Issuu on Google+

Fundado em 15 de abril de 1917 Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro de 2014 - Ano XCVII Nº 27.272

www.altomadeira.com.br

Valor R$ 1,00

PROMESSAS DE CAMPANHA

Grupo protesta contra Nazif em frente à prefeitura DINHEIRO PÚBLICO

FACÇÃO CRIMINOSA

Obra de R$ 5 milhões está paralisada na Capital

Fernando da Gata pede Habeas Corpus ao STF Preso provisoriamente na Casa de Detenção de Porto Velho, Fernando da Gata é acusado de chefiar quadrilha de tráfico de drogas e de estelionato. Os fatos foram investigados na Operação Apocalipse. A defesa argumenta que em quase dois anos de investigação, nada foi apreendido que pudesse configurar o crime de tráfico de drogas.

Manilhas, canaletas e blocos de concretos estão amontoados nas calçadas quebradas pelos funcionários da empresa contratada pela prefeitura. A obra de infraestrutura urbana da Avenida José Vieira Caúla, no trecho que abrange da Avenida Rio Madeira a Avenida Mamoré, Zona Leste de Porto Velho (RO), está paralisada há mais de seis meses. Não há previsão para retorno. Página A-4

Página A-7

JI-PARANÁ

Delegacia abandonada é refúgio para bandidos Página A-4

DESCONTROLE Em protesto contra a criticada gestão de Mauro Nazif (PSB) na Prefeitura de Porto Velho, um grupo de internautas saiu de trás das telas dos computadores, tablets e celulares para manifestarse em frente ao Palácio Tancredo Neves na tarde de ontem, 07. O prefeito recebeu uma comissão para discutir a pauta de reivindicações elaborada pelos líderes comunitários e tentar explicar os problemas da administração. Página A-3

Homem incendeia casa para matar irmãos Página A-7

FACÇÃO CRIMINOSA

Presos violentos do Maranhão serão transferidos para RO Os presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA) – serão transferidos para presídios federais nos próximos dias. Nas últimas semanas os criminosos impuseram o pânico na capital maranhense. Ontem o jornal Folha de São Paulo publicou um vídeo exclusivo feito pelos próprios detentos. As imagens mostram cenas, onde os próprios detentos expõem colegas de cela sem cabeça, amontoados e banhados por sangue. Foi um recado para a cúpula de segurança. Página A-5

CACOAL

Liminar determina que município forneça tratamento a paciente O Ministério Público do Estado de Rondônia obteve na Justiça liminar em pedido de Ação Civil Pública ajuizada contra o poder público daquele município para o fornecimento de tratamento de Hidroterapia a vítima de acidente automobilístico que ficou com sequelas físicas e motoras. O Juízo concedeu um prazo não superior a dez dias para o início do tratamento, sob pena de multa diária de R$ 100,00, até o limite de R$ 5 mil em caso de descumprimento. Página A-3

TRABALHO

Reajuste de salário comercial beneficia pequenas empresas

TARDE DEMAIS

Nazif já pagou decoração natalina Na última segunda-feira, 06, o Tribunal de Contas de Rondônia publicou decisão do conselheiro Wilber Coimbra que proibia o prefeito Mauro Nazif (PSB) de fazer qualquer pagamento da controvertida iluminação natalina da Capital à Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL). Mas a decisão chegou tarde demais. O presidente da CDL, Edson Gazoni, disse ontem, 07, que a Prefeitura de Porto Velho já pagou ao órgão o valor integral de R$ 800 mil.

As micro e pequenas empresas poderão aplicar salários diferenciados através do Regime Especial de Piso SalarialREPIS aos seus colaboradores. O novo piso salarial do comércio para o interior do Estado será de R$ 815,00 para os trabalhadores de empresas que possuem acima de 10 funcionários. Já os estabelecimentos enquadrados da Lei 123-06, que criou o Simples Nacional, e que possuem até 10 funcionários, com adesão ao REPIS, vão poder pagar R$ 755,00, que resulta um percentual de 7% de reposição salarial.

Página A-3

Quarta-Feira, 08/01

Max 30º Min 24º

Página A-5

Manhã

Tarde

Noite

FUTEBOL INTERNACIONAL

BBB-14 Nova “Big Brother” já tem vídeo erótico na internet

Página B-2

Após 58 dias, Messi retorna de lesão Página B-4


2 OPINIÃO

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro 2014

Artigos O dia em que fui preso CONSELHO DE CULTURA. QUEM O EXTINGUIU? pela facção xiita Hizbullah * Prof. Abnael Machado de Lima Alguns escritores, historiadores e outras coisas, insistem em propalar e divulgar sem nenhum critério de veracidade, que o governador Dr. Jerônimo Garcia de Santana, foi o autor da extinção do Conselho Estadual de Cultura. Ao serem contestados com base em documento, quanto a improcedência de tal assertiva, considerando que o ato em causa, foi de autoria da Assembleia Constituinte, disposto na Carta Magna, no Art. 209 – “O Poder Público criará o Conselho Estadual de Política Cultural, cujas Atribuições, organização e forma de funcionamento serão definidas em lei.” Replicam sem prova documental, que os parlamentares assim procederam, atendendo recomendação por escrito do Governador. Esses que assim procedem, deixam de observar o princípio ético do dever do historiador ser imparcial ao analisar e descrever os acontecimentos que ocorreram e ocorrem ao longo do espaço e do tempo, resgatando-os e preservandoos como cabedal histórico e

cultural da presente e das posteriores gerações. Assim sendo, deve ser desvinculado de quaisquer sentimentos, paixões, posições políticas, política ideológica. Não se prestar a servir a qualquer causa por mais que aparente ser nobre, se para tanto for condicionado a renunciar a dignidade do historiador, do escritor a qual é o comprometimento em escrever e divulgar a verdade. Honestamente, é inútil tentar com invencionices descabidas suprimir a figura de Jerônimo Garcia de Santana, deputado Federal por três mandatos consecutivos 1971/ 1975; 1976/1979; 1980/1982. Primeiro prefeito Municipal e governador eleito, respectivamente em 1975 e 1987. Negando-lhe o reconhecimento de ser ele um dos importantes protagonista da história de Rondônia. No período do seu mandato de governador, deu atenção especial á educação, criou quinhentas escolas rurais da 1ª a 4º série, quarenta e duas escolas da 1º a 8º série e vinte escolas de 1º e 2º graus.

(Fonte: Coleção das leis de Rondônia). Fez aquisição e distribuição ás Secretarias, ás bibliotecas públicas e as das escolas, de duas valiosas obras com inestimável acervo científico, cultural e político, com textos em português e inglês, ilustrados com fotografias. Uma versando sobre as nações indígenas Surui, Pacas Novos, Parecis, Nhambiquara, Macurap, Tupari, Jabuti e outras. Depoimentos de índios, seringueiros, agricultores, comerciantes e sertanistas, intitulado “Are”, autor Santill, Marcos, editado em 1987, pela Câmara do Livro de São Paulo. Outra intitulada “Madeira – Mamoré Imagens & Memórias”, do mesmo autor, editada em 1988, pela Editora Mundo Cultural de São Paulo, no estilo da primeira, com textos em português e Inglês, ilustrados com fotografias, contendo depoimentos de ferroviários, empresários e comerciantes. Ambas obras versam sobre o espaço fisiográfico, a antropologia, a sociologia, a confrontação cultural indígenas, colo-

nos, o histórico de Rondônia. Catalogou as leis, decretos e outros atos oficiais emitidos no período de 1850 a 1989, contidos numa coleção composta por quatorze volumes constituindo-se na fonte histórica e política da maior relevância. Criou o conservatório Musical do Estado de Rondônia; o Centro Cultural do Estado de Rondônia e Museu Laboratório de Arqueologia, respectivamente, por intermédio dos Decretos 3.665/88; 4.108/89 e 4.285/89. O que citamos, somente relativo á educação e á cultura, comprovam o seu compromisso de cidadão cívico em corresponder com trabalho e empenho em promover o bem estar aos concidadãos que lhe confiaram o governo do Estado de Rondônia. Reitero minha afirmação, Jerônimo Santana não extinguiu o Conselho de cultura, quem discordar, que apresente provas de sustentação as suas contraditórias. Abnael Machado de Lima Membro da Academia de Letras de Rondônia

A ESPERANÇA Por Estevam Fernandes O que é, afinal, a esperança? Ela existe mesmo ou é apenas um tema recorrente para os poetas, os teólogos, os místicos ou, quem sabe, os tolos? Assim como é impossível movimentar uma frota de carros, de aviões ou de navios sem combustível, não é possível imaginar o ser humano avançar, em meio aos desafios da vida, sem a esperança. Sem a esperança, tudo para, tudo fica congelado, como um tempo sem amanhã. É a esperança que nos faz

pensar no próximo minuto, no próximo passo, na próxima tentativa. Ela é o fôlego da vida. É a inspiração que fecunda os sonhos e a respiração que nos mantém vivos. A esperança e a vida se confundem. Uma não existe sem a outra. A esperança é amiga da paciência. É filha legítima da fé, e é parceira inseparável da perseverança e da determinação. Por isso, tem razão a sabedoria popular quando afirma: “quem espera sempre alcança.”

Ter esperança, portanto, é a condição primeira para tomar-se uma pessoa vencedora. Sem ela, diante de todas as adversidades da vida, especialmente diante daquelas que fogem ao nosso controle, não há como triunfar. A vida não é fácil. Geralmente, perdemo-nos nos labirintos escuros das surpresas desagradáveis e dos desafios que nos vêm com ar de destruição. Por isso, quem não tem esperança já é um perdedor; deixou-se vencer antes mesmo de começar a lu-

tar. Ter esperança é manter a luz acesa. É não se curvar diante da escuridão, e ver tudo sem enxergar quase nada. É olhar para dentro de si e não perder os sonhos de vista. É esforçar-se para manter-se vivo, ainda mais quando tudo conspira contra. Deus é a fonte da verdadeira esperança. Quem nele espera, jamais fica confundido. Esperar é olhar sempre na direção do amanhã. É confiar no Senhor, Aquele que tudo pode!

HÁ ALGO (e muito) ERRADO NA QUESTÃO INDÍGENA Lúcio Albuquerque, repórter Criado na primeira década do Século XX (Decreto-Lei nº 8.072, de 20 de junho de 1910), o Serviço de Proteção ao Índio, SPI, tinha à frente o (mais de 40 anos depois) Marechal Cândido Rondon. Ele cunhara a frase que o fez ser reconhecido, e da qual há quem duvide que a prática era mesmo como apregoado: “Morrer se preciso for, matar nunca”. Depois extinguiram (5.12.1967) o SPI e instituíram a Funai, e os índios continuaram recebendo benefícios, agregando cada vez mais direitos e nenhum dever. Ganharam, no Governo Collor, até a designação de algumas áreas, como a dos Yanomami, região onde, conforme denúncias várias, estaria uma imensa reserva de minério estratégico. Da década de 1990 em diante foi um festival de definições de novas reservas. Em Porto Velho – creio que pode ter sido até folclore, mas houve citações de que um prédio a ser construído num terreno ao lado da Unir-centro não fora para a frente porque al-

guém teria descoberto vestígios indígenas no local (eu não creio que isso seja verdade, mas era a voz corrente na época). A questão agora envolvendo os tenharim na região de Humaitá é apenas mais uma que, sem qualquer dúvida, acontece em decorrência, também, da mania de sucessivos governos brasileiros em tratar os indígenas, seja lá a condição de aculturação que se encontrem, como uma coisa única. Observe-se o que diz matéria no site do jornal Folha de São Paulo, nesta segunda-feira, 6 de janeiro: “Os cerca de 900 tenharim, no entanto, não têm pajés. A maioria é evangélica. Moram em casas de madeira com eletricidade. Quase todas as famílias são bilíngues, têm TV e moto, e duas aldeias estão conectadas à internet.”. Aqui eu retorno à mesma pergunta que fiz há alguns anos a experimentados sertanistas da Funai, e cujas respostas não me convenceram, questionamento que tenho re-

petido em meus escritos: “Ao índio que tem carro, moto, usa internet, tem opção religiosa fora da tradição de sua tribo, muitos deles contumazes presentes a bares e outros locais, por que tratá-lo como um elemento privilegiado em ralação aos não índios dos quais se cobra impostos e o governo praticamente não lhes dá a assistência prevista na Constituição, que, no entanto, é sempre usada para beneficiar o índio de maneira geral?”. Por que não estabelecer limites? Ao índio que decidir manter suas tradições, viver na selva, entendo que seja dado o benefício da Lei. Mas aos que, como os tenharim e outras etnias, claramente deixaram de lado suas tradições e sua cultura, então que sejam enquadrados como cidadãos comuns, igual eu e você que me lê, pagadores de impostos, taxas, tributos e todos os inventos que os “químicos” tecnocratas – com o manso apoio de deputados federais e senadores nos impingem. E a situação tende a fi-

car pior. Enquanto o filho do cacique tenharim admite que o pai pode ter caído da própria motocicleta, observe-se o texto da matéria da Folha nesta mesma segunda-feira: “Mas a reação do coordenador regional da Funai (Fundação Nacional do Índio), Ivã Bocchini, foi diferente. Em texto publicado no blog oficial do órgão dias após a morte, ele levantou a hipótese de assassinato”. Para o filho do cacique, houve uma “precipitação” da Funai. “A gente viu que ele caiu da moto.” Por isso entendo que há algo de muito errado, e podre – na maneira como0 a legislação brasileira trata o índio, e, o que é pior: no modo como pessoas travestidas de responsabilidade na Funai ao invés de tentar encontrar soluções pacíficas acabam gerando mais confusão, literalmente colocando mais gasolina no fogo. Pior: certamente vai continuar no cargo ou será “punido!” com remoção, talvez para Brasília. Inté outro dia, se Deus quiser!

Ponto de Vista: Os artigos assinados não traduzem necessariamente a opinião deste jornal. Sua publicação obedece ao propósito de estimular debates dos problemas naconais e, principalmente regionais.

