Page 1

City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011

Gaia Village Foto: Divulgação GV

Vigia Foto: gmidia.com

Praia do Silveira Foto: Marcus Israel

Vista aérea Siriú Foto: Marcus Israel

Pescadores Foto: Maurício Dapper

Igreja Matriz Foto: www.wikipedia.com.br

Na Garopaba do Siriú, da Vigia, da Silveira, da Igreja Matriz, onde a cultura e as tradições são preservadas, fevereiro é o mês da Festa de Nossa Senhora dos Navegantes. É também quando os pescadores correm para suas canoas e caicos, para praticar esporte. Na Garopaba da Vila dos Pescadores e do peixe, também tem Búfalos e o Projeto Gaia Village. Nesta edição uma mescla de tudo isso, boa leitura...


City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011

Você sabia que ... ... 66% dos acidentes no mar ocorrem com bandeiras amarelas hasteadas nos postos de guarda-vidas? ... 97,5% dos acidentes ocorrem em locais sinalizados com bandeira vermelha (LOCAL PERIGOSO) e que as correntes de retorno (repuxo) podem atingir de 2 a 3 metros por segundo? O recorde olímpico de natação é de 2 metros por segundo. ... 57% dos acidentes ocorrem em dias com ondas de até meio metro de altura? ... 40% dos acidentes são adolescentes com idade inferior a 15 anos? ... 51% dos responsáveis por crianças de até 14 anos de idade deixam seus filhos banharem-se desacompanhados?

MARRENTO A marca que pratica esportes com você

Fique ligado, e não faça parte das estatísticas. Preste atenção nas bandeiras. Siga as orientações dos guarda-vidas, e tenha um excelente veraneio. Mar próprio para banho

Onde Comer Restaurante Embarcação Av. dos Pescadores, 295 Centro -(48) 3254.3950 Com vista para o mar Ygarapaba Restaurante Av. João Orestes de Araújo, 1041 Centro - Garopaba Fone: (48) 3254.3440

Onde Comprar Ótica Luna Rua Trinta de Dezembro, 30 – Centro - Garopaba Fone: (48) 3254.3150 www.opticaluna.com.br Athletic Shoes – Outlet Rua: João Orestes de Araújo, Centro, em frente ao Banco do Brasil - Garopaba F: (48) 3254-3035 BrasilSul Rua: João Orestes de Araújo, 787 Loja 2 - Garopaba-SC (48) 3254-6365 Beiramar Shopping Florianópolis-SC (48) 3024.6365

Atenção no mar

Mar perigoso

Molekada Moda Infanto-Juvenil Rua: João Orestes de Araújo, 527, loja 1- Centro – Garopaba/SC F: (48) 3254.4723 Casa Vitor - Loja das Toalhas Edredons, Travesseiros e Lençois Rua Francisco Pacheco de Souza, 34- Centro - Garopaba F: (48) 3354.1970 Meia Lua Presentes e Decoração Rua: João Orestes de Araújo, 761, sala 01- Garopaba - Centro (48) 3354.1922 Imaruí-SC: Rua: Nereu Ramos, 259 Centro – / (48) 3643.0175

Pilates Pro Runner Mário Martins da Silva JR CREF 6901-G/SC Studio 1: João Orestes de Araújo, 541/ 7 Garopaba Studio 2: Spa Vida Sol e Mar Praia do Rosa F: (48) 8431. 4959 trixman@gmail.com

Onde alugar, comprar e vender (Imóveis)

Materiais de Construção

Bodyboard Foto: gmidia.com

RS Imóveis Rua João Orestes de Araújo, 1029 Centro – Garopaba Fone: (48) 3354.1870 www.rsgaropaba.com.br

Locadora de Automóveis Cia Rent a Car Rua: João Orestes de Araújo – 1020 - Próx. a loja da Mormaii – GaropabaF: (48) 3354.1414 (48) 8408.0902

