Issuu on Google+


Editora responsável Daniela Carrara Conteúdo Daniela Carrara e Alessandro Carvalho Projeto gráfico, arte e diagramação Daniela Carrara

(dandanhiphop@hotmail.com)

Colaboradores de Fotografia: Marcos Pequeno “Portal Tattoo”, Ricardo Kafka - Fotografka, Uriel Baesso, Sergio Deatchuk, Luca Cassara venda de anúncios: tattoodigital@gmail.com

Foto Capa: nando velho Modelo: aline candidu


Sketchbooks para ReferĂŞncias!


Tintas para Tatuagem • Tintas Artísticas • Revistas de Tatuagem • Materiais para Desenho Sketchbooks • Livros para Desenho • Papéis Especiais

www.pixelartbooks.com

Sketchbooks

4 • ADT


www.facebook.com/palmer.tattoo.br plmr76@gmail.com Tel: (11) 4362-3346


tira s

8 • ADT


almanaquedigital.com.br • 9


do lad o d e lá

Chaim Machlev Por Anne – Tattoo Tatuagem

10 • ADT


chaim machlev

C

haim Machlev é conhecido no mundo da tatuagem como Dots to Lines, pontos para linhas. O artista cria gritantes tatuagens geométricas em tinta preta que são intrigantes e nítidas ao mesmo tempo.  Chaim fez sua primeira tatuagem aos 29 anos e durante o procedimento aconteceu algo dentro dele que o fez mudar para sempre, quer dizer, algo significativo aconteceu quando parou para pensar o quão forte era colocar a sua confiança em alguém que você acabou de conhecer. Depois de ter passado pelo procedimento, ele decidiu dedicar a sua vida a entender o que exatamente aconteceu naquela pequena sala, e como o acontecimento chegou a ter um efeito tão profundo em sua vida. Chaim encontrou na arte de tatuar algo forte que foi descoberto, que chamou sua atenção, e que o fazia querer aprender mais e mais.

Ele mudou-se de Israel e começou a sua nova vida como tatuador, pois ele percebeu que não haveria nenhuma maneira que ele pudesse aprender tatuagem em Israel, e por isso viajou para a capital da Alemanha, Berlim. Deixou seu trabalho de gerente de atendimento em uma famosa empresa de TI onde estava trabalhando 14 horas por dia e era altamente remunerado. Ninguém entendia a sua decisão, mas ele estava realmente disposto e destinado a fazer, confiou tanto nisso que vendeu tudo o que tinha para poder financiar essa chance. Deixou uma vida de luxo e se viu chegando em Berlim com nada além de uma mochila nas costas e um grande sonho. A primeira coisa que fez foi marcar todos os estúdios de tatuagem no mapa e começar a visitar cada um deles. Conheceu muitas pessoas, e uma ocasião especial — que acabou por ter um significado

almanaquedigital.com.br • 11


do lad o d e lรก

12 โ€ข ADT


chaim machlev real — foi quando conheceu um casal que lhe deu um lugar no seu estúdio para ser aprendiz. Seus projetos se baseiam na forma do corpo do cliente, eles se reúnem e Chaim pergunta o que o cliente exatamente deseja expressar, então, ele observa o local do corpo onde vai tatuar e tenta criar algo que expresse o que deseja e que ao mesmo tempo seja harmonioso com o corpo, então, é preciso muita confiança para ser tatuado por Chaim. Suas tatuagens são baseadas em pontos e linhas, utilizando bastante preto e às vezes usa um pouco de vermelho, apenas para harmonizar com o preto.

