Page 59

pessoal. Dessa maneira pessoal de encarar as coisas é que o discípulo terá de tornar-se independente, livre. Disto se deduz que os preceitos emanados da ciência oculta actuam profunda e determinantemente na mais íntima natureza humana. E tais são os preceitos relativos às quatro citadas faculdades. Eles são encontrados, de uma ou de outra forma, em todas as cosmovisões que se ocupam com o mundo espiritual. Não foi a partir de um sentimento obscuro que os fundadores de tais cosmovisões deram tais preceitos aos homens. Eles o fizeram muito mais porque eram grandes iniciados. Formaram seus preceitos morais a partir do conhecimento. Sabiam como estes agem sobre a mais subtil natureza do ser humano e desejavam que os adeptos gradualmente desenvolvessem essa natureza mais subtil. Viver, no sentido de tais cosmovisões, significa trabalhar em seu próprio aperfeiçoamento espiritual. E somente fazendo isso o indivíduo estará servindo ao todo universal. Aperfeiçoar-se não é, de forma alguma, egoísmo. Pois o indivíduo imperfeito também é um servidor imperfeito da Humanidade e do Universo. Tanto melhor se serve ao todo quanto mais perfeito se é. Aqui vale dizer: “Quando a rosa se enfeita a si própria, enfeita também o jardim.” Os fundadores das cosmovisões mais importantes são, portanto, os grandes iniciados. Aquilo que provém deles flui para dentro das almas humanas. E, por meio disso, avança com a Humanidade todo o Universo. Inteiramente cônscios, os iniciados trabalharam nesse processo de evolução da Humanidade. Só se compreenderá o conteúdo de suas instruções levando-se em consideração que estas foram criadas a partir do conhecimento da mais profunda e íntima natureza humana. Os grandes iniciados eram grandes conhecedores e, a partir de sua cognição, cunharam os ideais da Humanidade. O indivíduo se aproxima desses guias quando, em seu próprio desenvolvimento, eleva-se às alturas deles. Quando, num indivíduo, começou a estruturação do corpo etérico conforme descrito no texto precedente, a ele se descerra então uma vida totalmente nova. E ele precisa, no devido tempo, receber explicações por meio da disciplina oculta visando a capacitá-lo a orientar-se nessa nova vida. Ele verá, por exemplo, por meio da flor de loto de dezasseis pétalas, configurações espirituais de um mundo mais elevado. Ora, terá de estar cônscio de quão diferentemente essas configurações se apresentam, segundo tenham sido originadas por estes ou aqueles objectos ou seres. O primeiro ponto ao qual pode atentar é que ele pode exercer, por meio de seus pensamentos e sentimentos, uma forte influência sobre uma certa espécie dessas configurações – e, sobre outras, nenhuma ou em escala mínima. Uma espécie de figura modifica-se imediatamente quando o observador, ante seu surgimento, pensa da seguinte forma: “Isto é belo”; e, em seguida, no decurso da contemplação, muda o pensamento para: “Isto é útil”. Principalmente as configurações oriundas de objectos feitos de minerais ou artificiais possuem a propriedade de alterar-se conforme cada pensamento ou cada sentimento que lhes vem de encontro a partir do observador. Em menor escala, isto ocorre com configurações ligadas a plantas e, menos ainda, ocorre em configurações relacionadas a animais. Também estas configurações são móveis e cheias de vida. Porém, só em parte essa mobilidade provém da influência de pensamentos e sentimentos humanos; de outra parte, é causada por motivos sobre os quais o ser humano não tem qualquer influência. Mas dentro de todo esse mundo de configurações surge, agora, uma espécie de formas que de imediato se subtraem quase por completo à influência do ser humano. O discípulo pode convencer-se do facto de essas figuras não se originarem de minerais nem de objectos artificiais, como tampouco de plantas ou animais. Para obter clareza total, ele terá de observar as configurações que sabe haverem sido causadas por sentimentos, instintos, paixões, etc. de outras pessoas. Mas 59

Profile for aloysions

A iniciaçao rudolf steiner  

A iniciaçao rudolf steiner  

Profile for aloysions
Advertisement