Peixes e Frutos do Mar Dona Ema Pescados Praticidade em Pescados Rua: João Orestes de Araújo, 1030 - Lojas 2 e 3, próx. a Loja da Mormaii - Garopaba Fone: (48) 3254-3133 donaemapescados.blogspot.com

Figueredo Constrular Rodovia SC 434, Km 7 - Encantada - Garopaba (48) 3254.2000

Onde lavar sua roupa Lavanderia Bacia da Maria João Orestes de Araújo, 1030 - Lj 4 entre a Loja da Mormaii e o Posto Lobo -Tele-busca: (48)9929.3265

Expediente O Garopaba News - Especial Local - City Tour é uma publicação aloimprensa.com, reproduzindo o layout do Caderno Comercial ZH Garopaba News. Editor: André Luiz de Oliveira Layout: Kelin Ströher Diagramação: ALO Imprensa Estagiária de Jornalismo: Heloiza Abreu Comercialização: Andressa de Oliveira e Leon Amaral Redação: João Orestes de Araújo, 1030 - Lj 1 Garopaba - Centro (48)3354.1330 / 9921.6202 contato@aloimprensa.com www.garopabanews.com


City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011

Corrida do Pescador foi atração na praia Central A organização Foto: Maurício Dapper

Organização Foto: Maurício Dapper

Dando destaque a sua base cultural, Garopaba confraternizou e mostrou aos turistas seu lado bem local. No Domingo (6), com dia nublado, e a presença de bom público, ocorreu na Praia Central a Corrida do Pescador. Foram dois estilos, o de canoa e o de caíco. O percurso foi maior do que o ano anterior e o tempo médio de cada canoa ficou em torno dos sete minutos e meio. No intervalo das baterias ocorreu a corrida de caicos (um tripulante). Todos partiram alinhados e fizeram o mesmo percurso das canoas. A chegada ocorreu na praia, em frente a Praça 21 de Abril, onde o pescador, ao chegar na areia, deveria saltar da embarcação e bater o sino.

Corrida de Caícos Foto: Maurício Dapper

Por fim foi disputada a bateria final das canoas(seis tripulantes), que saíram do meio da praia alinhados, com chegada no canto da igreja, a vitória ficou com a embarcação do Siriú. Após o término das provas ouveconfraternização entre os participantes e a cerimônia de premiação. Canoas ao mar Foto: Maurício Dapper

Churrasco para confraternizar Foto: Maurício Dapper

Classificação: Canoa 1º Lugar – Embarcação Gislaine da comunidade do Siriu Troféu /Medalha 2º Lugar – Embarcação Ana Paula da comunidade da Silveira Troféu /Medalha 2º Lugar – Embarcação Marilene da comunidade da Gamboa Troféu /Medalha 3º Lugar – Embarcação Larissa da comunidade do Centro Troféu /Medalha 4º Lugar – Embarcação Luciana da comunidade do Campeche Troféu Caico 1º Lugar – Tinho – Troféu /Medalha 2º Lugar – Chorão – Troféu /Medalha 3º Lugar – Murilo – Troféu /Medalha 4º Lugar – Feijão – Troféu /Medalha

Os vencedores Foto: Maurício Dapper

Garopaba - SC


City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011 A natureza começa a se recompor no espaço do Projeto Ambiental Gaia Village (GV), tal como previu o mestre ambientalista José Lutzenberger.

