, manchado pelo rato de sarjeta da porra que morava lá. Gerald sentava-se em uma grande cadeira, cuidando de um cálice de licor. Sua perna protética inclinada desajeitadamente para o lado de um ferimento a bala, cortesia de um parceiro de negócios descontente. Seu couro cabeludo rosa com cabelo louro fino não fez nada para ajudar seu rosto, ou a desagradável cicatriz em seu rosto. Seu nariz era vermelho e grande, identificando-o como um bêbado, e seu intestino grosso tenso com a camisa Paisley31 ridícula. Ele tinha um olhar aguado de quem quase estava pronto para a sepultura. Mas, independentemente de sua aparência doentia, seu controle sobre o seu império era lendário. —Onde diabos ela está? — Eu rosnei. Seu filho apareceu. Meu coração bateu com ódio e eu queria matá-lo mais uma vez. Ele usava uma réplica exata do macacão que 31

Espécie de tecido de lã escocês com estampado vivo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

usava quando ele machucou Tess, só que este era de um horrível amarelo. Seus dentes cobertos de ouro pareciam berrantes quando ele sorriu e acenou um bastão de madeira na minha direção em uma saudação. —Eu nunca tive a chance de agradecer o presente de despedida, filho da puta. Seu cachorro ali me arrastou antes que eu pudesse retribuir o favor. — Ele apontou para Franco. —Você vai pagar por me chutar quando eu tinha levado a porra de um tiro. A única maneira que você poderia conseguir vir pra cima de mim. Se minha perna não estivesse jorrando sangue, eu o teria tido morto em um momento. Franco bufou. —Não parece que você ficou chateado mesmo depois de eu lhe dar um tapa. — Ele inclinou-se para frente, estreitando os olhos. —Que tal eu golpeá-lo novamente e você poderá chorar para o papai? Engoli em seco, saboreando a ameaça, a violência subjacente no quarto. O homem lançou-se para frente, e eu não queria dar a Franco a chance de entregar sua promessa. Merecia mais do que a porra de um tapa. Meu punho colidiu com sua mandíbula, rachaduras na sala em silêncio. O pulsar começou em meus dedos e irradiou-se ao meu braço, mas pela primeira vez em dias, eu me senti como se as coisas estivessem finalmente indo do meu jeito. —Tente de novo e eu não só vou prejudicar o seu velho, eu vou redecorar o seu interior. —Basta! — Gerald exigiu, jogando a taça para mim. Eu abaixei, invadindo o seu espaço. —Diga-me onde ela está. Je ne le redemanderais pas.32

32

Eu não vou perguntar novamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Gerald

riu,

sua

grande

barriga

balançava

com

cada

gargalhada. —Por que diabos eu vou saber? — Seus olhos passaram de joviais a cheio de ódio em um segundo. Seu corpo inteiro se estabeleceu mais pesado na cadeira enquanto ele olhava para mim debaixo de sua testa. —Você atirou no meu único filho por provar o presente que demos a você. Comportamento não exatamente hospitaleiro. Minha mandíbula doeu. Eu apertei tão difícil, mas não me mexi. Eu não disse nada. Eu o deixei continuar com seu pequeno discurso de porra. Quanto mais cedo ele terminasse, mais cedo eu poderia colocar minhas mãos em Tess. —Eu tinha planejado utilizandola eu mesmo, afinal, a grande merda que Q. Mercer mantinha como animal de estimação, deve haver algo de especial sobre sua boceta para justificar tal prêmio. Eu vacilei e agarrei a arma mais difícil, imaginando que era o pescoço crivado de gordura que eu torcia. —No entanto, um negócio melhor veio para porra da sua desleixada. Minhas pernas estavam com espasmos, morrendo de vontade de apressar o bastardo e cortar a faca em sua garganta. Minha voz ecoou com ódio. —Pare de perder o meu tempo. — Eu apontei a arma para sua virilha. —Onde ela está, Dubolazov? Gerald riu ofegante, antes de responder. —Isso, meu amigo chicoteado por boceta, não é mais sua preocupação. Eu gosto de manter segredos. Considere este meu aviso de que não irei mais fazer negócios com você. — Ele olhou para o imbecil de seu filho, encolhido na parede, cuidando de seu rosto machucado. —Afinal de contas, eu não posso lidar com um homem que gravemente feriu o meu, posso? Algo deslizou por cima de mim. Algo frio e sinistro e, normalmente, eu lutaria. Eu gostaria de parar o fechamento das minhas emoções e o restante da humanidade como uma maré vazante

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

sadia, mas não o fiz. Eu deixei a conversão acontecer, e a arma ficou pesada em minhas mãos. Será que ele realmente acha que eu não iria matá-lo se ele não tivesse nada para me oferecer? Dubolazov parecia controlar a minha linha de pensamento quando ele engoliu, um rastro de medo tocando os olhos. —Você não pode me matar. Seria suicídio empresarial. Se você olhar tanto para mim ou para o meu filho de novo e vou crucificá-lo. Eu dei de ombros. Eu honestamente não me importei. Tudo o que importava era encontrar Tess e dar-lhe a melhor vida que eu pudesse. Baralhar soou atrás de mim e Franco gritou: —Fique aí porra. Basta ter uma conversa, rapazes. Não há necessidade de obter os seus paus para fora. Olhei por cima do ombro para os três guardas que tinham chegado, todas as armas acenando, tentando decidir onde treinar as suas vistas. Decidindo que eu era a maior ameaça, eles apontaram os focinhos na minha direção, assim como Franco e Frederick sobre eles. Levantando uma sobrancelha, eu levantei minha arma, deixando-a oscilar de meu dedo. —Tudo bem. Basta terminar a nossa pequena conversa, então nós vamos. Ninguém se mexeu quando eu coloquei a arma em uma mesa lateral e avancei para frente. Gerald olhou, mas não ordenou aos homens para me matar. Eu parei dentro agarrando a distância e lhe dei um leve sorriso. —Então, você quer dizer que levará seu segredo para seu túmulo, Dubolazov? Uma chance.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Uma última chance de me dar à localização de Tess. Então eu concederia misericórdia. Eu poderia ir embora. Eu gostaria de engaiolar o demônio dentro de mim e não mutilá-lo, porra. Ele se inclinou para frente, enviando uma lufada de vodka no meu rosto. —Eu nunca vou dizer para a porra de um pau como você. Você finge ser um de nós, mas você mantém a mercadoria livre. Escravas a qual nós dedicamos horas para quebrar, mulheres que, por direito, pertencem a nós, até suas bocetas esquecidas por Deus, inutilizadas. Foda-se, Mercer. Terminamos aqui. — Ele baixou a voz para um silvo. —Espero que ela já esteja morta. O interruptor dentro de mim saltou permanentemente livre, e me mudei. O tempo parou quando cheguei para a faca nas minhas calças. Eu me movia em câmera lenta quando a lâmina veio livre, o meu braço balançou para frente, e a obstrução da cartilagem e da traquéia cedeu sob o forte metal. A emoção, a pressa, a porra do prazer inebriante percorreu em mim e eu sorri. Porra eu sorri enquanto eu observava Gerald piscar em estado de choque, se perguntando o que diabos aconteceu. Mudei-me tão rápido, levou um momento para o sangue escorrer em cascata para baixo de sua garganta. —Não! — O filho de Gerald atirou-se fora da parede, colidindo comigo. Tiros soaram e algo quente pegou meu braço. Franco chamou, e Frederick gritou. O filho de Gerald me deu um soco nas costelas, mas suas mãos carnudas não eram páreas para a minha lâmina. Eu o esfaqueei profundo no rim e torci.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Esperei pelo horror, pelo auto-ódio de amar o respingo de sangue quente e o borbulhar morrendo de minha vítima, mas pela primeira vez eu estava livre. A pressa, fogo e justiça encharcaram minhas veias. Estremeci com prazer obscuro. Matar. Ele estava se tornando rapidamente um novo hobby meu. Eu estava de pé, empurrando o corpo em convulsão de cima de mim, encharcado de sangue quente. Eu honrei o desejo de Tess para derrubar os bastardos envolvidos com o tráfico. Eu matei um pai e um filho. Eu matei... E a besta dentro de mim adorou. A memória de tirar a vida de meu pai encheu minhas narinas. O mau cheiro de suas entranhas afrouxando, o cheiro forte de sangue e cérebro. Tudo misturado em algum tipo de perfume mórbido, em ressonância com a feral parte de mim, fazendo-me orgulhoso de ser um assassino do mal. Lentamente a sensação voltou para o meu corpo. Meu braço queimava. Torcendo meu pescoço, eu meti os dedos no orifício no meu blazer, cutucando a ferida escorregadia abaixo. Fodidamente fantástico. Eu tinha sido baleado. Frederick apareceu, pegando meu casaco. —Ah Merda. Está ruim? — Ele arrancou minha jaqueta antes que eu tivesse a chance de afastá-lo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Não se preocupe com isso. Eu vou ficar bem. — A bala tinha ido direto através do meu bíceps. Bastante limpo e considerando arrumado. Ele nem sequer se feriu. Eu olhei em direção à entrada, onde um monte de cadáveres jazia. Poças de sangue espalhavam pelo branco do piso. Franco encontrou meus olhos. —Cinco mortos. Quatro tiros e uma facada. — Ele fez um gesto para nos deixar. —Nós temos que ir. Quem sabe quantos mais guardas estão no seu caminho. Eu balancei a cabeça, sentindo estranhas vertigens. —Nós não vamos sair até procurarmos por todo o lugar. — Pegando a arma e apertando meu queixo contra o súbito lampejo de dor no meu braço, eu tirei em direção dos quartos. —Fora Franco. De volta aqui em dez minutos. Pegando o meu ritmo, eu corri rapidamente pela longa extensão de corredor, tentando ignorar os arrepios de silêncio assustador e monte de corpos atrás de nós. Gerald normalmente só tinha de 3 a 5 guardas em sua residência privada. Ele disse que seu apertado era seguro quando eu o perguntei há alguns anos atrás por que ele não se cercava em segurança. Estávamos sozinhos. Por agora. Eu só esperava que fosse ficar sozinho por um pouco mais. Mantendo meu dedo apertando no gatilho, eu varria sala após sala. Atravessei salões decadentes e quartos aptos para um aristocrata, não um estuprador, assassino e mafioso. Mas eu só encontrei o vazio. Nenhuma mulher. Sem Tess. Abri

armários,

procurei

debaixo

das

camas,

mesmo

esmagando algumas tábuas para ver se um quarto secreto tinha sido adicionado dos planos originais. Mas em nenhum lugar eu encontrei uma mulher amarrada e assustada. Não há evidências de uma luta. Nenhum traço de Tess em tudo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Depois de um circuito completo no apartamento, eu encontrei Franco e Frederick pelo elevador. —Alguma coisa? Três pares de olhos eram melhores do que um. Especialmente vendo como eu estava transando com tiro. Por favor, deixe-os ter encontrado algo. Frederick

baixou

a

cabeça.

—Nada.

Ele

suspirou,

acrescentando: —Mas, isso não significa que ela não esteja no edifício. Eu tive uma ideia melhor. Retirando meu telefone, eu entrei no mesmo site que acompanhei Tess no primeiro tempo e esperei o pequeno ponto vermelho para aparecer no mapa. Nada. Com o coração acelerado, eu bati o dispositivo contra a minha coxa. —Viendra sur, toi merde.33 Olhei de novo, desejando, rezando para que o pequeno ponto vermelho me mostrasse onde Tess estava. Era a única ligação que tinha com ela. Ele tinha que trabalhar. Ele tinha que fazer. Franco olhou por cima do meu ombro, quando a tela piscou e veio com uma mensagem de erro. O dispositivo de rastreamento que você requisitou não está mais em serviço. Por favor, verifique o número e tente novamente. —Foda-se! — Eu joguei o telefone do outro lado da sala, tremendo de raiva. Meus olhos caíram para os corpos, e eu não queria nada mais do que apunhalá-los a facada, tirar retribuição e canalizar minha raiva. Frederick colocou a mão no meu braço ileso. —Nós vamos encontrá-la, homem. Não se preocupe. Com ou sem um rastreador.

33

Vamos lá, você peça de merda.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Franco concordou. —Ele está certo. Vamos encontrá-la, senhor. Nós vamos ter que cortar para baixo alguns bastardos para fazê-lo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Dez

Amarre-me, provoca-me, deixe o seu prazer me agradar. Fira-me, ama-me, mas, por favor, não me deixe para sempre...

Meu trabalho começou imediatamente. Presa em um mundo de drogas e um nevoeiro insípido, o homem branco me arrancou da minha cama e me jogou para Jaqueta de couro. Gritei quando eu colidi com seu couro e mau cheiro. Eu me encolhi quando ele sorriu, me segurando apertado contra ele.  Olá novamente, puta. Tempo para diversão. Ele me deu a volta, prendendo meus pulsos. Seus dedos sujos em volta da minha pele, içando o meu braço para trás até o meu ombro berrar. Mesmo o estupor nebuloso não poderia me salvar da dor de um membro deslocado. —O que o... — ele murmurou. —Deixe-a ir, Ignácio. Eu preciso dela sendo capaz de usar os braços. —Mas olhe para o que a cadelinha fez. Escrava estúpida.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele passou o polegar sobre meu código de barras alterado sem dúvida vendo o pardal e o número cinquenta e oito. Ele riu e me balançou, respirando com dificuldade contra a minha orelha. —Sua cadela idiota. Você se apaixonou pelo bastardo que a comprou. Sua risada se transformou em uma gargalhada balançando os nossos corpos. —Isso é muito bom. Já ouvi falar de escravas que se apegaram ao seu mestre, mas você foi para um outro nível. Ele agarrou meu queixo, cavando os dedos no oco do meu rosto. —Você foi como uma maldita rainha na banheira, pensando que você desembarcou em seus belos pés pequeno. Bem, viva isso princesa, porque você está em servidão agora. Sua cabeça inclinou para o lado, e ele beijou meu rosto com os lábios secos. —Então, novamente, se você se apaixonou por um idiota, você pode se apaixonar por outro. Talvez você vá querer transar comigo antes do fim da semana. Huh? Eu vacilei enquanto ele acariciava meu cabelo, então suspirei de alívio quando o homem branco me puxou do abraço de Jaqueta de couro. —Você vai ter tempo de sobra para fuder à pobre criatura. Mas primeiro eu quero ver o quão forte ela é. Ele estendeu a mão como se ele tivesse me convidado para sair em um encontro, olhos azuis brilhavam enquanto sua palma ficou aberta. Eu não conseguia lembrar o que devia fazer. Eu não conseguia me lembrar de nada. A alquimia de produtos químicos na minha corrente sanguínea lentamente roubou tudo o que eu sabia. —Venha pequena. Não há tempo como o presente para começar sua iniciação.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu tentei dar um passo atrás para a cama. Eu pedi meus membros para se mover, para executar, mas nada obedecia. Eu simplesmente fiquei ali balançando até o homem branco agarrar meu cotovelo e me guiar a partir do quarto. Suas roupas perfeitamente sanadas contrastavam com a sujeira sinistra quando fizemos o nosso caminho até um corredor mofado há muito tempo. Eu queria gritar e socá-lo nos olhos, mas tudo que eu podia fazer era ir ao longo como uma boa escrava. O nevoeiro preso a minha mente se transformando no pior tipo de cativo. Aquele que obedecia sem coação, que nem sequer precisa de algemas para mantê-la para baixo. Ele tinha tomado a minha vontade, e logo, eles acabaram com a minha mente. O homem branco falou com Jaqueta de couro quando paramos diante de uma porta e me empurrou para dentro. —Não vá longe demais, Ignácio. Lembre-se... O pouco é fundamental. Tornam-se mais maleáveis dessa forma. Eu tropecei como um zumbi com morte cerebral, gritando silenciosamente para o meu corpo fazer qualquer coisa, menos atrapalhar-se. Tudo era tão pesado e como uma sopa e sem resposta. Por Favor. Esta é sua última chance! Obedeça! Consegui me contorcer o suficiente uma polegada para trás, arrastando em direção à saída. Mas bastou uma mão entre minhas omoplatas e fui empurrada para frente. Eu pisquei, olhando ao redor. Paredes de concreto, piso de concreto com a umidade escalada dos cantos e poças descansando em rachaduras. Três cadeiras, brancas e gastas, se enfrentavam em um círculo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O homem branco me guiou pelos ombros para me sentar em uma das cadeiras. Ela rangeu sob o meu peso e minha cabeça caiu para o meu queixo. Tão cansada. Tão confusa. Estou com fome. Estou cansada. Estou com frio. Eu só quero ir para casa. Onde estou? Ele bateu no meu rosto, dizendo: —Divirta-se, menina. Iniciação feliz. Eu queria atirar-me para fora da porta, meu coração sangrou quando ele bateu as mãos e olhou pra atrás de mim. —Ótimo. Os outros estão aqui. Você vai deixar de ser só um pouco. Te vejo mais tarde. Ele deslizou para fora da porta e a fechadura clicou no lugar atrás de duas meninas que tinham entrado em uma trela, puxadas por Cicatriz. Ele me deu um sorriso sarcástico antes de empurrar as meninas para frente e empurrar uma cadeira. Eu não conseguia compreender o que via. Ambas as meninas estavam nuas. Ambas se abalaram e tremeram como se um terremoto tivesse substituído seus corações. Seus olhos estavam cheios de horror e terror, mas foi o cabelo que me apavorou. Loiras. Ambas. Oh, Deus. Eu me contorci na cadeira para ficar de pé, mas os produtos químicos bloquearam o sinal do meu cérebro e eu me esparramei no chão em vez disso. Meu rosto pressionou contra concreto viscoso e eu gemi quando um flash de dor se espalhou através de mim.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Jaqueta de couro riu, vindo em meu socorro. Pegando um pedaço do meu cabelo, ele me puxou na vertical e me jogou na cadeira. —Puta desajeitada. Meus olhos ardiam da agonia de seu aperto, mas eu engoli o peso das lágrimas. Eu estava nebulosa o suficiente sem acrescentar sofrimento à mistura. As meninas fungaram, se esforçando para permanecer em silêncio, mesmo quando as lágrimas rastreavam seus rostos sujos. Recusei-me a olhar para elas. Eu odiava ver as sombras de hematomas em seus braços e costelas. Por que elas estavam aqui? Elas estão aqui para o almoço. Nós estamos indo para almoçar, e então nós vamos ter uma soneca e sonhar com coisas lunáticas. Eu balancei a cabeça, tirando do devaneio drogado. Jaqueta de couro deu um sorriso sádico, inclinando-se para me lamber. Mais uma vez, ele arrastou a língua até meu rosto e no meu cabelo. —Tentando descobrir isso, não é? Você não será capaz de fazer. Não com o mistura em seu sangue. Você vai fazer o que eu digo, quando eu disser. Entendeu? Um pequeno flash de meu estado normal em si arrancou-me da poça suja que era agora minha alma. Fui forçada ao passado, a fraqueza, sussurrei: —Você é um filho da puta do caralho e eu vou cortar suas bolas antes de morrer. Ele riu e estalou os dedos. —Isso é um fato? Um guarda que eu não conhecia apareceu ao meu lado. Ele parecia um saco de batatas. Estômago grande, roupas irregulares, e um rosto que apenas um ogro poderia amar. Ele sorriu, contorcendo os dedos na minha cara. —Olá.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu deveria ser agradável. Ser educada. Quantas vezes os meus pais me disseram que só poderiam amar uma criança educada e quieta? —Olá, — eu repeti, desejando que a minha cabeça não estivesse tão pesada para que eu pudesse manter contato visual por mais tempo. Jaqueta de couro avançou indo atrás das duas meninas na minha frente. Ele descansou a mão em ambos os seus ombros e elas choramingaram. Não. Não as toque. Eu balancei minha cabeça. Por que ele não pode tocá-las novamente? —Ryan aqui vai ter a certeza que obedecerá. — Mostrando os dentes, ele empurrou as cabeças das meninas de volta com seus cabelos. —Ele é a consequência de não ouvir. Entendeu, puta? Devo acenar? Eu não sei. Eu não entendi. As drogas me puxaram ainda mais para a sua teia, eu me sentei lá. Jaqueta de couro empurrou uma das meninas para o chão, levantando uma sobrancelha em minha direção. —Escolha a sua. Vá em frente. A vontade de salvar brilhou em meio à neblina e eu caí da cadeira para rastejar para ela. A menina gemeu quando eu toquei-lhe no pulso e os nossos olhos conectaram em um breve momento de lucidez. Em seu olhar verde eu vi todos os meus sonhos e esperanças murchar ao pó. Todas nós iríamos morrer aqui. Era apenas uma questão de quanto tempo teremos que suportar antes de ser livre. Resmungando, eu tentei ajudá-la. Mas eu não era forte o suficiente. Alguém me deu um tapa para fora do caminho e eu caí em uma cadeira. Ryan o ogro pegou a loira como se ela fosse uma meia suja e atirou-a para o assento.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Subi na posição vertical, usando a cadeira como apoio. As drogas rodaram. Estou quente. Estou com frio. A tosse trasfega me aleijando e levou um tempo antes que eu pudesse respirar novamente. Eu não conseguia entender o que aconteceu. Jaqueta de couro disse: —Se você não pode fazer o certo da primeira vez, Ryan vai fazê-lo melhor do que você. — Ele chegou mais perto, olhando de soslaio para o meu rosto. —Ele vai se certificar de que faça dez vezes melhor do que você. Entende, puta? Ganhei o suficiente de controle motor menor para acenar. Só para tirá-lo da minha bolha pessoal. —Tudo bem, então, vamos começar a festa. — Ele acenou para Ryan. —Continue. Tudo explodiu. As meninas gritavam enquanto Ryan se lançava contra elas. Arrastando-as em direção a parede de concreto, ele prendeu uma com o seu antebraço, mantendo a outra imóvel para Jaqueta de couro amarrála. Pela primeira vez, notei algemas de ferro pendurados por correntes da parede. Rusty e antiga parecia que elas pertenciam a uma câmara de tortura medieval. Jaqueta de couro trabalhou rápido e antes que eu pudesse mover-se, os braços da menina foram espalhados amplos e seus tornozelos presos com mais golas de ferro presas ao chão. Ela olhou para mim e meu coração morreu por ela. Que diabos estava acontecendo! Uma vez que a primeira garota estava presa, Casaco de couro começou a acorrentar a outra. Ele esbofeteou quando ela tentou se

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

afastar. Ela gritou e goleou, causando mais abuso de chuva sobre sua pele. Eu encontrei a minha voz no nevoeiro e gritou: —Pare! Mas Jaqueta de couro apenas riu. —Nós somos os únicos a fazer a encomenda. É só esperar a sua vez. — Uma vez que as meninas estavam acorrentadas à parede, corpos pressionados contra concreto gelado, os dois homens chegaram em minha direção, me imprensando entre eles. A menina me implorou para ajudá-las. Eu queria. Eu gostaria. Mas como? Eu mal podia funcionar sem falar nos salvar. Uma menina lamentou: —Por favor. Não faça isso. Vamos. O que nós fizemos? Nós só queremos ir para casa! Meu próprio infortúnio desde a primeira vez que eu tinha sido cativa da jaqueta de couro voltou a me assombrar. Eu nunca tinha implorado. Eu lutei e me pousei em mais dor. Por que lutar novamente? Porque não é certo. Nada disso é certo! Estou com fome. Estou cansada. Estou com frio. Eu só quero ir para casa. Onde estou? Jaqueta de couro rugiu para eles em espanhol e eu tremia, incapaz de olhar, mas eu não conseguia desviar o olhar de qualquer uma. Eu queria imprimir-lhes à memória. Sua sobrevivência foi sobre meus ombros. Gostaria de levá-las livre. Jaqueta de couro colocou um braço em volta do meu pescoço, enfiando a língua horrível em meu ouvido. —Pronto para o dia um de treinamento, vadia? Eu me contorci, mas já era tarde demais. Uma agulha desapareceu no meu braço e outra onda quente de consumindo esquecimento mental, chupou-me profundamente. Para baixo e para

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

baixo eu fui, em espiral mais e mais pesado até que eu existia no fundo de um oceano cheio de lixo. Sons de pássaros. Cheiro torcido. Minha visão disparou de lugar para lugar, nunca bloqueio em qualquer coisa, movendo-se sempre, fazendo-me doente com vertigem. Mas era o meu cérebro. Eu me preocupava mais. Minha aguda inteligência e consciência feroz já não existiam. Ele tinha sido sufocada em pequenas nuvens, flutuante inutilmente no meu crânio. Jaqueta de couro me empurrou e eu balançava as pernas descoordenadas. —Bata-as. Bata-as. Bata-as. Claro, por que não pensei nisso? Bater-lhes faz sentido total. Não, espere. Isso não acontece. O quê? Por que eu iria bater em alguém? Eu não queria infligir dor. Não! Eu engoli em seco, lambendo meus lábios grandes. —Por-por quê? Ele franziu a testa, a saltitar na minha visão louca. —Você acabou de perguntar por que, puta? — Ele balançou a cabeça, olhando para Ryan. —Regra número um. Você nunca faz perguntas. Ryan. Por favor, mostre esta cadela o que eu espero dela. —Qualquer coisa, chefe. Eu assisti em câmera lenta horrível como Ryan otárioperfurado uma menina no intestino. Ela se inclinou, parou com um solavanco pelas algemas. Ela gritou, chorando incontrolavelmente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Por que ele fez isso? Porque ela tem sido impertinente. Uma criança precisa de disciplina. Sim. Uma criança precisa de disciplina. Eu deveria saber. Sofri tapas suficientes enquanto eu crescia. Não. Este é diferente. Não se esqueça. Nunca se esqueça que isso é errado. Tão errado. Jaqueta de couro me puxado para frente. — Vamos tentar isso de novo. Bata-as. — Bata-as? — Eu repeti. Minha voz soou muito, muito distante, como se eu vivesse em um túnel escuro, onde não existia luz. —Bata-as, ou eu vou, — ele ordenou. Eu dei de ombros. Será que isso importa para mim? Por que isso importa para mim? Porque ele vai matá-las! Pelo menos se você fizer isso, você vai ser o mais suave possível. Faça-o. Protege-as batendo nelas. O pequeno núcleo de quem eu estava lamentou a injustiça. Como eu poderia parar com isso? Jaqueta de couro disse algo em espanhol para o Ryan Ogro. Eu pisquei e tecida no local. —Seja o meu prazer. — Ryan mudou na velocidade da luz, e a ação não registrou em meu cérebro lento até a paulada de trituração de osso do seu punho conectado com a outra loira. Ela dobrou, vomitando instantaneamente. Porra! Obtê-la junto. Bate. Bate. Pare com isso! Alguma parte frenética de mim remou contra a correnteza de drogas, dispersando-as um pouco, o suficiente para que eu pudesse ver vislumbres da realidade. Oh, Deus. Eu tinha que torturar essas mulheres. Eu tinha que abusar de mulheres que se pareciam comigo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu tinha que quebrar e fazer o que me foi dito, a fim de salvá-las de uma punição pior. Mãos voaram para minha boca, tentando conter a bile subindo. Eu cambaleei para trás. —Você está doente. Deixa-as ir! — Meus olhos arregalados voaram para o revestimento de couro no horror. —Por Favor. Faça o que quiser comigo, mas deixa-as em paz! Jaqueta de couro balançou a cabeça. —Caramba, você é forte. Você deveria ter se dobrado sob o mix por agora. — Ele passou as mãos pelo cabelo gorduroso, pensamentos correndo em seus olhos. —Ryan. Dê-me o pau. Ryan deu-lhe um bastão. O mesmo tipo policial usado em bandidos e homens com revestimento de couro. —Tome isso, puta. — Ele estendeu-o para mim. Rosnei como um gato feral, recuando em direção à porta. Eu tentei o botão, sabendo muito bem que não seria virar. Ele não tentou me parar, só vi com a cabeça erguida e sorriso torto. —Eu não vou pedir-lhe novamente, cadela. Pegue isso. — Ele acenou com a vara na minha direção e eu balancei a cabeça, sucumbindo à drogas novamente. Por que eu não queria tomar o bastão? Nenhuma razão. Pare de lutar. É um desperdício de energia. Você está certo. Estou com fome. Estou com frio. Eu queria ir para casa. Onde estou? Minha mente virou traidora, deixando-me completamente no escuro. Q tinha virado o meu corpo contra mim, mas estes bastardos estavam fazendo isso na minha mente. Jaqueta de couro assentiu. —Tenha o seu caminho. — Ele passou o bastão para Ogro. Ele não disse nada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O homem aceitou e em uma greve feroz quebrou a perna de uma menina loira. Seu grito ecoou em meus ouvidos e eu sabia que nunca iria esquecer. Nunca apagar a dor e horror de sua voz. Gostaria de viver o resto dos meus dias ouvindo o grito dela. Eu poderia ter impedido. Eu poderia ter parado isso! —Pare! — Eu soluçava, lágrimas pelo meu rosto. —Pare. Eu vou fazer isso. Eu vou fazer isso. Eu vou fazer isso... — Eu não conseguia parar de repetir e repetir. O pensamento correu ao redor e em minha cabeça. —Eu vou fazer isso! Jaqueta de couro sorriu, vindo em minha direção para me enfiar debaixo do braço. —Bom, cadela. Agora que nós quebramos completamente. Vamos ter um pouco de diversão, não é? O nevoeiro me chupou mais profundo, e desta vez eu não lutei. Eu permiti que as nuvens me sufocassem. Eu deixei o vazio e estranha calmante suavidade saquear minha mente e impedir-me de cada vez lembrar o que eu estava prestes a fazer. Agonizante centímetro a centímetro, eu deixo Jaqueta de couro guiar-me para ficar na frente das duas mulheres soluçando. Ele bateu a cabeça, murmurando. —Boa menina. Agora, faça o que eu digo. Baixei a cabeça. Uma dor de cabeça brutal se formou e eu recebi a dor. Eu merecia dor. A dor era terrível. A dor foi horrível. Eu sempre executado a partir de qualquer tipo de dor a partir de agora.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Oh, Deus. Eu sempre vou correr da dor. Foi-se o meu futuro com Q. Foi-se qualquer esperança de encontrar felicidade com ele. As drogas me sugaram mais profundo. Você nunca vai vê-lo novamente, então não há nada para se lamentar. Eu gostaria de morrer aqui. E eu apodreceria no inferno pelo que me fez fazer. —Bata a loira à direita. Sem hesitações, ou então Ryan terá uma chance. Eu não me movi; Eu só olhava para as duas mulheres. Eu fiquei presa em nosso próprio pequeno casulo loiro. Sua cor do cabelo era simbólica. Ao vencê-los, eu me bato. É de bom grado ajudou Jaqueta de Couro me quebrar. E a realização não fez nada, mas me enviei uma espiral mais profunda em insanidade. Estou com frio. Estou com fome. Eu quero ir para casa. Onde estou? O enorme barril de tosses irrompeu de minha garganta enquanto eu estava tremendo da cabeça aos pés. Jaqueta de Couro cutucou minhas costas, e eu tropecei na loira na esquerda. Eu caí contra ela; nós nos encolhemos. Ela tinha um piercing no umbigo de uma estrela e diamantes de suspensão. Seus olhos eram verdes, seios suaves contra o meu corpo. Mais lágrimas caíram dos meus olhos quando eu me rendi a tudo. —Eu sinto muito. — Minhas palavras arrastadas e grossas. Jaqueta de Couro murmurou, —Ódio para quebrar essa festa, mas você tem cinco segundos, puta. Cinco segundos para bater esta mulher, a fim de salvá-la de mais dor. Cinco segundos para conceder-lhe a minha destruição, a ruína de nós duas. Matá-la e ser feito com ele. Se ela representa você, se matar. É a única forma de ser livre.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Bati e esbofeteei. Seus olhos envidraçados e as lágrimas derramadas, mas ela mordeu o lábio, e em um devastador, tropeçando na mente, se movendo para o fim da vida, ela balançou a cabeça. Assentiu, aceitando o que iria acontecer. O que gostaria de fazer com ela. A outra loira chorou em silêncio, seus pequenos seios subindo e descendo com respirações em pânico. Não importava quantas drogas Jaqueta de couro forçou em mim, eu nunca faria isso de bom grado. Eu nunca teria atingido outra ou tirar uma vida. Ele não me deu escolha. Se eu fosse mais fraca, eu poderia ter desistido e deixado Ryan tomar o meu lugar. Seu sangue estaria em suas mãos, não nas minhas. Mas eu não podia fazer isso. Suas vidas eram minhas para proteger. Jaqueta de couro puxou meus ombros, me movendo para ficar na frente da loira com seios pequenos. Ela não tinha um piercing no umbigo, mas ela tinha uma pequena tatuagem de um beija-flor em seu quadril. Um pássaro. Eu estava prestes a esmagar um pássaro que Q faria tudo em seu poder para proteger. Eu estava prestes a tornar-me exatamente o oposto do homem que eu amava. Jaqueta de couro sussurrou em meu ouvido, —Um soco nela. Eu tenho certeza que há mais para vomitar em seu intestino. Fiquei por uma eternidade, tentando confundir-me para fora do nevoeiro da droga. Deve haver uma maneira de sair disto. Pense! Estou com frio... Eu estou com fome... Jaqueta de couro rosnou, —Cinco... Quatro... Três... Dois...

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

As drogas irritaram e eu soquei a menina no estômago. Embora as drogas amortecessem a horribilidade do que eu fiz, eu quebrei. Um turbilhão de pardais encheram minha cabeça e suas minúsculas garras agarraram minha última sanidade remanescente e eu voei longe, muito longe. Ou para o céu, o inferno, ou limbo – eu não me importei. Tudo o que eu sabia era que eu nunca seria inteira novamente. Minha mente havia se protegido por vôo livre, subindo de volta para Q, deixando-me a morrer. Meus músculos encerrados e não era a menina que jogou para cima, era eu. Joguei sapatos com meu almoço de frango assado em jaqueta de Couro e desabou na bagunça quente. Eles finalmente tinham feito isso. Eles encontraram a minha fraqueza. Eles podiam fazer o que queriam para mim. Torturar-me. Violar-me. E eu teria sempre fogo interior – a força que me levou para frente. Mas faz-me magoada e torturar alguém? Essa foi uma receita para eu perder a minha sanidade mental. A receita que seria bem e verdadeiramente em me quebrar para sempre.

Eu gemia, encolhendo-me no clique na minha volta deitada em um disco de palete. Tentei me mover, mas cada parte do meu corpo doía. Meus dedos estavam arranhados e machucados. Meus dentes doíam de apertar. Minha cabeça bateu com uma interminável dor de cabeça e meu lado gritou onde Jaqueta de Couro me deu um pontapé por não obedecer.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Você está se transformando em um deles. Você feriu outras. Você está se tornando um demônio. Eu fiz isso para protegê-las! Eu as prejudiquei muito menos do que Ogro teria feito. Não tem desculpa. Você está quebrando. Eles estão ganhando. Você precisa executar. Execute. Execute. Execute. Execute. Agarrei minha cabeça, tentando parar o redemoinho de palavras que estavam me deixando doente. Eu não podia me mover, muito menos correr. Essa era uma impossibilidade. Horas assinalada passando e eu não conseguia dormir. Meu cérebro nunca me concedeu paz, repetindo constantemente com maldições e culpa, dizendo-me para correr mesmo quando o meu corpo nunca poderia obedecer. O grito da menina viveu em meus ouvidos, sempre a tocar. Toda vez que eu fechei os olhos, Q apareceu. —Como você pôde, Tess? Você se tornou um deles. Pensei que fosse melhor que isso. Pensei você era pura. — Ele abaixou a cabeça, os olhos brilhando com remorso. —Não há nada de amor sobre você. Você é uma traidora. Um monstro. Eu vou ter que te matar. Corri até ele, mas algo me segurou. Alguma parede de ar, ou prisão invisível. —Não! Eu não gosto disso. Eu não queria fazer isso. Fiz isso para salvá-las! Ele riu, jogando um olhar de tanto ódio, eu me encolhi no chão de vergonha. —Você é fraca, Tess. Assim fraca. Eu a subestimei. Eu vi alguém feroz. Agora, tudo o que eu vejo é uma menina arruinada. —Salve-me, então! Por Favor. Eu preciso de sua ajuda. Tanta coisa. — Eu não conseguia parar de chorar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q balançou a cabeça. Seu corpo poderoso envolto em um terno preto e parecia em forma para participar de um funeral. Meu funeral. Ele estava se despedindo de mim. —Q! Ele se recusou a fazer contato visual. Virando as costas, ele caminhou lentamente em meio à névoa de roda. —Adeus, Tess. Q me odiava. Eu me odiava. Eu queria morrer.

Mais tempo se passou. Minha porta da cela se abriu e a mesma mulher que tinha tatuado entrou. Ela mudou-se com ousadia, relaxada e feliz. Ela sorriu largamente, segurando uma seringa destapada. —Pronta para mais uma dose, cariño? Eu embaralhei na posição vertical, amaldiçoando minha cabeça pesada. —Não... Por-por favor, não mais. — Minhas palavras arrastadas, tropeçando e deslizando umas sobre as outras. Ela se sentou na ponta da cama, pegando meu braço. Eu agitava ao redor, conseguindo evitar a sua aderência. — Não. Eu não disse mais... Seu sorriso deslizou de seu rosto, substituído por raiva. — Mateo! A porta se abriu e entrou Cicatriz carregando um bastão de beisebol. Ele continuou chegando até o seu joelho tocar no final do palete. —Não me faça usar isto. — Ele bateu o bastão em sua mão, me

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

ameaçando. —Seja uma boa funcionária e deixe Sofia dar-lhe o seu medicamento, ok? Sua voz era tão suave em comparação com revestimento de couro. Sempre dando a impressão de civilidade, durante todo o tempo que ele era o pior do lote. Ele era um verdadeiro psicopata. Minha garganta fechou e eu torci meus dedos que não respondiam no meu colo. —Por Favor. Dinheiro. Jóias. Eu vou dar-lhe... O que eu estava falando? Estou com fome. Pergunte por um pouco de comida. Estou com frio. Talvez se você tomar o medicamento, eles vão dar-lhe um cobertor. Oh, eu adorei essa idéia. Um cobertor. Parecia uma eternidade desde que eu tinha estado aquecida. Tossi duro, ofegando enquanto meus pulmões lutavam para respirar. Alguém me empurrou para trás até que eu me deitei e dedos suaves pegaram meu braço, espalhando plana. O suave tapa na dobra do meu braço enviou meu coração acelerado. —Não! Espere! Tarde demais. A agulha perfurou minha pele e a mulher apertou o êmbolo. Instantaneamente quente, frio, formigueiro, líquido ardor entrou no meu corpo e começou sua jornada para me envenenar. Composta em qualquer outra coisa que eles me deram, eu não tinha a menor chance. Meus olhos já não funcionavam e eu flutuava na escuridão. Minha cabeça era o peso de uma tonelada de vinte bolas de boliche. Eu suspirei, ouvindo o pesado glu-glu da minha pulsação. Não havia nenhum outro ruído para além da minha respiração superficial. A mulher e Cicatriz tinham ido.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Há quanto tempo? Eu não sabia. Agora é sua vez de correr! Levantar-se. Faça isso! Liberdade! Eu não sabia como eu me mudei, mas um momento eu estava largada sobre o palete, o próximo eu me coloco atrapalhada no chão. E é aí que eu fiquei por horas. Passei Deus sabe quanto tempo de estar em um circo horrível de alucinações bizarras enquanto eu estava tremendo no chão de concreto congelando. Meus pais, que nunca me amaram fizeram uma aparição. —Olhe para a visão de você. — Minha mãe com seu azul-lavado e o cabelo curvado ao meu nível, sob seu perfume de talco em pó. —Nós sempre soubemos que havia algo errado com você. Mas agora? Estamos repelidos. Usando drogas, espancando as mulheres, e entregando-se a sexo violento? Ugh. Olhe o quão longe você caiu, criança. Apenas o inferno é bom o suficiente para você agora. Eu não me incomodei de retaliar ou cuidado. Meu pai em seu terno de couro e boné de tweed olhou como se eu fosse merda em seu sapato. —Discordo com sua mãe. Surra naquelas meninas. Você é uma assassina. Abrace-o. Você não é uma de nós. Você é uma deles. O frio em meus ossos foi substituído por calor doentio. O quarto transformado de concreto cinza ao vermelho brilhante, fluindo com sangue. Galões de vermelho-sangue das minhas vítimas. Litros e litros de desprezo manchado minhas mãos. Não! Eu não tive a intenção de fazê-lo. Eu não queria fazer isso. Perdoe-me. Por favor, me perdoe. Tempo continuou sem mim enquanto eu morria lentamente no concreto e se tornou um gelatinoso, um borrão.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Jaqueta de couro veio para mim um dia. Eu tinha estado em mim própria por tanto tempo, minha mente humana ansiava contato. Qualquer contato humano. Meu coração pulou na verdade, quando ele veio para mim. —O tempo para a sua próxima sessão de treinamento, puta. — Ele me cutucou com o pé. —Levantar-se. — Eu já não sabia como falar ou me mover ou fingir ser humana. Eu estava com frio e com fome e eu desesperadamente queria ir para casa. Tentei evocar imagens de Q. Lembrar-me de sua casa e o caloroso abraço de Suzette. Mas eu vim vazio. Todas essas memórias felizes estavam em branco. Lágrimas tentaram se formar em meus olhos, mas tinha passado tanto tempo desde que eu tinha alguma coisa para beber que apenas uma única gotícula formou. Alguém me içou para os meus pés. Concreto frio foi substituído por ar gelado como revestimento de couro me pegou, me segurando contra seu corpo repulsivo. Meu corpo, tão, tão frio, amontoado dentro dele mesmo com meu cérebro pulverizado com droga fugiram em repulsa. Jaqueta de Couro riu. —Começando a gostar de mim? Huh, vadia? — Ele lambeu meu rosto, uma breve para a porta. —Você vai gostar de mim ainda mais depois de hoje. Meu coração tentou correr, terror tentou dar adrenalina o pontapé inicial, mas minha luta foi roubada. Foi. Desapareceu. Um momento eu ainda estava no meu quarto. No próximo estávamos a meio caminho pelo corredor. Em seguida, foram em outra sala. Depois, em outro corredor.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Bloco de tempo desapareceu, deixando-me com uma projeção de imagens fotográficas. Quanto tempo antes de eu perder completamente a minha mente? Um momento em que alguém me jogou no chão do chuveiro e me pulverizou com uma mangueira. Um segundo mais tarde, eu estava vestida em um vestido vermelho, curto de sacanagem. Era para agarrarse a curvas e acentuar sensualidade, mas ele não fez nenhuma dessas coisas, apenas amplificou como magra e doente eu havia me tornado. Mas pelo menos o tecido estava limpo. Depois de decomposição dentro da camisa úmida do Q durante dias, foi o céu. Solidão enrolada no meu coração como revestimento de couro puxou o material das minhas mãos e jogou fora a única coisa que eu tinha deixado de Q. A última ligação que eu jamais iria ter com o homem que me possuiu completamente. —Dê-me de volta. — Eu arrastei para frente, tentando chegar até a lata de lixo atrás do revestimento de couro. Ele me empurrou para o chão, rindo. —Você não consegue nada que você deseja. A menos que você queira o meu pau. Eu me enrolei nos ladrilhos molhados, me esforçando para manter minha mente de pular fora em alguma outra dimensão. A dimensão em que eu já não tinha a temer cada vez que eu acordei e sofria cada vez que eu fui dormir. Tempo piscaram e o banheiro não existia mais. Algo engomado foi forçado pela minha garganta abaixo, seguido de fresco, água deliciosa. Então eu estava de pé sobre uma menina com um clube em minhas mãos. Tempo piscaram novamente. Eu apaguei.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Spray. Pulverizador quente, molhado, metálico. Ele estampou em meu rosto e eu amordacei instantaneamente. Oh, Deus. Não! Deixei cair o clube, apertando meu estômago quando meu esforço para vomitar se transformou em tosses. O sangue em meus lábios entrou na minha boca e eu coçava freneticamente em minha língua. Eu não poderia ter seu sangue em minha boca. Eu não podia! Alguém me agarrou, me içou na vertical. Eu mantive a tosse e resisti e finalmente estalei completamente. Palavras enfiadas da minha boca, interrompido por enormes cascas. Eu não fazia sentido. Eu não precisava fazer sentido. Eles entenderam. Eles sabiam que meu colapso marcou o começo do fim. Minha mente queria sair. Eu cheguei ao fim e o gosto de sangue de uma menina na minha boca foi à última palha. Eu a feri. Eu não sabia como. Eu não me lembrava. Mas eu fiz uma coisa horrível e ela sofreu em minhas mãos. Eu não posso viver com isso! Eu tentei mais difícil me soltar, me contorcendo, mordendo, tossindo, rosnando. —Porra, alguém dar-lhe algo. O outro da dose não está fazendo. Eu torci e embaracei, vendo apenas paredes de compressão e sendo sufocada pela tosse horrível de sequestrar meu corpo. Alguém agarrou minhas pernas e eu expulso. —Ai, você cadela! — Um manguito me pegou em torno da cabeça, mas eu não estava mais em meu corpo. Eu estava em algum outro mundo onde eu queria com cada desejo, morrer. Uma agulha perfurou a minha carne e administrou o gelo fantasmagórico que eu tinha crescido a conhecer tão bem. Espalhando

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

sua fumaça branca através do meu sangue, roubando meu corpo, matando minha mente. Minha tosse parou e eu desliguei totalmente gasta nos braços de alguém. —Assim é melhor. Deixe aquele chute. Ela estará cortando-os como Picasso novamente em meia hora. A imagem de me cortar as partes do corpo e organizando-os em alguma terrível obra de arte me mantinha ocupada enquanto eu flutuava em morte.

Quando voltei a mim, eu estava deitada de costas, chiada como um fumante de noventa anos de idade. Minhas costelas gritaram em agonia e meus pulmões se sentiram como se alguém os tivesse preenchido com espuma de lagoa. Tentei me mover, para me certificar de que eu não tinha mais sangue no meu rosto, mas meus braços mais uma vez não foram meus. —Ela está viva. Traga a aqui. Tempo fraturado e de repente eu tinha ido de deitada de costas para em pé, balançando com um bastão em minhas mãos. Avanço

rápido

através

do

tempo

e

os

meus

ouvidos

começaram a trabalhar novamente; Eu imediatamente lanço o que eles não tinham. Gemidos e gritos encheram a pequena masmorra. A pequena loira com o beija-flor tatuado em seu quadril estava aos meus pés. Seu rosto estava preto e azul, distorcido de inchaço. Seus olhos tinham o meu enquanto eu ofegante em horror absoluto.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Bati de joelhos quando vi o dente sangrento no concreto. —Sinto muito! Eu sinto muito. Desculpe. Desculpe! — Eu não podia lidar com isso. A velha paixão em mim levantou, dando um prorrogar contra as drogas, apenas para me lançar em doença. Abraçando o clube, eu balançava e balançava. —Pare. Faça parar. Por favor, Deus, faça isso parar. P. Por favor. Sinto muito. Eu preciso de você. Q! Algo abriu por dentro. Minha alma dobrou dentro de mim como um pedaço rasgado de origami, tendo tudo de bom torcido em mim, deixando-me com nada. Minhas lembranças, minha felicidade, minha força, e paixão por Q, tudo desapareceu. Apenas como isso. Meu Deus. Meu Deus. Está acontecendo. Já aconteceu. Terminei. Eu literalmente olhei para o fim da minha vida. A hora parou e eu vim para Jaqueta de Couro me empurrar, me alastrando em cima da loira Beija-Flor. Ela não se moveu, não fez um som. Ele riu. —Você estava indo tão bem, cadela. Recebe ordens como uma profissional. — Ele se agachou na frente de mim, agarrando o meu cabelo para me olhar nos olhos. —Você a venceu, até que lhe disse para parar. Você balançou o bastão como se ela estivesse vermes que você queria matar. Você se lembra, puta? Você se lembra o que você fez? Huh? Eu vomitei e me dobrei. A tosse começou com vingança. Talvez eu pudesse sufocar a partir de tosse, afogar a partir de qualquer acúmulo que existia em meus pulmões. Ryan o Ogro expulsaram a loira e me arrastaram para longe.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu tentei ficar acordada e não deixar as drogas me rasgarem apesar, mas o tempo piscou e estalava. Por que estou lutando contra isso? O esquecimento é melhor do que a realidade. Com um suspiro prolongado, deixei as drogas me consumirem. Corredor. Quarto. Outro corredor. Ryan me jogou em um espaço diferente para as masmorras abomináveis e células. Uma grande encardida janela deixava um lindo riacho de luz solar entrar, com destaque para o mal e escuridão no quarto. Um punho nos meus ombros me mandaram direto para o chão. A labareda de fogo vermelho iluminou meu queixo e meus olhos se abriram. Eu pisquei quando Jaqueta de Couro apareceu na minha cara. Sua pele oleosa e cabelo pegajoso precisavam de desinfecção fibrosa; ele fedia como um lixo. —Sabe por que você está amarrada, vagabunda? Eu estou amarrada? Eu olhei para baixo, percebendo as ligações em torno de meus pulsos e as pernas presas apertado contra as pernas da cadeira. Outro preto. Outro fragmento da minha vida roubada. Eu não respondi. Eu já não tinha a energia para cuidar. Os medicamentos para uma vez estavam na minha lateral amortecendo meu mundo exterior, me virando introvertida até que nada mais existia. Ele sussurrou: —Nós vamos fazer com você o que você fez para as meninas ao longo dos últimos dias. Mas nós vamos mostrar-lhe o quanto a gente espera da próxima vez. Sem danos, pouco mais tímida. Nós esperamos uma surra... Então tomar notas.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu não conseguia respirar. Dias? Eu venho fazendo isso por dias? Ryan murmurou algo em espanhol, içando o bastão em sua mão e batendo-o contra a palma da mão. —Pronto para ver um profissional no trabalho? Ele não me deu nenhuma preparação; ele atacou. Eu respirei enquanto ele me bateu duro no estômago. Eu dobrei, quase caindo da cadeira de plástico. As algemas em torno de meus pulsos eram a única coisa que me mantiveram de pé. Dor ressoou como uma banda na minha barriga, mas eu congratulei com ele. Isso pode ser o fim. Eles podem me matar. Por favor, me matem. O próximo golpe foi na minha coxa, rachaduras tão alto que eu tinha certeza de que minha perna estava quebrada. Saudei a dor, adicionando-a a todo o resto. Para agravar-la até o meu coração disparara e bombeado, me arremessando para mais perto de desmaiar. Alguém me bateu em torno da orelha. Em seguida, deu um soco no meu peito. Um pontapé pousou no meu tornozelo. Um punho conectado com a minha bochecha. Eles me machucaram além de me machucar me deixaram na agonia, mas nunca foi longe demais. Eles se impediam de me matar. Cada punição doía mais do que a última e eu soluçava livremente nas minhas ligações. Cada parte de mim chorava para a liberdade. Eu não posso mais fazer isso. Eu quero sair. Eu quero morrer.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Finalmente, algo afiado picou minha pele, e outra dose de remédio me enviou diretamente em pesadelos.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Onze

Você me chama de mestre, mas eu sou o escravo cativo que anseia em infligir à dor...