Fundado em 15 de abril de 1917 Diretor Geral: Euro Tourinho Diretor Superintendente: Luiz Malheiros Tourinho Ciro Pinheiro DRT-AC/RO Nº003 Paulo Diniz Fernandes Impressor Industrial: SEDE Av. Dos Migrantes, nº 4.045 Setor Industrial - CEP. 76.803 - 651 Porto Velho - RO. - Fones: Comercial (69) 3222-7659 / 3225-2267 Administração: 3225-5087

INSCRIÇÕES: Empresa Alto Madeira Ltda - EPP. - C.G.C (MF) 05.904.891/0001-24 INSC. EST. 101.01.120-7 JUCER: 11.2.0003032-8 SUFRAMA: 6066

E-MAILS: comercialaltomadeira@hotmail.com redacaoaltomadeira@hotmail.com

EXEMPLARES AVULSOS CAPITAL INTERIOR OUTROS ESTADOS SEMANA R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 2,00 DOMINGO R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 2,50 ATRASADO R$ 2,50 R$ 2,50 R$ 3,00

ANUAL

ASSINATURA CAPITAL INTERIOR R$ 300,00 R$ 330,00

REPRESENTANTE COMERCIAL Porto Visual I T DE LUCENA MARKETING - ME SÁ PUBLICIDADE E REPRESENTAÇÕES Av. dos Migrantes, 4045-B, Setor Industrial, Brasilia: SCS Quadra 2 bloco B Ed. Oscar CEP. 76.821-063 Niemeyer 15º andar, conjunto 1502/1503. Tel: (69) 8477-3244 Tel. (61) 3201-0071 Fax: (61) 3037-1182 Cep: 70316-900

*Diogo Bercito Minha mochila, carregando um computador e uma câmera fotográfica, era motivo de inquietação em Beirute, nos arredores de Haret Hreik. Dias atrás, um carro-bomba explodira ali –onde eu estava, a trabalho, recolhendo informações para minha reportagem sobre a facção xiita Hizbullah. Mais preocupante, porém, eram as fotografias que eu tirava, tanto com a câmera quanto com meu celular, razão pela qual fui detido por essa facção por quase duas horas em um de seus quartéis, ao sul de Beirute. Mantive silêncio sobre o incidente, ocorrido no sábado (4), para evitar novos confrontos com o grupo, considerado por Israel como terrorista. A princípio, a abordagem foi feita por um jovem em uma motocicleta, que me perguntava agressivamente a razão de eu estar ali, fotografando. As explicações não lhe convenceram, e em poucos minutos uma multidão havia se reunido nos arredores. Expliquei, em árabe, que sou um repórter brasileiro e que estava no Líbano devido à morte de Malak Zahwe em um atentado a bomba. Me pediram que ficasse quieto e aguardasse. A câmera, o passaporte e o celular me foram tomados por jovens que se identificaram como “Exército do Povo”, ligados ao Hizbullah. Um líder da facção veio ao nosso encontro e me forçou a subir em uma motocicleta. Fomos levados a um quartel. No caminho, sem meus documentos, na garupa de um militante, eu me lembrava de todas as recomendações de segurança que aprendi em Londres, durante um curso de sobrevivência –nada que eu pudesse usar, ali, em um território repentinamente inimigo. Fui mantido em uma pequena sala empoeirada, sentado em uma cadeira. Ao tentar abrir as janelas, fui instruído —com pouca delicadeza— a ficar parado e a não tentar me comunicar com ninguém. Durante boa parte do tempo, um líder que se identificou como Abu Fadal sentou-se comigo, me oferecendo café, cigarros e me chamando de “convidado”. Fumamos, enquanto ele me dizia “ma btkhaf, ma btkhaf”. “Não se assuste”, em árabe. Mas, quando ele me deixava sozinho, eu inspecionava a mesa diante de mim, à procura de qualquer informação. Havia, ali, o que pareciam ser duas vendas pretas, que torci para não usar. Difícil não estar “khaifan”, assustado. Desafeto do governo israelense, o Hizbullah certamente não gostaria de saber que moro em Jerusalém e tenho contato quase diário com as Forças de Defesa de Israel, durante meu trabalho. Fui tratado com cordialidade durante todo o tempo, assegurado a cada dez minutos de que seria libertado em breve. O diretor da instalação veio duas vezes me acalmar, recusando porém todos os meus pedidos para telefonar à embaixada brasileira. Na pequena sala, sem meus pertences, eu tentava em vão elencar as minhas possibilidades de ação. Recusei o segundo cigarro e o segundo café. Em sua última visita, o chefe me trouxe de volta o computador, o passaporte e o celular confiscados. Segundo ele, meu erro foi achar que poderia andar por um bairro xiita sem pedir a autorização da facção –explicação que, como bem interpretou mais tarde um colega, dá conta da complicada realidade no Líbano, em que há um segundo Estado, paralelo, capaz de deter um jornalista sem qualquer aparato de governo. Na saída da detenção, os milicianos me pediram desculpas e finalmente me deram, entre sorrisos, as boas-vindas ao país. (*) 25, é repórter da Folha desde 2007. Escreveu sobre empreendedorismo, comportamento e histórias em quadrinhos antes de se voltar aos temas internacionais, em especial os orientais. Recentemente, cobriu desde protestos na Grécia a santuários de chimpanzés na Tanzânia. É aluno do departamento de línguas orientais, na Universidade de São Paulo, e foi bolsista do centro de línguas marroquino Qalam wa Lawh, onde estudou árabe.

A Copa do atraso e da gastança Atraso nas obras, rapidez na resposta: a presidente Dilma Rousseff reagiu prontamente aos comentários do presidente da Fifa, Joseph Blatter, sobre a demora na preparação da Copa do Mundo de 2014. “Amamos o futebol e por isso recebemos esta Copa com orgulho e faremos a Copa das Copas”, proclamou a presidente pelo twitter. “É o país mais atrasado desde que estou na Fifa. E foi o único que teve tanto tempo para se preparar”, disse o dirigente em entrevista ao jornal suíço 24 Heures. Publicado o comentário, o Ministério do Esporte logo divulgou em nota oficial a promessa de conclusão dos preparativos “a tempo para a Copa” - garantia desnecessária, se o governo houvesse iniciado muito mais cedo os investimentos necessários. Presidente da federação desde 1998, Blatter entrou na organização em 1975, há quase 40 anos. Ele se referiu a esse período, quando afirmou nunca ter visto uma preparação com tantos atrasos. O governo brasileiro, chefiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assumiu em 2007 o compromisso de organizar a Copa do Mundo programada para sete anos depois. Nada, ou quase nada, foi investido nos quatro anos seguintes. O trabalho ficou para a gestão da presidente Dilma Rousseff. Só em janeiro de 2010, no começo do último ano de seu mandato, o presidente Lula instalou o comitê responsável pela organização do evento. Ao mesmo tempo, anunciou a destinação de R$ 20 bilhões - do Tesouro Nacional, do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Nessa altura, as estimativas iniciais de custos já estavam estouradas. Em agosto do ano passado, estavam prontos seis dos estádios previstos e continuavam as obras em outros seis. A projeção do investimento havia passado dos R$ 2,8 bilhões anunciados em 2007 para R$ 8 bilhões, com aumento de 285%. O novo valor superava a soma das verbas aplicadas em 12 estádios alemães e em 10 sul-africanos (equivalentes a R$ 6,9 bilhões) para as Copas de 2006 e de 2010. O planejamento deficiente e a má gestão produziram mais que o enorme atraso no início das obras. Elevaram custos, dificultaram o acompanhamento dos gastos e resultaram em várias irregularidades na elaboração e na execução dos projetos. Em junho de 2011 o Tribunal de Contas da União (TCU) já reclamava da falta de informações claras e atualizadas sobre as obras de estádios, de mobilidade urbana, de portos e aeroportos e também de programas de segurança e vários outros de natureza organizacional. Em relatórios anteriores, o Tribunal já havia cobrado do Ministério do Esporte informações detalhadas para a montagem do cronograma das auditorias. Naquela altura, meados de 2011, a Matriz de Responsabilidades da Copa indicava uma previsão de gastos de R$ 23,7 bilhões. A projeção mais recente incluída no Portal da Transparência, do governo federal, indica investimentos de R$ 25,9 bilhões, provavelmente subestimada, segundo analistas. Desse total, projetos no valor de R$ 17,2 bilhões foram contratados e apenas R$ 8,6 bilhões (33,2%) foram executados. Dos R$ 6,7 bilhões previstos para aeroportos, foi contratado R$ 1,8 bilhão e desembolsados R$ 899,6 milhões (13,3%). Dos R$ 7,9 bilhões estimados para mobilidade urbana, foram contratados R$ 6,3 bilhões e pagos (executados) R$ 2,6 bilhões (32,9%). Para facilitar a contratação de obras, o Executivo foi autorizado pelo Congresso, em 2011, a adotar o Regime Diferenciado de Contratações, menos rigoroso que o sistema normal de licitações. A exceção valeria, inicialmente, para contratos para as Copas das Confederações e do Mundo e para os Jogos Olímpicos. Mas a facilidade foi estendida a projetos do Programa de Aceleração do Crescimento e do Sistema Único de Saúde. Apesar dessa flexibilidade, a maior parte das obras destinadas à Copa do Mundo continua com grande atraso e os custos finais serão com certeza bem maiores que os estimados inicialmente. Talvez a Lei de Licitações tornasse um pouco mais lentas as contratações. Mas o problema real estava em outra parte - na incompetência gerencial do governo. (Editorial Jornal O Estado de São Paulo)


POLÍTICA 3

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro 2014

INDIGNAÇÃO

População protesta em frente à prefeitura

AM na rua

Manifestantes cobram explicações do prefeito Mauro Nazif (PSB) por promessas não cumpridas; movimento nasceu nas redes sociais nicípio de Porto Velho.

Internautas saíram de trás das telas para protestar em frente ao Palácio Tancredo Neves Unidos pela mesma indignação com o caos público e o que consideram uma má gestão do prefeito Mauro NAzif (PSB), dezenas de internautas saíram de trás das telas dos computadores, tablets e celulares para protestar em frente ao Palácio Tancredo Neves na tarde de terça-feira,07. Nascido nas “Redes Sociais”, a proposta do movimento “Porto Velho Pede Socorro”, é cobrar satisfações do prefeito Mauro Nazif sobre as promessas de campanha não cumpridas no primeiro de ano sua gestão à frente da capital de Rondônia. Sobre o movimento, o empresário e ativista social, conhecido como Raimundinho Bikesom, um dos organizadores do protesto, escreveu em sua página pessoal no facebook: “viva a verdadeira demo-

REUNIÃO No final da tarde o chefe de assessoria de comunicação da Prefeitura, Emerson Lopes, entrou em contato com os manifestantes informando que Nazif receberia uma comissão para discutir a pauta de reivindicações elaborada por líderes comunitários. Cerca de 10 pessoas formaram a comissão e foram encaminhadas ao gabinete do

prefeito, onde ele, auxiliado por secretários do município e assessoria, tentou explicar a todos as dificuldades que herdou da administração passada, do petista Roberto Sobrinho, e de que forma está trabalhando para sanar muitos dos problemas apresentados pelas lideranças de bairros. Até o fechamento desta edição, a reunião ainda não havia terminado. (da Redação com informações do Rondoniaovivo)

cracia aonde o povo manifesta pedindo apenas um prefeito que seja comprometido com os humildes”. Com cartazes, faixas, banners e gritos de ordem, os manifestantes, formados em sua maioria por jovens estudantes, confeccionaram antigos materiais de campanha na época em que Mauro ainda era candidato e expuseram neles as frustrações e o descrédito com a administração pública municipal. O protesto foi pacífico e a Polícia Militar apenas acompanhou as manifestações. De acordo com declarações nas redes sociais, os organizadores dos protestos prometem mais ações solicitando até uma possível renúncia do atual prefeito caso a falta de “ação” não seja devidamente explicada pelo Chefe do Mu-

FACTOIDE DA COPA As ameaças do governo para forçar as empresas aéreas a baixarem seus preços para a Copa não assustam. Não há tempo para abrir o mercado para empresas estrangeiras nem há espaço disponível para atendê-las nos aeroportos. PLANO DE AÇÃO A força-tarefa para investigar a guerrilha do Araguaia que o MPF (Ministério Público Federal) inicia hoje deve resultar na denúncia imediata dos casos de quatro vítimas da repressão na ditadura. Em estágio adiantado de apuração, eles serão os primeiros a serem encaminhados à Justiça pelos nove procuradores que têm a missão de acelerar a conclusão de inquéritos já abertos e iniciar outros.

TARDE DEMAIS

Nazif já pagou decoração natalina A Prefeitura de Porto Velho já repassou a CDL o valor integral de R$ 800 mil referente ao convênio para a controvertida iluminação natalina da Capital

Presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), ex-deputado estadual Edson Gazoni O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), ex-deputado estadual Edson Gazoni, disse ontem, 07, que a Prefeitura de Porto Velho já pagou ao órgão o valor integral de R$ 800 mil referente ao convênio para a controvertida iluminação natalina da Capital. Nesta segunda-feira, o Diário Oficial do Tribunal de Contas de Rondônia publicou de-

cisão monocrática do conselheiro Wilber Coimbra proibindo o prefeito Mauro Nazif (PSB) de fazer qualquer pagamento àquele órgão. Mas a decisão chegou tarde demais. A decisão do conselheiro era preventiva e foi tomada porque a Prefeitura não fez licitação para poder gastar os recursos. Em comentário postado no

Tudorondonia na terça-feira, Edson Gazoni disse que o dinheiro já foi pago em dezembro. Leia: “Em tempo...é bom saber que fazer politica no galinheiro dos outros é muito facil,,,o dificil é ter responsabilidade no que diz...não quero aqui justificar aos politiqueiros de prantão (SIC) mas sim aos seus respeitaveis leitores deste jornal eletronico....é importante que aguardem a prestação de conta desta entidade com a prefeitura ... ai sim poderá com responsabilidade tecer qualquer critica... pois desde o dia da assinatura do contrato com a referida empresa estamos acompanhando e documentando todos os itens e serviços , portanto fiquem tranquilos senhores leitores, independentemente de discursos de pre candidatos a deputados ou independentemente de decisão juridica esta entidade tem por si a moral e responsabilidade em saber o que foi e o que não foi executado e cumprir na forma da lei todos os item do contrato firmado entre a CDL e a referida empresa...à prefeitura cade (SIC) apenas firmar o convenio e fazer o repase (SIC) , como ja foi feito em sua integralidade no mes de novem-

bro de 2013...” (EDSON GAZONI) RELEMBRE A DECISÃO DO TCE: O conselheiro Wilber Coimbra, do Tribunal de Contas de Rondônia, determinou ao prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, que não faça pagamento à Câmara de Dirigentes Lojistas da capital ou à qualquer outra pessoa física ou jurídica eventualmente contratada para a prestação de serviço de iluminação pública natalina decorativa na capital. Chamou a atenção do conselheiro a falta de licitação e a escolha da CDL para receber os recursos, além do valor expressivo (R$ 800 mil). De acordo com o conselheiro, “A ausência de processo licitatório, em tese, afigura-se como indício de irregularidade, haja vista que, acredita-se, há na cidade outras empresas que possuem expertise para prestarem o mesmo serviço objeto da contratação, e, talvez, com viés à economicidade, tomando como paradigma o valor que se pretende pagar à CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas”, foi o parecer do conselheiro. (Tudo Rondônia)

CACOAL

Liminar determina que município forneça tratamento a paciente Decisão do Ministério Público obriga o poder público municipal a conceder hidroterapia para vítima de acidente automobilístico com sequelas físicas e motoras O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Cacoal, obteve na Justiça liminar em pedido de Ação Civil Pública ajuizada contra o poder público daquele município para o fornecimento de tratamento de Hidroterapia (Fisioterapia Aquática) a I.A.S, vítima de acidente automobilístico que lhe deixou sequelas físicas e motoras.

