Page 1

Obras curiosas e alguns livros antigos e raros sobre

Caligrafia &Tipografia, outros temas e áreas afins.

3 obras provenientes da biblioteca particular do designer e professor

Joaquim Antero Magalhães Ferreira

P ort o f e v e r e i ro 2 0 1 3


RITA BASTOS


APRESENTAÇÃO

RB

A VENDA DO NÚCLEO AQUI REUNIDO [ 30 LOTES ] CORRESPONDE À VONTADE DO BIBLIÓFILO E COLECCIONADOR JOAQUIM ANTERO MAGALHÃES FERREIRA ( PORTO, 1963 ) EM ALIENAR OBRAS QUE TEM EM DUPLICADO OU JÁ NÃO SE IDENTIFICAM COM AS TEMÁTICAS DA SUA COLECÇÃO [ CAF — COLECÇÃO ANTERO FERREIRA ] QUE FOI ADQUIRIDA AO LONGO DAS ÚLTIMAS DUAS DÉCADAS, NOMEADAMENTE: ARTE GRÁFICA, CALIGRAFIA, DESIGN, ESCRITA, FOTOGRAFIA, LIVRO ANTIGO, LIVRO DE ARTISTA E TIPOGRAFIA. UM SEGUNDO OBJECTIVO DESTA ALIENAÇÃO É O DE OBTER UM FUNDO FINANCEIRO QUE PERMITA CONTINUARMOS A INVESTIR NA CONSERVAÇÃO E NO RESTAURO DA COLECÇÃO, ASSIM COMO CONTINUAR A APOSTAR EM CRITERIOSAS E ESTRATÉGICAS AQUISIÇÕES DE CONSOLIDAÇÃO DA MESMA.

Observações: 1) o pormenor que figura na capa foi reproduzido a partir da obra descrita no lote 01 (pág. 05); 2) a encadernação reproduzida na última página (pág. 24) está à escala 1:1 e corresponde ao lote 02. Reservas, compras ou esclarecimentos contactar: antero@anteroferreiradesign.pt


LOTE 01

LOTE 02


05

ARAÚJO, António Jacinto de ( m. 1797).

Nova Arte de Escrever, offerecida ao Principe Nosso Senhor, para instrucçaõ da mocidade: composta por … Lisboa / Na Officina de Antonio Gomes. M. DCC. XC. IV. [1794]

Primeira e única edição, completa (mas com a primeira lâmina em facsímile); 275 x 405 mm; 25 pp., 25 lâminas; E. Encadernação contemporânea inteira em capa dura, inteira em percalina vermelha e gravações na lombada estampadas a ouro quente. Exemplar restaurado (em 2005) pela especializada empresa portuense Invicta Livro sob a orientação de A. F.; Este importante manual de caligrafia oitocentista português é composto por 25 páginas de texto e 25 lâminas caligrafadas pelo autor e abertas a buril por José Lúcio da Costa (n. 1763) e Manuel da Silva Godinho (1751?–1809?), datadas entre 1783 e 1790, das quais a primeira lâmina [composição alegórica sobre Lisboa] é da autoria do pintor e desenhador Jerónimo de Barros Ferreira (1750 –1803). Páginas de texto com pequenas falhas em quatro páginas (5 a 8) mas devidamente restauradas com papel japonês e acompanhadas das páginas originais completas e facsimiladas; lâmina n.º 1 em falta mas igualmente facsimilada. Margens generosas e assinatura autógrafa de posse no rosto a sépia castanha e rasurada: Pedro de Souza de Miranda e Castro (nascido em Lisboa, filho de Baltazar José Pinto de Miranda e Castro, licenciado pela Universidade de Coimbra em meados de 1830’s). Exceptuando as referências portuguesas (Inocêncio, Ferreira Lima, etc.), algumas das referências mundiais que citam esta obra são: Bonacini (93), Cotarelo y Mori (70), Graesse (I; p. 177) e Marzoli (72).

lote 01

SOUSA, Manuel Dias de (c. 1755 /60 –1821).

Nova Escola de Meninos / Na qual se propôem hum methodo facil para ensinar a lêr, escrever, e contar, com huma breve direcçaõ para a educaçaõ dos Meninos … Coimbra: na Real Officina da Universidade. M. DCC. LXXXIV. [1785] Primeira e única edição, incompleta (falta apenas 1 folha desdobrável com linhas — pauta caligráfica); muito rara, de coleccionador; 200 x 125 mm; VIII, 210 pp.; 11 estampas ou traslados gravados em metal e 1 folha desdobrável (pauta caligráfica), não numerada, gravada em madeira ; E. Exemplar magnificamente restaurado pela Invicta Livro, segundo a estética das encadernações oitocentistas e sob a orientação de A. F. Encadernação inteira de carneira com nervos, rótulos e ferros a ouro na lombada; miolo com 210 páginas de texto e 11 estampas, ou traslados de letras, em cujo carácter o autor terá pretendido imitar o seu antecessor e famoso calígrafo Manuel de Andrade Figueiredo (c. 1670–1735). A par dos autores das obras mais famosas da Caligrafia portuguesa (sécs. xviii e xix), a saber: Andrade, Araújo, Carneiro da Silva e Ventura, esta obra é, possivelmente, a mais rara de todas incluindo as obras destes ‘cinco magníficos’ (exceptuando o primeiro de todos: Manuel Barata, séc. xvi), pois temos identificados apenas seis exemplares em todo o mundo, sendo: este exemplar; caf (Porto); um exemplar com o ex-libris de F. A. Martins de Carvalho (vendido em 2010, em Lisboa); bnp (Lisboa); gplrj (Rio de Janeiro); hou (Cambridge, eua). Inocêncio, em 1860, referia a raridade desta obra afirmando ter visto somente dois/três exemplares (quiçá foram estes alguns deles!? [Tomo 5, p. 409]). Este exemplar contém duas assinaturas de posse com nomes ilegíveis (por decifrar), datados de 1857 (Manuel Nunes dos Santos?) e 1912 (Alberto Madureira de Carvalho?). Henrique de Campos Ferreira Lima cita, igualmente, este autor (p. 27) no seu Dicionário sobre calígrafos portugueses (1923).

lote 02

jamf : caligrafia & tipografia

|

OBRAS RARAS E IMPORTANTES


LOTE 03


07

AA. VV. (CANCIONEIRO; LITERATURA) AGUILÓ I FUSTER, Marià (1825 – 97).