O tempo era meu inimigo. Eu queria quebrar cada relógio, desmontar cada carrapato. Cada segundo foi um momento incessante que eu deixava Tess para baixo, a cada minuto uma eternidade sentindo falta dela. Corri apenas no ódio e o eterno precisando encontrá-la. Eu não podia comer. Eu não conseguia dormir. Tudo o que eu sentia parecia como uma traição. Cada dia que passava, meu temperamento desgastava ainda mais até que eu perdi de vista o empresário legal, dono do mundo e me transformei mais perto da besta que eu realmente era. Ninguém queria ficar perto de mim. Jurei e gritei e me enfureceu. Todos os dias, eu deixei cair um pouco ainda mais para o inferno, e eu não me importei. Saudei o entorpecimento, o vazio, porque eu merecia. Eu não sou bom o suficiente. Eu nem estava forte o suficiente para caçar a mulher que eu amava. Eu sou a porra de um perdedor que merece ficar sozinho.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu queria o Wolverine e ler seus intestinos como cartas de tarô. Ele tinha respostas, mas eu tinha sido estúpido demais para fazêlo falar. Eu estava muito apressado, e agora ele estava transando morto junto com a chance de jamais encontrar Tess. Eu larguei e cutucou a ferida no meu braço. A dor surda não era suficiente. Eu merecia mais. Eu merecia ser eletrocutado, ser atacado por tigres raivosos. Eu merecia todos os sentidos horríveis que um homem poderia morrer. Eu merecia ser colocado para baixo não minha escrava. Meu dedo puxou os pontos. Alguns pontos do estudante de medicina com sorte conseguiu um vôo livre em um G650 para remendar-me no nosso caminho de Moscou. Teremos que conseguiu sair antes que a notícia se espalhe, mas eu não tinha duvida de uma recompensa pendurada no meu pescoço de mais de um bastardo tráfico agora. Sentado em alguma mesa, em algum escritório, em alguma cidade, em algum país, eu desliguei a minha cabeça e arrastei meus dedos ao redor do meu crânio. Eu apertei, cavando cada vez mais difícil, causando dor, convidando uma enxaqueca. Eu queria abrir meu cérebro e parar toda a dor emocional. Alguns

momentos

eu

não

conseguia

respirar

com

o

pensamento do que estava acontecendo com Tess. Eu queria sufocar todos os pensamentos dela da minha cabeça até que eu não tivesse mais como aguentar tanta agonia. Mas na esteira de tal auto-piedade e solidão, veio raiva furiosa. Temperamento quente que ela deixou-me. Eu odiava que ela fez eu me importar. Amaldiçoei-a pela forma como ela me transformou em esta confusa, torcida criatura e depois desapareceu. Seis dias se passaram. Em seguida, uma semana e meia.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Vinte e quatro horas todos os blocos empilhados em cima uns dos outros criando uma montanha imóvel, me impedindo de nunca encontrar a única pessoa que eu sempre cuidei. Tempo me impedia de encontrar a minha outra metade do caralho. Gostaria de viver sozinho. Eu morreria sozinho. Eu existiria no submundo tudo sozinho, porque Tess tinha sido roubada e eu era muito inútil para salvá-la. Porra. Onde diabos você está, Tess? —Tivemos apenas uma dica. Estamos voando para Cingapura em uma hora, — disse Frederick, da porta. Olhei para cima, ainda segurando minha cabeça. Eu não conseguia sequer lembrar em que país estávamos. Tínhamos ido a todos os lugares. Rússia, Espanha, Arábia Saudita, Tailândia. Após rumores de rumores. Dicas que alguém conhecia, que alguém sabia. Tess onde tinha sido levada. Tinha sido uma perseguição coelho do caralho. Todas as mentiras. Todos eles escondendo a verdade. A verdade seria encontrada apenas por encontrar a fonte. Não subornar contatos do submundo, ou ameaçando transformar seus nomes preciosos para as autoridades locais. Eu tinha poder, mas isso não significa nada quando ninguém sabia de nada. Caralho. Você é um maldito imbecil, Mercer! A verdade só pode ser encontrada na fonte! Por que eu não vi isso? Era

como

se

alguém

tivesse

arrancando

as

cortinas,

convidando a perfuração do sol e afastar a escuridão de uma sala abandonada. Eu me levantei tão rápido que a cadeira caiu para trás e bateu contra as telhas. Lembrei-me agora. Este escritório pertencia a Lee

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Choi. Um homem para quem eu tinha construído dois casinos em Macau, em troca de quatro escravas. Hong Kong era elegante e dinheiro-brilhante, mas a baixo da superfície, exatamente como todos as cosmopolita cidades se escondiam perigosamente doente e mundo torcida. Lee Choi já não corria esse mundo. Lee já apodreceu em posição fetal recheado em seu closet. —Eu não me importo com uma dica: — Eu rosnei. —Eu sei onde nós precisamos ir. Frederick franziu a testa, aproximando-se. —Q, quando foi a última vez que você dormiu? Você precisa comer. Você está magro. Você não pode viver em vingança e tripas de bala. A vontade de bater nele subiu, mas eu engoli de volta. —Não há mais leva. Eles são inúteis. Ele balançou a cabeça. —Um dos subordinados de Choi deume o nome de um homem que tem um harém na Singapura. Ele poderia saber onde Tess está. Esfreguei meu rosto, tentando não estourar. —É uma perda de tempo. Ele não terá Tess. Precisamos ir para a fonte. —A fonte? Mudei-me rápido, passando por Frederick. Ninguém no círculo habitual teria comprado Tess. Gerald não teria vendido ela para ser usada assim... Gentilmente. Ele estava em busca de sangue. Onde estava o retorno se ela foi enviada para uma foda doente, mas alguém que acabaria por mantê-la viva? Não, ele iria mandá-la para alguém que arruinaria ela. Quebrá-la. Alguém que está para ganhar apenas recompensas para destruí-la. Porra. Por que eu não pensei nisso antes?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Parecia a coisa certa. Meu instinto sabia que eu estava no caminho certo. —Arrume tudo. Estamos voando para o México.

Quatro dias. Quatro longos dias de merda que nós tínhamos patrulhado o mundo manchado pelo pecado do México. Caçando traficantes de drogas e ladrões covardes, que se escondia em mergulhos e farejavam empresas ilegais. Não importa quantos homens Franco torturou, ou quantas palmas eu lubrifiquei, nenhuma informação foi próxima. Ninguém sabia quem sequestrou uma menina loura em uma moto há quatro meses. —Coma isso, chefe. — Franco derrapou um prato de macarrão debaixo do meu nariz, obscurecendo o mapa das favelas do México que eu estava estudando pelas últimas três horas. Tess pode estar em qualquer lugar na cidade imunda, e eu poderia andar para a direita após qualquer edifício em que ela estivesse presa e nunca saberia. Por mais que eu estivesse morrendo de fome, o pensamento de comer, de sobreviver, quando Tess pode até não estar viva, comeram em minha alma. Eu o ignorei, empurrando o prato para longe. Franco apertou meu ombro, quando Frederick veio do bar com três canecas de cerveja gelada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Você precisa de sua força. Por ela. Seu cérebro vai funcionar melhor com o combustível. Frederick coloca a cerveja no meu mapa, tomando um assento. Eu olhei, passando a mão sobre o papel antes do líquido arruiná-lo. Frederick assentiu. —Eu concordo. Comer e recarregar. Você não é bom para ela se você desmaiar de fome. O animal dentro não precisava dessas coisas insignificantes como a nutrição. Ele só precisava de sangue. Mas você é não a porra de um super-humano, por isso comer. Suspirando difícil, eu tentei voltar para a terra de homens e sentei-me mais alto. Reconhecendo que tinham um ponto, eu cavei o macarrão e me forcei a engolir. Eu era um viajante do mundo. Eu vivia em cidades em torno do globo, mas o homem que eu era no fundo era francês, e eu perdi o pato da Sra. Sucre e caseiro baguettes. Eu perdi a perfeição simples. Eu perdi minha vida regrada. Eu perdi Tess com cada parte de mim. No meio da minha refeição, eu desisti e rosnei: —Tem que haver alguma outra forma. Eu fiquei de cara feia para as gotas de condensação sobre a caneca de cerveja. Frederick murmurou algo em torno de sua boca cheia de comida e Franco levantou uma sobrancelha. —Como

o

que?

Tentamos

subornando

homens

que

conhecemos no comércio sexual, nós tentamos bater-los dos outros. Temos argumentado, nós temos ameaçado, temos o prazer. Ou ninguém sabe quem a levou, ou eles tem muito medo de dizer. — Eu esfreguei meu queixo, deixando a minha corrida de cérebro em busca de pistas,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

respostas, conclusões que poderiam funcionar melhor do que nossos métodos atuais. —Todos os mexicanos estão ligados de alguma forma. Eu li que a cidade é um dos mais amigáveis na terra, — Frederick disse, limpando a boca e tomando um pouco de cerveja. Sim, para além dos bastardos de tráfico estupradores. —Diz-se que é uma questão de orgulho ter a maior família possível. Eu estou falando sobre primos. Você precisa ir para... —Primo. — Eu dei um salto, sorrindo pela primeira vez em 14 dias para Frederick. —T'es un putain34 de Engenharia. Franco se levantou, olhando ao redor do aglomerado, bar sujo, certificando-se que minha posição abrupta não fez atrair atenção indesejada. Meus músculos estavam pesados com o pensamento de uma briga de bar. Eu quis usar meus punhos, para retirar a faca e me perder na raiva. Uma vez que ele considera a costa clara, Franco disse: — Cuidado para compartilhar? Não, eu não me importava de compartilhar, pois isso seria um desperdício de tempo do caralho. Em vez de responder, eu caminhei direito para o bar e pulei em cima. Homens bebendo suas cervejas olharam com suas bocas abertas, as mãos que guardam seu precioso álcool. —O que diabos você está fazendo aí? — Perguntou o barman. Eu joguei um projeto de lei 100 € para ele. —Diminua o volume da música. 34

Você é um gênio.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O barman resmungou, mas empurrou o projeto em seu avental sujo e se abaixou atrás do contador para silenciar o volume. No silêncio repentino, as pessoas pararam no meio da frase. Todos os olhos treinados em mim, e eu esperei até o completo silêncio reinar. No momento em que eu tinha a atenção de todos, eu disse claramente: —Eu vou pagar qualquer pessoa que tenha conhecimento de um bando de homens que raptaram as mulheres no centro da cidade há quatro meses. Eles alvejam as mulheres a partir de um café e pode ter tido outras operações ao redor da cidade. Minhas mãos enrolaram e eu quis continuar em uma voz calma. —Eu vou pagar 30.000 euros para quem poder me dar um nome. Totalmente anônimo. Eu não preciso saber nada sobre você. Forneça informações, e o dinheiro é seu. Dando incentivo, peguei algumas centenas de euros do bolso do meu blazer e abanou-o para fora em minha mão. —Em gratidão por sua atenção, seus jantares e bebidas estão por minha conta. Franco apareceu por meus pés, olhando para cima com consciência tensa. Seus olhos percorreram o cômodo, enquanto sua mão pairou sobre seu coldre no peito, pronto para puxar sua arma livre em um segundo. —Hora de descer. Você é um pato sentado ai em cima. Eu balancei a cabeça, dizendo à multidão: —Eu estou sentado na parte de trás. Venham me encontrar se tiverem um nome. — Eu pulei do bar. Os olhos de Franco saltaram de sua cabeça. —Que diabos. Você era um alvo perfeito lá em cima. Qualquer um poderia ter atirado em você. Eu escovei meu terno e entreguei o dinheiro para o barman, cujos olhos se iluminaram como um maldito fogo de artifício.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Isso é para os pedidos de todos para esta noite, entendeu? Ele assentiu com a cabeça. Eu duvidava que ele seria digno de confiança, mas eu realmente não me importei. —Alguém vai gritar, Franco. Eles sempre fazem quando há dinheiro envolvido. —E se eles simplesmente matá-lo com a expectativa de encontrar mais de trinta G em seus bolsos? Eu sorri, passando por ele para ir e sentar-me. —É por isso que você está aqui. Para manter-me vivo de fazer coisas estúpidas como esta. Ele bufou e a música aumentou para ensurdecedor decibéis mais uma vez. Voltei para o meu lugar e para minha presa para vir para mim.

Seis horas depois, o barman tentou nos expulsar. Ninguém se aventurou perto da nossa mesa, e há apenas tantas cervejas que podiam beber antes de nossa concentração vacilar. Nós pagamos o barman para pernoitar. Eu não queria me mover. Em minha mente, a pepita de informações que eu precisava estava no caminho para mim, anunciado pelo fascínio de € 30.000 e visualizara a notícia a ser transmitida de boca a boca, fazendo o seu caminho através de guetos e impressionantes bairros, passaram primo para primo. Finalmente, alguém saberia. Eventualmente alguém viria para mim. Recusei-me a pensar no contrário.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Pela manhã o tempo espiou através das janelas sujas, minha bunda era plana do assento e costas gritaram assassinato sangrento. Mas um novo dia chegou. O dia que eu encontrei Tess. O dia que eu trouxe o inferno na terra aos homens que pensaram que poderiam roubar o que era meu. Em vez de estar desolada e incompetente, eu me sentia ansioso e na trilha. Isso é certo. Pela primeira vez em muitos dias, eu estava a um passo mais perto de encontrar Tess e colocando todo este pesadelo infernal atrás de nós.

Às dez da manhã, a equipe de cozinha chegou a se preparar para a multidão no almoço. Por volta das onze, as portas se abriram e alguns primeiros apostadores escorriam em algum pub. Considerando que eu não tinha dormido uma piscadela em mais de 50 horas, eu acelerei com a energia reprimida. Meus olhos nunca deixaram a porta, e cada pessoa que passou por ela enviou o coração disparado. Era isso. Ele iria trabalhar. A qualquer segundo. Qualquer segundo transformado em outra hora, e meu coração passou de corrida para grossa com fúria. Ele tinha que trabalhar. Foi a última chance. O que diabos eu faria? Ir para casa e viver minha vida como se Tess nunca tivesse existido? Fingir que ela não tinha me feito uma pessoa melhor ou me ensinou a ser feliz?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha mente voltada para dentro com o que o meu futuro significaria. Eu nunca iria voltar. Nunca retornaria para casa sem Tess ao meu lado. Eu deixaria Q Mercer atrás e... —Merda, Q, — Frederick murmurou, com os olhos colados atrás de mim. —O caralho funcionou. Eu não acredito nisso. Girei e fiquei cara a cara com uma criança suja que eu imaginei com cerca de dez ou onze anos. A pequena menina tinha emaranhado dreadlocks até a cintura, e sua pele pode ter sido clara e inocente, mas foi coberta de lama e uma cicatriz desagradável em uma bochecha. Eu não sei como ela se esgueirou sem eu notar, mas eu sabia instantaneamente. Esta era à menina que me levaria a Tess. Minhas mãos tremeram para agarrar e sacudi-la, para exigir saber o que ela sabia. Mas eu enrolei meus dedos e os mantive fora da vista sob a mesa. Levou todo controle concebível no meu corpo para sorrir suavemente e me inclinar ao seu nível. Minha voz estava rude e sem uso, mas eu mantive o meu tom uniforme. —Bonjour. Você veio para me ver? Ela olhou para Franco, que pairava ameaça, e Frederick, que tinha um leve sorriso nos lábios. Todos os três de nós não tinham raspado a barba em dias, e os nossos olhos eram aros vermelhos e muito intensos de tristeza e ansiedade. Pobre criança estava petrificada, mas eu não tinha tempo para acalmá-la. —Nós não vamos te machucar. Diga-nos o que você sabe, e eu vou ter certeza que você e sua família sejam vigiados depois de um tempo muito longo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ela mordeu o lábio, baralhando com pés descalços no chão pegajoso coberto de cerveja. —Eu sei o que você quer. Minha mãe costumava ter um cargo para limpar no armazém, antes de se mudarem, e eu costumava esgueirar-me por comida quando os guardas não estavam olhando. Meu estômago se contorceu em nós. Um armazém. Quantas meninas que eles vendem, merda? Eu queria fazer tantas perguntas; Eu queria salvar cada mulher. Engoli em seco, empurrando as questões da minha cabeça. Só uma pergunta importava aqui. O resto eu poderia voltar para ajudar. Tess era minha. Ela precisava de mim e eu gostaria de estar lá para ela antes do dia acabar. —O homem me assusta, mas ele me deu doces se eu deixasse mama fazer trabalho em paz e eu me sentei no canto. Mas ele tocou em outras meninas da minha idade. Ele tentou me tocar uma vez, mas a minha mãe parou. Seus grandes olhos negros encontraram os meus, tão inocente, mas não ingênuo. Ela sabia o que estava fazendo, dizendo-me o nome deste homem. Ela sabia que ele não estava apto para viver. Mesmo em seu jovem coração, ela cheirava a vileza. —Diga-me o nome dele. — Eu me inclinei para frente, incapaz de conter minha urgência ainda mais. Ela irradiava dos meus poros, juntando os meus músculos. —Diga-me, e eu vou ter certeza de que você nunca vai ter que vê-lo novamente. Ela baixou os olhos e engoliu em seco. Segundos se passaram enquanto ela se moveu no local. Finalmente, seus olhos brilharam ao redor do bar e ela arrastou mais perto. Colocou a mãozinha ao redor do meu ouvido, seus lábios escovando minha carne quando ela sussurrou: —Seu nome é Smith e ele não está mais na cidade. Smith?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Foda Smith? O nome mais comum em todo o mundo. Quantos becos sem saída que eu tenho que correr dentro? Raiva e satisfação eram duas vias idênticas. Eu tinha o nome do filho da puta, mas eu não estava mais perto para encontrá-lo. —Isso é muito bom, ma chérie. — Eu sorri eriçado de tensão. —Você sabe onde ele vive agora? Ela balançou a cabeça com os dreadlocks, murmurando: —Eu sei onde ele trabalha, embora. Eu tentei tão difícil manter a minha paciência, acenando com a cabeça lentamente. —Fantástico. Você pode me dizer? Eu vou pagar você com um extra para que sua mãe nunca tenha que trabalhar de novo. Seus olhos se arregalaram, e mais uma vez ela segurou meu ouvido. —Eu ouvi minha mãe dizer que ele mudou-se para o lugar chamado Rio. Mas eu não sei onde é. Rio. Mãe fudido Rio. Tess estava no Brasil. Eu não poderia me ajudar. Peguei a criança e apertei-lhe antes de passá-la para Franco. —Paga a menina e certifique-se de levá-la onde quer que ela queira. Compra uma casa, eu não me importo, apenas reembolse-a. A menina gritou quando Franco implantou em seus braços e saiu do bar, indo em direção a luz do sol. Por fim, o sol não estava zombando de mim. Ele não estava dizendo que vida continuaria sem a mulher dos meus sonhos; agora ele estava me dizendo para ir à caça final. A batalha final para libertá-la.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Avançando para fora da porta com Frederick nos meus calcanhares, eu murmurei, —Você deve sair, Roux. Você não tem que ser uma parte desta. Eu planejei ter grandes quantidades de sangue em minhas mãos esta noite. Gostaria de dançar no inferno pelo que o eu faria para o filho da puta do Smith. Frederick murmurou: —Eu não vou a lugar nenhum. Eu quero ver você rasgar este bastardo de merda membro a membro. Minha alma queimou com o desejo de matar. Sem onça da humanidade – a noite era tudo sobre morte. Eu estou indo para você, seu bastardo. E eu faria questão de ter certeza que ele gritasse enquanto ele estivesse sofrendo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Doze

Salve-me, me escraviza, você nunca vai me aprisionar. Insulta-me, ostenta-me, mata o que me assombra...

Dois dias? Uma semana? Um mês? Um ano? Eu já não sabia quanto tempo eu existia neste inferno. Já não importava como o meu corpo estava quebrado, minha mente irreparável. Eu existia em tumulto e tristeza. Eu perdi peso, como eu já não comia. Meus ossos presos no alívio da noite e minha boca sempre foi dissecada. As drogas nunca me concediam a paz de tirar um momento de mim a partir de uma realidade monstruosa de um pesadelo incrustado subconsciente. O nevoeiro, a poluição atmosférica, me impediu de perceber o quão perto eu estava o fim. Jaqueta de couro se manteve provocando-me da tomada de eu machucar as duas mulheres loiras até que eu obedeci sem pergunta. Se eu não as atingi, ele fez. Se eu não socar com o taco de beisebol, ele faz. Se eu consegui conter as lágrimas, ele bateu-lhes com mais força, quebrando um osso ou retirando sangue. Eu me contornava nas drogas e pedi desculpas e chorei. Ele riu e me cutucou emocionado a doer.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele fez eu me odiar por estar viva. Ele me fez duvidar de tudo o que eu era e tudo de boas coisas que eu pensei que tinha sido. Não havia mais nada. Quem poderia me amar quando eu era protegida do diabo? Minha mente me torturou com visões de um lugar mais feliz: da cama de Q, o riso de Suzette, e calor. Eu queria estar em casa. Eu queria dormir em um remendo da luz solar e nunca ser frio novamente. Eu nunca tinha sido tão fria. Espantalhos me visitavam muitas vezes em meus sonhos. No início, eles me ajudaram a voar para longe, levando-me para cima e além do alcance de Jaqueta de Couro, mas outros quanto mais eu me torturava e mutilava mais seus olhos negros passaram de condolências ao ódio. Agora suas asas não eram a minha salvação. Eles bicavam minha carne com bicos afiados, pulando ao meu redor como minúsculos abutres. Toda vez que meus pensamentos se voltaram para Q, eu desligava. A dor era intransponível, e eu não podia lidar com o ódio duro em seus olhos. —Sua alma é podre, escrava. Presa a escuridão e eu já não posso salvá-la. — Ele se debruçou sobre mim, cheirando tão fresco e cítrico puro. —Je ne suis, à toi.35 Foram essas palavras que roçaram o resto da minha mente irregular. Eu não estava mais com Q. Eu estava mais uma vez e, em vez de antiga dor, tudo o que eu sentia era alívio. Alívio porque em breve, eu não iria existir. Logo eu iria morrer, e então eu já não teria que sofrer em magoar os outros.

35

Eu não sou mais seu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Algo me atirou de volta para o presente. Eu olhei para os meus pés se arrastando, meu braço apoiado no aperto de carne de Ryan. Outro bloco de tempo. Ido. Nunca a ser recolhido ou lembrado. O que eu estava fazendo antes andar? Forçando a minha língua para o trabalho, eu murmurei, — Oonde você está tomando... — Minha força para a esquerda e eu já não podia lembrar o que eu queria saber. Minha mãe apareceu na minha frente, olhando com os braços cruzados enquanto eu cambaleava mais perto dela. —Olhe para você, filha. Você precisa de um banho. Você parece uma maltrapilha desabrigada. Quantas vezes eu fiz dizer-lhe para comer? — Sua preocupação com meu bem-estar era boa, até que ela rosnou. — Se você é toda pele e ossos, o que vai ser deixado para os Wolverines no jantar? A ilusão foi quebrada quando Ryan me empurrou em uma sala no fim do corredor de longa-eternidade. —O tempo para a sua última lição antes de se formar, adorável. — Ele bateu minha cabeça como se eu fosse o seu favorito animal de estimação. —Eu vou perder a nossa diversão e jogos. Suas unhas são afiadas. Amamos ver você arranhar como uma gatinha bebê. Eu balançava no local, mortificada apreciando seu carinho. Depois de tanto tempo no escuro com apenas congelamento de concreto foi o céu sentir o conforto da mão de outro. Mesmo que a mesma mão tinha batido uma menina dentro da polegada de sua vida. Profundamente dentro, consegui encontrar a força para tropeçar em distância.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Jaqueta de couro apareceu do nada, rindo. —Ainda lutando, mesmo depois de todo esse tempo, vagabunda. Ele pegou meu rosto e eu fechei os olhos. Eu não quero ver o seu olhar penetrante preto. —Tessie, por que você me deixou? Por isto? Você deixou o meu carinho e respeito por isso? Para perseguir uma vida de dor e ruína? Brax rodou diante de mim; Engoli em seco. Brax representado tudo o que eu não era mais. Ele foi intocado e puro e doce, e eu não era digna para ele falar comigo. —Não olhe para mim! Por favor. — Eu enterrei meu rosto em minhas mãos, mas Brax avançou e pegou meus dedos para olhar nos meus olhos. Seu olhar azul-celeste me rendeu impotente. —Eu posso não entender as suas decisões, Tessie. Mas eu vou sempre ser seu amigo. Eu sempre vou ser um refúgio seguro para você. Jaqueta de couro quebrou meu devaneio induzido por drogas, agarrando o meu cabelo e me jogando para o chão. Doeu. Ele me humilhava. Eu não me importava; Eu apenas estava lá. Alguém jogou algo pesado para mim. Ele machucado minha espinha antes de saltar fora e fazer barulho pelo chão. Eu me enrolei em uma bola, sacudido com arrepios do que quer que a febre que eu tinha pegado. As tosses estavam ficando explosivas, e, lentamente, meus pulmões cheios, com mais e mais líquido até que eu senti como se eu flutuasse em um oceano, bem como neblina.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Pegue-o, puta. — Casaco de couro cutucou meu quadril com o pé. —Agora. Não me obrigue a te perguntar novamente. Você sabe o que vai acontecer. Eu não acho que eu tinha a força para obedecer, mas um momento que eu estava mentindo, o próximo eu me sentei em meus joelhos, olhando fixamente para o chão rachado. Algo legal descansou em minhas mãos. Algo pesado e negro e sinistro. Uma arma. Minha frequência cardíaca aumentou, pela primeira vez em dias, correndo rápido contra o coma das drogas. Porquê estou segurando uma arma? —Lição final. — Casaco de couro apontou para a menina na minha frente. A loira gentil com pequenos seios e tatuagem de beija-flor em seu quadril. Ela foi amordaçada e os olhos de aros vermelhos estavam secos. Ela parou de chorar dias atrás, quando Ryan quebrou o seu braço esquerdo. Era como se sua mente já tivesse ido embora. Eu tentei sorrir para ela, nós duas bloqueadas nesta prisão horrível, mas ela só olhava fixamente para mim. —Mate-a, boceta. Ou eu vou cortar seus dedos fora e em seguida, os dedos dos pés até que ela morra lentamente. As drogas não conseguiam segurar o meu horror. Larguei a arma e me arrastei para longe. —Não! —Não, — ele riu. —Você acabou de dizer não? — Ele ficou na frente de mim, com as pernas barrando a minha passagem.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Você realmente deveria ter dito sim. — Ele olhou por cima da minha cabeça. —Ryan. O grito de abalar vidro me fez vomitar quando Ryan cortar um dos dedos da menina. Eu não podia olhar. Eu não posso olhar. Não olhe. —Tessie, deixe este lugar. Não é o que você quer. — Brax murmurou. —Escrava, você não é uma deles. Se você sequer pensar em desistir e morrer, eu vou caçá-la para eternidade. — A paixão de Q me chocou. Para os dias que ele estava me dizendo para morrer. Para desistir e deixar-me ir. Foi a minha mente me dizendo para não ser tão fraca? Poderia Q realmente ainda se importar por mim depois de tudo o que eu tinha feito? —Atire. — Jaqueta de couro me empurrou para trás. —Vá em frente. Outro momento assinalou sofrido e outro grito subiu. Eu mantive meus olhos baixos, mas isso não me impediu de ver a poça de sangue se formando em torno da garota. Mesmo que ela gritasse por misericórdia, ela ainda não chorava. Meu coração se apertou até a morte com o pensamento de que ela não poderia mesmo encontrar alívio em lágrimas. Sua vida estava sumindo. Se eu atirei nela ou não, sua vida tinha acabado. Ela não iria sobreviver. Salve-a. Atire. Liberte-a.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Uma última vez, vagabunda. Atire nela. — Jaqueta de couro agachou ao meu nível dos olhos, colocando a arma na minha aderência. —Faça-o. — Ele se levantou e se afastou. Até o último pingo de decência em mim implodiu. Para salvar uma garota de horror, eu iria roubar sua vida. Com as mãos trêmulas, eu levantei o cano e apertei o gatilho. Algumas

orientações

divinas

pegaram

a

bala

corrida,

hospedagem diretamente em sua testa. A vida em seus olhos imediatamente extinta e um pequeno sorriso puxou seus lábios antes que ela caísse de lado em silêncio. Eu fiz isso. Eu matei um pássaro que Q teria dado tudo para salvar. Fui realmente o diabo e eu não poderia viver comigo mesma mais. Faz novamente, Tess. Você libertá-la. Defina-se livre. Sim. Eu poderia escapar de tudo. Eu inclino a arma em minha boca, chupando o focinho atado com teor de enxofre, e puxo o gatilho pela segunda e última vez.

—Então, você deu um soco porque ela tentou se matar? —Sim, patrão. Eu fiz como você disse que era para fazer e só colocar uma bala na arma, mas ela ainda tentou engolir uma rápido. —Bom trabalho. Você conseguiu. Uma cadela forte nunca tentaria tomar tal forma de galinha-merda. As vozes teciam e traçavam em conjunto, fazendo-me tonta.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Um pulsar constante em minha têmpora me trouxe de volta a partir do vazio sereno a um congelamento, emagrecida realidade. —Ela está vindo por aí. Precisamos acabar com isso esta noite. Eu não tenho mais utilidade para ela. Eu abri meus olhos abertos, assim quando o homem branco apareceu em cima de mim. Ele sorriu seu sorriso crocodilo. —Eu ouvir dizer que você tentou colocar-se como um cão, menina? Eu gemia, estendendo a mão para a minha cabeça. A dor era mais forte, por algum motivo, o nevoeiro não tão grosso ou xaroposo. As drogas... Elas estavam mascarando. Clareza começou a voltar, juntamente com um terrível arrepio. Minha mandíbula travou enquanto eu lutava com o tremor. —Ah, você sabe o que é isso? — O homem branco acariciou minha bochecha. Meu tempo de reação foi mais rápido e eu me afastei. —Essa é a primeira etapa de retirada. Você é dependente do que nós lhe demos. É a chave perfeita para qualquer mestre para mantê-la na linha. Ele suspirou, pegando uma mecha do meu cabelo sujo e girando em torno de seu dedo. —Você sabe o que aconteceria se você não conseguir uma correção em uma ou duas horas? Você iria tremer com tanta força que provavelmente morderia sua própria língua, — Jaqueta de Couro anunciou felizmente, acrescentando: —Você ficaria tão consumida com a necessidade de uma correção que você escolheria a sua própria carne. Você escalaria as paredes. Rasgaria as unhas... Você ficaria de bom grado vendendo seu corpo por uma queda insignificante do que você precisa. Enfiei o homem branco a distância, encolhendo com a minha cabeça em meus braços. É verdade? Será que isso acontece?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Mas eu não tenho que acreditar neles para que seja real. Minha pele já coçava por alívio e minha boca regada por algo diferente do que comida. Eu não poderia existir neste mundo. Eu queria a poluição atmosférica sem fim, o conforto quente do esquecimento. Eu olhei para cima. Sentei-me em uma mesa no canto de uma grande sala com carpete puído e armários de arquivamentos. A máscara clara coberta de teia de aranha pendurada no centro da sala. Eu olhava, tentando me concentrar. Eu não sabia se era as drogas

ou

a

falta

de

alimentos,

mas

a

minha

visão

estava

desaparecendo. Minha audição foi embora. Meu corpo não. Tusso alto, que quase caio da mesa com o episódio. Eu ofegava e cada costela cavou em meus lados magros. Eu não precisava ser um médico para saber que eu tinha pneumonia. O frio constante, os membros pesados, letárgicos, a chapinha em meus pulmões quando eu fui de mentir para permanecer tudo apontava para a doença. O homem branco estalou a língua. Ele ficou em cima de mim de vista régia e recolhido em sua pólo azul bebê e calça jeans, desmentindo a verdadeira maldade dentro dele. Pelo menos Jaqueta de couro usava suas intenções em cada centímetro de seu corpo. Homem branco parecia um tio favorito ou distinto empresário. —Você passou na sua última lição hoje. Como é a sensação de ser uma assassina? Eu respirei fundo, tentando parar as memórias de me ultrapassarem. O boom alto quanto a arma disparou. O recuo da arma pesada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O cheiro de pólvora e flor de vermelho na testa da menina inocente. Eu fechei os olhos quando as minhas unhas arranharam meu antebraço, encontrando algum alívio na coceira construída lentamente. O homem branco não me deixa em paz. —Será que você gostou de quebrar a perna daquela garota? Batendo as mãos sobre os ouvidos, eu me forcei a esquecer. Esqueça a paulada do morcego contra seu fêmur. O estalo de ossos quando ela cedeu sob a força. Eu soluçava, balançando sobre a mesa. Homem branco segurou minhas mãos e inspecionou minhas unhas. Quebrada, suja, uma espessa camada de sujeira presa debaixo das pontas. —Será que você gosta de riscar essa menina até os seios correrem vermelho? É o seu sangue sob as unhas. Minha boca estava aberta enquanto eu olhava para as provas horríveis. Imagens de coçar ela, soluçando enquanto eu arrastei minhas garras através de seu estômago e seios assombrado-me. Até Jqueta de Couro deixar-me parar ela parecia que tinha ido de cabeça a cabeça com uma chita. Eu queria entrar em colapso em uma poça e chorar. Eu queria que a minha alma vazasse livre dos meus olhos e fugir desta ruína. Essas lembranças do que eu tinha feito. Homem branco acariciou minha bochecha. —Você fez bem. E provou sua ação hoje para mim que você está pronta. —Seus lábios

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

torcidos em uma curva sádica. —Você quer saber para o que você está pronta? Eu murcho por dentro. Meu coração continua firme com terror. Eu não sabia e eu não quero saber. Eu não podia ouvir mais atrocidades. Uma lágrima salgada escapou dos meus olhos arranhando. Chutá-la. Soco nela. Raspá-la. Matá-la. E eu fiz. Mais e mais. Eu revivia os momentos onde me tornei seu brinquedo monstro obediente do Jaqueta de couro. Oh, meu Deus, eu lembrei sua agonia. Seu terror. O som de seus corpos quebrando, repetindo como uma horrível sinfonia em minha cabeça. Mais sangue. Mais gritos. Mais... Mais... —Saia! Saia! Homem branco balbuciou: —Não, não. Você quer fazer algo para tomar a borda fora? Fazer tudo ir embora? Sim! Não! Eles me pertencem. Drogas era agora a minha libertação. Minha realidade era algo que eu já não podia perdurar como eu tinha sujado ela, rasgado ela em pedacinhos, e encheu a minha alma com a corrupção.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Segundos assinalados no passado, e eu balancei tão ruim que todo o meu corpo balançava como um esqueleto escolhidos a carne. —Diga-me o que você quer e eu vou dar a você. — Ele acariciou meus cabelos, arrastando a mão para o meu peito. Eu gemia um pouco, puxando livre, mas ele beliscou meu mamilo, mantendo-me no lugar. —Você pode tentar e combatê-la, mas em última análise, você sabe que não vai ganhar. Já que você está desejando. Nós demos-lhe uma elevado dose de... Você tem um longo caminho a cair, menina. —Oo

que

d-você

quero?

Eu

conversava,

coçando

abertamente em meus braços sujos. A coceira estava espalhando, me consumindo. Ele lambeu os lábios. —Uma questão tão doce. Mas você sabe o que eu quero. Eu quero que você implore. Eu balancei mais difícil, tremendo quando ramificações rolaram para dentro de mim. Ele queria que eu implorasse... Para quê? Drogas? Sexo? Para ele fazer o que ele quisesse de mim? Eu não posso. Eu não vou. Mas você sabe que você vai... Eventualmente. Pânico gelou virando meus tremores em tremendo. Eu seco solto quando meus pulmões doíam com líquido e doença. —Por Favor. Apenas deixe-me ir. Ele acariciou o meu cabelo, me puxando contra seu peito até minha bochecha descansar em seu ombro. —Em breve, menina. Em breve vamos vendê-la, mas você ainda não está completamente quebrada. Eu cometi o erro de vender você e isso me colocou em um problema grande. Eu não vou cometer o mesmo erro novamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Sua voz me acalmou mesmo quando suas palavras assinavam minha sentença de morte. —Quando eu vendê-la, você estará indo ser tão dependente de um mestre que será capaz de fazer qualquer coisa para você e você vai querer isso. Sua mente estará tão fragmentada que você vai aceitar as ordens como linhas de vida, quando você já não puder pensar por si mesma. Chorei silenciosamente. Odiando a promessa em sua voz. Odiando que tudo isso se tornasse realidade. Eu estava tão perto de ser a escrava perfeita. Meu vício de Q foi ofuscado pela necessidade de ter o nevoeiro e calor nervoso. Eu nunca tinha estado tão perto de me perder. Eu já estou perdida. Ele me petrificou. —Por favor... Por favor... — Eu não sabia mais para o que eu implorei. —Isso é perto o suficiente, — Homem branco murmurou. — Ignacio. Alguém agarrou meu braço, e a pequena picada da agulha era euforia pura. Eu não teria que ouvir ossos estalando ou ver sangue jorrando. Gostaria de ficar na deriva indiferente e distante. —Preciosa, eu apreciei esta jornada com você. Você não está pronta ainda, mas depois dessa noite... Talvez você esteja. — Homem branco me beijou na testa quando o meu corpo deu o fora e eu fiquei sem vida em seus braços. Calor falso me acolheu e eu suspirei, deixando meu corpo afundar mais e mais rápido. Na parte inferior da queda, Q estava a espera.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seus braços cruzados sobre o peito poderoso, seu terno preto brilhava, parecendo veludo. —Esta não é você, escrava. Minha Tess não seria esta fraca. Eu ri, rolando no meio do nevoeiro, deixando-me aconchegar em seu abraço químico. —Eu já não sou sua Tess. Eu não sou nada mais. —Não diga isso. Eu estou vindo para você. Lute, caralho. Não desperdice a minha jornada para encontrá-la. —Você chegou muito tarde. Você chegou muito tarde. — A nuvem macia dançou na frente de mim e cheguei para ele, caindo de cara no chão. O lívido ritmo de Q, seus sapatos perfeitos chutando tufos de neblina. —Luta caramba! Se battre comme vous le faites toujours!36 — Sua voz se infiltrou através do meu estupor, fazendo-me odiar eu mesma. Em vez de gritar de volta, eu abaixei minha cabeça e deixar que seu acidente ira sobre mim. —Eu não posso. Eu não posso. Eu estou feita. —Você não está feito. Você me ouve. Lute! — O comando forçando algum tipo de energia em meu corpo, só para amplificar as minhas feridas e revigorar lembranças terríveis. Eu esvaziei mais para nada. Eu fechei a porta no belo rosto de Q. Cortei-me livre para que eu não tivesse mais para aguentar. —Sinto muito. Eu não fui forte o suficiente. O mundo ficou escuro quando a fumaça me levou. —Adeus.

36

Luta como você sempre faz!

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Frio me acordou primeiro. Um congelamento mordeu meus mamilos. Eu gemia, tentando engolir o sabor peludo grosso na minha boca. Meu corpo inteiro se sentiu estrangeiro, frígido. Onde diabos eu estou? Eu pensei que o inferno era suposto ser insuportavelmente quente. Eu poderia fazer com o calor. Meus pulmões foram mais pesados com o líquido, e cada respiração eu chiava com uma luta. A punição de espancamentos e abusos virou meu corpo em um objeto perdido, não é mais útil para qualquer coisa além do lixo. —Ela está acordada. Você pode preceder, Ignacio. Meu coração disparou, afugentando o último da poluição atmosférica que eu vivi. Meu cérebro retrocedeu na engrenagem e eu olhei em volta. Merda. Eu estava na fantasia de algum quarto maluco: um quarto satânico. Cortinas pretas penduradas sobre uma janela fechada com tábuas, descamação do papel pendurado na parede como vestidos metade galpão, e uma lâmpada vermelha no lustre ofensivo virou a sala inteira em nada, mas sombras doentes. Meu estômago revirou enquanto eu olhava para baixo. Eu estava algemada a uma cama arranhada, nua, vestindo apenas cordas ruídas em meus pulsos e tornozelos. Os nós seguraram minhas pernas abertas, completamente vulneráveis. Vomito subiu na minha garganta, mas eu engoli-o para baixo. Se eu vomitasse poderia engasgar e me afogar. Bom. Afogar. A morte seria uma existência muito melhor do que o que está prestes a acontecer, Tess.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Um gemido soou ao meu lado e eu olhei para a minha esquerda. A loira com a barra e arranhões para baixo seu peito estava na mesma posição de bruços. Nossos olhos se encontraram e sua boca tremeu enquanto lutava as lágrimas de volta. —Socorro, — ela sussurrou. Eu queria estender a mão e abraçá-la. Eu queria protegê-la. Dizer que tudo isso ficaria bem; que era apenas um sonho horrível. Eu balancei a cabeça, mordendo meu lábio para que eu não fosse chorar. Ela apertou os olhos, dissipando uma cachoeira de líquido. Ela fungou, tentando enterrar a cabeça no seu ombro. —Qual delas você quer primeiro, Ignacio? Meus olhos voaram para Jaqueta de couro enquanto ele rondava no final da cama. O homem branco se sentou em uma cadeira desbotada pela parede descamada. Jaqueta de couro sorriu, seus olhos deslizando sobre cada centímetro exposto. —Eu vou com a gordinha. Deixe a puta vadia ver o que vai acontecer com ela uma vez que eu estiver acabado. Oh, Deus. Eu goleei minha cabeça, torcendo meus membros, tentando me libertar. Gritei quando a mulher que tinha me tatuado acenou ao lado da cama. Ela me deu um sorriso horrível. —Hora de ir para um lugar feliz. — Ela se sentou no meu ombro e inseriu uma agulha na minha veia. Quando ela pressionou o êmbolo, homem branco murmurou: — Esta é uma mistura diferente do que você está acostumada, menina. Vai... Bem, ele vai jogar com a sua mente. Afinal, esse é a parte que é preciso quebrar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O calor gelado já enfiado em minhas veias, indo para o meu coração e filmado em volta do meu corpo. O homem branco se levantou e veio para frente. Batendo no meu pé descalço, um pingo de piedade apareceu em seu olhar. —Depois de hoje, você vai ser vendida. Eu mantive minha parte no acordo. Vou sentir saudades, no entanto. Eu cresci em vez amante de sua força. Tem sido um privilégio arruiná-la. Mudou-se para frente a xícara da minha bochecha. —Não se preocupe. Eu disse a seu novo proprietário que gosta áspero. Você será bem cuidada. Engoli em seco quando o pior sentimento em minha vida começou. Besouros. Aranhas. Insetos com dentes e garras minúsculas desfiando meus intestinos com roer rápido. Meu corpo inteiro coçava e queimava e eu gritei. Então eu tossia porque meus pulmões não conseguiam segurar oxigênio suficiente. Eu chorava e tossia até que eu chiava para respirar e os insetos ainda pioravam. O que está acontecendo? —Faça isso parar! Jaqueta de couro e homem branco visto como a sensação subiu meus braços, em meus dedos, minha dedos do pé, meu estômago, meu peito. Meu coração ficou infestado de baratas. Minha língua mastigada por gafanhotos. E então ele bateu no meu cérebro. Eu gritei quando minha alma podia voar livre e despejar-se dessa prisão de um corpo. Esta prisão rápido se enchendo de

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

assassinos besouros e erros. O homem branco se transformou em um roedor gigante, seus dentes perfeitos alongados em presas amarelas. Jaqueta de couro evoluiu para um chacal, babando e rindo, rosnando e furioso. A menina ao meu lado ficou pura e virginal, brilhando branco e prata, com toda a bondade no mundo, enquanto o quarto começou a se dissolver, paredes derretidas, tinta escorria do teto, me escaldando como pousou no meu corpo nu. Jaqueta de couro com a cabeça de chacal começou a despirse. Ele tirou o paletó preto e atirou-o para o piso erodindo rapidamente. As chamas lamberam o terrível tapete, chamuscando um caminho de fogo em direção a nós. Eu não conseguia respirar. Eu não posso respirar. Isso não pode ser real. Ele não pode ser real. Uma vez que Jaqueta de couro tirou a camisa e as calças, ele abrandou a cueca nojenta e estava com o pequeno pênis curvado projetando-se a partir de um emaranhado de cabelo preto. Sua virilha rastreada com aranhas, uma massa fervendo entre as pernas. Fechei os olhos, mas as visões me encontraram lá, também. Se possível elas eram piores. Q destacou-se e ele se transformou de perfeição nua com sua tatuagem pardal, em lavra de asas negras de anjo. Suas costas brotaram asas à escala de três metros, brilhando ébano com corvo manchado de petróleo as penas. Seus olhos de jade pálido brilhavam com ferocidade. Ele balançou a cabeça em desapontamento ponderado e virou as costas para mim. Suas asas englobavam em um casulo negro até que ele explodiu em um milhão de aves e levantou vôo. Ele me deixou. Deixou-me com Chacal e roedores.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Algo agarrou meu tornozelo e meus olhos se abriram. Homem branco roedor arrastou as pontas dos dedos para cima da minha canela, minha coxa, direto para o meu osso ilíaco, me cortando como um punhal, embora ele não tinha nenhuma arma. Fantasma chorou sangue de onde ele tocava, chorando com o vermelho. —Isto é para o seu próprio bem. — Ele levantou o punho e me deu um soco na mandíbula. Minha cabeça foi para o lado e eu tranquei nos olhos da loira. Ela arfava, olhando maníaco e selvagem. Acabando, seus olhos eram claros e entraram em pânico. Ela parecia um anjo, e eu fui de querendo protegê-la para desejá-la para me proteger. Por favor, me salve. Outro soco, mas desta vez para o meu estômago. Deitada fez a batida ressoar através da minha barriga aos meus rins e fígado. Chacal de couro subiu na cama e veio para frente em todos os quatro olhando para o anjo louro e eu. O joelho foi entre as minhas pernas abertas, e eu gritei quando ele sorveu sua língua feroz horrível em meu umbigo e para baixo. Ele beliscou meu clitóris, pingando saliva queimando. Eu gritava e gritava quando sua saliva acendeu em chamas, queimando-me a uma cinza. Doeu. Foda-se, ele machucou. Faça parar! Branco roedor ordenou, —Preste atenção a outra. Deixe as drogas desbotar um pouco. Ela não vai lidar de outro modo. Chacal balançou a cabeça, respirando fundo e rouco. Uma longa pata me pegou entre as pernas, me sondando, me torturando. Ele gemeu quando ele forçou um prego retalhando dentro. —Você não vai estar seca por muito tempo, puta. Você vai esperar por essas drogas para mudar. Em breve você estará me implorando. —Ele tirou o toque e subiu no topo da pobre Anjo Loira. Ela gemeu como ele se estabeleceu

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

entre suas pernas. Seu peludo, impulso duro na bunda quando ele apoiou os cotovelos em ambos os lados de seu rosto. —Lesh-la ir-ir-bastardo! — Foi eu? Isso enrolou, quebrado, Quero-soar coisa? Branco roedor me socou novamente, desta vez na caixa torácica. Gritei quando minha velha costela fraturada lamentou em agonia. Será que ele quebrar novamente ela? Parecia que, cada com a respiração perfurando meus pulmões, deixando que os acúmulos de líquido escorressem para fora, enchendo meu corpo com lodo. —Toda vez que você diz para Ignacio parar, eu vou bater em você. Você pode me ouvir? Você tem que aprender que falar sem autorização equivale a dor. Você tem que aprender que a obediência é a única coisa que resta para você. Você entender, menina? Ergui os olhos pesados de olhar para o enorme pé roedor sobre mim em seu pólo azul e calça jeans. Por que é um rato vestido? Ele está falando comigo. —Está aqui para estuprá-la, Tessie. Fazer coisas para você que eu nunca faria. Você me deixou, — Brax murmurou em minha mente. Eu sabia que não era real, mas não importa o quão duro eu tentei tirar ele, eu não podia. O horror não me deixava livre. Chacal de couro beijou o anjo louro, esfregando o focinho horrível por todo o rosto. Ela chorou e contorceu. —Pare! — Eu gritei. No mesmo instante, um tapa de toque afiado brilhou minha bochecha. —O que eu acabei de dizer, preciosa? — Branco roedor balançou a cabeça, me advertindo. —Você precisa aprender. Ele disse algo sobre a dor. Desobedecendo? Não desobedecer?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Desobedeça. Lute. Eu estou vindo para você, Tess! — Q assola na minha cabeça. Mas se eu lutar, eu me machuco. Por que eu continuo convidando tanta dor? Isso é estúpido. —É quem você é. Você é muito forte para deixá-los fazer isso com você. Q

fracassou

afastado,

substituído

por

Branco

Roedor

novamente. Ele perguntou: —Você ainda está comigo, menina? Ele olhou nos meus olhos, mas eu não podia trazê-lo em foco. Ele ficou embaçado e peludo e vago. Chacal cuspiu em sua pata e esfregou suas garras entre as pernas de anjo louro. Seus gemidos viraram em suspiros irregulares e fundamentos. —Pare. Por Favor. Eu vou fazer o que quiser. Por Favor. Não faça isso! —Ouça-a! Pare! Um soco no peito. Foda-se,

mais

ferida.