Após o acidente a vítima teve prescrita em laudo médico a continuidade das sessões de Hidroterapia. Contudo, o serviço não é oferecido pelo poder público em Cacoal, causando sério risco à sequência do tratamento e da recuperação da vítima. Após o pedido do MP, em que restaram claramente demonstrados o direito à saúde e

o perigo à recuperação do paciente caso o tratamento não fosse prontamente realizado, o Juízo concedeu a decisão liminar para que o Município de Cacoal providencie, em prazo não superior a 10 (dez) dias a contar da ciência da decisão, o tratamento de Hidroterapia, para uso contínuo e por tempo indeterminado, conforme laudo médico, sob pena de multa diária

de R$ 100,00, até o limite de R$ 5.000,00, em caso de descumprimento. A Promotoria de Justiça de Cacoal orienta outros munícipes que porventura necessitem ou venham a necessitar do tratamento de Hidroterapia a procurarem a sede do MP na cidade para que o caso seja estudado e adotadas as medidas cabíveis.( MP-RO)

PLANO DE AÇÃO 2 A criação do grupo é uma resposta à condenação do Brasil, em 2010, pela Organização dos Estados Americanos. A entidade obrigou o país a punir os responsáveis pelo desaparecimento de mais de 60 participantes do movimento de resistência ao regime na região amazônica, nos anos 1970. “Os autores podem ser denunciados por crimes como sequestro e ocultação de cadáver”, diz o procurador Ivan Marx, membro da comissão. PLANO DE AÇÃO 3 Com prazo inicial de seis meses para concluir o trabalho, os procuradores vão passar janeiro analisando os processos. A primeira reunião presencial será no mês que vem, em Brasília, para estudar documentos e definir teses de argumentação. POP NA REDE Cauã Reymond é o ator brasileiro mais popular no Facebook. Com mais de 2 milhões de fãs, ele supera Fiuk, que é curtido por 965 mil na rede. No ar em “Amores Roubados”, Cauã começou a se destacar na internet com o sucesso de Jorginho em “Avenida Brasil”. Só perde em número de seguidores para o comediante Fábio Porchat, na marca de 3 milhões. Astros que não investem em perfis oficiais exibem números mais modestos. São os casos de Caio Castro (288 mil), Rodrigo Santoro (21 mil) e Antonio Fagundes (20 mil), que têm páginas criadas por fãs. A CÂMARA PARADA Aumenta a temperatura entre o Planalto e o comando da Câmara. A Casa não vota desde setembro. O ano é de reeleição. E há projetos de interesse dos eleitores na fila para votar. Entre esses: regular a PEC das domésticas; piso salarial dos policiais e dos agentes de saúde; fim do fator previdenciário; tornar a corrupção crime hediondo; e Ficha Limpa para servidor público dos três poderes. O PT LEVA UM CHEGA PARA LÁ O Planalto está informando aos petistas que eles devem reduzir a fome para a reforma ministerial. O partido quer fazer o sucessor da ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais). Os paulistas tem até um candidato, o deputado Ricardo Berzoini. Acontece que a presidente Dilma não abre mão de ter ao seu lado, no Palácio, nomes de sua mais absoluta confiança. Por isso, Aloizio Mercadante (Educação) está bem posicionado para a Casa Civil e Ideli Salvatti a ficar em seu lugar. Ela perdeu a disputa interna no PT catarinense para concorrer ao Senado. E é tarde para Ideli organizar campanha para deputado federal sem ter que atropelar os “companheiros”. VEM AÍ, MAIS MÉDICOS As universidades federais abriram este ano 60% a mais de vagas para Medicina. Em 2013, foram oferecidas pelo Sisu pouco mais de 1.800 vagas para o curso em todo o país. Para este ano, chegaram a 2.950 os lugares disponíveis. PRIMEIROS ACORDES Depois dos setores administrativos, o próximo alvo dos cortes no Senado Federal é o canal de tevê da Casa. A ordem é reduzir 30% daqueles contratados via terceirização, o que, consequentemente, vai tirar alguns programas do ar. A mudança está prevista para fevereiro. As reuniões para definir que programas serão cortados estão previstas para esta semana. A reformulação atingirá ainda a possibilidade de multiprogramação, aquela que permite visualizar vários eventos, CPIs e comissões técnicas, por exemplo. Também está por um fio o projeto de expansão da tevê nos estados e a migração para o sistema digital. Em tempo: os funcionários querem saber agora quando é que o presidente cortará as viagens em aviões da Força Aérea Brasileira que servem à Presidência da Casa.


4

CID ADE CIDADE

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro 2014

INFRAESTRUTURA

Obra de R$ 5 milhões continua paralisada na Capital Construtora contratada pela Prefeitura quebrou calçadas, abriu buracos e não concluiu o serviço A obra de infraestrutura urbana da Avenida José Vieira Caúla, no trecho que compreende da Rio Madeira com Mamoré, zona Leste de Porto Velho (RO), está paralisada há mais de seis meses. Segundo os moradores e empresários, os operários da empresa Adinn Construção e Pavimentação contratada pela prefeitura, apenas chegaram quebrando as calçadas e abrindo novos buracos neste referido perímetro. “Não tivemos nada de obra de infraestrutura e sim a continuação da gestão tosca e pitoresca do petista Roberto

Sobrinho”, disse Luzimar Sales morador do bairro Cuniã. A obra que começou no mês (06) de 2011, com reinicio no dia 30/04/2013 e tinha como objetivo terminar em setembro do ano passado, porém, a gestão pessebista de Mauro Nazif (PSB), apenas vem continuando o serviço podre e porco do ex-prefeito Roberto Sobrinho, ou seja, construir obras inacabadas por toda a Capital. Manilhas, canaletas e blocos de concretos estão amontoados nas calçadas quebradas pelos funcionários da empresa contrata pela prefeitura. De acordo com as informa-

ções do projeto da obra, a administração de Mauro Nazif, apenas desembolsou R$ 1.957.599, 11 para o projeto urbanístico ter o seu reinicio em abril de 2013 e no mesmo ano paralisar de uma vez. “O engraçado é que nós moradores e empresários da Caúla estamos aguardando melhorias em infraestrutura há mais de nove anos, ou seja, oito anos da PETEZADA e agora mais um ano com Nazif”, disse o empresário de uma retifica de veículos da Avenida José Vieira Caula, identificado como Marcos. (Saibaqui)

ARIQUEMES

Médicos do Hospital Regional pedem intervenção Profissionais de saúde podem entrar em greve; alegam que município deve pagamento de plantões

Obra de infraestrutura urbana está parada há seis meses

ZONA LESTE

Obras no Skate Park e em pista de caminhada do Cuniã estão abandonadas Trabalhos de construção do espaço público paralisaram há mais de seis meses; mato alto e falta de iluminação pública são os atrativos para a marginalidade

Moradores do Cuniã estão transtornados com a falta de comprometimento da equipe do prefeito Blocos de concretos, meio fios, bloquetes e brita estão espalhados pelos quatro cantos da área que abriga o Skate Park e uma grande pista de caminhada do bairro Cuniã, zona Leste de Porto Velho. Mato alto e falta de iluminação pública são os atrativos para a marginalidade. Segundo os proprietários dos quiosques, que ainda estão trabalhando na área, a prática de crimes são constantes, tanto na questão de assaltos, quanto na venda de entorpecentes. “As pessoas olham para

este ambiente com a cara de desprezo. Quem é que vai querer tomar uma água ou um refrigerante, onde o crime esta impregnado? Eu queria saber do Doutor Mauro se vai ter algum programa para a gente tocar o negócio para a população? A gente não tem um banheiro para oferecer ao cliente e muito menos para nós usarmos. Alguém tem que fazer alguma coisa, pois deste jeito não dá”, disse um dos proprietários do quiosque do referido Park. De acordo com a comunidade do Cuniã, que ainda se

arrisca em caminhar e realizar suas práticas de exercício físico no Park, a obra está paralisada há mais de seis meses: “Isto significar zombar da minha, da sua e da nossa cara. São nove anos de pura espera. Não aguentamos mais este tipo de politicagem. É só promessa filho. Vamos Nazif fazer alguma coisa, pois o ano começou e não dá mais para apenas ficar curtindo a expectativa do bom e do melhor”, desabafou o morador Edson Zaro, ao qual fez uma referência a gestão petista e agora com a administração pessebista de Mauro Nazif (PSB) . Os moradores do bairro Cuniã estão transtornados com a falta de comprometimento da equipe do prefeito, pois é notório o abandono na infraestrutura do local, além da falta de projetos para o esporte e ao setor empreendedor que ali estão instalados: “É muito fácil você prometer mundo e fundos. O difícil sempre vem à tona, ou seja, quero ver fazer o que Nazif prometeu na sua campanha eleitoral”, enfatizou Otacília de Holanda. (Saibaqui)

Os médicos que trabalham na rede pública municipal ameaçam entrar em greve caso a Prefeitura de Ariquemes não pague os valores dos seus plantões atrasados e não apresente um programa de melhorias na estrutura e no atendimento do Hospital Regional. A greve está em discussão pela classe e, segundo um porta-voz do movimento, se a Secretária Municipal de Saúde não atender as solicitações, a paralização acontecerá no início da segunda quinzena do mês de janeiro. As melhorias nas condições de trabalho, também, estão na pauta de reivindicações dos profissionais da saúde. Segundo um médico, “é uma situação crítica que enfrentamos, não podemos ficar só lamentando, temos de agir para ajeitar o ambiente do nosso trabalho, e melhorar para todos, pacientes, médicos, técnicos, enfermeiros, pessoal da limpeza, pessoal admi-

Filas nas unidades de Saúde do município podem aumentar caso a greve seja deflagrada nistrativo”. As negociações com a administração municipal estão se esgotando. Segundo o comando de greve, “a Secretária de Saúde tem sido incompetente nos diálogos, pois repete a mesma cantilena: não podemos pagar, não temos dinheiro... Também, não sabe disciplinar, acha que o Hospi-

DESRESPEITO

Internauta flagra casal de idosos esperando ônibus sentado no chão Mais da metade das paradas de ônibus de Porto Velho está sem condições de uso

ESCASSEZ

Falta de madeira para cerca faz preço do produto disparar no Cone Sul Dúzia de lasca de itaúba está sendo vendida a R$ 200,00 e quando se acha o material, o preço é “salgado” Uma das maiores preocupações do homem do campo da região do Cone Sul atualmente, especialmente os que continuam na lida com o gado e não aderiram à lavoura, é o custo da construção da cerca numa propriedade. Esse problema começa a se agravar devido à escassez de madeira na região. É muito difícil encontrar madeira para cerca (sobretudo legalizada) para comprar na região sul de Rondônia. Quando se acha, o preço é astronômico. A dúzia da lasca de itaúba, a

segunda madeira nobre mais conhecida da região para se construir cercados, custa em torno de R$ 200. O palanque, que é o toco que suporta as extremidades da cerca, custa em torna de R$ 70 cada. O produtor rural Nelson Novais, que mora na zona rural de Cerejeiras, aproveitou a oportunidade de ter encontrado um vendedor de madeira legalizada e comprou 11 dúzias de itaúba. “Mas está ficando cada vez mais difícil encontrar madeira para fazer cerca”, diz o produtor, que prefere continuar na lida com o gado, pois “a soja não

dá nada para ninguém”. A afirmação do produtor cerejeirense se explica porque as lavouras não precisam de cercados. O problema da escassez de madeira para cerca na região sul de Rondônia já está levantando outra esperança nos produtores rurais: o eucalipto. Segundo informações passadas a estes homens do campo, a planta, uma árvores típica de reflorestamento, é ideal para madeiramento de cerca e que podem durar até 15 anos fincados na terra quando construído numa propriedade. (Folha do Sul)

tal Regional pode ser um lugar sem ordem, sem hierarquia, sem medicamentos, com cortes de gratificações, e com não pagamento de plantões extras”. E a classe médica já pede a intervenção do Governo do Estado e do Ministério Público, pois a saúde municipal está num caos. (Saibaqui)

Nas redes sociais, a foto ganhou grande repercussão e compartilhamentos A cena constrangedora captada pelas lentes do internauta John Augusto ocorreu na segunda-feira (06), na Avenida Calama, área central de Porto Velho. A imagem mostra um casal de idosos aguardando o transporte coletivo sentado no chão porque não há nenhuma acomodação no que deveria ser

um ponto de espera de ônibus. Segundo Jhon Augusto, que também estava no ponto de ônibus, o casal de idosos chegou e meio que sem jeito começou a reclamar da situação que os moradores da Capital são obrigados a enfrentar. No desabafo, eles disseram que até Candeias do Ja-

mari é muito melhor que a própria Capital de Rondônia. Nas redes sociais, a foto ganhou grande repercussão e compartilhamentos. Indignada, a população de Porto Velho está se manifestando contra o caos instalado e a inércia do poder público municipal que submete os moradores a condições indignas e vexatórias. Em algumas montagens feitas por internautas, o prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif (PSB), aparece tirando uma soneca dentro de um avião, enquanto o casal aguarda o ônibus sentado no chão. -Ridículo ver dois senhores sentados no chão esperando um ônibus que muitas vezes demora 30 minutos a uma hora pra passar!!Eles chegaram e começaram a reclamar pela demora do ônibus, pois estavam sofrendo muito devido o calor que estava fazendo. Também disseram que Candeias, onde moram, é muito melhor para se viver – disse Augusto.