Projeto ambiental desenvolvido em Garopaba p

José Lutzenberger e trans

Receptivo escolas

Nos 850 hectares da área localizada na SC 434, km 9,2, em Garopaba, o verde da mata, outrora derrubada, se intromete no meio de espaços antes degradados e invadidos pelos areais. Búfalos ajudam a tornar fértil a terra; lagos são fontes de vida que renasce. Garopaba continua atraindo surfistas e turistas empolgados com o mar, mas vai paulatinamente se consolidando como referência na busca e construção de meios para o desenvolvimento social e sustentável. O Gaia Village, certamente, t em participação neste encaminhamento. No projeto ambiental articulado na presente geração da família Werlang em Garopaba segue-se a tradição. A mão do homem não destrói – ao contrário, acarinha e traz esperança de renovação para animais, plantas e gente. Preservar Gaia e tornar esse conceito um princípio de vida é Seminário professores um legado que receberam dos pais, Gastão Avelino e Carmem. Em 1968, o casal começou a participar das comunidades do Ouvidor, Barra, Grama e Encantada, em Garopaba. Em uma época em que aquecimento global ou desenvolvimento sustentável eram temas desconhecidos, eles já implementavam boas práticas como a proteção da fauna e replantio de espécies nativas da mata atlântica. A iniciativa foi incrementada quando o ecologista José Lutzenberger esteve no local, em 1997, para emprestar seus conhecimentos e a convicção de que a flora e a fauna de Gaia precisavam apenas de tempo e de uma mãozinha do homem para voltar a se desenvolver. . O projeto cresceu em silêncio, semeando e colhendo experiências, ouvindo especialistas do Brasil e do Exterior, investindo na própria força da natureza. Desde que o GV começou a ser desenvolvido, a comunidade de Garopaba e os órgãos de governo passaram a ser convidados a discutir e a viver os princípios da sustentabilidade na forma de encontros, sensibilizações, seminários, prêmios, mostras e capacitações, além da participação em coletivos que resultaram em parcerias, associações e propostas de mudança de comportamento.

Parcerias ampliam o alcance dos trabalhos O GV é exemplo do que uma propriedade particular pode fazer para se engajar na comunidade e participar da transformação. “Não há como mensurar agora o tamanho do projeto, porque é muito forte e cresce sustentado com a legitimidade cada vez que uma ação vai se replicando”, diz Maria Elizabeth da Rocha, Gerente da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca de Santa Catarina. A legitimidade e a replicação a que Maria Elizabeth se refere estão relacionadas não só ao apoio dado à defesa da área das baleias e das populações tradicionais que vivem na região, mas a uma gama de atividades implantadas dentro do GV ou em parceria com outras entidades e grupos. Fotos: Divulgação Gaia Village

A Feira de Produtos Orgânicos e Coloniais da Associação de Produtores de Garopaba, que acontece aos sábados, na Praça Ivo Silveira, é um exemplo. O projeto da feira começou a ser discutido no Encontro sobre Agricultura e Meio Ambiente realizado na sede do GV com autoridade municipais e lideranças. Outro exemplo: em parceria com a APA da Baleia Franca e com a Associação de Surf do Ouvidor e Vermelha, o GV prestou orientação técnica para a implantação e continuidade de apoio ao posto guarda-vidas ecológico na Praia do Ouvidor. Este posto incorporou tecnologias amigáveis, como a geração de energia a partir de um sistema suprido por painéis fotovoltaicos, banheiro seco compostável e sistema de recolhimento de coleta e uso da água das chuvas, garantindo assim um modelo único permanente de Posto de Guarda-Vidas ecológico do litoral Sul Catarinense.

Bufálos

Receptivo escolas

Unindo a manutenção das tradições de pesca da comunidade e a geração de renda com respeito à natureza, destaca-se ainda a parceria da pesca da tainha na praia do Ouvidor, onde o tradicional encontra nas tecnologias amigáveis algum - ainda que pequeno - conforto na iluminação gerada por painéis solares, alojamento móvel e banheiro de compostagem.

Sete programas num só projeto O Projeto Ambiental é dividido em sete programas, cada qual envolvendo estudos e técnicas aprimoradas que têm atraído a atenção de pesquisadores de todo o mundo. Visita guiada grupo da melhor idade

Valorização do ser humano es

De todos os programas, o d de certa forma, a proposta geral d máquinas são as pessoas”, afirmam Sandra Severo, estimulados pelos oferecer acolhida e capacitação ao estagiários e membros de redes lig O GV se preocupa muito com o des habilidades da própria equipe inter criação da “inteligência coletiva”. Os colaboradores permane roda, no final do expediente, para propor melhorias e mudanças. Os n todos são discutidos neste sistema resultado é visível no amadurecime Israildo, João, Milton, Sandra, Silva que palpitam, sugerem e executam têm, desta forma, a oportunidade cada um.


