Issuu on Google+

EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

INDUSTRIALIZAÇÃO DA CONSTRUÇÃO COMO INSTRUMENTO DA GARANTIA DE PRAZOS, CUSTOS E QUALIDADE


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

ABCIC • Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto • 9 anos • Estruturas Pré-Moldadas (ênfase na Indústria de PréFabricados de Concreto) .


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO ABCIC - ESTRATÉGIA DE ATUAÇÃO  Programas de Treinamento ( Básico, Aperfeiçoamento, Formação de Professores)  Certificação Selo de Excelência ABCIC (Programa que envolve qualidade,segurança e meio ambiente)  Desenvolvimento Tecnológico (P&D,NETPRÉ)  Normaliação RECONHECIMENTO RESULTADOS

 Relacionamento com entidades afins nacionais e internacionais (Ações Conjuntas)  Comitês Específicos – Técnicos ou Mercadológicos  Indicadores de Desempenho do setor  Publicações

QUALIDADE


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

INDUSTRIALIZAÇÃO DA CONSTRUÇÃO A essência da industrialização da construção não é levar a indústria para dentro do canteiro de obras. É levar a maior parte possível da obra para dentro da indústria. A industria não é o produto. É método, organização de recursos, processos estáveis, inovação com contínua atualização decorrente do aprendizado da produção quer seja de aviões, carros, computadores ou utensílios domésticos.  A arquitetura de cada obra é única. Trabalha-se muito na concepção dos projetos, interfaces com outros sistemas construtivos, planejamento, cronograma e custos.  Pela sua natureza a indústria é garantia da realização dos projetos com qualidade, custos e prazos.


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

INDUSTRIALIZAÇÃO DA CONSTRUÇÃO  Ambiente protegido e coberto.  Equipamentos de movimentação e materiais, concreto e produtos acabados.  Recursos de produção flexíveis;  Centrais de corte e dobra  Central de concreto computadorizada;  Sistemas de cura a vapor;  Laboratório de controle tecnológico.  Estações de tratamento de resíduos e reaproveitamento de água

 Sistemas integrados ERP (Planej., PCP, custos, ad. de materiais, logística, e serv. de campo, ...  Software de cálculo e arquitetura em 3D.  Mão de obra especializada, permanente, treinada.  Processos e procedimentos formalizados.  P&D de produtos e serviços.  Estrutura de QSSMA  Rastreabilidade


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

NORMALIZAÇÃO

NBR 9062:2006– Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado – Procedimento. NBR 6118:2003 – Projeto de estruturas de concreto – Procedimentos. NBR 12655:2006 – Concreto – Preparo, controle e recebimento – Procedimento. NBR 14931:2003 – Execução de estruturas de concreto – Procedimentos. CE 18:600-19 Comissão de Estudos Painéis Alveolares de Concreto Diretriz 2 SINAT (Painéis Pré-fabricados)


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

PRÉ - MOLDADOS

Processo de construção em que a obra, ou parte dela, é moldada fora de seu local de uso definitivo. A prémoldagem é relacionada aos conceitos de industrialização e préfabricação.


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

PRÉ - FABRICADOS


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

PRÉ - FABRICADOS Pré-fabricação “...pré-fabricação é um método industrial de construção em que os elementos fabricados, em grandes séries, por métodos de produção em massa (instalação industrial), são montados na obra, mediante equipamentos e dispositivos de elevação”. Fernández Ordónez

Industrialização da Construção “É o emprego de forma racional e mecanizada, de materiais, meios de transporte e técnicas construtivas, para se conseguir uma maior produtividade.” Instituto Eduardo Torroja de la Cosntrucción y del Cemento


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Qualidade Ambiente de Produção

Rastreabilidade

Controle Tecnológico

Tolerâncias Dimensionais


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

INDUSTRIALIZAÇÃO


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Monoblocos


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Sistemas Construtivos


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Etapas do empreendimento Arquitetos - Definição paginação - Amostras preliminares - Acabamento interno

Chart Title

Discussão com os intervenientes Construtores - Cronograma - Estratégia montagem - Acesso/particular.