CANÇONER de les obretes en nostra lengua materna mes divulgades durant los segles XIV, XV e XVI. Barcelona: se ven en la libreria d Alvar Verdaguer, en la Rambla, enfront del Liceu [1873–1900]. Edição única (tiragem de 131 exemplares), completa, rara; 270 x 198 mm; [133 fls.]; ill.; B. Encadernação da época em pergaminho industrial, cansada, com rasgos na capa e lombada recuperada com tela; impressão tipográfica a duas cores, com muitas ilustrações, gravuras, vinhetas, tarjas, letras ornamentadas e texto em letra gótica, cuja gótica foi criada pelo conhecido desenhador e tipógrafo catalão Eudaldo Canibell y Masbernat (1858–1928) e publicadas em 1901, em Barcelona, no Álbum Caligráfico Universal. Consta que o primeiro caderno saiu em 1873 a cargo e despesas de M. Aguiló y Fuster, tendo sido terminado por seu filho Ángel, três anos depois da sua morte (Palau, 42071);

TEIVE, Diogo de (c. 1513/4– 69?). jacobi tevii, bracarensis, opuscula, quibus accessit commentarius de rebus ad dium gestis, denuò in lucem edi curavit Joseph. Caietanus Mesquita, Lusitanus. Parisiis, Excudebat Franc. Ambr. Didot, M. DCC. LXII. [1762]

Edição única, completa, tendo as últimas 18 páginas facsimiladas (2 partes num volume); 163 x 90 mm; (XXXVI), 324, 148 pp.; E. Encadernação da época em pele inteira com lombada e rótulo, em pele vermelha, gravados a ferros dourados; em estado geral razoável. Texto em latim e marca de posse no rosto (assinatura autógrafa com tinta sépia: Rolla?). Diogo de Teive, nascido em Braga, foi um importante humanista quinhentista português que escreveu toda a sua obra em latim; foi ainda historiador da gesta lusa, prosador, poeta inspirado, dramaturgo, director do Colégio das Artes (Coimbra) e professor nas universidades de Coimbra e Paris. Obra impressa na famosa oficina da dinastia francesa Didot, neste caso por François-Ambroise Didot (1730–1804) que inventou o consagrado sistema de medida em pontos tipográficos; esta família de papeleiros, impressores, editores e tipógrafos franceses, está considerada a primeira grande multinacional em Artes Gráficas do mundo. Localizamos exemplares na fluc (Coimbra) e na bnp (Lisboa), este último incompleto.

lote 03

AA. VV. (DIVERSOS) BASTOS, Francisco António Martins (1799 –1868). Breve resumo dos privilegios da nobreza: 1.º dos professores publicos: 2.º dos mestres dos Principes: 3.º dos ayos dos mestres senhores. Com huma noticia dos que tem servido estes cargos, e outras importantes. Dedicado a Sua Majestade Fidelissima El-Rey o Senhor Dom Pedro V … Lisboa. Na Imprensa Silviana. 1854. Primeira edição, aparentemente completa (não conseguimos apurar se deveria incluir ou não uma folha extratexto); 195 x 125 mm; [6], V, 256 pp.; E. Encadernação contemporânea com capa dura em pele sintética azul escuro, com texto estampado a ouro na lombada. Exemplar em óptimo estado e com boas margens. Obra invulgar, muito curiosa e de interesse histórico cujo Inocêncio não menciona. Existente na bnp (Lisboa);

FREITAS, José Joaquim Rodrigues de (1840 – 96). Elementos de escripturação mercantil. Edição accrescentada em harmonia com o programma official dos lyceos. Porto. Livraria Universal de Magalhães & Moniz — Editores, Largo dos Loyos 12, 1882.

Segunda edição, completa; 218 x 143 mm; VII, 179, (2) pp.; 4 folhas desdobráveis extratexto; E. Meia-encadernação da época revestida a papel marmoreado e lombada em pele com gravações a ouro quente. Conserva papel marmoreado em tons azuis nas guardas (muito bonito). Estado razoável, capa um pouco cansada e fragilizada; obra no geral a precisar de pequena intervenção de conservação e restauro. Marca de posse autógrafa a tinta sépia e carimbo de António Bento Duarte, Viana do Castelo (funcionário na Alfandega do Porto). Sobre o autor: engenheiro, pedagogo, publicista, economista, filósofo, professor catedrático e político português, formado em Engenharia pela Academia Politécnica do Porto, chegou ao lugar de

jamf : caligrafia & tipografia

|

LIVROS E FOLHETOS ANTIGOS


LOTE 04

LOTE 05


catedrático com apenas 27 anos. Notabilizou-se pela sua carreira política, eminentemente ligada aos ideais republicanos e socialistas, sendo um dos homens ligados à organização do Partido Republicano Português, onde se manteve até ao fim da vida. Revelou também uma certa simpatia pelas ideias do socialismo reformista. Foi o primeiro deputado do Partido Republicano às Câmaras (1870 –4). Da sua obra, dispersa como escritor e jornalista, salientam-se: A Igreja, Cavour e Portugal e Princípios de Economia Política. Vários dos seus artigos soltos foram reunidos, postumamente, em 1906, sob o título Páginas Soltas. O seu pai foi funcionário da Alfândega e ex-voluntário no Cerco do Porto. Uma extensa biografia sua pode ser lida in: http://sigarra.up.pt/up/pt/web_base.gera_pagina?P_pagina=1006621 (Antigos Estudantes Ilustres da up);

GUEDES, José Isidoro (natural de Lamego, m. 1870?). Relatorio dos trabalhos da Associação Commercial do Porto, no anno de 1837. Apresentado em Assembléa Geral da mesma Associação no dia 29 de Dezembro, pelo secretario da mesma. Porto, na Typographia Commercial Portuense, Largo de S. João Novo n.º 12, 1838.

MONTEVERDE, Emílio Aquiles (1803 – 81). MANUAL Encyclopedico, para uzo das Escolas d’Instrucção Primaria. Lisboa: na Imprensa Nacional, 1840.

Terceira edição, completa, difícil de encontrar; 148 x 100 mm; 622 pp.; ill. (4 estampas e inúmeras vinhetas); E. Meia-encadernação da época, revestida a papel marmoreado com lombada em pele com gravações a ouro quente. Estado razoável, um pouco cansada; capa fragilizada (vinco longitudinal em altura). Marca de posse caligrafada a tinta sépia em dois sítios (‘HCJ de Sousa 1840’?). Obra clássica da instrucção pública portuguesa que dispensa qualquer apresentação quanto à sua pertinência para professores, pedagogos, investigadores, etc. Sobre o autor: nasceu em Lisboa, foi escritor, diplomata e pedagogo. Licenciou-se em Bordéus, fundou escolas de instrução pública e publicou, entre outras: Método Facílimo de Aprender a Escrever e Resumo da História de Portugal. Foi ainda Conselheiro do Reino, desempenhando com êxito missões diplomáticas. A bnp (Lisboa) tem dois exemplares mas nenhum das primeiras edições [1837/8].

lote 04

AA. VV. (GEOGRAFIA) CASADO GIRALDES, Joachim Pedro Cardozo (1809?–1845). tratado completo de cosmographia, e Geographia-Historica, Physica e Commercial, Antiga e Moderna, offerecido a S. M. F. ma o Senhor D. João VI por … Pariz, em casa de Fantin; Rey e Gravier; Aillaud; na Typographia de Firmin Didot. M DCCC XXVI. [1826] Primeira edição, colecção incompleta (faltam três volumes); 250 x 200 mm; [7], 474 pp.; vol. 2 (completo); E. Encadernação da época pele inteira com lombada e rótulo gravados a ouro quente e guardas em papel marmoreado. Estado geral razoável, um pouco cansada. Obra impressa na famosa oficina da dinastia francesa Didot, neste caso por Firmin Didot (1764–1836), fundidor, gravador e impressor, que criou o termo estereotipia. Existente nas bnp (Lisboa) e fluc (Coimbra).