põe em prática as lições do ambientalista

sforma paisagens e pessoas

City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011

O Programa de Preservação e Recuperação de Ecossistemas inclui medidas para aumentar a biodiversidade. Para reestabilizar os solos, de constituição arenosa, junto aos costões frente ao mar e ao depósito de areia que se originou da dragagem do canal da barra da Lagoa de Garopaba, o GV já plantou mais de 500 mil sementes. Tem conseguido conter o areal e evitar que avance sobre a mata original colocando quebra-ventos construídos com material reciclado. Isso, mais a cobertura do solo com palhas de arroz, fez com que plantas nativas rasteiras e arbustos voltassem a crescer no local.

está acima de tudo

de Desenvolvimento Humano, resume, do projeto. “Mais importante do que m os coordenadores Dolizete Zilli e irmãos Werlang. Não se trata apenas de os parceiros, visitantes, voluntários, gados ao desenvolvimento sustentável. esenvolvimento do potencial e das erna. A filosofia participativa facilita a

entes se reúnem todos os dias em uma a relatar as tarefas desempenhadas e novos integrantes e o desempenho de a de gestão e liderança em círculo. O mento de Alécio, Antônio, Dolizete, ana e Tamires. Eles são colaboradores m o trabalho com responsabilidade e e de descobrir o que há de melhor em Fonte: Clarinha Glock e equipe GV

No Programa de Tecnologias Ambientalmente Amigáveis executamse obras e prevêem-se soluções que reduzem o impacto sobre o A substituição de bosques exóticos por plantas nativas e a implantação dos chamados “corredores de meio ambiente. Há banheiros secos de compostagem na Casa Sede e nos espaços destinados a encontros (Gaia e Ouvidor). Até o canil floresta e de amenização ambiental”, que fazem a ligação de áreas de matas remanescentes, restingas e utiliza o sistema das composteiras, que comprovadamente eliminam os agentes de doença presentes nas fezes e evitam a pântanos da região litorânea, ajudam a ampliar a contaminação dos solos e do lençol freático. diversidade biológica. Todas as obras são feitas de maneira que impactem o menos possível o meio ambiente, levando em conta os critérios de O manejo do rebanho de búfalos adequado aos sustentabilidade. padrões de criação orgânica, dentro do Programa de Produção Rural Sustentável, não somente triplicou a Ligação direta com a comunidade lotação dos animais, como dobrou o índice de prenhez das fêmeas adultas e melhorou a sanidade do Com o Programa de Saúde Sustentável, o GV propicia a realização de rebanho. Com períodos adequados de descanso das oficinas de alimentação saudável em escolas e na própria sede, pastagens depois do uso, é notável a significante ensinando a população a aproveitar alimentos pouco valorizados, melhoria da qualidade e a ampliação da diversidade como talos, cascas e plantas consideradas ervas daninhas, de plantas no pasto. Apicultura orgânica; plantio de conforme ensina a nutróloga Clara Brandão, consultora do projeto. bambus para aproveitamento na construção civil, paisagismo produtivo são outros projetos dentro O Programa de Sensibilização Ambiental também tem ligação direta deste Programa. com a comunidade e já se incorporou ao calendário da cidade a Mostra Professor José Lutzenberger- Escola Amiga do Ambiente, No Programa de Tecnologias Ambientalmente Amigáveis executam-se obras e prevêem-se soluções promovida pela Secretaria Municipal de Educação de Garopaba, Fundação Gaia e Gaia Village. O programa foi iniciado no ano 2000, que reduzem o impacto sobre o meio ambiente. Há banheiros secos de compostagem na Casa Sede e nos quando os professores da rede municipal tiveram o primeiro acesso espaços destinados a encontros (Gaia e Ouvidor). Até a encontros de capacitação em educação ambiental conduzidos pela equipe da Fundação Gaia. Estes encontros anteciparam e o canil utiliza o sistema das composteiras, que prepararam o corpo docente do município para a capacitação de comprovadamente eliminam os agentes de doença nível internacional focada nos conceitos de Educação Ambiental presentes nas fezes e evitam a contaminação dos Continuada e de Permacultura no Pátio Escolar conduzida pela solos e do lençol freático. educadora neozelandesa Robina McCurdy, do Earthcare Education Aotearoa, e pela educadora norte-americana Marsha Hansi, Reciclar é palavra de ordem no GV. E ela acontece inclusive com os materiais de construção utilizados na responsável pelo Instituto de Permacultura da Bahia. construção das casas existentes dentro da área do Fruto da experiência e reflexão sobre esse percurso de 10 anos, a 9ª projeto, que fazem parte do Programa de InfraMostra Professor José Lutzenberger – Escola Amiga do Ambiente, Estrutura e Edificações. realizada em novembro de 2010, mobilizou diretamente 2.137 alunos, 193 professores, atingindo indiretamente, além dos “O GV busca soluções ambientalmente sustentáveis familiares e das comunidades atendidas por 22 escolas das cidades para toda a área, que, além de ter sido preservada, vem sendo também regenerada, servindo de modelo de Garopaba e Imbituba, os empresários e as entidades de classe que, a cada ano, ampliam seu apoio à iniciativa. a nossa região”, observa a arquiteta Vanda Zanella, Para a Secretaria de Educação Maria Nadir Araújo, “as ações tem responsável pela orientação das construções. resultado efetivamente na criação de uma consciência ambiental, agregada ao compromisso ético e justo para com o lugar que todos O manejo do rebanho de búfalos adequado aos padrões de criação orgânica, dentro do Programa de vivem”. Produção Rural Sustentável, não somente triplicou a Visitas e Estudos ... lotação dos animais, como dobrou o índice de prenhez das fêmeas adultas e melhorou a sanidade do É possível fazer visitas guiadas ao Projeto, assim como rebanho. Com períodos adequados de descanso das pastagens depois do uso, é notável a significante melhoria da qualidade e a ampliação da diversidade de plantas no pasto.