Os

tecidos

sensíveis

ganiram

e

queimaram. —Aprenda, menina. Retaliação é igual a dor. Da próxima vez, eu não vou ser tão amável. Próxima vez? Da próxima vez que? Coerência me deixou e eu nadei mais profundo em nevoeiro. Estou com frio. Tão frio. Insetos tomaram conta do meu corpo. Eu senti-os rastejando através do meu sangue. Eles estão mordendo meu cérebro. O anjo louro de repente gritou e gritou. Eu assisti em terror horrorizado como Chacal de Couro mergulhou o pau podre dentro dela. Ele gemeu profundamente e lambeu os lábios, olhando no fundo dos meus olhos.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Você é a próxima, puta. Veja como eu estou transando com ela. Isso vai ser você. — Ele empurrou de novo e novamente. —Oh sim. Você vai me levar. Eu vou pagar de volta para a luta. O medo inchou em cima de mim, trazendo consigo mais aranhas e gafanhotos. O anjo louro caiu um silêncio mortal. Seu corpo agredido a socos balançava quando Chacal e seus olhos nunca pararam de vazar, mas seu rosto ficou frouxo enquanto choque roubou sua mente. Eu literalmente ouvi o estalo quando sua mente quebrou. Não! Eu fiquei louca. Eu resisti e chorei, sem me importar que o meu corpo não poderia suportar o movimento com seus ferimentos. Nada mais importava, mas ficar livre. Eu queria matar Chacal de Couro. Eu queria resgatar pobre o Anjo Loiro. Saia dela! Não era justo. A pobre moça. A menina inocente pobre. Ferocidade soprou as drogas claras para um momento precioso e eu gritei: —Vai se foder! Desça dela, seu filho da puta. Dor. Intensa, dor irradiada. Eu vomitei, ativando dores no peito. A agonia rodou na minha cabeça, ameaçando me bater para fora. Branco Roedor ficou acima de mim com um par de alicates. Seus olhos eram sombrios, mandíbula definida. —Veja o que você me fez fazer. Saiba! Eu olhei para baixo, já de volta no poço de alucinações.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu dedo médio foi partido em dois. Osso se projetava de pele e sangue corria livremente. Vermes apareceram a partir da ferida, balançando no ar. O pulsar cresceu cada vez pior. Eu queria rasgar a minha mão fora apenas para ser livre dela. —Nããooooooooo! —Sim. Foda-se sim. — Chacal de Couro ofegava, cio mais difícil em sua vítima. Ela apertou os olhos e suportou. Chorei. Ele estava doente, tão doente. Eu abri minha boca para dizer a Chacal Couro para parar. Para deixar o seu ser, mas um laço de pânico me laçou. Retaliação significa dor. Minha língua apresentou na minha boca e meus olhos voaram para Branco Roedor. Ele acenou com o alicate no meu rosto. —Você está aprendendo ainda? Contra tudo, sim, eu estava aprendendo. Meu corpo tinha sido recondicionado. Minha mente escravizada a produtos químicos. Tudo o que eu achava que sabia tinha sido reprogramado. A dor foi medonha. A dor foi atroz. Eu queria fugir da dor e evitá-la para sempre. Nunca mais eu imploro a linha fina de paixão e doce, doce agonia. Nunca mais eu quero Q me tocando. Nunca mais eu quero me encontrar na bagunça que eu me tornei. Eu estava totalmente, realmente perdida. Chacal de Couro gemeu, bombeando mais difícil, sacudindo a cama quando ele veio. O anjo louro meio suspirou, meio soluçou quando ele puxou para fora dela.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O pequeno alívio que ele tinha terminado com ela foi arruinado quando seu olhar caiu sobre mim. —Dê-me cinco minutos, puta. Então eu sou todo seu. Meus lábios se afastaram para rosnar, mas a mordida de metais a frio cercou meu mindinho. Branco Roedor murmurou: —Você tem certeza que quer dizer o que você está prestes a dizer? Eu apertei meus olhos. Se eu disse que sim, eu poderia forçálos me matar. Eu poderia fazê-los me dar a minha liberdade. Diga-o, Tess. Esteja feita com isto. —Ela provavelmente não, mas eu vou dizer por ela. Aquela voz. A suavidade ecoando, a borda fina de violência. Eu conhecia aquela voz. A partir de outra vida. Uma vida mais feliz. Meu coração pegou seu ritmo lento, tão oprimido pelo cansaço que mal funcionava. Levou toda minha energia restante para torcer minha cabeça para a porta. O magnífico anjo corvo negro de minhas alucinações estava de volta. Sua envergadura de três metros encheu a sala, o que provocou o fogo ébano e fúria assassina. Um bando de corvos se agitou em torno dele, transformando a sala de fusão em um redemoinho de penas. Branco Roedor girou e enfrentou essa nova visão. Suspirei e desejei com todo o meu coração que ele fosse real. Eu queria que ele fosse real, de modo que eu pudesse finalmente relaxar e estar segura novamente. —Como diabos você entrou aqui? — Branco Roedor rosnou, andando em direção à invenção da minha imaginação, empunhando o

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

alicate. Corvos gritavam e atavam, chovendo pouco de preto e bombas com olhos redondos e bicos amarelos, mas não o impediu. Ryan o Ogro apareceram atrás da minha aparição, lançandose para o anjo. Mas Q girou rápido demais e um estrondo alto encheu a sala. O crânio de Ryan explodiu em uma névoa fina quando o seu corpo se desintegrou no chão. Branco Roedor substituiu, jogando o alicate para baixo à medida que mais anjos derramaram no quarto. Preto-voado Q disparou em minha direção, penas farfalhando quando seus olhos foram sobre mim em horror. Eu queria dizer ao meu sonho para me levar. Para me salvar. Eu não me importava se deixando significava a morte. Não se eu podia ir com ele. Leve-me. Eu estou pronta para sair. Eu estou pronta para ir com você. —Franco. Attrape ce fils de pute.37 Pisquei quando um homem apareceu por volta de asas pretas de Q. Seu peito muscular brilhou com ouro pele e olhos de esmeralda brilharam como luas gêmeas. —Seria a porra do meu prazer, — murmurou homem ouro. —Espere. Não, — Branco Roedor disse, pressionando com força contra a parede do molde crivado o choro. Homem Ouro lhe deu um soco no maxilar quadrado, resmungando de satisfação quando ele bateu no chão. Meus olhos dispararam de homem ouro para o anjo Q quando ele chupou uma respiração irregular. —Tess... — Sua voz torturada acariciava meu corpo. Estremeci. 37

Pegue aquele filho da puta.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Porra. Eu sinto muito. — Ele estendeu a mão para me tocar, mas se conteve. Seu rosto se contorceu como seus ombros de cerdas com auto-aversão. —Isso tudo é a porra da minha culpa. Outro homem apareceu ao lado dele. Brilhando com uma luz de safira, a sua beleza do velho mundo me fez um sorriso. —Q. Não aqui. Fique junto, cara. Não acabou ainda. Q ficou em pé e empurrou para trás, gritando de raiva. —Você vê? Você vê o que eles fizeram, porra? O homem safira pegou o rosto de Q em suas mãos grandes, forçando-o a olhá-lo nos olhos. —Sim, eu vejo. Mas você tem trabalho a fazer, lembra? Por um momento, parecia que o anjo Q pretendia destruir o homem à parte, mas, eventualmente, ele trincou o maxilar e se afastou. —Você está certo. Ele girou para me encarar. A agonia em seus olhos ligados até que nada existia, mas firme determinação. Sua grande mão pousou no meu pulso, atrapalhado com a corda. Eu suspirei, olhando para ele, querendo derramar as suas penas, sentir a suavidade de suas asas. Uma vez que meus pulsos estavam livres, ele passou o polegar sobre a minha pele tatuada, com o rosto em espasmos com tal terrível remorso. —Eu vou fazer disso o trabalho da minha vida para mantê-la segura, Tess. Tu es à moi.38 E Eu nunca vou deixar você para baixo novamente. Liberando-me, ele virou-se para os meus tornozelos. —Ele veio para você, Tessie. Isso é bom. Ele fez mais do que eu já fiz. 38

Você é minha.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Brax ficou em cima de mim, sorrindo suavemente. Eu balancei minha cabeça. —Ele não é real. Eu finalmente quebrei, Brax. Eu não estou retornando após isso. Eu estou deixando. Morrendo. Eu não me importo, desde que eu não tenho que viver esta vida mais. Ele balançou a cabeça. —Você vai sobreviver. Você sempre faz. A visão despedaçada quando Q se inclinou sobre mim, pressionando a testa contra a minha. Eu respirei seu aroma profundo, me afogando em almíscar e algo inebriante, um cheiro mais sujo de sangue e suor e trabalhar. O rosto de Q torceu com a dor de partir o coração. —Eu estou indo para matar os homens que fizeram isso com você. Eu sou vou torná-los gritando. — Sua raiva me deu bofetadas, enviando minha espiral frequência cardíaca. —Ele vai bater em você. E você merece pelo que você fez. — Minha mãe apareceu. Q tocou meu rosto suavemente, mas eu gritei. Esperando mais dor. Esperando mais tortura. Ele empurrou para trás, olhos cristalinos de remorso. — Alguém me dê a porra de um cobertor! Seu rosto se aproximou do meu novamente, olhos claros procurando os meus. —Tess. Vou buscá-lo. Eu juro sobre o túmulo de minha mãe que eu não vou te machucar. Você não tem nada a temer. Eu prometo. Não há nada a temer. Não há nada a temer.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Como ele pode dizer isso quando ele chicoteou você, Tessie? Ele tirou sangue de você. — Brax fez uma careta em Q, cruzando os braços. —Eu pedi para isso, no entanto. Eu queria. Eu implorei para ele. —Mesmo quando eu disse as palavras, eu não podia lembrar-me por que eu gostaria de pedir por tal agonia. —Você, Tessie? Eu não tenho tanta certeza... Tempo disparou para frente e outro bloco de consciência foi roubado. Esfaqueamento, dor intensa no meu dedo me consumido. Alguém passou uma peça de roupa de cama em torno, mas já manchado de sangue do algodão. Engolindo em seco, eu notei algo quente e arranhado me cobrindo, afugentando o frio gelado. Eu tinha vivido durante semanas. Músculo duro me embalou; Q murmurou: —Eu vou te levar para casa e corrigir isto, Escrava. Escrava. A palavra me chocou no meu estupor drogado; Eu pisquei. Q me carregou em direção à porta, suas asas de ébano brilhavam com todas as cores enquanto caminhava sob lâmpadas pendentes. Sua mandíbula estava coberta por uma sombra mais espessa, linhas gravadas a boca, e seus olhos eram velhos e sono cansado. A tensão não estava de acordo com a perfeição da minha ilusão. Por que o meu anjo parece tão... Tão humano? Meus olhos distorcidos cintilavam com outra visão. Uma imagem de Q em um terno amarrotado sujo, transportando-me como se eu fosse uma possessão há muito tempo perdida. Algo que ele não tinha

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

intenção de nunca deixar ir novamente. Raiva permeava em torno dele enquanto tristeza chorou por todos os poros. Meu coração pegou seu ritmo pouco triste. Q me encontrou. Ele está aqui. —Não seja tão estúpida. — Minha mãe zombou. —Ele não estava olhando para você em primeiro lugar. Ninguém quer você, Tess. Pare de fazer essas histórias fantasiosas. Meus pulmões vacilaram na busca de respirar quando dor ricocheteou em torno de mim. Por que ele veio? Afinal, eu era um inimigo agora. Eu machuquei mulheres. Eu tinha sangue embaixo das minhas unhas e uma matança manchava minha alma. —Você é r-real? — Eu sussurrei, estremecendo com a dor em meus pulmões. Q vacilou, olhos claros de ligação com o meu. Por um momento interminável ele apenas olhou, sua boca apertada e murmurou, —Eu sou real. Acabou, Tess. Você está segura. Eu tentei sorrir, mas centopéias mastigaram meus lábios. Estremeci, pronunciando: —Isso é bo-bmm. Veja, Brax. Ele veio. Brax apareceu, passando a mão pelo meu cabelo suave. —Ele fez, Tessie. Mas você não pode ser tão ingênua em pensar que você pode voltar para o passado. Não agora. Não depois do que você fez. Meu coração feito em pedaços. Ele estava certo. Os músculos de Q agrupados debaixo de mim, me içando maior, trazendo meu peito para seu rosto. Tremia enquanto ele sussurrava palavras torturadas em meu pescoço. —Sua mente não está quebrada. Sua mente não é quebrada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

De alguma forma, eu não acho que ele falou comigo. Ele divagava em francês. — Si vous me l’enlevez, je le jure devant Dieu je vais... Je vais.39 Ele não terminou. Em vez disso, ele me baixou em seus braços, empacotando-me apertado, e rugiu para Branco Roedor, —Você, porra, achou que poderia fugir com isso? Mulheres e estupro? Tráfico? Drogas? Você é um homem morto e o único lugar que você está indo é para o inferno. Eu garanto que seu cadáver será cortado em pequenos pedaços. — Q mastigava cada palavra. Sua raiva era palpável, enchendo a sala com a tensão de espessura. Olhei para cima, enfeitiçada com a forma como as asas farfalhavam com ferocidade e ele ficou tão rígido e inabalável. Olhou para Franco. —Traga-os. Os alicates, também. Q virou-se e saiu da sala. Eu me enrolei mais apertado em seu corpo quando o corredor em torno de nós, faz-me sentir como se eu morasse na barriga de uma cobra extremamente grande. Meu dedo estalou ameaçando me mandar para a escuridão novamente, mas eu segurei. Mais insetos vieram a mordiscar meu cérebro e uma procissão de visões arrastaram atrás de nós. A minha mãe, pai e Brax todos seguiram quando anjo Q me levou para a segurança. Q abaixou a cabeça. —Eu vou retribuir o que eles fizeram escrava. Marque minhas palavras de merda, eles vão desejar estarem mortos antes que eu terminei. Uma explosão de calor me encheu quando asas negras se espalharam ao redor de nós, aprisionando-nos em um casulo. Sua gostosura era uma fogueira contra a minha pele gelada, e ele me carregou como se eu fosse uma pena. Uma pena danificada e quebrada. 39

Se você tirá-la de mim, eu juro por Deus que vou foder... Eu vou...

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu não confiava em mais nada. Isso não podia ser real. Eu tinha feito nada para merecer tal poupança. Se apenas isso fosse real. Se ao menos eu estivesse sendo levada embora. Talvez eu estivesse morrendo. Talvez meu cérebro criou seu próprio senso de finalidade. Dizer adeus a Q. Majestoso Q com suas asas de corvo e nuvem de corvo. —Você está morrendo. Confesse seus pecados agora, criança, ou você nunca vai ser bem-vinda para o céu. — Minha mãe. —Confesse como você arruinou nossa vida. Como você arruinou a vida do seu irmão. Como você arruinou o coração de um homem. Apenas morra. Engasguei com o intenso ódio brilhando nos olhos de minha mãe. Eu não podia acreditar na dor que ela tinha causado. —Eu nunca quis... Ser um fardo. — As lágrimas que eu estava segurando todo esse tempo derramaram. Uma vez que elas começaram, não iriam parar. Q parou com um solavanco. —Não, escrava. Pare com isso. Você não é um fardo. Nunca. — Com a mão trêmula, eu estendi a mão e peguei uma pena negra oleosa de suas asas. Elas tremiam quando ele envolveu mais apertado em torno de nós como um escudo. Corri meus dedos sobre a pena. —Confesso tudo. Eu sou inútil e quero morrer. Então eu desmaiei.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Treze e

Você é a minha obsessão, eu sou sua posse. Você possui a parte mais profunda de mim...

Palavras perdem todo significado. Tornei-me uma criatura de sofrimento. Tess queria morrer. Minha Tess. A mulher que fez o meu coração continuar batendo recorreu à última opção disponível. Ela quer morrer. Ela quer me deixar permanentemente. Tudo o que ela tinha vivido tinha sido demais. Foi-se a mulher forte que eu conhecia, substituído por uma sombra, um holograma danificado do que costumava ser. Meus braços se apertaram tão difícil que me preocupava em parti-la pela metade. Meu corpo inteiro sofria nervoso com horror ao pensar que eu mesmo a tinha, eu a tinha perdido. Eu estava atrasado. A imagem do bastardo nu fudendo com seu pênis ranço e a menina loira estuprada lamentavelmente ao lado de Tess na minha mente. Meu coração queimou com horror quando vi que Tess se parecia com a loira. Seus cabelos eram tão parecidos que rasgou minha

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

alma em pedaços com o pensamento de ter sido tarde demais. Tarde demais para Tess parar de ser estuprada. Tarde demais para impedi-la de sofrer tal tragédia novamente. Mas eu verifiquei. Quando Tess desmaiou envolvi seu dedo, eu me certifiquei de verificar que ela não tinha sido usada. Matou-me ao invadir a privacidade dela, mas eu precisava saber. Eu tinha que saber. Eu não iria viver comigo mesmo se ela tivesse sido violada novamente. Não depois de Lefebvre. Não depois do que ela passou comigo. Nenhuma pessoa deve passar pelo o que Tess passou. Eu queria uivar para a lua sangrenta e derramar meu corpo em favor de algo vicioso com garras e dentes e não na porra da consciência. Eu queria ser o diabo. Minha mente desmembrada de pensamento racional. Eu não conseguia pensar direito. Eu duvidava que eu jamais fosse são novamente. O fato de que Tess não estava sangrando entre as pernas me ajudou a ficar humano por um pouco mais. Tess não pesava nada em meus braços enquanto eu a levava de volta do jeito que veio. Ela tinha perdido tanto peso que ela parecia um fantasma. A delicada loira fantasma, com tantas contusões pretas por todo o seu corpo ela parecia uma porra de dominó. Meu

corpo

não

parava

de

tremer

com

cada

emoção

continuando elevada. Eu queria matar. Malditamente matar, matar e matar. Tess goleou, com o rosto amassado por ter sofrido alucinações. As marcas de faixa em seus braços deram uma história vívida de apenas o que ela tinha sofrido. Eu ficava implorando mais e mais. Sua mente não está quebrada.

Sua

mente

não

está

quebrada.

Uma

vez

que

ela

desintoxicasse, ela ficaria bem. Eu tinha que acreditar nisso. Meus dentes batiam duros quanto eu me lembrava do que ela tinha dito. Ela

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

conversou com a porra do Brax. Ele morava em sua mente, sussurrando para ela, oferecendo todos os tipos de conforto. Por que ela não sonha comigo? Eu daria qualquer coisa para ela pensar em mim. Para encontrar conforto na minha mente. Você não era reconfortante. Você era seu mestre que tocou com sua mente. Como poderia ela sempre pensar em você com carinho? Eu não podia responder e isso me matou de novo. Vindo para a bifurcação no corredor, eu virei à esquerda, em direção ao grande chão de fábrica, de onde teríamos escapado. Nós encontramos o antigo armazém de transformação de peixe depois de um dia de subornar o chefe de polícia. Ele teve moral e recusou-se por um tempo, mas, depois, tinha descoberto através de outros meios que Smith pagou por baixo os funcionários do aeroporto para transportar sua carga. Eu admito que enlouqueci com o pensamento de Tess voando para longe de mim de novo. Peguei o chefe de polícia pelo pescoço e tirei o meu punhal, tudo ao mesmo tempo em que Franco vigiava para não incomodarem. Confrontado com a perda de sua vida, o bastardo da polícia derramou suas entranhas. Ele sabia de Smith. Ele sabia o suficiente para me faz querer exterminá-lo, também. No entanto, uma vez que ele gritou, nós fomos embora. Alguém iria matá-lo. Eu tinha outros homens que eu queria fazer sangrar. Minha pele não iria parar o rastreamento que entramos no composto, movendo-se em sombras e silêncio. Quando eu encontrei Tess, meu coração explodiu espontaneamente em cacos. Eu nunca tinha me sentido assim antes. Tão fraco. Então, com medo. Então, impotente. A tensão em torno da minha garganta apertou mais forte quando eu olhei para a mulher inconsciente em meus braços. O sangue

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

escorria através do pano em torno de seu dedo, e eu nunca seria capaz de apagar a imagem de seu osso furando através de sua pele. Sua mandíbula estava inchada e sombreada, enquanto outros abusos marcaram sua pele perfeita. Cada marca perfurou um buraco em minha alma. Se ao menos eu nunca fosse trabalhar. Se eu fosse forte o suficiente para ser aberto e dizer a Tess que me importava profundamente com ela. Ser corajoso o suficiente para compartilhar todos os segredos e jurar cada promessa. Se ao menos eu tivesse lhe pedido uma prova que ela tirou a porra do rastreador. Por causa de mim o Red Wolverine viu através dos meus atos e vingou-se em Tess. Ele conseguiu cortar minhas bolas fora e me enterrar vivo tomando a única coisa que eu não poderia viver sem. Eu fiz isso por ser egoísta. Eu a queria demais para deixá-la ir, mas, ao mesmo tempo em que vivia em constante perigo graças a mim. E isso só iria piorar. A palavra era que eu matei estupradores que vendiam mulheres. Ameaças de morte foram chegando e eu sabia que tinha que matá-los, antes que eles me matassem. Eu segurei Tess mais perto, querendo o meu calor para entrar em sua forma de congelamento. Franco apareceu, caminhando em minha direção, levando a outra garota loira que havia manchas de sangue no interior das suas coxas. Ela estava em branco como um cadáver e seus olhos tinham uma expressão que eu conhecia muito bem: a expressão de nenhuma voltar. Uma embalagem vazia, onde uma alma tinha voado livre para fugir da realidade. Assim, muitos escravos tinham vindo para mim com aquele olhar. Eles foram os mais difíceis de corrigir. Para persuadir a voltar para seus corpos e não deixá-los ir para algum lugar no qual não haveria volta. Franco apertou sua mandíbula e não disse uma palavra.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Abracei Tess cada vez mais difícil e caminhei em direção à parte de trás do armazém. Todo o lugar estava preto com sujeira e fedido. Não usado por anos, ele tinha encontrado um novo propósito: o tráfico. Normalmente, se eu encontrasse um lugar como este, eu enviaria Franco e alguns de seus melhores homens. Eu gostaria deixálos se infiltrar e sujar as mãos. Meu perfil como CEO era muito bem conhecido para por o risco de ser um vigilante. Mas eu estava por cima agora. Eu poderia entrar em um pouco de "matar a porra do estuprador”. Desta vez eu iria rasgar cada filho da puta em pedaços. Gostaria de dançar nas poças de refrigeração do seu sangue quando queimasse todo o lugar. Q. Mercer já não existiria. Eu não me importava com minha empresa ou imagem. Agora, tudo o que me preocupava era esmagar cada filho da puta que machucava mulheres. Quem feriu a minha mulher. Foi-se o meu ato. Esta seria a primeira vez que eu me deixaria totalmente ir, e eu não queria testemunhas. Eu planejei saborear a matança. Arraste-o para fora, insultar minha presa até que ele implore. E então, quando eles não podiam mais falar de tanta agonia, eu iria despachá-los sem piedade.  Frederick tomou a equipe Alpha para arrebanhar os babacas restantes enquanto o esquadrão Beta tem encontrado mais de vinte meninas em várias salas. Tess tossiu alto em meus braços. Meu coração deu uma guinada no som. Não era bom. Ela estava doente. Sua palidez e febre assustaram-me. Franco murmurou:  Ela vai ficar bem. Nós só precisamos levá-la para casa. Casa. Um lugar onde eu costumava ser livre, mas não mais. O momento que Tess entrou na minha vida, ela me pertencia. Eu nunca

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

seria livre novamente. Eu nunca quis ser livre novamente. Se Tess pensou que ela iria me deixar, matando a si mesma, ela me odiaria por toda a eternidade, quando eu a mantivesse viva. Soaram passos atrás de nós. Franco e eu viremos para encarar a multidão de pessoas que chegavam a partir do corredor. O chão de fábrica cavernoso com velha máquina enferrujada e correias transportadoras decrépitas congratularam-se com ambos os traficantes e os escravos. Frederick apresentou as mulheres desnutridas e sujas. Eles piscaram quando chegaram mais perto. Franco murmurou para a menina em seus braços  Você pode aguentar firme sozinha? A menina levou um tempo para responder, e mesmo assim foi um aceno vago. Franco acomodou em seus pés, certificando-se de que o cobertor a cobria. As meninas pararam, apertando as mãos umas das outras, procurando freneticamente ao redor da sala. Agora seus braços estavam livres, Franco caminhou em direção a sua equipe que tinha armas treinadas sobre os dez ou assim traficantes que se mudaram para frente em uma mistura de ódio e culpa. Quando o idiota nu que havia estuprado a menina loira andou, Franco lhe deu um tapa em torno da cabeça. Eu nunca tinha visto um olhar tão negro de raiva nos olhos de Franco. Ele sempre tinha sido tão bom em escondê-lo, mas eu imaginei que esta noite foi à primeira vez para todos nós. Ele mataria e amaria e eu deixaria. Havia o suficiente para nós dois para saciar nossa fome assassina. A violência seria permitida enquanto esses filhos da puta existissem.  Onde é que você quer que eles?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Perguntou Franco, olhando para mim com raiva brilhando em seus olhos. Eu balançava Tess em meus braços, posicionando-a mais alta o tempo todo, eu coçava para ir e terminar o que eu prometi. Examinando o melhor lugar para um massacre, eu apontei com o meu queixo.  Alinhe-os ali. Diretamente no meio do chão da fábrica, com a correia transportadora para suas costas e janelas pintadas com spray para frente. Ninguém iria ver e, às duas horas da manhã, eu duvidava que alguém ouvisse. Mas só para ter certeza.  Amordace-los. Todos eles. Franco sorriu firmemente.  Nenhum problema. Eu fiquei congelado com um caprichoso, Tess inconsciente em meu aperto enquanto Franco ordenou a todos para os joelhos e dirigiu sua equipe para encher embalagens antigas em suas bocas antes de selar com fita adesiva.  Coloquem as mulheres do lado de fora. Eu pedi a um dos homens de Franco. Elas não deveriam ter que ver isso. O homem acenou com a cabeça e fez sinal para que as mulheres fossem. Elas se arrastaram para longe, olhando por cima dos seus ombros, vendo seus sequestradores a última vez. Depois que eles foram embora o estuprador nu tentou se levantar e lutar.  Você não vai se safar com essa. As pessoas virão e cortaram suas gargantas em seu sono. Eles vão dar uma recompensa por sua cabeça.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Franco o empurrou para trás, quase forçando seu punho dentro de sua boca enquanto colocava-o como um Peru de Natal.  Estamos contando com isso, seu cabeça de merda. A mais de seu tipo que abateremos melhor. O homem de camisa azul e calça jeans-obviamente a porra do líder disse baixinho:  Você está cometendo um grande erro, meu amigo. Basta levar sua garota e irem, mas deixe o resto com a gente. Vou fingir que isso nunca aconteceu e eu não vou dizer ao Wolverine coisa alguma. Minhas mãos se apertaram em torno de Tess. Este foi o desgraçado que ordenou cada coisa diabólica que tinha sido feito para a minha mulher. Eu tremia com ferocidade, forçando-me para não quebrar a forma frágil de Tess.  Você não é a porra do meu amigo e eu vou levar a minha menina e sair, mas eu não vou deixar você vivo. Eu dei alguns passos mais perto.  O Wolverine já está morto. Assim como você. Uma mulher choramingou; o meu coração endurecido como pedra. Seus longos cabelos negros estavam emaranhados, suas bochechas esticadas com a fita adesiva sobre sua boca. A mulher envolvida com o tráfico de mulheres? Eu não podia pensar em algo mais traiçoeiro. Ela seria a primeira a morrer. Alguns

homens

choraram,

alguns

gemeram,

outros

imploraram, gorjeando em torno de suas mordaças, mas caiu sobre em orelhas surdas. Nenhum um dos meus realizou qualquer compaixão. Nós estávamos lá para fazer a raça humana o favor de obliterando tal maldade. Minha mandíbula apertou. Era hora de ficar sujo. Hora de sangrar minhas mãos em homenagem à mulher que me pertence.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu fui para Frederick. Ele me deu um aceno de entendimento no momento que seus olhos caíram sobre Tess. Sua cabeça caiu como uma boneca de disquete no meu ombro. Eu não podia suportar a idéia de colocá-la para baixo. Mas eu não tinha escolha. Frederick fez contato visual, pedindo silêncio para levá-la. Eu desviei o olhar, querendo tanto beijar Tess e fazer tudo desaparecer de sua mente. Eu queria que ela acordasse e sem danos. Mas eu nunca iria viver comigo mesmo se eu não matasse cada último bastardo. Eu tinha que abrir mão dela... Por agora. Lentamente, eu inclino meu corpo em direção a ele. Frederick aproxima-se, escova meus braços com o seu e prepara-se para levá-la.  Espere. Eu digo rapidamente. Frederick não diz nada, afastando-se. Eu rolei meu pescoço, centrando-me. Limpei a garganta, de frente para os homens e mulheres que ganhavam a vida roubando a vida dos outros. A polícia não os tinha punidos. Karma não se importava. Mas eu? Eu me importava uma porrada, e eles estavam prestes a obter suas justas recompensas.  Vê esta mulher? Eu segurei Tess maior, elevando os braços como se estivesse em uma pira pronto a explodir em chamas.  Vocês fizeram isso com ela. Meus olhos vidrados recordando a lutadora, a mulher incrível que capturou o meu coração, e não a ave que não voa em meus braços. Minha voz saiu mais grossa, com ódio.  Vocês roubaram tudo dela. Vocês roubaram toda a sua vida não uma, mas duas vezes, porra. Eu não sei o que se passa nas suas cabeças. Eu não quero saber. Eu sempre me classifiquei como um homem justo, mesmo embora todos os dias eu combatesse desejos

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

negros. Eu vejo a satisfação que uma promessa pode trazer. Eu vejo a tentação para o dinheiro e a chamada escura da luxúria. Mas o que eu não vejo é como vocês perderam a humanidade. Vocês me adoecem. Vocês me dão nojo, e eu prometo que ninguém vai se importar quando vocês apodrecerem em seus túmulos sem identificação. A linha de mais ou menos dez homens se contorcia em seus joelhos, testando as cordas em torno de seus pulsos, trabalhando as mordaças. A mulher abaixou a cabeça, mas continuou olhando para mim com o mal preto. Ela era uma verdadeira psicopata. Sem sentimentos ou senso de certo e errado. Fiz um gesto para Frederick tomar Tess. Ele veio para frente e abriu os braços, aliviando-os abaixo do meu. Meu corpo rasgou em pedaços quando o peso gentil de Tess foi transferido de meus braços ao seu. Ele embalou com tanta compaixão que eu sofri um parafuso de ciúme verde quente. Eu ataquei, apertando os dedos em volta do braço de Tess. Frederick congelou, me observando atentamente.  Ela é sua, cara, eu entendi. Ela vai ser sempre sua. Eu vou apenas mantê-la segura para você enquanto você vinga sua honra. Levou tudo que eu tinha para relaxar meu aperto e acenar a cabeça. Eu estendi minha mão para Franco, que estava à minha direita.  Dê-me o alicate, Franco. Frederick respirou fundo e entrou apressadamente para trás, segurando a cabeça de Tess em seu ombro. Imediatamente Franco obedeceu, passando sobre as ferramentas usadas para quebrar o dedo da minha mulher. Andei para frente até que eu pairava sobre a linha de frente dos traficantes. A mulher psicopata endureceu – muito estúpida para ter medo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

 Corte suas cordas e a levante. Franco obedeceu sem questionar, cortando as amarras. Agarrando seus longos cabelos negros, ele içou-a de pé. Suas narinas acima de sua mordaça e ao primeiro sinal de medo brilhava em seu olhar. Franco colocou seu grande braço em volta dos ombros, mantendo-a no lugar. Aproximei-me mais, batendo o alicate em minhas mãos.  Qual é a sensação de ser um traidor de seu próprio sexo? Você gosta? Ela olhou, inclinando o queixo em desafio. Sorrindo friamente, eu coloquei o alicate no bolso e estendi a mão para minha cintura. Puxei libertando a faca que eu tinha usado para matar o Wolverine e seu filho. O punho sentiu justo no meu punho, pedindo-me diante. Utilizando a ponta da lâmina extremamente afiada, eu cortava a fita adesiva. Ela se encolheu quando eu a peguei e uma pequena linha de vermelho apareceu. Eu tive que ouvir o seu raciocínio antes de morrer. Eu tinha que entender o que levou as pessoas a fazerem coisas como essas. Cuspindo o saco de serrapilheira, ela sussurrou:  Vá para o inferno, imbecil. Eu vejo você pelo que você é. Você pensa que porque você usar um terno de fantasia você é diferente de nós. Você está mentindo. Você é o único que quer prejudicar e vender as mulheres. Não é a resposta que eu queria. Eu bato no seu rosto. Sua cabeça vai para o lado e ela tropeça. Frederick se afastou ainda mais, protegendo Tess em seus braços.  Você acredita em redenção, vadia?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha voz foi destacada, assassino frio e preciso. Ela aperta os lábios, negando-me uma resposta. Eu passo o alicate em torno da orelha dela. Ela murmura:  Sim. Eu serei perdoada. Meus lábios se curvaram em um rosnado. Eu peguei a mão dela, empurrando-a para frente. Ela lutou, mas não fez diferença. Franco estendeu a palma da mão para levar a minha faca quando eu peguei o alicate do bolso. Em um movimento rápido, eu inseri o dedo na ferramenta desagradável. Ela respira fundo, se contorcendo no aperto de Franco, mas foi inútil. Eu sussurrei.  Eu estou levando sua vida. Você vai morrer e se tornar nada. Nem mesmo um grão de pensamento, ou sussurro de segunda chance. Eu quero que você saiba que, quando eu tirar a sua vida, eu estou xingando-a para as entranhas do submundo. Estou envolvendo você em maldições para que sua alma nunca suba novamente. Minha mão torceu o alicate e ela soltou um grito ímpio. Seus dedos cederam quando eu bati o osso e Franco a empurrou para longe dele. Ele me jogou a faca em um trecho curto, eu cortei sua jugular. Assim como Wolverine. Por um milésimo de segundo seu pescoço ficou intacto, em seguida, sua carne se abriu em um corte irritado vermelho, jorrando no meu peito com o sangue vermelho brilhante. Quente e picante jorrou como se ela não conseguisse ficar em seu corpo por mais tempo. Suas mãos voaram para sua garganta, seu dedo quebrado a um extremo horrível, tentando estancar o sangue. Ela borbulhava em vez de gritar. Seu coração batendo rapidamente apressou sua morte como litros de carmesim expulsos através do corte. Amarrados e amordaçados os traficantes congelaram, olhando horrorizados. A

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

constatação de que não haveria se afastando de mim. Que tinha conhecido a sua merda de máquina e tinha minutos para viver. A mulher tombou de joelhos, antes de cair em seu rosto com a última bomba da força vital encharcando o concreto. Ela contraiu a última. Minha voz soou alto e clara.  O seu sangue irá se misturar hoje. Todos vocês. Vocês trabalharam em conjunto, vocês vão morrer juntos. Olhei para Franco, que assentiu.  Senhores. Disse ele à sua equipe. Instantaneamente, os mercenários vestidos de preto destravaram suas armas. Balançando a cabeça, eu disse:  Muito impessoal. Segurando a faca ensanguentada, acrescentei:  Nada de armas.  Vocês ouviram ele falar. Coloque as suas armas para baixo. Franco retrucou. O som de facas sendo puxado livre de bainhas vaiou ao redor da sala. Eu apontei para a porra do líder em sua camisa azul Pouncy.  Não ele. Então olhei para o cara nu que tinha estuprado a menina loira.  Ele também. Ambos são meus. O mercenário se mudou para frente, em pé atrás de uma vítima. Blair, um dos homens de confiança de Franco que parecia um deus norueguês de guerra, colocou a faca pela garganta de um

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

traficante, seu ombro tenso e pronto. Escuridão miou dentro, fervilhando de espessura e rápido; eu me deixei ser consumido. Isto é para você, Tess. Eu nunca senti a necessidade de ser tão bárbaro, mas a besta chamada a tiros. E ele queria sangue. Ele queria uma piscina olímpica cheia de sangue.  Juntem-se

na

morte,

vocês

serão

entrelaçados

no

purgatório. Eu não tenho pena de você. Meus olhos encontram o de Franco.  Faça. Foi um show horrivelmente mórbido no momento que os mercenários cortaram o pescoço de sua vítima de uma só vez. Morrer balidos e orações sufocadas por suas mordaças. Cachoeiras de vermelho jorraram, espirrando contra o concreto. Um por um, os seus corpos se contorceram e convulsionaram, com o envio de sangue das veias. Franco se aproximou e murmurou em meu ouvido.  Posso ter o estuprador? Seus olhos pretos brilharam, e eu senti uma camaradagem como nunca antes. Monstro para monstro. Eu balancei a cabeça. A cena terrível da morte jogada fora. O ar ficou repleto de metal e ferrugem. O cheiro doce de morte seguido não muito tempo depois que seus corações pararam. Meus olhos foram para Tess ainda inconsciente nos braços de Frederick. Seu dedo envolto as pressas estava quebrado em cima de um cobertor áspero marrom. Seu rosto pressionado contra a pólo preta de Frederick. Qualquer coisa, ela parecia pior do que antes, sua pele pálida. Eu precisava tocá-la. Afirmar que ela ainda estava viva e que continue assim. Percorrendo as poças de sangue, eu fui para Frederick e coloquei um beijo tão delicado quanto possível na testa de Tess.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Frederick segurou-a firme, enquanto eu acariciava seu rosto e tentava fazer com que o meu coração parasse de martelar contra minhas costelas. Ela ainda está viva. Seus olhos azul-acinzentados se abriram as pupilas dilatadas, até agora, eu tinha medo que as drogas em seu sistema pudessem matá-la. Mas seu olhar apegou o meu com inteligência, lutando arduamente para ser livre.  Você está coberto de sangue... Ela parou chiado no peito e tossiu. Maldição, eu tinha que levá-la a um médico. Vê-la tão doente me deu um soco no estômago. Eu sorri suavemente.  Escrava. Estamos saindo em breve. Estou me vingando e, em seguida, vamos para casa. Frederick fez uma careta.  Sério, Q? Chamando-a de escrava em um momento como este? Seu olhar de desaprovação me irritava.  Tu ne sais rien.40 Eu tentei me manter equilibrado, mas a raiva me fez murmurar:  Não me julgue. Ele não entendia. Escrava havia se tornado um termo carinhoso. Doendo com ternura, encapsulando tudo o que tinha acontecido entre nós. Tess murmurou algo incoerente e eu escovei meus dedos pelo seu rosto febril.  Tess, o que você quer que eu faça? Que sacrifício lhe daria um encerramento? 40

Você não sabe.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Baixei a cabeça contra a dela.  Diga-me, escrava, e eu vou fazer isso acontecer. Diga-me o que irá parar seus pesadelos e trazê-la de volta para mim. Por um tempo ela não respondeu. Então seus olhos se abriram e sua voz tremia de raiva.  Eles não têm corações. Eu quero ver se é verdade. Frederick ficou tenso.  Q... Não tome isso literalmente. Que coisa estúpida de merda a dizer. É claro que eu levei literalmente. Tudo o que eu podia ver estava segurando um coração preto em minhas mãos enquanto os líderes pereceram. Meus olhos se estreitaram quando Tess deslizou de volta para a flacidez. Ela parecia tão inocente, tão quebrada enquanto dormia, mas a parte negra em mim reconheceu a parte negra dela. Quanto escuro você corre? Como somos iguais verdadeiramente? Seu único pedido me contou mais sobre Tess que quaisquer perguntas que eu poderia ter pedido. Ela queria os seus corações. Ela queria a parte mais integrante de uma pessoa, um símbolo que representou a compaixão e o amor. Ela queria que isso esculpisse os homens que a machucaram. Seria a porra do meu prazer. Fiquei mais reto. Frederick recuou um pouco, balançando a cabeça.  Q. Não. Basta colocar um fim a isso e está feito. Ela não vai se lembrar. Eu rosnei.  Não é o ponto em que ela não vai se lembrar. É o fato de que ela pediu e eu prometi. Eu jurei que ia estabelecer cadáveres de

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

seus sequestradores em seus pés. E eu quero dizer para entregá-los em pedaços. O pedido de Tess ecoou na minha cabeça: Um coração para um coração. Uma vida por uma vida. A vida para a última batida da morte. Isso era justo. Apenas justo. Tempo para entregar o coração do homem que roubou dela, para deixar o passado para trás.  Vai, Roux. Eu não quero você aqui. Tome Tess de volta para o avião e prepare-se para sair.  Você não será capaz de executar a partir das memórias se você fizer isso, Mercer. Sua morte vai ser boa o suficiente.  O que você faria se a Angelique lhe pedisse para cortar o pênis do homem que estuprou ela? Ele baixou a cabeça antes de responder.  Eu iria cortar fora seu pênis e alimentá-lo com ele.  Exatamente. Adeus, Frederick. Ele virou-se para sair e eu levantei minha voz para o quarto.  Todo mundo vai. Espere por nós no aeroporto. Os homens limpavam as lâminas na despedida aleatória na esteira rolante e desapareciam silenciosamente a partir do quarto. Frederick foi com Tess embalada em seu abraço. Uma vez que eles tinham ido embora, eu espreitava de volta para Franco. Ele teve o líder e o estuprador em seu aperto, tanto amarrado e amordaçado, olhando para mim. Agarrando o ombro do líder, eu disse:  Faça o que quiser com ele. Mas não desça para o fundo do armazém. Eu vou voltar quando eu terminar.  Entendido.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Nós seguimos nossos caminhos separados, e o líder lutou enquanto eu o empurrava em direção à escuridão. Ele não estava muito para trás, mas estava profundamente em sombras. Perfeito. Eu o joguei na correia da transportadora. Ele torceu o rosto para mim, os olhos queimando de largura, tentando articular em torno da mordaça. Eu arranco a fita, levantando uma sobrancelha.  Quaisquer últimas palavras antes de eu cortar você? Cuspindo, ele zombou,  Então você é o mestre que não se deixou jogar. Minha mão enrolou mais difícil em todo o cabo da faca; suor e sangue tornaram-se escorregadio.  Eu sou o homem que sabe o certo e o errado. Ele riu.  Não, você vive em negação. Um dia você vai ver a verdade. Mas, por agora, você vai matar os outros que fizeram uma reverência para as necessidades que eles têm. Ele se inclinou para frente, mas eu empurrei-o de volta. Ele sorriu.  Isso vai acontecer. Você não pode ignorar para sempre quem você realmente é. Um dia, a decisão não será mais sua, e quando isso acontecer, operações como a nossa será a sua graça salvadora. Suas palavras foram um tiro de bala em meu coração. Eu não deveria deixar isso me afetar, mas aconteceu, porque ele estava certo. Ele estava certo e é por isso que eu lutei tanto. O pensamento de que esses

lugares

ofereciam

as

mulheres

subservientes

seduzido

à

escuridão e me fez tremer com querer doente, mas eu também era mais forte do que eu já tinha sido.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess me ensinou que eu posso precisar magoar os outros, mas sua força me impediu. Todos os dias, eu me preocupei que eu iria desistir, que eu ia tirar e tornar-me o meu pai. Eu poderia finalmente me encaixar. Ser como esses bastardos sem alma e não lutar mais contra uma guerra constante. Mas eu tinha mais fé em mim mesmo agora. Graças a Tess. Ela provou que deve haver algo de bom dentro de mim para merecer tal criatura como ela. Ela me salvou de muitas maneiras, e eu nem percebi até agora. Meu peito se encheu de orgulho.  Eu sou mais forte do que você nunca vai ser. Eu tenho uma mulher que vê a luz dentro de mim. E eu nunca vou parar de tentar ser o melhor que posso ser para ela.  Não é o suficiente. Mais cedo ou mais tarde você vai rachar. Você vai matá-la e se tornar como nós. Eu tremia de raiva.  O dia em que eu desistir é o dia em que eu me mato. Eu quis dizer isso como uma ameaça, mas ressoou com um juramento. Eu jurei na minha alma que acabaria com a minha vida se eu me tornasse como esses homens. Os olhos do homem se estreitaram e ele pressionou com mais força contra a correia transportadora, à procura de uma saída.  Apenas me deixe ir e eu vou dar-lhe o que quiser.  Não há nada que eu queira de você. Eu corri a lâmina através de meus dedos, acrescentando:  Para além de seu coração. Ele engoliu em seco. Ele sabia o que estava por vir e, finalmente, concluiu que não seria rápido. No momento em que o brilho de horror encheu seus olhos, eu me lancei para ele. Soquei-o na

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

mandíbula, eu joguei-o sobre a correia transportadora. Grades de peixes espalhadas pelo chão. Agarrando alguns, eu fiz brevemente o trabalho feito de amarrar seu corpo atordoado ao cinto. Ele empurrou, testando a força dos meus nós.  Espere. Vou dar-lhe qualquer coisa! Gritos encheram o armazém do outro lado da escuridão. Franco tinha começado a trabalhar sobre o estuprador e seus gritos acalmam minha alma. Ele merecia tudo que Franco deu e muito mais. Eu agarrei a gola da camisa do cara e com uma fatia rápida, cortei-o em dois com a minha lâmina.  Por Favor. Vou dar-lhe qualquer coisa. Você diz. Você quer salvar as mulheres? Tudo bem, vou dar-lhe todos os nomes e contatos dos homens que vendemos para todo o ano. Eu não mordi a isca. Eu sabia que os homens de Franco já teriam invadiram os escritórios e a cada último resquício de informação neste lugar esquecido por Deus. Tudo o que eu precisava para futuras missões de resgate já era meu. Ouvi calmamente a sua mendicância desmedida e encolhi os ombros do meu blazer manchado de sangue e desfiz minhas abotoaduras. Cada movimento era predatório e sem pressa, arrastando os últimos minutos de sua vida. Enrolei as mangas, não tendo o cuidado de limpar muito sangue das minhas mãos para a camisa preta. Outro grito tocou em torno das paredes e um riso impiedoso seguido rápido. Meu coração batia mais grosso, mais lento. Minha mente afiada até que tudo o que eu vi foi o homem na minha frente. Eu não pensava em Tess. Eu não pensei sobre repercussões de tal retaliação brutal. Tudo o que eu pensava era sangue.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Baixei os olhos e deixei-me ser livre. Eu destruí minhas paredes, abri à gaiola, e rosnei como o animal raivoso que era. O falso deixou de existir. O meu verdadeiro estava pronto. O líder tremulava em sua pele branca.  Eu estava errado quando eu disse que você é como nós. Você não é. Eu ri, pegando a lâmina. Eu arrastei a ponta para baixo do seu esterno, circulando em torno da coisa que Tess pediu para recuperar para ela.  Não, eu não sou como você. Eu pressionei a lâmina e o homem gritou quando eu perfurei sua caixa torácica polegada a polegada. Havia maneiras mais fáceis. Eu poderia cortar seu diafragma e chegar para cima para seu coração. Mas eu queria o trabalho duro de quebrar suas costelas enquanto eu trabalhava em direção ao meu objetivo. Ele não ia morrer uma morte fácil. Eu queria que ele estivesse vivo o tempo todo enquanto eu o massacrava.  Je suis pire.41

41

Eu sou pior.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Quatorze

Deixe sua marca, sua cicatriz na minha pele, eu vou me curvar para baixo para você, meu rei.

Bem, eu espero que você esteja feliz.