[TAVARES, José da Silva (178 8 –1858)]. lições elementares de geografia e chronologia, com o seu atlas appropriado, accommodadas ao estado de conhecimentos e mais circumstancias dos alumnos da aula de Arithmetica, Geometria, Geographia e Chronologia do Real Collegio das Artes da Universidade de Coimbra. Coimbra, na Real Imprensa da Universidade, 1830.

Edição única, completa; 245 x 198 mm; (4), 92 pp., 3 fol. desdobráveis; ill. ; E. Meia-encadernação da época com lombada em tela com título gravado a ouro quente e pastas em papel marmoreado. Estado geral razoável; rosto com marca de posse autógrafa [José de Figueiredo] e uma segunda marca autógrafa [Trovisqueira]; algumas manchas de humidade. Edição ilustrada com três bonitas estampas extratexto assinadas por Figueiredo Gravou, possivelmente o mesmo da assinatura de posse. O autor professou no Convento do Grilo, de Lisboa, a 25 de Junho de 1805, tomando então o nome de Fr. José da Sacra Família, como então se tornou mais conhecido. Estudou Teologia e Filosofia na Universidade de Coimbra, onde se licenciou e doutorou (1814 /21). Em 1824 foi nomeado professor de Aritmética e de Filosofia no Colégio das Artes em Coimbra, de onde foi transferido para o Real Estabelecimento do bairro de Belém, em Julho de 1832, vindo a reger a cadeira de Filosofia Nacional e Moral. As suas ideias políticas eram altamente absolutistas, de que já dera provas públicas aquando em 1823 pregou na capela da Universidade um sermão em acção de graças pelo êxito da Vilafrancada, no último dia de um tríduo dirigido à Senhora da Conceição (sermão impresso em 1821). A queda do poder absoluto (1833) magoou-o profundamente e, dando-se em seguida a extinção das ordens religiosas, resolveu sair de Portugal, emigrando para França, e posteriormente, para Inglaterra onde viria a falecer. O seu funeral foi custeado por Francisco José da Silva Torres e sua mulher D. Antónia Adelaide Ferreira. A bnp (Lisboa) tem um exemplar mas incompleto (falta-lhe uma estampa).

lote 05

|

09 jamf : caligrafia & tipografia

Primeira edição, completa; 180 x 115 mm; 18 pp.; B. (5 pp. brancas, sem texto impresso). Encadernação editorial em papel amarelo; impressão a uma cor com texto inserido numa moldura composta por bonitas vinhetas tipográficas; na contra­ ‑capa repete-se a mesma moldura. Estado razoável, margens generosas (possivelmente virgens) e com capa a necessitar de pequeno restauro no papel (ligeiros rasgos e margens cansadas). Sobre o autor: 1.º Visconde de Valmor, viticultor, exportador de vinho, dirigente das associações comerciais do Porto e de Lisboa, deputado em 1846 e 1848–51, Par do Reino de 1853–70, maçon; ‘em 1862, Isidoro Guedes paga todas as obras da “Cerca dos Frades” (hoje Alameda Isidoro Guedes), algum dinheiro que consegue com diligências no Reino, outro do próprio bolso (500 000 réis), o parque nasce, sem que o Município gaste o que quer que seja’. Nenhum exemplar na bnp (Lisboa);


LOTE 06

LOTE 07

LOTE 08


AA. VV. (LITERATURA) BRAGA, Joaquim Teófilo Fernandes (1843 –1924). Antologia portugueza. Trechos selectos coordenados sob a classificação dos generos litterarios e precedidos de uma poetica historica portugueza por … Porto. Livraria Universal de Magalhães & Moniz — Editores, Largo dos Loyos 12–14, 1876.

Primeira edição, completa; 170 x 115 mm; XXVII, 338, (12) pp.; E. Encadernação da época em pele inteira; lombada vinhetas e título gravados a ouro, sob rótulo em pele vermelha; guardas em precioso papel marmoreado; cabeça, goteira e pé com impressão marmoreada (invulgar). Exemplar em bom estado, deste histórico autor português que dispensa qualquer apresentação. Marca de posse no rosto (carimbo com tinta vermelha). Existente na bnp (Lisboa);

MATOS, João Xavier de (1730 – 89). Rimas de João Xavier de Matos entre os pastores da Arcadia Portuense Albano Erithreo dedicadas á memoria do grande Luiz de Camões principe dos poetas portuguezes dadas á luz por Caetano de Lima e Mello. Porto, na Officina de Clamopin Durand, Grouteau, e Companhia. Anno de 1773.

lote 06

AA. VV. (JUSTIÇA; POLÍTICA) O Cabido da Sé do Porto, e o ministro dos negocios ecclesiasticos e de justiça. Porto: Typ. de Gandra & Filhos, 1839. 310 x 215 mm; 3 pp. Folheto datado de 10 de Março de 1839 e assinado ‘O Amigo da Lei’ no qual tece dura censura ao actos da Administração Pública, do Governo Constitucional, e da Igreja, nomeadamente ao Cabido da Sé do Porto. Exemplar em estado impecável, com margens íntegras; ligeiros rasgos na dobra do fólio mas de pouca importância;

O desafogo da Justiça. Porto: Typ. de Gandra & Filhos, 1839. 340 x 240 mm; 3 pp. Folheto datado de 8 de Abril de 1839 e assinado ‘O Advogado da Massa fallida d’Antonio

Joaquim de Carvalho’, no qual se relata um curioso caso de justiça e respectivo acordão proferido pelo Tribunal do Porto relativo ao cidadão António Joaquim de Carvalho Pinho e Sousa. Estado impecável com margens íntegras; duas pequenas marcas de traça e ligeiros rasgos na dobra do fólio derivado à desencadernação do mesmo mas tudo de menor importância.

