Page 39

Uma pedra também é lançada no caminho individual para o oculto por tudo o que ele diz sem antes ter tido o cuidado de purificá-lo em seus pensamentos. Para isso, é preciso considerar algo que aqui poderá ser explicado por meio de um exemplo: se alguém me disser algo e com base nisso eu tiver de replicar, terei então de esforçar-me para levar mais em conta a opinião, o sentimento e até mesmo o preconceito do outro do que o que eu próprio, no momento, tenha a dizer relativamente ao assunto em questão. Com isso é indicado o apurado cultivo de um tacto ao qual o discípulo terá de dedicarse zelosamente. Ele terá de adquirir um juízo sobre o grau de significação que possa ter para o outro o facto de ele lhe opor sua própria opinião à dele. Nem por isso se deve reter a própria opinião. De forma alguma isto deverá ocorrer. Mas será preciso atentar tão exactamente quanto possível ao outro para, a partir daquilo que se ouviu, formular a própria resposta. Em tal caso, um pensamento sempre voltará a ascender no discípulo; e ele estará na trilha correcta se esse pensamento viver nele de forma a tornar-se disposição de carácter. Eis o pensamento: “Não importa que eu tenha opinião diferente da opinião do outro, e sim que o outro encontre o certo a partir de si próprio, se para isso eu contribuir.” Através de tal pensamento e pensamentos semelhantes, o carácter e a maneira de agir do discípulo transbordarão de brandura, que é um meio fundamental para toda disciplina do oculto. Aspereza dissipa em redor de você as formações anímicas que devem despertar seu olho anímico. Brandura elimina os obstáculos e abre seus órgãos. E com a brandura se desenvolverá na alma, dentro em breve, um outro traço: o calmo atentar a todas as subtilezas da vida anímica do ambiente circundante, com absoluto silêncio das próprias emoções anímicas. E se um indivíduo alcançou isso, as emoções anímicas de seu ambiente actuarão sobre ele de tal forma que sua alma crescerá e, crescendo, estruturar-se-á qual uma planta medrando à luz do Sol. Brandura e silêncio em meio a verdadeira paciência abrem a alma para o mundo anímico e o espírito para o mundo espiritual. “Persevera na calma e no recolhimento, fecha os sentidos ao que eles te transmitiram antes de tua disciplina oculta: faz parar todos os teus pensamentos que, segundo teus hábitos anteriores, moviam-se em ti qual fluxo e refluxo; fica imóvel e silencioso em teu íntimo e aguarda com paciência – e então, mundos superiores começarão a plasmar teus olhos anímicos e teus ouvidos espirituais. Não deves esperar que desde logo comeces a ver e ouvir no mundo da alma e do espírito. Pois o que fazes apenas contribuirá para plasmar teus sentidos superiores. Mas somente serás capaz de enxergar anímicamente e ouvir espiritualmente quando possuíres esses sentidos. Se, por um espaço de tempo, tiveres perseverado em calma e recolhimento, retoma então teus afazeres quotidianos depois de haver gravado fundo o pensamento: ‘Há de me sobrevir o que me deverá sobrevir quando eu estiver amadurecido o suficiente.’ E em absoluto queiras atrair algo das potências superiores através de tua arbitrariedade.” Essas são instruções que cada discípulo do oculto recebe de seu instrutor no início do caminho. Se as observar, ele se aperfeiçoará. Se não as observar, todo o trabalho será em vão. Mas elas só serão difíceis para quem não dispõe de paciência e perseverança. Não há outros obstáculos senão aqueles que cada um, por si mesmo, coloca no caminho e que também cada um pode evitar se realmente quiser. É preciso sempre voltar a sublinhar isto, já que muitos formam uma ideia totalmente falsa das dificuldades da trilha do oculto. Em certo sentido, é mais fácil transpor os primeiros graus dessa trilha do que vencer as dificuldades mais triviais da vida sem a disciplina do oculto. Ademais, aqui cabiam ser comunicadas somente coisas que não acarretam espécie alguma de perigo para , a saúde corpórea e anímica. É certo existirem também outros caminhos que conduzem mais rapidamente ao fim; mas com estes nada tem a ver o que aqui é tratado, pois eles podem produzir sobre o indivíduo certos efeitos que um 39

Profile for aloysions

A iniciaçao rudolf steiner  

A iniciaçao rudolf steiner  

Profile for aloysions
Advertisement