Seu processo artístico envolve muitos aspectos, Chaim é um artista de mão cheia que dedica seu dia ao cliente e mergulha no interior de cada um. “Acho que a melhor maneira para eu criar projetos interessantes é apenas parar, e olhar para dentro. Todos os pontos e todas as linhas estão lá . E todas as respostas estão na natureza. Por exemplo, se você cortar uma laranja ao meio você tem uma mandala perfeita. Flocos de neve, fractais, está tudo lá… você só tem que aprender a olhar, e, infelizmente, observar essas coisas é algo que você não aprende na escola. Você apenas tem que abrir os olhos” – Chaim

almanaquedigital.com.br • 13


do lad o d e lรก

14 โ€ข ADT


chaim machlev

almanaquedigital.com.br • 15


do lad o d e lรก

16 โ€ข ADT


chaim machlev

almanaquedigital.com.br • 17


do lad o d e lรก

18 โ€ข ADT


chaim machlev

almanaquedigital.com.br • 19


do lad o d e lรก

20 โ€ข ADT


chaim machlev

almanaquedigital.com.br • 21


22 • ADT


almanaquedigital.com.br • 23


dest aque

24 • ADT


mauricio huber

Mauricio Huber Conte um pouco sobre seu dia a dia e sua rotina de trabalho. O estúdio Old Friends Tattoo está sob minha administração há quatro anos, em Blumenau. Durante esse tempo, percebi que cresce a frequência de clientes que vêm até o estúdio interessados na identidade do trabalho artístico que venho desenvolvendo. Desenvolver um trabalho com qualidade artística é minha principal preocupação, e para isso dedico a maior parte do dia para o estúdio. Divido o tempo entre criação dos desenhos, cuidados com os materiais, administração do estúdio, atendimento aos clientes para decisão de novos trabalhos, estudos em pintura e desenho e, é claro, as tattoos que tomam a maior parte do dia. Há quanto tempo tatua? Em fevereiro deste ano, completo seis anos tatuando. Como você define seu estilo de tatuagem? Ainda não sei se posso definir um estilo específico para o meu trabalho, porque gosto muito de experimentar e pesquisar diferentes formas de tatuar, estudar diferentes estilos de tatuagem, e também

procuro entender como as outras formas de arte que estudo podem influenciar na maneira como tatuo. Como está o mercado da tatuagem no sul do Brasil? Penso que está caminhando bem. Acho que temos excelentes artistas no sul do país. Conheço cada vez mais colegas que tratam a tattoo com a seriedade e o comprometimento que a arte exige, procurando estudar, atualizar-se e consequentemente realizando belos trabalhos. Na sua opinião, o que você acha que pode evoluir na tatuagem brasileira? Atualmente, com a crescente popularização da tattoo no país, com facilidade de compra de materiais e com a Internet cheia de informações (boas e ruins), surgem muitos bons artistas e também muita gente equivocada em busca apenas de “um bom negócio” e sem nenhuma preocupação com a saúde do cliente e muito menos com a arte. Então, ao mesmo tempo que aumentam as facilidades para aprender e se desenvolver, aumenta também o número de “mal-intencionados” que acabam denegrindo a imagem da tattoo como arte.

almanaquedigital.com.br • 25


dest aque

26 • ADT


mauricio huber Acredito que uma coisa que poderia contribuir para o futuro da tatuagem brasileira é a valorização da formação artística, pois como a tatuagem é um oficio em que um tatuador aprende com o outro, valorizo muito a troca de conhecimentos entre artistas, os workshops, cursos e intercâmbio entre estúdios, que trazem crescimento pessoal para todos e, logo, a evolução na arte. Também acho que o surgimento de mídias sérias dedicadas à tattoo, como revistas e sites especializados, influenciam de maneira positiva os artistas. Olhando a história de formação dos artistas que admiro, vejo que eles carregam uma bagagem muito grande. Não falo só da quantidade de anos de trabalho, mas do respeito pelos mestres que os iniciaram na tattoo, o respeito e a atenção ao cliente que vai carregar no corpo a obra de arte, e também admiro como os “grandes” valorizam e conhecem a história desta e de outras artes. Acho que a evolução da tattoo no Brasil vem com o conhecimento e com o estudo. É preciso entender que tatuar é muito mais do que “saber pilotar uma maquininha” e ter o “estilo que está na moda”. Para evoluir é necessário nunca deixar de aprender, sempre vai ter algo novo ou algo a ser revisto no seu trabalho. Quais os planos para o futuro? Pro Futuro? No momento, continuar tatuando, desenhando, pintando... Contato oldfriendstattoo@gmail.com

almanaquedigital.com.br • 27


dest aque

28 • ADT


mauricio huber

almanaquedigital.com.br • 29


dest aque

30 • ADT


mauricio huber

almanaquedigital.com.br • 31


32 • ADT


almanaquedigital.com.br • 33


cap a

Aline Candidu Fotos: Nando Velho

34 • ADT


aline candidu

“Tatuagem pra mim é Arte e a

minha motivação, é ser uma obra

viva e temporal através dos séculos.”