Você provavelmente

não vai morrer, — minha mãe sussurrou em meu ouvido. Deixei de saber o que diabos estava acontecendo. Eu vivia em constante dor no meu dedo e o frio doendo em meus pulmões. Eu não sabia onde eu estava mais, ou se eu tinha sonhado com o anjo Q ou não. —Não dê ouvidos a ela, Tessie. Estou tão feliz que você foi encontrada a tempo. — Brax olhou para minha mãe. Ele nunca gostou dela. Eu não o culpo. Ela não era muito simpática. Tempo espaçou novamente e imagens quebradas vieram em pequenos pedaços de quebra-cabeça. Braços

aquecidos

Homem

da

década

de

1920

me

carregando. Homens – hordas deles. Todos sentados em algum lugar luxuoso com as mãos ensanguentadas no colo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Motores e perda de gravidade como um jato me levou longe, muito longe de pesadelos. —Fique comigo, Escrava. Estamos quase em casa. — Q estava diante

de

mim,

sua

camisa

preta

brilhante

com

umidade

vermelha. Suas mãos estavam manchadas e pulverizadas de carmesim camuflado em seu rosto. Ele parecia um monstro. Um homem que matou por mim. Meu coração disparou com medo. Será que ele me mataria, também? Depois de tudo que eu fiz, eu merecia o mesmo destino. —Você fez isso? — Será que o que... O que estou pedindo? Q levantou algo demoníaco. Algo cheio de gordura e tendões, pingando

horrivelmente

na

palma

da

mão. —Eu

tomei

o

seu

coração. Tirei tudo dele, Tess. — Ele se curvou aos meus pés, colocando o músculo macabro no chão. —Para você. Que ele possa dar-lhe a força para voltar para mim. Zumbido de pás do helicóptero quebrou meu pequeno devaneio e, pela primeira vez em muito tempo, eu pensei em sexo. Eu pensei sobre Q e na surra me fodendo no helicóptero. Eu pensei sobre o modo como ele capturou meus pulsos e me fez tão vulnerável. Não

lento,

queimadura

sensual

começou

na

minha

barriga. Não há necessidade de ter o toque de Q me rendendo cheio de luxúria. Eu só sentia vazio. Tempo vazou em uma grande alucinação confusa onde pás de helicóptero me rasgaram em pedaços e os motores de avião me devoraram até cuspir fora, queimado e carbonizado em chamas.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Uma sacudida me acordou e eu gemi com a terrível dor na minha mão. Alguém, por favor, corte-a. Eu não podia resistir ao excruciante mais. —Leve-a para dentro, — disse alguém. —Eu já chamei o médico. Eu não conseguia me concentrar em qualquer coisa. Eu não poderia escapar da prisão que meu cérebro tinha se tornado. —Aprenda, menina. Retaliação é igual a dor. Da próxima vez, eu não vou ser tão amável. — Homem branco rugiu dentro da minha mente. A memória de ser ferida teve lugar central no meu estupor, repetindo, me batendo em torno da cabeça com as duras lições mais e mais até que fiquei com medo dos meus pensamentos. Eu não conseguia falar. Eu não podia sequer pensar. Se eu falasse fora de hora? A pobre loira seria morta e eu ficaria magoada. Lentamente,

o

nevoeiro

transformou-se

em

tremores

e

alfinetadas de agonia. A coceira de antes rastejou de volta para a minha pele e eu gemi. Não consegui ir até a retirada. Seria usado contra mim. Fariam reter a droga até que eu fizesse o que eles quisessem. E gostaria de fazer o que quisessem, como eu era fraca, tão fraca. —Ela está em convulsão. Depressa! Eu

saltava

e

balançava

em

algum

tipo

estranho

de

transporte. As contusões gritaram e meus pulmões enchiam com líquido. Tossi duro, rasgando minha garganta com catarro.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu não sabia o que estava acontecendo, mas o meu corpo não gostou. Minha temperatura de pele desenvolveu esquizofrenia. Um segundo me esfriando em profunda Antarctica, e no próximo me transformando em um vulcão borbulhando. Os insetos estavam de volta; suas pequenas antenas e pernas fazendo cócegas no meu interior, fazendo-me desejar que eu pudesse arranhar meu cérebro para fora. —Não! — Eu goleei e alguém bateu a um impasse, apertando seu aperto em mim. —Tess. Fica comigo. Por Favor. A ajuda está aqui. Você vai ficar bem logo. — A voz de Q cortou o besouro carregando o nevoeiro e eu me agarrei a ele. —Coloque-a para baixo. Eu não posso trabalhar se ela está em seus braços. Senti-me mal e enjoada em um segundo, depois voraz e pronta para lutar ao lado. As drogas desbotando, deixando-me em um tumulto. Meu sistema não conseguiu encontrar um equilíbrio, não importa o quão difícil tentei. —Segure-a para baixo. Ela está fazendo mais dano se movendo. Algo prendeu meus ombros e eu ataquei. —Não me toque. De novo não. Por favor, não de novo. — Lágrimas irromperam de meus olhos e eu chorava, lembrando-me das pressões de ossos quebrados e sangue de outras meninas sob as minhas unhas. —Não! Por Favor. Eu não vou mais fazer isso. Eu não vou machucar mais nenhum beija-flor. Eu não vou. Mata-me. Eu quero morrer. — Eu tossi e tossi e tossi, incapaz de respirar, o líquido espesso

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

nos meus pulmões. Meus dedos dobraram e eu arranhei meu rosto, tentando tirar a pele de volta para chegar aos erros e roer em meu cérebro. O barulho da pressão pousou no meu peito quando alguém me

pressionado

algo

macio. —Foda-se,

eu

estou

tão,

desculpe,

Tess. Perdoe-me. — A voz torturada de Q murmurou em meu ouvido quando ele pegou minha mão e eu senti uma agulha perfurar minha pele. Ele.

Ele

era

apenas

o

mesmo

que

eles. Mantendo-me

drogada. Mantendo-me dependente. Fui parar na terra dos sonhos amaldiçoando-o para as profundezas do inferno.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Quinze

Você se arrastou para a escuridão, o meu monstro livre, então gritou, sangrou, conecte para mim, mas nunca diga para parar, nunca fuja...

Suzette

torceu as mãos quando o médico administrou o

anestésico. Franco esperava na porta, observando-me ir além. Eu não conseguia ver direito, o meu coração era uma porra de coelho no meu peito, e meu corpo parecia que nunca iria se acalmar. Segurei a mão de Tess quando ela escapuliu no sono, e eu queria jogar o coração eu tinha cortado a partir do líder para o fogo e vê-lo porra queimadura. —Afaste-se da minha paciente. Quero este quarto só para mim, enquanto eu trabalho, — disse o médico, me empurrando para lado. —Sem chance. Eu vou ficar aqui mesmo. — Eu cruzei os braços, desafiando-o a discutir. A raiva por dentro estava pronta para esmagá-lo se ele tentasse me separar de Tess novamente. Nós fizemos uma careta um para o outro antes de seus olhos caíram para minhas roupas ensanguentadas. —Não é higiênico para você estar perto enquanto eu operar. Vá tomar um banho e volte. Sua empregada pode ficar de guarda.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Suzette piscou, saindo do seu choque com o estado de Tess. Eu não a culpo por parecer um fantasma – Tess já não era reconhecível. Seu cabelo dourado estava úmido contra o travesseiro em aglomerados. A sua clavícula perfurou sua pele com a fome, e suas lindas maçãs do rosto machucadas parecia demasiada gritante para a sua beleza. O pano envolvido em torno de seu dedo quebrado estava com crosta seca de sangue, e estava sem ver todas as contusões. Eu tropecei para longe da cama, segurando a minha cabeça em minhas mãos. —Corrigi-a, porra. Apenas corrigi-a. Eu não poderia estar lá, enquanto o médico inspecionava uma despojada Tess e seus ferimentos. Apenas o pensamento de outro homem tocando-a fazia meu sangue ferver. Eu fiz a coisa sensata. A única coisa que eu podia fazer. Apontando o dedo para Franco, eu pedi, — Olhe-a. Franco acenou com a cabeça, dando um passo mais para o meu quarto. Sem olhar para trás, eu espreitava para o banheiro e bati a porta. O segundo eu não podia ver Tess, ansiedade torcia a minha espinha. Eu coçava para voltar para fora e ter certeza que ela estava exatamente onde eu a deixei como a porra de um cadáver na minha cama. Meu quarto da torre, onde Tess e eu tínhamos concedido o espetáculo do jogo de sangue e chicotes, parecia uma piada agora. Isso já não me dava prazer ou satisfação; tudo o que eu vi foi Tess tão pequena e, exausta, sangrando e drogada. Eu nunca poderia ter a minha forte escrava novamente. Eu nunca poderia bater nela, porque nós dois pertencíamos um ao outro. Eu posso ter encontrado ela, mas isso não significava absolutamente nada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Foda-se! — Gritei, perfurando a parede de azulejos. No mesmo instante, meus dedos gritaram e eu balancei a mão para liberar a dor. O médico estava certo. Eu não deveria estar em torno de Tess quando eu estava coberto da cabeça aos pés em sangue de outro homem. Seu sistema imunológico já lutou muito. Tirando minhas roupas para queimar depois, eu entrei no chuveiro e comecei a esfregar cada centímetro como se eu pudesse apagar os últimos 17 dias de existência. Fazer tudo desaparecer e fingir que Tess tinha estado ao meu lado o tempo todo, sempre segura, nunca a fez mal a ninguém além de mim. Uma vez que eu estava limpo, eu repeti o processo até que a minha pele queimava de limpeza e o banheiro chorava com vapor. Os pontos no meu braço do tiro irritavam, mas surpreendentemente não doeu. A cicatriz faria ser um lembrete constante de que eu fiz para pegar Tess volta. Eu iria usá-lo com orgulho. No momento em que entrei no quarto novamente, vestido com jeans e uma T-shirt preta, o médico tinha limpado Tess com a ajuda de Suzette e envolveu seu peito com ataduras. Ele me viu olhando. —Ela tem duas costelas quebradas de tosse. Ela está severamente desidratada e com necessidades de uso de antibióticos para parar a pneumonia. Pneumonia. Aqueles estupradores malditos bastardos. Eu não podia ficar parado. Eu cerrei os dentes, arrastando as mãos pelo meu cabelo enquanto eu andava. —Ela deve estar em um hospital, mas porque você não vai permitir isso, eu vou ter algumas enfermeiras ficando aqui para administrar os cuidados o tempo todo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Isso mesmo, eu não iria deixá-la ir para o hospital. Ela precisava se curar aqui. Quando eu tinha um sistema de segurança top de linha e uma tripulação de homens prontos para matar e, em seguida, fazer perguntas. Ela nunca ficaria fora de meus olhos novamente. —Quanto tempo para que ela fique bem de novo? O médico me olhou com aborrecimento como se eu fosse um cão infectado por raiva farejando o seu jantar. —O tempo cura tudo. Você precisa ser paciente. Eu parei, olhando. —Não me dê respostas absurdas. Quão mais? Ele olhou para trás para Tess, aplicando pomadas antisépticas nos cortes superficiais e hematomas por todo o corpo. —Vai levar o tempo que precisa tomar. Você vai ser gentil com ela até então. Sem pressa com ela. Ela vai estar frágil quando as drogas deixarem seu sistema. Ela precisa de alguém forte e recolhido, não... — Ele parou e olhou para cima, acenando para mim com o tubo de anti-séptico. — Não um animal feroz que parece que quer rasgar sua garganta para fora. Suzette

se

mexeu,

raiva

irradiando

sua

pequena

estrutura. —Meu mestre encontrou-a e trouxe-a de volta. Não diga que ele... Eu levantei minha mão. Suzette era doce, mas eu não preciso

da

sua

interferência. —Eu

nunca

tinha

machucado-a,

doutor. Basta fazer o que você tem que fazer. Suzette olhou para mim com lágrimas brilhando em seus olhos e eu olhei para longe. Eu não conseguia olhar para ela direito agora. Não enquanto eu mantivesse ligada a minha sanidade mental tão delicadamente. Se

alguém

me

mostrasse

qualquer

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

piedade

ou


The Rose Traduções

compaixão, eu mais que provavelmente, faria uma de duas coisas: vencê-los estúpidos ou explodir em porra de lágrimas. E eu não chorava. Nunca. Ninguém falou uma palavra, enquanto o médico criava um IV e começou o curso de antibióticos sobre Tess. —Sem ter os resultados do trabalho de sangue por alguns dias, eu não sei quais drogas que a fizeram tomar, mas eu adicionei algumas coisas para neutralizar os efeitos da retirada. Ela ainda vai se sentir muito desprezível, mas deve ser suportável. Suportável? Eu não queria que Tess suportasse através disso. Eu queria que ela fosse reparada e dada a ela salubridade de volta. Eu queria que ela descansasse em paz, não ter por meio de agonia. —Dê-lhe algo mais forte. O médico balançou a cabeça. —Vou avaliar uma vez que ela vier ao redor novamente. Não me diga como fazer o meu trabalho e eu não vou perguntar como você chegou a pintar-se do sangue de outra pessoa — Seus olhos endureceram, tivemos um concurso de mijo. Suzette limpou a garganta, quebrando o silêncio. Mudei-me para a janela, olhando para fora. Eu precisava fazer alguma coisa – tudo para me impedir de enlouquecer. O médico levou o seu tempo com o exame completo, em seguida, voltou sua atenção para reparar o dedo de Tess. Ele encolheu-se uma vez que desembrulhou. —Quem eram essas pessoas? — Ele sussurrou.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu peito se encheu de orgulho. Ele usou eram. Passado. Mesmo o médico com a sua moral brilhante sabia que os bastardos não estavam vivos. Está

certo. Eu

quebrei

um

jogo. Eu

os

encharquei

na

gasolina. Eu roubei suas vidas e os fiz queimar em uma antiga fábrica de peixe no Rio. A memória do fogo ardente ajudou a limpar minha mente um pouco do que eu tinha feito. Quase como se colocasse um ponto final gigante no final de uma frase sombria e perturbadora. O que aconteceu lá viveria comigo para sempre, mas o fogo fez tudo desaparecer. O médico lavou a mão de Tess em um liquido laranja de esterilização e Suzette realizou um lenço para sua boca, engasgando com a visão horrível. Ela deu um salto. —Eu, hein... Eu vou voltar. Franco evitou a partir da porta, deixando Suzette sair. Fiz um gesto para ele ir também. Ele balançou a cabeça e desapareceu. Eu fiquei bem onde eu estava como o médico realinhando o osso e acrescentando alguns pontos onde a pele tinha sido perfurada. Depois de concluído, ele manchou mais com coisas laranja e envolveu com uma tala e gaze. —Será que ela vai ser capaz de usá-lo? — Minha voz era calma, mas eu queria bater o meu punho na parede. O peso esmagador da culpa roubou o oxigênio dos meus pulmões. Eu fiz isso para Tess. Deixei que ela recebesse. Eu a deixei

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

pavonear por aí com uma baliza de rastreamento do caralho em seu pescoço. Como é que eu ia viver com essa culpa esmagadora? Tess

caiu

para

o

homem

errado,

homem

inútil

que

nunca, jamais perdoaria. O médico concordou. —Com o tempo, sim. Não espere um milagre durante a noite, mas o corpo humano tem uma incrível capacidade

de

tricotar

juntos

e

superar

lesões

que

parecem

insolusonáveis. Eu explodi. —Com o tempo. Com o tempo! Isso é tudo que pode dizer. — Eu joguei minhas mãos, olhando para a cortina que escondia a cruz de Santo André, onde eu chicoteie Tess. Normalmente meu pau ia endurecer. Ele poderia se contrair e inchar com a lembrança de machucá-la, mas nada. Nada, porque a mulher forte que me fez tão gostoso para ela apenas respondendo tinha ido embora. Ela havia sido substituída por alguém incapaz de receber qualquer violência. Eu perdi a lutadora e me foi dada a porra de um pássaro quebrado e eu sinceramente não sabia o que isso significava para mim. A besta dentro de mim lamentou fortemente cavando uma cova para enrolar-se porque ela nunca seria livre novamente. Sim, eu tinha reabilitado centenas de mulheres, pago pela sua cura, persuadindo-as de volta à vida, mas eu nunca fiquei ao lado da cama e cuidei. Isso não estava em mim para cuidar de algo tão fraco.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Doença e fragilidade eram coisas que eu não poderia estar ao redor, e, no entanto, eu não poderia deixar Tess para se curar sozinha. Eu ficaria com ela a cada passo do caminho. Mas por vê-la tão fraca, o meu desejo iria morrer, a minha necessidade de machucá-la iria murchar. Gostaria de distanciar-me a protegê-la de tudo porque ela não conseguia mais lidar com o que eu precisava. Tenho Tess de volta, mas não é o suficiente. O médico ficou de pé, tirando as luvas sangrentas, dando-me um sorriso triste. —Ela vai sobreviver. Agora que ela está aquecida e num ambiente saudável seu corpo vai se curar. Ele juntou suas coisas e se dirigiu para a porta. —Eu vou voltar e ver como ela estava em poucas horas. Eu nunca tirei meus olhos de Tess. —Você se esqueceu de uma coisa. Ele levantou uma sobrancelha, olhando para a paciente inconsciente. —O quê? Eu apontei para o pescoço dela. —Pare com isso. Seus olhos arregalados encontraram os meus. —Desculpe? Ele provavelmente pensou que eu tinha enlouquecido. Tenho certeza que soou como isso. —Ela tem um rastreador em seu pescoço. É assim que eles a encontraram. Eu quero-o para fora. Neste instante. —A fim de fazer isso, eu vou ter que fazer uma incisão. Eu não tenho certeza de que deveríamos, dado o estado de seu corpo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu balancei minha cabeça. —Você não está me ouvindo. Agora, doutor. Eu não vou pedir de novo. — Eu deixei um pouco da minha raiva sair. Eu estava pronto para pedir-lhe a mão armada, se é isso que ele tomasse. Eu já havia perdido para essa coisa estúpida uma vez. Eu não faria isso novamente. Ele engoliu em seco. —Bem. Mas eu quero você fora daqui. —Isso não vai acontecer. — Dando-lhe um prêmio de consolação, eu fui até o final do quarto e sentei-me em uma lateral. — Eu vou sentar aqui e não vou dizer uma palavra, mas eu não vou deixála. O homem suspirou, voltando para a cama. —Você não faz um ambiente de trabalho feliz. — Ele pegou o saco de truques e colocou um pano verde médico sobre o colchão pelo pescoço de Tess antes que estabelecesse um bisturi esterilizado e embalado em cima. Tirando as luvas frescas e abrindo o bisturi, o médico tirou o cabelo de Tess longe, pronto para iniciar. Ela não se moveu, no fundo do sono, e levou uma eternidade para o médico arrastar a lâmina afiada para baixo do pescoço de Tess. Segurei os braços até que um dos prisioneiros de couro estalou e o material arrancou de suas costuras. Sangue. O sangue dela. Minha boca encheu de água a gosto, em seguida, uma onda de náusea me encheu. Você é um merda doente. Você nunca vai saborear o sangue dela de novo, porque você vai torná-la seu trabalho de vida para mantê-la a salvo de qualquer dor a mais.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu iria proteger Tess de mim. Gostaria de cuidar dela, cuidar dela, mas nunca amá-la do jeito que eu precisava. Nunca mais eu iria machucá-la. O filete de como o médico inseriu um par de pinças em seu pescoço vermelho enviou-me cambaleando de volta para o armazém. —Pare! —Nunca, — Rosnei, cavando minha lâmina mais profunda. A faca afundou através de suas costelas e eu serrei cartilagem, suando com esforço. Eu clivei-o polegadas aberta por polegadas; ele gritou mais alto com cada fatia. Cortei um buraco no peito e lambi os lábios no momento em que morreu. A sensação de sua cavidade quente e úmida quando eu retirei o seu coração, me renasceu a algo monstruoso. Seu coração ficou frio enquanto descansa em minha palma. Meu primeiro e único pensamento foi: Eu tenho que dar isso a Tess. —O que você quer que eu faça com isso? — Perguntou o médico, tilintando o pequeno rastreador em uma bandeja cirúrgica, quebrando meu devaneio. Atiro para os meus pés, eu corro em direção a ele e pego a bandeja. Desviando de cabeça para baixo, eu deixo a vida arruinar a terra no dispositivo na minha palma da mão aberta. Manchas de sangue quente mancham as mãos limpas. O médico franze os lábios em desgosto, mas não diz nada. Eu não podia esperar outro momento.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Avançando para a porta, eu encontro Franco no corredor. O pobre homem olhou batido. Olhos ocos, rosto magro, e uma borda de arame que petrifica quem soubesse o que ele fez para o estuprador na noite passada. Eu tinha visto os restos. Eu pisei sobre os dedos dos pés, desmembrados, e pênis, mantendo um sangrento coração em minhas mãos. Estávamos um par desagradável de trabalho, mas através de matarmos juntos foi concedida uma espécie de paz que não obteria se o tarado fosse condenado à prisão. Demos-lhes justiça justa. Acabamos com eles —Ela está fazendo tudo bem? — Ele perguntou, olhando para a minha mão fechada. — Sim, o médico está costurando-a agora. Eu preciso de você para ficar com ela até eu voltar. Vous, ça va?42 Eu não conseguia me lembrar da última vez que qualquer um de nós dormiu. Não seria muito mais tempo até que todos caísse e queimasse. —Não. Eu consegui. — Ele passou por mim, batendo meu ombro. —É um prazer trabalhar com você, Mercer. —Da mesma forma. — Eu dei-lhe um sorriso tenso e desci as escadas. Eu consegui manter a minha calma todo o caminho através da casa. Consegui sorrir para algumas das meninas que havíamos resgatado do Rio enquanto Suzette e Sra. Sucre organizavam pessoal temporário para se certificar que todas tinham quartos e tudo o que elas precisavam.

42

Você está bem?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu continuei andando em um ritmo normal para a direita para fora da porta da frente e longe de casa, mas no momento em que eu estava longe de vista, eu corri. Eu tranquei pelo terreno, indo em direção a uma das muitas dependências na parte de trás da propriedade. Aves voaram, gritando com indignação, e a grama recém-cortada encheu meu nariz com frescor. Derrapando até parar do lado de fora de um dos muitos celeiros convertidos onde os carros de valores inestimável do meu pai descansavam, eu soquei no pino no teclado e entrei no mundo silencioso da mecânica. Eu odiava esses carros e nunca os utilizei. Eu não queria vendê-los, em minha mente prendê-los em uma garagem era uma maneira de furá-lo ao meu pai mais uma vez. Além disso, quando eu fiquei com raiva, eu gostava de tomar a minha raiva para fora nos painéis e puros imaculados estofos. Eu busquei no fundo da garagem, em direção as ferramentas de quarto abarrotadas onde todo o construtor viria nas suas calças com os aparelhos top de linha. Curvando-me, eu coloquei o rastreador manchado de sangue no chão de concreto e caminhei em direção a prateleira onde todos os martelos estavam pendurados. Escolhi o pior, a mais pesada marreta da prateleira e virei-me para enfrentar o pesadelo eletrônico no chão. Uivando, eu balançava com toda a raiva preso dentro e trouxe a ira do martelo em cima dele. Ele bateu em um bilhão de pequenininho fragmentos. Descobriu-se de pequeno a poeira microscópica, mas não o fiz confiar que sua maldade estava realmente morta.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu bati de novo e de novo e de novo. Eu balancei até que minhas costas doíam e suor derramou sob minha camisa. Tudo o que eu podia ver era Tess amarrada à cama, no Rio. Ela,

pele

suada

doentia. Seus

ossos

salientes

e

pupilas

dilatadas. Sua agonia foi causada por este pedaço de merda de tecnologia. Vous avez tout pris de moi!43 Eu bato e bato. Rosnando, esticando, maldição. Não foi até que eu tinha uma cratera do tamanho de uma bola de boliche no concreto quando eu finalmente admiti que já não era operacional. Respirando com dificuldade, eu deixei cair o martelo e deixei descansar onde pousou. As últimas duas semanas e meia apanhou-me em uma corrida e eu tropecei contra a parede. Minha cabeça nadou com o cansaço; meus ossos gritaram por uma cama. Você pode descansar. Tess está segura. Porra, eu pensei que ela estava a salvo da última vez, e ela não estava. Você bateu aquela parede. Você tem que descansar. Eu deixei o meu corpo de deformação para o chão e inclineime sobre os joelhos dobrados. Pela primeira vez na minha vida, eu deixei a fraqueza me consumir e eu entristeci. Entristecido para o que eu perdi quando Tess foi tomada. Entristecido por mim pelo que foi roubado. Porque uma coisa era certa. Tess tinha mudado. 43

Você tirou tudo de mim!

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

E eu temia que eu nunca pudesse recuperá-la.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Dezesseis

Amarrado a uma prateleira ou de joelhos, é você meu mestre que anseio para agradar. Possui-me, leve-me, você nunca pode me quebrar...

A primeira coisa que fiz foi gritar. O sono me deixou, me despejou em um mundo de dor severa. Meu dedo, minhas costelas,

meu...

Pescoço. Foi também

muito. Demais! Em seguida, os bichos corriam de seu esconderijo, refugiandose na minha pele, me mastigando a partir do interior para fora. Larvas mexeram no meu cabelo, cupins furaram por minhas pernas. Eu gritei como se minha alma quisesse fugir. Eu gritei quando cada coisa infernal que eu vivi me esmagou com a força de um caminhão de registro. Culpa de sobrevivência me sufocado, trancando em volta do meu

cérebro

e

coração,

apertando-me

para

o

inferno. Aquelas

meninas. O que eu fiz. Eu não poderia viver comigo mesma. —Atira nela, vagabunda. —Bata mais forte. Mais Duramente!

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Eu vou te foder depois, buceta. Oh sim, eu vou dividir você pela metade. —Veja, Tess. Ninguém quer mais você. Morre já. —Eu estou sempre aqui para você, Tessie. Não desista. —Você arruinou a vida de todos, Tess. Você merece morrer por seus crimes. —Você é forte, muito, mas isso é o seu sangue sob as unhas. Eu não conseguia respirar. Eu não posso respirar! —Saia. Saia. Saia! — Eu dei um salto, logo em seguida cai de volta para baixo. Minhas costelas esfaqueando e eu vi estrelas, tropeçando em desmaio. Tosses molhadas agarraram meus pulmões, me afogando mesmo quando a culpa me empurrou ainda mais na loucura. Drogas. Eu precisava de drogas. Eu precisava de algo para aliviar essa agonia emocional assassina. Eu precisava da poluição atmosférica para me levar para longe, muito longe para que minha mente não rachasse. —Eu quero morrer. Eu mereço morrer. Eu as feri. Todas essas aves. Eu

fiz

isso. Eu

fiz

o

que

eles

pediram. Dê-me

alguma

coisa. Qualquer coisa! Pressão rígida pousou sobre os meus ombros; meus olhos escancararam. —Merda,

Tess. Acalme-se.

O

olhar

torturado

de

Q

encontrou os meus. Ao vê-lo só me enviou num espiral de mais loucura. Ele tinha me encontrado. Assim como eu sabia que ele faria. Mas agora eu nunca poderia ser digna. Eu matei. Eu machuquei mulheres em vez de salvá-las. Eu era o exato oposto do Q e ele me mataria se ele descobrisse.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu

hiperventilei,

ofegante. —Não. Por

Favor. Eu

não

queria. Eu sei que você não pode me perdoar. Mas não me mate. Não. Os erros me comeram mais difícil na minha carne, rasgando outro grito de meus pulmões. —Você precisa implorar se quer algo para parar o desejo, menina. — Homem branco apareceu e eu sabia o que tinha que fazer. Eu agarrei Q, mexendo com as mãos ansiosas, tão desesperadas para a calma do nevoeiro. Eu faria qualquer coisa. Seja qualquer um. Mendigar. Roubar. Mentir. Matar. Oh, Deus. Eu mataria novamente se eu pudesse escapar dessa loucura. —Dê-me o que eu preciso. Por favor! Q amaldiçoou, me içando em uma posição sentada, com os braços fortes. O líquido nos pulmões drenando da posição horizontal para vertical, fazendo a minha tosse ainda pior. Ele

agarrou

meus

ombros. —Não

entre

em

pânico. Tess. Pare. Você está segura. Você está segura comigo, mon amour44. Ele mentiu. Eu nunca estaria segura. Nunca estaria livre da assombração da minha vilania. Não olhe para mim. Não veja os horrores que cometi. —Tess. Maldição, escrava. — Ele me balançou, seus dedos cavando profundamente em meus ombros. Seu toque se contorceu com besouros, beliscando em mim, me devorando viva. Se a culpa não me matar os insetos vão. 44

Meu amor.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Pare com isso. Relaxe. Você vai se machucar. — Q capturou meu queixo, segurando-me ainda e cada coisa abominável que eu tinha feito me sufocou, enviando-me em uma queda livre. Eu puxei o gatilho. Eu balançava o taco de beisebol. Eu risquei. Eu torturei. Eu nunca infligi terminando a agonia nessas meninas. Meu coração se destruiu com cada memória, incapaz de suportar a dor. Homem Branco entrou nos meus pensamentos. —O que foi que eu disse sobre a dor? Executar a partir dele como uma boa escrava. Faça

qualquer

coisa

no

seu

poder

para

evitá-la. Seja

boa. Obediente. Caso contrário, eu vou fazer isso vinte vezes pior para você. — Ele jogou distância o alicate que ocupou e brandia uma tocha de soldagem, segurando-o perto do meu corpo. Eu queria me enrolar e morrer. Esperei a queimadura, o derretimento da minha pele. Eu merecia ser definida em fogo ardente como uma bruxa. Eu era uma bruxa. Maldita e cheia de maldade. —Faça-o. Mata-me! Eu não merecia viver. —Tess, porra, você está me matando. Volte para mim. Pare com isso agora! — A voz de Q mudou de invocar a um rugido. Eu tremia. Eu nunca tinha estado tão perto da morte. Senti-me como se eu estivesse a um passo de minha sepultura. Tudo que eu tinha que fazer era deixar a culpa me consomir e, em seguida, eu estaria abençoadamente livre.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tarântulas rastejaram sobre mim com as suas pernas peludas e eu desisti. Eu renunciei a minha sanidade mental. Q pode ter me encontrado, mas eu perdi a minha mente para o que eu tinha feito. Nenhuma quantidade de ajuda ou cura poderia me salvar. Eu deixo de lado meu esforço apertado sobre a vida e caio. Caindo, caindo, entregando-me à morte. Mas algo aconteceu. Uma parede surgiu do nada. Subindo para estar, cada vez mais rápido. Tijolo por tijolo, argamassa por argamassa, uma enorme barreira impenetrável surgiu entre mim e as memórias horríveis. Eu e o que eu faria tornar. Eu e Q. Eu caí profundamente no coração desta torre recém-feita. Foi só. Estava escuro. Ele ecoou com sons de correntes e ferros, estava fortificado com arame farpado – completamente intransitáveis. O segundo barulho parou e a torre foi totalmente toda erguida e o que eu sentia era libertação celeste. Nada podia me tocar. Sem culpa. Sem dor. Sem lembranças do que eu tinha feito. Eu estava livre. Abrindo os olhos, olhei profundamente o olhar de Q, tentando descobrir o que aconteceu. Ele procurou o meu, seu rosto duro e cansado e tão, tão bonito. —Você está bem? — Ele sussurrou. Sua mão no meu rosto era tão familiar, mas seu toque nunca foi suave. Ele me causou dor e sofrimento. E a minha torre de não permitir tais coisas.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O resto da minha alma se retirou para amontoar profundo na estrutura, sugando até a última emoção, cada coisa que eu já senti por dentro. Um vazio se arregalou, criando um fosso entre o mundo exterior e minha mente fortemente blindada. A culpa foi embora. A dor e as memórias escondidas. Mas isso teve tudo o resto. Esperei a sensação de casa. O amor que eu já senti por Q, ou até mesmo medo. Mas não havia nada além de um grande buraco cavernoso. Tudo o que me fez, tinha desaparecido profundo dentro da minha barricada à prova de bombas. O fosso cheio de bichos rastejantes como a coceira constante de precisar de algo mais voltou. Minha mente pode estar segura, mas meu corpo estava sendo comido vivo por insetos. Q suspirou, acariciando meu rosto. Seus olhos claros nunca acalmaram – rodando com tantas emoções. —Você está segura. Eu nunca vou deixar nada acontecer com você de novo. A promessa cheirava a culpa. Foi uma promessa que ele havia feito antes e uma promessa que ele quebrou. Minhas emoções já não eram acessíveis escondidas atrás dessa barreira de espessura, e eu me sentei lá sentindo nada. Nada. Minha confiança nele estava quebrada. Minha crença de que ele estaria sempre lá para mim, meu monstro no escuro – Se foi. Mas, embora eu saiba que deveria arrancar meu coração, eu só sentia vazio, frio, esquecido. Eu queria ignorar a frieza que eu sentia por ele. Eu queria que o vazio e a parede desaparecessem. Eu queria lembrar. Mas se eu fizesse, eu morreria com o peso da culpa. Eu pereceria em tudo que eu tinha feito.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Focando para dentro, eu atingi a porta da torre recémformada, à procura de uma saída. Mas não havia, sem saída. Nenhuma chave para se libertar. Qualquer que seja que a minha mente tinha feito para me proteger, tinha desligado todo o resto. Meu coração foi se pegar e insensível. O mesmo coração que caiu com loucura e necessidade de Q. O mesmo órgão que inchou com a loucura por este homem que me bateu, me fudeu, me queria. Agora é vazio, uma coisa de razão – gostar murcho, pendurado inútil no meu peito. Q passou a mão no meu rosto, evitando o curativo fresco no meu pescoço. Seus dedos sussurraram pelo meu braço antes de capturar a minha mão. Ele se encolheu quando eu enrolei meus dedos, evitando seu contato. Eu não queria ser tocada. Eu não queria qualquer tipo de contato. Eu não precisava disso. Tudo o que eu precisava era de ser deixada sozinha. Sozinha para sempre em minha torre insensível. Dor gravada seus olhos quando ele engoliu em seco. Sua sombra de cinco horas foi mais mal vestida do que o normal, o seu cabelo descuidado por mais tempo. Ele manteve os olhos treinados na minha mão antes de se inclinar para frente, trazendo a sombra de seu corpo sobre o meu. Seu braço dobrado sob meus ombros, me reunindo em um abraço esmagador. Eu me contorci com claustrofobia agarrada, então fiquei tensa quando eu me forcei a permitir-lhe conforto. Eu não posso querer isso, mas ele fez. E eu não era uma cadela tal rasa para negar-lhe. De alguma forma, eu tinha ido de Tess que cuidou de uma réplica em branco e eu não tinha vontade de voltar. Eu não faria isso sobreviver no passado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q me apertou com mais força, machucando minhas costelas, queimando minhas contusões. Eu não me afastei, mas eu não me mexi para consolá-lo também. Seu grande corpo pressionado duramente contra o meu e tudo que eu podia focar era o vácuo que estava dentro da minha alma. O vago dentro de profundidade. Já não sofro. Você merece estar com dor. Eu não tinha o direito de esquecer o que eu fiz. A dor era a minha aflição ao longo da vida. Dor. —A dor é ruim, menina. Executar a partir de dor. — Homem branco brilhou em minha mente, me roubando dos braços de Q e a segurança de sua casa e me despejando de volta para a masmorra cerrada. O vácuo de repente revertido e vomitou cada lasca de dor dentro de mim. O trauma das drogas, o pesadelo de fazer seu lance, tudo voltou com martelos, me empalando com estacas. —Não. Eu não posso tomá-lo! Minha garganta apreendeu, meus pulmões se afogaram com o líquido, e eu fiquei louca. Eu não podia voltar para lá. Eu não podia passar por isso novamente. Eu queria a minha torre. Eu queria voltar para o vazio e nunca sentir tanta agonia novamente. Os erros rugiram e multiplicaram-se, correndo em cima de mim, suas pinças e garras me arrastando de volta para o inferno. Esforcei-me

para

correr,

mas

algo

me

segurou

firme. Alcançada firme para os insetos me encontrar. —Você levou a minha vida. Você é igual a eles. — Loira beijaflor flutuava diante de meus olhos com um sangrento buraco de bala na testa dela. —Você fez o que eles pediram. Por quê? Por que eu tinha que morrer?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—A dor costumava ser sua graça salvadora, não é? — Homem branco apareceu sobre o ombro de Q, balançando a dedo para mim. —O que eu te ensinei? A dor é ruim. Não me faça chegar ao alicate. Braços se apertaram em torno de mim e eu capotei. — Não. Não. Não. Você não precisa fazer isso. Vou me comportar. Eu prometo. —Porra, escrava. Pare com isso! — Q me balançou tão difícil que meus dentes batiam. —Fica comigo. Não dê ouvidos a tudo que a irrealidade está zombando de você. Por favor, eu imploro! Porra, eu te imploro para lutar. Abri os olhos para a agonia em seu tom. Os olhos de Q estavam vermelhos; sombras escureceram seu desfigurado rosto. Sua mandíbula angular foi trancada e testa franzida com oprimida preocupação. —Luta. Não se entregue. Ok? — Ele abaixou a cabeça, sussurrando seus lábios contra os meus. Seus olhos presos em mim. Eu congelei, tentando controlar meus goles erráticos contra sua boca. —Eu vou fazer de tudo. Diga-me o que posso fazer para fazer isso melhor, — defendeu. Eu procurei no meu cérebro para obter respostas. Algo que iria me ajudar a voltar dos ovos mexidos que minha mente havia se tornado. Mas

nada

fazia

sentido. Eu

não

vi

nenhuma

solução

rápida. No caminho para sair do labirinto eu estava preso dentro. —Coloque-a para baixo. Você está machucando as costelas. Q olhou para a porta, onde um homem apareceu com um casaco branco sobre uma roupa casual. Eu me enrolei, tentando tornarme invisível. Eu odiava estranhos. Odiava que eu não sabia o que esperar – para que pudessem fingir ser boa, mas eles só queriam me estuprar e me matar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Deixe-me voltar para a torre! Dor e medo com crista e a culpa – merda, a culpa, veio para mim com a foice do ceifador, me cortar em pedaços. Q olhou para mim, me arrastando mais perto, não ouvindo as ordens do homem. —Ela está pirando para fora, porra. Você tem que dar a ela algo para as alucinações. O homem chegou mais perto, eu soluçava. —Ele está lá para terminá-la. Você desobedeceu. Ele está aqui para te machucar. — Riu Homem de Branco. Nunca mais eu ia sem uma luta. Pânico fez-me louca e eu mordi o ombro quadrado de Q. —Deixe-me ir. Eu só quero voltar para a torre! Ele respirou fundo, mas não se afastou ou parou. Em vez disso, ele olhou para o médico com tal cansaço trágico em seus olhos. —Basta dar-lhe algo para enfrentar o pior de tudo. Eu não suporto vê-la assim. O homem acenou com a cabeça, e eu tentei me embaralhar dos braços de Q. Nem mesmo a dor nas minhas costelas ou pescoço ou dedo poderiam me impedir de lutar. Eu não poderia passar por mais. Eu não podia. Minha mente já estava morta – Eu nunca iria encontrar meu caminho de volta. Eu gemia quando suor pegajoso brotou na minha pele, me esfriando. Luzes brilhantes irromperam atrás dos meus olhos quando o desejo intensificou. A água na boca, apertando os dentes com necessidade para alguma coisa. Algo espesso e viscoso e nebuloso. Algo que eu não tinha um nome para, mas foda-se, meu corpo queria.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Por Favor. Eu vou fazer o que quiser. Dê para mim. —O que está acontecendo com ela? — Perguntou Q mas sua voz era muito, muito distante. —Ela bateu no segundo nível de retirada. Eles devem tê-la mantido em uma dose alta para que ela esteja tão ruim e tão rápido. A onda de insetos me consumido, todos os tremores e conversas enquanto eles corriam ao redor do meu cérebro. —Dê-me isso. Eu vou te foder. Eu vou fazer isso. Eu vou fazer de tudo! Braços me deixaram ir e eu desmoronei contra o colchão. Eu gritei contra a dor, mas já não podia competir com o desejo. —Você tem que dar-lhe algo. Eu vou sair da merda minha mente se ouvir isto. —Tudo certo. Eu acho que é o melhor que ela durma durante o pior de tudo. Suspensão. Sim. Eu poderia fazer com o sono. Vaga, nunca acorda do sono. Algo

gelado

escorria

em

minhas

veias,

movendo-se

furtivamente pelo meu corpo. Em vez de a fumaça horrível, este era clara e fresca, e isso me concedeu asas para voar longe das lembranças pútridas e deixar tudo trás. Achei a torre e retornei, trancando-me profundamente. Eu estava segura dentro. Protegida. Eu nunca deixaria meu santuário novamente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Após essa primeira manhã, minha vida se tornou um mosaico de fragmentos. Acordar com a necessidade de consumir. Voltando para dormir. Acordar com tosse nos meus pulmões. Voltar para dormir. Acordar no meio da noite para encontrar Q esparramado exausto ao meu lado. Voltar para dormir. Cada vez que eu acordei, os insetos eram em menor número, e eu já não queria estuprar alguém para obter minhas mãos em tudo o que eu precisava. Uma tarde, eu acordei com sentimental, torturada música tocando por toda a casa.

Você me disse que era forte o suficiente. Você me disse que era corajosa. No entanto, agora você se deita ao meu lado e tudo o que posso fazer é salvar. Eu estou aqui por você. Eu estou lá para você. Vou ajudá-la a cada luta. Mas não importa o que eu faço para você, eu vejo sem fim à vista. As letras puxaram alguma parte dormente do meu coração, mas nenhuma emoção cortou minha torre. Desde o primeiro dia, em que eu quase morri do ataque mental, tenho a certeza de nunca mais sair. A torre foi a única coisa que me manteve viva. Foi chocar ou fraqueza que me fez recuar no fundo? Eu não sabia. Eu não quero saber porque, independentemente de como cheguei a viver por trás da minha parede fortificada, eu nunca estava saindo. Eu sabia o que me esperava, se eu já fiz e eu não iria sobreviver.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q ficou ao meu lado, nunca terminando sua vigília. Sempre que eu acordei, ele estava lá para ir me buscar um copo de água, ou massagear as têmporas, se eu tivesse uma dor de cabeça a partir da medicina. Ele tendia a mim com toda a gentileza do mundo. Eu sorri e lhe agradeci. Deixei que ele soubesse que eu apreciei a sua ternura, mas eu queria que ele fosse embora. Q não era um curandeiro ou babá. Para o velho eu ele era uma besta, um homem de temperamento forte, que nunca me deixaria arruiná-lo desta forma. Toda vez que eu o vi, ele mudou. Seus olhos claros perderam o brilho – feroz silenciado, desvanecido, virou para dentro e ilegível. Sua linguagem corporal se transformou de louco para me tocar, a retirada e autoconsciente. Se eu tinha me trancado em uma torre, ele havia acorrentado seu monstro e se esqueceu quem ele era. Nós dois existíamos em outra dimensão, uma que nunca teria um final feliz e que eu queria deixar logo assim que possível. Eu sabia que Q estava se afastando de mim, mas eu não me importei. Eu queria cuidar. Mas

eu

queria

ficar

na

minha

torre

insensível mais. E assim que eu o deixei cuidar de mim, para cuidar do meu corpo todo quebrado, o tempo todo dizendo um adeus silencioso. Deixei que ele se afastasse de mim. Horas

se

transformaram

em

dias

e

meus

pulmões

gradualmente drenaram da doença. Q quase nunca saiu do meu lado, mas

nós

nunca

conversamos. Ele

percebeu

que

eu

tinha

deixado. Quando ele olhou para mim, ele parou de procurar meus olhos, parou de mandar em mim para sair dessa.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele não falou sobre o seu negócio, ou o que ele passou por me encontrar. Existimos como estranhos – nossos papéis invertidos de amantes para paciente e babá. Felizmente, os bichos tinham se transformado de insetos retorcidos em mariposas e borboletas irritantes. A ânsia ainda estava lá, dor nos meus dentes, mas eu podia ignorar. Até

os

meus

sonhos

estavam

vagos

de

emoção

e

pensamento. Na verdade, o sono era uma coisa que não tinha retornado. Eu consegui tirar uma soneca, para pegar descansar aqui e ali, mas à noite, quando Q estava se contorcendo com pesadelos ao meu lado mim, eu olhava para o teto. Você sabe que isso não é normal. Você deve se lamentar. Vá através dos estágios de lidar com a culpa e encontrar absolvição. Eu me ignorei. Eu era mais forte dessa maneira. Eu fiquei viva desta forma. Q deslocou ao meu lado, murmurando em seu sono. —Eu vou te matar. Eu vou matar você, seu desgraçado. — Seu punho agarrou a roupa de cama e ele rosnou, —Eu amo... — Sua perna bateu para fora batendo meu pé. Não doeu, mas o momento em que ele entrou em contato, eu caí direto de volta para o inferno. Minha torre rachou, deixando toda a culpa e medo, e interminável ódio por mim mesma me consumir. —Você acha que está livre de nós. Você não está. Nós estamos vindo. —Ele não te ama. Ninguém podia. —Morre, cadela. Vamos cortar você agradável e bem.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha

cabeça

latejava,

e

minha

barriga

torcia

com

náuseas; Eu seca soltei. A torre me deixou desprotegida do mau, mau lugar para se estar. —Não. Eu quero voltar. Não me faça lembrar, — eu gemi como outros destroços de doença aleijado-me. —Tess? — Q murmurou, meio dormindo. —Merda. — Ele atirou-se de joelhos, ajudando-me a sentar-me. Ele pegou uma tigela da mesa de cabeceira e reuniu meu cabelo para trás quando eu vomitei e vomitou. Eu gostaria que houvesse algo dentro para purgar. Pelo menos, então eu poderia ter parado. Cada onda apertou minhas costelas dolorosas até a minha visão cinzenta nas bordas. —Você me matou. Como você pode! Você não sabe que minha família nunca vai encontrar o meu corpo? — Loira beija-flor chorou. Na minha mente, eu bati na torre, meus punhos crescendo sangrento com a necessidade de ir para dentro. A culpa cresceu mais e mais fundo quebrando a minha mente, fazendo meu coração disparar em direção a uma batida morrendo. —Está tudo bem, Tess. Não lute contra isso. Está tudo bem, — Q acalmou, suas narinas, farejando meu pânico. Depois de dias de nenhuma emoção, eu tinha certeza que ele apreciava algum tipo de reação minha. Seus olhos estavam vivos pela primeira vez, seu corpo tenso e cheio de esperança. Em seguida, a porta na minha torre abriu ampla, caindo de volta à segurança de concessão da minha liberdade da culpa. A ânsia parou e eu empurrei a taça longe, desalojando o aperto de Q no meu cabelo. —Obrigada. Q olhou, balançando a cabeça lentamente. —Como você faz isso? Você estava sentindo alguma coisa. Eu podia sentir o cheiro. E agora você é como uma concha. Você sorri, você fala, você cura a um

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

ritmo milagroso, e ainda assim você não está realmente aqui. — Ele jogou a tigela a distância, raiva tingindo seus movimentos. —Fale comigo, Tess. Diga-me o que aconteceu. Eu desviei o olhar. —Não. Não me pergunte sobre isso. A escuridão no quarto parecia crescer quando Q fervilhava de temperamento. Foi-se a babá; Vi vislumbres do monstro que estava coberto de sangue no Rio. Ele me deu um coração. Ele colocou o coração do homem branco a meus pés. A memória repentina me fez mal e eu fortifiquei minha torre ainda mais. Eu pisei fora da minha segurança duas vezes agora e tudo o que trouxe foi a dor. Eu nunca mais voluntariamente deixar o meu lugar seguro. Não é por Q. Não é por mim. Não é por qualquer coisa. —Você vai falar comigo, escrava. Meus olhos se puseram. —Eu não sou seu escrava mais. Sinto muito, Q, mas o que tínhamos se foi. —Só porque você se recusa a lutar. Eu vi um monte de mulheres voltarem do choque que você está vivendo. Vai levar tempo, mas eu vou estar aqui para você. Eu não vou deixar você ir de novo. Eu suspirei, desejando que eu não tivesse que fazer isso. Eu não quero quebrar seu coração, mas ele tinha que entender. Minha vida como eu conhecia estava acabada. Não importava a semana passada, um

ano,

ou

um

século. Eu

nunca

iria

sair

da

minha

torre

novamente. Eu ia explodir de dor e eu não era forte o suficiente para lidar com essa dor.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Eu sou fraca, Q. E eu não quero te machucar. Mas eu não estou em estado de choque. Esta é quem eu sou agora. —Besteira. Você é uma lutadora. Então, lute, Tess. Eu estou ficando cansado de você me afastando. Você mesmo sabe quanto tempo tem sido? Nove dias! Nove dias de merda onde eu assisti seu corpo curar e sua tração da mente cada vez mais longe. Ele agarrou minha mão, apertando forte. —Eu não vou deixar você fazer isso. Não depois através de tudo que eu já estive. —Eu não posso agradecer o suficiente por me salvar, mas você tem que entender... —Eu não tenho que entender nenhuma coisa maldita. Tudo o que você precisa saber é que eu vou fazer você voltar para mim. Eu não matei o monstro dentro de mim para que eu pudesse te curar e não têla toda. — Ele arrastou as mãos através de seu cabelo. —Eu não sacrifiquei tudo só para assim você poder viver uma meia-vida! Não havia nada para eu dizer. Então, eu não fiz. Eu não tinha vontade de preencher o silêncio doloroso e tenso. Eu não tinha desejo de beijar Q e tirar-lhe a dor. —Eu preciso ficar sozinha, — eu sussurrei. Q bufou. —Sozinha. Você precisa estar sozinha. E sobre o que eu preciso? Que tal falar comigo? Ajuda-me a entender o que você passou para que eu possa ajudá-lo através disso. Fale comigo! Eu respirei fundo e entreguei a minha despedida do servidor. —Eu nunca vou falar sobre isso. Nem para você, ou um psiquiatra, ou Suzette, nem ninguém. Isso nunca aconteceu. Isso não existe. E se você continuar me forçando, você só vai me matar. O peito de Q ficou tenso, o que vibra com tinta de pardais parecia tão abatido quanto o homem. Engoli em seco. —Você quer me matar? Porque se você fizer, mantenha me empurrando. Mantenha me

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

forçando a viver com a culpa. Eu nunca vou te dizer porque se eu fizer, você iria me matar de qualquer jeito. Então, deixe-me em paz. Vai embora. Afaste-se e deixe-me em paz. Os ombros de Q rolaram e sua mão veio para cima. Será que ele vai me bater? Sentei-me mais alto apenas no caso, pronta para aceitar seu golpe. Mas toda a luta drenou para fora dele e ele desceu da cama. Sem dizer uma palavra, ele atravessou o quarto grande e à esquerda. Eu não me movi quando a porta clicou atrás ele. Eu não sentia alívio ou arrependimento ou qualquer outra emoção, mas vazio. Minha mente, pela primeira vez em sempre, estava clara. Eu não tinha resíduo de drogas, ou agonia de dor. Meu corpo estava curando e eu não queria mais nada estranho em minha corrente sanguínea. Agarrando o IV na palma da minha mão, eu puxei-o livre e joguei para fora da cama. Ele balançava e um gotejamento único desembarcou no tapete. Horas se passaram enquanto eu olhava para a escuridão. Insensível. Indiferente. Completamente sozinha.