lote 07

AA. VV. (TEOLOGIA; RELIGIÃO) ANDRADE, Lucas de (m. 1680). Acçoens episcopaes, tiradas do pontifical romano, & ceremonial dos bispos, com hum breve compendio dos poderes, & privilegios dos bispos … Em Lisboa, na Officina de Ioam [João] da Costa, M. DC. LXXI. [1671] Primeira edição, muito rara, incompleta (falta o anterrosto e a estampa que antecede a p. 1); 185 x 137 mm; (16), 170, [10] pp.; B. Encadernação editorial contemporânea, margens reduzidas e bonitas vinhetas e letras ornamentadas. O rosto ostenta gravura calcográfica (barco no meio de tempestade com legenda: Seia ocoraçam igual). Estado razoável, margens reduzidas e papel invulgarmente limpo, apesar de vestígios de traça nas folhas iniciais. Existente na bnp (Lisboa);

Cultos de devoção, e obsequios, que se dedicão ao thaumaturgo portuguez S.to Antonio de Lisboa em os dias de sua trezena, offerecidos á magestade fidelissima de D. José I … Lisboa, na Officina de Miguel Manescal da Costa, 1767. Segunda edição (outras edições: 1761, 1787, 1802, 1828, 1859 …), rara e incompleta: aparentemente falta-lhe uma estampa (Santo António?), no entanto a colação desta obra não corresponde à existente na bnp [(4), 187 pp.]; 142 x 98 mm; 191 pp. E. Encadernação da época em mau estado, a necessitar de restauro: capa com rasgos nas pastas, mutilada na base da lombada, sem guardas e com miolo quase solto da mesma. Obra com vinhetas e diversas pautas de música. Localizamos esta edição nas bnp (Lisboa) e nla (National Library of Australia, Canberra);

SACRAMENTO, Francisco Valério do (m. 1760). Thesouro seraphico descoberto no campo do evangelho pelo patriarca dos pobres N. P. S. Francisco, exposto aos seus filhos por hum delles o menor … Porto: na Officina Episcopal do Capitaõ Manoel Pedroso Coimbra, 1755.

Segunda edição, completa (primeira edição é de 1735); 198 x 145 mm; (20), 392 pp.; E. Encadernação coeva em pele inteira com falhas de pele na lombada; papel cansado e com alguma acidez, de resto um bom exemplar. Marca de posse autógrafa a tinta preta (Matozinhos Julho 1932 Maria do Tomé). Frei Valério do Sacramento, natural de Lisboa onde faleceu a 6 de Novembro de 1760); foi o 20.º bispo da Diocese de Angra, tendo governado a diocese entre 1738 e 1757; foi frade capuchinho e antigo qualificador do Santo Ofício; deve-se a ele a autorização para a fundação do Recolhimento de Jesus Maria José, as Mónicas da Miragaia, na cidade de Angra, ainda hoje em funcionamento; também se interessou pela reorganização das paróquias, tendo alterado os limites de várias. Localizamos um exemplar na bnp (Lisboa).

lote 08

|

11 jamf : caligrafia & tipografia

Primeira edição, completa; 154 x 103 mm; [6], 312, (1) pp.; E. Encadernação da época em pele inteira. Exemplar em bom estado apesar da capa estar um pouco cansada. Obra invulgar (proveniente da Livraria Alfarrabista Varadero, Porto). Existente na bnp (Lisboa).


LOTE 09

LOTE 10


AA. VV. (TEOLOGIA; RELIGIÃO) IGREJA CATÓLICA. OFIcio de la Semana Santa segun el missal y breviario romano. Que se publicaron por mandado de Su Santidad Pio V. y se reconocieron por comission de Su Santidad Clemente VIII. y Urbano VIII. En Amberes, en la Emprenta Plantiniana de la Viuda Balthasar Moreto, M. D. CCV. [1705]

Primeira edição, completa, impressa por esta famosa oficina tipográfica holandesa; 160 x 90 mm; 534, [2] pp.; ill. (gravuras calcográficas e xilográficas); E. Encadernação da época inteira em pele natural com pastas e lombada gravadas em dourado e dois fechos metálicos; miolo com texto a 24 linhas em latim e rúbricas em castelhano, todo impresso a duas cores (preto e encarnado), ilustrado com 5 gravuras (uma no rosto, com o Ecce Homo, e cinco de página inteira com cenas da Paixão de Cristo, nas páginas 26, 58, 84, 268 e 418) abertas em cobre; inúmeras letras ornamentadas, capitais e bonitas vinhetas também impressas a preto ou encarnado. Exemplar com encadernação a precisar de pequeno restauro geral, margens reduzidas (ligeiramente aparadas), pequenos vestígios de traça junto às costuras. Erro na indicação da foliação: p. 95 [i. e. 59]. Obra não existente nas bnp e bujp (Lisboa); sim na Biblioteca de Catalunya, Barcelona (Res. 2302–12º), mas incompleto (sem as gravuras das pp. 26 e 268) e que foi o exemplar que foi digitalizado, em 2009, por Google Books.

Edição incompleta (falta 1 gravura, pp. 57–8); 160 x 95 mm; 539, [1] pp.; ill. (gravuras calcográficas e xilográficas); E. Encadernação da época inteira em pele natural verde escuro com pastas e lombada gravadas em dourado; guardas em papel marmoreado, miolo com texto a 24 linhas em latim e rúbricas em castelhano, impressão a duas cores (preto e encarnado), ilustrado com 5 gravuras (uma no rosto, com o Santo Sudário, e quatro de página inteira, nas páginas 26, 84, 268 e 418, com cenas da Paixão de Cristo) abertas em cobre, e com inúmeras letras ornamentadas, capitais e bonitas vinhetas também impressas a preto ou encarnado. Exemplar com encadernação a precisar de pequeno restauro geral, margens reduzidas (ligeiramente aparadas), alguns suaves apontamentos a lápis ao longo da obra (cruzes, palavras sublinhadas), pequena inscrição autógrafa a tinta azul na última página (quatro letras soltas) sem afectar o texto, e pequeno vestígio de traça junto à costura de menor importância. Exemplar muito curioso e raro na medida que apresenta cinco marcas de posse (seis proprietários, incluindo o actual [caf]), sendo: Pertence a João Baptista Martins (assinatura autógrafa a sépia); Off.º pelo P.e José Cardozo ao P.e Rodrigo Guerreiro, Caminha 1907 *(texto caligrafado); Francisco E. Cardozo, Caminha (carimbo com tinta azul); Norman Anthony Jhomar ?, His Book (assinatura autógrafa com tinta azul), juntamente com o monograma NAJ (sinete com lacre vermelho); Livraria Manuel Ferreira, Porto [2005] (ex-libris impresso a preto sobre papel branco). Exemplar não existente nas bnp e bujp (Lisboa); sim na biblioteca central da fluc (Coimbra). *Este padre terá sido alguém importante pois existe uma rua com o seu nome, precisamente em Caminha no lugar de Vilarelho [Rua Padre Rodrigo Guerreiro].