realizar estudos no local que ajudem a levar adiante os princípios de sustentabilidade e desenvolvimento social. Os interessados devem entrar em contato com a coordenação do Projeto Ambiental Gaia Village através do e-mail projeto@gaia.org.br ou pelo fone (48) 3354-0002.


City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011 Cachoeira Encantada Foto: Davi Nagamini

Paulo Lopes, uma cidade onde o tempo passa lentamente Distante de Garopaba cerca de 17 km, indo pela estrada interna GRP 10 (maior trecho de chão) via Siriú e Gamboa, ou cerca de 37 km via SC 434, entrando a direita na BR 101, Paulo Lopes é uma bela cidade que iniciou sua história com a chegada das famílias açorianas a Santa Catarina, no século XVIII, quando se deu início à colonização da região. Na época da colonização, as terras foram divididas em sesmarias e, mais tarde, em latifúndios. Coube ao município uma área de 447,1km2, onde existem hoje 32 propriedades com área entre 100 hectares e 500 hectares e seis com mais de 500 hectares. O nome da cidade é uma homenagem ao coronel da força militar portuguesa Paulo Lopes Falcão. O município tem potencial turístico, mas pouco desenvolvido. Lá você encontra a Cascata Encantada, a Cachoeira do Delfo, que se transformou em balneário para a população local, a Cachoeira Zanella e a Foz do Rio das Madres. As praias da Gamboa (Garopaba) e Guarda do Embaú ( Palhoça), ficam mais próximas de Paulo Lopes, do que dos municípios à que pertencem. A economia gira em torno da agropcuária, e o município é o sexto da região no setor pesqueiro – captura de crustáceos e peixes.