EST ADO ESTADO

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

5

SISTEMA PENITENCIÁRIO

Rondônia receberá presos violentos do Maranhão Detentos que decapitaram colegas de cela são aguardados em Porto Velho Líderes e integrantes de facções criminosas maranhenses – presos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA) – serão transferidos para presídios federais nos próximos dias. A informação foi confirmada pela Segurança Pública do Maranhão. A transferência foi proposta pelo governo federal, via Ministério da Justiça, depois que criminosos impuseram o pânico entre moradores da capital maranhense. O governo federal propôs a intervenção no sistema prisional do Maranhão e disponibilizou cerca de 25 vagas em presídios federais. A União já trabalha e seleciona as lideranças criminosas que serão encaminhados para unidades prisionais com regime máximo de detenção. No inicio de janeiro deste ano homens armados atearam fogo em ao menos quatro ônibus. A ordem, segundo o governo maranhense, partiu do interior do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Cinco pessoas que estavam em um dos veículos ficaram feridas. De acordo com as autoridades estaduais, os ataques a ônibus e delegacias de polícia são uma resposta dos criminosos às mudanças impostas pela polícia no interior da penitenciária, onde, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ao menos 62 presos foram mortos ao longo de

2012, três deles decapitados. As novas regras e a intensificação nas revistas têm o objetivo de reduzir a violência na unidade. Tropas da Força Nacional foram deslocadas para ajudar na operação, o que não impediu novas mortes. Com a decisão de aceitar a oferta federal, o governo estadual deverá entregar ao Poder Judiciário a relação com o nome dos detentos que deverão ser transferidos para presídios federais de outros estados. Em seguida, a Vara de Execuções Penais deverá notificar ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça. Segundo o Ministério da Justiça, por razões de segurança, não pode detalhar o processo de transferência. A União tem quatro presídios federais de segurança máxima em Campo Grande (MS), Mossoró (RN), Porto Velho (RO) e Catanduvas (PR). Segundo o ministério, atualmente, 60% das vagas estão ocupadas, o que corresponde a cerca de 500 do total de 832. Em Porto Velho (RO), funcionários do presidio federal não são orientados a repassar informações para jornalistas. Os encarregados pela unidade prisional dizem que ordens de transferência partem de Brasília (DF), e são coordenadas pelo Departamento Penitenciário e Ministério da Justiça. Mas, as informações são

de que os detentos de Pedrinhas são aguardados a qualquer momento e poderão ser escoltados por tropas da Força Nacional e homens da Polícia Federal. A transferência deve iniciar nesta semana. Os presos deverão embarcar no Maranhão seguindo para Rondônia em voos particulares do governo. Para aumentar a tensão e o medo em Rondônia, nesta terça-feira, 07, o jornal Folha de São Paulo publicou um vídeo exclusivo feito pelos próprios detentos do Maranhão. As imagens mostram cenas com requinte extremo de crueldade, onde os próprios detentos expõem colegas de cela sem cabeça, amontoados e banhados por sangue. As mortes foram provocadas por eles mesmos. Foi um recado para a cúpula de segurança. PRESÍDIO FEDERAL DE RO A penitenciária de Rondônia é um lugar onde os presos não têm apelidos. Não podem fumar. E para sair ou entrar das celas as algemas são abertas depois de se ajoelhar, com as mãos imóveis, para o lado de fora das grades. Os internos têm direito a duas horas de banho de sol por dia, mesmo se tiver chuva. São no máximo 13 presos em cada uma das 16 alas. Ao todo, 208 vagas. Entre os detentos estão Roberto Soriano, Betinho Tiriça. Ele é acusado de 10 tipos

OBRIGATÓRIO

No presido federal de Rondônia o isolamento dos presos é extremo de crimes, sem nenhuma condenação. Segundo a polícia, o homem foi flagrado duas vezes dando ordens para matar Policiais Militares em São Paulo. Outro detento é Francisco Antônio Cesário da Silva. Fora da prisão ele é o Piauí, chefe do crime na favela paulistana de Paraisópolis, (SP) com uma longa ficha que vai de assassinato a falsificação de identidade. Além de uma condenação por sequestro. Na prisão anterior, segundo a polícia, Piauí mandava ordens para matar policiais. Agora não manda nada. Já passou pelo presidio rondoniense Fernandinho Beira Mar, líder do comando vermelho - e o narcotraficante Maximiliano Dorado Munhoz Filho, acusado de crimes de homicídio, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, que, posteriormente, foi encaminhado para presídios na Bolívia.

ISOLAMENTO Todo preso que entra no Sistema Penitenciário Federal passa por 20 dias de isolamento, e a justiça pode aumentar esse tempo. Tamb��m podem perder o direito de receber visitas intimas. O interior da cela é praticamente só concreto, em Porto Velho. Não tem tomada, não entra equipamento eletrônico, não entra televisão, rádio, nada. Os presos não controlam a luz, não controlam também o chuveiro. O único privilégio que dá para dizer que eles têm é uma entrada de luz constante. “Deveria ser acabado, proibida a visita íntima nas prisões federais. Se não for o único ponto vulnerável no local hoje, é o principal disparado”, afirma o diretor do presídio, Jones Ferreira Leite. Os presos mais comportados têm quatro horas-extras por semana, em um progra-

ma de reinserção social. Esses têm até direito de videoconferência com os parentes que moram longe, mas ligação telefônica é severamente proibida. “Aquele que chega com problema de comportamento ou acusado de casos graves, de atentados contra autoridades policiais, eles têm que observar a recuperação dos demais. Então ele vai ver isso e vai querer também participar”, fala o juiz corregedor Marcelo Lobão. O preso que consegue sair do presidio federal de Rondônia comemora e reza com família. O presídio federal não oferece riscos ao interno. É limpo, tem atividades educacionais, mas o preso lá fica longe da família e dos comparsas e acaba desarticulado. (Redação Alto Madeira, com informações TV Globo e Agência Brasil)

EDUCAÇÃO

Liminar amplia acesso de Seduc divulga datas para chamada crianças às escolas de Rondônia escolar na rede estadual Justiça Federal suspendeu exigência de que crianças tivessem quatro e seis anos de idade completos até 31 de março para serem matriculadas nas escolas

A sentença deverá ser publicada nas escolas de ensinos infantil e fundamental no prazo de 15 dias A pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça Federal suspendeu artigos de duas resoluções federais e de uma resolução estadual nas quais se exigia que a criança tenha quatro e seis anos de idade completos até 31 de março para ser aceita nas escolas de ensinos infantil e fundamental, respectivamente. A decisão também determinou que a União deverá publicar a sentença nas escolas de ensinos infantil e fundamental em Rondônia, inclusive as particulares, no prazo de 15 dias. A decisão é resultado de uma ação civil pública proposta pelo MPF contra a União e o Estado de Rondônia. Na ação, o MPF argumentou que as resoluções adotadas em

âmbito federal (resoluções CNE/CEB 1/2010 e 6/2010) e estadual (resolução 824/2010/ CEE/RO) contrariam o princípio do acesso à educação básica obrigatória dos quatro aos 17 anos. “As resoluções impõem tratamento desigual àquelas crianças que completem seis anos de idade após 31 de março e que tenham condições de ingressar no primeiro ano do ensino fundamental. É dever do Estado garantir o acesso aos níveis mais elevados de ensino, segundo a capacidade do aluno”, apontou o órgão. No julgamento, a Justiça Federal considerou que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional aumentou a duração do ensino fundamen-

Neste ano, a Secretaria unificou as datas para o processo de matrículas ser realizado simultaneamente em todas as localidades do Estado

tal de oito para nove anos, com ingresso das crianças aos seis anos, mas não estabeleceu data limite para que os alunos completassem esta idade. Na decisão, cita-se ainda que as resoluções não estão acima da lei e não podem criar restrições. A sentença é em caráter liminar e ainda pode ter recurso. (AI)

Neste ano, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) unificou as datas para o processo de matrículas ser realizado simultaneamente em todas as localidades de Rondônia. As rematrículas dos alunos serão realizadas de acordo com o calendário de cada escola devido às alterações no fim do ano letivo de 2013. As vagas serão informa-

OBRIGATÓRIO Liminar amplia acesso de crianças às escolas de Rondônia Justiça Federal suspendeu exigência de que crianças tivessem quatro e seis anos de idade completos até 31 de março para serem matriculadas nas escolas No julgamento, a Justiça Federal considerou que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional aumentou a duração do ensino fundamental de oito para nove anos, com ingresso das crianças aos seis anos, mas não estabeleceu data limite para que os alunos completassem esta idade. Na decisão, cita-se ainda que as resoluções não estão acima da lei e não podem criar restrições. A sentença é em caráter liminar e ainda pode ter recurso. (AI)

Rematrículas: ocorrerá de acordo com o calendário de cada escola; Transferência: 9 e 10 de janeiro Matrícula de alunos desistentes: 13 e 14 de janeiro Chamada escolar: 20 a 24 de janeiro Matrículas novas: 27 a 31 de janeiro (Decom)

UTILIDADE PÚBLICA

Semáforo Reposto Até que enfim, após onze dias conseguiram repor ontem já a tardinha, o semáforo da Pinheiro Machado com Mal. Deodoro (centro) que um automóvel desgovernado na madrugada de domingo , pusera no chão, causando uma complicação séria no tráfego, já que os motoristas estavam acostumados com o sinaleiro em referência, por trazer tranquilidade naquela via central de mão única, movimentada, da nossa capital. Não é querermos ser chatos, intuito mórbido de criticar, botar defeitos, mas convenhamos, nos apresentem uma só razão para passar 11 dias na reposição de um semáforo, levando em consideração a falta que ele faz, pelos acidentes que o tal luminoso evita, tanto assim que nós estamos sabendo que é projeto – na cabeça – do prefeito Mauro Nazif mandar instalar este ano pelo menos mais 50 semáforos modernos, com instalação sincronizada para conforto e rapidez no trânsito da cidade.

das somente após a conclusão do período das rematrículas, durante as datas da chamada escolar. O responsável deverá levar à instituição desejada documentos pessoais do aluno, como RG, certidão de nascimento, além de documento que comprove a escolaridade anterior para realizar a matrícula. A gerente de educação, Rute

Carvalho, comentou que as datas foram estabelecidas avaliando o período letivo de todas as escolas para que os alunos não sejam prejudicados com as alterações nos calendários.Neste ano, a Secretaria unificou as datas para o processo de matrículas ser realizado simultaneamente em todas as localidades do Estado

Confira as datas:

TRABALHO

Reajuste de salário comercial beneficia pequenas empresas Empresas com até 10 funcionários vão poder aplicar o Regime Especial de Piso Salarial- REPIS A Convenção Coletiva de Trabalho firmada pela Federação do Comércio e o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio no interiorSITRACON,para 2014, prevê, desde o dia 1º de Janeiro, tratamento diferenciado para as micro e pequenas empresas que poderão aplicar salários diferenciados através do Regime Especial de Piso Salarial- REPIS aos seus colaboradores. O novo piso salarial do comércio para o interior do Estado será de R$ 815,00 para os trabalhadores de empresas que possuem acima de 10 funcionários. Já os estabelecimentos enquadrados da Lei 123-06, que criou o Simples Nacional, e que possuem até 10 funcionários, com adesão ao REPIS, vão poder pagar R$ 755,00, que resulta um percentual de 7% de reposição salarial. Essa é uma forma, amparada pela legislação trabalhista, que permite aplicar piso diferenciado para categorias iguais, respeitando todos os

direitos dos comerciários, bem como os benefícios sociais já adquiridos. Por outro lado, as micro e empresas de pequeno porte que representam cerca de 85% dos estabelecimentos constituídos no Estado, embora já tenham um tratamento privilegiado, ficavam no mesmo pé de igualdade com as grandes empresas quando o assunto é folha de pagamento. Desta forma, a Fecomércio entende que é mais um fôlego que os pequenos comerciantes terão para melhorar os investimentos e até mesmo contratar mais trabalhadores haja vista que a legislação trabalhista brasileira ainda é uma das mais draconianas e que não deixa margem para outras negociações. REQUISITOS Para aderir ao REPIS, a empresa através do seu representante legal, ou do contador responsável, deverá entrar o sitio da Fecomércio, até 30 de março, e fazer o seu cadastro para receber o certifica-

do de adesão. Esse é o documento base na hora da comprovação em caso de rescisão do contrato de trabalho. A Fecomércio alerta que, conforme previsto na cláusula 2ª, da Convenção Coletiva, a empresa não poderá aplicar o piso diferenciado se não fizer a adesão ao REPIS. Caso isso seja comprovado durante a fiscalização do Ministério do Trabalho, o empresário terá que recolher todas as verbas remanescentes, bem como poderá ser multado no montante de quatro pisos salariais da categoria. APRESENTAÇÃO Nesta quarta-feira, 08, a Fecomércio irá apresentar o Regime Especial de Piso Salarial- REPIS para micro e pequenos empresários na sede da Federação do Comércio. O evento, que inicia às 09h30 da manhã, irá reunir representantes do Ministério do Trabalho e Emprego, do Conselho Regional de Contabilidade e do Sindicato das Empresas de Contabilidade.