ALMEIDA, Teodoro Pinto de (1722–1804). Gemidos da Mãi [Mãe] de Deos aflita; ou estimulos da compaixão das suas dores … Porto: Oficina de Francisco Mendes Lima, 1763. Primeira edição, obra muito rara; 140 x 75 mm; [12], 334 pp.; E. Exemplar com capa e rosto bastante danificados (recuperáveis), incompleto (falta a última folha) e a precisar de restauro geral. Encadernação da época inteira em pele natural com lombada gravada em dourado; diversas inscrições e apontamentos caligráficos nas folhas iniciais, sem afectar o texto impresso. Localizamos um exemplar na bnp (Lisboa).

lote 09

AA. VV. (VÁRIA; FOLHETOS) Mais uma lagrima sobre a campa do rei muito amado D. Pedro V … Porto: Typ. D’Almeida Junior & Irmão, Rua de S. Miguel 61, 1861. Curioso e raro opúsculo; 160 x 113 mm; 67 pp.; B. Folheto com ‘Reflexões sobre os boatos que circularam sobre tão infausto acontecimento; a imprensa estrangeira; poesia inédita relativa ao assumpto; ceremonia da quebra dos escudos, e duas palavras sobre os projectados monumentos a D. Pedro V’. Encadernação editorial com capa em azul escuro e cansada apresentando falhas e pequenos rasgos. Inexistente na bnp (Lisboa);

BRAGA, Guilherme da Silva (1845 –74). Os falsos apostolos. ‘Heresia’. Porto: Typographia Lusitana, Rua das Flores 84, 1871. Primeira edição; 180 x 118 mm; 31, (1) pp.; B. Encadernação editorial com papel amarelado, um pouco cansada e

com ligeiros rasgos.O autor foi jornalista, fundador da Gazeta Democrática e colaborador de periódicos como a revista de poesia A Grinalda, Gazeta Literária, A Folha e Porto Ilustrado. Celebrizou-se como poeta panfletário, anticlerical e republicano (antecipando Gomes Leal e Guerra Junqueiro em Os Falsos Apóstolos, de 1871, e O Bispo, de 1874) e também como poeta satírico (tendo parodiado o poema de Tomás Ribeiro ‘A Delfina do Mal’ em O Mal da Delfina, de 1869). Traduziu poesias de Vítor Hugo e Átala, de Chateaubriand. Para além da temática social e humanitária, cultivou o lirismo amoroso, frequentemente entrelaçado com o tema obsessivo da morte. Existente na bnp (Lisboa);

COSTA, José de Freitas (1883 –1905). A almodada da Rainha. Parodia á poesia do snr. Conselheiro Thomaz Ribeiro … Porto: Imprensa Commercial, Rua dos Lavadouros 16, 1881. Edição única; 217 x 146 mm; 24 pp.; B. Encadernação editorial um pouco cansada e com ligeiros rasgos (lombada e

cantos); com dedicatória do autor. O autor nasceu em Guimarães, na freguesia de S. Romão, foi literato, poeta e jornalista, dedicando-se ao estudo das antiguidades vimaranenses. Localizamos um exemplar na bnp (Lisboa);

|

13 jamf : caligrafia & tipografia

IGREJA CATÓLICA. OFIcio de la Semana Santa segun el missal y breviario romano. Que se publicaron por mandado de Su Santidad Pio V. y se reconocieron por comission de Su Santidad Clemente VIII. y Urbano VIII. En Amberes, en la Emprenta Plantiniana, M.D.C.C. XXV. [1725]


LOTE 11

LOTE 12

LOTE 13


RAMALHO, Evaristo Cândido Monteiro (1862 –1949). As ratices da Rattazzi. O pello nacional. Porto: Typ. do Jornal da Manhã, Rua de S. Lazaro 215, 1880. Edição única; 183 x 127 mm; 20 pp.; B. Encadernação editorial em papel azul; frágil, cansada e com ligeiros rasgos

(lombada e cantos) a necessitar de restauro de consolidação; ex-libris no verso do anterrosto (etiqueta em papel). O autor foi escritor e crítico de arte, e está representado com um retrato a óleo na colecção do Museu do Chiado — Museu Nacional de Arte Contemporânea (Lisboa), e cuja pintura é da autoria do seu próprio filho António Monteiro Ramalho Júnior. Localizamos um exemplar na bnp (Lisboa). Interessante lote de quatro folhetos de finais de Oitocentos e, igualmente, bem representativo do grafismo portuense de quatro oficinas tipográficas distintas e concorrentes entre si; no geral, exemplares em estado aceitável.

lote 10

GOMES, Bernardino António (1768–1823). Memoria sobre a Ipecacuanha fusca do Brasil, ou cipó das nossas boticas … Lisboa: na Typographia Chalcographica, Typoplastica, e Litteraria do Arco do Cego, M. DCCCI [1801]

lote 11

PONA, António de Paiva e (1665 –1739); PONA, José de Barros Paiva e Morais (1705 – 62). Addicçoens à orphanologia pratica, obra posthuma, que deixou composta na lingua latina o dezembargador … traduzida por Jozé de Barros Payva, e Moraes Pona … Porto: na Offic. Episc. do Cap. Manoel Pedroso Coimbra, M. DCC. LXI. [1761]

Terceira edição, completa; 200 x 145 mm; [8], 318 pp.; E. Exemplar em bom estado com encadernação da época em pele inteira e lombada com nervos e rótulo em pele verde e título gravado a ouro; cabeça, goteira e pé em tom carmim. O autor deste importante tratado, natural de Bragança, foi bacharel em Leis pela Universidade de Coimbra e serviu alguns cargos de magistratura, nomeadamente: Procurador do Fisco Real em Bragança e vereador da mesma cidade (1713) e Corregedor e Provedor da Comarca de Évora (1728). Em 1993 ou 1994, em Bruxelas, o dr. Ângelo Almeida Ribeiro (Bastonário da Ordem dos Advogados, Conselheiro de Estado, Provedor de Justiça, etc.) referiu-se a esta obra como: ‘ … ainda hoje uma referência em questões duvidosas de direito de família’. A bnp tem exemplares das três edições existentes (1713; 1779; 1761) das quais a última (1761) é um aditamento e uma tradução (do latim) às duas primeiras edições editadas em Lisboa. Uma biografia extensa dos Paiva e Pona pode ser consultada in: http://genealogias.info/1/upload/historia_ponas_2010.pdf (p. 5).

lote 12

SILVA, Joaquim José Ventura da (1777–1849). Regras metHOdicas para se aprender a escrever os caracteres das letras ingleza, portugueza, aldina, romana, gotica-italica, e gotica-germanica … Lisboa: na Imprensa Nacional, 1841.