almanaquedigital.com.br • 35


cap a

36 • ADT


aline candidu

almanaquedigital.com.br • 37


40 • ADT


almanaquedigital.com.br • 41


pelo

mundo

AlKatesksandra an 42 • ADT


ALEKSANDRA KATSAN

D

esde os primórdios da tatuagem até os dias de hoje, as técnicas evoluíram muito, possibilitando a criação de novos estilos de tattoos que vão desde a ampliação dos clássicos, como old school, oriental e tribal ao desenvolvimento do new school, da aquarela, entre outros. Esses novos estilos vêm cada dia mais se consagrando, por meio de artistas talentosos e criativos que usam e abusam de novas técnicas para elaborar tatuagens cada vez mais criativas e únicas. Quando falamos desses novos estilos, um que vem se destacando e conquistando gradativamente mais adeptos é o chamado “watercolor tattoo” ou tatuagem de aquarela. Esse segmento já conta com diversos artistas especializados no mundo inteiro, como o brasileiro Victor Octaviano, mas

quando tratamos do assunto, há uma artista que não pode deixar de ser citada: a ucraniana Aleksandra Katsan, tatuadora no estúdio Tattooed Paradise, que fica em Kiev, na Ucrânia. Com o lema “Keep calm and color your life“, algo como “mantenha a calma e pinte sua vida”, em seus trabalhos a tatuadora esbanja cores vivas e vibrantes, que se misturam harmonicamente, como em uma real pintura de aquarela. Seus traços são livres e fluidos, com manchas e pingos que conferem certa espontaneidade e delicadeza ao desenho. Além disso, são superfemininos e transmitem leveza e intensidade ao mesmo tempo, o que nos prova que tatuagens podem ser verdadeiras obras de arte. Vale a pena ficar inspirado e se maravilhar com alguns dos trabalhos da artista.

almanaquedigital.com.br • 43


pelo

mundo

44 • ADT


ALEKSANDRA KATSAN

almanaquedigital.com.br • 45


pelo

mundo

46 • ADT


ALEKSANDRA KATSAN

almanaquedigital.com.br • 47


pelo

mundo

48 • ADT


ALEKSANDRA KATSAN

almanaquedigital.com.br • 49


50 • ADT


almanaquedigital.com.br • 51


art

istic

amente

A arte de Olaf Hajek Mais conhecido como ilustrador, o trabalho do alemão Olaf Hajek como pintor é imerso em um mundo de fantasia e beleza melancólica. O estilo pessoal que desenvolveu é frequentemente atribuído a diversas referências como, mitologia, religião, fotografias africanas da década de 60, naturezas-mortas de artistas holandeses, a perspectiva renascentista, sua obra é sustentada pelas cores e texturas de imagens folclóricas. Mais que qualquer outra coisa suas obras exploram a oposição entre imaginação e a realidade no contexto cultural ocidental. Essas imagens geralmente criadas através da

52 • ADT

aplicação de acrílica sobre painéis de madeira ou papelão, que até parecem cartazes publicitários cubanos, são um emaranhado hipnótico de cores e formas botânicas. A flor é usada como metáfora para sedução, fertilidade, veneno, crescimento e decadência. Assim como os pintores holandeses do século XVI, seu trabalho fala sobre a brevidade da vida, capturando a essência vital dos elementos, nos quais a beleza torna-se mais preciosa por causa de sua efemeridade. O artista olha para a fragilidade humana e explora seu ciclo natural de nascimento e morte.


olef hajek

almanaquedigital.com.br • 53


art

istic

54 • ADT

amente


olef hajek

almanaquedigital.com.br • 55


art

istic

56 • ADT

amente


olef hajek

almanaquedigital.com.br • 57


as c n a Nas B do de to il! as r B o


Adt57