6 PAÍS

Teia Digital

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

Sílvio Persivo

Vivo animado. “Anima-te por teres de suportar as injustiças; a verdadeira desgraça consiste em cometê-las” (Pitágoras). Novo superintendente do Banco da Amazônia. Na posse do novo superintendente de Rondônia do Banco da Amazônia (Basa), Edmar Souza Bernaldino, que substituiu Valdeci José de Souza Tose, foi anunciado que o banco têm, para este ano, R$ 1 bilhão reservado para financiamento de projetos em Rondônia. No ano passado, a agência do Basa injetou em financiamento no Estado R$ 770 milhões, inclusive financiando o projeto de ampliação do Porto Velho Shopping, na Capital, a construção de uma panificadora do Supermercados Gonçalves e, recentemente, a aprovação de uma linha de financiamento de um frigorífico de peixe na cidade de Ariquemes. Ninguém nega que o Banco da Amazônia tem um papel essencial no financiamento de Rondônia, mas, se avolumam queixas sobre o fato de que são privilegiados os grandes grupos, que, na sua grande maioria são de fora, bem como que o banco é excessivamente burocrático e moroso no exame e na liberação dos recursos. Como já se notou alguma tentativa de mudança nesta postura se espera que, com Edmar, prometendo dar sequência ao trabalho iniciado as coias mudem de fato. Nossos parabéns e boa sorte na missão. Novo presidente do Iperon. Numa solenidade realizada simples e com poucas pessoas presentes Maria Rejane Sampaio dos Santos Vieira, procuradora do Estado, tomou posse como presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon) em substituição a Walter Silvano. Na transmissão de cargo, o chefe da Casa Civil, Marco Antônio de Faria, representando o governador do estado, parabenizou, ex-presidente pelo trabalho realizado à frente do Iperon ressaltando que hoje o órgão se encontra estruturado. “O governador está em paz em relação ao Iperon e o Walter sai por questões de ordem pessoal”, afirmou. Lixo. A Prefeitura anunciou que a coleta de lixo foi regularizada, mas, apesar disto ser verdade, em especial no centro, nos bairros ainda recebemos queixas de que a coleta continua sem passar, pelo menos, com regularidade. Saldo negativo dos governos do PT. Um dos maiores especialistas em economia internacional do País, o economista Reinaldo Gonçalves, da UFRJ, reafirma sua tese de que, durante os quase 12 anos de governos do PT, diante dos indicadores que confirmam que o Brasil cresceu pouco mais de 2% ano passado, que o país “tornou-se ainda mais negativado e invertebrado”. Gonçalves lembra que, historicamente, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro teve um crescimento médio anual de 4,5% no período republicano, com taxa mediana de 4,7%. No Governo Lula, a média recuou a 4% e, para administração de Dilma Rousseff, caso se concretizem as estimativas e projeções do FMI, ela deve cair ainda mais, para 2,8%: “O resultado é claramente negativo: no ranking dos presidentes do país, Lula está na 19ª posição, e Dilma está com desempenho ainda pior (24ª posição), em um conjunto de 30 presidentes com mandatos superiores a um ano”. Carga tributária cresceu mais de 20% ao ano. A carga tributária per capita anual cresceu 277,3% entre 2000 (quando era de 2.086,21 reais) e 2013, quando chegou a 7.872,14 reais, de acordo com uma pesquisa do Instituto Assaf, que analisa a carga tributária brasileira, com base nos dados do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Segundo o levantamento, nos últimos 14 anos a carga tributária brasileira anual saltou de 350 bilhões de reais, em 2000, para 1,53 trilhão de reais, até 13 de dezembro de 2013 - um aumento de 334%. O estudo aponta que o PIB no período de 2000 a 2012 cresceu 273,3%. Na mesma base de comparação, o aumento na carga tributária per capita foi de 284,3%. “Se analisarmos a carga tributária como percentual do PIB, esses impostos representam 35,3%. Em 2000 este porcentual era de 30,4%”, revela o levantamento. De acordo com o Instituto Assaf, o avanço dos sistemas de fiscalização da Receita Federal no combate à sonegação teve papel relevante no aumento da carga tributária. A notícia é do Ponche Verde (http:// poncheverde.blogspot.com.br/). A falácia da prioridade da educação. Aliás, por falar em peso dos impostos, a Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (Abfiae) reivindica a aprovação de um projeto amplo de redução da carga tributária sobre materiais escolares. Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), o preço de uma caneta embute 47,49% em impostos; um caderno, 34,99%; os livros, os que menos são taxados, 15,52%. Rubens Passos, que é presidente da Abfiae, pergunta, segundo o Monitor Mercantil, fonte da notícia: “Em um país onde os governantes cansam de afirmar que educação é prioridade, torna-se no mínimo contraditório, se não um absurdo, convivermos com a elevada carga tributária que incide sobre cadernos, borrachas, agendas, lápis, estojos, canetas e, até mesmo, tinta guache e folhas para fichário. Educação realmente é prioridade?”. Há!Há!Há!

VIOLÊNCIA

Presos filmam decapitados em penitenciária no Maranhão Foi de dentro do complexo que saíram as ordens para os atentados ocorridos no último final de semana. “Tem que ajeitar o foco”, diz um preso a um colega que acabara de ligar a câmera do celular em meio a um grupo de detentos rebelados. Vencida a discussão técnica, o que se segue é um documento explícito do horror praticado no complexo de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão, onde 62 presos foram mortos desde o ano passado. São dois minutos e 32 segundos em que os próprios amotinados filmam em detalhes três rivais decapitados. E se divertem exibindo os corpos – ou que restam deles. O vídeo, gravado no dia 17 de dezembro, começa com os presos caminhando por dez segundos dentro da penitenciária. Para preservar suas identidades, tomam o cuidado de exibir apenas os pés. No foco principal, um homem de chinelos pretos e bermuda branca dá passos apertados, até que no oitavo segundo da caminhada o chão verde molhado de água se transforma num piso ensopado de sangue. Dois segundos adiante, a câmera se levanta abruptamente e mostra o saldo do motim no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pedrinhas, um bairro da zona rural da capital maranhense. Estão lá, diante da câmera e de comentários em tom de comemoração, os corpos de Diego Michael Mendes

Coelho, 21, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46, e Irismar Pereira, 34. A gestão Roseana Sarney (PMDB) não quis comentar o vídeo, enviado ao governo pela Folha. Disse apenas que imagens supostamente registradas em Pedrinhas estão sendo divulgadas e poderão ser alvo de inquérito para investigar a sua veracidade. CABEÇAS - As imagens, encaminhadas à Folha pelo Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão, são chocantes. Nas costas de um desses corpos, de bruços, estão duas cabeças, lado a lado. Elas são exibidas como troféus. Ao lado, o terceiro decapitado ainda tem a cabeça encostada ao pescoço. Um dos presos grita: “Bota [o corpo] de frente pra filmar direito”. Outro pede: “Não puxa a cabeça dele”. Em vão. Um outro colega, também de chinelos, enfia os pés na poça de sangue, se aproxima e, com a ponta dos dedos, ergue a cabeça, puxada pelos cabelos. A cabeça escapa, cai no chão, mas é erguida novamente e colocada ao lado das outras duas. Os presos mantêm o clima de comemoração. A câmera se aproxima e foca as cabeças bem de perto. Os três parecem ter sido torturados antes de terem as cabeças cortadas. Há marcas

Corpos de presos mortos são amontados separados da cabeça de cortes no rosto e por todo o corpo, que parecem ter sido feitas com facas e estiletes. A câmera segue filmando. Gira e mostra corpos e cabeças de diferentes ângulos. Um dos presos, já descalço, coloca o pé sobre um dos corpos, em sinal de domínio sobre os inimigos. Neste momento, o vídeo, que traz à tona o cenário de caos no sistema penitenciário do Maranhão, chega ao segundo minuto. Um dos presos se abaixa, pega uma das cabeças e a gira em direção à câmera. “Filma aí esse maldito, desgraçado”, diz um deles sobre um dos decapitados, com aparelhos nos dentes e o rosto todo riscado. “Vira de lado, vira de lado”, pede outro. Nenhum rosto aparece no vídeo. Mas o chão molhado, de água e de sangue, permite visualizar, no reflexo, uma

meia dúzia de presos. Segundo o governo do Maranhão, que não quis comentar as imagens, as três mortes foram resultado de uma briga entre membros da mesma facção criminosa. A maior rivalidade no complexo, porém, é de presos da capital versus presos do interior do Estado. Eles formam duas facções diferentes. Essa rivalidade é citada em relatório do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que conclui que o governo tem sido incapaz de coibir a violência. Foi de dentro do complexo que saíram as ordens para os atentados ocorridos no último final de semana. O relatório cita a superlotação de Pedrinhas (com 1.700 vagas, abriga 2.500) e relata casos de estupros de mulheres que entram no presídio para visitas íntimas. (Agência Folha)

VITIMA DA VIOLÊNCIA

‘Ela gritava para que não jogasse combustível’, diz tia de menina morta O complexo prisional é o epicentro da crise de segurança no Estado -62 presos morreram desde o ano passado, sendo três decapitados na última rebelião Internada com queimaduras no corpo após ataque a ônibus em São Luís (MA) na semana passada, a mulher de 22 anos que perdeu uma filha no atentado implorou aos criminosos para que poupassem as crianças. “Ela gritava para que ele não jogasse combustível nas meninas, mas não adiantou”, disse Jorgiana Carvalho, 25, tia de Ana Clara Santos Sousa, 6, que morreu nesta segundafeira (6) em decorrência de queimaduras por todo o corpo. Juliane Santos, 22, e duas filhas foram vítimas de um ataque a ônibus na última sextafeira (3), em São José de Ribamar (região metropolitana de São Luís). Juliane e a filha de um ano e cinco meses continuam hospitalizadas. O governo Roseana Sarney (PMDB) diz que os ataques foram reação de criminosos ao aumento da segurança no

Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. O complexo prisional é o epicentro da crise de segurança no Estado -62 presos morreram desde o ano passado, sendo três decapitados na última rebelião, em dezembro. No velório do corpo de Ana Clara, nesta segunda-feira, parentes e vizinhos expressavam revolta. “A minha indignação é que o Estado não nos deu apoio antes, só agora”, disse a tia Jorgiana. A menina, que gostava de se vestir de princesa e usar os batons da tia, teve 95% do corpo queimado. Juliane permanecia internada com 40% do corpo queimado e situação estável. A filha de um ano tinha queimaduras em 20% do corpo. ATAQUE Na sexta à noite, Juliane voltava com as filhas para a

casa de sua mãe, onde todas moravam. Ela havia ido visitar o namorado, pai da caçula. Segundo a tia das crianças, Juliane lhe contou que cinco homens armados invadiram o ônibus. Enquanto um ordenava que todos descessem, um deles começou a jogar combustível diretamente nas pessoas, inclusive nela e nas filhas. “Ela gritava para que ele não jogasse combustível nas meninas, mas não adiantou”, disse a tia. Em seguida, os homens atearam fogo ao veículo. Juliane deitou-se sobre a bebê para protegê-la e segurou na mão de Ana Clara. Mas a menina desgarrou-se e tentou sair, passando pela porta da frente do ônibus, que já estava em chamas. O fogo rapidamente se espalhou pelo corpo da menina.

OUTRA PERDA A família também enfrentou outra perda. No domingo (5), ao saber do estado de saúde de Ana Clara, o bisavô paterno, de 81 anos, sofreu um infarto e morreu. “A Clarinha até fazia o prato de comida para ele [bisavô]”, disse a avó da menina Filomena Carvalho, 49. Segundo parentes, Ana Clara, mesmo pequena, insistia em ajudar a mãe e a avó em tarefas domésticas. Tratava a irmã caçula como bebê e uma forma de brincadeira. O enterro do corpo da criança deverá ocorrer hoje, em São José de Ribamar. Além de Juliane e da filha de um ano, duas vítimas dos incêndios a ônibus no Estado continuavam internadas -um homem de 37 anos corria risco de morte. (Folha de São Paulo)

CONSUMIDOR

Serasa apura queda de pedidos de falência em 2013 O resultado do ano passado foi o segundo melhor desde 2005, quando entrou em vigor a nova Lei de Falências, atrás somente dos 1.737 pedidos efetuados em 2011. O número de pedidos de falência caiu 8,9% no ano passado em relação a 2012. Foram registrados 1.758 pedidos em todo o País em 2013, informou nesta terça-feira, 7, a Serasa Experian. Em 2012, o número total havia ficado em 1.929 requerimentos. O resultado do ano passado foi o segundo melhor desde 2005, quando entrou em vigor a nova Lei de Falências, atrás somente dos 1.737 pedidos efetuados em 2011. Em nota distribuída à imprensa, os economistas da Serasa Experian observaram que “a trajetória de recuo dos

níveis de inadimplência do consumidor ao longo do ano passado e o crescimento econô-

mico maior que o observado em 2012 compensaram a elevação do custo financeiro para

as empresas e proporcionaram redução dos pedidos de falências”. (Agência Estado)


POLICIA 7

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

FERNANDO DA GATA

3º caso no ano

Acusado de chefiar quadrilha de tráfico Jovem executado a tiros em Porto Velho de drogas em RO pede liberdade ao STF Chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedido de Habeas Corpus (HC 120891) em favor de Fernando da Gata, representante comercial preso provisoriamente na Casa de Detenção de Porto Velho (RO) acusado de chefiar quadrilha de tráfico de drogas e de estelionato. Os fatos foram investigados na Operação Apocalipse, deflagrada pela Polícia Civil de Rondônia. A defesa argumenta que em quase dois anos de investigação, nada foi apreendido que pudesse configurar o crime de tráfico de drogas. Assim, para não haver o reconhecimento da incompetência do Juízo da Pri-

meira Vara de Delitos de Tóxicos de Porto Velho – onde tramita o feito –, sustenta que o Ministério Público estadual, “sem prova material e sem indícios de autoria”, denunciou o réu por associação para o tráfico de entorpecentes, de forma a justificar a competência da Vara e o extenso prazo de tramitação processual de mais de 250 dias. O advogado revela que foram presos preventivamente cerca de 60 pessoas. E que após o encerramento do inquérito policial e oferecimento da denúncia pelo Ministério Público, restaram 50 denunciados, sendo que somente dois

acusados permanecem custodiados – F.B.S. e outro réu, acusados de serem os chefes da suposta organização criminosa. Isonomia - O Tribunal de Justiça de Rondônia concedeu HC a um dos réus que, segundo a defesa, encontra-se nas mesmas condições fáticas e processuais de F.B.S. Assim, com base nos princípios da razoabilidade, isonomia e proporcionalidade, a defesa pede a concessão de liminar para o relaxamento da prisão preventiva do réu, com expedição do alvará de soltura. No mérito, pede a confirmação da medida cautelar. (AI)

CADEIA

Justiça nega liberdade a acusado de participação na morte da jovem Naiara Naiara Karine da Costa Freitas, 18 anos, foi assassinada em 24 de janeiro de 2013, com 22 golpes de facas

Em decisão liminar, a Justiça de Rondônia negou o pedido de liberdade a um acusado de participação no assassinato da jovem Naiara Karine, em 2012. Por meio de um Habeas Corpus, a defesa tenta revogar o mandado de prisão

contra Wagner Strougulski de Souza, o que foi negado pelo desembargador Miguel Monico Neto, relator do processo na 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia. A defesa alega que, solto, o paciente não prejudicará a

ordem pública, não atrapalhará a instrução criminal, bem como não frustrará a aplicação da lei penal e cumprirá tudo que lhe for imposto, além de comparecer a todos os atos processuais que se fizerem necessários. No entanto, o desembargador Miguel Monico entende que a concessão de liminar em sede de Habeas Corpus é medida excepcional, que exige a constatação inequívoca de manifesta ilegalidade ou abuso de poder. “E não se observa, a princípio, a flagrante ilegalidade da custódia”, decidiu, ao indeferir a liminar pretendida e requisitar as informações à 1ª Vara do Tribunal do Júri. O desembargador também determinou que seja dadar vista dos autos ao Ministério Público para emissão de parecer. Wagner Strougulski de Souza permanece foragido. Relembre o caso - Naiara Karine da Costa Freitas, 18 anos, foi assassinada em 24 de janeiro de 2013, com 22 golpes de facas. O corpo foi localizado na “Lagoa do Sapo”, no Ramal 15 de Novembro, a 10 quilômetros da Estrada da Penal, próximo ao Presídio Urso Branco. (AI)

Violência

PMs troca tiros com bandidos em Porto Velho Policiais militares do 5º BPM trocaram tiros com bandidos após eles roubarem uma moto Bross na Rua União com Plácido de Castro, Bairro São Francisco. De acordo com a Polícia, a vítima parou no semáforo e foi abordada por dois homens que colocaram a arma na sua cabeça, ordenando a ela descer que era assalto. Após 5 minutos, os policiais receberam as informações que a

moto foi localizada com os dois suspeitos. Feito acompanhamento, um dos suspeitos sacou a arma e efetuou contra os policiais. Houve o revide e no final da Avenida Ataulfo Alves eles abandonaram a moto e correram para um ma-

tagal, dificultando as buscas da Policia, pois chovia muito e a escuridão era grande. Foi localizado um capacete com uma perfuração de tiro, mas sem vestígios de sangue. A Polícia recuperou a motocicleta roubada. (Rondoniagora)

Rafael Maia Melo, 19 anos, foi executado com três tiros em frente a casa que morava, na Rua Fábia, Bairro Aponiã, Zona Leste da Capital. De acordo com testemunhas, dois homens em uma moto escura, chegaram à casa da vítima chamando-a pelo nome. Quando Rafael abriu o portão já foi logo recebido a tiros. Vários disparos foram efetuados e pelo menos três tiros acertaram o jovem. Vizinhos ainda o socorreram até uma Unidade de Pronto Atendimento, mas já deu entrada sem vida. Policias da Delegacia de Homicídios estiveram no local e constataram que Rafael já teria passagens pela policia e não descartam a hipótese de que o crime possa ser acerto de contas. Já é o terceiro homicídio do ano de 2014 na Capital.