Terceira e última edição (exceptuando a edição facsímile de 1898), incompleta. E. Exemplar com falta da gravura do retrato do autor que antecede o rosto. Encadernação da época, inteira em pele com gravações a ouro quente na lombada; a necessitar de restauro geral de conservação incluindo agregar no miolo uma folha solta e original (pp. 183–4) e restaurar um pequeno rasgo na parte inferior da mesma; falta igualmente agregar uma folha em falta (pp. 185–6) e que reproduzimos em facsímile a partir de um original (segue em anexo).

lote 13

|

15 jamf : caligrafia & tipografia

Edição única e rara, completa; 200 x 145 mm; [8], 33, (2) pp.; 2 notáveis estampas desdobráveis extratexto assinadas pelo gravador António José Quintos (c. 1775–1830?), ‘Quinto escup. no Arco do Cego’ (aluno da antiga Casa Pia, gravador/ /iluminador nas Casa Literária do Arco do Cego e, posteriormente, na Imprensa Régia); texto em português e latim; B. Exemplar a necessitar de restauro geral, com falhas de papel na capa e vestígios de traça por toda a obra. Encadernação editorial da época com papel muito bonito e estampado a cores uma fase na capa. Famoso livro da Botânica portuguesa impresso na fugaz mas fecunda oficina do Arco do Cego (1799–1801), cujo autor licenciou-se em Medicina na Universidade de Coimbra foi cirúrgião da Armada Real e investigador com considerável obra publicada, reconhecido como um dos maiores vultos da Medicina portuguesa assim com o fundador da Dermatologia Portuguesa. Existente na bnp (Lisboa) mas incompleto (falta-lhe uma estampa); Inocência confirma a existência das referidas duas estampas.


LOTE 14

LOTE 15


17

AA. VV. (ARTES VISUAIS; TIPOGRAFIA) ÁLVARO, Egídio (1937– ). Amadeo de Souza Cardoso: 15 desenhos, 1913–1914. Porto: Galeria Alvarez; Galeria S. Mamede, 1973 (exemplar n.º 1314/1500); CARVALHO, Joaquim de (1892–1958 [prólogo]). Monumentos de cultura e da arte tipográfica portuguesa do século XVI existentes na biblioteca de D. Manuel II. Lisboa: Fundação da Casa de Bragança, 1948; JATTA, Barbara; LEME, Margarida Ortigão Ramos Paes. Francesco Bartolozzi. Desenhos de um gravador. Lisboa: mc; ipm; Museu Nacional de Arte Antiga, 1996; LO DUCA, Giuseppe Maria (1910 –2004). L’Affiche: que sais-je? (Dir. Paul Angoulvent). Paris: Presses Universitaires de France, 1951; MARCHETTI, Achilles. O impressor tipográfico: organização tipográfica. Volume V. Lisboa: Editora Salesiana, 1960. Lote de cinco obras de grande curiosidade para a História das artes gráficas e da tipografia latina. lote 14 AA. VV. (CATÁLOGOS; REVISTAS) Catalogo geral da bibliotheca do Atheneu Commercial do Porto. Porto: Typ. a Vapor da Empreza Guedes, Rua Formosa 244–8, 1912 (aliás 1911).

232 mm; IX, 731 pp.; B. Exemplar completo desta importante e magnífica biblioteca portuense. Encadernação em capa mole, cansada, com algumas folhas com pequenos rasgos.

225 mm; 403, (4) pp.; B. Exemplar completo desta importante e magnífica biblioteca portuense. Encadernação em capa mole, cansada, a necessitar de restauro geral de consolidação da mesma.

325 mm; (2), 320 pp.; E. Encadernação editorial em cartão revestido a tela castanha. Estado razoável, com capa a necessitar de ligeiro restauro de conservação. Com ex-libris da Livraria Castro e Silva, Lisboa (ref.ª 1.039.227-69).

285 mm; vol. 1, números 2 /3 e 4; B. Encadernação cansada, com pequenos rasgos, a necessitar de restauro geral.

325 mm; 266, IV pp.; B. Volume comemorativo dos Centenários da Fundação e Restauração de Portugal: 1140, 1640, 1940. Com ilustrações em folhas à parte e tiragem limitada a 500 cópias. Estado geral razoável, conserva dimensões originais, capa cansada, ligeiramente descolada (lado interior) e com pequeno rasgo (capa).

lote 15

Catalogo geral da bibliotheca do Atheneu Commercial do Porto. Porto: Typ. de Arthur José de Souza & Irmão, Largo de S. Domingos 74–6, 1888. Catálogo referido a 31 de Dezembro de 1960 (por autores; exemplar n.º 63). Leiria: Câmara Municipal de Leiria, Biblioteca Afonso Lopes Vieira, 1961.

Revista da Universidade de Coimbra. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1912.

Revista de Gvimarães. Guimarãres: Sociedade Martins Sarmento, MCMXL [1940].

AA. VV. (TIPOGRAFIA; TIPOS DE LETRA) JASPERT, Werner Pincus (1926– ); BERRY, William Turner (1851–1938); JOHNSON, Alfred Forbes (1884–1972). The Encyclopaedia of Type Faces (1953). London: Cassell Paperbacks, 2001 (reedição); LINOTYPE LIBRARY (1886 – ). Linotype FontExplorer Font Catalogue (mais de 3600 fontes; com CD-Rom). Bad Homburg, de: Linotype Library, 1998;

jamf : caligrafia & tipografia

|

LIVROS E REVISTAS MODERNOS


LOTE 16

LOTE 17

LOTE 19


SOCIETÀ NEBIOLO TORINO (1852 /1916). Collana Nebiolo: um colar de pérolas Nebiolo. Lisboa; Porto: stag, [1959];

210 x 105 mm; encadernação com argolas de plástico; mostruário de tipos desta famosa casa fundidora italiana de Turim, com algumas das criações mais originais e populares de caracteres para impressão tipográfica, tais como: Paganini, Augustea, Quirinus, G. B. Bodoni, Normandia, Landi, Cairoli, Narciso, Etrusco, Recta, Micrograma, Ritmo, Slogan;

WOOD, Maryrose (editora); SOLSBURG, Mark Adam (1952 – ). X-Height Magazine. Volume 3, number 2. Westport, Connecticut, usa: FontHaus, 1994; 355 x 240 mm; ‘X-Height magazine was a respected quarterly graphic arts magazine with a controlled circulation

focused on type, typography and type related matters. Although this magazine was only in circulation for four years, new subscription requests continue to be received.’ Este número incluiu interessantes artigos, tais como: Incunabula, The Ampersand, [T-26], Truetype GX. Excepto esta revista, que apresenta a capa um pouco cansada, as obras deste lote estão em óptimo estado.

lote 16

Lote de 5 autores anglo-saxónicos (7 livros), todos referências incontornáveis da história da tipografia europeia.

lote 17

AA. VV. (HISTÓRIA DE ARTES; GEOGRAFIA) ALMEIDA, Álvaro Duarte de (1946 – ); BELO, Duarte (1968– ). Portugal Património — guia-inventário (10 + 2 volumes). Lisboa: Círculo de Leitores, 2007–8. Primeira edição, colecção completa com encadernação em capa dura e sobrecapa, em óptimo estado. Os dois últimos

volumes são intitulados: Portugal — atlas do património (Álvaro Duarte de Almeida; Duarte Belo; Júlia Mateus Soares) e Portugal — olhares sobre o património (Duarte Belo). isbn: 978-972-42-3907-1

DIAS, António Pedro (1951– ); PEREIRA, Paulo Jorge Garcia (1957– ). História da Arte Portuguesa (10 + 2 volumes). Lisboa: Círculo de Leitores, 2007–8.