—Mestre, já faz duas semanas. Você precisa parar de baterse. Não é culpa sua.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Algo bateu contra a parede e quebrou em pedaços tilintando. Q se enfureceu: —Tudo isso é culpa minha. Tess era a pessoa perfeita para ir atrás, a fim de me punir. E porra funcionou porque eu quero me matar por aquilo que aconteceu com ela. Olhe para ela, Suzette. Ela pode bem estar morta, toda a vida deixou dentro dela. Suzette murmurou: —Ela vai voltar. Você vai fazê-la voltar, você vai ver. —Não me a protegi. Eu tentei. Eu fui gentil e paciente. Eu dormia a seu lado. Tenho me oferecido para ouvir e ajudar. Mas nada disso faz bem, porque ela está me bloqueando, porra – e eu não posso encontrar um caminho. Algo bateu de novo e eu mantive meus olhos bem fechados. —Terminei. No momento que puder enviar as meninas para casa elas se vão. Eu não quero ser lembrado sobre nada disso. Eu só quero que tudo vá embora. Eu ousei abrir uma fenda dos olhos. Q andava, correndo as mãos ansiosas pelo meio de seu cabelo mais longo. Não foi elegante como normalmente o favorecia, agora era longo e preso em todas as direções. Suzette estava perto da porta com uma bandeja nas mãos. — Será que você, pelo menos, deixe-me alimentá-la? —Ela não está acordada. Acredite em mim, eu a vi a noite toda. Esperando que ela abrisse esses olhos em branco para que eu pudesse forçá-la a falar comigo. Ele disse a verdade. Durante toda a noite ele tinha me olhado fixamente, e toda a noite eu fingia estar dormindo. Mesmo que eu dissesse a ele todas as noites que eu precisava ficar sozinha, ele nunca escutou.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Se ele me desobedeceu para obter uma reação, então não estava funcionando. Eu não diria. Eu não tinha energia para discutir. Suzette deslizou para frente, sorrindo para mim. —Ela está acordada, mestre. Estou surpresa que você não percebeu que ela estava fingindo. Se eu tivesse qualquer emoção deixada dentro, eu faria uma careta para Suzette. Q virou o rosto para mim, em seguida, correu para a beira da cama. Ele pegou minha mão. Eu queria que ele parasse de me tocar. Ele apertou meus dedos. —Diga-me o que posso fazer para corrigir isso. Porra, me diz agora. Eu estou feito esperando por você para sair dessa. Esperei por um desejo qualquer apertá-lo ou se afastar. Mas a minha torre ficava confortável de tudo. Eu pendurei em uma eternidade de nada. —Basta ir. Retorne ao trabalho. Seus olhos aprofundaram nos meus, mas eles não foram suaves e macios, eles eram dolorosamente afiados. —Meu está trabalho em ruínas. Você sabia disso? Eu difamei a reputação da empresa, tudo em nome de salvar você. —Sinto muito. Vá viver a sua vida como antes de me conhecer então. Antes que eu estrague tudo para você. Ele

olhou

para

longe

antes

que

gritasse,

—Eu não

tinha nenhuma vida de merda antes de você. Você é minha vida. Sem você, eu posso muito bem pegar uma espingarda para minha cabeça e acompanhá-la no chão, porque, Tess, se você me deixar – você é tão fraca para não lutar, então isso é o que vai acontecer comigo. Você vai me crucificar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele se inclinou mais perto, trazendo com ele o cheiro de citrus e desespero. —Então vá em frente, Escrava. Toma a minha vida como eu não sirva para mais nada. Jogando minha mão, ele caminhou passando por Suzette e bateu a porta que se fechou atrás dele. Tudo

o

que

quebrado. Eu estava

tinha

antes

quebrada. Minha

era

bem

alma

e

verdadeiramente

timidamente

tocou

a

parede da torre, querendo liberdade para ir atrás dele. Mas eu matei essa parte de mim. Se eu pisasse livre de minha fortaleza, a culpa iria me encontrar. Os fantasmas me assombrar. Eu morreria de uma avalanche de emoção. Eu levantei meu olhar para focar em Suzette. Ela arrastou para o lado da cama com sua bandeja. De perto ela cheirava a frango e sopa de macarrão, baguette fresco. Seu olhar estava cheio de compreensão pintada em seu rosto bonito. —Você quer falar sobre o que aconteceu? Eu balancei minha cabeça. Como eu poderia falar sobre isso quando

eu

tinha

sido

o

diabo? Quando

eu

tinha

mutilado

e

assassinado? Ninguém queria ouvir a minha situação. Eu não merecia isso. —Eu sei que você deve me odiar por magoá-lo, mas eu não vou falar sobre isso. Não com ninguém. — Meu olhar era uma advertência enérgica. Ela não disse nada quando ela colocou a bandeja no meu colo. Quando nenhuma de nós se moveu, ela sussurrou: —Eu não me atrevo a presumir o que fizeram com você, Tess. Mas se você precisar conversar, eu estou aqui. Eu não disse a você a minha história, e eu não sei se eu deveria, mas o dedo quebrado parece muito com todos os meus dez quando eu foi vendida para Q.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meus olhos voaram no horror de Suzette. Eu bloqueei a dor do alicate com a ajuda da minha torre, mas como Suzette faz? —Quem levou você nunca irá levá-la novamente. Q tem certeza disso. — Suzette acrescentou: — Você não acredita em mim? —Ele disse que não iriam me levar antes, mas eles fizeram. Ele mentiu, Suzette. Mas nada disso importa, porque ele me encontrou. Não foi culpa dele. Eu era a única que deixou a vida ficar no caminho e se esqueceu de retirar o rastreador. Eu arruinei os negócios do Q. Eu trouxe isso em mim mesma. — Minha voz era monótona, nunca subindo com colinas e vales de emoção. —Eu sei que você acha que eu estou sendo boba, mas eu honestamente não posso falar sobre isso. A carga é compartilhada em um peso reduzido para metade, ou no entanto, que provérbio estúpido vai. Mas eu estou falando sério quando digo que o passado está no passado e eu me recuso a pensar, sentir ou mesmo reconhecer o que aconteceu. Suzette afastou uma mecha de cabelos castanhos de sua testa. —Entendo mais do que você sabe. E eu não posso forçá-lo a sair dessa rede de segurança que você criou. Basta tentar e lembrar de todas as coisas que você está sacrificando. —Eu estou... Ela levantou uma mão. —Não vamos pensar nisso. Você é forte o suficiente para ter um chuveiro. Isso fará com que você se sinta dez vezes melhor. — Ela sorriu gentilmente. —Afinal de contas, você tipo cheira como atropelamentos. Meus lábios se curvaram para apenas seu benefício, e eu deixei passar a bandeja e para que eu pudesse ficar em pernas vacilantes.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ela ajudou-me de pé, dando-me tempo para tossir quando os últimos restos de líquido em meus pulmões encheram ao redor. —Cada passo leva você mais perto de ser bem novamente, Tess. E eu vou estar ao seu lado enquanto você precisar de mim. Eu sorri e deixei que ela me levasse para frente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Dezessete

Suspiro e gemo enquanto sento no meu trono, podemos ser monstros juntos para que nunca esteja sozinho...

Eu

já não podia olhar para objetos inanes sem querer

esmagá-los em pedaços de merda. Tudo

me

deixa

puto. Meu

temperamento

grelhado

constantemente, e a impotência que senti quando ele veio para Tess me aleijou. Ela me calou. Ela se recusou a falar comigo para me dizer o que aconteceu para que eu pudesse ajudar a lutar contra os pesadelos por ela. Ela olhou para mim como se eu fosse uma porra de um estranho. Eu quis dizer cada palavra. Se ela desistiu, deu-se sobre si mesma, sobre nós, então eu não tinha mais nada. Ela poderia muito bem ter morrido na porra do Rio. Eu poderia ter ido desonesto e matado todo mundo até que alguém me colocasse para fora da minha miséria. Mas isso não era o pior de tudo. A pior parte foi os pesadelos e as dores de esmagamento de crânio de uma enxaqueca que se recusou a quebrar. Eu morava na codeína e antiinflamatórios para tentar funcionar – para me certificar de que eu estava lá para Tess. Minha uma fraqueza física estava determinada a me matar todo enquanto Tess arrancava meu coração dolorido.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Não importa o que eu fiz, nada funcionou. Eu dormia ao seu lado, cuidava dela. Eu morri um pouco por dentro. A besta odiava vê-la tão mansa e quebrada quando o homem aprendeu uma nova compaixão para cuidar. Mas no dia a dia, hora a hora, a paixão e necessidade que eu sentia por ela passou de amante para irmão. De consumida para confuso. Eu sabia que eu não podia mais machucá-la e a parte sã de mim não queria. Mas a parte de mim que sabia que Tess nunca voltaria queria matá-la mais rápido. Só assim a agonia seria com mais. Ela olhou para mim com tal vazio que ela só me fez afundar ainda

mais

no

inferno. Eu

nunca

seria

capaz

de

tocá-la

novamente. Nunca tiraria sangue ou mostraria a ela o quanto eu me importava com o uso de um chicote ou chicote. Isso foi tudo e eu luto por isso. A besta lamentou que eu nunca mais teria Tess ofegante em prazer-dor, completamente à minha mercê. Mas agora eu lamento um sentimento mais profundo. Eu a tinha envolvido em algodão; Eu a adorava por mais de duas semanas. Eu assisti como seu corpo respondeu ao tratamento, como as contusões desapareceram, e seus pulmões pararam de chiar. Parei de ir para o trabalho para que eu pudesse estar com ela a cada hora. Eu desisti de toda a minha vida para ter certeza de que eu estava lá para ela, mas ela não me queria. Ela não queria o homem com a besta que queria fazer seu grito. Ela não queria o homem que cuidou dela tão docemente e nunca iria machucá-la. Ela não me quer. Qualquer parte de mim.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Frederick assumiu a empresa, e eu não tinha nada a ver com o meu tempo, mas me esconder na minha casa, sendo confrontado com tantas mulheres feridas e quebradas. A besta dentro tremeu e amontoou-se em uma bola. Ele odiava tudo. Ele me pediu para sair. Para executar. Franco me encontrou fazendo o meu caminho para fora. — Senhor, o médico e sua equipe terminaram as suas rodadas diárias com as mulheres. Você precisa deles para qualquer outra coisa antes de sair? — Ele chegou mais perto, me olhando. Franco não tinha me deixado sozinho desde que o maldito Frederick disse a ele para cuidar de minha enxaqueca. Ele delatou-me para a minha própria equipe para ficar de olho em mim. Eu rasguei Frederick por ultrapassar a linha, mas ele só desligou na minha cara. Desgraçado. Franco sempre olhou para mim com a porra de respeito; agora beirava a amizade e compaixão. Mesmo depois tudo o que tinha feito no armazém, ele pensou que eu era fraco. Porra, eu odiava. Eu odeio tudo. Eu odeio todos. Tess fez isso. Tess cortou minha alma e me deixou com nada. —Diga a ele para ir. Eu não preciso dele. — Se eu morresse de uma

enxaqueca

que

assim

seja. Então,

finalmente,

eu

poderia

encontrar a paz. —Você tem certeza? Eu olhei. —Não, Franco. Nunca se esqueça o seu lugar. Ele baixou os olhos, dando um passo para trás. —Não quis te chatear. — Ele saiu sem dizer mais nada, e eu lavrei pela casa que já não era um santuário privado, mas uma casa de repouso para mais de vinte mulheres que tinham sobrevoado do Rio. Bati a porta atrás de mim.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Cinco estavam deixando hoje. E duas deixaram no momento em que chegaram. Algumas estavam doentes e quatro sofriam como Tess, mas nenhuma delas tinha sido ferida tanto quanto ela. Não fazia sentido para um açougueiro itens ligados à venda. A única vítima havia sido encontrada por um dos mercenários: uma loira em uma rasa sepultura com um tiro na cabeça. Eu não tinha propósito enquanto eu andava em torno do exterior da grande mansão. Eu não tinha bússola ou direção mais. Eu precisava ir para uma corrida, ou bater a merda fora de alguns equipamentos de ginástica. Mas tudo o que eu conseguia pensar era Tess. Eu não tive coragem de voltar a vê-la. Eu não poderia estar olhando em seus olhos sem alma vazia. Eu não poderia ser dito para sair novamente. Eu poderia bater nela. Eu poderia atingi-la e, em seguida, eu não seria melhor do que os bastardos que roubaram ela. Bater nela. Chicoteá-la. Forçá-la a enfrentar seja o que for que ela está bloqueando. Mas em vez de me arranhar, incentivando-me a correr de volta para amarrar Tess, a besta enrolou mais profundo no canto, pendurando sua cabeça lamentável. Ele queria parafuso. Para sair e nunca mais voltar. O impulso para correr preencheu meus membros e eu tirei. Eu não estava vestido para um funcionamento – jeans e uma camisa preta – mas eu não podia suportar a angústia mais. Tirei em direção aos campos bem cuidados, correndo de pensamentos de Tess. Eu tomei sob árvores antigas, sugando lufadas de ar enquanto eu ultrapassei meus demônios. Ultrapassei as memórias de suas alucinações e resmungos inquietos. Tentei esquecer que ela falou com Brax em seu sono, seus pais, também.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minhas mãos enrolaram e eu bati em uma árvore quando eu corri passando. Casca apresentado em meus dedos, mas eu não me importava. Eu não me importava com nada, mas em execução.

Duas horas mais tarde, eu mal conseguia me mover e bater a porta da biblioteca atrás de mim. Jogando-me em uma lateral, tentei acalmar a minha respiração, limpando meu rosto suado com a barra da minha camisa. Eu precisava de um banho, mas eu não poderia enfrentar subir as escadas para o meu quarto ainda. A idéia de ver Tess machuca como um filho da puta. Carrancudo na biblioteca, lembrei-me por que eu tinha evitado entrar aqui. Muitas lembranças existia: Tess se levantando para a polícia quando ela pensou que eles viriam para me prender; Tess voltando para lhe oferecer amar. E agora essa porra de amor estava desaparecendo. Se não já desapareceu. Peguei um castiçal pesado da mesa de lado, lançando-o na lareira. Ele se inclinou e bateu contra os tijolos. A violência despertou a necessidade em mim, e eu queria torcer o pescoço de alguém por roubar algo tão precioso de mim. Meu maxilar até meus dentes quase viraram pó. Eu precisava de uma luta. Eu precisava matar a mim mesmo para limpar... Essa... Emoção estranha. Esta confusão de mente torcida. Tudo dentro não fazia nenhum sentido. Quando Tess acordou tossindo e lutando contra seus sonhos, eu a chamei o meu amor. Liguei para ela o carinho mais doce que eu já tinha chamado alguém na minha vida, e ela não reagiu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

É de bom grado abri meu coração para ela e finalmente admiti que eu não apenas me importava com ela. Eu nem sequer já me apaixonei por ela. Eu no fundo do poço a amava com cada centímetro da minha alma do caralho. E nada. Sua fragilidade e doença ativaram outra parte de mim. A parte que levantou-se para ser um protetor e provedor. Minha necessidade de enxugar a testa e segurá-la enquanto ela curou incentivou os lados dormentes de mim a crescer. Senti-me distanciando, retirando-me a partir de um amante cruel que queria machucar, para algo mais suave. Um homem que iria estabelecer o seu corpo, que iria esfolar-se vivo se isso significasse que Tess curaria. Mas aqueles carinho e necessidades aleijaram a besta e eu já não vi Tess como uma lutadora. Por suas próprias palavras, ela estava forçando-me embora. Ela olhou para mim sem nenhuma emoção, não como seu amante que tinha desenhado o sangue dela e sido tão profundo nela, eu machuquei nós dois. Ela olhou para mim como se ela tivesse dito adeus já. Levantei-me, incapaz de me sentar por mais tempo. Agarrando um par de suportes de livros, eu joguei-os contra a mesa. Os estrondos altos quando eles amassaram a madeira e me incentivou a colher mais anarquia. Virando-me mais à besta, eu trouxe um apocalipse no quarto. Arranquei estantes. Acabou. Eu desfiei edições limitadas. Eu me apaixonei apenas para que isso acabasse tão rápido.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu

arremessei

estatuetas

e

chutei

artefatos

de

valor

incalculável. Ela nunca vai ser minha forte escrava novamente. Quando o quarto estava em completa desordem, eu me joguei na cadeira. Sentado

em

frente,

eu

massageava

minhas

têmporas,

tentando desalojar a enxaqueca. Tess atirou em minha mente. Como a cabeça jogada para trás quando eu lambi sua buceta. Como ela gemeu quando eu transei com ela. Como sua pele corava quando eu a chicoteava. Esperei que a besta rosnasse e exigisse que eu fizesse coisas piores. Para ir até lá e tornar-se seu mundo, enquanto eu machucava. Mas meu pau murchou e eu patinei longe de tais coisas. Tudo o que eu podia ver era uma mulher por quem eu morreria, uma mulher que pagou por meus pecados com sua agonia, e tudo que eu queria fazer era envolvê-la em seda e elegância e nunca chegar perto dela novamente.

—Um, wow. Acho que vou precisar de um pouco de ajuda de limpeza amanhã. Meus olhos se abriram, e o inchado afiado de uma dor de cabeça me acolheu de volta ao mundo de infelicidade e horror. Suzette moveu através do quarto escuro, passando por cima de escombros, esquivando-se de lâmpadas quebradas.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Você está bem, senhor? Posso arranjar-lhe alguma coisa? — Ela alisou seu avental, recusando-se a olhar para o bagunça ao nosso redor. Ela provavelmente pensou que eu tinha ido completamente insano. Sentei-me reto, arrastando uma mão sobre meu rosto, tentando dissipar o aperto da dor de cabeça em mim. Minhas roupas estavam duras de suor; eu me senti antigo. —Ela está bem? — Minha voz era um grunhido. Limpei a garganta. Suzette mordeu o lábio antes de responder: —Ela vai ficar bem. Ela só precisa de tempo. Eu fiquei tenso em seu tom. Ela mentiu. — Qu'est ce qu'il ya, Suzette?45 — Seus olhos corriam para longe antes que ela se aproximasse. —Ela me perguntou se você a deixaria usar um laptop e internet. Eu explodi na posição vertical. —Será que ela ainda acha que eu não vou deixá-la falar com o mundo lá fora! Ela não é a porra da minha prisioneira. É claro que ela pode ter um laptop. — Andei em direção a minha mesa e peguei o estepe que eu sempre mantive lá. Se Tess demonstrou interesse em algo, talvez ela iria encontrar seu caminho de volta. Eu não podia esmagar a esperança construindo em mim, mesmo sabendo que ela provavelmente iria acabar me machucando mais. —Aqui. — Eu empurrei-o para Suzette.

45

O que é isso?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ela o pegou, mas não se mexeu. Finalmente, ela olhou para cima e meu coração voou para os meus pés. —O que mais? —Não é o meu lugar, mas eu não acho que você deve deixar que ela tenha. — Ela tentou dar o laptop de volta, mas eu afastei. —Eu não acho que isso vai ajudá-la na recuperação. —O que quer dizer que não vai ajudar? Eu farei qualquer coisa, se isso significa que ela vai encontrar-se novamente. — Eu tremi, lembrando o vazio frio em seus olhos. —Se é o que ela quer, dê a ela o laptop, Suzette. Ela mordeu o lábio. —Eu gostaria de dar-lhe esperança. Dizer que a mesma coisa aconteceu comigo e que o tempo vai curar, mas... neste caso, eu não tenho tanta certeza. Eu acho que algo drástico precisa ser feito, antes de perdê-la. Suzette e eu sempre tínhamos tido um vínculo estreito. Ela fugiu para falar comigo sobre coisas que eu não deveria discutir, mas tanto quanto eu queria resolver os problemas de Tess, para falar sobre o que diabos eu vivia, eu não podia. Eu não iria discutir meus sentimentos por Tess, ou o desespero que sentia. Com um pequeno suspiro, Suzette saiu, levando o laptop com ela. No momento em que ela tinha ido, eu entrei em pânico. E se ela estava certa? E se eu fiz a coisa errada, deixando Tess ter acesso ao mundo exterior? Você não tem nenhuma porra de escolha, ela não é sua escrava. Pela primeira vez, eu desejava que ela realmente fosse. Então, nada disso teria acontecido como fez e nunca deixaria minha casa. Eu poderia bater a merda fora dela por ser tão distante.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu

poderia

ensinar-lhe

vir

de

volta

para

mim,

seu

proprietário. Ela não teria uma escolha. Mas ela não era minha escrava. Ela era a pessoa que roubou meu coração, e eu duvidava que eu já tinha recuperado-o.

A enxaqueca decidiu não me matar quando eu chamei-lhe e sai algumas horas mais tarde. Eu tentei trabalhar. Para adicionar algumas informações sobre as próximas fusões com Frederick via telefone, mas tudo o que eu conseguia pensar era em Tess no andar de cima na minha cama na internet, conversando com quem diabos sabe. Eu não era um idiota ciumento, mas eu estava petrificado com ela bloquear-me ainda mais. Eu não tinha poder sobre ela e eu não estava acostumado com essa fraqueza. A casa descansava em silêncio enquanto eu subia as escadas. Eu não sabia qual era a hora; todos tinham ido para a cama. Quando eu cheguei na porta do meu quarto, eu sofri uma dor terrível de perda. Eu posso ter Tess de volta mas seu coração tinha ido. Eu tinha perdido a mulher que eu queria lutar e chicotear, e amar para o resto dos meus dias, e eu não sabia como agir em torno da estranha quebrada na minha cama. Eu gritei com ela antes. Será que ela se importa? Eu queria que ela gritasse comigo – ter uma briga com ela – qualquer coisa para chamar a emoção de sua alma morta. Minha mão repousava na maçaneta da porta e eu demorei muito para virar e entrar. Pare de ser um covarde.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Pare o meu coração de ferir. Vai matar alguma coisa, então você vai se sentir melhor. Sombras engoliam o quarto quando eu abri a porta e na ponta dos pés andei sobre o tapete. Como a porra de um covarde, esperei até que Tess adormeceu antes de retornar. Eu me escondia na escuridão, não liguei as luzes. Ela dormia com a boca ligeiramente aberta e cabelo emaranhado sobre o travesseiro. Os cachos emaranhados estavam agora agradáveis e limpos. Seu corpo cheirando levemente ao meu sabão laranja do chuveiro. Ela já não parecia um doente mental que precisava de drogas graves para lidar. Ela parecia tão inocente. Ainda sob a pele de porcelana e cabelos dourados se escondia um demônio, uma mulher sedutora que eu queria tanto ver viva novamente. Será que ela ainda existe nesta concha de menina? Será que eu poderia chamar a real Tess livre? Mostrar-lhe o que ela estava desistindo, fechando-me para fora? Pelo menos olhando para ela enquanto ela dormia, eu poderia fingir que ainda pertencia a mim. A paixão ardente que ela usou para possuir tinha ido embora. Ele cortou a minha alma negra e para além dela, para sempre. Minhas mãos crispadas, desejando que eu não tivesse enterrado o coração desagradável do líder em uma das roseiras fora. Eu queria arrancá-la do seu peito mais uma vez. Foi a única parte dele que eu mantive. Se Tess sempre perguntasse por ele, eu estaria disposto a dar a ela. Talvez fosse trazer de volta a sua luta – a paixão que eu precisava ver.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Já era tarde. Eu tinha um inferno de tempo nas últimas semanas, e tudo que eu queria fazer era me derrubar na cama ao lado de Tess. Mas a tensão mental compondo minha dor de cabeça garantia que eu não iria dormir. Minhas mãos foram para a minha cintura, despindo-me automaticamente para a cama. O couro era quente em minhas mãos e eu acariciei como faria um velho amigo. Este foi o mesmo cinto que acolheu Tess de volta para o meu mundo. Talvez ele pudesse fazer tudo de novo. Eu

congelei. O

animal

dentro

levantou

sua

cabeça,

contemplando este desenvolvimento repentino. Se eu acordasse Tess com a mordida de dor que eu oscilei a minha escrava iria me receber. A menina quebrada que não sabia poderia desmoronar ainda pior. Eu seria prejudicial para a sua cura. Não há nada pior do que o vazio que ela vive já. Talvez fosse hora de eu dormir em outro lugar. Para remover a mim mesmo, como ela pediu. Mas se eu fizesse isso, eu nunca iria levála de volta. Eu não queria admitir a derrota. Eu nunca estive tão confuso. Suspirando pesadamente, eu deixei ir o cinto, retirando a sensação de couro tentador em meu aperto. Imagens de Tess na sala de jogos propagação sobre a bancada rugiu para a mente. O som de sua pele sendo golpeado pelo meu cinto ecoou em meus ouvidos. Engoli em seco, observando a silhueta da mulher que me fez viver em constante agonia – um arame de desejo e repulsa. Em seguida, o impulso para esse tipo de torção voou para longe, deixando-me frio e me odiando por ser tal idiota fodido.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess já não era forte o suficiente para esse tipo de merda, e ela me desligou até que a última necessidade filtrou distância. Obriguei-me a olhar para ela, realmente olhar para ela, e eu não gostei do que vi. A perda de peso, a sensação de tristeza sombreada dela mesmo durante o sono. Cada centímetro de mim queria subir ao seu lado e abraçá-la. Para enrolar em volta dela, oferecer a proteção do meu corpo, mas eu estava duro em seu lugar. Minhas mãos não abriram enquanto eu lutei com tantos anseios, nem todos eles fazendo sentido. Eu nunca tinha sido tão vulnerável. Então domado. Eu odiava a falta de controle sobre as últimas semanas. Eu odiava o fato de que esta delicada mulher tinha um poder sobre mim como nenhum outro. Ela poderia me quebrar ao meio, se eu não conseguia mantê-la viva. Ela tinha me quebrado em pedaços por ser tão remota. A besta interior, aquela que desejava seu sangue e gritos, respirava pesado com perplexidade. Ainda queria arrancar dentro dela, para reclamá-la e fazê-la chorar, mas, ao mesmo tempo queria correr longe choramingando e esquecer que ela já existiu. Eu quero te machucar, Tess, mas agora a própria idéia de ouvir você gritar me faz mal ao meu estômago. Q,

você

está

mudando. Você

nunca

se

importou

com

repercussões antes. Apenas a perseguição, a caça, o prazer. Era isso que o amor era? Esta fraqueza sentimental? Esta realidade que alteram a mente que me deixou perdido e confundido? Se fosse, eu odiava. Eu perdi o meu simples, se não constantemente lutando conta a vida. Eu perdi o coração frio que eu tinha construído como uma fortaleza impenetrável. Eu perdi a simplicidade.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess gemeu em seu sono, contraindo-se violentamente longe de um pesadelo. Meu coração disparou quando seus olhos queimaram de largura, apenas para fechar novamente instantaneamente. —Não, por favor, Q. Vocês não me odeia. Você não. Meus joelhos vacilaram, ameaçando me enviar para o chão. Ela pensou que eu a odiava? Não havia nada mais longe da verdade. Seu corpo tremia, então ela se virou para o lado, enrolando em uma pequena bola. O laptop fechado nas pernas mudou e eu o peguei antes que caísse da cama. A bandagem de neve em seu pescoço ajudou a acalmarme. Pelo menos o rastreador que levou a toda essa confusão foi destruído e fora de seu corpo. Esses bastardos nunca machucariam alguém novamente, mas outros iriam tentar. Franco tinha sido dado direitos exclusivos para manter o controle sobre os traficantes que tinham ouvido falar do meu abate com Red Wolverine. As ameaças de morte foram se acumulando e em breve eu teria mais sangue em minhas mãos. Sentindo-me como um bastardo assustador olhando-a no escuro, eu levei o laptop e sentei-me na cadeira ao lado a janela. O luar enfeitou o quarto, o que foi bom pra mim. Eu não merecia o luar com o que eu estava prestes a fazer. Jogando um olhar cuidadoso sobre Tess, eu abri a tampa e esperei que o laptop ligasse. Imediatamente eu entrei para a história, e meu coração apreendeu quando sua conta de e-mail foi aberta. Você certeza de que quer fazer isso? É claro que eu não tinha. Eu não era um espião. Eu odiava isso e tinha que saber o que Tess falou. Mas eu também não poderia

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

viver sem nunca saber. Ela me machucou profundamente não me deixando entrar. Ela se recusou a falar. Esta pode ser a única maneira que eu poderia entender. Eu poderia finalmente decifrar como sua mente tinha rachado e ajudá-la voltar para mim. Eu queria curá-la, não apenas para a sua sanidade mental, mas para o meu bem. Eu não iria sobreviveria por muito mais tempo sem ela.

Minha pele quebrou instantaneamente em um suor. Eu lancei um olhar para Tess dormindo. Por que diabos ela iria enviar e-mail para o seu ex? Com o coração doendo, eu li.

Tal mensagem desconexa com nenhum ponto. Será que ela acha que ela não poderia falar pelos cotovelos para mim? Eu gostaria de voltar a ouvir qualquer coisa que ela dissesse, porra. Gostaria de passar

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

o resto da minha vida ouvindo sua conversa sobre sapatos e qualquer outra coisa trivial, se ela deixasse. Meu estômago revirou quando eu rolei para baixo e percebi a resposta.

Ele não ofereceu qualquer consolo que ele mudou-se para outra menina, e não quando ele ainda sentia falta dela e tinha um ponto fraco pela mulher dormindo na minha porra cama. Ela é minha,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

porra. Eu queria jogar o laptop para a parede. Eu queria apertar Tess acordada e exigir uma explicação. Em vez disso, eu continuei lendo.

Foda-se se essa linha não cortou meu coração. Eu não podia deixar de zombar dele. Ela parecia um pouco a rainha do drama. Eu sabia que ela tinha o direito de se sentir assim, mas depois de tudo o que eu tinha feito, depois de tudo que eu fiz por ela, alojou na minha garganta como uma pílula difícil de engolir. O e-mail se transformou em bate-papo instantâneo. Não pude conter a tristeza esmagadora enchendo meu peito.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduçþes

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O relógio no painel do computador fazia tique-taque fora as horas que eu me sentei lá. Demasiado congelado, muito consumido com dor para mover. Tess não sentiu nada. Tess não sentia nada por mim. Muito foda me senti mal o suficiente para entrar em combustão em pedaços agonizantes.

Tess gritou ao raiar do dia, me arremessando do coma sem sonhos em modo de assassinato completo. Minhas costas gritaram de cair no sono na cadeira, e eu me levantei tão rápido que o laptop amassou no chão. Os olhos de Tess dispararam sobre a mim; a emoção residual do seu sonho desligado para ser substituído com vacuidade. Salto sobre o computador, corro para o lado dela. Seu cabelo preso em sua testa suada e tudo que eu queria fazer era escová-lo afastado. Para tocá-la suavemente, beijá-la, acariciá-la. Lembrar-me de que ela ainda estava na minha cama, mesmo que ela tenha fugido mentalmente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu nunca cuidei de nada na minha vida. Claro, eu mantive aves e alimentei a fauna local, mas eu nunca tinha esticado a um doente humano. Nunca quis. As escravas que vieram machucadas e feridas foram tratadas por uma enfermeira em casa. Eu não queria estar ao redor de coisas fracas quando eu não confiava em mim mesmo para não terminar o trabalho e colocá-las fora de sua miséria. Mas Tess. Merda, ela era diferente. —Você está bem. Je suis là .46 Ela olhou para mim sem nenhuma emoção. —Eu pensei que você tinha começado a trabalhar. Eu disse a você, você não tem que cuidar de mim mais. Estou me sentindo muito melhor. —Você não está se sentindo melhor, de outra forma, você estaria falando comigo. Ela

abaixou

a

cabeça. —Não

desta

vez. Eu

te

disse. Eu nunca vou falar sobre isso. Então pare de me empurrar. Inclinei-me, quase nariz com nariz. —Eu vou empurrá-la todos os dias, no mínimo se isso significa que você vai rachar e mostrar as coisas que você está se escondendo. Eu queria que ela me batesse. Empurrar-me para ir embora, bater no peito, gritar, chorar – nada. Mas ela piscou lentamente e não disse uma palavra. Seus olhos deixaram os meus, olhando para a janela. —Será que você usou o computador na noite passada? Olhei com culpa para o laptop abandonado no tapete. Eu não queria mentir, mas eu não queria que ela soubesse o quão desesperado ela me fez. Engolindo em seco, eu disse: —Eu verifiquei o mercado de

46

Eu estou aqui.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

ações. Eu estou observando atentamente para ver se a coisa com Red Wolverine afetou ações em outros investimentos. Sua boca se abriu quando os olhos dela foram como pires de largura. —Wolverine. O

homem

que

mandou

me

sequestrar

por

vingança contra você? Filho da puta. Ela sabia. Corri a mão pelo meu cabelo e dei um passo para trás. Ela merecia saber toda a história. Ouvir o que aconteceu. Eu tinha tanta coisa que tinha que dizer a ela. —Nós precisamos conversar, Tess. Muito. — Eu me aproximei, estendendo a mão para pegar a mão dela. —Você pode, por favor, me dizer o que aconteceu? Ela endureceu antes mesmo que eu a tocasse. Minha mão caiu, sem me incomodar mais. —Eu rasguei o seu coração para você. Assim como você pediu. Viajei pelo mundo a sua procura. Eu paguei mais subornos, torturei mais pessoas, e matei o suficiente para pousar no inferno por toda a eternidade. Mas eu não me importei, porque tudo que eu pensava aproximadamente era tê-la de volta em meus braços. — Eu olhei para os meus braços, finalmente percebendo que eles estariam para sempre vazio dela. —Você está dizendo a verdade. Não é você? Ela levantou o queixo, todo seu comportamento frio. — Sim. Eu nunca vou voltar. Eu não posso. Sinto muito. A mulher que eu amava se foi. Minha coluna vibrou com pesar pesado. Eu podia bater nela. Persuadi-la. Subornar ou mendigar, e não faria qualquer diferença. Eu balancei a cabeça, engolindo a bola de tristeza na minha garganta.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu não poderia estar mais lá. Eu não podia deixá-la me matar centímetro por centímetro. Bati a porta e sai.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Dezoito

Escolha me, usa-me, você nunca vai me perder...

Outras semanas passaram. Sete longos dias, enquanto eu vivia no limbo. O laptop nunca estava longe, e o ping suave de uma entrada de mensagem me deu algo para fazer. Eu vivi via o mundo da internet. Olhando piadas, vídeos engraçados, cenas de amor, episódios de drama. Vi tudo o que pude, esperando por algum tipo de reação que não seja vacuidade. Mas nada desencadeou uma resposta. Eu estava cansada de estar nesse quarto. Doente de não sentir nada. Meu corpo estava mais forte. A tosse havia diminuído e eu queria sair. Eu precisava me mover. Eu não queria testemunhar como Q estava ferido. Este era o quarto e tudo o que eu tinha feito era sujá-lo com doenças e más recordações. Era hora de me retirar da sua vida para que ele pudesse começar a jornada me esquecer. Abrindo o laptop, eu li a mensagem de Brax.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu

suspirei. Quanto

eu

queria

rir. Para

ser

humana

novamente, mas para compartilhar a felicidade que eu tive que deixar a culpa me rasgar. Eu simplesmente não podia fazê-lo. Eu existia em uma frieza rígida. E, por enquanto, foi do jeito que tinha que ser. Talvez para sempre.

Como eu poderia brincar e fingir ser normal quando eu não sentia nada? 47

Comida Australiana.

É um dos produtos alimentares britânicos mais populares. Está na categoria dos alimentos intensificadores de sabor e é muito empregado como pasta para untar torradas. 48

49

Marca registrada para uma pasta de untar de caráter alimentício.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu parei de digitação, à espera de um desabrochar de esperança de que Brax estivesse certo. Que este frio vazio logo se encheria de luz e amor novamente, mas nada aconteceu. Eu olhei em volta do quarto de Q e de repente a necessidade de sair foi esmagadora. Eu não podia ficar aqui. Eu não poderia estar presente inválida por mais tempo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu sorri. Eu não tinha intenção de bater no portão de seu romance

novo. Ninguém

queria

uma

ex-namorada

dormindo

no

sofá. Eu iria para outro lugar. Isso não importa onde. Eu não me importava. Suzette apareceu, vindo em direção à cama. Ela carregava um prato com um bagel de salmão defumado e chá gelado. —Almoço. Eu espero que você esteja com fome. — Seus olhos caíram para a mensagem piscando de Brax. Ela congelou, lendo o texto. Ela balançou a cabeça, me dando um olhar de parar o coração de traição. —Você vai desistir tão facilmente? —Não é o que você pensa, Suzette. Ela bateu o prato em cima da cama. —O que quer dizer com não é o que eu penso? É preto e branco. Ela bateu a tela com o dedo com raiva. —Você está pensando em sair! Depois de tudo. Depois tudo, Tess. Você só vai sair! — Ela respirou fundo, visivelmente trazendo seu temperamento nítido sob controle. — Eu consegui. Eu realmente fiz. Levei anos para superar o que aconteceu e eu sei que você precisa de mais tempo. Mas você precisa ficar perto de pessoas que você ama. Baixei a cabeça. —O tempo não vai ajudar. Algo aconteceu para mim. Eu nunca vou ser livre a menos que me deixe sofrer o que eu fiz. E se eu me deixar sofrer, eu não vou sobreviver as memórias. Se você soubesse o que eu fiz, Suzette... — Minha voz diminuiu e, pela primeira vez em dias, o esmagamento de culpa conseguiu penetrar minha torre.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Entrei em pânico, correndo para preencher a rachadura, envolvendo-a mais grosso com correntes. O medo de que eu tinha feito cresceu por hora, prendendo-me ainda mais dentro da minha mente. Suzette esvaziou. —O que eles fizeram com você? O que fez você ter tanto medo? —É o que eu fiz para os outros que eu não posso viver. — Eu estava de volta a ser vaga, felizmente livre da culpa. —Não vá, Tess. Fique. Q está em agonia. Ele te ama e ainda assim você não pode mesmo trazer-se para tocá-lo mais. — Ela parou, enxugando uma lágrima. —Fique por ele. —É por causa dele que eu estou saindo. Não é justo torturá-lo dessa maneira. Ela suspirou, os olhos brilhando com a dor. —Eu sugiro que você pense em sua decisão, porque no momento em que você sair por aquela porta e arrancar o coração do meu mestre é o dia em que você me perde como uma amiga. Você não o merece se você deixá-lo. — Ela se dirigiu para a porta, virando o rosto para mim uma última vez. —Eu sei que você é capaz de vir viva novamente. Você só precisa acreditar que você é forte o suficiente. — Ela fechou a porta silenciosamente atrás dela. Eu sou forte o suficiente para enfrentar as mulheres que eu machuquei? Para permitir que as memórias nubladas das drogas me lancem em culpa e miséria? Não, eu não sou forte o suficiente. Este era o único caminho.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Naquela noite Q não veio para a cama. Eu tinha crescido acostumada a adormecer e acordar no meio da noite para encontrá-lo dormindo em seu estômago, completamente vestido. Como

se

ele

quisesse

estar

sempre

pronto

para

me

proteger. Mesmo durante o sono, eu sabia que ele estava sofrendo com dores

de

cabeça. A

tensão

em

torno

de

seus

olhos nunca o

deixou. Apenas outra maneira que eu o sofrer. Mas hoje à noite, quando eu acordei para ir ao banheiro, a cama estava vazia. E, assim como a cama, eu também estava.

No dia seguinte eu tomei a decisão de ir. Meu dedo já não estava prejudicado, só doía, e o médico havia retirado os pontos do meu pescoço. Ele me disse que Q ordenou-lhe para

remover

o

rastreador

enquanto

eu

dormia; Agradeci-lhe

profusamente. Tendo fora essa coisa do demônio de meu corpo foi a primeira coisa que me deu uma pequena sensaçvão de alívio. As minhas costelas doíam, mas nada que eu não pudesse lidar e sempre que uma memória ou visão tentou me arrastar da minha torre, eu prontamente desliguei. Eu me tornei mestre em envolver minha mente com correntes e cadeados – eu duvidava que eu já tinha encontrando uma maneira de desbloqueá-los. Depois de um banho e vestir-me desajeitadamente em um par de shorts de corrida e uma camiseta de Q, eu fiz o meu caminho a partir do quarto. Embaralhando pelo corredor, eu lutava para respirar e meus pulmões tensos com os restos de pneumonia. Os passos foram para

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

sempre. Eu continuei indo, parando de vez em quando, até que cheguei ao fundo. Um de cada vez. Gentil e lento. Talvez eu não fosse forte o suficiente para sair. Minha força foi gravemente esgotando. O foyer era apenas como eu me lembrava com a sua grande entrada e escadaria coberta de tapete azul meia-noite. Meus olhos se arregalaram quando entrei na sala para encontrar quatro mulheres sentadas no sofá. Duas estavam lendo, enquanto as outras estavam com suas cabeças inclinadas na conversa. No momento em que apareci todas pararam e me encararam. Suzette bateu a um impasse quando ela apareceu da cozinha, carregando uma bandeja de bebidas. —Tess. — Sua voz descansou entre legal e preocupada. Eu dei-lhe um sorriso rápido. —Eu tinha que sair do quarto. — Acenando para as mulheres, eu acrescentei, —Olá. As meninas desviaram os olhos, fingindo que eu não estava lá. Felizmente nenhuma delas era loira. Eu não sabia o que teria acontecido a minha cuidadosa construída rede de segurança se eu ficasse cara a cara com a garota que tinha sido estuprada por Jaqueta de Couro. Suzette demorou uma vez que ela tinha depositado as bebidas na mesa. Normalmente eu teria me mexido ou me apressado a dizer algo para preencher o silêncio, mas eu não tinha vontade de corrigir o erro entre nós. Tudo o que eu queria fazer era ficar sozinha. Eu dei-lhe um aceno de cabeça, virando-me para trás de onde eu vim. Algo estalou e bateu; Eu congelei quando música choveu nos alto-falantes.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

“Eu sou um assassino, assassino, assassino. Sangue brilhante mancha minhas mãos. Eu costumava viver para a violência, a violência, a violência, mas agora eu só espreito Forçando-me a ser normal, normal, normal, trocando minha natureza para sempre sem graça. Agora eu vivo em agonia, agonia, agonia, à esquerda com relíquias, lembranças, nada além de ossos.” Q. Ele usou a música para chegar até mim antes; ele virou-se para ela de novo. As músicas que ele tinha jogado anteriormente feitas me apaixonar por ele. Eu entendi seu tormento interior através das letras, me guiando para ver a torturada alma que ele vivia. Cerrei os punhos quando um rugido de dor me achatou. Eu sentia falta dele. Pra caralho. Eu queria abraçá-lo. Beijá-lo. Que ele me salvasse dos meus pecados. —Você me matou. Eu nunca vou me apaixonar. Você arruinou a minha vida! — Loira Beija-Flor bateu em minha mente. —Sinto muito! Eu nunca quis ser uma assassina. Jaqueta de Couro zombou. —Puta, você nos deixou entrar. Nós temos agora. Nós vamos fazer você tirar. Subi, ofegante, correndo de volta para a minha torre. Eu não posso. Eu não poderia fazê-lo. Mais redes foram em torno de mim, ainda mais uma camada de cadeados. Meu amor por Q desapareceu sob o peso de barricadas, e eu tropecei para frente, drenada para o ponto de exaustão. Eu gostaria que houvesse alguma maneira de manter o mal trancado e deixar que o amor por Q fosse livre. Mas eu não podia separar o bom do mal e eu não era corajosa o suficiente para enfrentar o pior.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Andando pela casa, não pensei para onde fui. Precisava me mover. Passando todas as fotografias do império de Q, eu não parava para admirar. Eu não me deixei pensar no futuro que eu tinha de trabalhar com ele antes do pesadelo começar. Os edifícios já não me interessavam. Imóvel em

geral não

era mais uma das minhas

paixões. Eu não queria esboçar ou ajudar Q com novos projetos. O conservatório me acolheu em seu caloroso abraço e eu respirei um pequeno suspiro. Pelo menos aqui ninguém iria me encontrar. Eu podia me esconder entre as plantas exuberantes e voar com asas como um pardal. Um barulho lá na frente me assustou; Mudei-me para frente o mais silenciosamente que pude. Minha respiração ficou rasa e um pouco ofegante, mas meu corpo se movia flexível suficiente para me deixar enganar em torno de pequenas palmeiras e samambaias. Acontece que eu não era a única que procurava refúgio no interior deste espaço cheio de mato. Q estava ao lado do enorme aviário. Suas mãos apoiadas sobre sua cabeça, dedos enfiados através da malha. Sua cabeça baixa e seu corpo inteiro parecia derrotado. Sua calça jeans preta e camiseta cinza

estavam

amassadas; seu

cabelo

mais

longo

precisava

desesperadamente de um corte. Ele não me notou enquanto ficou ali, olhando com os olhos vagos para as aves voando em sua gaiola. Obriguei-me a cutucar as memórias em curso no interior. Por favor, deixe-me ser forte o suficiente. Eu queria tanto, muito parar a sua dor. Parar com essa eliminação crescente de meus sentimentos. Mas nada aconteceu. Toda a culpa e medo me matariam se eu me deixasse lembrar, ficaram trancados fora de alcance. Então, eu

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

estava ali, vazia, vendo o homem que eu tinha quebrado, sem poder fazer nada sobre isso. Vinte minutos passaram depressa demais. Meu corpo se cansou. Eu não estava pronta para ficar por longos períodos. Letras de música tocando ao fundo, mas não dei atenção. —Ela está voando livre, — Q sussurrou, me congelando. Ele levantou a cabeça para olhar para um pardal que pousou na malha por sua mão. —Ela está saindo em breve e eu não acho que vou sobreviver a isso. O pássaro gorjeou e alisou-se antes de tomar asa novamente. Esperei paralisada, querendo anunciar que eu estava lá para salva-lo ouvindo sua angústia. Mas como uma bisbilhoteira, eu não me mexi. —Foda-se, — ele jurou, sacudindo a malha. As aves chiaram, agitando até a outra extremidade da gaiola. Vai embora, Tess. Antes que ele te veja. Eu não queria constrangê-lo. Q

mudou

de

repente,

empurrando

fora

da

gaiola

e

caminhando em direção à entrada do aviário. Ele destrancou a fechadura e entrou no espaço. Aves piavam mais alto quando Q ficou no centro do seu mundo. Ele parecia um homem despojado de suas próprias asas. Um anjo caído que não tinha lugar na terra e lutou uma batalha diária para se encaixar. Eu

dei

um

passo

para

frente. Devo

dizer

alguma

coisa? Confortá-lo? Meu coração torcido, a necessidade de estar lá para ele, mas não conseguia mais. Não importa quantas palavras amáveis eu falasse, Q veria que eu não morava mais no interior.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha alma ressoou com correntes e cadeados, poupando-me, mas também me arruinando. Quanto mais tempo eu vivi na minha torre mais a paixão e a ligação desbotavam. Eu

odiava

o

vírus

entorpecente

dentro,

espalhando

lentamente, apagando toda a memória de quem Tess tinha sido. Eu estava substituído por uma réplica de carbono que iria flutuar no vento, roubada de suas convicções e pensamentos. Tudo porque eu não era forte o suficiente para enfrentar o que eu tinha feito. Q amaldiçoou em voz baixa, o peito bombeando com emoção. —Por que eu deveria mantê-las quando vocês não querem estar aqui? Vocês não estão aqui por mim. Vocês estão aqui porque eu as prendi. Vocês são minhas prisioneiras, minhas cativas, meus troféus. Ele abaixou a cabeça agitando os braços. —Allez vous-en. Je ne veux plus de vous. Elle ne veut mais de plus ça sert alors à quoi, putain?50 As aves ficaram loucas, correndo para a esquerda e direita, espiando a liberdade através da porta aberta. Elas explodiram através da saída e no jardim de inverno, que tece com plantas e as características da água. Asas sussurravam quando eu abaixei a partir de um pequeno rebanho de tordos. —Saiam! — Q gritou, os pássaros mais atordoados. —Vão para longe de mim. Eu dei um passo para trás, não querendo ver a repartição de Q. Eu queria que a dor me matasse com o conhecimento que eu tinha arrancado seu coração, mas tudo o que eu sentia era vazio. 50

Voem para longe. Eu não quero mais você. Ela já não me quer, então qual é o ponto

de merda?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q olhou para cima e congelou. Seus

olhos

presos

nos

meus,

brilhando

com

raiva

e

escuridão. Orei por algum despertar, para que eu pudesse colocar nós dois fora de nossa miséria. Eu queria trazer todo o meu amor por ele e continuar a me esconder da minha culpa. Eu queria apagar a escuridão, a perdição e ódio em seus olhos, mas eu era inútil. Curvando a minha cabeça, eu deixei cair meu olhar. Q amaldiçoou, saindo do aviário, cantarolando com raiva e fúria. Ele caminhou na minha direção, parando tão perto que o calor de seu corpo queimava minha pele. Eu vacilei, esperando que ele lançasse, agarrasse meu cabelo, me desse um tapa ou alguma coisa para me acordar. Quando ele não me tocou, eu olhei para cima. Q murmurou, —Tão baixo que você deve pensar de mim. — Ele capturou um cacho, executando-o delicadamente com as pontas dos dedos. —Voe para longe, Escrava, se é isso que você quer. Eu não vou parar você. — Seu tom era sombrio e abandonado. Ele se virou, indo em direção as enormes portas no final do conservatório. Com uma poderosa varredura de seus braços, ele arrancou as portas para o mundo exterior. Instantaneamente, aves levantaram vôo, voando alto para os céus abertos. Q

suspirou

profundamente,

seus

ombros

apertados

e

agrupados quando suas criaturas aladas e amadas foram embora sem olhar para trás. Quando o último pouco Gaio azul tinha voado livre, ele se virou e olhou. As linhas ao redor dos olhos em destaque de cansaço e tristeza.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Engoli em seco. —Q... Eu sinto muito. Ele balançou a cabeça como se não pudesse acreditar que este era o fim. —Eu tentei, Tess. Eu realmente fiz. Eu fiz tudo que você me pediu. Fiz tudo o que um homem apaixonado faria por sua mulher. Mas você não me quer e minha besta já não quer prejudicá-la. O que quer que nós tivemos... Está perdido. Eu respirei fundo quando ele se aproximou. —Você nega? Você vai provar para mim aqui e agora que eu estou fazendo um grande erro do caralho? Que você só precisa de mais tempo? — Ele bateu a mão em uma palmeira, fazendo com que as folhas tremessem e se arrepiassem. —Diga-me o que você precisa! Eu implorei para que você falasse comigo. O que você está mantendo em segredo? Ele bufou. —Eu vou te dizer o que você está mantendo segredo. O fato de que você está enviando a porra de sua ex-amante em vez de confiar em mim! — Ele olhou para o teto, ondulando com raiva. —Por que, Escrava? Porque você não pode chorar e deixá-lo fora? Por que você não pode deixar que eu a cure? Por que você tem que se calar e ir embora? Caralho, porque? Tantas perguntas e eu não tinha respostas. Q se levantou, furioso com temperamento. Eu ofereci a mais simples resposta. A resposta que não fazia sentido, mas era tudo que eu poderia entregar. —Eles tomaram minha mente. Não há mais nada a dizer. Eu merecia morrer sob o peso de toda a minha culpa. Eu matei. Eu torturei. Eu sabia que tinha travado tudo lá no fundo que iria apodrecer como um câncer, me matando lentamente. Mas eu não conseguia me libertar. Não era possível. —Você ia me matar se você soubesse, — eu sussurrei.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q tenso, com os olhos tentando quebrar me aberto, a ler os meus segredos. —Eu nunca iria matá-la. Tanto o que aconteceu como o que fez não foi culpa sua. Não é minha culpa! É claro que a culpa foi minha. Eu matei seus preciosos pássaros. Eu eliminei uma vida humana. Minha pele se arrepiou, um lembrete de que minha torre só poderia me proteger até aquele momento. Eu precisava sair antes que ele demolisse pelas minhas barreiras. —Você tem que me deixar ir, Q. Eu não quero te machucar. Ele riu, mas foi atado com escuridão. — Você não quer me machucar? — Ele se aproximou, levantando a palma da mão. Nossos olhos nunca deixaram o outro e eu fiquei imóvel, insensível, esperando por ele para atacar. Ele tremia, sua mão abria e fechava com raiva. — Quanto eu quero te machucar, Tess. Se eu achasse que isso a traria de volta, eu te amarraria e não acabaria batendo em você até você quebrar em pedacinhos, então eu poderia colar você de volta junto. O ar engrossou com violência e eu lutava para segurar o meu vazio. Jaqueta de Couro sondou minha mente, tentando encontrar um caminho para a minha torre. Uma pitada de suor pontilhou minha pele enquanto eu lutava. Q de repente suspirou, soltando a mão dele. Ele desviou o olhar, o seu temperamento escurecendo a se render. —Je ne vais pas te faire de mal parce je ne veux pas te détruire51. Colocando minha bochecha, ele correu o polegar ao longo do meu lábio inferior. 51

Eu não vou te machucar, eu não quero te destruir.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Eu não posso impedi-la de sair, mas não vou ficar para ver você partir. — Seu toque desapareceu quando ele recuou. —Eu não quero vê-la novamente. Adeus, Escrava. Ele passou por mim sem outra palavra.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Dezenove

Você é a minha escrava, minha alma gêmea, adequados um para o outro, você é minha para sempre, meu pássaro voou para casa...