DESTRUIÇÃO

Homem incendeia residência para matar irmãos O crime praticado pelo acusado, identificado como Uialames Alves (24), aconteceu durante a madrugada de ontem no Bairro Três Marias, setor Leste de Porto Velho, onde uma casa que tinha duas pessoas em seu interior foi totalmente destruída após ser incendiada. Segundo informações da polícia, o acusado aproveitou o fato de seus irmãos estarem

dormindo e ateou fogo no local. O homem queimou um pneu e depois colocou dentro de um cômodo da casa, para que o fogo se espalhasse. Um dos irmãos do acusado sentiu o cheiro da fumaça e acordou quando a casa já estava em chamas. A vítima disse que só deu tempo de acordar sua irmã e saírem da casa. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, porém

não conseguiu evitar a destruição total do imóvel. O acusado acabou preso escondido na casa de sua namorada, de onde assistia a destruição da residência. Para a polícia, o homem disse que o motivo do crime foi desavença familiar. O piromaníaco foi levado para a delegacia e ficou a disposição da Justiça. Uilames tem passagens pela polícia por crimes de furtos e roubos. (Rondoniaovivo)


8 GERAL

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro 2014

ESCÂNDALO INTERNACIONAL

Filha do rei espanhol é indiciada por fraude e lavagem de dinheiro Herdeira é suspeita de ter desviado • 5,8 milhões (R$ 18,56 milhões) de verba pública através de sua ONG, o Instituto Noos O Tribunal de Palma de Mallorca, na Espanha, indiciou nesta terça-feira a infanta Cristina, filha do rei Juan Carlos, pelos crimes de fraude fiscal e lavagem de dinheiro. Para os magistrados, ela está envolvida no escândalo de contratos públicos da ONG de seu marido, Iñaki Urdangarin. O indiciamento abre caminho para o que pode ser o primeiro julgamento de um membro da família real espanhola. O juiz José Castro convocou a infanta para depoimento em 8 de março, apesar da oposição da Promotoria, que descartou vínculo da filha do rei no caso. Os promotores afirmam

que Cristina não participava das atividades financeiras da instituição e desconhecia as movimentações feitas pelo marido e seus sócios, de modo que a retiraram da ação por falta de provas. O mesmo magistrado já havia imputado a infanta no início de 2012, mas a determinação foi suspensa pela Promotoria Anticorrupção. A investigação, iniciada em 2010, mostra que o marido de Cristina é suspeito de ter desviado • 5,8 milhões (R$ 18,56 milhões) de verba pública através de sua ONG, o Instituto Noos. A organização obteve contratos públicos para realizar

conferências de negócios e esportes e teria usado uma empresa de fachada para desviar os fundos. O juiz José Castro também indiciou Urdangarin por apropriação indébita e outros crimes, junto com o sócio do marido de Cristina, Diego Torres. O caso aumentou a degradação da imagem da família real, afetada também pela forte crise financeira que atinge a Espanha desde 2008. Na segunda (6), o rei Juan Carlos, 76, reapareceu em público mostrando sinais de cansaço, despertando rumores de que poderia abdicar ao trono em favor de seu filho, Felipe. (Agências de Noticias)

MAIS MÉDICOS

Na internet, profissionais brasileiros apontam ‘erros’ de estrangeiros Em site, grupo apresenta casos e faz críticas ao programa do governo federal O novo terreno de retaliação dos médicos brasileiros aos cubanos contratados pelo Programa Mais Médicos, do governo federal, é a internet. Um blog hospedado no endereço maismedicos.tumblr.com vem colhendo desde outubro receitas supostamente prescritas por médicos estrangeiros e que mostrariam desde dificuldade com a língua portuguesa até erros na escolha de medicamentos. As publicações, espalhadas pelas redes sociais, criticam a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Há casos como indicação de pacientes para oftalmologista cujo quadro clínico apresentado seria de “lagrimão tupido”, que não existe na literatura médica, além de indicações aparentemente equivocadas de antibióticos e até de medicamentos para Mal de Parkinson. — O que está sendo denunciado realmente gera preocupação. As prescrições precisam realmente de uma boa avaliação desapaixonada, inclusive para saber da veracidade. Porque há casos de prescrição de antibióticos em que o paciente vai tomar uma medicação e não vai combater o agente infeccioso corretamente e ainda fazer com que essa pessoa passe a fazer resistência — diz o vice-pre-

sidente do Conselho Federal de Medicina, Emmanuel Fortes. Cubano diz que não se constrange com críticas - O GLOBO foi ao município de Santo Antônio do Descoberto (GO), a 50 km de Brasília, e conversou com um dos alvos dos profissionais brasileiros, o médico cubano Lázaro Raul Parra Ofarrill. Uma receita de sua lavra é exposta no site com críticas aos erros de português. Ofarrill confirmou que o documento exposto é de sua autoria e disse não se sentir constrangido. — Não me incomoda. Eu gosto daqui, vim sozinho e a recepção é muito boa. Estão muito contentes com nosso trato — diz Ofarrill, de 44 anos, que trabalhou antes na Venezuela por seis anos e desde outubro mora na cidade goiana. Ele minimizou também a crítica, feita por brasileiros na internet, que relatam frequentes encaminhamentos de pacientes atendidos pelos cubanos a médicos brasileiros: — Nós somos a porta de entrada do sistema. Eu atendo a pacientes com nosso conhecimento. Se o paciente requer outro atendimento mais profundo, encaminho ele a outro especialista, porque somos médicos gerais integrais, como um clínico geral no Bra-

sil. Nós atendemos a população mais necessitada, porque nenhum médico brasileiro ou de qualquer outro país que está trabalhando em hospitais gosta de ir para os lugares mais afastados. A paciente Soraia Amâncio da Silva, 18 anos, que levava pela primeira vez a filha de 26 dias ao posto de saúde, diziase satisfeita com o atendimento. — Antes não tinha médico aqui e o outro posto de saúde é muito longe. Ele foi bem explicativo e para eu entender bem (o que ele dizia) ele dava umas pausas — defende Soraia. Em nota, o Ministério da Saúde afirma que os profissionais do Mais Médicos são acompanhados por supervisores ligados a universidades públicas e fiscalizados pelos conselhos regionais de medicina. Ainda assim, o ministério afirma não ter encontrado erros nas prescrições expostas no site: “As denúncias sobre supostos erros publicadas pelo referido site foram verificadas e foi constatada diferença de prescrição e não erro. Até o momento, não temos a constatação de consequência adversa para o paciente em nenhuma das situações ali mencionadas”, diz o ministério. (Agência O Globo)

GUERRA CIV IL

Rebeldes e governo do Sudão do Sul iniciam diálogo por cessar-fogo Conversas na Etiópia tentam acabar com três semanas de violência. Mil pessoas morreram e 200 mil deixaram suas casas Os rebeldes e o governo do Sudão do Sul iniciaram negociações de paz na terça-feira (7) para tentar encerrar um conflito que levou o país mais jovem do mundo à beira de uma guerra civil. As conversas na vizinha Etiópia terão como objetivo alcançar um cessar-fogo para acabar com as três semanas de violência, em que ao menos mil pessoas foram mortas e 200 mil tiveram que deixar suas casas. “Começamos nossa reunião para a cessação de hostilidades”, disse à Reuters um membro da delegação do governo na negociação. O conflito, às vezes com

O conflito colocou as forças do governo do presidente Salva Kiir contra os rebeldes leais ao ex-vice-presidente Riek Machar traços étnicos, colocou as forças do governo do presidente Salva Kiir contra os rebeldes leais ao ex-vice-presidente Riek Machar.

Mabior Garang, membro da delegação de Machar na negociação em Addis, confirmou que as reuniões tinham começado. (Reuters)

O indiciamento de Cristina abre caminho para o que pode ser o primeiro julgamento de um membro da família real espanhola

NEVASCA

Frio alcança norte e centro-oeste dos EUA e rajadas de vento continuam Inverno rigoroso paralisa país, e jornal diz que ‘vida anda em câmera lenta’. Medidas excepcionais são tomadas; escolas e empresas são fechadas. Os Estados Unidos continuavam envolvidos nesta terça-feira (7) em uma onda de frio histórica que paralisa há uma semana o centro, o norte e o leste do país, levando várias regiões a decretar medidas excepcionais. Nesta terça-feira, o frio se estendia do norte dos Estados Unidos e do Canadá até o centro-oeste americano, ameaçando também as regiões do sul, como Tennessee e Alabama. A sensação térmica mais baixa foi registrada até o momento em Montana, no noroeste do país, com -53° C, apenas um pouco menor que em Dakota do Norte, Dakota do Sul e Minnesota. Em comparação, a temperatura no Polo Sul foi de apenas -34° C na segunda-feira (6). Desde a semana passada, as sensações térmicas nos EUA chegaram aos -53° C, inéditas em 20 anos. Junto com a queda de neve e granizo, o frio provocou a morte de uma dezena de pessoas e prenunciou a chegada de uma frente fria no leste do país. A paralisação do tráfego aéreo se converteu em um pesadelo para muitos americanos, que não conseguiram voltar para suas casas após as férias de fim de ano, enquanto várias escolas precisaram fechar as portas em estados onde as autoridades convocaram a população a não sair de suas residências. Vários aeroportos do país foram afetados, mais de 4.300 voos precisaram ser cancelados – a metade em Chicago – e 6.500

Mulher caminha até carro em Indianápolis atrasaram, segundo o site especializado FlighttAware. ‘Vida em câmera lenta’ Em Minneapolis, o jornal “Star Tribune” destacou que a vida “passava em câmera lenta”. Inclusive o sul do país, acostumado a um clima mais agradável, foi atingido por um alerta de frio que ameaça as plantações e o gado. Já em Washington, na manhã desta terça-feira os termômetros marcavam -8° C, temperatura relativamente “suave” em relação a outras regiões, mas ainda com persistentes ventos frios. O serviço meteorológico reportou na segunda-feira as temperaturas mais frias em duas décadas no norte e no centro do país, após “uma frente de frio ártico”. “Combinadas com rajadas de vento, essas temperaturas vão cair a níveis potencialmente fatais”, advertiu. As autoridades lembraram que essas temperaturas provocam graves lesões de pele em apenas poucos minutos de exposição ao ar livre, e pediram que as pessoas permaneçam em suas casas. “Pedimos que funcionários municipais considerados não essenciais permaneçam em

seus lares”, declarou DeRoo, porta-voz do município de Milwaukee, às margens do Lago Michigan, onde a temperatura chegou a -37° C ao amanhecer. “A polícia patrulha para ajudar os sem-teto a encontrar os refúgios mais próximos, nos quais foram instaladas camas adicionais”. No condado de Cook, que engloba grande parte da área de Chicago, foram instalados centros abertos a toda a população, indicou à AFP a porta-voz Natalia Derevyanny. “Devemos enfrentar uma perigosa combinação de temperaturas muito baixas, geadas e nevasca”, ressaltou também o governador de Illinois, Pat Quinn, que declarou estado de emergência. No Canadá, o serviço de meteorologia advertiu a população sobre temperaturas abaixo dos -30° C no leste da província de Ontário, em Manitoba e Saskatchewan – com -36° C em Regina, capital de Saskatchewan. As sensações térmicas podem alcançar os -48° C no país. (AFP/G1)

IMPOSTO DE RENDA

Receita libera nesta quarta consulta a lote de restituição do IR Ao todo, 73.581 contribuintes receberão crédito de R$ 159,9 milhões. Pagamento será feito no dia 15 de janeiro A Receita Federal abre nesta quarta-feira (8), a partir das 9h, a consulta ao lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda. Ao todo, 73.581 contribuintes receberão crédito no valor de R$ 159,9 milhões. As restituições se referem aos exercícios de 2008 a 2013. Assim que abertas, as consultas poderão ser feitas no site da Receita. Também poderão ser realizadas pelo telefone 146 (opção 3) ou via aplicativo para

dispositivos móveis (smartphones e tablets). De acordo com a Receita Federal, o crédito na conta desses contribuintes será feito no dia 15 de janeiro. Os valores das restituições serão corrigidos pela taxa Selic acumulada, que varia de 55,35% (para declarações de 2008) a 6,67% (2013). Malha fina - No dia 16 de dezembro, a Receita liberou a consulta ao último lote de restituição do Imposto de Renda do exercício 2013 (ano-calendário 2012). As declarações que não estavam naquele último lote, nem nos anteriores, foram retidas na malha fina

para verificação de pendências ou inconsistências e eventual correção dos erros. De acordo com a Receita, 711.309 mil declarações ficaram retidas na malha fina no ano passado, contra um total de 604.299 em 2012. Segundo o Fisco, a omissão de rendimentos é o principal motivo de incidência na malha fina em 2013, com 373.820 declarações retidas por essa razão, o que representa 53% do total de 711 mil declarações consideradas “pendentes” este ano. As restituições serão pagas somente após a questão ter sido resolvida – nos chamados lotes residuais do IR. (AI)


Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

VIDA SEXUAL

Sexo pode ser tão eficaz quanto corrida para eliminar calorias Uma hora de atividade sexual queima quase a mesma quantidade que 30 minutos de corrida Se você não gosta de ir à academia, que tal trocá-la por sexo? De acordo com uma pesquisa da Universidade de Quebec, no Canadá, uma hora de romance entre quatro paredes queima quase a mesma quantidade de calorias que 30 minutos de corrida na esteira. Os dados são do jornal Daily Mail. Os cientistas recrutaram 20 casais heterossexuais, com idades entre 18 e 35 anos, e pediram que tivessem relações sexuais uma vez por

semana durante um mês, além de correr em uma esteira por 30 minutos. Todos foram equipados com braçadeiras para medir a energia gasta. Constatou-se que homens gastam 120 calorias em meia hora de sexo e as mulheres, 90. Isso representa pouco menos da metade do que eliminariam na corrida de meia hora. Em média, eles dão adeus a 4,2 calorias por minuto durante o sexo em comparação com 9,2 na esteira, enquanto elas queimam 3,1 no quarto contra

7,1 da corrida. Por breves períodos durante o sexo, alguns homens usaram mais energia do que na esteira. “Esses resultados sugerem que a atividade sexual pode potencialmente ser considerados, às vezes, como exercício significativo. Além disso, homens e mulheres relataram que a atividade sexual foi muito agradável e mais apreciada do que a sessão de exercício de 30 minutos na esteira”, declararam os pesquisadores. (Terra)

GALÁXIA

ECONOMIA

Supertelescópio no Chile captura imagem de ‘fábrica de poeira’ de supernova A poeira cai nos planetas e ajuda na formação de estrelas. Mas apesar de sua onipresença, não há evidências concretas de sua origem

Uma enorme quantidade de poeira (vermelho) foi detectada no centro da supernova Imagens impressionantes de uma recente supernova transbordando com poeira fresca foram capturadas por um telescópio no deserto do Atacama, no Chile. É a primeira vez que astrônomos testemunharam a origem dos grãos que formaram as galáxias no chamado universo primordial, a primeira fase de formação do universo após o Big Bang. As fotos foram capturadas pelo telescópio Alma (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array), e foram reveladas na 223ª reunião da American Astronomical Society. As imagens da supernova, uma explosão estelar, serão divulgadas na publicação científica Astrophysical Journal Letters. Desvanecimento de gigantes - O universo está cheio de pequenas partículas sólidas - desde as faixas escuras que vemos na Via Láctea às belas nuvens nas fotos icônicas do telescópio espacial Hubble, lançado em 1990. A poeira cai nos planetas e ajuda na formação de estrelas. Mas apesar de sua onipresença, não há evidências concretas de sua origem. No universo de hoje, boa parte dessa poeira se forma em torno de estrelas que estão morrendo (AGB). Mas essas gigantes não estavam por perto no início do universo.

A pesquisa constatou que homens gastam 120 calorias em meia hora de sexo e as mulheres, 90

“É o mesmo problema que temos na minha casa - há uma grande quantidade de poeira e não sabemos de onde vem. O espaço é um lugar bastante confuso”, brincou Remy Indebetouw, astrônomo do National Radio Astronomy Observatory. “Então usamos um dos telescópios mais avançados tecnologicamente, o Alma, e tentamos descobrir como a poeira era formada no universo primordial.” “Há algum tempo acreditase que as supernovas são as criadoras das poeiras nas galáxias. Mas pegar uma no ato está longe de ser coisa fácil.” “E mesmo quando conseguimos observar uma supernova envolvida por uma nuvem de poeira, há a velha questão da galinha e do ovo: como sabemos que a nuvem não estava lá antes?” Incômodo - Para resolver a questão, um grupo de astrônomos do Grã-Bretanha e dos Estados Unidos usou o Alma para observar os restos brilhantes da 1987A, a supernova mais próxima observada recentemente, a 168 mil anos-luz da Terra. Eles observaram que, enquanto o gás esfriava após a explosão, moléculas sólidas se formavam no centro a partir de átomos de oxigênio, carbono, e silício. Observações anteriores do 1987A com o telescópio de in-

fravermelho Herschel só haviam detectado uma pequena quantidade de poeira quente. Mas, graças ao poder do telescópio Alma, apenas 20 minutos foram necessários para capturar a evidência diante das câmeras. “Nós encontramos uma notável massa de pó concentrada na parte central do material ejetado (nuvem de partículas)”, disse Indebetouw. “E tudo importa - a área vermelha que você vê no centro da imagem - estava lá no núcleo da estrela antes dela explodir. Isso é emocionante. “As pessoas pensam em poeira como um incômodo, algo que fica no seu caminho. Mas na verdade é algo muito importante.” Enquanto supernovas sinalizam a destruição de estrelas, elas também são a fonte de novos materiais e de energia, diz Jacco van Loon, da Universidade de Keele, coautor do estudo. “Nossa vida seria muito diferente sem os elementos químicos que foram sintetizados em supernovas ao longo da história”, disse ele. “Os grãos são incrivelmente difíceis de produzir no vasto vazio do espaço. E se supernovas realmente produzem muitos deles, isto tem consequências muito importantes e positivas para a eventual formação do Sol e da Terra.” (BBC)

Vire empresário: microfranquias a partir de R$ 5,5 mil O franqueado deve ter em mente que, em uma microfranquia, é necessário colocar a mão na massa junto com seus funcionários As microfranquias são uma opção para quem tem pouco dinheiro e sonha em deixar na gaveta a carteira de trabalho para tornar-se dono do próprio negócio. São franquias enxutas de até R$ 80 mil — oferecem opções com investimento inicial a partir de R$ 5.500 e retorno em até 24 meses. Em 2012, havia 13.352 unidades de microfranquias no Brasil. Em 2011, esse número era de apenas 12.561. Apesar da expansão desse modelo de negócio no País, de acordo com Edson Ramuth, diretor de microfranquias da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor deve registrar crescimento de 19% em 2013 — contra alta de 26% em 2012. A desaceleração, segundo Ramuth, se deve à própria economia brasileira — o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil caiu 0,5% no terceiro trimestre, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “O crescimento de dois dígitos é um ótimo resultado para o segmento, uma vez que será bem acima do PIB nacional”, pondera o executivo. Para Arthur Hipólito, fundador do Grupo Zaiom, um dos maiores players do mercado de microfranquias, o diferencial do setor é que ele cresce mesmo quando a economia não vai bem. Isso porque muitos trabalhadores decidem abrir a própria empresa para alavancar a renda. “Este ano foi caracterizado pela consolidação de nossas sete marcas. Hoje, temos mais de 500 franqueados no Brasil”, contabiliza o empresário. Também contribuiu para o crescimento das microfranquias neste ano o interesse de grandes redes, como Megamatte e Mahogany, em abrir unidades enxutas para atrair pe-

Edson Ramuth, diretor da ABF: “O crescimento em dois dígitos é um ótimo resultado para o segmento quenos empreendedores. “Como o mercado é grande, as franquias maiores estão vendo o crescimento do setor e formatando um negócio menor para atrair a classe média”, explica Ramuth, proprietário do Grupo Multifranquias, que detém a marca Emagrecentro. Na avaliação de Claudia Bittencourt, sócia de consultoria que leva seu sobrenome, a diversificação de formatos é vantajosa para os empreendedores, uma vez que grandes redes são mais sólidas e oferecem menos riscos ao negócio. “A franqueadora já está capitalizada e a marca provavelmente está consolidada no mercado. A chance de sucesso é bem maior.” Isso não quer dizer que redes menores são arriscadas, contrapõe Bittencourt. O empreendedor deve fazer aná-

lise da empresa e de seus resultados. “É preciso verificar se a expectativa de ganho do negócio é coerente com a receita esperada pelo empreendedor. Quanto menor o negócio, menor o ganho”, compara Claudia. Além disso, o franqueado deve ter em mente que, em uma microfranquia, é necessário colocar a mão na massa junto com seus funcionários. “A equipe é enxuta e o empreendedor tem que ter uma participação muito mais ativa para o negócio ir para frente.” Confira as 50 oportunidades no link http:// economia.ig.com.br/financas/seunegocio/2014-0107/vire-empresario-confira50-microfranquias-a-partirde-r-55-mil.html


ADES ARIEDADES 2 VARIED

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

-2

tanto, é a menos cotada para ser efetivada. Tudo porque a humorista pouco se dedicou à atração em 2013 e houve uma série de divergências com a produção. Neste mês, Felipe Andreoli fará um teste para a bancada do “CQC”. O repórter também apresenta o “Jogo Aberto” no lugar de Renata Fan, que está em férias. Porém, a mudança pode ser definitiva e a loira corre o risco de tornar-se uma das apresentadoras do novo telejornal matinal da Band, chamado até agora de “É de Manhã”. Suposto vídeo íntimo de Clara, do “BBB 143 , repercute nas redes sociais A Globo divulgou na manhã de ontem a lista dos 20 participantes da 14ª edição do “Big Brother Brasil”, que estreia no próximo dia 14, terça-feira. Apesar dos telespectadores ainda não conhecerem a personalidade dos novos confinados, um suposto vídeo íntimo da concorrente Clara, paulista de 25 anos, já circula na web. Em alguns sites adultos, a loira – que supostamente é a nova concorrente do “BBB” – é descrita como ‘Barbie’ e aparece em vídeos pra lá de calientes, inclusi-

ve em sequências explícitas. Em seu perfil no site oficial do programa, Clara é definida como empresária. Nas redes sociais, especula-se que a sister ganha dinheiro gravando vídeos íntimos pela web cam.

Amor à vida Globo – 08 h Aline inventa uma história para César, que está desconfiado. Félix se irrita ao ver Eron conversando com Niko. Bernarda convida Lutero para morar na mansão. Rebeca pede um tempo para Pérsio. Valdirene sugere fingir um romance com Jefferson e Murilo para ganhar a disputa. Patrícia descobre que está grávida, mas confessa a Michel que o filho pode ser dele ou de Guto. Thales afirma a Leila que conseguirá casar com Natasha. Pilar pede para Paloma empregar Maciel no hospital. Daniel e Vanderlei ficam ao lado de Perséfone. Jonathan apresenta Ana para a família. Bernarda convida Rafael para o jantar de comemoração de seu casamento, e Neide não gosta. Paloma tenta convencer Félix a ajudá-la a desmascarar Aline.

pede papeis da contabilidade de Michele. Ela diz que pretende entregar documentos para Patrícia como prova contra os Vêneto. Carlão e Dorotéia relembram caso no passado. Ela o provoca dizendo que os dois deveriam reviver o romance. Picasso atende pedido de Michele e vai até hospital para vê-lo. Dorotéia vai atrás de Patrícia na promotoria cobrando explicações sobre intimação feita para Danilo. Patrícia diz que o intimou para saber se o irmão a mandou mesmo para fora de casa. Dorotéia fica enfurecida e diz que a ajudou no plano de Carlão para salvar sua carreira. Dorotéia a desafia e diz que lutará por Carlão. Stella mostra provas contra Michele para Valdo e diz ser a chance do bicheiro se vingar dos Vêneto. Carlão descobre que Valdo também é contrabandista e que irmão o rouba. Ele manda Perfume levar Valdo até depósito em que cargas roubadas são escondidas. Valdo encontra depósito vazio e não descobre roubo. Carlão planeja roubar caminhão para incriminar irmão de Valdo. Picasso ouve plano. Valdo vai até delegacia e entrega provas contra Michele para Patrícia. Dorotéia chantageia Carlão com fotos dele e de Patrícia e diz que quer ter um filho dele. Picasso se encontra com químico e consegue

Pecado Mortal Record – A partir de 22 h Carlão e Dorotéia seguem com a farsa e fingem ter um caso na frente de repórter. Ele confirma história de estar separado de Patrícia. Otávio diz para Silvinha que está ansioso para reencontrar Stella. Stella chantageia Donana e

Áries Seu emocional é desestabilizado pela Lua, que entra hoje em seu signo, se tensionando a outros astros. Contenha a agressividade, pois ela só agravará a situação. Amenize a atual tendência de estresse e conflito! Touro Você poderá se desgastar emocionalmente, neste dia em que a Lua passa por sua área de crise e se tensiona com outros astros. Prefira ficar mais reservada e evite embates.

Dani Calabresa é ignorada pela Band para substituir Oscar Filho Após decidir tirar Oscar Filho da bancada do “CQC”, a Band discute quem será o substituto do humorista na função. Recentemente, Mauricio Meirelles, Márcio Ballas e André Vasco foram testados. Dani Calabresa também foi chamada pela direção para fazer o teste, no en-

Libra A falta de sinergia de interesses e o choque de egos e autoridades prejudicam suas relações, neste dia em que a Lua se tenciona. Defenda seus interesses de forma sensata e equilibrada, abrindo-se para a conciliação! Escorpião Sua mente e seu corpo ficam debilitados com a entrada da Lua em sua sexta casa, que traz um sobrecarga de demandas e pressões físicas e emocionais. Cuide da saúde, que fica mais suscetível a doenças neste momento!

Gêmeos Ao passar por sua décima primeira casa, se tensionando a outros astros, a Lua indica problemas nas atividades em grupo. Os conflitos de interesse e territoriais lhe pede cautela, mas não se feche para as interações

Sagitário Seu orçamento é ameaçado por grandes gastos, neste dia em que a Lua tenciona sua área de prazeres. Procure se conter ao lidar com os desentendimentos

pessoais!

e gastos.

Câncer Sua imagem pode ser prejudicada, assim como sua performance no trabalho, pois a Lua forma aspectos tensos em sua décima casa. Mágoas e disputas devem ser conduzidas com serenidade, pois isso ajudará a amenizar a situação!

Capricórnio Será preciso ter paciência e calma diante dos desafios. A Lua tenciona sua área familiar e a convivência forçada será um grande teste para você.

Leão A sobrecarga de trabalho e demandas pode trazer a tona profundas contradições existenciais. A vida fica pesada e a convivência mais difícil. Agir de maneira generosa é a melhor maneira de conduzir esta situação!

Aquário Cuidado, pois equívocos e mal entendidos podem lhe causar problemas hoje. A Lua tenciona sua área de comunicação, lhe aconselhando a ser mais discreta em suas interações. Seja cautelosa e recorra a pessoas de confiança!