Consultores - Caixilhos - Impermeabiliz.

Projeto Preliminar Processo de licitação Assinatura do contrato Elaboração de um protótipo

Elaboração dos projetos de apresentação Aprovação dos projetos (arquiteto / calculista / coordenador da obra) Elaboração dos projetos de fabricação FABRICAÇÃO - Formas - Armazenamento - Transporte MONTAGEM - Planificação - Marcação - Segurança

Definição do acabamento final

Calculistas - Transferência esforços - Moviment. estrutura


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

SELO DE EXCELÊNCIA  Fixar a imagem do setor com padrões de tecnologia, qualidade e desempenho adequados às necessidades de mercado. Programa evolutivo : Nível I (Controle de Qualidade), Nível II (Garantia da qualidade) , Nível III (Gestão pela Qualidade).  Credenciamento por planta de produção com escopos diferenciados. Atestado.


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Qualidade Processos Receb e preservação de materiais Produção de elementos préfabricados Montagem de elementos préfabricados Gestão e Apoio Elaboração e controle de projetos Segurança e saúde Atendimento ao cliente Gestão ambiental

Nível I

Nível II

Nível III

1

2

3

1

2

3

1

2

3

1

2

3

1

2

3

1

2 1

3 3 3


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

HABITACIONAL


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

HABITACIONAL


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Contexto Histórico (Atual) Consonância com a liberdade arquitetônica. Versatilidade de painéis alveolares e arquitetônicos. Obras Verticais. Estruturas mistas.


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Realizações no Brasil

.


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

CASE ARENA

PRÉDIO CENTRAL (PRÉ – FABRICADO) Volume: 7000 m³ Equipe: 20 homens Prazo: 5 meses

PRÉDIOS DE ACESSO (CONVENCIONAL) Volume: 5000m³ (4prédios) Equipe: 240 homens ( 3 meses)


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO CASE NACIONAL(Centro Empresarial São José da Terra Firme)


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO CASE NACIONAL(Avaliação) Redução de custos em relação a estrutural convencional (aproximadamente 20%). Grande parte da logística de concretagem em canteiro eliminada. Tempo de projeto e desenvolvimento maior do que o tempo de execução. Resultados satisfatórios na interface projeto, produção e montagem. Compatibilidade e facilidade nas instalações. Planejamento prévio para utilização da grua. (Otimização de recursos) Redução de cronograma. Regularidade e redução nas espessuras de revestimentos. Redução de resíduos gerados em canteiro. Redução de formas e escoramentos. Qualidade.


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

MERCADO INTERNACIONAL - Tendências

NORTH GALAXY 30 pavimentos LAJES ALVEOLARES PILARES PRÉ-FABRICADOS(85 a 90 MPa)

CENTRAL PLAZA 16 pavimentos

VIGAS PRÉ- FABRICADAS

DEXIA TOWER 37 pavimentos


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

Brasil: Próximos 20 anos e a Construção Civil Crescimento do PIB Brasileiro : .................................... 4,5 a 5,5 % aa Pib da Construção Civil : ......................................................... 6,1% aa Aumento da População economicamente ativa: .....Abaixo de 2,0% aa Necessidade de ganho de Produtividade: ........ Acima de 3,00% aa

+

Aumento da renda média do trabalhador Desenvolvimento com sustentabilidade

= Capital Qualificação da mão de obra Materiais e recursos diversos Inovação em tecnologias de processos, produtos e serviços


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

A Questão Habitacional ‘O objetivo de todas essas empresas é encontrar soluções que tornem o ciclo de erguer uma residência mais curto e, também, mais barato. Estão todos em busca de melhores soluções para adequar os processos a cronogramas,inovação e custos”


EVENTOS 2010 V ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO

OBRIGADO ABCIC Presidente do Conselho Carlos Alberto Gennari Fone: 011 4416-5200 carlos@leonardi.com.br Presidente Executiva: Iria Doniak 011 3763-2839 abcic@abcic.org.br iria@abcic.org.br


Abicic - Carlos Gennari