Maiôs e Biquinis,

Catalina

Na BR 101 em Paulo Lopes, km 266, no sentido norte quem sai de Garopaba, a esquerda, há uma curiosidade que lembra os tempos de outrora. No Engenho Lanches, no bairro Penha, o caldo de cana é moído a base de tração animal. Um touro de tamanho considerável, e até assustador, mas manso, é o responsável por moer a cana para que os clientes degustem o saboroso caldo de cana. A atração virou ponto turístico e sempre tem gente tirando foto, inclusive nós do Garopaba News, que ao entregar o jornal para ser distribuído as visitantes nos deparamos com a cena e resolvemos contar aqui para que todos possam ter a oportunidade de conhecer, quem ainda não conhece.

e

Poko Pano, é na ... MARIA BONITA João Orestes de Araújo, 541 - Sl 04 Centro - Garopaba - (48) 3254.3807

João Orestes de Araújo, 787 - Centro Garopaba - (48) 3354.1861 / 3354.1373

ABERTA O ANO TODO Fotos: ALO Imprensa


City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011

Turistas e moradores da cidade se emocionam com a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes

Ato de Fé na Igreja matriz Foto: Maurício Dapper

Procissão terrestre Foto: Maurício Dapper

A Fé e a Religiosidade comum numa cidade que tem sua base na cultura açoriana, se destacaram mais uma vez no domingo, 06/02, no encerramento das comemorações da Festa de Nossa Senhora dos Navegantes. A procissão com a santa percorreu as ruas da cidade, acompanha pela Banda Municipal e visitou o cartão postal de Garopaba, a igreja antiga, onde os fiéis rezaram e demonstraram mais uma vez a sua Fé. Seguindo o andor, carregado com carinho e cuidado, a população, recheada de turistas, acompanhou a santa até a prainha, onde iniciou-se a tradicional procissão marítima. Apesar do tempo nublado, Nossa Senhora abençoou todos e a chuva veio fraquinha, o que não atrapalhou a beleza do evento. Vários barcos de todos os tamanhos e cuidadosamente enfeitados e cheios de fiéis, tocaram suas buzinas. No trajeto fogos de artifícios deram o tom e a alegria na procissão, que culminou com uma linda e emocionante Missa Campal na Praça 21 de Abril comandada pelo Padre Alceone Berkenbrock. Para o administrador financeiro da Paróquia São Joaquim, José Ricardo da Silva, responsável por articular os pescadores e a comunidade em torno da festa, foi um momento importante, principalmente pelo apoio e a participação de todos. Ele salienta que as expectativas foram superadas, e que para 2012 a intenção é inserir novos atrativos culturais à festa. José Ricardo fez agradecimentos especais aos Padres Alceone e Silvio, ao seminarista Pedro, a Colônia de Pescadores, aos senhores Getúlio, Hélio e Cristian, a Polícia Militar, aos comerciantes da cidade e a Prefeitura Municipal.

Procissão Marítima Foto: Maurício Dapper

A espera do embarque da Santa Foto: Maurício Dapper

Comunidade acompanhou a procissão Foto: Maurício Dapper

Missa Campal na Praça 21 de Abril Foto: Maurício Dapper

Flávio Santos Lourenço, pescador, enfatizou: “A Festa de Nossa Senhora dos Navegantes sempre foi boa, é uma coisa que nunca pode se acabar”. Duas turistas gaúchas, que chegaram à Garopaba na tarde de domingo, Lolita Oliveira e sua filha Jaqueline, elogiaram o evento e salientaram que participam sempre da procissão em Porto Alegre. “Demos sorte de chegar e encontar a procissão” disse Lolita.