Eu tinha rasgado o coração de um homem, e agora eu queria arrancar meu próprio. Meus dedos doíam para arrombar minha caixa torácica e arrancá-lo para bater com os mortos. Eu não queria mais viver com essa porra de agonia cada vez que eu pensava em Tess. Ela me machuca com sucesso mais do que qualquer outra pessoa no mundo. Ela me trouxe para os meus joelhos e eu disse a verdade quando eu disse que não queria vê-la novamente. Eu não podia. Eu não podia olhar nos olhos dela novamente. Suzette me contou o que aconteceu ontem. Como Tess disse ao seu ex como ela estava saindo sem ter a decência de me dizer em primeiro lugar. O momento que Suzette me disse que Tess estava indo, eu a perdi. Porra, eu esqueci que eu era humano e rasguei a cozinha separada. Eu arremessei a máquina de café € 10.000 pela porta da despensa, desfiado pacotes de alimentos, e despedaçando a torneira da bancada. Só quando eu tinha gasto minha energia crivada de angústia que Suzette se aproximou e faz algo que eu nunca teria permitido antes. Ela me abraçou.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seus pequenos braços em volta da minha cintura, apertando apertado, lembrando-me que eu era humano e não um monstro, afinal. Depois de tudo o que eu tinha feito, não foi o suficiente. Tanto o animal e o homem haviam perdido. Minha Tess foi embora. Que porra é essa que eles fizeram com ela? A paixão e força tinham desaparecido. Olhando nos olhos de Tess agora me deixou com um arrepio e solidão. Tudo o que eu vi foi nada. Maldito nada. Ela tinha desligado, mas eu não tenho a porra do luxo de fazer o mesmo. Por mais que eu queria que a dor vá embora – como tentadora é a idéia de me libertar dessa agonia, eu não podia deixar. Pessoas

dependiam

de

mim. Escravas. Equipes

de

funcionários. Empregados incontáveis. Eu cobrei pela casa, indo louco na minha mente com a idéia de perder a mulher que eu amava. Um novo chocalho existia dentro de mim – fresco, escorrendo feridas causadas pela traição de Tess. A escuridão que eu deixei me consumir enquanto ia a caça de Tess voltou com uma vingança. Foi-se o desejo de cuidar dela, fazer-la bem novamente. Tudo o que eu queria fazer era estar longe, muito longe, para que ela não pudesse ver o quanto ela me quebrou. Eu? A besta sem malditos sentimentos estava à beira de envolver seus braços em volta dos joelhos de Tess e implorar com tudo o que ele tinha dentro dela para se lembrar. Para ela parar com essa loucura. Ela deixou o choque roubar a sua vida. Ela tinha dado para o pior tipo de doença. Três vezes eu tinha visto isso acontecer. Três vezes, devolvi exescravas a seus maridos, e três vezes as mulheres abraçaram e sorriram, mas faltava alguma coisa. Algo intrínseco, único. Os maridos sabiam imediatamente. Eles reconheceram a alma da pessoa que

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

adoravam

tinha

desligado,

bloqueado

apertado,

e

afundou

nas

profundezas do ser de suas esposas. Eu estava junto e senti pena dos pobres idiotas que perderam suas esposas tudo de novo. Uma vez que uma mente atingiu o seu ponto de ruptura – não quebrou. É dobrada para dentro, mergulhando como um acordeão até que cada elemento de emoção foi eliminado. Até seu passado horrível, ou o que elas tinham sofrido, tinha ido embora. Ao longo de tudo, Tess tinha sido tão forte. E agora ela estava ainda mais forte. Mais forte em sua frieza e o simples fato de que ela aprendeu a bloquear a vida para fora. Completamente, perfeitamente, ela nunca sentiria de novo, nem anseio, nem felicidade, nem medo. Sua vida tinha ido de sobrecarga sensorial para desolada e estéril. Ela não fez isso deliberadamente, mas eu sabia que não havia esperança. Afinal de contas, eu tinha visto a prova. As três mulheres que retornaram a seus maridos se divorciaram deles, arruinando os homens tudo de novo. Arrancando a porta sob a escada do foyer, eu evadi os passos e peguei um taco de sinuca da prateleira. —Fooooda! — Eu gritei, jogando-o na parede. Ele espetou como um dardo, fazendo um barulho bem alto fora dos painéis de madeira. A sala de jogos foi o único lugar que eu queria estar. Eu não queria voltar para a casa. Eu queria criar um antro onde eu poderia fingir que eu nunca amei ou perdi. Eu passei a noite passada no conservatório – ouvir que Tess estava saindo eu não podia mentir ao lado dela. Eu não poderia colocarme por isso. Em vez disso, eu caí em um sono profundo com os sons dos pássaros empoleirados, mas quando acordei, o conforto que eles me ofereceram era falso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eles estavam lá apenas porque eu rodeava em arame e fechaduras. Eles não estavam lá para mim. Eles eram os meus prisioneiros. Eu já não olhava um pardal e via uma mulher que ajudei a salvar. Eu já não tinha satisfação no que cada pequena criatura representava de bom que eu fiz. Todos eles se tornaram uma farsa, tudo se tornou Tess. Ressalto em torno de sua gaiola, procurando uma saída. Assim como foder Tess. — Je ne peux pas plus faire ça putain!52 — Eu nunca foi tão consumido. Eu queria a liberdade desta mania. Álcool. Isso iria me ajudar a adormecer, se não limpar meus pensamentos completamente. No momento em que eu pensei sobre beber no esquecimento, não podia me mover rápido o suficiente. Pulei o taco no chão e praticamente corri para o bar de cristal. Arrancando aberto o grande humidor, entrei na caverna escura almiscarada onde garrafas ridiculamente caras de licor descansavam nas as sombras. Recuando para a luz, eu escovei o pó de Belas Macallan e Coleção Rara do único whisky de malte. Se eu vendesse essa garrafa, ela provavelmente iria custar 10.000 € de conhecedores idiotas. Muito ruim para eles, eu planejava beber a coisa toda como remédio, em vez de entretenimento. Eu não me incomodei com um copo. Eu não me incomodei com beber e saborear. Eu arranquei o topo e ronquei.

52

Eu não posso mais fazer isso porra!

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A

queimadura

adquiriu

pela

minha

garganta

abaixo,

espirrando no meu estômago vazio, ouvi cantores por aí com chamas de fogo alcoólico. Eu gemi quando outro gole agravou o inferno até que eu tinha certeza de que meu estômago iria corroer. Eu levei mais quatro goladas antes que eu tivesse que parar para recuperar o fôlego. Meus malditos olhos lacrimejavam como algum bebedor virgem, e o quarto já tinha uma névoa marrom. Minha esperança de dormir existia em consumir toda essa garrafa. Talvez então eu fosse dormir, e quando acordasse, Tess teria ido. Tess está saindo. Faça alguma coisa! Pare de chafurdar, porra. Ela já tomou a decisão. Foda-se se eu estou indo para rastejar. Eu fiz tudo no meu poder e ela ainda não me quis. Eu só podia tomar tanto antes de me virar amante do concurso que queria curá-la, a um homem que queria bater a merda fora dela, porque ela me machucar tanto. Atiro-me para o canto da sala, dobro minhas pernas e descanso meus braços em cima dos meus joelhos. A garrafa pesada pendia de meus dedos, e a única vez que eu me mexi foi para adicionar mais combustível para a violência de fogo no meu estômago.

—Q? Mercer? Onde diabos você está? Uma voz perfurou minha neblina bêbada; Eu congelei. Quem quer que fosse, eu não quero que eles me encontrem. Cai fora. Deixe-me sozinho.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Eu posso sentir o cheiro de uma porrada de álcool, então eu sei que você está aqui, — Frederick murmurou quando ele veio em torno da mesa de sinuca para me encontrar enrolado contra a parede. A parede era um lugar confortável para estar. Gostei. Nunca foi tão quente e macia e dormente. O uísque era o meu único amigo. Abracei a garrafa mais perto quando testa de Frederick franziu. Seu nariz enrugou e ele suspirou como se eu fosse uma bagunça que ele tinha que limpar. Bem, felizmente para ele, eu gostava da minha bagunça e ele poderia sair daqui. Meu temperamento era bem e verdadeiramente fora de sua coleira, eu rosnei, — Fous moi la paix.53 Frederick cruzou os braços, olhando. —Quanto você bebeu? Eu zombei, agitando a garrafa agora quase vazia de uísque, como se fosse a pergunta mais ridícula que eu tinha já ouvido. Ele soltou um suspiro pesado, revirando os olhos. Ele ergueu a frente da calça se agachando em frente de mim. A vontade de socá-lo para que ele caísse de bunda no chão me consumiu. Seu cabelo penteado para trás era perfeito, sue terno azul meia-noite imaculado. Seus olhos de safira sem nenhuma tensão ou preocupação em si. Ele parecia um garoto-propaganda do caralho para um casamento feliz e bem sucedido. Algo que eu nunca vou ter. Ah merda, os pensamentos dolorosos estavam de volta. Eu bebi com sucesso em um estupor antes, e nada existia no meu cérebro, 53

Deixe-me em paz, diabos.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

mas agora a neblina ligou ao cansaço doloroso. Eu suspirei. —Basta me deixar, Roux. E Não preciso de você aqui. Ele balançou a cabeça. —Eu não estou a ponto de deixar um amigo enrolado no canto fedendo a porra de uísque sem saber o que está comendo ele. — Ele levantou uma sobrancelha. —Então... O que está comendo você? O terrível peso que eu estava carregando no peito durante semanas explodiu. —Ela me odeia porra! Isso é o que está me comendo. — Eu joguei minhas mãos e a garrafa saiu voando. Frederick pegou antes de bater no chão. —Ela não te odeia, Mercer. Você não poderia estar mais longe da verdade. — Ele olhou para o uísque antes de tomar um gole, estremecendo quando ele caiu. —Você vasculhou a mundo por ela. Você matou inúmeros homens para encontrá-la, e você matou o homem que a levou porque isso é o que ela pediu de você. Você passou todos os dias ao lado dela, enxugando a sua testa, sofrendo com ela alucinações tudo sem reclamar. Você já esteve lá para ela e ela sabe disso. Ela ainda o ama. Eu ri. —Oh, eu reclamei. Eu quebrei um monte de merda, porque eu não podia suportar ouvir seus pesadelos ou tolerar o vazio em sua alma. Frederick sorriu. —Eu fiz a mesma coisa quando Angelique teve uma gripe louca há alguns anos atrás. Eu me senti tão desamparado. Quebrando

coisas

era

uma

boa

maneira

de

ventilação. Aquela mulher me tem pelas bolas, exatamente como Tess tem você. Fiz uma careta. Frederick pintou um retrato de um homem que tinha perdido a espinha dorsal de uma mulher. Quem foi furioso

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

quando ele não poderia tê-la – que não tinha outro propósito senão amamentá-la de volta à saúde. Isso não era para mim. Era? Isso significava que eu me preocupava com outro mais do que eu

me

preocupava

com

comigo

mesmo. Eu

coloquei

as

suas

necessidades antes das minhas. Balançando a cabeça, eu argumentei: —Você está me confundindo com um bichano. Eu sou um filho da puta assustador que dirige uma empresa internacional e salva escravas de idiotas fodidos. — Peguei a garrafa fora de seu controle e tomei um gole enorme. Frederick bufou, puxando o uísque de volta. —Cuidar de alguém não faz de você um bichano, seu idiota. Sim, você executa uma grande empresa, mas eu também, e eu conseguir ir para casa com uma mulher maravilhosa que eu adoro. Pode ser forte e flexível. Meu mundo consistia de líquido e vapor uísque – eu notei apenas metade que ele tinha roubado e não tinha tempo para ouvir suas divagações. Tudo o que eu podia ver era a minha antiga vida. Trabalhando pra caramba para uma empresa que levou tudo o que eu dei. Eu vivi uma só existência já lutando, mas isso significava que eu estava muito cansado, muito focada para me machucar. Eu nem sabia que eu tinha sido solitário até Tess entrar na porra da minha vida. Tudo isso nunca teria acontecido se eu tivesse acabado de lhe enviar de volta para seu namorado idiota. Quem diabos era eu para mantê-la? Olhe como asneira nossas vidas eram, graças ao meu plano de gênio. Baixei a cabeça. —Eu estou me enganando, Roux. Eu não sou um homem de coração mole que pode ser normal.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Frederick balançou a cabeça. —Você está certo. Você não pode. Então pare de tentar ser. Eu sei o que Tess teria realmente apreciado em você para cuidar dela ao longo das últimas semanas, mas ela está se recuperando. É hora de você mostrar a ela o homem por quem ela caiu. O mestre. O bastardo dominante que tem tendências sádicas. — Ele riu, acrescentando: —A última vez que você estava bêbado você acabou por enviar sua volta e disse-me, com muito detalhe íntimo devo acrescentar, o que ela o deixou fazer com ela naquela noite em seu quarto. Minha mente disparou de volta para aquela noite. A primeira vez que eu deixei uma pequena parte de mim livre, quando desinibido com álcool, eu amarrei Tess e a chicoteei. Eu perdi todo o controle. Revelei meus dentes, eu deixei cair a barreira dos meus demônios, batendo nela. Não havia nenhum balanço, ou suave fazer amor. Eu embolei meus quadris para dentro dela, gemendo, suando, uma necessidade louca por dentro. Eu precisava machucá-la, marcá-la, reivindicá-la. Com o meu pau no fundo, eu arrecadei unhas ao longo de sua bunda, tirando sangue, emocionada com a forma como ela ofegava e engasgou precisando. A mordaça tapando seus gritos. Ela saltou em meus braços, seios balançando a cada estocada. A sala irrompeu com os sons de respiração pesada e pele suada batendo. A temperatura do ar estava quente demais. Tess era demais. Estou chegando. Foda-se, eu estou voltando. Eu pulei um quilômetro quando Frederick apertou meu braço. Meus olhos turvos se esforçaram para deixar o sonho erótico e se concentrar. Quanto eu gostaria de estar até bolas profundo em Tess agora. O quanto eu queria erradicar a distância entre nós.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Ela é a sua outra metade, Q. Ela vive para o prazer agudo de dor e você vive para dar a ela. Se tem havido sempre duas pessoas que pertencem juntas, é você. — Ele se levantou, me puxando para os meus pés. —Então, você vai fazer algo sobre isso. Oh porra, Deus, o quarto não sabia como se comportar. Onde diabos estavam minhas pernas? O uísque invadia dentro, procurando uma saída, mas eu engoli em seco, conseguindo ficar em pé. Fredrick me arrastou em direção aos degraus e empurrou-me a eles. Eu agarrei o corrimão, tentando impedi-lo de me empurrar onde eu não queria ir. —Que porra você está fazendo? —Eu não estou fazendo nada. É você. — Seus ombros se chocou com a minha volta, me empurrando para cima até que eu tropecei através da porta e no hall de entrada. O resto da casa estava dormindo; afinal de contas, era duas da manhã. Ele passou as mãos como se felicitando por um trabalho bem feito. —Vá em frente. — Ele acenou para as escadas. —Vá corrigi-lo. Eu balancei a cabeça, ignorando suas demandas estúpidas. — O que diabos você está fazendo aqui tão tarde assim? Vai para casa para o seu bem, pequena perfeita esposa. — Eu não quero parecer com ciúmes. Angelique era uma bonita, perfeita esposa era pouco, mas eu fiz isso soar como que era uma coisa ruim. Frederick me deu um olhar duro. —Eu não vou socá-lo por que você está bêbado. Se você realmente quer saber, eu estou aqui porque Suzette chamou para me deixar saber que você soltou todas as suas aves. Ela estava preocupada que você poderia ter finalmente estalado. — Ele suspirou, balançando o dedo na minha cara. —Ela estava preocupada, e eu acho que ela fez a coisa certa, por isso não a repreenda.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Porra, maldita empregada doméstica intrometida, — eu murmurei sob a minha respiração. —Essa maldita empregada pode vir a ser a sua graça salvadora se você receber as bolas para consertar o que passou errado com você e Tess. Girei, balançando amplo, com a intenção totalmente de convencê-lo. Se eu não podia bater Tess mais, um substituto estava em ordem. —Não é solucionável. Eu tentei. Frederick desviou e me deu um soco, duro, bem no intestino, onde tudo o que é doce do álcool roubou a dor para viver. —Antes que você pergunte, isso é por ser um idiota. Em segundo lugar, foi para tentar bater algum sentido para você. Você não tentou. Você tratou Tess com luvas pequenas. É por isso que ela se apaixonou por você? Esfregando

meu

estômago,

eu

balançava. Eu

precisava

repensar deixar este homem correr a minha empresa. Ele pediu perguntas mais estúpidas. —Huh? —Será que Tess se apaixonou por você, porque você é gentil e doce e bem-humorado? — Ele bufou, um sorriso espalhando em seus lábios. —Bien sûr que non.54 — Até eu ri dessa sugestão idiota. Essas três palavras nunca tinham sido usadas para me descrever, nem mesmo no meu melhor dia. —Será que ela se apaixonou por você, porque você é um filho da puta escuro que tem que bater nela e tirar sangue para ficar ligado? —Merda, quando você coloca dessa forma, eu pareço como uma porra de um psicopata com um complexo de vampiro. — O álcool mudou de doce de leite, e eu já não gostava da idéia de estar bêbado.

54

É claro que não.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Você é. Eu concordo totalmente. Mas você também é um homem que está de cabeça para baixo por uma mulher que quer ao seu lado. Você me disse que ela queria ser sua escrava. Ela voltou para você, Mercer. Nenhuma mulher iria colocar-se através disso, a menos que ela pudesse ver a bondade em você. Isso só me faz lembrar que eu a deixei começa me tomar em primeiro lugar. É tudo minha cul... Frederick me deu um tapa. Foi um movimento tão feminino, eu ri. —Recorre a um pouco de ação de palma, Roux? Ele riu. —Basta parar essa linha de pensamento. Eu já vi isso em seus olhos com muita frequência nas últimas semanas. Não é culpa sua. Claro, sua vida é cheia de homens perigosos, mas você é perigoso o suficiente para mantê-la segura. Foi apenas má sorte. Isso é tudo. —Ele não estava transando com a má sorte. Nós dois éramos idiotas sobre o rastreador. Eu pensei que ela tinha tirado isso! Frederick

assentiu. —Eu

concordo. Vocês

dois

são

os

culpados. O que isso quer dizer? Raiva. Completa raiva, não diluída filtrada através de minhas veias, queimando o álcool, fazendo-me ver claramente pela primeira vez em semanas. —Tess é a culpada, também. Frederick deu um passo para trás, um sorriso puxando seus lábios. —Vá em frente... Meus olhos subiram para a escada acima de nós, já vendo Tess enrolada na cama pensando que ela está segura. Mas ela não estava segura. Não de mim.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Ela fudeu tanto quanto eu. Ela precisa se desculpar. Ela precisa me agradecer por todo o sangue em minhas mãos. Ela precisa me dar de volta o que é meu. —E o que é? — Frederick instigou. —Sua merda de coração. Minhas pernas se moviam por sua própria vontade. Agarrando o corrimão, eu arremessei-me a subir os degraus, dois de cada vez. Eu não podia me mover rápido o suficiente. Frederick seguia de perto. Eu queria dizer a ele para desaparecer, mas eu não tinha tempo. Eu tinha perdido tempo suficiente tal como estava. Eu teria uma audiência, mas eu estava cuidando do passado. Essa conversa devia ter acontecido dias atrás. Tess me devia. Maldição, ela me devia pra caralho, muito e ela só me cortou. Eu fui cortado. A porta se abriu de repente quando eu lancei com meu ombro. Tess deu um pulo na cama. Ela estremeceu, segurando seu lado, seu dedo enfaixado descansando no lençol. Lambi meus lábios, procurando os olhos para uma coisa que eu precisava ver. Medo. Ela deveria ter sido aterrorizada com a minha entrada, mas seus olhos estavam incolores na escuridão. Nada brilhava, sem terror ou pânico. Ela parecia que tinha adormecido em um culto na igreja. —Tess, — Rosnei, cobrando para a cama. Ela me deixou vir. Ela não se afastou ou tentou se esconder debaixo das cobertas. Ela inclinou a cabeça. —Eu não achei que você estaria dormindo comigo. Não depois do que eu disse.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ela usava a mesma camiseta branca minha para a cama, e tudo que eu conseguia pensar era em despi-la como antes, quando a prendi na cruz – parecia um século atrás. Nós tínhamos sido feliz em seguida. Eu tinha sido atormentado e assustado, mas feliz quando Tess prometeu que nunca iria me deixar. Belisquei pensamentos

minha

sob

testa,

controle. —Eu

tentando não

conseguir estou

os

indo

meus

para

a

cama, escrava. Você e eu precisamos conversar. Ela me olhou, mas acenou com a cabeça. —Ok. Maldição, onde estava o fogo? O argumento de que ela não queria falar, porque eu a acordei na calada da noite. Eu precisava ver tenacidade e ousadia. Nada brilhou em seu rosto, sem um pingo de emoção. Eu apertei meus olhos, tentando entender o que diabos eu estava fazendo aqui. —Q... Sua voz suave enrolou no meu coração e eu a atingi. Eu não queria. Eu não dei permissão a minha mão para golpear sua bochecha. Simplesmente aconteceu. A força do seu poder sobre mim fez o monstro porra louca. Negado por tanto tempo, ele tinha feito o que eu tinha pavor de acontecer o tempo todo. Ele tirou meu controle – me fez bater nela. A picada suave na minha mão e o barulho ressoando de se conectar com o rosto de Tess foi puro céu. Eu tinha perdido ele por muito tempo. Abri os olhos, olhando para

a

marca

de

mão

vermelha

em

sua

instantaneamente endureceu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

pele. Meu

pau


The Rose Traduções

A primeira ereção que eu tinha desde que eu encontrei Tess tão arruinada e fraca. Seus olhos se arregalaram quando ela tocou seu rosto com os dedos delicados. Esperei, lambendo meus lábios a espera para as suas lágrimas de cristal que provei tão doce, mas seus olhos permaneceram secos. Sem sal, sem espanto, ou acusação. —Eu sei que você está tentando obter uma emoção fora de mim, Q. Mas... Isso não vai funcionar. — Ela quebrou o contato visual. —Eu tentei. Eu odeio o que eu estou fazendo com você. Eu amei você e não posso ser a razão para a sua dor, mas eles fizeram eu... — Ela engoliu em seco. —Meus pensamentos não são os mais seguros. Eu não posso ser eu mesma, porque tudo está embrulhado tão mal. — Ela olhou para cima. —Eu realmente sinto muito, mas você tem que me deixar ir. O álcool rolou no meu estômago e eu perdi completamente. Eu não estou orgulhoso do que eu me tornei. Eu nunca queria estar tão fora de controle, mas eu perdi todos os elementos do homem e mostreilhe o quanto a besta queria. Arranquei os lençóis fora e a empurrei para o meio da cama. A camiseta subiu, mostrando sua barriga alongada, e eu tive que morder ela. Tive de estragar aquela carne levemente ferida. Com um grunhido, eu enterrei minha boca contra seu estômago. Ela se encolheu quando eu fui um pouco duro. Eu não rompi a pele, mas apenas porque algum milagre interveio. Eu abro todo o meu peso sobre ela, sufocando-a no colchão. Olhos nos olhos, boca a boca, quadris com quadris.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu empurrei com força contra ela, gemendo com o quão bom o meu pau duro se sentia. Fazia muito tempo. Um caminho muito longo desde que eu tinha essa mulher... Desde que eu queria essa mulher. — Sinta-se

isso,

Tess. Isso

é

para

você. Eu

quero

você. Assim.

Caralho. Muito. Por favor, volte para mim. Você vai voltar para mim. — Eu deixei minha boca contra a dela. Seu gosto me intoxicado mais do que qualquer álcool. Forcei os lábios abertos, ela exigiu minha língua de volta. Ela abriu, deixando-me beijá-la, mas ela não devolveu o meu afeto. Era como beijar um cadáver. Por Favor. Por favor, volte para mim. Abrandei,

a

beijei

com

toda

a

infelicidade

e

perda

dentro. Mostrando o quanto eu precisava da mulher forte de fogo que não pegou a minha merda, mas deixou-me feri-la de qualquer maneira. Eu precisava muito dela. Eu derramei meu coração para ela... Nada. Meu intestino torceu e eu me afastei, olhando profundamente em seus olhos. Não havia palavras para descrever o vago, a mulher vazia que olhava para trás. Sem sinais de luxúria, medo ou tumulto. Zero. Nada. Se foi. Agarrando seus ombros, a sacudi. —Acorde, escrava. Saia de seu maldito deposito e me olhe no rosto. Você não tem que se fechar mais. Quando ela não disse nada, eu gritei bem no seu rosto. —Isso não é apenas culpa minha, você sabe. Você deixou o rastreador. Você se esqueceu de removê-lo. Você deveria ter me dito! Você deveria ter a certeza que só eu tinha acesso a você. — Sentei-me, arrastando-a na

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

posição vertical para sacudi-la com cada palavra. —Você me deixou para baixo. Você arruinou tudo. Maldição, Tess. Faça alguma coisa! Um lampejo de algo despertou em seus olhos antes que ele se fosse, novamente, matou pelo vácuo de sucção de vida dentro dela. —Eu vou te foder. Eu vou fazer você voltar para mim. É isso que você quer? — Eu peguei a mão dela ilesa e coloquei-a em volta do meu pau. Ele pulou em seu aperto, quente e com raiva; querendo muito estar dentro dela. —Eu só fico duro se você lutar comigo, Tess. Então, porra, lute comigo, porque eu preciso de você pra caramba. — Eu pressionei minha testa contra dela, sussurrando: —Por favor, me diga que você não vai me deixar tocar em você, o tempo todo realmente me implorando para isso. Por Favor me diga como você nunca vai me deixar quebrar você, o tempo todo crescendo molhada para mim. Me diz qualquer coisa, escrava. Tirei minha mão da dela, rezando para que ela acariciasse com o punho. Meu coração se partiu quando seu aperto ficou mole. Eu vi vermelho. Agarrando

a

garganta,

eu

apertei,

parecendo

tão

profundamente em seus olhos, eu juro que eu vi a porra da sua alma. E assustou a merda fora de mim quando eu percebi que não havia nenhuma alma para ver. Nada ligado à minha – a ligação metal que compartilhávamos tinha ido embora. —Tess, por favor. Eu estou te implorando. — Pressionando meus lábios contra os dela de novo, eu não me mexi, esperando, esperando ela me beijar de volta. Uma respiração.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Duas. Uma agonia de esperar por ela para amaciar, aceitar o meu amparo, minha vontade de dar a ela tudo o que ela queria, mas ela endureceu no meu aperto. Sua pele quente virou fria; ela retirou ainda mais. O nosso vínculo compartilhado cortou livre quando ela chupou tudo o que existia entre nós lá no fundo, me deixando no escuro, tudo sozinha, mais uma vez. —Pardal, — ela sussurrou. Meu mundo mastigou a um impasse; meu coração parou. Eu não acho que nada poderia machucar tão profundamente o meu osso. Eu queria arrancar meu cérebro e nunca existir. Uma palavra. Isso me arruinou. Despedaçou-me com uma bola de demolição, deixando-me em escombros, em pedaços, em pó. Eu me afastei, lutando fora da cama. Ela tinha cortado com êxito as minhas pernas, arrancou meu coração, e me deixou para morrer. —Pardal? — Eu repeti, minha voz falhou. Ela olhou direto nos meus olhos. —Pardal, Q. Eu sinto muito. — Seus olhos caíram para onde a minha camisa tinha desfeito, se concentrado em minha tatuagem. Ela avançou para a frente de joelhos, me chamando para ir mais perto. Eu não podia me mover, preso ao chão. Ela só usou a palavra de segurança e espera que eu volte para ela? O monstro dentro não morava mais no reino da sanidade – rasgou sua carne, puxou sua cabeça – desejando que houvesse uma maneira de se ver livre deste pesadelo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Quando eu não me mexi, Tess pulou, retumbou na cama e deu um passo em minha direção. Sua mão minúscula piscou para fora, traçando o pardal sobre meu mamilo, a mais alta de um a um vôo livre. —Fizeram-me

machucar

as

outras. Fizeram-me

quebrá-

las. Eu não sou um pássaro bom mais. Eu não sei como viver com isso. Estou vazia. Estou perdida. E o tempo não vai me curar. Eu não posso te dar o que você precisa mais e eu gostaria de poder. — Sua voz estava ofegante, torturada. Eu tentei não ouvir ou acreditar. Era isso. Este era o fim. —Você

não

quer

dizer

isso. Você

vai

voltar

a

partir

disso. Deixe-me ajudá-la. — Minha mente cheia de imagens de amarrando-a, chicoteando-a até que ela se lembrasse de quem ela era. Eu a mataria tentando se isso significava que ela seria minha novamente. —Eu vou fazer qualquer coisa que você me pedir. Apenas me dê mais tempo. —Estou saindo de manhã, Q. Eu sinto muito. —Tu ne vas aller nulle part putain!55 — Empurrei-a para trás, assistindo destacar quando ela esparramou na cama. Por que ela não estremeceu ou mostrou a dor de seus ferimentos? Será que ela estava tão longe que não sentia o corpo dela também? A besta dentro rugiu, determinado a descobrir. Bati com os meus dedos, arrastando minhas unhas por seu perna. Quatro linhas de sangue saltaram e ainda nada. Tess estava apenas ali, respirando normalmente, parecendo tão remota.

55

Você não vai a lugar nenhum, porra!

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Tess, não faz isso comigo! — Estendi a mão para ela de novo, fazer o quê, eu não sabia. Atingi-la, abraçá-la, espancá-la, acariciá-la, qualquer coisa seria melhor do que nada. Braços delimitaram em torno de mim, me puxando para trás. Frederick murmurou em meu ouvido: —Ela disse que não, Mercer. Não há nada que você possa fazer. Lutei, foda eu lutei, mas Frederick era forte. Seu braço apertou, os músculos cavando minha clavícula enquanto ele me arrastou mais de Tess. A última imagem que eu vi foi Tess sentando de pernas cruzadas na cama com seu longo cabelo loiro derivando em torno dela e os olhos cinza-azulados sem vida me olhando ir. Não havia mais nada a dizer. Ele estava feito. Acabou. Cada única porta na minha mente, todas as paredes e barreiras que eu já tinha criado, bateram de volta a existir. Eu compartimentei minhas necessidades e humanidade, me retirei da equação. Eu desliguei de forma tão eficiente, tão friamente, fiquei me perguntando se eu era um psicopata. Tess foi embora. Frederick afrouxou o controle sobre mim. —Sinto muito, cara. Eu não disse uma palavra quando eu me afastei. Longe da escreva por que me apaixonei. Longe da minha própria existência.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Vinte

Amarre-me, provoca-me, deixe o seu prazer me agradar. Fira-me, ama-me, mas, por favor, não me deixe...

No momento que a porta se fechou atrás de Q, eu comecei a tremer. Eu usei a palavra de segurança. Uma palavra que quebrou Q e arruinou a conexão final entre nós. Eu nunca pensei que eu ia ter que usá-la, mas quando ele me beijou, derramando todo o amor e necessidade que ele tinha por mim, eu não poderia funcionar. Eu não poderia estar a causa de tanta agonia. Náuseas sentaram grosso e pesado no meu estômago. Eu gostaria de poder levá-lo de volta. Eu queria correr atrás dele e prometer que eu descobrir uma maneira de voltar. Ofereça-lhe a chance de vencê-lo para fora de mim, para submeter completamente em seu controle, mas quanto mais eu me sentei lá, mais chumbo me tornei. A culpa, fantasmas e dor rolaram como um mar batido pela tempestade. Esmagando contra as paredes da minha torre, tentando me afogar e me levar direto para o inferno. —Pense em mim. Pense em mim morto e apodrecendo no chão. — Loiro Beija-flor quebrou minha fortaleza, rasgando o meu coração em pedaços. —Você colocou uma bala no meu cérebro. Você é a razão de eu ter tantos ossos quebrados.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A culpa abriu suas mandíbulas ansiosas, sugando-me profundamente. Rangendo os dentes, eu lutei para trás. Eu tremia enquanto eu adicionei mais uma camada de tijolos para a minha torre. —Eu sinto muito. Eu não posso! A memória me inundou. Algo que eu tinha com supressão de algo que eu não quero ver. —Vá em frente. Faça-o. Eu

não

tinha

forças

para

desobedecer

mesmo

mentalmente. Embaralhando-me para frente, eu arrastei a faca no braço da menina loira. —Corta-o. Não precisamos mais dessa mercadoria. A menina tremia, sacudindo a cabeça, os lábios trabalhando o pano grosso em sua boca. As tiras em torno de seu corpo mantinham ainda enquanto eu agarrei seu pulso e circulou a tatuagem de código de barras com a ponta da lâmina. As drogas me confundiam. Por que eu estava cortando essa tatuagem? Deve ser importante, mas talvez eu devesse cortar minha própria, também? —Faça isso, puta. Ou eu vou cortar seu braço. Eu pressionei a ponta da faca em torno do contorno da tatuagem, deixando a fatia de metal afiada uma fronteira até mesmo quando sangue vermelho choveu. A menina se debatia e chorava e eu piscava dentro e fora da consciência de drogas. —Belo corte. Agora a retire. — Jaqueta de Couro apareceu pelo meu ombro, inspecionando minha obra.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu balancei a cabeça e peguei a carne para removê-la. A visão de revirar o estômago despedaçado me fez cair da cama. Chorando, eu vomitava e rapidamente alcancei a bacia no chão. Meu estômago esvaziando e minha pele orvalhada com o suor frio e úmido. O som da abertura e fechamento da porta não me interessava quando outra onda de doença aumentou. O homem da década de 1920 da noite que eu estava pendurada na sala pardal suavemente reuniu meu cabelo, me esperando terminar de vomitar. Uma vez que eu tinha quase certeza de que eu não tinha mais nada, ele levou a bacia para o banheiro, antes de vir de volta para me ajudar na cama. Uma vez que eu descansava debaixo dos lençóis, ele se levantou e sorriu tristemente. —Você se lembra de mim? Eu balancei a cabeça. —Você me impediu de girar fora de controle quando Q me amarrou para o jantar de reunião. Pela primeira vez eu não estremeci só de pensar no olhar do russo e seu cabo da faca. Eu nunca saberia que Q é raciocínio por trás disso. —Eu fiz. Eu também sou associado no trabalho de Q e amigo mais próximo. — Ele apontou para o final da cama, levantando uma sobrancelha. —Posso? Eu dei de ombros. —Claro. — Não era sempre que eu tinha senhores sentando em seus ternos impecáveis no final da minha cama quase três da manhã. —Meu nome é Frederick, e eu conheço Quincy desde internato. Ele nunca saiu e me contou a sua história de vida, mas eu coloquei o suficiente junto para saber que ele acha a vida em geral incrivelmente difícil. Mesmo ele não compreendendo por que razão ele é

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

do jeito que é, e ainda assim você aceitou-o completamente. Pela primeira vez em sua vida, ele conheceu uma mulher que não só o amava pelo homem, mas pela sua escuridão, também. Ele

desviou

o

olhar,

como

se

muito

emocional

para

continuar. —Eu devo admitir, eu nunca pensei que Q fosse encontrar o que ele precisava. Imaginei-o a si mesmo trabalhando em uma sepultura adiantada. Construindo um império, dedicando sua vida a uma causa que ele acreditava ser sua redenção, e nunca encontrar o que todos os seres humanos querem encontrar. Eu não falava, apenas deixei Frederick subir ao palco. —Quando você foi levada, Q virou as costas para tudo o que ele lutou tanto. Ele jogou sua empresa a uma reputação para baixo na sarjeta, ele afastou-se do perfil que ele criou para si mesmo. Ele mesmo dispensou a parte humana de si mesmo que ele sempre lutou para proteger. Seus olhos azuis esverdeados brilharam na escuridão. —Ele procurou em todos os lugares por você, Tess. Ele matou inúmeros homens – maioria bárbaros, a sangue frio, todos em nome de sua honra. Viajou milhares de quilômetros, pagou centenas de homens para obter informações. Ele foi para o inferno para trazê-la de volta a partir dele, e agora que você está segura, ele não tem nada. Algo duro se deparou na minha garganta. —Se você realmente não acha que há esperança, então saia. Vai o mais longe possível de Q, porque você vai só matá-lo mais rápido ficando. — Ele se virou para mim com um brilho de raiva em seus olhos. —Mas, se você pensa que pode haver alguma casualidade, alguma pequena esperança minúscula que você possa trabalhar com o que fizeram com você – então fique. Deve-lhe isso. Frederick

estava,

escovando

seu

terno

com

as

mãos

perfeitas. —Agora, se você me der licença. Eu tenho uma esposa que me

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

ama, e eu realmente preciso ir e dizer a ela o quanto eu me importo. Vendo uma coisa tão perfeita arruinada entre duas pessoas dói, porra. Sem outra palavra, ele caminhou até a porta e saiu. O resto da noite não fez igual sono. Olhei para a escuridão, lutando uma guerra lá no fundo, tentando difícil encontrar o verdadeiro eu. Frederick estava certo. Eu devia a Q tanto. Eu tinha sido egoísta. Eu poderia ser forte o suficiente para enfrentar os meus crimes culpados. Eu precisava me concentrar em salvar o homem que costumava amar – ainda amava. Eu tentei de tudo. Forçando-me a lembrar o que eu fiz, revivendo todos aqueles momentos horríveis, mesmo recordando o sequestro original no México, e o estupro antes de Q me encontrar. Eu me coloquei através de cada má memória. Eu quebrei meu coração com memórias de infância de meus pais me abandonando. —Vamos levá-la para o zoológico hoje. Comporte-se e seja uma boa garota. — Minha mãe se abaixou para me olhar severamente no olho. Eu não conseguia controlar minha emoção de seis anos de idade. Eu

nunca

tinha

sido

levada

para

qualquer

lugar

agradável. Aparentemente eu não valia a pena à admissão, o que quer que fosse. —Eu vou ser boa, eu prometo. Só quando chegamos ao zoológico, a minha mãe não foi comigo. Ela esperou até que eu tinha ido através da barreira, em seguida, foi embora. Eu odiava o zoológico. Cada animal selvagem pareceu sentir minha infelicidade; os macacos riram de mim; os leões rosnaram, saboreando o meu medo. Passei a noite encolhida no canto pelos caixotes

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

do lixo. Ninguém notou que num prazo de seis horas depois e minha não mãe chegou para buscar-me. Eventualmente, os limpadores encontraram-me, e para o desgosto da minha mãe, fui mandada para casa. Obriguei-me a pensar em como desagradável meu irmão tinha sido. —É este o seu brinquedo cheio de espuma? — Ele levantou meu ursinho de pelúcia sem cabeça. O que eu encontrei fora de um Exército da Salvação um dia. —Dê-me de volta. — Eu pulei para ele, mas ele sempre tinha sido tão alto. Ele riu, rasgou as pernas para fora, e escavou o recheio antes de jogá-lo em cima de mim. Eu endureci meu coração, sabendo que eu nunca iria encontrar o amor com essas pessoas. E, no entanto, eu encontrei o amor com Q. Eu encontrei uma conexão abrangente que fez a minha infância parecer tão ridículz. Q murmurou, —Tu ne pas être peux à moi, mais je suis en train de devenir à toi. Meu

estômago

revirou,

enchendo

com

bolhas

espumantes. Nossos olhos se encontraram e eu não conseguia desviar o olhar. Q roçou seus lábios contra os meus sempre tão docemente, repetindo em Inglês, forçando-me a engolir as palavras. —Você não pode ser minha, mas eu estou me tornando rapidamente seu. Tempo congelou. Sua confissão me amarrou, roubou minha mente. Seu estado de

embriaguez,

sentimentos. Tempo

deixe-me começou

ver de

a novo,

profundidade brilhando

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

de

seus

com

novas


The Rose Traduções

possibilidades. Meu corpo já não era o meu, pertencia a Q. Tudo pertencia a Q. Como eu poderia esquecer que eu sempre pertenceria a Q? Amassando meu rosto, eu maltratei e gritei para minha torre fortemente guarnecida. Eu queria a culpa. Eu queria as náuseas – para lágrimas derramar – porque ele iria mostrar que eu ainda estava viva lá... Em algum lugar. Eu não queria mais viver em um vazio. Mas não importa o quanto eu me peguei em velhas feridas, nada funcionou. Eu tinha adicionado muitos tijolos, bati fechados muitos bloqueios. Eu tinha perdido tudo e eu não conseguia nem me lamentar. No momento em que o sol aquecia o quarto e um novo dia brilhava, eu tinha me esgotado em um pior silêncio vazio do que antes. Se eu pudesse me apunhalar no coração e eu não sentiria isso. Eu poderia quebrar todos os ossos em meu corpo e eu não me importaria. Eu estava realmente morta por dentro. Frederick estava certo. Eu não podia fazer isso com Q mais. Depois de tomar banho e vestir-me em um par de jeans e blusa rosa bebê da sala de carrossel, eu fiz meu caminho no térreo com apenas o meu passaporte no bolso. Eu não tinha idéia de como eu iria voltar para a Austrália. Eu estava sem dinheiro para salvar – o dinheiro Q me deu. Eu não tinha um plano, e eu não me importava se uma carona se transformasse no que aconteceu antes. Talvez alguns estupradores fossem terminar o trabalho, para que eu pudesse finalmente descansar e não ser tão terrivelmente fria.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Suzette ficou no foyer enquanto descia as escadas. Seus braços cruzados sobre o peito, um olhar cheio de tristeza e descrença no rosto. —Q nos disse que estava indo embora. Para Franco e eu não pará-la. Por favor, não faça isso, Tess. Dê-lhe algum tempo. Podemos esperar. Nós podemos ajudá-la a encontrar o seu caminho de volta. Eu balancei minha cabeça. —Isso não é justo com Q. Eu tenho mais nada e ele merece tudo. Não é justo ficar e dar-lhe esperança. — Eu dei-lhe um sorriso triste. —Obrigada por cuidar tão bem de mim. Sem outra palavra, eu abri a porta da frente e sai. O mundo parecia tão normal. Verão virou-se para o outono, e as belas árvores nos jardins de Q começaram a viagem de verde para vermelho, para ouro antes de cair completamente. Eu me senti como uma folha seca – cujo único propósito era cair no chão à podridão. Esperando na varanda, eu tentei mais uma vez, um último e definitivo momento para encontrar uma parte de mim viva e sem vontade de ir, mas a dormência foi a minha única resposta. Ao proteger a mim mesma, eu mesmo me condenei. Eu não posso morrer de culpa, mas eu nunca iria viver com o amor ou felicidade novamente. Meu primeiro passo fora do pórtico de Q deveria ter meus joelhos se dobrando e rasgando meu coração livre do meu peito, mas não o fez. Eu nunca me sentiria novamente. Uma vez para o cascalho, eu contornei a fonte cavalo, indo no caminho

longo. Árvores

pairavam

acima,

apagando

manhã. Continuei andando até eu pegar a estrada.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

o

sol

da


The Rose Traduções

Esquerda. Direita. Que caminho seguir? Devo voltar para a Austrália? Por quê? Não sobrou nada para mim lá. Eu não tinha desejo de ir a qualquer lugar, só para deixar esta vida que poderia ter sido maravilhosa. Para deixar Q curar sem mim. Para deixá-lo esquecer e seguir em frente. Eu pisei fora garagem de Q.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Vinte e Um

Você é a minha obsessão, eu sou sua posse, você possui a parte mais profunda de mim...