Reimpressão da primeira edição. Colecção completa com encadernação em capa dura e em óptimo estado. isbn: 978-972-42-3953-8

PINTO, António J. S. A. (1962– ); BRAGA- AMARAL, José (1959 – ); LOBO, Helena Sofia de Pinho Machado (1969 – ). Tabuaço. Uma varanda entre serras e rios. Câmara Municipal de Tabuaço, 2009. Encadernação com capa dura com badanas, em óptimo estado. isbn: 978-989-96394-0-9 lote 18 AA. VV. (REVISTAS; TEMAS DIVERSOS) Aconteceu há 100 anos: O Tripeiro. Porto: acp; revista O Tripeiro, 2008;

330 mm; 48 pp.;

220 mm; 140 pp.;

Memórias da Misericórdia de Coimbra — Documentação & Arte. Coimbra: Fundação da Misericórdia de Coimbra, 2000. CÂMARA MUNICIPAL DO PORTO (DIVISÃO DE PLANEAMENTO ESTRATÉGICO). Normas provisórias — Revisão do Plano Director Municipal do Porto. Porto: cmp, 2000; 310 mm; 80 pp.; DIAS, José Lopes (1900 –76). Estudos de Castelo Branco — revista de história e cultura (n.º 14). Castelo Branco: Editorial Império, 1964 (exemplar por abrir).

255 mm; 112 pp.;

PLANA I CORCÓ, Miquel (1943 –2012). Índex de la col.lecció ‘El burí i la ploma’. Olot (Girona), es: Museu d’Art Modern d’ Olot, 1980; 350 mm; 4 pp.; folheto-catálogo com 31 artistas representados e cujo autor faleceu recentemente; SANTIAGO, Isabel (directora).

19 |

AA. VV. (TIPOGRAFIA) GRAY, Nicolette (1911– 97). XIXth Century Ornamented Types and Title Pages (2.ª edição). London: Faber and Faber, 1951; KLINKHARDT, Friedrich Julius (1810 – 81). Schriftgiesserei Julius Klinkhardt. Leipzig; Wien, c. 1880 (incompleto); LAMB, Cecil Mortimor (1890 –1973). The Calligrapher’s Handbook. London: Faber & Faber, 1956; The Calligrapher’s Handbook. London: Faber & Faber, 1956 (sobrecapa facsimilada); SIMON, Oliver (1895–1956). Introduction to Typography. Cambridge, usa: Harvard University Press, 1945; Introduction to Typography. London: Faber and Faber, 1946 (2.ª edição). WALLIS, Lawrence W. (1933 –2008). Georges W. Jones: Printer Laureate. Nottingham: The Plough Press, 2004 (capa dura).

jamf : caligrafia & tipografia


LOTE 20

LOTE 21

LOTE 23

LOTE 22

LOTE 24


Códice — revista da Fundação Portuguesa das Comunicações (ano II, n.º 3). Lisboa, 1999; 330 mm; 64 pp.; SOARES, Torquato Brochado de Sousa (1903–88). Revista Portuguesa de História (tomo 36, volumes 1 e 2). Coimbra: ihes; fluc, 2002–3; 230 mm; 592 e 558 pp.

Lote de sete títulos (oito volumes), no geral em bom ou óptimo estado.

lote 19

AA. VV. (LITERATURA; POESIA) GOMES, Pedro Santos (1878 –1960). Ronda de sonhos. Lisboa: Imprensa Libanio da Silva, Travessa do Fala-Só 24, 1919;

185 mm; (6), 82 pp.; B. Capa cansada e com rasgos. Exemplar numerado (# 100) e com dedicatória do autor;

OLIVEIRA, António Correia de (1878 –1960). Pão Nosso: alegre vinho; azeite da candeia. Lisboa: Portvgalia Editora [1920];

150 mm; 84, (6) pp.; B. Alguns cadernos por abrir. Lombada com pequenos rasgos nos extremos. Lote de 3 títulos com bonitas encadernações editoriais e em razoável estado.

lote 20

BARBOSA, António de Pádua José (Director). Boletim do Grémio Nacional dos Industriais Gráficos (números 1–12). Lisboa: Sociedade Industrial de Tipografia, 1963–4.

Colecção incompleta (faltam 17 números, 1963–70) mas de grande interesse e raridade; 225 mm. Boletins encadernados num só volume, capa dura, meia de pele e pastas em percalina de cor bordeaux, cuja encadernação leva a etiqueta do conhecido encadernador Frederico d’ Almeida (‘O valor dispara se se tratam de edições dos séculos XV e XVI, sobretudo se forem do famoso encadernador português Frederico de Almeida.’, ver in http://economico.sapo.pt/noticias/cinco-conselhos-para-investir-em-livros-novos-velhos-ou-raros_122132.html). Encadernação a necessitar ligeira intervenção na lombada.

lote 21

CARLI, Virgilio. Estudos sobre o exame de letra ou calligraphico. Porto: J. J. de Mesquita Pimentel [1934].

Encadernação meia francesa com capa dura e gravações a ouro quente na lombada; 230 mm; [19], 291, [6] páginas; em termos gerais em bom estado. Exemplar com cadernos por abrir;

La rotulacion a la pluma (novena edicion, revisada y ampliada). Barcelona: Leda, 1984.

Capa mole com badanas; 230 mm; 64 pp. Exemplar em óptimo estado, como novo.

lote 22

DEGAAST, Georges (1884–1940); FROT, Georges. Les industries graphiques. Conférences d’enseignement technique du livre. Paris: aux dépens des auteurs, M. CM. XXXIV [1934].