A organização da Festa de Nossa Senhora dos Navegantes ficou a cargo da Ação Social da Paróquia São Joaquim, da Associação dos Pescadores e da Prefeitura Municipal de Garopaba

Fonte: Garopaba FM / Heloiza Abreu

CRECI: 10343

Edição: ALO Imprensa

Venda e Locação João Orestes de Araújo, 1029 - Centro Nossa Senhora dos Navegantes e os fiéis - Foto: Maurício Dapper

(48) 3354.1870 / 9972.5462 contato@rsgaropaba.com.br www.rsgaropaba.com.br


City Tour - Edição Especial Local 12 de Fevereiro de 2011

A Prefeitura de Garopaba e a Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (10), firmaram Convênio de Cooperação Técnica para a Preservação da Ordem Pública, o convênio concede poderes para Polícia Militar de Garopaba fiscalizar, apreender, embargar, lavrar Termos de Advertência ou de Interdição, proceder a vistorias emitindo Laudos acerca do funcionamento de bares, restaurantes, boates, danceterias, eventos públicos, particulares e similares que possam de alguma forma infringir a Ordem Pública e a legislação municipal. Também concede poderes para que a PM possa fiscalizar Vans, ônibus e microônibus de turismo que transitam na cidade.

Prefeitura de Imaruí recupera ruas e estradas Após as fortes chuvas ocorridas em 18 de janeiro, os trabalhos de reconstrução das estradas e pontes do município se intensificaram e continuam ocorrendo. Vários trechos já foram concluídos. A importante ponte da comunidade de Ribeirão de Imaruí foi recuperada e a comunidade já tem garantido o deslocamento pelo local.

Uma bela e pacata cidade com locais e paisagens lindíssimas, que fica localizada ao sul de Garopaba, cerca de 40 km. Indo pela BR 101 em direção a Ferju, entra a direita e pega a SC 437, e segue em frente que você chega em Imaruí.

A assinatura do convênio beneficia ambas as partes já que a prefeitura terá uma fiscalização mais ativa, 24 h e 7 dias na semana. Para a PM dá possibilidade ainda mais abrangente de interferir em rotinas que possam levar a comportamentos desordeiros e até mesmo crimes mais sérios.

A cidade tem um histórico ligado ao Rio Grande do Sul, pois em 1833, quando foi criada a Freguesia de São João Batista do Imaruí, que se tornou distrito de Laguna. Um dos colonizadores foi o gaúcho João Vieira da Rocha, que acompanhou os farrapos até Laguna e que mais tarde mudou-se para Imaruí em companhia dos filhos.

Na ocasião o Sub Ten Arnaldo Lucidônio Ribeiro e o Cabo João José de Aguiar foram agraciados com Diploma de Honra ao Mérito pelos serviços prestados à Polícia Militar de Santa Catarina ao O convênio foi assinado pelo Prefeito Luiz Nestor e pelo comandante da PM, Coronel Nazareno Marcineiro. O evento passarem para a Reserva contou com a presença de autoridades militares e civis da Remunerada. cidade, e foi realizado em frente a prefeitura municipal

Fonte e fotos: Prefeitura de Imaruí

Outlet Garopaba em frente ao Banco do Brasil Rua Nereu Ramos, 253 Imaruí - (48) 3643.0175

João Orestes de Araújo, 761 Garopaba - (48) 3354.1922

(48) 3254.3035

Fonte: PM Garopaba Fotos: Leon Amaral / ALO Imprensa

Nesse final de semana o Garopaba Sem Stress 2011 em grande estilo, vai rolar show do Dj Daniel Silva no sábado dia (12),no Palco da Arena na Praia Central de Garopaba. Horário 18:30h. Em caso de chuva os shows serão transferidos para outra data. Garopaba Sem Stress 2011, o Melhor Lugar Foto:para Maurício Dapper suas Férias. Se beber, não dirija.

& Praticidades

Garopaba News City Tour Edição Local 12/02/11  

Jornal semanal de Garopaba/SC baseado no Caderno Comercial ZH de mesmo nome. Circulação gratuíta e dirigida com 5.000 exemplares em Florianó...

Garopaba News City Tour Edição Local 12/02/11  

Jornal semanal de Garopaba/SC baseado no Caderno Comercial ZH de mesmo nome. Circulação gratuíta e dirigida com 5.000 exemplares em Florianó...

Advertisement