Eu não sabia onde eu fui depois que eu deixei Tess. Passei o resto da noite olhando fixamente em algum vaso hediondo, sentindo nada. O álcool deixou meu sistema horas atrás, e Frederick – o traidor desgraçado – soltou-me um pouco depois que eu deixei Tess. Ele falou com ela. Eu sabia que ele fez, e se eu fosse honesto, me chateou e me fez querer matá-lo. Mas Tess tinha escolhido. Ela usou a palavra de segurança, pelo amor de Deus. Ela não podia me machucar mais do que ela já fez. Eu estou feito. O sol levantou-se lentamente em um novo dia – dia, onde eu teria que fingir que nada tinha acontecido. Eu gostaria de voltar a trabalhar e me enterrar sob papelada. Alguém tinha que lidar com os rumores indo em torno de mim. Dubois – chefe de polícia, tinha sido fiel à sua palavra e proibido tudo de ruim ir na imprensa sobre Moineau Holdings, mas isso não duraria para sempre. Franco já tinha impedido um ataque à minha casa de traficantes descontentes. O estranho foi minhas ações em outras empresas – a não contaminada por escravas ou investimentos no

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

submundo pecaminoso – tinha crescido. Acabou por as pessoas gostarem de investir em uma empresa que tinha a moral e um CEO que tinha um salvador complexo. Tess fez-me um favor, ela me lembrou que eu não era bom o suficiente. Eu não podia esperar para ter o que os outros tinham como certo. Eu nunca ganhei o amor de uma mulher ou ser estupidamente feliz como o resto da raça humana. Mas eu tinha outras coisas para viver. Gostaria de salvar mais escravas do que nunca; gostaria de garantir que outras pessoas pudessem ter um final feliz em seu lugar. Isso seria o meu legado. Merda, talvez eu deveria fechar o negócio e ir em uma farra de caça que nunca terminaria. Então, eu poderia ser feliz. Suzette apareceu no recanto de leitura na sala onde eu tinha me escondido durante as últimas horas. —Ela acabou de sair, mestre. — Ela olhou para fora da janela, sem dúvida vendo Tess descendo a calçada. —Eu fiz o que você me disse e apenas a deixei ir, mas Franco não está feliz. Ele tem o carro pronto para ir se você quiser ir atrás dela. Um punhal afiado torceu meu coração, mas eu cerrei os dentes, forçando-me a ficar sentado. Eu não iria correr atrás dela. Eu não faria isso. Não depois da palavra de segurança. Quando eu não me mexi, Suzette deixou-me para o meu luto e outra hora foi passou. Toda vez que eu perguntei-me onde Tess estava eu tirava o pensamento certo entre seus olhos. Recusei-me a pensar sobre ela. Eu neguei a dor em meu pau, a besta ansiando por dentro. Eu repetiu várias vezes que eu não precisava dela. Eu não preciso de alguém que não precisava de mim.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu não preciso dela, porra. Um carro gritou a uma parada do lado de fora, chutando cascalho contra a vidraça. Sentei-me do meu desleixo para ver Frederick cobrando seu Lexus e parafuso para a porta da frente. Ele explodiu através do foyer e para o lounge. Seus olhos caíram sobre mim. Rasgando em torno do mobiliário, ele correu para frente e plantou seu punho na minha mandíbula. —Você é um filho da puta idiota. Na verdade, você é tão estúpido como ela é. — Frederick me bateu de novo, mas desta vez eu estava pronto para ele. Eu abaixei e girei, conectando com sua caixa torácica. Ele respirou fundo, gritando: —Eu disse a você, se você queria mantê-la você tinha que fazer alguma coisa. Drástica. — Ele me bateu de novo, ele pousou no meu ombro direito. Calor brilhou nas minhas veias e eu rosnei. —Eu fiz algo drástico. Eu bati nela e exigi que ela voltasse para mim, tudo enquanto você assistia, em seguida, ela usou a palavra de segurança! — Peguei o vaso hediondo que eu estava olhando a noite toda e arremessou-o em toda a sala. É conectou com outro vidro cheio de flores, e eles trovejaram no chão em um caos de quebrar a china. —O que mais eu posso fazer? Jurei que eu pararia se ela já usasse. Frederick cutucou meu peito com um dedo. —Você pode puxar a cabeça para fora de sua bunda. — Ele me chutou, o filho da puta, e seu pé conectou com meu ouvido. Eu fui para baixo, caindo em um joelho no carpete. Eu olhei, atirando-me em posição vertical para fornecer um conjunto de espessura de juntas em sua mandíbula. Esqueci-me por que lutávamos e coloquei nele. Não foi a primeira vez que tinha batido a merda um no outro, e não seria a

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

última. Sendo equilibrado significava que Frederick entregava tão bem como ele conseguiu. Eu desembarquei alguns punhos para sua parte superior do corpo, enquanto ele conseguiu me algemar ao redor da cabeça, fazendome ver estrelas. Nós bufamos e gememos, circulando um ao outro como dois idiotas movidos a testosterona. Cada soco que ele entregou me deu algo que eu perdi. Ele me deu uma razão para me levantar e chutar suas luzes apagadas, porra. Mas não o fiz. Apesar de ter vivido para ser violento, eu mantive-me domado. Eu não me deixei ir assassino. Eu nunca mataria alguém que me preocupava. E apesar de que Frederick me deixava louco, eu me importava o suficiente para mantê-lo vivo. Nós dois estávamos respirando com dificuldade pelo tempo que Frederick fez mais um de seus movimentos irritantes de karatê e pousei na minha bunda. Ele ficou em cima de mim, oferecendo sua mão. A oferta de paz quebrou a tensão e eu apertei seu aperto, permitindo-lhe me arrastar para os meus pés. Eu lambia o interior do meu lábio, agradavelmente surpreso ao descobrir que eu tinha um corte. —Você está ficando vicioso em sua velhice, Roux, — eu murmurei, passando o dedo ao longo da fatia. Ele bufou, arrastando as mãos pelo cabelo fora do lugar. — Você mereceu. Isso era por Tess. Para dar um tapa nela e ser um idiota. Você não vai levá-la de volta, forçando-a ainda mais em si mesma. —Mas isso é o que sempre a fez reagir! Ela implora por dor. Ela implora que eu almeje. Ela é o espelho da minha própria

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

imagem, Roux, e eu sinto falta dela pra caralho. — Merda, de onde diabos veio isso? Eu olhei, desejando que eu tivesse mantido minha boca fechada. Frederick assentiu, uma luz construindo lentamente em seus olhos. —Você disse que ela anseia pelo que você deseja. — Ele inclinou a cabeça, andando alguns passos antes de girar para me encarar. — Alguma vez você já a deixou bater em você? Chicotear você? Peguei um copo de bebida do aparador e atirei na cabeça dele. Que coisa blasfema a dizer. Deixar que ela me bata! De maneira nenhuma. Não é um acaso. Frederick se abaixou do projétil, esmagado contra a parede, acrescentando a pilha de louça quebrada e flores murcha. Ele ergueu a mão em sinal de rendição, pensamentos zunindo em seus olhos azuis alegres. —Espere! Ouça-me. Se você deixá-la fazer as coisas que você fez com ela? Minha mandíbula travou enquanto o pânico se espalhou grosso e rápido. Nada mais me aterrorizava. Engoli em seco com o pensamento de Tess me machucando, me amarrando, me degradando, me fazendo implorar. Tendo o domínio total sobre mim. —Il n'y a pas moyen putain. Je ne peux pas faire ça.56 — Eu balancei a cabeça duro. —Sem chance. Frederick não me deixou ir. Ele caminhou para frente, falando rápido. Eu não queria ouvir. Eu estaria disposto a fazer qualquer coisa para trazer Tess de volta, mas deixá-la roubar-me tudo o que eu fiz, comigo? Eu não queria pensar sobre isso, doeu muito. Não era

56

De jeito nenhum. Eu não posso fazer isso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

possível. Exatamente por isso que eu não tinha sonhado com a idéia eu mesmo. Isso iria me matar. —Tess disse ontem à noite que tinha sido forçada a machucar os outros. Você mesmo disse – ela é forte o suficiente para lidar com qualquer coisa que as pessoas fazem com ela. Mas e se ela não fosse forte o suficiente para lidar com ferir os outros? E se essa paralisação é para parar a si mesmo de sentir dor, quando ela fez outro gritar, ou pior? Eu recuei, tentando tão difícil ignorar sua lógica. Ele me encurralou pelo sofá, entregando seu golpe final. —Se fosse comigo e eu a amasse tanto quanto você diz amá-la, eu faria qualquer coisa. —Eu iria fazer qualquer coisa, mas não é isso. —O que não que você faria? Pense nisso, Q. Admita. O temperamento da luta escalou novamente. —Você está dizendo que eu preciso fazê-la me machucar. Que eu preciso levá-la de volta para aquele lugar e quebrar todas as paredes do caralho que ela construiu. Você está dizendo que eu preciso sacrificar a minha própria pele, a minha própria dor para trazê-la de volta. — Eu suspirei, querendo lavar minha boca para fora. —Você está me dizendo para fazer o impossível, Roux. Agarrei o meu crânio quando uma dor de cabeça rugiu aparecendo

do

nada. O

monstro

dentro

de

mim

rasgou

cérebro. Ninguém pode ter esse tipo de poder sobre mim. Eu não era forte o suficiente. Eu não poderia fazê-lo. Mas eu sabia. Mesmo que eu não pudesse admitir isso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

meu


The Rose Traduções

Frederick estava fodidamente certo. Imagens de bater nela, amarrando-a, e transando duro com ela, catapultou para a minha mente. Ela tinha me dado sua confiança, total

e

completamente. Eu

possuía

cada

parte

dela

naquele

momento. Seus olhos tinham sido preenchidos com máxima confiança, dando-me o presente mais doce de pensar por ela, de permitir que eu a possuía. Ela precisa me possuir para encontrar o caminho de volta. Puta merda. Frederick

me

deu

um

tapinha

nas

costas. —Eu

vou

embora. Vou verificar você em poucos dias. Corrigir isto, Mercer. Ela é a sua outra metade, e você precisa perceber isso antes de estragar com tudo isso e acabar sozinho. Eu gosto do homem que está se tornando por causa dela. Pisquei quando Frederick me deu um último sorriso, e fiel à sua palavra, saiu pela porta da frente. Pensamentos correram loucos na minha mente. Eu estava lá como um idiota, tentando fazer sentido do que apenas aconteceu. De onde diabos ele tinha vindo? Ele foi ao redor como uma fada madrinha. Maldição, eu o odiava, embora eu gostasse que ele se importava o suficiente para bater algum sentido em mim. O relógio de pêndulo no foyer golpeou minutos no silêncio, contando os minutos que eu tinha deixado antes que Tess estivesse muito longe para encontrar. Antes de fazer uma oferta que eu não poderia sobreviver. Antes de entregar a Tess maior presente que eu poderia dar a ninguém. Eu queria esquecer a epifania de Frederick. Certamente, havia alguma outra maneira de trazer Tess de volta. Eu poderia ser um idiota,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

mas o pensamento do que eu tinha que fazer me transformou em um assustado, covarde babaca. Você não pode ir embora. Não agora. Não quando eu devia tudo a Tess. Não quando eu não poderia viver sem ela. —Maldição. A besta dentro de mim deserdou, deixando-me a minha ruína. Odiando-me, eu corri da casa.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Vinte e Dois

Salve-me, me escravize, você nunca me dará. Insulta-me, ostenta-me, mata tudo o que me assombra...

Eu dirigi-me para a aldeia onde eu primeiro corri de Q. Eu levaria um tempo para chegar lá, mas eu não me importava. Andando ajudou domar o frio no vazio interior. Ele me deu algo para olhar, algo para eu pensar sobre as outras memórias bloqueadas apertadas contra mim. Eu parei para olhar um lindo Fantail57 na brisa da tarde de verão quando minhas pernas desapareceram debaixo de mim, e o ar em meus pulmões escapou em uma corrida. Gritei quando eu aterrei sobre um forte, largo ombro. Meus olhos se conectaram com a bunda tonificada, esculpida de Q quando ele me levou de volta para a casa. Eu colidi e empurrei e, apesar de minhas costelas machucadas, o escudo protetor na minha mente residia em não me deixar estremecer. Q não tinha feito um som, mesmo que a estrada estivesse cheia de galhos e folhas quebradiças. De alguma maneira ele tinha me rastreado, me atacou silenciosamente, e agora me segurou cativa. Esperei

a

agitação

dos

batimentos

cardíacos

o

conhecimento e o calor que mesmo que eu machuquei muito ontem à noite, ele não podia suportar me deixar ir. 57

Tipo de ave.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Nada. Apenas uma mancha escura apareceu, nublando meus pensamentos, lembrando-me que eu tinha sangue das mulheres sob as minhas unhas e se eu sentia uma emoção, eu teria que sentir tudo. —Ponha-me no chão, — disse eu. Q não disse uma palavra, caminhando propositadamente em direção à casa. Eu belisquei a bunda dele, mas ele não vacilou. —Deixe-me ir, Q. —Nunca. Você não está saindo da minha vida assim. Ainda não. — Sua voz soava distante – feroz, com raiva, quase com medo. —O que você está fazendo? — Eu não gostava da energia que ele emitiu – vibração desconfortável, nervosa. Ele rosnou baixo em seu peito, murmurando uma maldição em francês. Ele levantou a voz. — Você vai fazer algo para mim antes de ir. Eu fiz uma careta. —O que você quer que eu faça? —Eu vou te dizer quando estivermos de volta na casa. E você não vai recusar, Tess. Porque se você fizer, eu vou te matar para colocar nós dois fora de nossa miséria. Quanto eu queria a emoção de terror com as suas palavras, o espessamento da luxúria. Eu saltei em seu ombro, persuadindo tais sentimentos para se manifestar, mas o melhor que eu podia fazer era uma pontada de medo. O medo, porque eu não tinha idéia do que Q tinha reservado, e eu odiava novidade. Novidades sempre igualavam espanto. Novidades

significavam

espancar

mulheres

e

se

tornar

dependente de drogas. Nós não dissemos outra palavra quando Q me transportou de volta como uma morte que ele tinha apenas um disparado. Eu não

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

choraminguei quando meus pulmões doeram de ser esmagados, ou reclamei quando a tontura me fez enjoada de estar pendurada de cabeça para baixo. Eu não fiz um pio quando entramos na casa ou bati um cílio quando Franco parou, encarando-me no aperto de Q. Q tomou os passos de dois de cada vez, nunca sem fôlego de puxar o meu peso. Ele não diminuiu quando nós nos dirigimos pelo corredor. Ele cheirava a álcool e tensão, mesmo um rastro de sangue quando ele chutou aberta uma porta me carregando. No momento em que ele bateu a porta com o pé, ele me colocou para baixo. Seu lábio estava machucado e divido, um sombra floresceu sob seu olho esquerdo, e ele parecia privado de sono e torturado. Que diabos aconteceu com ele? Ele me deu um olhar duro com os olhos ilegíveis, rondando à cama. Olhei em volta. Eu nunca tinha estado quarto antes. Pintada em ouro e vermelho, tinha uma atmosfera exótica, um pouco ostensiva, mas funcionou tudo a mesma coisa. Q vai para a cama de dossel e arranca o edredom grosso e lençóis, deixando o colchão nu. Ele se dirigiu ao banheiro antes de retornar com quatro toalhas que ele colocou sobre a cama, cobrindo o tecido. Eu

fiquei

imóvel,

observando-o

rasgar

ao

redor

do

quarto. Uma vez que ele puxou e ajeitou a toalha pela quinta vez ele veio para ficar na frente de mim, respirando com dificuldade. Ele ficou mais reto, reunindo a energia do quarto e ao mesmo tempo parecendo encolher em si mesmo. Seus olhos se encontraram com os meus, e eu engasguei com o tormento profundo em suas profundezas pálidas. —Lembre-se. Se recusar, eu vou te matar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Vinte e Três

Você se arrastou para a escuridão, o meu monstro ficou livre, então grite, sangre, conecte-se comigo, mas nunca diga pare, nunca fuja...

Eu fiquei na frente de Tess pronto para fazer algo que eu nunca tinha feito na minha vida. Algo que eu não sei se eu poderia tolerar. Algo que eu não sei se eu poderia andar longe. —Merda. — Baixei a cabeça, correndo as mãos sobre meu rosto machucado. A viagem inteira levando Tess aqui, eu tentei pensar em outra maneira. A maneira em que eu podia manter minha sanidade fodida e ainda corrigir ela. Mas eu não conseguia ver nenhuma outra lógica. Não havia outra maneira. Eu tive que deixá-la tirar a minha propriedade, a porra da minha vida. Tess ficou lá com seus braços esticados ao lado do corpo, seus cachos loiros tão selvagens e despreocupados em comparação ao seu desprendimento fechado – desligado. Eu odiava naquele momento – odiava a frieza, a falta de conexão. O jeito que ela me deixou para encalhar e morrer de um coração partido. Eu queria jogá-la na cama e fazê-la gritar. Eu queria fazer todos os tipos de coisas para ela para obter uma reação. Eu queria machucá-la até que ela usasse a palavra de segurança novamente, mas

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

neste momento, ignorá-la. Eu queria empurrar passando suas barreiras e fazê-la ver a verdade. Eu não posso. Eu não seria responsável pela destruição de sua mente. Apertando minha mandíbula, corri as mãos pelo meu cabelo. Eu não podia ficar parado. Eu era como uma porra de um estudante prestes a perder a virgindade mais uma vez. E de uma maneira eu era. —Tu ne sauras jamais ce que ça me coûte.58 — eu murmurei, olhando para cima pela primeira vez. —A quantidade de me desgastar. O olhar de Tess se suavizou. —Seja o que for, você não tem que fazer isso. Eu já causei danos suficientes. Rosnei, odiando que eu ofereci tanto e ela teve a coragem de negar. —Não é uma negociação, Tess. Você está fazendo isso. Eu estou apenas deixando você saber o quanto isso vai me machucar. O quanto eu estou disposto a colocar minha vida na linha – por você. Ela congelou, as narinas dilatadas. A palavra erro dançou na minha boca e eu engoli-la de volta. Este não era um erro. Eu a amava, e era hora de dizer isso a ela. —Eu amo você, — rosnei, como se fosse uma coisa terrível, uma abominação. Seus olhos se arregalaram e ela desviou o olhar. —Não faça isso, Q. Cheguei mais perto e segurei seu queixo, forçando-a a olhar para mim. Eu deixo tudo, todas as barreiras, cada fumaça e espelho. Eu deixo-a ver tudo o que eu era. Todo o medo que eu sentia, 58

Você nunca vai saber o custo disso.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

todo o amor que eu queimei. —Você poderia estar em qualquer lugar e ainda iria doer, escrava. Seus olhos ficaram frios, mesmo depois que eu mostrei a ela o quanto eu precisava dela. Ela balançou a cabeça, tentando se libertar. —Eu não posso te dar o que você precisa mais. Eu tentei. Eu tentei tanto desbloquear qualquer espaço, eu estou presa, mas não adianta. Corri meu nariz ao longo de sua mandíbula, respirando-a, imprimindo seu cheiro de geada e orquídeas em minha alma. Quando Tess fizesse o que eu exigia, eu duvidava que eu ia querer estar tão perto dela. —Não é sobre o que eu preciso. É sobre o que você precisa. — Fiz uma pausa, reunindo minha coragem esfarrapada. —Eu vou dar-lhe o que você precisa. Tess sugou em um pouco de fôlego. Eu vacilei, olhos investigando os dela, tentando ver se ela sentiu algo, reagiu ao que eu disse. Mas nada brilharam, nada resplandecia. Naquele momento, eu queria rasgar o quarto à parte. Eu queria matar os bastardos que a levaram tudo novamente. Para o inferno do caralho. Os malditos bastardos. O maldito mundo maluco. Tess tocou meu rosto, me ligando a terra. —Você está bem? — Eu queria que ela me perguntasse por preocupação, mas eu sabia melhor. —Como

você

pode

perguntar

isso? Como

você

pode,

honestamente, acha que estou bem? Eu tinha tudo que eu sempre sonhei, então tinha tudo arrancado de mim. Eu sinto falta de você pra caramba, mas você não se importa. Você não me ama mais. Você tirou

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

tudo de mim e você tem a coragem de perguntar se estou bem. — Eu ri com humor negro da situação. —Eu estou indo arruiná-la ou curá-la. É um ou o outro, Tess. A partir de agora. Isto vai, ou nos corrigi ou deixar-nos em pedaços de merda. —O que será? —Eu quero que você me leve. — Minha voz tremeu. Como um tolo. Tentei novamente. —Você vai fazer o que quiser comigo. Você vai levar tudo que tenho a oferecer por qualquer meio necessário. — Eu pressionei minha boca na sua orelha. —Você vai me machucar, Tess. E me machucar pra caralho. Sua boca caiu aberta. Ela olhou estupidamente, sem ver, sem falar. —Eu fodi você. Eu bati em você. Eu te amei na minha própria maneira, mas não é o suficiente para repará-la. Eu não posso chicotear o que aconteceu fora de você. Você precisa ajudar a si mesma, e eu estou me oferecendo para ser o que você quer para tomar tudo e colocar para fora toda a raiva. O ar ficou grosso e pesado; Eu não conseguia respirar. Ela sabia. Ela era muito inteligente, muito inteligente, não para perceber o que eu ofereci. —Você não sabe o que está dizendo. Claro, que eu sabia o que estava dizendo. Eu estava indo contra cada pequena célula do meu corpo. Eu estava indo contra a natureza. Eu estava fotografando o animal dentro de mim com uma espingarda e entregando minhas bolas. Ignorando todos os instintos. Todo desejo que eu já tive. —Eu sei exatamente o que estou oferecendo, escrava. Leveo. Antes de eu mudar de idéia. — Antes de eu fugir gritando como uma garotinha.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Antes de eu perder você. Antes de eu me perder. —Não é tão simples assim. Mesmo se eu te machucar, não vai fazer a diferença, Q. Não há nenhum ponto de colocar-se através de algo que você vai odiar. —Há um ponto, se ele traz você de volta. Eu não vou embora até acabar com isso. Eu não ofereço isso levemente. Eu não espero que você me vire para baixo. Você me deve. Ela tossiu. —Devo-lhe? —Sim. — Eu balancei a cabeça duramente. —E eu vou dizer por quê. Tudo o que você viveu era terrível, horrível e infernal, eu sei disso, e eu sei que você não quer falar sobre isso, por isso eu não empurro. Mas tente e pensar o que foi para mim. Você foi roubada do meu escritório! Do meu cuidado e proteção. Você foi levados de mim por dezessete dias do caralho. Todos as pistas que eu persegui era um beco sem saída, cada esperança, uma provocação de merda. — Eu me bati violentamente no plexo solar, revivendo o horror, o pânico por não encontrá-la. —Você não acha que tudo isso é difícil para mim também? Você me deve, por isso me machuque. Faça-me sofrer, porque eu não fui capaz de salvar você. Meu peito arfava e a verdade estourou livre. —É tudo culpa minha, porra. Tudo isso. Os contratos de construção. A poupança de escravas. O fato de eu que pensei que era invencível. Eu nunca pensei em inimigos e nada acontecendo com você. Eu era um idiota de merda egoísta. Eu tive que parar e engolir ao redor do caroço se formando na minha garganta. —É tudo minha culpa que você é assim. Assim se eu

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

ordeno que você me faça sofrer, é o mínimo que você pode fazer. Libère moi de ma douleur,59 Tess. Eu coloquei o rosto, me afogando em seus olhos. —Pedi-lhe uma vez para me dar a sua dor como o meu prazer. Desta vez, leve a minha dor como o seu prazer. Foi uma noite de estréias e eu caí de joelhos, inclinando a cabeça contra suas coxas. —Por Favor, escrava. Não me faça continuar pedindo. Eu não tenho força. — Parecia ser um pouco estranho e horrível em uma posição de apresentação, mas, ao mesmo tempo, de modo direito e perfeito. As duas emoções confusas, fazendo-me tremer de ansiedade. Eu não me mexi. Cabe a Tess agora. Parecia um ano inteiro antes de Tess se mexer. Sua mão suave pousou na minha cabeça. Ela enfiou os dedos pelo meu cabelo, acalmando a dor de cabeça que nunca me deixava, fazendo-me gemer. Será que eu estava fazendo isto pior, forçando-a? Causando mais danos a sua já desgastada mente? —Eu não posso, Q. Eu olhei para cima, os olhos em bloqueio. —Você pode. E você vai. Ela tentou desembaraçar-se da minha mão, mas eu apertei, não a deixando ir. —Você está deixando o bastardos ganharem, escrava. Você quer isso? Você quer que eles governem a sua vida? — Eu estava de pé, nunca a deixando de lado. —Onde está a luta que eu estou tão acostumado? A Tess que eu conhecia, a escrava por quem eu me apaixonei, que não se deita e lutaria até a morte.

59

Livra-me da minha dor.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Os segundos passavam e a dúvida sombreava seu rosto. Ela mordeu o lábio, olhando para qualquer lugar, menos para mim. Eu estava certo de que ela discordaria de novo, e pensamentos correram soltos em como eu poderia forçá-la a me machucar. Eu não sabia o que significaria se isto falhasse. Finalmente,

seus

olhos

pousaram

sobre

os

meus; ela

sussurrou: —Você tem certeza? — Essa inquietação, tal brilho de gentileza seu rosto, isso, embora não havia mais nada ali, nenhuma alma ou profunda emoção – eu arrastei por felicidade de esperança. Isso poderia funcionar. Isso tinha que fazer. Eu estava de pé, inclinando-me para pressionar um beijo suave em seus lábios. —Eu tenho certeza. Je suis à toi, tout à toi.60 Seu peito subia e ela balançou a cabeça. —Ok. Não perdi outro momento. Agarrando a mão dela, a levei para o outro lado da sala. Ela ficou onde eu a posicionei ao lado da cama, enquanto eu fui para o armário. Este quarto tinha uma história. Preferia não pensar na história, mas ele veio abastecido com aparelhos e coisas necessárias. Abrindo as portas do armário, eu parei perto, pânico correndo pela minha espinha. Eu estava prestes a fazer algo que me deixaria aleijado. Eu queria acabar este dia livre da minha mente uma vez que tudo estivesse acabado. Eu iria destruir este quarto e tudo no mesmo, então eu nunca tinha que me lembrar. Com os nervos apresentados na minha garganta, retirei cordas, algemas, bondage de todos os tipos.

60

Eu sou seu. Tudo seu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess assistiu remotamente enquanto eu empilhava meus braços cheios de coisas e voltei para a cama. Colocando-os sobre a toalha ao pé do dossel, eu olhei para Tess. —Amarre-me. Eu nunca pensei que eu diria que essas palavras. Mas eu precisava que ela me prendesse. Eu não seria capaz de passar por isso, se ela não fizesse. Eu funciono como um covarde, ou a ataco e a machuco. Ela pegou as algemas de couro, tilintando as fivelas. —Onde? Tentando conter o terror e raiva e tantas coisas, eu me forcei a sentar-me no colchão deitar-me. Meu coração foi uma coisa louca de merda indo a um bilhão de quilômetros por hora; eu não conseguia olhar para Tess. Eu não podia olhar em qualquer lugar, mas ao grande dossel acima da minha cabeça. Os quatro cartazes foram resistente – a metade da porra de uma árvore robusta – uma vez que ela me prendesse, eu não seria capaz de me libertar. Meu

estômago

revirou

e

eu

jurei

que

estava

doente. Merda. Oh, merda. O que diabos eu estou fazendo? Tess deslizou mais perto da cama, parecendo um fantasma desnutrida. Ela

olhou

para

o

punho,

em

seguida,

os

meus

membros. Meus punhos pressionados contra minhas coxas, cada músculo trancado. Eu não tinha roupa. O elemento de ter jeans e uma camiseta era meu único armamento; Eu queria mantê-lo assim. Eu cerrei os dentes, espalhando as minhas pernas para ela. Ela engoliu em seco e obedientemente de a volta do couro macio em torno do meu tornozelo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Os pontos pretos apareceram em minha visão quando ela apertou a fivela em torno da cabeceira da cama. Ela prendeu – e eu contorci. —É preciso fazê-lo com mais força. Eu posso me soltar. — Eu odiava cada palavra. Eu queria cortar a língua para fora por ser tão traidor, mas eu não estava fazendo isso por mim. Eu estava fazendo isso por Tess. Para quebrar de alguma forma a barreira que ela tinha fortificado. Se levasse dinamite na forma de me fazer quebrar, então que assim seja. Tess assentiu, apertando a fivela até que ela mordeu minha pele. Calor viajou até a minha perna, me fazendo tremer de desamparo. Torturando-me com toques esvoaçantes e lentidão, Tess garantiu meu outro tornozelo antes de suspirar pesadamente. Ela olhou para mim com mil desejos em seus olhos e sem esperança. Movendo-se em direção à cabeceira da cama, ela escolheu um pedaço de corda de seda. Nossos olhos nunca deixaram um ao outro quando ela se inclinou e capturou minha mão com a dela. No momento em que seus delicados dedos tocaram minha pele trêmula, eu rebolava. Meu pau rugiu para a vida e tudo o que eu queria fazer era beijá-la, transar com ela, nunca deixá-la ir novamente. Ela mordeu o lábio, os olhos escurecendo um pouco. —Embrasse moi!61 — eu exigi, capturando sua mão com a minha. Olhamos um para o outro por tanto tempo, tão difícil, eu me perguntava

se

eu

ia

morrer

esperando

por

ela

para

obedecer. Finalmente, ela se curvou ao meio, abaixando-se em minha direção. Minhas pernas podem estar presas, mas meus braços e torso 61

Beije-me.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

não estavam. O momento em que ela foi empunhar em distância, eu passei meus braços em torno dela, arrastando-a com força contra mim. Ela soltou um pequeno grito antes dos meus lábios caírem nos dela. Eu espetou minha língua em sua boca. Ela congelou por um breve momento, depois lutou quando eu a segurei mais apertado. Ela gemeu enquanto mordia o lábio inferior. Eu gemi quando seu gosto encheu minha boca. Ela me fez lembrar tempos mais felizes, de tempos confusos, mas a maioria de tudo, o amor que eu tinha perdido. O amor que eu queria de volta. As mãos dela pressionaram contra o meu peito, me afastando. Relutantemente, eu a deixei ir. Ela deu um salto, respirando com dificuldade. Meu coração deu entrada na minha garganta no pânico em seus olhos. Algo tinha corroído, mostrando um pequeno vislumbre de toda aquela emoção trancada dentro dela. Balançando a cabeça, ela agarrou meu pulso e bateu com a mão em cima da minha cabeça. Eu não lutei, mesmo que embora a besta dentro quisesse rasgar-la em pedacinhos. Seus dedos se atrapalharam em torno de meus pulsos, empurrando-os com cada nó da corda. Ela fez uma careta quando ela puxou mais forte, apertando as restrições para o ponto de dor. Eu nunca tirei meus olhos enquanto ela circulou o final da cama e subiu para o colchão para conter meu outro lado. Coloquei-o em cima da minha cabeça para ela, bebendo em seu medo crescente – o cheiro de conflito e pânico. Depois de semanas de nada, mas a frieza, o ataque de suas emoções me intoxicou melhor do que qualquer uísque. Cada segundo passado me irritava, Tess perdeu o olhar vítreo estéril, descendo ainda mais em enlouquecido e assustado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Está funcionando. A maldição em torno do seu coração estava quebrando. Tess testou a corda no meu pulso uma última vez antes de lutar para fora da cama e olhar para mim com tal olhar – como se desintegrando a alma em seus olhos que me desfizesse de uma vez por todas. Porra, eu amava essa mulher. Não apenas para agora. Não apenas para amanhã. Mas sempre. Agora e sempre, eu era dela. Eu

balancei

a

cabeça,

rangendo

os

dentes. —Faça,

escrava. Faça o que quiser comigo. Eu vou aceitar o que quer que você me dê. Eu vou viver e ser feliz com qualquer coisa que você me der. — Minha voz estava rouca, atada com tristeza, mas eu continuei. —Eu lhe dou a mim mesmo, Tess. Se isso não fizer você voltar para mim, então é isso. Esta é a última vez que você terá que se fechar, e eu quero ver a paixão em seus olhos pela última vez. Eu esperei por uma lágrima, uma contração muscular, algum reconhecimento do quanto eu me ofereci, mas apenas terror me cumprimentou. Ela ficou dura como uma porra de um conselho, não olhando mais para mim, mas ali – de volta no lugar onde seus pesadelos eram fabricado. —Tess... — Eu queria dizer a ela para não ter medo, para deixá-los levá-la. Que eu estaria com ela a cada passo, mas ela balançou a cabeça, segurando os cabelos com os dedos desesperados. Ela resmungou algo baixinho, antes de explodir para o outro lado do quarto, dirigindo-se em direção ao armário aberto. Esforcei-me para ver o que ela recolheu e meu coração contraiu quando ela voltou com chicotes, tesouras, tesouras, e frascos. Ela jogou tudo entre as minhas pernas abertas e encadernou.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Seus olhos evoluíram a partir de cinza-claro a nevasca de gelo, brilhando com ódio. Ela não olhou para mim nos olhos como minha escrava – minha Tess. Ela se transformou em uma completa estranha. Uma mulher com uma vingança, um desejo de morte e destruição. Eu balancei a cabeça em resposta a sua respiração pesada. — Onde quer que você esteja, Tess, não se detenha. Reviva o que aconteceu, enfrente seus demônios, inflija o que você precisa em mim. — Eu poderia ter soado forte, mas por dentro eu voltei a ser um menino, porra, que enterrou sua mãe e atirou em seu pai. Eu me senti tão sozinho. Sempre sozinho. Seus olhos se fecharam, e uma capa de horror tomou conta dela. Sua energia mudou de fraca e fechada para feroz e irritada, tão, tão irritada. —Você me fez fazer tantas coisas. E ainda assim você acha que pode me ordenar de novo? — Ah Merda. Ela me deixou. Sua mente tinha regredido – ela tinha feito exatamente o que eu disse a ela. Ela zombou, pegando uma pá de espessura, executando-a ao longo do interior da minha coxa. Eu não queria me mover. Eu queria ficar congelado e deixá-la reencenar o que ela precisava, mas a besta interior não poderia fazêlo. Lutei, empurrando meus pulsos, estremecendo quando a corda cavou mais fundo. —Você acha que pode ir longe? Você não pode. Não depois do que você me fez fazer. Não depois de tudo. — Ela pegou um chicote na outra mão, brandindo ambos. —Você prefere a dor que irradia ou a dor aguda? Meus olhos endureceram, percebendo que eu tinha pedido a mesma coisa quando eu a coloquei na cruz. Eu sabia ela não queria

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

parecer assustadora pra caralho, mas ela parecia uma bonequinha eólica até me perguntando qual arma eu preferia para assassinar. Quanto tempo eu tenho que aguentar essa agonia? Enquanto levar para ela voltar para mim. Eu rosnei. —Qualquer coisa. Foda-se, use qualquer coisa, se isso significa que você vai usar alguma coisa. Ela não vacilou em minha raiva. Sua cabeça abaixou quando a raiva corou suas bochechas. —Você sempre foi um idiota. Dizendo-me para bater e mutilar e matar. Mas você nunca me deixou escolher a arma antes. — Seus olhos agarraram ao meu. Ela rosnou, —Use o bastão, menina. Puxar o gatilho, cadela. —

Ela

inclinou

a

cabeça

quando seu braço voou alto, segurando a raquete. —Vamos ver como você gosta. Ela atingiu. O remo bateu contra minha coxa – revestida com jeans e eu tenso, ondulando com ansiedade. O poder por trás a paralisação não era nada, mas uma mordida irritada do caralho, mas o fato de deixá-la fazer isso de bom grado me fez morrer um pouco por dentro. Ela estendeu a mão, batendo, onde ela me bateu. Seu sorriso era maldade pura. —Eu fiz isso certo? Você sempre me disse que eu não fazia com força suficiente. Destroce mais difícil, menina. Raspe mais profundo, cadela. Nunca satisfeito. Eu não poderia fazer isso. Você pode. Olhando para o toldo vermelho escuro acima, eu gritei: —Não, você não fez isso direito, porra. — Isso foi errado. Isso não iria ajudá-la. Ela, obviamente, perdeu-se muito profundo. Eu não podia salvar essa mulher na minha frente – não gosto disso. —Tess, isto foi um erro... O soco afiado na minha coxa veio do nada; meus olhos se arregalaram. Tess respirou com dificuldade, apontando o remo como

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

uma

arma. —Isso

é

como

você

gosta?

Ela

me

bateu

novamente. Construção de fogo em seu olhar, nutrindo o ódio, o medo que ela tinha vivido durante tantas semanas. Eu parei de respirar. Eu estava vendo o que eu queria ver, ou era a verdade? Essa centelha. A chama. O gelo azul latente ao cinza com alma. —Sim, — eu murmurei, embora a minha resposta foi porra nenhuma. Eu odiava. Odiava ser amarrado. Cada célula do meu corpo odiava, mas esta era a mulher que eu amava. Esta era a mulher que eu queria passar o resto da minha vida. —Bata-me novamente, escrava. — Minhas mãos se fecharam em punhos; Engoli em seco quando ela deu à luz a outro ardor da bato. Ela me bateu duro em meu estômago e eu tencionei, apertando contra a dor. —Sempre as ordens com você. Você sabe que eu quis matá-lo tantas vezes? Cada segundo de cada dia eu existia em um estupor drogado, eu pensei em maneiras de exterminar você. Meu coração disparou. Tess já não me via. Ela já não sabia onde ela estava, nem se importava. Sua mente tinha rachado, e eu era tanto eufórico e petrificado. —Você gosta quando eu me machuco por você? Você gosta quando eu recebo ordens de você? — Sua voz levantou uma oitava. — Você gosta quando eu mato por você? Que porra é essa? Ela matou por eles? Eles a quebraram, fazendo-a cometer um assassinato? Tudo o que aconteceu nas últimas semanas, de repente fez sentido. Como ela evitou qualquer contato humano. Ela parou a emoção. Parou de reagir.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ela levou uma vida humana. Isso fez algo dentro de mim. Isso muda de forma irreversível uma pessoa para sempre. Foda-se, eu nunca iria levá-la de volta. Eu conhecia a escuridão de tirar uma vida. Eu poderia viver com isso, a escuridão era parte de quem eu era, mas Tess... Ela nunca foi concebida para ser um monstro. Seu braço balançou, colocando todo o seu peso corporal por trás da parada. Seu corpo torcido, com o rosto amassado quando ela me cercou em toda a virilha. Santo merda. Meu pau gritou em agonia; minhas bolas desapareceram no meu corpo. A dor ricocheteou no meu estômago, fazendo-me ter vontade de vomitar. —Dói, não é? — Ela sussurrou, seu tom escuro e sinistro. Eu não poderia dizer porra nenhuma, apenas suspirar como um peixe morrendo. Dor. Eu nunca tinha sido tão duramente atingido em tal área fora do limite. Sua linguagem corporal passou de raiva para irradiando ódio maníaco. —Você me fez prejudicá-las, porra. Você me fez queimá-las, dividi-las. — Seu braço se levantou e ela me bateu no peito. —Você me fez matar uma delas! E eu estou feita. Eu vou matar você. Eu vou fazer o que eu deveria ter feito há meses. Eu

apertei

meus

olhos,

não

sendo

capaz

de

vê-la

desmoronar. Para vê-la vomitar a dor que tinha engarrafado dentro como uma doença preta. —Eu odeio você. — Ela bateu no meu joelho. —Eu odeio você. — Ela bateu no meu lado. —Eu odeio você! — Ela esmurrou meu peito.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meus olhos se abriram quando ela bateu no meu pau de novo. Gemi com agonia. Cada vez que ela me bateu, sua voz se levantou e rachou até que, finalmente, a única coisa que eu estava esperando, pedindo, começou a cair. Lágrimas. Eles

censuraram

os

olhos,

tremendo

em

seus

cílios

inferiores. —Você me fez uma de vocês! — Ela jogou longe o remo e pegou um chicote de espessura. A parada pousou no meu rosto, o corte profundo em minha pele. Eu resmunguei com a dor. Eu não queria nada mais do que mergulhar em Tess. Fixá-la no chão e girá-la em tabelas. Eu queria bater

nela. Infligir

a

mesma

agonia. Eu

queria

sentir

a

sua

submissão. Eu queria ser transformado para cima e transar com ela. Não havia nada sexy sobre isso. Meu pau não queria participar disso. Ele não estava bem no meu mundo, e cada parte de mim gritava para terminá-la, mas ela precisava matar seus pesadelos. Eu tive que dar-lhe o meu corpo, porque ela já possuía meu coração. Eu sabia no lugar escuro em que vivia. Eu conhecia os horrores de ser um assassino, e eu sabia que o momento em que ela cedesse totalmente, permiti-se liberar todas aquelas memórias feias, ela provavelmente não iria parar até que eu estivesse morto. Mas se isso significava que ela poderia se purificar e seguir em frente do inferno, eu faria isso. Gostaria de me sacrificar por ela.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Respirando fundo, eu sussurrei, — Je t'aime, Tess. Nous sommes les uns des autres.62 Tess inclinou a cabeça, respirando com dificuldade contra os rastros de lágrimas caindo sem parar de seus olhos. Ela não registrou, e eu estava feliz de uma maneira. Falei com sua alma fraturada, não a mulher quebrada. Mamando no meu orgulho e honra, e todos os últimos pingos de decência que eu tinha deixado, eu rosnei: —Você é a porra de uma decepção. Será que nós não lhe ensinamos alguma coisa? Você matoua. Você é inútil. Patética. Tess fez um barulho estrangulando. —Você não vale nada. Você não pode sequer seguir as ordens corretamente. Sua boca torceu. —Eu odeio você por toda a eternidade. Eu odeio a sua operação. Eu odeio o seu fedor. Eu odeio a sua roupa. A sua voz. Sua falta de humanidade. — Seus olhos vidrados, transformando cada vez mais fundo em seu pesadelo. Uma queimadura afiada começou na minha garganta com o conhecimento de que eu tinha realmente a perdido. Tess pôr de lado o chicote e pegou os nove caudas de gato. A mesma ferramenta que usei para quebrar a memórias de sua violação. Não houve aviso, sem acúmulo – ela golpeou. Os múltiplos segmentos assobiaram pelo ar e pouco em minhas roupas. Os pequenos grânulos desfiando minha camiseta. A próxima batida desembarcou em minhas coxas, me queimando através do tecido de brim. Tess foi feral; o punho dobrou no 62

Eu te amo. Nós somos um do outro.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

chicote, ela atingiu e feriu. Uma batida particularmente violenta desembarcou em toda a minha garganta, enviando ondas de choque ecoando através do meu corpo. Tess era nada além de pura raiva, jorrando de uma alma que finalmente teve o suficiente. O tempo parou. Tess bateu e bateu e bateu. Ela quebrou a minha pele e sangue corria livre, pingando e manchando as toalhas abaixo. Minhas roupas rasgadas com cada golpe até que pairava nos farrapos. A dor amplificou em edifício e até construção de cada parte de mim tremeu. Eu queria gritar de raiva e maldição. Eu precisava de uma saída. Eu necessitava correr. Mas eu nunca fiz um som quando Tess chicoteou-me cada vez mais perto da morte. Através dos olhos inchados, eu não reconheci Tess mais. Suor emaranhando seu cabelo e lágrimas brilhando em suas bochechas. Meu coração se partiu em um bilhão de fragmentos para o que eu fiz com essa mulher maravilhosa. Eu queria envolvê-la e nunca deixar nada acontecer com ela novamente. Eu nunca quis colocar outro dedo sobre ela ou lhe causar qualquer dor. Eu só queria que ela fosse feliz. Seu próximo golpe pegou meu peito esfolado, rasgando fundo na minha pele. Eu não poderia ajudar, eu gritei. O primeiro sinal de fraqueza e Tess se lançou sobre isso. —Você gosta disso, seu desgraçado. Ela

me

bateu

novamente

e

novamente. —Morre,

seu

assassino. Apenas morra. A dor de lágrimas subiu minha espinha, machucando meus olhos.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu nunca tinha chorado. Nem uma vez. Eu sempre pensei que eu era incapaz. E, no entanto, quando eu coloco o peso de tudo que Tess viveu, me sinto desmoronando. Eu nunca tive o desejo de dar a minha vida para salvar outra. Eu nunca fui fraco ou altruísta o suficiente para colocar outro em primeiro. Mas se apaixonar por Tess tirou minhas bolas, bem como o meu coração, e agora eu iria pagar por isso. Uma única lágrima escapou do meu controle. A dor cáustica de sal queimou os cortes nas minhas bochechas. Outra lágrima rolou em silêncio, durante. Uma lágrima para o que eu perdi. Uma lágrima para o que ganhei. Uma lágrima por ser impotente. Uma lágrima por estar apaixonado. Seis lágrimas até que meu corpo não aguentou, meu sangue gelou, e Tess me bater no esquecimento.

A água fria encharcou meu rosto. Estremeci quando meus olhos em fogo abriram para as lágrimas, furiosas de Tess em cima de mim. Um copo vazio descansado em sua mão. Eu olhei para baixo, percebendo que eu estava nu, pingando sangue, e cruzado com lacerações. Ela tinha cortado a minha roupa encharcada de sangue, deixando-os na cama ao meu lado.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Você costumava me acordar assim todas as manhãs. Hora de ferir outra, você diria. Mas agora acabou.

Eu

estou

feita

machucando você. Eu vou te matar. Ela fugiu para fora, movendo-se para ficar ao lado da cama. Seus olhos já não ardiam com ódio e da necessidade de mutilar; agora eles alcançaram resolução e satisfação. Meu coração batia forte – trabalhando com a felicidade. Eu poderia ter sido capaz de ajudá-la depois de tudo. Minha vida por sua vida. Eu estou contente. —Isto é para aquelas mulheres que você me fez arruinar. Para a vida que você me fez tomar. Eu te odeio e eu espero que você apodreça no inferno. — Ela levantou as mãos acima da cabeça, com os dedos enrolados em torno das alças de prata afiadas da tesoura, mantendo-os como um punhal no meu coração. — Escrava... — Eu puxei a corda em torno de meus pulsos, não estava pronto para morrer. Eu não estou pronto para morrer, porra. Minha vida correu diante dos meus olhos: o quanto eu sentiria a sua falta. O quanto eu não tinha tido tempo para fazer. Eu não consegui fazer. Eu não deixaria que ela me mandasse embora. Não agora. Não depois de tudo. Eu fiz a única coisa que eu jurei não fazer. Eu gritei.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Vinte e Quatro

Possui-me, leve-me, você nunca pode me quebrar. Escolha-me, usame, você nunca vai me perder...

Eu existia na escuridão. Nada mais entrou para além da ferrugem metálica de sangue e flashes de loucura. Q me deixou novamente. De alguma forma, eu me transportei de volta para a sala onde eu atiro em loira Beija-flor, só que desta vez, amarrada para baixo e amarrado apertado estava o homem branco. Ele olhou de soslaio e amaldiçoou, me dizendo que eu não era boa o suficiente. Que eu deveria matar-me, porque isso é tudo o que eu valia a pena. O vazio dentro de mim rodou como um furacão louco, chacoalhando as paredes da minha torre, rasgando minhas cadeias, quebrando tijolos em pó. A culpa que eu estava fugindo me sugado profundamente e eu tinha certeza que meu coração iria parar. Eu era uma assassina, uma torturadora, eu merecia morrer em pesar paralisante. Mas o destino tinha me dado a chance de corrigir os erros que eu tinha feito. Eu tinha o marionetista na minha frente.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ódio e fúria deslizaram como répteis em meu sangue, e tudo que eu queria era vingança. Para fazê-lo pagar. A lavagem de emoções que eu estava escondendo me aleijado. Me afoguei em um poço de tristeza e insanidade. O homem branco representando todo o mal no mundo queria eu queria levar e tomar e tomar até que houve não mais. Eu queria extrair até a última linha da vida até que ele já não existisse. Ao matar ele, eu ganharia redenção. Eu poderia finalmente ser capaz de viver com a culpa. Ele não se moveu quando eu bati nele. Ele simplesmente zombou. Meus músculos doíam de entregar abuso. Com cada golpear outro tijolo caiu livre de minha torre. Com cada chicote, rachou e fissurou minha culpa, permitindo-me respirar. Imagens paralelas do meu passado fizeram-me companhia enquanto eu o acertava mais e mais e mais. Vi eu mesma emagrecida, drogada fora da minha mente, arranhada e quebrada... Entregando a sua ira sobre as mulheres inocentes. Eu soluçava e batia mais forte quando a minha aparição atirou em loira beija-flor. Eu dobrei com agonia enquanto eu assistiu um replay de mim mesma engolir a arma, puxar o gatilho para acabar com a minha vida. Nunca mais. Eu sou forte o suficiente para sobreviver. Eu não preciso de uma torre para existir. Eu não fiz nada de errado! O pensamento era um cometa, brilhando com a verdade. Eu não fiz nada de errado. Era tudo eles. Eu fiz o melhor que pude para sobreviver.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O conhecimento que eles tinham me feito uma confusão, que eles tinham me preenchido tão cheia de pecado, me deu um novo sopro de energia. Eu atingi cada vez mais difícil até que eu não poderia reconhecer o homem branco com todos os cortes e sangue. Toda vez que eu tirei sangue, eu descansei mais fácil, sabendo que este homem nunca iria fazer aos outros o que ele me fez. Quando ele desmaiou, eu pensei que o tinha matado. Eu queria vê-lo morto, mas eu tinha que ter certeza. Verificando sua vida, amaldiçoei quando seu pulso zumbia sob meus dedos. Eu sabia o que eu tinha que fazer. Gostaria de acordá-lo, olhar diretamente em seus olhos, então eu iria esfaqueá-lo no coração. Este era o meu dever, minha honra, meu destino. Ensinei-lhe as lições que ele me ensinou. Dor igualou poder. Dor igualou prazer. Enquanto eu estava em cima dele com uma tesoura afiada em minhas mãos, pronta para enterrá-la profundamente em seu peito, ele olhou para cima com tal pânico e amor que hesitei muito tempo. Ele gritou. Ele retornou ao redor da caverna de negritude, derrubando o véu entre mim e o mundo real. A visão me desintegrou, me catapultando do escuro para o claro. A masmorra comutada se tornou um quarto decadente com acentos em ouro e vermelho – parecia familiar, mas eu não poderia entender porquê. Pisquei, incapaz de entender. Onde diabos eu estou?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu corpo doía, ombros tremiam segurando meus braços prontos para atacar. Minhas mãos estavam apertadas e escorregadias com sangue. Então meu coração parou. Q estava deitado na cama na minha frente, seu corpo nu coberto de sangue, completamente irreconhecível. Ele mal respirava, o rosto inchado, olhos silenciados, escondido por lesão. Larguei a tesoura; ela bateu para baixo, entalhando o topo do meu pé descalço antes de saltar para o tapete. Ar alojou profundamente em meus pulmões e eu não conseguia respirar. Um terremoto começou em meus membros, e as lágrimas raiva, justas que eu tinha derramado foram substituídas com horror. —Q-Oh, meu Deus. — Eu estendi a mão, com as mãos trêmulas para tocar o peito em redução. Sua bela tatuagem de pardal pendurada em frangalhos com ferimentos e sangue. Seu belo pênis pendurado inútil e sangrento entre suas pernas. —O que eu fiz! Então eu estava voando. Minha frente colidiu com a frente da cama antes que eu fosse empurrada para trás e pressionada profundamente no tapete. Alguém puxou meus braços atrás das costas, prendendo meu rosto para o chão. —Não se mova, — um homem lívido de voz ordenou. O homem sentou-se nas minhas costas, me segurando no lugar. Ele mudou de posição para olhar para a cama. Ele chupou uma respiração intrigante. —Porra, Q. Que porra é essa.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

O estridente grito da mulher fez a minha agitação pior. Eu desisti de chorar e me virei para os soluços. Eu fiz isto. Eu machuquei Q tanto que ele parecia pronto para morrer. Como isso aconteceu? Por que ele me deixar ir tão longe? — Merde. Q. Meu Deus. Oh, meu Deus, — gritou Suzette. O homem saiu de mim, me descartar como se eu não fosse nada. Ele ficou de pé, correndo para a beira da cama. Eu me atrapalhei em sentar. Eu precisava saber se Q ainda estava vivo. Que havia uma maneira de corrigir isso. Os olhos esmeralda de Franco piscaram de volta para mim, brilhando com ferocidade. — Você fez isso? — Ele balançou a cabeça, dedos lutando nas ligações ao redor dos tornozelos sangrando de Q. — Como você pôde? Meus pulmões se alojaram na minha garganta; Eu não conseguia falar. Eu não poderia justificar o que eu tinha feito, ou mesmo lembrar como isso aconteceu. Tudo que eu sabia era que eu não existia mais em um vazio sem vida. Agora eu morava em uma eternidade de auto-lamento e dor. Eu tinha sido dada ao encerramento e vingança contra o homem branco e o que aconteceu no Rio, mas eu faria tomar essa agonia tudo de novo se isso significasse que Q não estava mentindo sem vida e arruinado por minha mão. —Q! Por favor, Q. — Eu me levantei, torcendo as mãos, quando Franco desfez os pulsos de Q e gentilmente levou as mãos para descansar em seus lados. Q estremeceu e gemeu enquanto Suzette correu para frente com um dos lençóis descartados, colocando-o em cima dele.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Suzette não tirava os olhos de mim, chovendo com tristeza e descrença. —Por que, Tess. Por quê? Depois tudo que ele fez por você. Corri para frente. Eu tinha que segurá-lo. Dizer a ele o quanto eu sentia. Mas Franco me empurrou de volta. —Eu acho que você fez mais do que suficiente, não é? —Mas... Eu tenho que c-corrigir isso. Eu não queria. Você tem que acreditar em mim! — Meu corpo tremia com soluços – eu estava em ruína, nunca chorei tanto. Nem quando eu fui estuprada ou sequestrada ou feita para fazer tais coisas horrendas. Chorei como se minha alma fosse explodir do meu corpo a qualquer momento e deixarme morta no tapete. Acabou que eu não iria morrer de culpa, mas de um coração partido. Q gemeu baixinho, lambendo os lábios quebrados. —De-deixea. Suzette chorou mais forte, enquanto Franco girou para encará-lo, inclinando-se para ouvir. —Vou chamar o médico. Iremos te ajudar. — Ele ordenou Suzette, — Vá e pegue Dr. Peterson aqui. Agora. Suzette empalideceu branco com o choque, mas ela fez o que lhe foi dito, voando para fora do quarto. Meu coração esfaqueou com auto-aversão e minhas pernas balançaram quando eu passei correndo por Franco para chegar à cama. Meus olhos se encontraram com Q e eu lamentei. A última barreira desbloqueada dentro de mim, deixando para trás todo o erro. Acordei do final da névoa vazia, minha torre caiu no chão em um barulho de escombros, e minha mente fervilhava de tudo o que eu tinha feito. —Q! — Eu me joguei na cama, encolhendo-me em sua pele fria, o seu sangue pegajoso. Franco me arrancando.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Afaste-se. — Seus braços deram a volta em meu peito, ele me puxou para trás, em direção à saída. —Não! Eu preciso ficar. Preciso corrigir isso. — Mas seu aperto nunca cedeu. Subi no batente da porta. —Espere, — uma voz fibrosa exigiu. Franco congelou; Eu tremia bloqueada em seu abraço. — Q. Eu sinto muito. Eu não sei. Eu não... Q respirou, içando-se até descansar sobre os cotovelos. Faixas de lágrimas manchando o sangue em seu rosto. Ele sorriu tão docemente, tão cheio de amor incondicional, eu quebrei ainda mais nos braços de Franco. —Traga-a aqui, — Q ordenou. Depois de uma pausa, Franco me pegou e me levou para Q. Ele me colocou na cama. Eu mal podia ver através das minhas lágrimas. Eu não conseguia respirar direito de chorar tão difícil, mas Q cautelosamente colocou o braço em volta de mim, me segurando fracamente contra seu corpo batido. —Eu perdôo você. Eu fiz isso por você. Não chore. A aceitação inequívoca definiu uma denotação no meu estômago. Nublou – até que cresceu rapidamente e encheu o meu peito, minha garganta, e entrou em erupção em meu cérebro. Os soluços me golpearam com mais força, concedendo uma liberdade perfeita. Q apertou seus lábios contra a minha testa, murmurando, — Je t'aime, Tess. Je t'aime.63 Dor espremeu; Chupei no ar, mas eu estava sufocada pela necessidade incontrolável de limpar.