Encadernação original em capa dura e guardas em papel marmoreado artesanal, restaurada pela especialista empresa portuense Invicta Livro; 270 mm; [10], 324, [2] pp., diversas folhas extratexto (amostras); ilustrado com diversas reproduções técnicas e amostras sobre técnicas de impressão, etc. Uma enciclopédia sólida e concisa sobre as Artes Gráficas, na qual pontuam temas fundamentais, tais como: escrita, papel, gravura, fotogravura, litografia, fototipia, tintas, caracteres, tipografia, impressão, offset, héliogravura, livro, encadernação, cartaz. Exemplar em óptimo estado, como novo.

lote 23

DIAS, C. Malheiro (1875 –1941); GAMEIRO, A. Roque (1864–1935); VASCONCELOS, E. de (1852–1930). História da colonização portuguesa do Brasil (3 volumes). Porto: Litografia Nacional, 1921–4. Encadernação editorial original em capa dura. Os volumes 2 e 3 estão encadernados com pele sintética texturada vermelho-bordeaux com textos e ornamentos estampados a ouro quente nas pastas e lombada. Em termos gerais os volumes estão em bom estado, havendo apenas alguns pormenores (cantos e zonas das pastas) ligeiramente marcados /cansados no volume 1. Edição monumental comemorativa do primeiro centenário da Independência do Brasil, com a direcção de: Carlos Malheiro Dias (Literatura), Ernesto Júlio de Carvalho e Vasconcelos (Cartografia) e Alfredo Roque Gameiro (Arte). Teve a colaboração dos mais eminentes historiadores, cientistas, paleógrafos e cartógrafos de Portugal, do Brasil e do estrangeiro, o concurso oficial dos Arquivos e Bibliotecas de Portugal e sob o alto patrocínio do Governo Português (1919).

lote 24

LIMA, Henrique de Campos Ferreira (1882–1949). Subsídios para um dicionário bio-bibliográfico dos calígrafos portugueses. Lisboa: Oficinas Gráficas da Biblioteca Nacional, 1923.

Primeira e única edição. Encadernação editorial, com pequenos rasgos na capa. Exemplar por abrir e com dedicatória do autor a ‘José Manuel Rodrigues’ (?) Obra que dispensa qualquer apresentação — principal referência na matéria. Edição com tiragem de 250 exemplares dos quais 50 foram numerados, rubricados pelo autor e impressos em papel especial.

lote 25

21 |

195 mm; 187, (8) pp.; B. Capa um pouco cansada. Exemplar por abrir;

Soldado que vaes á guerra. Novas redondilhas. Lisboa: Portvgalia Editora, MCMXVIII [1918];

jamf : caligrafia & tipografia


LOTE 26

LOTE 28

LOTE 30


LU, Cary (1945 – 97). O livro do Apple Macintosh (Redmond/Washington, 1984). Rio de Janeiro: Editora Campus, 1990.

Capa mole; 24 mm; (7), 420 pp. Em bom estado mas capa um pouco cansada. Tradução desta ‘bíblia’ e terceira edição americana (1988). Lu (doutor em Biologia) foi um reconhecido especialista em microcomputação e Apple. isbn: 85-7001-624-7

lote 26

MOTA, Francisco Teixeira da (1954 – ). Alves Reis — uma história portuguesa (4 volumes). Porto: Público; Contecto Editora, 1997.

Colecção em capa mole, em bom estado; 280 mm; 103, 94, 79 e 99 pp. isbn: 972-8179-14-4

SPENCE, Godfrey (1962– ) The Port Companion — A Connoisseur’s Guide (foreword by Bruce Guimaraens). New York: Macmillan, 1984. lote 27

MORISON, Stanley (1889 –1967). First Principles of Typography (London, 1930). Leiden, nl: Academic Press Leiden, 1996.

Capa mole com badanas; 210 mm; (16), 56 pp, em óptimo estado. Obra e autor incontornáveis da história mundial da Tipografia; imensamente reeditada, citada e aclamada por tipófilos e estudiosos da ‘arte negra’. Publicada pela primeira vez em Inglaterra, no longíquo ano de 1930, esta ‘New edition’ incluiu textos de duas celebridades: uma introdução do tipógrafo holandês Huib van Krimpen (1917–2002) e um prefácio do irlandês David McKitterick (1949– ). isbn: 90-74372-14-7

RUDER, Emil (1914–70). Typographie. Un manuel de création (1967). Sulgen, ch: Verlag Niggli, 1996 (6.ª edição).

Encadernação com capa mole; 280 mm; 220 pp. Um clássico sobre e para o ensino da Tipografia, editado pela primeira vez em 1967 por este notável pedagogo da Escola Suíça. Exemplar trilingue (de/uk/fr), em bom estado. isbn: 3-7212-0043-8

lote 28

O’BRIEN, Glenn (1947– ). Sex (The Madonna Sex Book). London: Callaway Editions; Martin Secker & Warburg, 1992.

Primeira edição inglesa. Exemplar n.º 2016633, em óptimo estado. Encadernação em espiral e capas em aço inox com inscrição vazada e gravada a seco em baixo relevo. Edição de coleccionador cuja produção contou com uma equipa editorial de luxo dos quais se destacam os aclamados e famosos criadores: o fotógrafo de moda norte-americano Steven Meisel (1954– ) e o director artístico francês Fabien Baron (1959– ). isbn: 0-436-27084-6

lote 29

SILVA, João Lopes da (1924– ). ACP — 100 anos do Automóvel Club de Portugal. Lisboa: Chaves Ferreira Publicações, 2003.

Primeira e única edição. Encadernação com capa dura e sobrecapa; 315 mm; 224 pp. Exemplar em óptimo estado. Uma edição cuidada e valiosa, sobretudo para o coleccionador e amante da velocidade e do automóvel; ‘Como o próprio nome sugere, este livro faz o percurso desde o aparecimento do primeiro veículo a quatro rodas, motorizado, os momentos históricos, actividades e serviços prestados actualmente pelo ACP.’ (in: http://turbo.sapo.pt). Esta obra foi distinguida na famosa Feira do Livro de Frankfurt durante a exposição Book Art International, patrocinada pela unesco e pelo museu Deutsche Bücherei Leipzig (fundado em 1931). isbn: 972-9402-85-X

lote 30

23 |

Capa dura com sobrecapa, em óptimo estado; 195 mm; 224 pp. isbn: 0-02-861781-9

jamf : caligrafia & tipografia


C O L O FÃO O CATÁLOGO TEVE DIRECÇÃO CIENTÍFICA E DESIGN DE ANTERO FERREIRA E PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃO DA ALQUIMIA DA COR. FOI TERMINADO EM FEVEREIRO DE 2013

B

Edição: Antero Ferreira Design; Fotografia: Rita Bastos; Pré-impressão e Impressão: Alquimia da Cor (Hugo Morais); Porto © 02.2013


Caligrafia & Tipografia  

obras provenientes da Colecção Antero Ferreira (Porto, Portugal)

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you