Page 60

também em relação a essas figuras ele pode constatar que seus próprios pensamentos e sentimentos ainda têm alguma influência, embora relativamente pouca. Dentro do mundo de configurações, sempre restará uma parte sobre a qual esta influência é mínima. Ora, essa parte restante forma, no início da carreira do discípulo, até mesmo uma grande parte daquilo que ele vê. Acerca da natureza dessa parte, ele só poderá elucidar-se ao observar-se a si mesmo. Aí achará quais as configurações por ele efectuadas. Aquilo que ele mesmo faz, quer, deseja e assim por diante exprime-se nessas configurações. Um instinto que nele reside, um apetite que ele tem, uma intenção que ele nutre e assim por diante, tudo isto se mostra em tais configurações. Ora, todo o seu carácter se estampa em tal mundo de configurações. Assim sendo, o indivíduo pode, através de seus pensamentos e sentimentos conscientes, exercer uma influência sobre todas as configurações que não provêm dele mesmo; sobre aquelas figuras, porém, que ele provoca no mundo superior através de seu próprio ser, ele não tem influência alguma tão logo tenham sido por ele criadas. Deduz-se do exposto também que, na visão superior, o íntimo humano, o próprio mundo dos instintos, apetites e representações mentais manifesta-se em figuras externas exactamente como outros objectos e entidades. Para o conhecimento superior, o mundo interior torna-se uma parte do mundo exterior. Tal como se no mundo físico o indivíduo fosse rodeado de espelhos por todos os lados e assim pudesse observar sua configuração corpórea, no mundo superior ele se defronta com sua entidade anímica sob a forma de imagem reflectida. Nesse grau evolutivo, é chegado ao discípulo o momento de superar a ilusão que provém da limitação pessoal. Agora ele é capaz de observar, como mundo exterior, aquilo que reside dentro de sua personalidade, tal como antes considerava como mundo exterior o que actuava sobre seus sentidos. Assim, aprenderá gradualmente – através da experiência – a tratar a si mesmo tal qual anteriormente vinha tratando os seres que o circundavam. Se a visão do indivíduo para dentro desses mundos espirituais fosse descerrada antes de ele estar suficientemente preparado em relação a seus seres, ele se depararia, em primeiro lugar, com a imagem descrita de sua própria alma como se frente a um enigma. As configurações de seus próprios instintos e paixões viriam ao seu encontro sob formas que ele vivenciaria como animalescas ou – mais raramente – também como humanas. Se bem jamais sejam de todo idênticas às do mundo físico, essas figuras animalescas desse mundo apresentam, contudo, uma ligeira semelhança. Por observadores inexperientes, elas certamente serão consideradas idênticas. Ora, ao penetrar nesse mundo ter-se-á de adquirir uma capacidade de julgar inteiramente nova. Ora, abstraindo-nos do facto de as coisas que em verdade pertencem à natureza interior do ser humano surgirem qual mundo exterior, elas ainda se apresentam como a imagem espelhada daquilo que realmente são. Por exemplo, ao visualizar aí um número, ter-se-á de lê-lo como uma imagem espelhada invertida. O número 265, por exemplo, aqui significa, em verdade, 562. Uma esfera, nós a vemos como se estivéssemos em seu centro. Portanto, temos de primeiramente traduzir essa perspectiva interior de maneira correcta. Mas também qualidades anímicas surgem como imagem reflexa. Um desejo relacionado a algo exterior apresenta-se como uma figura que se move rumo à própria pessoa desejosa. Paixões que residem na natureza inferior do ser humano podem assumir a forma de animais ou figuras semelhantes, que se precipitam sobre o indivíduo. Na realidade, essas paixões anseiam pelo exterior; procuram o objecto de sua satisfação no mundo exterior. Mas essa busca pelo exterior manifesta-se, na imagem reflexa, qual um ataque contra o portador da paixão. Quando o discípulo, antes de ascender à visão superior, tiver chegado ao conhecimento de suas próprias qualidades por meio de auto-observação tranquila e 60

Profile for aloysions

A iniciaçao rudolf steiner  

A iniciaçao rudolf steiner  

Profile for aloysions
Advertisement