{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Manual do Aluno AÇÕES SOCIAIS


COLÉGIO BRASILEIRO DE MEDICINA E SAÚDE - CBMS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES AÇÕES SOCIAIS CARACTERÍSTICAS DAS AÇÕES SOCIAIS • As Ações Sociais se destinam a uma parceria entre a Pós-graduação e os anseios sociais, trazendo benefícios mútuos. • São acordos com fins humanitários e acadêmicos, que visam o atendimento, no nosso caso, médico a pessoas que estejam com necessidades específicas ou para a prevenção de patologias. • Tais acordos são realizados com Parecer positivo do Conselho Regional de Medicina, portanto seguindo a ética médica e as normas sanitárias e legislações em vigor. • Um dos principais objetivos acadêmicos da Ação Social referencia a oportunidade de o aluno médico realizar o atendimento supervisionado. Tal atendimento será realizado por ele, aluno, e não pela preceptoria, que estará a postos para dirimir as dúvidas, mas não para realizar uma explanação acadêmica no local, uma vez que isso deverá ser realizado em período posterior, já no CBMS, já que o volume de atendimento é inevitável e vital para a fixação das imagens e contexto patológico. REGRAS ESPECÍFICAS DE DINÂMICA • Todos os alunos e preceptores envolvidos nas Ações Sociais deverão ser levados em veículos dos promotores do evento, não sendo autorizado que alunos ou preceptores se encaminhem ao local da atividade em condução própria, salvo em situações especiais e previamente autorizados. Da mesma forma, a volta deverá acontecer em iguais condições. • A saída deverá ser pontual, em horário marcado, para que o tempo da ação seja otimizado, com o melhor aproveitamento em prol da população alvo e dos processos acadêmicos. • A volta ao local de partida deverá acontecer nas proximidades do horário marcado, sem que haja prejuízo à população assistida. • As chamadas deverão acontecer sob a forma de leitura de ATA, na partida para Ação, e uma segunda ATA será lida na volta para o ponto de partida.


Caso o aluno não responda à segunda ATA, ou seja, a da volta, será tentado contato para identificação de posição do mesmo, e caso se confirme a sua saída, a frequência não será considerada, mesmo que tenha feito parte da Ação. SOLICITAÇÕES 1.Os médicos pós-graduandos deverão usar BATAS com a logomarca do CBMS, para melhor identificação por parte dos nossos pacientes; 2.Se possível os médicos deverão portar dermatoscópios para melhor aproveitamento. 3.As regras seguidas nos Ambulatórios de Dermatologia Clínica e Cirúrgica deverão ser aqui observadas e atendidas. MONTAGEM DO PROCESSO DA AÇÃO SOCIAL 1.Envio de e-mail aos promotores da ação, com as seguintes orientações: a.Objetivos da Ação; b.Tempo do evento; c.Horários a serem seguidos; d.Número de marcações possíveis; e.Estrutura a ser montada para o seguimento de normas e legislações; f.Tipo do veículo para o transporte, assim como orientações para segurança em trajeto e velocidade; g.Orientações para as refeições; h.Dinâmica do atendimento clínico e/ou cirúrgico; i.Tipo de material a ser disponibilizado em sala; j.Orientação para contato prévio com a Vigilância Sanitária Municipal, com informes sobre a Ação; k.Orientação para contato prévio com a Secretaria de Saúde Municipal, com informes sobre a Ação; l.Orientação sobre o tipo de informação a ser repassado às mídias sociais e imprensa.


2.Envio de DADOS específicos para a ação; 3.Preparo de material a ser encaminhado à Ação: a.Prontuários b.Fichas de encaminhamento c.Solicitação de exames d.Marcação de cirurgias e.Memento terapêutico f.Material médico para diagnóstico g.Material para comunicação 4.CHECK LIST a.AÇÃO SOCIAL b.MATERIAL


www.cbms.com.br

Profile for ALUNO CBMS

Ação Social  

Ação Social  

Profile for alunocbms
Advertisement