63

Eu te amo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu chorei como nunca tinha chorado antes. Cavando profundamente para o lado de Q, eu deixei tudo. Eu encharquei a cama e deixei a minha alma livre. Eu solucei em pesadelos.

—Você está a meio caminho de ser condenada à prisão perpétua. Você quase bateu um homem à morte. Seu amante. O único você deveria proteger e amar acima de tudo. O que você tem a dizer sobre os seus crimes? O magistrado, com a sua grande peruca branca excesso de zelo olhou para mim. Eu estava em um pequeno pódio com ondas magnéticas e lambendo a lava rolando em meus tornozelos. Queimou, e eu sabia que eu iria sofrer as chamas e encarnação por toda a eternidade. —Não tenho nada a dizer. Eu fiz o que você disse. Eu mereço ser punida para sempre. O magistrado concordou com a cabeça, olhando para baixo de seu nariz. —E para sempre você sofrerá. Você nunca vai amar, nunca vai ser feliz. Os seus sorrisos serão sempre atados com tristeza, seu coração sempre mergulhado na dor. Baixei a cabeça, querendo lançar-me na lava. Para acabar com a minha miséria, acabar com a minha vida de merda onde eu machuquei tantos. —Sim. Puni-me. Faça-me sofrer. —Mil anos no inferno. Onde você vai apodrecer no fogo. — O cascalho desceu.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

A sombra negra girou como um tufão desagradável, apagando as ondas de fogo e roubando o calor do inferno. —Eu sou aquele que deu sua vida. Ela é minha, e eu digo que ela não merece ser punida. Não ouso levantar os olhos para tal cara indulto. Em vez disso, eu debruço-me em uma bola, pressionando minha testa nos joelhos. —Tu es à moi64. — A mão firme pousou no meu ombro. —Sua vida é minha, e eu digo que não estou pronto para desistir de você. Ergui os olhos para encontrar o meu salvador e chorei feias lágrimas feias. Mesmo que eu quase o matei, Q estava diante de mim em um terno preto impecável com um leve sorriso nos lábios esculpidos. Não havia feridas abertas ou escorrendo sangue. Ele estava totalmente perfeito. Agachou-se ao meu lado e segurou meu rosto. —Acabou, Tess. Está no passado. Nosso futuro é onde vivemos agora. — Ele beijou meus

lábios,

sussurrando,

Acorde, escrava. Acorde. Não

me

deixe. Não depois tudo o que passamos. —Acorde. —Acorde. Meus olhos se abriram, atrevidos e doloridos. Uma breve sensação de confusão me esmagou antes de eu me conectar com um olhar jade pálido. No momento em que eu olhei para a alma escura maravilhosa e brilhante de Q, eu quebrei novamente. Minha boca se contorceu em horror para o que eu tinha feito; meus olhos estavam em cachoeiras inúteis. Eu não podia fazer nada além de chorar e tremer e reparar a minha alma fraturada. 64

Você é minha.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Estávamos na cama no quarto de carrossel. Lembrei-me agora: o médico que trabalha em Q. Costura os cortes de chicotes profundos

para curar naturalmente, enfaixando os que não o

fizeram. Foi só ontem que tudo isso aconteceu? —Eu nunca vou ser capaz de me pe-perdoar. — eu gaguejei entre meu sistema hidráulico. Q balançou a cabeça suavemente; seu rosto brilhava com uma série de cicatrizes não curadas e cortes com crostas. Eu fiz isso com ele. Eu marquei sua beleza obscura e pintei com violência. Eu o marquei com a minha raiva, a minha tristeza, e cada vez que eu olhava para ele gostaria de lembrar. Eu nunca iria esquecer que feri o homem que eu amava mais do que eu me amava. Fechei os olhos, incapaz de suportar a agonia por mais tempo. Mas os dedos suaves de Q roçaram minhas pálpebras, persuadindo-as abertas. —Não desvie o olhar. Eu queria você para me aceitar. Me ame como eu sou. Eu não merecia este homem. Eu tremia incontrolavelmente. —Tess. Obedeça-me. — Sua voz endureceu e eu olhei para cima, extasiada por seus olhos irritados. —Não se atreva a desfazer o meu trabalho duro. Você se sente de novo, e você vai passar por isso. Ele estava certo. Foi-se o vazio que eu existia. Eu morava em uma eternidade cheia de punhal agora. A culpa vivia em meus pulmões, manchando a minha respiração.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Rangendo os dentes, tracei a marca do chicote raso sobre a maçã do rosto, o meu toque trêmulo e macio. —Como você pode me perdoar pelo que eu fiz? Ele capturou minha mão, pressionando com mais força contra seu rosto. —Como você pode me perdoar pelo que eu fiz? — Ele abaixou a cabeça, beijando meu pescoço. —Eu falhei com você. Aqueles homens nunca deveriam ter sido capazes de levá-la de mim. Eu falhei com você por não ir mais cedo. Eu falhei com você, mantendo você. Eu falhei com você o maldito tempo todo amarrando e degradando você. Eu sou o único que deve pedir perdão. Olhamos um para o outro até que meus olhos arderam e eu engoli golfadas de água salgada para parar de chorar. —Eu machuquei aves que você salva, Q. Eu torturei. Eu quebrei seus ossos e matei uma menina com uma tatuagem de beijaflor em seu quadril. — A confissão aliviou um pouco da culpa e eu continuei vomitando meus crimes. —Eles me drogaram todos os dias eu pensei que você tinha me abandonado. Eles me transformaram em sua funcionária e eu tentei me libertar. Eu desobedeci mas isso só fez a punição para as outras meninas pior. Eu não sei se eu vou sempre sentir-me novamente, mas você me ensinou que eu sou forte o suficiente para viver com o que eu fiz. Eu me aconcheguei mais perto, querendo engatinhar dentro dele. —Eu te amo, Q. Com tudo o que eu sou. Ele suspirou profundamente, pressionando os lábios macios contra os meus. —Eu sei, Tess. Eu sei.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduçþes

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Três semanas se passaram enquanto eu encontrei o meu caminho de volta para a totalidade. Q

colocou

Frederick

permanente

encarregado

da Moineau Holdings e ficou em casa comigo. Aos poucos conversamos com a polícia local e eles não nos incomodaram novamente sobre o meu sequestro, ou o que Q fez para me encontrar. Ele nunca falou sobre o trabalho ou o que aconteceu nos bastidores da Moineau Holdings, e eu não estava pronta para saber. Eu não quero saber se eu era a causa de ter caluniado sua reputação. Nós nunca deixamos o lado um do outro. A proximidade entre si curada. Fixamos nossas doenças, nos tornamos o balsamo da cura um do outro. Nós crescemos a nos conhecer naqueles dias indultos macios. Conversando com suavidade, fazendo perguntas sobre as coisas mais simples, como o nosso sorvete favorito e estações. Suzette e Franco me perdoaram por tudo o que eu tinha feito para Q. Franco fingiu correr com medo quando cheguei perto, até que Q lhe disse para parar de me irritar. Suzette ofereceu se ofereceu para me escutar sempre que eu precisava falar, e eu poderia compartilhar meu conto um dia, mas não agora. A culpa era ainda muito afiada – os pesadelos muito reais. Mas só de saber ela entendeu me fez amá-la como uma irmã. Q e eu jogávamos cartas e ouvíamos música. Lemos em silêncio cheio de amor e nos tocamos com carícias prolongadas. Tudo entre nós era doce e mais do que apenas tricotar a cura em nossos

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

corpos, mas em nossas mentes também. Tornamos-nos intrinsecamente ligado como nunca antes. No entanto, Q retirou-se para si mesmo nas duas primeiras semanas. Ele meditou, nunca admitindo o que afligia ele. Eu o pegava me olhando com um olhar turbulento em seus olhos, só para desaparecer sempre que me via encarando. Ele me tratou como vidro mesmo que algo perigoso se escondia dentro dele. Eu sabia que ele sofria com o que eu tinha feito. Isso morava em cada ação, cada memória voando em seu rosto. Eu tinha tomado algo fundamental de sua mão e temia que ele nunca seria o mesmo. Meu coração curou em um momento e quebrou em outro com o conhecimento de que eu poderia ser a causa de sua ruína. Todos os dias nós nunca ficamos longe um do outro, mas nunca passamos de um beijo suave ou um toque roubado. Nós nunca tentamos ter relações sexuais. Eu acho que nós dois estávamos muito frágil, ainda nos reparando com fita adesiva. Depois que me permiti sentir de novo, eu nunca

tinha

tomado

nada

como

garantido. Mesmo

com

a

dor

persistente em meu dedo pelo alicate significava algo – provou que eu era forte o suficiente para sobreviver. E Q sabia exatamente como me trazer de volta. Q curou rápido fisicamente. Se qualquer coisa, ele se tornou mais sexy, mais vivo e real para mim. Uma vez que os pontos mais profundos do chicote foram retirados sobre o peito, a tatuagem parecia mais escura, cheia de dor e infelicidade, mas também a liberdade. As pregas das cicatrizes só contribuíram para o detalhe. A cicatriz de bala em seu bíceps tinha um jeito horrível de me ligar de volta para o que aconteceu. Q ganhou essa caça por mim,

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

matando por mim. Eu nunca olhei para ele sem reviver o passado. Sem me lembrar de como minha mente voltou-se contra mim. Como eu morava com a história que eu não conseguia nem lembrar graças à névoa de drogas. Mas foi o rosto que fez meu coração apertar cada vez que eu olhei para ele. Sua pele perfeita, sem marcas agora brilhava com pequenas cicatrizes. Dia a dia, eles silenciavam do rosa ao prata e só acrescentou à sua perfeição. Um lembrete constante do que eu fiz e o que ele deu em troca. Q olhou para cima, sorrindo. —Eu posso sentir você me despir com os olhos, escrava. Minha barriga deu uma cambalhota e eu ri baixinho. —Devo admitir, meus pensamentos estão indo sujo. As narinas de Q queimaram e o companheirismo suave entre nós virou-se para carregado de luxúria. Pela primeira vez em três semanas, química saltou para febre. Inclinando-se na cadeira de praia onde tínhamos tomado refúgio no pátio fora da sala de estar, Q murmurou, —Eu sinto sua falta. O sol da tarde estava quente, mas o frio no ar significava que tínhamos cobertores axadrezados sobre nossas pernas. Eu poderia imaginar minha vida, 50 anos a partir de agora, com Q como um homem velho distinto e eu ao seu lado. Nunca novamente eu iria pensar em sair. Não importa o quão ruim as coisas podem ser, eu nunca iria desligar ou esquecer, Q era minha razão de viver. Meus

olhos

corriam

atrás

salão. Ninguém estava lá. Todas as

dele

para

olhar

para

o

mulheres do Rio, incluindo

Sephena, tinham voltado para casa para seus entes queridos, e, pela

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

primeira vez em meses estávamos verdadeiramente sozinhos. Mesmo Sra. Sucre, Franco, e Suzette tinha ido para a aldeia, deixando-nos à nossa própria sorte. A casa estava vazia, mas eu sabia que não ia ficar assim por muito tempo. Q iria encontrar mais sobreviventes; ele iria trazê-las para casa e curá-las. Assim como ele havia me curado contra todas as probabilidades. Meu coração apertou e eu agradeci a cada entidade que ele me trouxe de volta. Eu nunca queria viver com tal vazio novamente. O rosto de Q escureceu e ele desviou o olhar. —Eu tenho algo para você, mas eu não tenho certeza de como você está indo para leválo. — Ele se sentou reto, deixando a página do arquivo de propriedades que ele estava lendo. —Eu queria esperar um pouco mais, mas eu não acho que eu posso. Curiosidade e a deliciosa sensação de excitação me fizeram hiper-alerta. Coloquei meu bloco de notas no meu joelhos, fiz uma carranca brevemente no amontoado de edifícios e como minhas linhas eram. Meu dedo tinha curado, mas perdeu a função de dobrar totalmente e manteve-se a ficar no caminho. Q roubou o bloco de notas, jogando-a para o pátio, junto com seus relatórios de propriedade. Ele se levantou, segurando a mão, um ar dominando em torno dele. —O que é isso? — Sorri. —O que é tão urgente? Ele balançou a cabeça, tirando o cobertor das minhas pernas, adicionando-o no piso. —Quero mostrar a você antes que eu perca a coragem. Colocando minha mão na sua, ele me puxou para cima em um puxão. Tossi e seus olhos se estreitaram. Mesmo depois de semanas de cicatrização, meus pulmões ainda agiam como se eu tivesse sido

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

uma fumante toda a minha vida. Mas Q não me apressou. Pegou-me tal cuidado requintado. Em nenhum momento ele perguntou qualquer coisa que eu não estava pronta para dar. A primeira e única vez que eu tentei beijá-lo, esperando mais, ele empurrou-me para longe dizendo que ele precisava de tempo. Tempo para me ver como a mulher forte que eu era e não a doente que eu sido. Ele disse que me amava, mas a parte distorcida de si mesmo precisava se curar e ser capaz de suportar o que ele exigia, antes de ele me deixar ir de volta para sua cama. Eu entendi. Aceitei-o como parte dele e não empurrei, mas nunca deixei de querê-lo. Mas agora, com os dedos fortes envolvidos em torno dos meus, eu esperava que iria finalmente ser capaz de deixar o passado para trás de nós e fazer novas memórias. Q não disse uma palavra quando ele me guiou através da sala de estar e até as escadas atapetadas de azul meia-noite. Quando chegamos ao topo, ele empurrou-me perto. Engoli em seco quando os lábios fortemente pressionaram contra os meus. Suas mãos caíram para meus quadris, me prendendo no lugar. —Eu quero fazer algo para você, escrava. — Sua voz escura em volta de mim, fazendo-me ansiosa, molhada. Eu o beijei de volta, abrindo, incentivando-o a beijar mais difícil. Ele quebrou a ligação, me arrastando pelo corredor. Meu coração se apertou dolorosamente quando passamos o quarto onde eu quase matei Q. Até onde eu sabia o quarto já não existia. A equipe de demolição havia sido contratada e Q tinha me proibido para nunca pisar lá novamente. Nós não paramos até que se dirigiu para a ala oeste, passando por várias portas.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu estômago tropeçou em antecipação quando Q finalmente diminuiu e colocou a mão em um botão. Ele respirou fundo, como se ele tivesse planejado isso por um tempo, mas só agora teve a coragem de ir em frente. Para Q ter medo significava que ele queria fazer algo drástico. Eu fiquei tensa, esperando oprimida sobre o medo da dor. A lição que o Homem Branco me ensinou a evitar a todo custo ainda tinha um poder sobre mim. Eu vivi com fantasmas do que eu tinha feito, incapaz de evitar o espasmo ocasional de lamento e horror. —Eu não vou forçá-la. Você pode dizer não, — Q disse, abrindo a porta e me empurrando através. Minha boca se jogou aberta quando ele me guiou para dentro e trancou a porta. —Você fez isso? — Eu sussurrei. Em torno de nós tinha uma enorme, gaiola de pássaro intrincada. As paredes foram pintadas com barras de prata, um gigante sino de prata caiu do teto como um lustre. Espelhos pendurados enquanto ramos pintados com spray de tamanho grande apareciam em cima. Havia até mesmo barras metálicas verdadeiras estampadas profundamente no tapete. Estávamos efetivamente presos, encarcerados assim como seus amados pássaros. Ele limpou a garganta, queimando um buraco em mim com a intensidade de seu olhar. —Eu queria um quarto que simbolizasse nós. A gaiola é uma promessa. — Seu corpo ficou tenso, desenhando necessidade de mim para ele, a construção rápida até o meu coração atordoado. —Você disse que ia me deixar fazer isso uma vez. Eu estou esperando que você não vai recusar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele capturou meu rosto com os dedos ásperos, lembrando-me que ele pode ter sido gentil e amável as últimas semanas, mas ele não era verdadeiramente aquele homem. Ele manteve a raiva, a escuridão longe de mim, cuidadosamente guardando quaisquer pensamentos que ele entretinha. —Eu disse que eu não poderia deixá-la em minha cama novamente até que eu fosse capaz de ver passar o que aconteceu. Você sabe que eu preciso de alguém forte, inquebrantável, corajoso. Eu balancei a cabeça, meu pulso batendo grosso em minhas veias. —Eu vejo a velha Tess. Pela primeira vez em semanas, quando você olhou para mim, eu a vi. E eu a quero. Assim, muito, porra. — Ele bateu a boca contra a minha, enviando a minha necessidade por ele em espiral fora de controle. Ele quebrou o beijo, rosnando. —Eu preciso estar dentro de você, mas eu preciso fazer uma coisa pela primeira vez. Eu respirei superficialmente, tentando descobrir o que ele queria. —Eu vou te dar o que você pedir. Sua boca torceu quando seus olhos claros brilhavam com a escuridão. —Isso é a verdade, escrava? Você daria a sua vida por mim? Você me deixaria chicoteá-la? Forçá-la e trazê-la completamente no meu mundo? Eu não conseguia parar um conflito de emoções me enchendo. A antiga Tess, aquela que começou com dor e queria tudo Q oferecia. Mas essa delicada Tess – a que tinha matado e ferido – queria ter nada a ver com sangue ou gritos para o resto de sua vida. Mas isso não importava. Eu sabia a minha resposta. — Sim. Eu gostaria. Q me beijou ferozmente, lançando sua língua na minha boca, me fazendo beber sua necessidade e paixão.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tudo o que ele estava prestes a perguntar significava muito para ele. Eu podia sentir o gosto. —Você é minha, Tess, mas você nunca foi uma verdadeira submissa. De alguma forma, você me dá tudo o que você pode, ao mesmo tempo mantêm tudo fora de alcance. Você me deixa louco, e é por isso que eu preciso fazer isso. —Você não precisa da minha permissão. — Minha voz caiu para um sussurro rouco; meu núcleo apertou no pensar nele me amarrar e me fodendo. Eu precisava me conectar. Eu precisava dele dentro de mim. —Você já tem. Ele abriu os braços e eu me enrolei em seu abraço. Para um homem que nunca tinha abraçado antes, ele me segurou muitas vezes. Ele não me segurou apenas com amor, apesar de tudo. Ele me segurou com a posse, agressividade, obsessão. Q se afastou, sua mandíbula apertada. —Isso vai doer. Mas você me deu sua palavra. Medo substituiu o amor em meu coração quando Q me deu uma última olhada antes de ir para a lareira. Com um clique, o gás capturou, e as chamas ansiosas brotaram. Descansando sobre o manto estavam dois longos atiçadores. Q pegou um deles, voltando a mim com ele em suas mãos estendidas. —Pegue. Amaldiçoei meu tremor, mas peguei o pólo, transformando-o para ver o emblema na parte inferior. No instante em que eu vi, eu me lembrei o que eu tinha prometido. Que Q poderia fazer uma cicatriz na minha pele para colocar sua mente em repouso. Que ele poderia me marcar por isso ele sempre saberia que eu era dele. Corri meus dedos sobre o sigilo. —Oh.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q congelou, eriçado de energia negra, restringindo-se de desejos que eu não compreendia. Depois do que aconteceu no quarto de ouro e vermelho, ele usava seu nervosismo, o seu temperamento, como um manto. Eu não sabia quão mal eu o danifiquei, mas mesmo quando ele estava sendo gentil e atencioso, ele se escondia nas sombras, vivendo em um lugar que eu não sabia se eu poderia encontrar. O emblema era um Q com um pardal mergulhando em direção ao chão como a cauda da letra. Meus olhos brilharam ao seu, se afogando em seu olhar. Seus ombros agruparam quando ele afastou o cabelo do meu pescoço, correndo o dedo ao longo da cicatriz deixada do rastreador. —Eu

quero

marcá-la. Eu

preciso

ter

algo

meu

permanentemente em sua pele. —Ele inclinou a cabeça para pressionar um beijo na cicatriz. —Eu preciso saber que você é minha. —Eu sou sua. Você sabe disso. Ele balançou a cabeça, ecoando infelicidade em seus olhos. — Você ia me deixar. Eu tive que dar-lhe minha vida para fazer você ficar. Eu preciso ver que você é minha toda vez que eu olhar para você. Toda vez que alguém olhar para você, eu preciso que eles saibam que você está tomada. Me chame de bárbaro e horrível e me diga que eu sou um egoísta fudido, mas, Tess, eu preciso disso. Eu não posso voltar para você de outra forma. Eu não espero mais um segundo. Se ele precisava dessa coisa simples, que assim seja. Eu queria, também. Empurrando o atiçador em suas mãos, eu disse: —Façao. Seria a maior honra usar a sua marca.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Sua mandíbula trabalhou quando ele segurou um peso enorme de emoção. Seus olhos claros brilharam. —Je te remercie du fond de mon cœur65. Juntos,

nós

caminhamos

para

a

lareira. Meu

pulso

bombeando mais rápido quando ele colocou a marca nas chamas. Seus dedos apertaram os meus quando ele estendeu a mão para o outro atiçador e passou para mim. Tomei isso como lágrimas saltando dos meus olhos. Este tinha um emblema com T com uma gaiola pendurada a partir

dele. Um

símbolo

puro

de

que

eu

o

tinha

capturado

completamente. Eu olhei no fundo de seus olhos. —Você tem certeza? Ele balançou a cabeça suavemente, roubando o pólo, colocando-o nas chamas ao lado do outro. —Você não deveria ter que me perguntar isso, escrava. Minha garganta fechou, e nós não dissemos uma palavra enquanto o metal passou de preto fosco para vermelho brilhante. Q me deixou para ir ao banheiro. Ele voltou com pomadas médicas para depois. Minha pele corou pensando como seria doloroso, mas eu parei o pensamento. Depois de tudo o que eu tinha suportado, uma queimadura não me assustava. Depois de tudo que foi colocado para fora, Q virou-se para mim, apontando para o chão. —Ajoelhe-se.

65

Obrigado do fundo do meu coração

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Fiz o que ele pediu, ajoelhando-me diante do homem que possuía meu coração e alma. O meu mestre completamente. Com concentração gravando os olhos e os lábios franzidos apertado, Q levantou o ferro quente, e sem hesitação, apertou – duro e rápido contra o meu pescoço. O calor escaldante fez minha visão ficar preta por um segundo, e o som doentio da minha pele de apitando quase me fez vomitar. Mas, em seguida, acabou, e Q jogou o atiçador de volta para o fogo. Imediatamente,

ele

agarrou

os

suprimentos

médicos

e

aplicado creme anti-séptico, em seguida, o curativo. Não ouso olhar em seus olhos enquanto ele cavava em mim. Eu podia sentir sua ansiedade, sua alegria sublime com o que tinha acabado de fazer. Eu queria ver. Eu queria olhar no espelho e inspecionar a marca de forma permanente em mim como a dele, mas Q levantou-se e recolheu o outro atiçador. Ajoelhando na minha frente, ele ofereceu a alça. Fiquei lentamente na posição vertical. Mordendo meu lábio, eu estremeci com o pensamento de lhe causar ainda mais dor. Posso realmente fazer isso? Meu próprio pescoço trovejou com agonia, cauterizando e ardor. Com certeza, os dedos fortes de Q desabotoaram a camisa branca. Uma vez aberta, dando vislumbres de pardais e arame farpado, ele traçou os dedos sobre seu coração. —Isto pertence a você, Tess. Marca-me lá para que você também possa saber.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Meu estômago revirou com o pensamento de queimá-lo, mas os meus músculos tensos e angulados a incandescência do símbolo acima de seu coração. Q empurrou seu peito para fora, curvando seus punhos em suas coxas. —Rápido e duro, escrava. Eu balancei a cabeça e avancei. O símbolo derreteu através de sua pele em um segundo. O cheiro de chamusco de cabelo acre encheu a sala. Um segundo depois, eu me retirei, abandonando a terrível marca de volta para o fogo. Q grunhiu quando ele se levantou e balançou sua camisa para frente, escavando a pele crua. Eu girei em torno e recolhi a pomada e ataduras, antes de Q. Empurrando a camisa suavemente fora de seus ombros, eu estremeci. Ele não tirava os olhos de mim enquanto eu massageava o bálsamo em sua ferida. O projeto foi impecável, cada barra da gaiola gravada profundamente em sua carne; o T cursivo feminino perfeito. Lágrimas caíram espontaneamente quando eu cobri a marca, colocando o curativo no lugar. Ele tinha me dado a si mesmo. Para sempre. Q me puxou para os seus braços. —Já posso sentir a escuridão vindo de volta à vida. Sabendo que você é minha. Que você me deu de bom grado a sua dor mais uma vez. — Ele enterrou o nariz no meu cabelo, inalando profundamente. —Eu pensei que tinha perdido aquela vontade. Perdido essa parte de mim. Eu não precisava perguntar que parte Q tinha perdido. Eu sempre soube que ele vivia com demônios em sua alma.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Q se deslocou, me levando para trás até a cama. O colchão não mais descansando no chão – onde foi concebido como uma gaiola em miniatura. Pendurado no teto com barras e correntes. Guirlandas de material encapsulavam o espaço como uma armadilha, uma armadilha perfeita para nos manter seguros juntos. —Eu quero você, — Q murmurou, seus dedos já trabalhando nos botões da minha blusa. Tudo sacudiu à vida. Eu inclinei-me para ele, esfregando meus mamilos contra os nós dos dedos. Ele respirou fundo, empurrando de lado o material para o meu peito coberto de sutiã. Minhas mãos foram para seu peito nu, avançando até o cinto. Ele esperou enquanto eu desfiz a fivela, puxando o couro livre. Seu peito subia e descia enquanto eu segurava o couro em minhas mãos. Sua tensão, consciente de tudo saltou para alerta máximo, e eu vi o homem que eu pensei que eu tinha matado quando eu o chicoteie a uma polegada da sua vida. Q, meu mestre, queria usar o cinto. E eu o queria. Com um apelo melancólico nos meus olhos e amor explodindo no meu coração, eu apresentei o cinto estendendo as mãos.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Vinte e Cinco

Por ver sua pele cremosa rosada, espancada e marcada me dá uma ousadia, eu não posso contê-lo, você me libertou...

Eu não sabia quanto tempo eu olhei para Tess. Ela estava ali, segurando a minha cintura, dando para mim com tanta confiança em seus olhos que a última horrível confusão que eu tinha vivido desvendada. O velho eu. O eu que eu conhecia e pensei que tinha perdido para sempre, rugiu de volta a existir. Depois de semanas de vida com tanta desorientação incapacitante, eu pensei que eu iria para sempre ser condenado a viver menos monstro e sozinho. O escuro anseio escuro dentro de mim tinha ido embora, levando consigo tudo o que eu conhecia. Era como um animal que tinha me deixado para chafurdar na solidão lamentável. Peguei o cinto dela. Tremendo, eu corri o couro pelos meus dedos. A escuridão rodando a existir, trazendo com ela o rosnar e chamados bestiais. Eu deveria estar feliz que eles me deixaram sozinho. Mas eu descobri que eu perdi. Eu perdi sabendo quem eu era. Eu não era para ser normal. Eu não era para ser… Humano. Tess mudou, os seios subindo. Engoli em seco contra o desejo de espessura. Durante três semanas, eu tinha evitado todos os pensamentos sobre sexo. Eu não podia suportar a idéia de estar perto de Tess quando

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

eu já não me conhecia. Perdi algo fundamental quando Tess roubou minha dignidade, meu controle, minha dominância. Tess me danificou, e eu passei três semanas tentando me corrigir. Mas não lidar com impulsos do monstro me permitiu crescer mais perto de Tess do que eu jamais pensei ser possível. Eu era capaz de confortá-la sem a necessidade de apertar demais, ou deixá-la rir sem ter que jogá-la no chão e transar com ela. Com a ausência de tais necessidades, eu cresci a ver-me sob uma luz diferente. Vi que eu podia ser doce – incrível para contemplar, e eu poderia fazê-lo sem cortar minhas bolas. Eu dei espaço para Tess se curar, e ela mudou de paciente delicada para o sobrevivente forte. Dia após dia a paixão e o espírito dela voltou, e cada momento ela ficou mais forte, minha besta avançou para fora de sua caverna, retornando para mim, um pouco temeroso, um pouco relutante. Meus olhos caíram para o curativo escondendo a marca que eu dei a ela, e meu intestino torceu de prazer. Eu finalmente descobri como manter tanto o homem como o monstro feliz, e parecia estar funcionando. Basta saber que Tess tinha um sinal claro de que ela pertencia a mim ajudou a acalmar os impulsos para cortar e fazê-la sangrar. Levou afastada a necessidade premente, deixando-me respirar mais fácil, deixando-me ser domado. De agora em diante, eu faria o único propósito da minha vida para adquirir novas memórias, memórias felizes, enterrar o passado, e acumular toda a felicidade que Tess e eu poderíamos encontrar.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Tess ofegava mais difícil enquanto eu enrolava o cinto em minhas mãos, tirando o couro. Olhei para ela, meu pau engrossando rápido nos meus jeans. —Você tem certeza? Era uma vez, eu não teria dado a ela a escolha. Eu não teria me importado qual sua resposta teria sido; Eu teria feito isso de qualquer maneira. Mas agora, a permissão dela significou mais para mim do que tomar. Ela apresentou alimentando a besta mais de sua luta. Nós quebramos o outro, e a única maneira de ficar inteiro era nós

mesmos

nos

entrelaçando,

colando

as

partes

irregulares,

costurando as nossas almas em uma só. Ela assentiu com a cabeça. Isso era tudo que eu precisava. Agarrando a parte de trás do seu pescoço, eu puxei-a para perto e beijei-a. Eu a beijei com cada coisa que eu sentia. A gratidão por me deixar marcá-la, e o alívio por finalmente sentir o seu gosto em mim novamente. Ela arranhou meu peito, me trazendo para mais perto. Eu pressionei com mais força, deixando-a sentir o quanto eu precisava dela. Gemendo, ela engatou a perna para cima, conectando-a precariamente no meu quadril. Peguei seu joelho, içando-a para cima, incentivando-a a escavacar as duas pernas em torno de meus quadris. No momento que ela me tinha refém entre suas pernas, ela me cavalgava, pressionando seu delicioso calor tentador contra o meu pau. Parei de beijá-la caindo minha cabeça para morder seu pescoço do lado que eu não tinha marcado. —Q. Por Favor. Eu preciso de você.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu tinha planos para que isso fosse lento e intenso, mas a vontade de conectar me pegou de surpresa. Preciso estar dentro dela. Agora. Destravei-me de suas pernas, joguei-a na cama e puxei o botão da sua calça. Ele abriu, e ela mexeu freneticamente enquanto eu puxava para baixo de suas pernas. Tess tirou sua camisa, jogando-a para fora da cama. Eu olhei estupidamente para ela. Ela usava simples calcinha branca virgem. Seu corpo estava subnutrido em comparação com suas curvas de antes, mas sua capacidade de sobrevivência me bateu nos meus malditos joelhos. Escalando para a cama, as algemas que prendem o colchão balançaram, enviando-nos balançando. Tess olhou para a copa, e eu a levei no momento de distração curvando-me e travando minha boca sobre sua buceta. Seus

quadris

empurraram

no

momento

que

a

minha

respiração quente se conectou com sua carne. Choramingando, ela mergulhou os dedos pelo meu cabelo, prendendo-me, pressionando duro, exigente. Seu comando fez duas coisas para mim. Antes, a ser dito o que fazer acabava por me irritar. Agora, eu queria obedecer-lhe – para agradá-la e fazer o que ela pedia. A besta ainda rosnou e resmungou, precisando fazê-la pedir desculpas por mandar em mim, mas eu era capaz de ignorá-la. Pela primeira vez na minha vida, eu fui diferente. Sentando-me, eu arranquei a calcinha fora e me estabeleci abaixo novamente. Seu gosto inundou-me a alma quando eu a lambi longo e lento. —Q. Maldição, mais. Mais!

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu ri quando Tess amaldiçoou e gemeu. Saboreando eu trazendo-lhe prazer, transando com ela com a minha língua, arrastando cada centímetro de umidade e necessidade. Meu pau doía para vir. Eu não tinha me tocado desde a última vez que eu estive com Tess. Eu não tinha tido desejo. Mas agora que eu fiz. Foda-se, como eu fiz. Com uma última lambida varrendo, sentei-me, me livrando do meu jeans e cueca boxer em um golpe. Eu queria amarrar Tess e usar todos os tipos de brinquedos com ela. Eu queria fazê-la gozar uma e outra vez, mas a urgência agarrou minhas bolas e tudo que eu conseguia pensar era em mergulhar profundo dentro dela. —Levante-se, — eu pedi, sentando-me de joelhos, o cinto ainda na minha mão. Tess instantaneamente obedeceu e rosnei com prazer. No momento em que ela estava de pé, eu apontei para o meu pau. —Sente-se sobre ele. Seus lábios se separaram e ela hesitou. Minha mão se contraiu com o cinto; Eu deixei o controle da besta tomar apenas por um segundo. Eu atingi sua coxa com o couro, me apaixonando por ela tudo de novo quando ela se encolheu, em seguida, estremeceu de prazer. —Sente-se em mim agora, Tess. Ou eu vou bater em você até que você faça. Ela inclinou a cabeça, fazendo os cachos caírem sobre o rosto. —Eu quero te provar. Como você fez para mim. O pensamento de seus lábios ao redor do meu pau era demais. Eu ainda não a tinha perdoado por me fazer vir tão

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

violentamente antes. Balançando a cabeça, eu puxei na vertical, ocupando-a sobre as minhas coxas. —Não hoje. Seus olhos se fecharam quando

eu a empurrei para

baixo. Suas dobras molhadas conectadas com o meu pau quente, afundando mais profundo, me abraçando com toda essa deliciosa porra de escuridão. Eu gemi quando ela deslizou mais baixo. Meu pau inchou com o desejo de jato. O momento em que ela totalmente me empalou, liguei meu pulso e a atingi na parte inferior das costas com o cinto. Ela engasgou enquanto seus músculos internos agarraramme por dentro. —Merda, faz isso de novo, — rosnei, batendo-lhe com o couro. A reação veio no mesmo instante em que o cinto conectou com sua pele, ela apertou duro em torno de mim, me ordenhando com músculos fortes. Eu empurrei-me uma vez e Tess detonou. Sua mão envolta no fundo do meu cabelo enquanto ela empurrava para cima e para baixo, me fodendo enquanto ela ondulava, estremecendo, desvendando. Seu prazer quase me fez perder. Eu cerrei os dentes, lutando contra o desejo. O momento em que ela parou de vir, eu arranquei o curativo fora de seu pescoço. Ela fez uma careta, mas eu murmurei, —Só deixeme ver enquanto eu faço amor com você. Deixe-me saber que você é minha. Ela assentiu com a cabeça, se contorcendo em tremores ao redor do meu pau.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

—Vou levá-la duro. Eu perdi você pra caralho. — Eu olhei profundamente em seus olhos. —Você deveria ter esperado por mim para vir. Agora eu vou ter que fazer você liberar tudo de novo. Seus lábios se separaram; ela tremeu quando impulsos vieram para cima. —Maldição, você se sente bem. — Meus olhos trancaram seu pescoço e eu ronronei. Porra, eu ronronei em prazer, vendo a minha marca gravada em sua pele. Os dedos de Tess se atrapalharam com o curativo no meu coração e eu amei o flash de posse em seus olhos quando ela olhou para a marca. —Você é meu, — ela sussurrou. Sua vagina apertou mais duro em torno de mim e eu lutava para respirar. —Les uns des autres66. — Segurando o quadril em uma mão, eu a golpeei com o cinto como um impulso para cima. Não é muito duro, mas não muito mole também. —A dor e o prazer, Tess. Lembre-se. Seus olhos se fecharam quando invoquei um ritmo: impulso, golpe, pressão, golpe. Ela gemeu com cada investida, agarrando minhas bolas, construindo meu orgasmo até que irradiava em cada parte de mim. Meu coração disparou e eu amei a sensação de formigamento dolorido, de necessidade de orgasmo. Quando eu não podia manter o ritmo mais, eu joguei o cinto à distância, e reuni Tess mais perto. Seus seios esmagados contra o meu peito, irritando a queimadura fresca sobre o meu coração. A combinação de prazer e dor me desfez.

66

Nós somos um do outro.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha velocidade aumentou até que Tess saltou em meus braços. Meus olhos se fixaram em seu pescoço. O vermelho, irritado 'Q' que para sempre ficaria gravado na pele dela me deu o lançamento que eu estava procurando. Esta mulher perfeita era toda minha. E agora todo mundo sabe que era. Meu

orgasmo

detonou,

explodindo

em

ondas

grossas,

enchendo-a com cada curso. Meus olhos rolaram para trás quando eu só existia para vir profundamente dentro dela. —Porra, escrava. Leveo. Leve tudo isso. Tess gritou enquanto eu acariciava seu clitóris. Seu segundo orgasmo explodiu em realidade, as bandas de músculos espremidas até a última gota que eu tinha deixado, me ordenhando até que fracassei em seus braços. Minhas coxas tremiam de empurrar para cima e eu tinha alfinetes e agulhas em minhas panturrilhas, mas eu não dei nenhuma importância quando o meu pênis estava no fundo da mulher que eu amava e eu estava manchado todo sobre ela. Tess se

inclinou

para frente, beijando-me sempre tão

docemente. —Eu te amo, Quincy. Minhas costas ficaram tensas. Normalmente, eu odiava meu nome completo. Era do meu pai. Um nome que eu queria esquecer para sempre, mas, naquele momento, eu adorei. Eu adorava que Tess me amava. Eu adorava que Tess me aceitava. Eu a amava com tudo o que eu era. —Je t'aime, — eu sussurrei, beijando-a de volta.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Horas mais tarde, eu acordei pela Tess choramingando em meus braços. Seus pesadelos não tinham diminuído, e cada noite, ela me acordou com os gritos dela, apunhalando um punhal no meu coração. Eu queria entrar nos seus sonhos e matar todos os últimos bastardos que a torturaram. Beijando sua testa, eu murmurei, —Tu es en sécurité. Avec moi.67 Quando ela se acalmou, a reuni mais perto. Empurrando minha mão embaixo do travesseiro, eu tentei pegar o item que eu tinha escondido há alguns dias atrás. Quando eu tinha desenhado as marcas no atiçador, eu sabia que se Tess me deixasse marcá-la com uma coisa tão permanente, gostaria de dar um passo adiante para selá-la para mim. Desde que tomei a decisão, minhas dores de cabeça tinha sido milagrosamente ausentes. Quase como se o estresse que eu tinha vivido derreteu, deixando-me saber que eu tinha feito a escolha certa. A única escolha. Não esperaria mais para fundir a minha vida com a dela. Não havia nenhuma maneira que eu iria deixá-la ir, e esse era momento em que o resto do mundo sabia disso. Tess murmurou, abrindo os olhos, sonolenta. —O que você está fazendo? O crepúsculo suave destacando os olhos cinza-azulados, brilhando ouro em seu cabelo louro. Eu gostaria de ter uma câmera para capturar seu sono de beleza – aquecido e preguiçoso. Ela parecia tão frágil e eu abracei em dois impulsos: um que queria ver o quão frágil ela estava com o uso de um chicote, e que queria envolvê-la em uma bolha de plástico e cobri-la de beijos.

67

Você está segura. Comigo.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Minha mão fechou em torno da pequena coisa escondida debaixo do travesseiro e eu sentei, puxando Tess comigo. O lençol caiu longe dela, expondo seus seios perfeitos e mamilos cor de rosa. Meu pau instantaneamente endureceu. Eu tive que desviar o olhar antes que eu me aproveitasse e esquecesse o que eu precisava fazer. Tess bocejou, afofando seu cabelo. Nervos atacaram meu estômago, fazendo com que eu me pronunciasse. Você está fazendo a coisa certa. Homem, foda-se. —Eu tenho outro presente para você. Seus olhos caíram para a tenda no lençol entre as minhas pernas. Lambendo os lábios, ela murmurou, —Um segundo presente seria bom. Eu ri, balançando a cabeça. —Não, você é viciada em sexo, meu pau não está em oferta. Ela fez beicinho, estendendo a mão para me agarrar. Um leve fio de temperamento me encheu e eu bati a mão. Maldição, ela não estava fazendo isso fácil. Revirei o presente em meus dedos, mantendo-o longe de sua vista. —Eu preciso de você para usar isso tanto quanto eu precisava marcá-la. Compris?68 Ela franziu a testa, mas balançou a cabeça lentamente. É agora ou nunca.

68

Entendeu?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Eu abri meu punho, empurrando minha mão em sua direção. Descansando na minha mão estava um anel que eu tinha meticulosamente esboçado e ordenado ao joalheiro local para criar. Ele representava tudo o que eu era. Tudo o que nós éramos. Tudo o que eu esperava que iríamos nos tornar. No mesmo dia eu fui pegar o produto acabado, eu comprei um par de pombinhos. A coisa sortuda tinha todo o aviário para si, mas eu planejei adicionar mais quando voltei a trabalhar, fazendo o que eu fazia de melhor. Tess se esquivou do anel como se ele estivesse prestes a mordê-la. Minha testa franziu quando eu arranquei-o em meus dedos e inspecionei o trabalho do joalheiro. Ele entendeu perfeitamente: duas asas de abrangência, dobrando em um diadema. Cada pena esculpida à mão com detalhes requintados, incrustados com diamantes. A banda de ouro era extra grossa, para permitir que for... —Isso é para mim? Seus olhos envidraçaram com lágrimas, e eu peguei a mão dela antes que ela pudesse sair correndo do quarto. Ela não queria fazer isso? Como ela não poderia aceitar um anel quando ela me deixou queimar a minha marca em seu pescoço? Raiva sentou baixo no meu intestino, produzindo com a rejeição. Tess não disse uma palavra quando eu espalhei sua mão, empurrando o anel em seu dedo casamento – o que simbolizava compromisso e união. Ela cumpriu minha humanidade. Eu nunca poderia deixá-la ir. Uma única lágrima escorreu de seus cílios, enquanto segurava a mão dela mais perto para inspecionar as jóias.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Ele

tinha

tomado

um

pesadelo

de

eventos

para

nos

unir. Nosso relacionamento não era normal, as nossas necessidades e estilo de vida exclusivamente nós, mas depois de tudo o que tinha passado, eu queria mais. Eu nunca quis acordar sem Tess ao meu lado. Eu a queria comigo quando eu caçasse todos os filhos da puta envolvidos no tráfico e os colocar no chão. E eu queria, finalmente, ter a coragem de mostrar a ela o que eu necessitava para ser completamente feliz. Com o meu coração contrariando selvagem, eu perguntei, — Veux-tu m'épouser?69 Tess sugou em um suspiro, em seguida, lançou-se em meus braços. Seus lábios colidiram contra o meu, enviando-nos em cheio para o colchão. Eu provei o sal da sua felicidade e a paixão de sua língua. Pela primeira vez, eu estava completo, maravilhosamente feliz e dolorosamente satisfeito. —Você não tem que pedir. A minha resposta já está dada. Eu sorri, colocando em sua mandíbula. —Agora que eu o tenho em seu dedo, devo dizer-lhe que há um dispositivo de rastreamento lá. Eu nunca quero ter você longe de mim de novo. Ela riu. —Considero-me avisada. — Ela me beijou de novo, mas eu a empurrei de volta, deslizando para o lado da cama. Ela assistiu quando eu vesti a calça jeans e estendi a mão para ela tomar. —Faça as malas. Nós estamos saindo. —Saindo?

69

Quer casar comigo?

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Quando ela não se moveu, eu agarrei seu tornozelo e arrastou-a

para

o

final

da

cama,

prendendo-a

entre

meus

braços. Trevas e luz e cada porra de emoção borbulhou dentro de mim; Eu não podia esperar mais um minuto. —Nós vamos nos casar. Os olhos de Tess se arregalaram. —Agora? —Agora. Não há nenhum ponto em esperar. Levantei-a em meus braços. —Eu quero que a nossa vida comece, Tess. Seus lábios pousaram nos meus. —Ela já começou. Beijei-a de volta, fazendo-a engolir minhas palavras. —Sua vida é minha. Minha vida é sua. Eu quero que isso seja oficial. —É oficial. Você me marcou. — Ela sorriu, tocando minha bochecha. —Não é oficial, até que eu tenha você em um vestido branco, prometendo obedecer e servir-me para o resto de seus dias. — Eu só estava meio brincando. — Eu preciso prometer a minha vida a você. Eu preciso de você para ser minha esposa. Tess assentiu. —Eu quero você como meu marido, agora e para sempre, até que a morte nos separe.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Epílogo

Nota da Autora Sentei-me a olhar para esta parte por semanas, e eu não posso encerrar a história de Q e Tess em apenas um capítulo. Depois de tudo o que passamos, é justo dar-lhes um ‘felizes para sempre’. Q precisa finalmente deixar ir e mostrar a Tess o quão escuro ele quer levá-la. Tess precisa perceber que Q é seu monstro por completo, e que eles precisam explorar sua relação, que agora estão comprometidos. Sem mencionar ter um casamento incrível e uma lua de mel picante. Quando eu comecei Tears of Tess, era para ser um livro único. Mas Q e Tess capturaram minha mente e coração e continuavam sussurrando em meu ouvido. Então, espero que vocês possam me perdoar por ter escrito um terceiro e último livro da série Monsters in the Dark. Torcendo juntos para o ‘Felizes para sempre’ para todos aqueles indivíduos que encontraram seu torcido par perfeito. Os que não podem respirar sem consumir o outro... Os que vivem ligeiramente nas sombras.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduçþes

Playlist

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Poemas

Os versos do poema utilizadas no cabeçalho de cada capítulo veio de cortesia de uma autora fantástica chamada Ker Dukey. Ela escreveu os poemas depois de Tears of Tess e eu pedi para usá-los neste livro. Aqui estão as letras em sua totalidade.

Por Ker Dukey

Eu saboreio a pressão, as boas-vindas a queimadura, não pare ainda é a minha vez. Aperte seu controle, me faça sangrar, é uma fome que eu preciso me alimentar. Eu quero, eu preciso, eu vou te pedir para alimentá-lo. Amarre-me, provoque-me, deixe o seu prazer me agradar. Firame, ama-me, mas por favor, não me deixe. Salve-me, me escravize, você nunca vai me soterrar. Insulta-me, ostenta-me, mate o que me assombra. Deixe-me nua, puxe meu cabelo, eu não me importo, apenas me leve lá. Eu preciso ficar alta, preciso da dor, que é a única coisa que me mantém sã. Não mostre misericórdia, não me deixe solta, eu preciso que você aperte aquele laço. Amarre-me, provoque-me, deixe o seu prazer me agradar. Firame, ama-me, mas por favor, não me deixe. Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

Salve-me, me escravize, você nunca vai me soterrar. Insulta-me, ostenta-me, mate o que me assombra. Deixe sua marca, cicatriz na minha pele, eu vou me curvar para você, meu rei. Amarrada a um rack ou de joelhos, você é meu mestre que eu anseio agradar. Me possua, leve-me, você nunca pode me quebrar. Escolha-me, usa-me, você nunca vai me perder.

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)


The Rose Traduções

por Ker Dukey

Eu sofro para ver sua carne sangrar, gritar para mim, dá-me o que eu preciso Deixe os rios correrem, o monstro dentro ganhou Nua e contida, essa escuridão não pode ser contida Você, minha escrava que foi reivindicada Você é minha obsessão, eu sou sua posse Você já possui a parte mais profunda de mim Você se arrastou para a escuridão, o meu monstro está livre Então grite, sangre, conecte-se comigo Mas nunca diga pare, nunca fuja Anseio por ver sua pele corada e cremosa Molhada e marcada me dá uma corrida Eu não posso contê-lo, você me libertou Este não é um papel que eu jogo, o monstro está em mim Você me chama de Maître, mas eu sou o escravo Escravo para infligir a dor que eu anseio Você é minha obsessão, eu sou sua posse Você já possui a parte mais profunda de mim Você se arrastou para a escuridão, o meu monstro está livre Então grite, sangre, conecte-se comigo Mas nunca diga para, nunca fuja Suspiro e gemo enquanto eu sento no meu trono Podemos ser monstros juntos para que eu nunca fique sozinho Você é o minha escrava, minha alma gêmea, somos um do outro, Você é minha para sempre, meu pássaro que voou para casa

Quintessentially Q (Monsters in the Dark #2)

QUINTESSENCIALITY - LIVRO 02 - PEPPER WINTERS  

“Toda a minha vida, eu batalhei com o conhecimento de que eu era errado... anormal por querer algo tão deliciosamente escuro e errado em t...

QUINTESSENCIALITY - LIVRO 02 - PEPPER WINTERS  

“Toda a minha vida, eu batalhei com o conhecimento de que eu era errado... anormal por querer algo tão deliciosamente escuro e errado em t...

Advertisement