Issuu on Google+

Juรก Nome cientifico:Zizyphus joazeiro


Nome científico: Ziziphus joazeiro Mart.

Família: Rhamnaceae.

Sinonimo botanico: Ziziphus guaranitica Malme.

Outros nomes populares: joá, joazeiro, juá-de-espinho, juazeiro, jurubeba, jurupeba, raspa-de-juá, juá-fruta, enjuá, enjoaá, juá-mirim, laranjeira-do-vaqueiro, Joazeiro (inglês), jujubier brésilien (francês).


Constituintes químicos: ácido betulínico, ácido oleamólico, amido, anidrido o, ácido cafeína, celulose , hidratos de celulose, Constituintes químicos:fosfóric ácido betulínico, oleamólico, amido, anidrido fosfórico, cafeína, hidratos de carbono, óxido de cálcio, proteína, sais minerais, saponina, vitamina C. carbono , óxido de cálcio, proteína, sais minerais, saponina , vitamina C. Propriedades medicinais: adstringente, antiinflamatória, antigripal, cicatrizante, desopilante, expectorante, febrífuga, higienizante, sudorífero, tônico capilar.

Propriedades medicinais: adstringente, antiinflamatória, antigripal, cicatrizante, desopilante, expectorante, febrífuga, higienizante, sudorífero, tônico capilar.


Indicações: caspa, febre, gengivite, má digestão, mal do estômago, órgãos sexuais, placa bacteriana, crescimento e queda de cabelo, vias urinárias. Parte utilizada: folhas, frutos, casca, raiz. Contra-indicações/cuidados: gestantes, nutrizes e crianças. Por conter saponina, a planta é considerada tóxica e deve-se ter cuidado em seu consumo.


Modo de usar: - fitocosmética (fabricação de): xampus, loções (doenças de pele), produtos de higiene bucal; - decocção de folhas e entre cascas: lavar o couro cabeludo, gargarejo (gengivite etc.), males do estômago; - decocção da raiz: má digestão, febres e problemas nos órgãos sexuais e das vias urinárias. - frutos consumidos “in natura” ou na fabricação de geléias e doces.


Joazeiro: Arvore alta, de atĂŠ 10m de altura, muito bonita, frondosa, espinhosa. Esgalhada desde o solo, produzindo sombra para o gado e para o homem do sertĂŁo. Folhas coriaceas, lustrosas, elĂ­pticas; Flores pequenas, axi-lares, em caches, amarelo-esverdeadas.


O fruto e globoso, amarelo, comestĂ­vel com pedunculo orlado, lembra uma pitomba, porem menor, branco por dentro, doce, com 1 semente dura que se parte em duas metades. Conserva-se verde durante as secas, cresce lentamente e vivem mais de 100 anos.


HĂĄ mais de 100 espĂŠcies e aparece em todas as regiĂľes tropicais do mundo, sendo estas especies tambem utilizadas na medicina popular de todos os paises onde cresce.


Parte utilizada: folhas, frutos, casca, raiz. Habitat: E nativa da caatinga nordestina. Aparece em áreas secas da Bolívia e Paraguai. História: Árvore muito respeitada pelos caboclos, serve de alimento para o gado na seca, fornece frutos para alimentacao humana, medicamento e madeira muito duravel para a movelaria, cabos de ferramentas agrícola.


juá