Page 65

E quem está sonhando distinguirá, então, as experiências feitas no outro mundo. Mas, como já foi dito, de início essas experiências não passam daquilo que a própria actividade de representar, ligada aos sentidos físicos, gravou no mundo espiritual. Somente as flores de loto desenvolvidas possibilitarão que manifestações pertencentes ao mundo físico sejam aí registradas. E por meio do corpo etérico desenvolvido surgirá, então, um pleno conhecimentos dessas inscrições oriundas de outros mundos. Com isto se iniciou o relacionamento do ser humano com um mundo novo. E o indivíduo deve agora – por meio das instruções da disciplina oculta – alcançar, inicialmente, duas coisas: em primeiro lugar, deverá ser-lhe possível avistar plenamente, como na vigília, as observações feitas no sono. Uma vez alcançado isto, ele é levado a realizar as mesmas observações também durante o estado comum de vigília. Aí sua atenção a impressões espirituais é simplesmente ordenada de forma que essas impressões não mais precisam desaparecer frente às físicas, mas que ele sempre as possa ter ao lado e juntamente com essas últimas. Logo que o discípulo adquire essa faculdade, surge à frente de seus olhos espirituais algo do quadro descrito no capítulo precedente. Doravante ele pode perceber o que existe no mundo espiritual como causa para o físico. E, acima de tudo, ele é capaz de reconhecer seu Eu Superior no contexto desse mundo. Sua próxima tarefa será, então, de certa maneira, crescer para dentro desse Eu Superior, ou seja, considerá-lo realmente como sua verdadeira entidade e também comportar-se correspondentemente. Cada vez mais ele se compenetrará da ideia e do vivo sentimento de que seu corpo físico, e o que anteriormente ele chamava de seu “eu”, é apenas mais um instrumento do Eu Superior. Ele adquire, frente ao eu inferior, um sentimento como o tem o indivíduo adstrito ao mundo sensorial perante um instrumento ou veículo de que se serve. Assim como este não considera o veiculo no qual viaja como parte do seu “eu”, ainda que diga “eu viajo” ou “eu ando”, assim o indivíduo evoluído, ao dizer “eu me dirijo à porta” tem, em verdade, a seguinte representação mental: “eu levo meu corpo até à porta”. Só que isto tem de ser, para ele, um conceito tão lógico que nem sequer por um instante ele perca o chão firme do mundo físico, e jamais surja uma sensação de alheamento frente ao mundo sensorial por causa disto. Se o discípulo não quiser converter-se em visionário ou fantasista, não poderá, por meio da consciência superior, empobrecer sua vida no mundo físico, mas deverá enriquecê-la tal como a enriquece quem, para viajar, usa um trem ao invés de suas pernas. Quando o discípulo tiver alcançado tal vida em seu Eu Superior, então – ou até mesmo já durante a aquisição da consciência superior –, tornar-se-á cônscio de como pode despertar a força de percepção espiritual do órgão criado na região cardíaca e dirigi-la através das correntes caracterizadas nos capítulos precedentes. Essa força de percepção é um elemento de substancialidade superior que emana do citado órgão e flui, numa beleza luminosa, através das flores de loto em movimento e também através dos outros canais do corpo etérico estruturado. Daí ela irradia para fora, para o mundo espiritual circundante, tornando-o espiritualmente visível, tal como a luz do Sol, precipitando-se de fora sobre os objectos, torna-os fisicamente visíveis. O modo como essa força de percepção é gerada no órgão do coração é algo que só poderá ser compreendido paulatinamente, ao cabo do desenvolvimento propriamente dito. O mundo espiritual só se tornará claramente perceptível em objectos e seres a quem, dessa forma, enviar o caracterizado órgão de percepção para o mundo exterior através de seu corpo etérico, iluminando assim os objectos. Vê-se, a partir disso, que uma plena consciência de um objecto do mundo espiritual só poderá surgir sob a condição de que o próprio indivíduo projecte a luz espiritual sobre o mesmo. Em 65

Profile for aloysions

A iniciaçao rudolf steiner  

A iniciaçao rudolf steiner  

Profile for aloysions
Advertisement