Virgem A falta de recursos para conduzir seus projetos pode lhe deixar insegura, neste momento em que a Lua tenciona sua oitava casa. Será preciso sacrificar-se, cortando gastos fúteis.

Peixes Momento de limitações na vida social. Ao passar por sua área material, a Lua se tenciona com outros astros, alertando para a urgência em economizar. Use sua criatividade para buscar opções de diversão mais em conta!

“Casseta & Planeta” vai voltar através de novo canal da Globo na web A Globo lançou um novo portal, o GShow, reunindo conteúdo sobre novelas, séries e demais programas da emissora carioca. A novidade, no entanto, não se limita ao conteúdo da TV, já que material próprio será idealizado para a web. Dentre as apostas, está a volta do grupo “Casseta & Planeta”. Os responsáveis pelo formato já estão idealizando uma atração com esquetes de humor e paródias para a plataforma. A emissora também fechou com os responsáveis pelo

substância tóxica, planejando um envenenamento. Joia Rara Globo – 18:15 h O delegado manda prender Franz. Toni e Gaia se emocionam ao contar toda a verdade para Tavinho. Manfred ouve Venceslau ameaçar Gertrude e fica desconfiado. Pérola diz a Amélia que sonhou com Manfred e uma explosão. Toni apresenta Tavinho a Mama Francesca. Manfred conta para Ernest que Franz foi preso. Aurora e Davi decidem se casar no cabaré e convidam Arlindo e Miquelina para serem seus padrinhos. Franz é solto para responder ao processo em liberdade. Mundo é diplomado na Câmara dos Deputados. Passa-se um mês. Sonan chega ao mosteiro de Padma Ling. Começa o julgamento de Franz. Malhação Globo – 17h50 h Antônio não liga para a tristeza de Tita, que fica magoada com o irmão. Babette sugere que Micaela termine a letra de uma de suas músicas e cante para Martin. Hernandez pede demissão para Caetano. Caetano promete se vingar de Hernandez, caso descubra que Ben e Anita dormiram juntos. Ben deixa o casarão, sob o olhar atento de Antônio. Anita incentiva Martin a lutar por Micaela. Ben recebe uma

site “Morri de Sunga Branca” e, além deles, existe o desejo de um acerto com a trupe do “Porta dos Fundos”, atualmente no YouTube. Xuxa renova contrato com a Globo, mas volta ao ar depois de cirurgia NOVO ACORDO Xuxa renova vínculo com a Globo por mais três anos Xuxa renova vínculo com a Globo por mais três anos Após muitos boatos de que as negociações estavam complicadas, a Globo renovou o contrato com Xuxa Meneghel. O acordo tem a validade de três anos. A informação é do site “NTV”. A apresentadora, a princípio, ficará fora do ar por tempo indeterminado. Neste período, a loira deve se submeter a uma cirurgia no pé esquerdo, onde sofre de sesamoidite, uma inflamação em pequenos ossos da região. O excesso do uso de salto alto teria provocado esse pequeno problema de saúde. Xuxa deve ficar no ar até o fim de janeiro com o “TV Xuxa” e, provavelmente, irá retornar no segundo semestre do ano. Esse é o desejo da direção da Globo. No entanto, ainda não se sabe se a loira volta com uma atração fixa ou por temporada. A data oficial de retorno será anunciada apenas quando a apresentadora estiver totalmente recuperada da intervenção. A ideia da emissora é que Xuxa atinja um outro público e faça um formato diferente de tudo o que já fez.

mensagem ameaçadora no celular e desconfia de Sofia. Bernardete e Soraia ajudam Anita a se encontrar com Ben. Hernandez visita Maura e a beija. Edgard chega de viagem e visita Sofia. Ben recebe outra mensagem, dessa vez com o vídeo de sua noite de amor com Anita. . Além do Horizonte Globo – 18h00 h William consegue sair do laboratório sem ser visto e devolve a chave para Lili. Kleber ameaça Matias, que deixa Belinha com Vó Tita e foge de Tapiré. Tereza chantageia Thomaz. Heloísa pensa em falar com André. Kleber encontra Belinha na casa de Vó Tita. William irrita Marlon com insinuações sobre Joana. Kleber oferece uma recompensa para capturar seu capataz. Berenice foge de sua prisão, e Kleber culpa Matias. Celina tenta descobrir o que aconteceu com o namorado. Sandra implora que André traga William e Marlon de volta para casa. Thomaz teme perder Heloísa. André não deixa Júlia viajar com ele. Priscila avisa Sandra que Heloísa irá procurá-la. William pede para Lili pegar a chave do laboratório novamente. Júlia consegue com Olívia o roteiro de viagem de André. Heloísa confirma suas suspeitas sobre Tereza. Lili é presa por dois seguranças ao tentar entrar no laboratório, e William se desespera.

CONCURSOS Por José Pessoa

Concurso MAPA - Ministério da Agricultura 2014 Próximo concurso do Ministério da Agricultura será para preencher 796 vagas. Consulplan é contratada como organizadora. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) está cada vez mais próximo de realizar seu novo concurso. Com a desistência do Idecan (organizadora anteriormente contratada), que havia entrado com ação judicial, a Consulplan entrou na disputa e venceu o pregão eletrônico, reali-

zado no começo de dezembro (11/12). A oficialização dessa parceria para realização do certame, que se destina ao provimento de 796 vagas, está publicada no DOU de 20/12/2013, página 9, seção 3. É provável que o edital seja publicado em janeiro de 2014.

CADE - Conselho Administrativo de Defesa Econômica O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) abriu certame com 26 vagas em cargos de nível superior e nível intermediário. Os salários podem chegar a até R$ 5.334,90 e as inscrições podem ser feitas até 20 de janeiro, devendo as provas serem aplicadas em 9 de março de 2014. Mas se o seu concurso ainda não teve edital publicado, aproveite para acompanhar as últimas informações a respeito, lendo diariamente no ALTO MADEIRA nossa sessão de concursos. Quem sabe 2014 não seja o seu ano de entrar na carreirra pública?


Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

www.altomadeira.com.br

ALUGA-SE LOJA COM 300M² NA AV. BRASILIA Nº 2266 – CENTRO TRATAR COM TOURINHO CORRETORA (69) 9220-8591 / 8108-0901 / 3221-0577


4 ESPORTES

Porto Velho, Rondônia, quarta-feira, 08 de janeiro 2014

-2

RSC

Treinador do Rondoniense Sub-16 deve deixar o comando da equipe Sequetto disse que não tem tempo hábil para estar à frente do time, que irá participar da Copa Rio Sub-17 O treinador da equipe Sub16 do Rondoniense Social Clube deve mesmo deixar o comando da equipe, que irá disputar a Copa Rio Sub-17. Marcos Sequetto informou que está com muitos compromissos e que não tem tempo para estar à frente do time. - A princípio não tenho tempo disponível para ser o treinador da equipe. Irei conversar com o presidente do clube, An-

tônio Tadeu, para resolvermos a minha situação e a do time. Marcos também disse que não pretende mais ser o técnico do Rondoniense, mas que deseja fazer parte da comissão técnica da equipe. Sequetto comandou o time na conquista do Campeonato Estadual Sub-16 2013, competição que classificou o clube para disputar a Copa Rio Sub-17 deste ano de 2014.

Ainda segundo Marcos, a equipe do Rondoniense deve iniciar os treinamentos na parte física nesta semana, já que o time está de férias desde a conquista do Estadual Sub16. O treinador também afirmou que recebeu propostas para dirigir outros times do estado pelo Campeonato Rondoniense 1ª Divisão, mas que não aceitou nenhuma delas. (Globo Esporte)

CRISE NA COPA

Marcos Sequetto observa o treino do Rondoniense

VÔLEI

Joseph Blatter se queixou de Bruninho participa de amistoso e Dilma Rousseff ao técnico Felipão deve fazer estreia pelo Modena hoje Em agosto, cartola da Fifa recebeu uma visita do treinador da seleção e criticou a presidente O presidente da Fifa, Joseph Blatter, queixou-se do comportamento da presidente Dilma Rousseff ao técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, e, nos bastidores, alfineta a presidente sempre que é perguntado sobre o envolvimento do governo na preparação para a Copa. O Estado apurou com pessoas da Fifa que a queixa de Blatter a Felipão ocorreu em agosto, quando o Brasil jogou um amistoso contra a Suíça. Felipão aproveitou sua passagem pelo país para fazer uma visita a Blatter, o que na época não foi noticiado pela CBF por se tratar de um compromisso privado. Durante a conversa com Felipão, Blatter deixou clara sua insatisfação com Dilma. O cartola teria ficado inconformado com a ausência da presidente na final da Copa das Confederações, com a demora do governo para conter o impacto das manifestações nos dias de jogos e com a

Bruninho é o atual levantador da Seleção Brasileira companheiro Andrea Sala, durante um treino. Ele precisou passar por uma cirurgia. No time italiano, o levantador veste a camisa de número 14. Ele foi apresentado na segunda-feira como novo reforço da equipe comandada por Angel Lorenzetti após con-

viver com quatro meses de atrasos salariais RJ Vôlei. O Modena ocupa a sétima colocação no Italiano, com apenas três vitórias em dez partidas. Esta é a segunda passagem de Bruninho pelo clube, já que em 2011 ele vestiu a mesma camisa.

Presidente da Fifa, Joseph Blatter. aparente falta de compromisso de Brasília com o evento. Durante o torneio, Dilma também teria de certa forma esnobado Blatter, recebendoo apenas em um encontro em uma base área do Rio de Ja-

neiro. Após o evento, o suíço escreveu uma carta para a presidente em que deixou clara sua insatisfação e ficou ainda mais surpreso por não ter recebido resposta. (Agência Estado)

EX-PORTUGUESA

Reforço tricolor lamenta desemprego de ex-colegas A queda provocou uma debandada na Portuguesa, sem recursos para manter boa parte do elenco. Apresentado como primeiro - e único, até então - reforço do São Paulo para 2014, nesta terça-feira, o lateral direito Luis Ricardo já havia se preparado para falar sobre a Portuguesa. “Sabia que viria essa pergunta”, disse, trocando momentaneamente a alegria por sua chegada ao novo clube pela decepção pelo rebaixamento do antigo. Luis Ricardo defendia a Portuguesa desde 2010 e era um dos destaques da equipe que fugiu da Série B do Campeonato Brasileiro dentro de campo. Fora, contudo, a sua equipe acabou derrotada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e perdeu a vaga na primeira divisão para o Fluminense. A queda provocou uma debandada na Portuguesa, sem recursos para manter boa parte do elenco. Nem todos os jogadores tiveram a mesma sorte de Luis Ricardo, que acabou no Tricolor. “Fico chateado porque alguns companheiros meus ficaram desempregados. Se eu for ficar falando sobre isso, causará chateação. Prefiro me concentrar no São Paulo”,

Bruninho já está no ritmo do voleibol italiano. Um dia após ser apresentado oficialmente pelo Modena, o exatelta do RJ Vôlei participou de um amistoso contra o Milano, que disputa a segunda divisão do Campeonato Italiano. O jogo-treino terminou com vitória do time do brasileiro por 3 sets a 1, parciais de 25-17, 17-25, 2517 e 25-20. Nesta quarta, o levantador da Seleção Brasileira deve ser relacionado para a sua primeira partida oficial pelo novo clube, contra o Cuneo, às 17h30 (de Brasília) pela Série A1. Os últimos dias de Bruninho têm sido movimentados. Logo que chegou à Itália, o jogador quebrou dois dentes ao se chocar com o

COPA DO REI

Messi volta ao Barcelona 58 dias após lesão O jogador sofreu uma ruptura muscular no bíceps femoral da perna esquerda O atacante argentino do Barcelona Lionel Messi recebeu nesta terça-feira o aval médico para voltar a jogar, depois de ficar 58 dias afastado por causa de uma lesão, e voltará à equipe catalã nesta quarta-feira pela Copa do Rei contra o Getafe, informou o clube. O técnico argentino Gerardo Martino anunciou em coletiva de imprensa que Messi faz parte da lista de jogadores disponíveis para a partida da Copa. “Falei com ele e está convocado”, disse. “Estamos felizes por ele e especialmente contentes em podermos contar com todos os jogadores”, completou. O melhor jogador do mundo se contundiu em 10 de no-

vembro no estádio Benito Villamarín de Sevilha, numa partida válida pelo Campeonato Espanhol contra o Betis, vencida pelo Barça por 4-1. O jogador sofreu um ruptura muscular no bíceps femoral da perna esquerda e teve que ser substituído aos 19 minutos de jogo. Após se submeter a um tratamento em Barcelona, Messi viajou à Argentina em dezembro para dar sequência à recuperação. Na semana passada, o atacante voltou a Barcelona e treinou com os companheiros, mas Martino optou por não contar com ele no confronto com o Elche (vitória do Barça por 4-0).

São-paulino, Luis Ricardo é apresentado e realiza sonho lamentou.Por mais que quisesse, Luis Ricardo não conseguiu evitar completamente o assunto polêmico. O lateral direito também comentou sobre o meia Héverton, o pivô da confusão em que a Portuguesa se envolveu. Foi a utilização do jogador, que deveria ter cumprido suspensão aplicada pelo STJD, no empate sem gols com o Grêmio que gerou a punição com a perda de quatro pontos ma tabela do Campeonato Brasileiro e o consequente re-

baixamento. “Não conversei mais com o Héverton. Quando o campeonato acabou, todo o mundo saiu de férias. Parece que a responsabilidade caiu sobre ele, o que é injusto. Tenho certeza de que ele não sabia da suspensão. Ninguém sabia. Estão culpando as pessoas erradas”, advogou Luis Ricardo, antes de se esquivar. “O Héverton é um amigo meu, mas ele já está suficientemente grande para se defender.”

Lionel Messi no dia da lesão

“Contar com ele contra o Elche era muito apressado. Assim é melhor, ele pôde entrar mais em forma com os treinamentos”, declarou o técnico. Martino, contudo, não garantiu que Messi será titular contra o Getafe: “Amanhã (quarta-feira) ficaremos sabendo se ele começa jogando ou não”. O Barcelona recupera com isso seu artilheiro e melhor jogador pouco antes de enfrentar no próximo sábado o Atlético de Madri no estádio Vicente Calderón, em uma partida que deve definir o líder isolado do Campeonato Espanhol, já que ambas as equipes estão empatadas com 49 pontos no topo da tabela.


Alto Madeira - Versão Digital